Customização e personalização

456 views

Published on

Aula de Customização e Personalização, na disciplina de Jornalismo DIgit

Published in: Education
  • Be the first to comment

Customização e personalização

  1. 1. Customização e personalização Profa. Karen Sica Prof. Marcelo Träsel Famecos/PUCRS - Dep. Jornalismo Jornalismo Digitaldomingo, 24 de março de 13
  2. 2. Também denominada individualização, a personalização ou customização consiste na opção oferecida ao Usuário para configurar os produtos jornalísticos de acordo com os seus interesses individuais. PALACIOS, 2003, p.4domingo, 24 de março de 13
  3. 3. Customização Personalização Aplicação baseada em Leitor indica ítens de interesse computação que fornece e modifica interface e/ou recomendações a partir de um conteúdo banco de dados Controle explícito por parte do Sistema reage ao usuário comportamento do usuário Recomendações de conteúdo, Mudança de cores, tamanho de adaptação da interface ao fonte, RSS, boletins por email navegador, filtragem SCHMITT e OLIVEIRA, 2009domingo, 24 de março de 13
  4. 4. Personalização explícita • Boletins por e-mail • Arquivamento de notícias • Curadoria • Infográficos com bancos de dados incorporados • Customização de páginas • Fluxos RSS • Edições para aparelhos móveis • Alertas por SMS • Customização de página • Widgets inicial THURMAN, 2011domingo, 24 de março de 13
  5. 5. Personalização implícita • Recomendações contextuais • Edições geolocalizadas • Filtragem colaborativa por agregação • Recomendações baseadas em perfil THURMAN, 2011domingo, 24 de março de 13
  6. 6. Visão das redações • Audiência se interessa • O leitor em geral não por personalização e que gosta de ser obrigado a ela é necessária. decidir, de mudanças e de complexidade. • A personalização questiona a credibilidade • A personalização e o valor da edição. prejudica as descobertas ao acaso. • O leitor nem sempre sabe o que quer. • Leitores valorizam as decisões editoriais feitas • A adoção de ferramentas em seu favor. de personalização explícita é muito baixa. THURMAN, 2011domingo, 24 de março de 13
  7. 7. O “Eu Diário”, na verdade, existe desde que os jornais começaram a ser impressos e as pessoas a ter personalidades - leitores habitualmente consomem certas seções e ignoram outras. THURMAN, 2011, p. 413domingo, 24 de março de 13
  8. 8. Personalização implícitadomingo, 24 de março de 13
  9. 9. Personalização implícitadomingo, 24 de março de 13
  10. 10. Personalização implícitadomingo, 24 de março de 13
  11. 11. Personalização implícitadomingo, 24 de março de 13
  12. 12. Personalização implícitadomingo, 24 de março de 13
  13. 13. Personalização implícitadomingo, 24 de março de 13
  14. 14. Personalização implícitadomingo, 24 de março de 13
  15. 15. Personalização implícitadomingo, 24 de março de 13
  16. 16. Personalização implícitadomingo, 24 de março de 13
  17. 17. Personalização explícitadomingo, 24 de março de 13
  18. 18. Personalização explícitadomingo, 24 de março de 13
  19. 19. Personalização explícitadomingo, 24 de março de 13
  20. 20. Personalização explícitadomingo, 24 de março de 13
  21. 21. Personalização explícitadomingo, 24 de março de 13
  22. 22. Referências • PALACIOS, Marcos. Ruptura, continuidade e potencialização no jornalismo online: o lugar da memória. In: PALACIOS, M.; MACHADO, E. (Org.). Modelos de jornalismo digital. Salvador: Calandra, 2003. • SCHMITT, Valdenise; OLIVEIRA, Leonardo G. Personalização de notícias: uma edição de jornal para cada leitor. Revista de economía política de las tecnologías de la información y comunicación, v. XI, n. 1, jan./abr. 2009. • THURMAN, Neil. Making “The Daily Me”: technology, economics and habit in the mainstream assimilation of personalized news. Journalism: theory, practice and criticism, v. 12, n. 4, mai. 2011.domingo, 24 de março de 13

×