Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
TEOLOGIA BÍBLICA
a n t i g o t e s ta m e n to
Foto: Unsplash
A aliança da promessa
CRISTO DOS
PACTOS
O. Palmer Robertson
Ed. Cultura Cristã
Aula de hoje
107 - 121
AS ALIANÇAS DIVINAS
aliança do começo
aliança da preservação
aliança da promessa
AS ALIANÇAS DIVINAS
aliança da promessa
a instituição e importância

da aliança
o selo da aliança
19/07 26/07
PLANO DE AULA
• A aliança da promessa
• A instituição formal da aliança
• Alusões à aliança abraâmica
• O NT e a aliança a...
A ALIANÇA DA
PROMESSA
A ALIANÇA DA PROMESSA
• Aspecto soberano da aliança: “Sai da tua terra” (Gn 12.1)
• Deus dita soberanamente os termos da s...
A INSTITUIÇÃO
FORMAL DA ALIANÇA
A INSTITUIÇÃO FORMAL DA ALIANÇA
• Uma pergunta que cria a ocasião: “Senhor, como saberei que vou herdar
a terra prometida?...
A INSTITUIÇÃO FORMAL DA ALIANÇA
• Sua cultura diz que é possível ele adotar na família um servo do lar (que
seria o herdei...
A INSTITUIÇÃO FORMAL DA ALIANÇA
• Abrão prepara o sacrifício (ele conhece muito bem essas instruções)
• Um estado de visão...
ALUSÕES POSTERIORES
À ALIANÇA
ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA
• Deus compromete-se com sua vida na aliança com Abraão
• “Tão certo quanto o Senhor vive e ...
ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA
• Jeremias 34
• Contexto: Jerusalém está sitiada pela Babilônia; Zedequias reúne o
povo para...
ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA
• Jeremias 34 (Ler 34.17-20)
• Um eco a mensagem de Gênesis
• “passar entre as metades do be...
ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA
• Jeremias 34
• Jeremias lembra da cerimônia realizada para renovação da aliança
“vossos prí...
ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA
• Jeremias 34
• A aspersão do sangue sobre o povo (Ex 24.8) substitui o literal “passar
entr...
ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA
• Ai do infrator que fez promessa de morte! - A consciência do povo
sobre os compromissos da...
O NT E A ALIANÇA
ABRAÂMICA
O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA
• O NT interpreta a nova aliança em termos de libertação das maldições
O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA
• Hebreus 9.15-20
• Em Abraão vemos que a “morte" era essencial para a instituição -
Deus execu...
O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA
• Hebreus 9.15-20
• Uma morte deve ocorrer para a remissão de transgressões cometidas
sob a pri...
O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA
• Hebreus 9.15-20
• Cristo recebe sobre si as maldições da primeira aliança (a morte)
• Não se ...
O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA
• Mt 26.28; Lc 22.20
• O sangue da aliança: derramado (em favor de muitos para perdão de
pecado...
O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA
• Mt 26.28; Lc 22.20
• A morte de Jesus produz livramento da maldição da morte da aliança
pela ...
CONCLUINDO
• Somente o próprio Deus passa pelos pedaços
• Deus assume para si mesmo a responsabilidade de ver que será cum...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Aliança da promessa

614 views

Published on

Aula 07 do curso de Teologia Bíblica do Antigo Testamento na Igreja Presbiteriana do Bairro Amambaí

Published in: Spiritual
  • Download or read that Ebooks here ... ......................................................................................................................... DOWNLOAD FULL PDF EBOOK here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... Download EPUB Ebook here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... Download Doc Ebook here { http://bit.ly/2m77EgH } ......................................................................................................................... .........................................................................................................................
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Aliança da promessa

