Presença social, interação e aprendizagem online

6,428 views

Published on

0 Comments
11 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,428
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
857
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
11
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Presença social, interação e aprendizagem online

  1. 1. Presença Social, Interação e Aprendizagem Online<br />Por Juliana Antunes<br />Lisboa - Jun/2010<br />
  2. 2. Introdução<br /> Este serviu o propósito de criar (REA), no âmbito da unidade curricular "Materiais e Recursospara e-Learning", do Professor José Mota, e apresentar o trabalho de elaboração de um Recurso Educacional Aberto integrado na 4ª Edição do Mestrado em Pedagogia do e-Learning, da Universidade Aberta. <br /> Este recurso é abrangido pela licença <br />
  3. 3. Objectivos <br />O objectivo principal deste recurso é apresentar as principais ideias sobre Presença Social e Interação na Aprendizagem Online dos principais intelectuais que estudaram o tema na actualidade. No final desta leitura, terá informação para:<br />Compreender o conceito de Presença e quais os diversos tipos existentes.<br /> Conhecer as caracteristas da Presença Social nos ambientes de aprendizagem on-line.<br />Saber a importância da interação social nos contextos de aprendizagem on-line.<br />Identificar as barreiras existentes e como superá-las.<br />
  4. 4. Para ilustrar este recurso sobre a Presença Social, Interação e Aprendizagem Online, vou contar-lhes a história da Rita.<br />Curiosa e sedenta por aprender, ela resolveu fazer um Mestrado para melhorar a sua qualificação profissional. <br />
  5. 5. Logo surgiram outras preocupações e receios...<br />Será que vou conseguir me relacionar com os colegas?<br />Será que vou conseguir estudar<br />sozinha?<br />E terei auxílio dos professor à distância?<br />
  6. 6. Rita é secretária em um grande empresa e têm uma rotina de trabalho bastante intensa. Sua preocupação neste momento é conseguir conciliar ofício com os estudos e por isso optou pelo Ensino à Distância.<br />
  7. 7. Apesar dos receios, Rita persistiu...<br />
  8. 8. Pouco tempo depois, ficou surpreendida com o que descobriu e experênciou...<br />Os meus colegas são tão agradáveis e com experiências tão diferentes. Vou aprender imenso com eles!<br />Que bom que os Professores estão sempre a propor actividades e consigo comunicar facilmente com eles por e-mail!<br />
  9. 9. Mas o que fez a Rita perder rapidamente os seus receios?<br />Certamente que foi a sua integração aos colegas, o sentimento de presença social e interação que foram proporcionados. Estes elementos além de facilitadores, também foram motivacionais para ela. <br />Estou ansiosa para a aula de hoje porque vamos debater um assunto interessante.<br />
  10. 10. Rita estabeleceu relações interpessoais e sentiu que a sua presença no ambiente da formação era importante e notada pelos colegas e professores. <br />Preciso partilhar este link que encontrei com o grupo. Vai ajudar-nos nas pesquisas.<br />
  11. 11. Ela está satisfeita com a escolha que fez e agora tem novos amigos! Só há uma coisa que gostaria neste momento...<br />!<br />
  12. 12. Meu chefe bem podia ser também virtual para não ter que vê-lo mau-humorado todos os dias!!!<br />
  13. 13. A situação representada é um exemplo da presença social na aprendizagem online. Veremos a seguir os principais conceitos dos estudiosos desta temática.<br />
  14. 14. Significado de Presença(1)<br />A experiência da presença é um produto da mente do indivíduo e esta varia de acordo com as suas capacidades motoras, as suas percepções, estados mentais, características, necessidades, preferências, experiência, etc. <br />A percepção muda constantemente à medida que avançamos e interagimos com o mundo em tempo real. Esta mudança ocorre tanto com a estimulação do ambiente físico como do ambiente midiatizado. <br />(1) Estar lá: Conceitos, efeitos e avaliação da utilização da presença em ambientes mediados. (G. Riva, F. Davide, W. A. IJsselsteijn (Eds.) <br />
  15. 15. Significado de Presença(1)<br />Para Slater e os seus colaboradores, as variáveis que determinam a presença de um utilizador são: as características dos meios de comunicação; e do utilizador. Relativamente às características do meio comunicação, a forma da comunicação e o conteúdo da comunicação, têm um impacto significativo sobre o sentido da presença dos indivíduos, conduzindo a diferentes níveis de presença. <br />(1) Estar lá: Conceitos, efeitos e avaliação da utilização da presença em ambientes mediados. (G. Riva, F. Davide, W. A. IJsselsteijn (Eds.) <br />
  16. 16. Os diversos tipos de Presença<br />Um dos modelos que tem contribuído para acompreensão do contexto online como um contexto social é ode “comunidade de inquirição” proposto por Garrison e colaboradores. De acordo com este modelo, a aprendizagem tem lugar numa comunidade, através da articulação entre três elementos básicos que constituem os pré-requisitos fundamentais da experiência educacional a nível da formação no ensino superior:<br />Presença Cognitiva – é um elemento vital na experiência educativa e define-se pelo facto de os participantes construírem o significado e o conhecimento através da comunicação.<br />
