Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Balanço da Segurança Pública da Copa do Mundo 2014

1,517 views

Published on

Ministério da Justiça divulga balanço das ações de segurança pública durante a Copa do Mundo.

Published in: Government & Nonprofit
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Balanço da Segurança Pública da Copa do Mundo 2014

  1. 1. RESULTADOSRESULTADOS COPACOPA AÇÕES DE SEGURANÇA 2014
  2. 2. ESTRANGEIROSESTRANGEIROS • 846 mil estrangeiros no país no período da Copa • 371 impedidos de entrar no país • Argentina (87) Estados Unidos (67), Nigéria (47) China (41) sāo as nacionalidades com mais estrangeiros impedidos de entrar no Brasil por diversos motivos • Barra bravas - impedidos de entrar no país: 87 - Deportados: 3
  3. 3. CAMBISTASCAMBISTAS • 271 cambistas detidos no período da Copa • 1.825 ingressos apreendidos • Apreensāo de dinheiro - 105 mil reais - 44 mil doláres - 1, 8 mil euros
  4. 4. PROTESTOSPROTESTOS • 236 manifestações; • 51 mil pessoas em manifestações; • 19 manifestações com registros de violência; • 335 pessoas detidas;
  5. 5. EFETIVO EMEFETIVO EM OPERAÇĀOOPERAÇĀO • Polícia Federal 6 254 • Polícia Rodoviária Federal 3 322 • Força Nacional 1 033 Atuaçāo integrada: 100 mil homens das forças de segurança e cerca de 50 mil das Forças Armadas
  6. 6. INVESTIMENTOSINVESTIMENTOS • R$ 1,9 bilhāo, sendo R$ 1,17 investimentos oriundos do Ministério da Justiça e R$ 800 das Forças Armadas • R$ 70 milhões é o valor médio de investimento do governo federal nos Centros Integrados de Comando e Controle
  7. 7. OPERAÇÕESOPERAÇÕES • Vistorias anti-bombas: 2 974 • Escoltas: 2.510 • Helicópteros em uso pelas policias Federal e Rodoviária Federal e Força Nacional: 700 horas • Veículos fiscalizados: 1.007.109 • Proteçāo a chefes de estados: 50 • Os Centros Integrados de Comando e Controle funcionaram por 1.248 horas, durante 57 dias, ininterruptamente.

×