Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Comércio no
Brasil
Kaíne, Kamilly e Flávio. 2º C
Agricultura
• No século XIII, a grande maioria da população trabalhava na
agricultura. Apesar disso, as maiores partes dos...
Comércio Interno
• Dentro do país os produtos eram levados de umas regiões
para outras pelo almocreve, comerciante ambulan...
Comércio Externo
• Com a agricultura em desenvolvimento há mais produtos para
trocar e o comércio, mesmo com outros países...
Mercantilismo
O mercantilismo originou um conjunto de medidas econômicas
diversas de acordo com os estados.
• Bulionismo -...
• Dos três, o que mais no interessa é o Colbertismo, pois se
estabelece como propulsor da balança comercial.
• O mercantil...
Balança Comercial
• Balança comercial é um termo econômico que representa as
importações de bens entre os países.
• A Bala...
Balança Comercial
Brasileira
• Quando os brasileiros vendem mais produtos para os
estrangeiros do que compram deles — isto...
• Os principais produtos que o Brasil exporta são: minério de
ferro, aço, soja e derivados, automóveis, cana-de-açúcar,
av...
Atividades
Econômicas das
Regiões
Norte
• A economia da região Norte baseia-se, principalmente, no
extrativismo vegetal de produtos como madeira, látex, aça...
Nordeste
• A economia dessa região é bem diversificada, o turismo é
muito forte, há uma grande presença de indústrias,
agr...
Centro-Oeste
• A economia gira em torno da agropecuária (plantações de
soja, milho, entre outros), pecuária bovina e indús...
Sudeste
• Apresenta o maior parque industrial do Brasil. Abriga as
maiores montadoras e siderúrgicas do país.
• Os serviço...
Sul
• A maior parte das riquezas provém do setor de serviços, o
ramo industrial é representado, principalmente, pelos seto...
Comércio Internacional
• É definido como o conjunto de operações realizadas entre
países onde há intercâmbio de bens e ser...
Comércio Exterior
• Representa a relação comercial de um país específico com os
demais, expressa em termos, regras e norma...
Divida Externa
• É o montante de débitos que um país possui, provenientes de
empréstimos feitos no exterior.
• Uma dívida ...
Divida Externa
Brasileira
• Nossa dívida externa começou logo após o processo de
independência (1822). Para reconhecer a I...
• A dívida externa brasileira é de US$ 318 bilhões (US$ 83
bilhões do setor público e US$ 235 bilhões do setor privado) -
...
Referências
• http://www.brasil.gov.br/sobre/economia/setores-da-
economia/comercio-e-servicos
• http://www.suapesquisa.co...
Comércio no Brasil
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Comércio no Brasil

4,287 views

Published on

'Comércio Interno, comércio externo, balança comercial, balança comercial brasileira, comércio internacional, comércio exterior e divida externa brasileira.'