  1. 1. TEOLOGIA BÍBLICA a n t i g o t e s ta m e n to Foto: Unsplash A aliança da promessa
  2. 2. CRISTO DOS PACTOS O. Palmer Robertson Ed. Cultura Cristã Aula de hoje 107 - 121
  3. 3. AS ALIANÇAS DIVINAS aliança do começo aliança da preservação aliança da promessa
  4. 4. AS ALIANÇAS DIVINAS aliança da promessa a instituição e importância
 da aliança o selo da aliança 19/07 26/07
  5. 5. PLANO DE AULA • A aliança da promessa • A instituição formal da aliança • Alusões à aliança abraâmica • O NT e a aliança abraâmica
  6. 6. A ALIANÇA DA PROMESSA
  7. 7. A ALIANÇA DA PROMESSA • Aspecto soberano da aliança: “Sai da tua terra” (Gn 12.1) • Deus dita soberanamente os termos da sua aliança • Um pacto de sangue soberanamente administrado GN15GN17.10
  8. 8. A INSTITUIÇÃO FORMAL DA ALIANÇA
  9. 9. A INSTITUIÇÃO FORMAL DA ALIANÇA • Uma pergunta que cria a ocasião: “Senhor, como saberei que vou herdar a terra prometida?” (Leitura de Gn 15) • Abraão está diante de uma situação difícil: idoso, sem filhos
  10. 10. A INSTITUIÇÃO FORMAL DA ALIANÇA • Sua cultura diz que é possível ele adotar na família um servo do lar (que seria o herdeiro legal) • Eliézer de Damasco, o herdeiro legal (v. 2-3) • As intenções soberanas de Deus diziam sobre um filho gerado pelo próprio Abrão (v. 4)
  11. 11. A INSTITUIÇÃO FORMAL DA ALIANÇA • Abrão prepara o sacrifício (ele conhece muito bem essas instruções) • Um estado de visão: aquilo que acontecerá a seguir (13-14) • Naquele diz Deus fez aliança com Abrão (18): fazer (ou cortar) uma aliança
  12. 12. ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA
  13. 13. ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA • Deus compromete-se com sua vida na aliança com Abraão • “Tão certo quanto o Senhor vive e existe, isso será cumprido” • O padrão distintivo sobre a história de Israel: Eles tem um Deus que se comprometeu com eles • Vamos ver algumas alusões a essa aliança em Abraão para entender como que ela “ecoou" sobre a história de Israel
  14. 14. ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA • Jeremias 34 • Contexto: Jerusalém está sitiada pela Babilônia; Zedequias reúne o povo para uma renovação da aliança; O povo responde positivamente em obedecer a aliança e cumprir a ordem sobre a liberdade sabática dos escravos; Mas o povo “muda de ideia” e toma de volta os homens e mulheres que libertaram.
  15. 15. ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA • Jeremias 34 (Ler 34.17-20) • Um eco a mensagem de Gênesis • “passar entre as metades do bezerro” • “seus cadáveres servirão de comida para as aves e animais"
  16. 16. ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA • Jeremias 34 • Jeremias lembra da cerimônia realizada para renovação da aliança “vossos príncipes, vossos sacerdotes, o próprio povo” • O que fez o povo para renovar a aliança? Zedequias segue o “padrão de Moisés” (assembleia, leitura da lei, resposta do povo) • Mas o que o “padrão de Moisés” apontava? O próprio Abraão.
  17. 17. ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA • Jeremias 34 • A aspersão do sangue sobre o povo (Ex 24.8) substitui o literal “passar entre os pedaços” • Mas o símbolo permanece: o mesmo penhor de morte (quem não cumprir é passível de morte) • As aves de rapina indicam o destino final do infrator da aliança: promessa de morte
  18. 18. ALUSÕES POSTERIORES À ALIANÇA • Ai do infrator que fez promessa de morte! - A consciência do povo sobre os compromissos da aliança • Leitura de textos • Dt 28.26; 1 Rs 14.11; 1 Rs 16.4; 1 Rs 21.24; 2 Rs 8.10; Sl 79.2-3
  19. 19. O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA
  20. 20. O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA • O NT interpreta a nova aliança em termos de libertação das maldições
  21. 21. O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA • Hebreus 9.15-20 • Em Abraão vemos que a “morte" era essencial para a instituição - Deus executaria os infratores da aliança • A diferença entre testamento e aliança • Testamento: a morte ativa o testamento • Aliança: a morte institui e justifica a aliança
  22. 22. O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA • Hebreus 9.15-20 • Uma morte deve ocorrer para a remissão de transgressões cometidas sob a primeira aliança • “A morte de Cristo, provê a redenção das maldições incorridas em virtude a violação da antiga aliança. O seu sangue da aliança institui a nova aliança, enquanto que, ao mesmo tempo, remove as maldições da antiga aliança"
  23. 23. O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA • Hebreus 9.15-20 • Cristo recebe sobre si as maldições da primeira aliança (a morte) • Não se pode alcançar nenhum remissão da culpa das transgressões sem o derramamento de sangue
  24. 24. O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA • Mt 26.28; Lc 22.20 • O sangue da aliança: derramado (em favor de muitos para perdão de pecados) • Derramamento lembrando da linguagem sacrificial do AT (e da vítima substituta)
  25. 25. O NT E A ALIANÇA ABRAÂMICA • Mt 26.28; Lc 22.20 • A morte de Jesus produz livramento da maldição da morte da aliança pela remoção das violações da antiga aliança • O sangue da nova aliança não apenas remove a maldição da antiga aliança como também coloca a condição da nova aliança (a vós)
  26. 26. CONCLUINDO • Somente o próprio Deus passa pelos pedaços • Deus assume para si mesmo a responsabilidade de ver que será cumprida cada promessa da aliança • A aliança será cumprida porque Deus assumiu-a para si: Cristo foi cortado/ rasgado para que seja cumprida a palavra de Deus • “Como poderei saber?” - Eu prometo • Ele se oferece a nós: “Isto é meu corpo, comei. Isto é meu sangue. Bebei dele todos!"

×