Defesa da tese 09 12-2010

8,850 views

Published on

Published in: Education
3 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
8,850
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
394
Actions
Shares
0
Downloads
253
Comments
3
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Defesa da tese 09 12-2010

  1. 1. A Utilização Das TIC PelosProfessores De UmaEscola Do EnsinoBásico e Secundário<br />João Manuel NunesPiedade<br />Dissertação de MestradoOrientadapelo Prof. DoutorJoão Filipe Lacerda Matos<br />09 de Dezembro de 2010<br />1<br />Mestrado em Tecnologias e Metodologias em E-Learning<br />2008-2010<br />
  2. 2. Agenda<br />2<br />
  3. 3. Enquadramento<br />3<br />Estudo desenvolvido no âmbito do mestrado em Tecnologias e Metodologias em E-Learning da Faculdade de Ciências e do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa.<br />O estudo tem por título “ A utilização das TIC pelos professores de uma escola do ensino básico e secundário” e decorreu numa escola do ensino básico e secundário, onde o autor lecciona.<br />A opção pela realização deste estudo na referida escola, deveu-se ao facto da escola ter sido alvo de intervenção ao nível do Plano Tecnológico da Educação no ano lectivo 2008/09, através da implementação de novos equipamentos e tecnologias. <br />Pareceu-nos pertinente investigar o nível de utilização dos novos equipamentos disponibilizados, na actividade profissional dos docentes da escola e diagnosticar o nível de utilização e integração das TIC na sua actividade profissional. <br />
  4. 4. As TIC naEducação<br />4<br />As TIC entraram na escola e vão lá ficar .<br /> Ponte (1990)<br />A utilização das TIC no ensino não superior em Portugal, começa em meados dos anos 80 através do Projecto MINERVA – Meios Informáticos no Ensino: Racionalização, Valorização, Actualização. <br />Ponte(1994)<br />O grande desafio da escola e dos educadores é proporcionar a todos os alunos as mesmas condições ao nível da literacia digital que lhes permitam ser cidadãos activos e participativos na sociedade actual e futura.<br />Na sociedade do conhecimento, “torna-se imperioso que cada sujeito aprenda a aprender”, o que implica que cada pessoa seja entendida como uma finalidade central da educação, no sentido de se encarregar ela própria da construção do saber, desenvolvendo mecanismos de auto-aprendizagem ou aprendizagem colaborativa.<br />Novak & Gowin (1999)<br />
  5. 5. Integração Curricular das TIC<br />5<br />
  6. 6. Objectivos de Investigação<br />6<br />De que modo o momento actual vivido no domínio do apetrechamento tecnológico tem em consequência encontrado reflexo nas práticas docentes, especificamente em actividades de preparação de actividades lectivas e em contexto de sala de aula?<br />
  7. 7. Objectivos de Investigação<br />7<br />
  8. 8. Metodologia de Investigação<br />8<br />Estudo de carácter exploratório de natureza quantitativa.<br />Esta investigação, assume uma abordagem quantitativa de recolha e análise de dados na medida em que integra elementos de recolha de dados de âmbito quantitativo. <br />Os instrumentos utilizados para recolha de dados foram, especificamente, escalas e questionários. <br />
  9. 9. Instrumento de Recolha de Dados<br />9<br />A ComputerSelf-EfficacyScale, desenvolvida por Cassidy e Eachus (2002).<br />MeasureTeacher´sTechnology Use Scale, desenvolvida por Bebel, Russel e O´Dwyer (2004).<br />Outros itens (de frequência) relativamente a outras variáveis em estudo.<br />
  10. 10. Procedimentos<br />10<br />
  11. 11. Caracterização da Amostra<br />11<br />Caracterização da amostra quanto ao género<br />Distribuição da amostra por tempo de serviço na docência<br />Percentagem da amostra com disciplina de informática na formação inicial<br />Distribuição da amostra por habilitações académicas dos sujeitos<br />
  12. 12. Apresentação dos Resultados<br />12<br />Média e desvio padrão das variáveis Nível de Proficiência<br />e Utilização das TIC<br />Média e desvio padrão da escala de utilização das TIC e respectivas dimensões<br /> (** significativo para α = 0.01)<br />Coeficientes de correlação entre o grau de proficiência, índice de utilização das TIC e respectivas dimensões<br />
  13. 13. 13<br />Apresentação dos Resultados<br />Média e desvio padrão das duas escalas tendo em conta o género<br />Média e desvio padrão das duas escalas tendo em conta o tempo de serviço<br />Teste PostHocScheffé para as variáveis nível de proficiência e índice de utilização das TIC, tendo em conta os grupos de tempo de serviço<br />
  14. 14. 14<br />Apresentação dos Resultados<br />Número de acções de formação frequentadas pelos docentes em regime formal e informal<br />Valores médios e desvio padrão tendo em conta o impacto percebido das acções de formação formais<br />Teste Scheffé para as variáveis nível de proficiência e índice de utilização das TIC, tendo em conta o impacto percebido das acções de formação formais<br />
  15. 15. 15<br />Apresentação dos Resultados<br />Valores médios e desvio padrão tendo em conta o impacto percebido das acções formação informais<br />Teste Scheffé para as variáveis nível de proficiência e índice de utilização das TIC, tendo em conta o impacto percebido das acções de formação informais<br />
  16. 16. Conclusões do Estudo<br />16<br />
  17. 17. Conclusões do Estudo<br />17<br />
  18. 18. Conclusões do Estudo<br />18<br />
  19. 19. Limitações do Estudo<br />19<br />
  20. 20. Perspectivas de TrabalhoFuturo<br />20<br />
  21. 21. Agradecimentos<br />Ao Professor DoutorJoão Filipe Matos.<br />À ProfessoraNeuza Pedro.<br />A todososcolegasqueparticiparam no estudo.<br />À minhafamíliapelo tempo quelhesroubei …<br />BemHajam!!<br />21<br />

×