  17. 17. Os diversos tipos de Presença<br />Presença Social - refere-se ao modo como os participantes são capazes de se projectar pessoalmente enquanto indivíduos (social e emocionalmente) na comunidade, funcionando como um suporte da presença cognitiva e facilitando indirectamente o pensamento crítico empreendido pela comunidade de aprendentes.<br />Presença de Ensino - é um elemento da responsabilidade do professor, embora, em determinadas circunstâncias, os estudantes assumam também uma parte dessa responsabilidade.<br />
  18. 18. Presença Social<br />A presença social é permeada pela formação de um mundo coerente que dá sustentação e significado a cada um de seus membros.<br />Short et al. caracterizam os meios de comunicação em termos do seu potencial para comunicar pistas sócio-emocionais de tal forma que a outra pessoa na comunicação é percebida como “fisicamente” presente. Eles definem presença social como o “grau de relevância da outra pessoa na interacção e consequente relevância das relações interpessoais.<br />
  19. 19. Interação social<br />A interacção social é considerada unanimemente como um dos factores primordiais no desenvolvimento humano, nas relações interpessoais, na comunicação e no processo de ensinoaprendizagem.<br />Designam um espaço social como “positivo” se o espaço social for caracterizado por relações de trabalho efectivo, uma forte coesão de grupo, confiança, respeito e integração, satisfação, e um forte sentido de comunidade. Um espaço social positivo determina, reforça e sustenta a interacção social que se está a estabelecer entre os membros do grupo.<br />Esse espaço social positivo é importante porque facilita e reforça a interacção social, o que, por sua vez, influencia a eficácia da aprendizagem colaborativa.<br />
  20. 20. Interação social<br />A educação online possibilita níveis de interacção elevados entre os participantes (tutor e estudante e entre estudantes), possuindo por isso potencialidades para expressar modelos de ensino-aprendizagem que se baseiam na interacção social.<br />Só o entendimento de que a interacção social é o elemento capaz de reduzir a distância e, portanto, criar proximidade poderá contribuir para que seja conceptualizada como uma parte inseparável do processo de ensino-aprendizagem.<br />
  21. 21. Relações Interpessoais na Aprendizagem Online<br />“Ensinar e aprender online implica o estabelecimento de relações interpessoais e educacionais ou seja, de interacções ou transacções. São estas que suportam, quer a aprendizagem, quer o ensino e, que afastam o acto de aprender e o acto de ensinar de um acto mecânico, socialmente descontextualizado,isolado.”<br />Interacção e presença social em ambientes virtuais deaprendizagem - Deise Francisco; Lina Morgado; Glaucio Machado; António Quintas Mendes<br />
  22. 22. Barreiras das Relações Interpessoais na Aprendizagem Online<br />A aprendizagem online é uma promissora nova geração de ferramentas educativas que possibilitam que os alunos estejam geográfica e temporalmente dispersos, permitindo a formação de grupos de aprendizagem distribuída compostos por membros provenientes de culturas diferentes. Entretanto há algumas barreiras que precisam ser ultrapassadas para o sucesso da aprendizagem:<br />
  23. 23. Barreiras das Relações Interpessoais na Aprendizagem Online<br />Não há uma pedagogia adequada.<br />Os media CMC-digitais baseiam-se em texto, deixando de fora as indicações não-verbais (gestuais) e outros sinais de retorno que dificultam a formação de impressões.<br />Os ambientes de ensino online podem não corresponder aos critérios de concepção de interacção e de usabilidade.<br />A melhor forma de ultrapassar essas barreiras e de conseguir uma efectiva aprendizagem colaborativa em grupos de aprendizagem depende em grande parte do surgimento de um espaço social positivo, o que indica que se estabeleceu uma comunidade de aprendizagem.<br />
  24. 24. Conclusão<br />“ A presença social é necessária para reforçar e promover a interacção social on-line, que é o principal veículo de aprendizagem social", e “se a presença social for baixa, o estabelecimento da aprendizagem social, da interacção social, não ocorre.”<br />Determinar Sociabilidade, Espaço Social e Presença Social em Grupos Colaborativos (A)Síncronos - KAREL KREIJNS, M.Sc., 1 PAULA. KIRSCHNER, Ph.D., 2 WIM JOCHEMS, Ph.D., 2 e Hans van Buuren, MA3<br />
  25. 25. Referências<br /><ul><li>Quintas-Mendes, A. ; Morgado, L. ; Amante, L.(2010) - Comunicação Mediatizada por Computador e Educação Online: da Distância à Proximidade
  26. 26. Garrison, R. (2007) - "Researching the community of inquiry framework: Review, issues, and future directions".
  27. 27. Huan Ho et al. (2007) - "Evaluating online conversation in an asynchronous learning environment".
  28. 28. Ijsselsteijn, W. et al. (2003) - "Being There: the experience of presence in mediated environments“.
  29. 29. Kehrwald, B. (2008) - "Understanding Social Presence in text-based online learning environments“.
  30. 30. Kreijns, K. et al. (2004) - "Determining Sociability, Social Space, and Social (A)synchronuous Collaborative Groups“.
  31. 31. Riva,G. et al. ( 2004) - "The Layers of Presence: A Bio-Cultural Approach to Presence in Natural and Mediated Environments".
  32. 32. Resumosdestesartigosrealizadospelosalunos da 4ª edição MEPL no âmbito da disciiplinaComunicaçãoEducacional do Professor António Quintas Mendes</li></li></ul><li>Recursos Técnicos Utilizados<br />http://www.designcomics.org/<br />http://office.microsoft.com/en-us/powerpoint/<br />http://www.slideshare.com<br />http://www.getpaint.net/<br />

×