Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Relatório da sequência didática orient. joziane

22,529 views

Published on

Relatório da sequência didática orient. joziane

  1. 1. PNAIC-Programa Nacional Pela Alfabetização na Idade Certa CENTRO EDUCACIONAL SONHO DE CRIANÇA PROFESSORAS: Deise Luzia, Vanessa Riane O. Silva e Maria Dajuda Gonsalves Orientadora de estudos: Joziane Mares dos Santos RELATÓRIO DA SEQUÊNCIA DIDÁTICA A partir do projeto: “TUDO ISSO É FOLCLORE” desenvolvido em nossa escola realizamos uma sequência didática, com duração de três dias, contemplando os componentes curriculares: Língua Portuguesa e História, a qual relataremos a seguir. Inicialmente fizemos um levantamento do conhecimento prévio dos alunos acerca das lendas (oralmente). Após lemos a história: O Saci Pererê e abrimos espaço para comunicação. Em seguida distribuímos trechos da lenda para que eles ordenassem no caderno, respondessem algumas questões e após ilustrassem os personagens relacionados ao texto no caderno. No segundo momento as turmas foram organizadas em duplas e orientamos sobre a proposta de trabalho. Agrupamos de acordo com as hipóteses de escrita que cada aluno apresentava, como foi proposto na formação. Após esse momento, apresentamos e distribuímos os livros das Lendas Brasileiras. Exploramos as imagens, a linguagem oral, depois trabalhamos questões de leitura, interpretação e compreensão na linguagem escrita. As crianças nos estágios mais desenvolvidos, quando receberam as lendas se concentraram na leitura para depois responderem a atividade escrita relacionada ao texto. Porém alguns alunos que ainda não dominavam a leitura e escrita convencionais solicitavam a nossa ajuda com bastante frequência. Perguntavam: Tia você pode ler para mim?
  2. 2. Estimulamos as estratégias de antecipação, em seguida pedimos para que fizessem a leitura das imagens, que observassem as sequências das gravuras. Mais uma vez houve o pedido de ajuda das crianças em relação a leitura e nós apresentamos algumas alternativas para que os educandos se sentissem estimulados a ler para encontrar as informações nos textos. Só depois fizemos a leitura para eles. Por meio das intervenções e dos incentivos de nossa parte eles conseguiram encontrar as respostas e realizar as atividades mesmo que em um tempo maior que o previsto. Já os outros alunos que leem convencionalmente realizaram a leitura e em seguida responderam aos questionamentos com segurança dentro do tempo esperado. Retomamos a atividade de leitura de lendas em voz alta feita por nós, em seguida a atividade escrita de produção de frases, utilizando palavras das Lendas Brasileiras estudadas. Nesse momento um aluno perguntou: Tia o que é lenda? E nós explicamos que lendas são histórias fantasiosas que servem para explicar certos acontecimentos da história, da natureza e da realidade. Sempre que necessário fazíamos as intervenções, pois houve mais dúvidas como por exemplo: Saci começa com a letra “s”? E isso exigiu uma explicação do fonema “C” e “S” ao finalizar esta atividade pedimos para fazerem um desenho da lenda que eles gostaram e que mais chamaram a atenção. Após estas atividades lançamos a proposta de apresentarmos uma peça teatral e um jogral no pátio da escola para as demais turmas. A princípio demonstraram certa resistência, mas depois de conversamos eles foram criando gosto e em pouco tempo, visivelmente podíamos perceber o interesse e a motivação dos alunos em participar das apresentações. Desse modo, foi possível notar a satisfação dos educandos, a participação e o desempenho de cada um em todas as etapas do trabalho realizado, envolvendo as leituras, os ensaios, provas de figurinos, construção do mural das lendas, lembranças e etc.
  3. 3. Acreditamos que conseguimos garantir aos nossos alunos alguns direitos de aprendizagem em língua Portuguesa relacionados à Leitura, Oralidade e Apropriação do Sistema de Escrita Alfabética, em História, uma vez que articulamos a temática em foco às histórias de tradição orais tanto locais, quanto regionais. Foi gratificante para nós, vermos o envolvimento e o crescimento que cada um obteve durante todas as etapas do trabalho até a finalização, com apresentação do projeto para a comunidade em 23 de Agosto de 2013.

×