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Comércio no Brasil

  1. 1. Comércio no Brasil Kaíne, Kamilly e Flávio. 2º C
  2. 2. Agricultura • No século XIII, a grande maioria da população trabalhava na agricultura. Apesar disso, as maiores partes dos terrenos não estavam cultivadas, sendo ocupados por pântanos, pastos para o gado ou florestas, onde iam buscar a madeira e a lenha ou caçar. • A agricultura produzia muitíssimo menos que atualmente. As sementes eram de má qualidade; não havia fertilizantes, a não ser o estrume dos animais; todo o trabalho agrícola era feito sem qualquer máquina, só com a força de trabalho dos homens e dos animais.
  3. 3. Comércio Interno • Dentro do país os produtos eram levados de umas regiões para outras pelo almocreve, comerciante ambulante que transportava os produtos com o auxílio de burros e de mulas. • O almocreve fazia esse transporte em duas direções: litoral/interior, levando peixe e sal; quando voltava, no sentido interior/litoral, trazia carne e cereais. O almocreve tinha ainda o papel de mensageiro, já que levava notícias e mensagens para terras vizinhas.
  4. 4. Comércio Externo • Com a agricultura em desenvolvimento há mais produtos para trocar e o comércio, mesmo com outros países (comércio externo), vai crescer a olhos vistos. • O comércio desenvolveu-se principalmente nas cidades (porque havia mais gente para comprar e vender) e junto ao mar (onde chegavam e partiam os barcos carregados de produtos para trocar com outros países). Com todos esses acontecimentos econômicos, na Europa na Idade Moderna, entre o século XV e os finais do século XVIII, criou-se o pensamento econômico, o mercantilismo.
  5. 5. Mercantilismo O mercantilismo originou um conjunto de medidas econômicas diversas de acordo com os estados. • Bulionismo - também chamado de metalismo, que quantificava a riqueza de acordo com a quantidade de metais preciosos possuídos. • Colbertismo – também chamado de mercantilismo industrial, que visava abastecer o mercado brasileiro e diminuir as importações de outros países europeus. • Mercantilismo Comercial e Marítimo – baseava-se na teoria de comprar barato e vender caro.
  6. 6. • Dos três, o que mais no interessa é o Colbertismo, pois se estabelece como propulsor da balança comercial. • O mercantilismo não é reconhecido com uma teoria econômica. Nessa época, foi aplicado pela primeira vez, o conceito de balança comercial.
  7. 7. Balança Comercial • Balança comercial é um termo econômico que representa as importações de bens entre os países. • A Balança Comercial de um país esta favorável, quando o país exporta mais do que importa (vende mais do que compra). Do contrario, dizemos que a balança comercial é negativa ou desfavorável. • Atrai moeda estrangeira para o país importador (dólar). • Gera empregos dentro do país exportador. • Os países procuram exportar o máximo e importa o mínimo, com isso ficam com saldo positivo nas economias.
  8. 8. Balança Comercial Brasileira • Quando os brasileiros vendem mais produtos para os estrangeiros do que compram deles — isto é, quando as exportações são maiores do que as importações —, diz-se que o país apresentou um superávit na balança comercial. • Quando os brasileiros compram mais do que vendem — ou seja, quando importam mais — ocorre um déficit na balança comercial. • Em 2012, o saldo da balança comercial brasileira foi positivo (superávit) em US$ 223,14 bilhões.
  9. 9. • Os principais produtos que o Brasil exporta são: minério de ferro, aço, soja e derivados, automóveis, cana-de-açúcar, aviões, carne bovina, café e carne de frango. • Os produtos mais importados pelo país são: petróleo bruto, produtos eletrônicos, peças para veículos, medicamentos, automóveis, óleos combustíveis, gás natural e motores para aviação.
  10. 10. Atividades Econômicas das Regiões
  11. 11. Norte • A economia da região Norte baseia-se, principalmente, no extrativismo vegetal de produtos como madeira, látex, açaí e castanha. • A atividade de mineração também é muito forte na região, principalmente extração de ferro, cobre e ouro. Merece destaque também a Zona Franca de Manaus.
  12. 12. Nordeste • A economia dessa região é bem diversificada, o turismo é muito forte, há uma grande presença de indústrias, agronegócio e exploração de petróleo. A cana-de-açúcar é o principal produto agrícola da região.
  13. 13. Centro-Oeste • A economia gira em torno da agropecuária (plantações de soja, milho, entre outros), pecuária bovina e indústrias.
  14. 14. Sudeste • Apresenta o maior parque industrial do Brasil. Abriga as maiores montadoras e siderúrgicas do país. • Os serviços e o comércio são bem sofisticados e diversificados, além de representarem a principal atividade econômica da região.
  15. 15. Sul • A maior parte das riquezas provém do setor de serviços, o ramo industrial é representado, principalmente, pelos setores metalúrgico, automobilístico, têxtil e alimentício. A agropecuária é bem forte na região.
  16. 16. Comércio Internacional • É definido como o conjunto de operações realizadas entre países onde há intercâmbio de bens e serviços ou movimento de capitais. • Este comércio é regido por regras e normas, resultantes de acordos negociados, em órgãos internacionais.
  17. 17. Comércio Exterior • Representa a relação comercial de um país específico com os demais, expressa em termos, regras e normas internas (legislação), em função de interesses, prioridades, limitações e exigências, visando resguardar os interesses do país, preferencialmente sem colidir com normas do comércio internacional.
  18. 18. Divida Externa • É o montante de débitos que um país possui, provenientes de empréstimos feitos no exterior. • Uma dívida externa elevada pode ser prejudicial para um país, principalmente se este for pobre ou em desenvolvimento, pois cria uma dependência com relação aos credores. • Muitas vezes, o país com alta dívida externa não consegue saldar toda a dívida e compromete boa parte de seus recursos para pagar os juros.
  19. 19. Divida Externa Brasileira • Nossa dívida externa começou logo após o processo de independência (1822). Para reconhecer a Independência do Brasil, Portugal exigiu o pagamento de 3 milhões de libras esterlinas. • Como o Brasil não possuía tantos recursos, fez um empréstimo à Inglaterra e efetuou o pagamento em 1824, conhecido como "empréstimo português". • A Dívida Externa Brasileira, atualmente, é a segunda maior entre os países subdesenvolvidos. Ela divide-se em dívida pública e dívida privada. No final do ano de 2012, a dívida externa brasileira alcançou o valor de 318 bilhões de dólares, um crescimento de 6,24% em relação ao ano anterior.
  20. 20. • A dívida externa brasileira é de US$ 318 bilhões (US$ 83 bilhões do setor público e US$ 235 bilhões do setor privado) - dados relativos a março de 2013. • Antes do Golpe de 1964, a dívida externa no Brasil era de 12 bilhões de dólares e, ao final da ditadura, ela já atingia a casa dos 100 bilhões. A dívida se estabilizou somente depois dos governos FHC e Lula. • Durante o ano de 2008, muito se falou sobre o fim da dívida externa. Entretanto, ela continua existindo. O que houve, na verdade, foi uma má interpretação da seguinte frase: “o Brasil deixou de ser um país devedor para ser tornar um país credor”. Isso quer dizer apenas que as reservas internacionais, pela primeira vez, tornaram-se maiores que a dívida externa brasileira.
  21. 21. Referências • http://www.brasil.gov.br/sobre/economia/setores-da- economia/comercio-e-servicos • http://www.suapesquisa.com/o_que_e/balanca_comercial.htm • http://balanca-comercial.info/mos/view/Mercantilismo/ • http://www.historiadomundo.com.br/idade- moderna/mercantilismo.htm • http://www.comexbrasil.gov.br/ • http://historiageografiadeportugal.blogspot.com.br/2011/03/seculo- xiii.html • http://www.suapesquisa.com/economia/divida_externa.htm • http://www.historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=211 • http://www.portaleducarbrasil.com.br/Portal.Base/Web/VerContenido. aspx?ID=212792 • http://oglobo.globo.com/economia/historico-da-divida-externa-no- brasil-3626195 • http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1087 • http://www.brasilescola.com/brasil/economia-brasil.htm

×