Ambiente Organizacoes

56,504 views

Published on

Slide feito para aula-tema do COMPONENTE CURRICULAR de Planejamento empresarial e Empreendedorismo, da Area de Contabilidade.

Published in: Education, Technology, Business
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
56,504
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
42
Actions
Shares
0
Downloads
493
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Ambiente Organizacoes

  1. 1. O Ambiente das Organizações
  2. 2. O Contexto Ambiente Externo – conjunto de variáveis e forças diferenciadas, não controladas pela organização e que provocam mudanças. Ambiente Interno – forças e limitações internas.
  3. 3. Ambiente Interno <ul><li>Qualquer empreendimento estruturado e constituído para um determinado fim, sem considerar ramo de atividade, forma de constituição legal ou finalidade. </li></ul><ul><li>As organizações são compostas por pessoas e seus inter-relacionamentos, interagindo entre si para realizar funções essenciais que auxiliem a alcançar metas. </li></ul><ul><li>Organizações são instituições sociais, e a ação desenvolvida por seus membros é dirigida por objetivos. Projetadas como sistemas de atividades e autoridade, deliberadamente estruturados e coordenados, elas atuam de maneira interativa com o ambiente que as cerca. </li></ul>
  4. 4. O Ambiente Externo <ul><li>Para compreender o ambiente e seus efeitos sobre as organizações é necessário visualizá-las como sistemas que trocam recursos e dependem dele. </li></ul><ul><li>A organização eficaz consegue adaptar-se, reagindo às condições externas alcançando situações de sobrevivência e crescimento. </li></ul><ul><li>O primeiro passo para um planejamento é fazer o diagnostico ambiental. Serve para mapear o ambiente e colher informações que possibilitem a eficácia. </li></ul><ul><li>MAPEAMENTO AMBIENTAL: </li></ul><ul><li>Consiste em sondar, explorar e discernir o ambiente para reduzir incertezas. Serve para que a alta direção conheça quem são seus concorrentes, produtos/serviços substitutos, grau de dependência em relação a fornecedores e consumidores. </li></ul><ul><li>Dificuldades: Seleção ambiental, Percepção, Consonância e dissonância, Limites e fronteiras. </li></ul>
  5. 5. O Ambiente Específico Constitui o contexto ambiental mais próximo que fornece as entradas (insumos) e absorve as saídas (produtos e/ou serviços) das organizações. - Clientes: Constituem o mercado consumidor da organização. Eles trocam recursos, geralmente sob a forma de capital financeiro, pelos produtos ou serviços de uma organização - Fornecedores de recursos: Suprem as necessidades de recursos produtivos (capital, recursos naturais, mão-de-obra), matéria-prima e/ou serviços da organização. - Concorrentes: Disputam tanto o mercado consumidor quanto o mercado fornecedor de recursos. - Grupos reguladores: São instituições que impõem controles, limitações ou restrições sobre as organizações, uma vez que regulam, normalizam, monitoram, avaliam ou fiscalizam a ação organizacional.
  6. 6. O Ambiente Geral <ul><li>É constituído por um conjunto amplo, complexo e difuso que influenciam as organizações. </li></ul><ul><li>Sendo divididas em 8 variáveis: </li></ul><ul><li>Variáveis Tecnológicos – todo conhecimento utilizado pela empresa para a realização de suas tarefas. </li></ul><ul><li>Variáveis Políticas – envolvem decisões tomados pelos governos. Tendências ideológicas definem os rumos das políticas econômicas, fiscal ou tributária, de saúde, de educação, etc. </li></ul><ul><li>Variáveis Econômicas – dependem do contexto econômico geral podendo determinar o volume de operações, o nível de preços e de lucratividade potencial, a facilidade ou dificuldade na obtenção de recursos básicos, os mecanismos de oferta e procura do mercado em geral, etc </li></ul>
  7. 7. O Ambiente Geral <ul><li>Variáveis Legais – conjunto de normas e leis que controlam o comportamento organizacional. </li></ul><ul><li>Variáveis Sociais – representam as características da sociedade onde a organização opera. </li></ul><ul><li>Variáveis Demográficas – características da população (raça, cor, religião, densidade demográfica, etc) </li></ul><ul><li>Variáveis Ecológicas – a preservação do meio ambiente deve ser um objetivo organizacional. </li></ul><ul><li>Variáveis Culturais – valores, pressupostos básicos e hábitos. </li></ul>
  8. 8. Competição Nacional e Internacional Globalização Educação Conhecimento Ambiente Exige Modifica
