Spring Roo: design simples e agilidade do desenvolvimento java

1,997 views

Published on

Palestra de João Paulo Sossoloti e Marcos Beirigo apresentada no Javaneiros 2010

Published in: Technology, Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,997
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
34
Actions
Shares
0
Downloads
20
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Spring Roo: design simples e agilidade do desenvolvimento java

  1. 1. Spring Roo Design simples e agilidade no desenvolvimento java.
  2. 2. Apresentaç ão • João Paulo Sossoloti – Agence. – 25 anos. – 4 anos de experiência em Java. – Graduado em Tecnologia em Informática – UNIPAR. – Pó s-Graduado em Sistemas Java Web – UNIPAR. – Pó s-Graduado em Banco de Dados – UNIDERP.
  3. 3. Apresentaç ão • Marcos Gonç alves Beirigo – Jera. – 23 anos. – 4 anos de experiência em Java. – Acadêmico de Análise de Sistemas – UFMS. – Pesquisa e desenvolvimento plataforma Android. – ESTAGIÁRIO!!!!!!
  4. 4. Agenda • Apresentaç ão • Design e Arquitetura • AOP – Aspectos (arghh!) • Características • Demonstraç ão • Conclusão
  5. 5. Spring Roo – Apresentaç ão • Surgiu apó s a compra do G2One, criadora do Grails, pela SpringSource. • Independente de IDE, pelo console. • “Roo” é um apelido para cangurus. "A missão do Spring Roo é melhorar a produtivadade do desenvolvimento de aplicações java sem comprometer a engenharia, integridade ou flexibilidade." Ben Alex (Líder do projeto)
  6. 6. Spring Roo “Roo trabalha em background e cuida das coisas com as quais você não quer se preocupar.” http://www.springsource.org/roo
  7. 7. Spring Roo – O que é ? • Ferramenta de linha de comando extensível para Java. • Nova abordagem para geraç ão de có digo (abordagem híbrida).
  8. 8. Spring Roo – O que não é ? • Não é um framework. • Reflection free. • Compile-time weaving.
  9. 9. Spring Roo – Có digo • Gerador de có digo híbrido - O melhor da geraç ão ativa e passiva. - alcanç ado por decisões especificas do usuário. • Geraç ão passiva - A ferramenta gera có digo a comando do usuário. • Geraç ão ativa - Através de determinada aç ão do usuário, a ferramenta detecta que é necessário criar ou modificar có digo.
  10. 10. Spring Roo – Apresentaç ão • Usado durante o desenvolvimento.
  11. 11. Spring Roo – Apresentaç ão • 100% Java EE.
  12. 12. Spring Roo – Apresentaç ão • Suporte a IDE’s.
  13. 13. Spring Roo – Apresentaç ão • Utiliza frameworks do Spring.
  14. 14. Spring Roo – Apresentaç ão • JPA (Hibernate, OpenJPA, etc).
  15. 15. Spring Roo – Apresentaç ão • Maven.
  16. 16. Spring Roo – Apresentaç ão • Bean Validations (JSR 303).
  17. 17. Spring Roo – Apresentaç ão • Apache Tiles (template).
  18. 18. Spring Roo – Apresentaç ão • JMS Provider.
  19. 19. Spring Roo – Apresentaç ão • Selenium e JUnit tests.
  20. 20. Spring Roo – Apresentaç ão • GWT ou JSP.
  21. 21. Spring Roo – Apresentaç ão • Google App Engine.
  22. 22. Spring Roo – Apresentaç ão • REST.
  23. 23. Spring Roo – Apresentaç ão • WAR.
  24. 24. Spring Roo – Apresentaç ão • Jetty ou Tomcat.
  25. 25. Spring Roo – Apresentaç ão • Documentaç ão simples online com vídeo.
  26. 26. Spring Roo – Apresentaç ão • Twitter @SpringRoo.
  27. 27. Design e Arquitetura • Cultura Ágil: – Baby steps. – Domain Driven Design. – Orientaç ão a objetos. – Remoç ão de camadas desnecessárias. – Simplicidade. – Testes.
  28. 28. AOP - Aspectos • Diminui có digos duplicados. • Fazer coisas em backgroud. • Linguagem AOP. • Alterar o comportamento de um có digo. • Trigger de có digo! • Normalmente usado para gerar logs ou gerenciamento transacional.
  29. 29. Resumindo...
  30. 30. Spring Roo – Características • Utiliza AOP para criar um design simples. • Em tempo de desenvolvimento.
  31. 31. Spring Roo – Características Remoç ão dos getters e setters! Métodos CRUD na pró pria entidade!
  32. 32. Spring Roo – Mãos à Obra • Requerimentos: – Java 6 configurado. – Maven configurado. – Baixar http://www.springsource.com/products/spring-com – Descompactar. – Abrir o console. – Codar!
  33. 33. Spring Roo – Mãos à Obra • Envio de votas das palestras. • Web stardard, opensource e gratuito. • Aplicaç ão: avaliacao-javaneiros.
  34. 34. Spring Roo – Concluindo • Fácil remoç ão. • Fácil de usar e adaptar. • Tecnologias conhecidas. • Open Source. • Constante evoluç ão. • Geraç ão de có digo híbrida. • Sem “rastros” no deploy.
  35. 35. Contato marcosbeirigo@gmail.com @marcosbeirigo jopss.sossoloti@gmail.com @jopss

×