Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Educação ambiental versao-resumida

144 views

Published on

Um dos objetivos da Educação Ambiental é a "Capacidade de participar ativamente, resgatando os direitos e promovendo uma nova ética capaz de conciliar a natureza e a sociedade."

Conheça outras características sobre a Educação Ambiental.

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Educação ambiental versao-resumida

  1. 1. EDUCAÇÃO AMBIENTAL Definições e objetivos Me. João Paulo Meira Marinho http://www.unec.com.br
  2. 2. Algumas DEFINIÇÕES “A Educação Ambiental é um processo de reconhecimento de valores e clarificação de conceitos, objetivando o desenvolvimento das habilidades e modificando as atitudes em relação ao meio, para entender e apreciar as inter-relações entre os seres humanos, suas culturas e seus biofísicos. A EA também está relacionada com a prática das tomadas de decisões e a ética que conduzem para a melhoria da qualidade de vida”. Conferência Intergovernamental de Tbilisi - 1977
  3. 3. • Responsabilidade Ambiental: Reconhecimento do ser humano como principal protagonista para determinar e garantir a manutenção do planeta
  4. 4. • Cidadania Ambiental: Capacidade de participar ativamente, resgatando os direitos e promovendo uma nova ética capaz de conciliar a natureza e a sociedade.
  5. 5. Considerações diversas sobre Educação Ambiental
  6. 6. Para que a E.A. possa atingir a conscientização esperada, ela deve buscar um novo comportamento (individual e coletivo), devendo: começar em casa, ganhar as praças e as ruas, atingir os bairros e periferias, evidenciar as peculiaridades regionais, apontando para o nacional e o global. Deve gerar conhecimento local sem perder de vista o global, precisa necessariamente revitalizar a pesquisa de campo, no sentido de uma participação pesquisam-te, que envolva pais, alunos, professores e comunidade. É um passo fundamental para a conquista da cidadania. (OLIVEIRA, 2000, p. 88)
  7. 7. Caráter Multidisciplinar É fundamental ainda considerar que devido à extensão e complexidade do tema, seja adotada uma abordagem que rompa com a tradição fragmentada e reducionista, devendo, portanto, incorporar novos métodos multidisciplinares “a educação enquanto prática dialógica que objetiva o desenvolvimento da consciência crítica pela sociedade brasileira deve estar comprometida com uma abordagem da problemática ambiental que inter-relacione os aspectos sociais, econômicos, políticos, culturais, científicos, tecnológicos, ecológicos, legais e éticos” (OLIVEIRA, 2000, p.85)
  8. 8. Educação política Também é importante dizer que a educação ambiental é ainda uma educação política, pois ela reivindica e prepara os cidadãos para exigir justiça social, cidadania, autogestão e ética nas relações sociais e com a natureza Considerando que a educação ambiental surge e se consolida num momento histórico de grandes mudanças no mundo ela tende a questionar as opções políticas atuais e o próprio conceito de educação vigente exigindo-a, por princípio, ser criativa, inovadora e crítica (REIGOTA, 2006, p.10)
  9. 9. Portanto há de se considerar nos processos de educação ambiental, que estes sejam desenvolvidos com a participação da comunidade, devendo haver um incentivo, a todo o momento, para que o indivíduo participe ativamente da resolução dos problemas existentes em sua realidade específica (Marinho, 2010, p. 70)
  10. 10. os contextos possíveis para a prática da educação ambiental são os mais variados possíveis, incluindo por exemplo: as escolas, os parques, as reservas ecológicas, as associações de bairro, os sindicatos, as universidades, os meios de comunicação de massa e outros, considerando-se em cada caso as características próprias e especificidades correspondentes
  11. 11. Segundo Reigota (2006, p. 23-24), nos parques e reservas ecológicas o enfoque é prioritariamente as espécies animais e vegetais que aí vivem e as suas interdependências. Nas associações de bairros analisam-se os problemas ambientais cotidianos e as suas possibilidades de solução. Nos sindicatos, as condições de trabalho, manuseio de produtos tóxicos, segurança e riscos são temas básicos dados. As universidades se dedicam à formação de profissionais que possam atuar nas diversas áreas do conhecimento, voltadas para o meio ambiente; entre elas as ciências mais técnicas, como a engenharia e as ciências mais reflexivas como a antropologia. Os meios de comunicação, por meio de debates, filmes, artigos enfocando os problemas ambientais, contribuem para a conscientização da população. A escola é um dos locais privilegiados para a realização da educação ambiental, desde que dê oportunidade à criatividade
  12. 12. Para CONCLUIR
  13. 13. Uma Educação Ambiental crítica aponta para transformações radicais nas relações de produção, nas relações sociais, nas relações homem-natureza,
  14. 14. na relação do homem com sua própria subjetividade, num processo de construção coletiva de uma ética, uma nova cultura, novos conhecimentos.
  15. 15. Processos esses assumidos por sujeitos indivíduos e coletivos que desvelam a necessidade da construção de novo paradigma,um novo modelo de relacionamento com a natureza e de intervenção na história. (Guimarães, 2004, p. 84)
  16. 16. BIBLIOGRAFIA CONSULTADA • CAPRA, F. O ponto de mutação. São Paulo: Cultrix, 1989. • GUIMARÃES, M. Educação ambiental: no consenso um embate? 2. ed. Campinas, SP:Papirus, 2004. (Coleção: Papirus Educação) • MARINHO, J.P.M. Gestão de Resíduos sólidos em Tangará da Serra-MT. Cuiabá, 2010. (Dissertação de Mestrado – ICHS-UFMT)
  17. 17. BIBLIOGRAFIA CONSULTADA • OLIVEIRA, E.M. Educação ambiental uma possível abordagem. 2. ed. Brasília: Ed. IBAMA, 2000. • REIGOTA, M. O que é Educação Ambiental. São Paulo: Brasiliense, 2006. (Coleção Primeiros Passos; 292)
  18. 18. BIBLIOGRAFIA CONSULTADA • WERLE, H. S.; LAZARETTI, I. e OLIVEIRA, B. de. 1995. Uma discussão preliminar da questão dos Resíduos Sólidos em Cuiabá e Várzea Grande: da Produção à Deposição. In: Revista Mato-grossense de Geografia, ano 01, n. 0, dez., Cuiabá
  19. 19. CRÉDITO DOS VÍDEOS APRESENTADOS “Nós estamos aqui: o pálido ponto azul” – Slide 4 http://www.youtube.com/watch?v=EjpSa7umAd8 “Campanha de cidadania” – Slide 27 http://www.youtube.com/watch?v=0buYiTjU3vM
  20. 20. EDUCAÇÃO AMBIENTAL Considerações e Conceitos Quer saber mais? Entre em contato e venha fazer um curso conosco!
  21. 21. EDUCAÇÃO AMBIENTAL Considerações e Conceitos © Copyright – Direitos Autorais Reservados – www.visaogeografica.com

×