  9. 9. Dinâmica Ambiental O ambiente é muito mais complexo que parece. A dinâmica ambiental tenta mostrar um pouco desse comportamento. As organizações sofrem várias influências que dificultam as operações: - restrições: são limitações que reduzem o grau de liberdade da empresa. Por exemplo, tabelamento de preços; - coacões: são imposições do ambiente às quais a organização não pode deixar de atender. Por exemplo, intervenção do Banco Central; - contingências: são eventos prováveis que afetam muito a organização. Por exemplo, guerras e greves; - problemas: são eventos correntes. Por exemplo, quebra de equipamento; - oportunidades: são situações favoráveis à organização. Por exemplo, queda da taxa de juros.
  10. 10. Por que organizações são necessárias? Servem à sociedade Realizam objetivos Preservam o conhecimento Proporcionam carreiras Influenciam um ambiente em rápida mudança Criam valor para seus proprietários, clientes e funcionários Lutam com os atuais desafios da diversidade da força de trabalho Promovem sinergia
  11. 11. As organizações são sistemas abertos
  12. 12. Organizações X Empresas <ul><li>As organizações podem ser: </li></ul><ul><li>- com finalidade lucrativa (empresas); </li></ul><ul><li>- sem finalidade lucrativa (organizações não empresariais). </li></ul><ul><li>Empresas: </li></ul><ul><li>são orientadas para o lucro; </li></ul><ul><li>assumem riscos; </li></ul><ul><li>são dirigidas por uma filosofia de negócios, devendo justificar sua existência atendendo às necessidades da sociedade; </li></ul><ul><li>são avaliadas, geralmente, sob um ponto de vista contábil; </li></ul><ul><li>devem ser reconhecidas como negócios pelas demais organizações; </li></ul><ul><li>constituem propriedade privada. </li></ul>
  13. 13. Níveis Hierárquicos da Empresa
  14. 14. As funções das Empresas <ul><li>A maioria das empresas está estruturada por áreas funcionais, dentre as quais se destacam: </li></ul><ul><li>a função produção, </li></ul><ul><li>a função financeira, </li></ul><ul><li>a função mercadológica (marketing) e </li></ul><ul><li>a função de recursos humanos. </li></ul><ul><li>A Função Produção </li></ul><ul><li>O subsistema de produção fornece as saídas (outputs) de produtos e/ou serviços, estando aí agrupadas as atividades de transformação básica. </li></ul><ul><li>Materiais </li></ul><ul><li>Logística </li></ul><ul><li>Organização e Métodos </li></ul>
  15. 15. As funções das Empresas <ul><li>A Função Financeira </li></ul><ul><li>Tem como objetivo a obtenção de recursos financeiros para manter o negócio em operação, usando da melhor maneira o capital obtido. As principais áreas de decisão financeira são: investimento, distribuição de lucros e financiamento. </li></ul><ul><li>Contabilidade e orçamento </li></ul><ul><li>Finanças </li></ul><ul><li>A Função Mercadológica (Marketing) </li></ul><ul><li>As atividades de marketing contribuem para determinar as necessidades e os desejos do consumidor e as formas de atendê-lo por meio de produtos e/ou serviços que o satisfaçam. O objetivo maior da função de marketing é levar o consumidor à repetição da compra do produto e/ou do serviço. </li></ul><ul><li>Marketing e vendas </li></ul>
  16. 16. As funções das Empresas <ul><li>A Função de Recursos Humanos </li></ul><ul><li>Visa promover oportunidades que maximizem a contribuição individual, proporcionando condições de trabalho favoráveis ao desenvolvimento profissional e estimulando confiança, respeito e compreensão recíproca entre empregados e empregadores. </li></ul><ul><li>Planejamento de Recursos Humanos </li></ul><ul><li>Recrutamento e seleção </li></ul><ul><li>Educação, desenvolvimento e avaliação de desempenho </li></ul>
  17. 17. Recursos da Empresa Para seu funcionamento, a empresa dispõe de recursos, em geral escassos, que devem ser distribuídos e utilizados com eficiência pelos administradores.
  18. 18. Os objetivos da Empresa <ul><li>Objetivos são situações futuras que a empresa deseja alcançar. Eles são influenciados pelo ambiente, mas também constituem uma força que causa impacto no ambiente. Mudanças ambientais podem provocar mudanças de objetivos . </li></ul><ul><ul><li>apresentam uma situação futura, porque indicam uma orientação que a empresa procura seguir; </li></ul></ul><ul><ul><li>constituem uma fonte de legitimidade, na medida em que justificam a vitalidade e a exis­tência da empresa; </li></ul></ul><ul><ul><li>servem de padrões para avaliar o rendimento e a eficiência da empresa; </li></ul></ul><ul><ul><li>servem de unidade de medida, a fim de expressar a produtividade. </li></ul></ul>
  19. 19. Bibliografia: <ul><li>Pereira, Anna Maris. Introdução à Administração. 3a. Ed. – São Paulo, 2004. </li></ul><ul><li>Capítulo 3. </li></ul>

×