Barreirinhas, fevereiro de 2016.
A CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL
E AS BASES DA EDUCAÇÃO
AMBIENTAL (DEC. DE 50 E 60 DO
SEC. XX)...
As DECADAS DE 50 E 60 DO SECULO XX
Certos acontecimentos, entre outros, receberam ampla Publicidade, fazendo
com que paíse...
Londres: O Grande Nevoeiro de 1952
Londres: O clima durante o Grande
Nevoeirode 1952.
A praça da Nelson's Column em dia de...
2. Casos fatais de intoxicação com mercúrio em Minamata
e Niigata, entre 1953 e 1965;
Minamata conheceu, da pior forma, os...
Historico
No Japão, uma Indústria lançava dejetos
contendo Mercúrio na baía da Minamata
desde 1930. Somente 20 anos depois...
Contaminação por mercúrio: o mal de Minamata
A Doença de Minamata
é uma síndrome
neurológica causada por
severos sintomas ...
3. diminuição da vida aquática em alguns dos Grandes Lagos norte-
americanos, a morte de aves provocada pelos efeitos secu...
HISTÓRICO: o que é o DDT?
O DDT é considerado uma das substâncias sintéticas mais utilizadas e estudadas no século XX.
As ...
Rachel Carson e o ilustrador Robert Hines (1952)
conduzindo pesquisa sobre biologia marinha (Foto
em domínio público. US F...
• Em 1962, foi lançado outro livro que, apesar de seu tamanho
pequeno, tornou-se estopim de uma grande mudança. Sob o nome...
4. contaminação do mar em grande escala, causada pelo
naufrágio do petroleiro Torrei Canyon, em 1966:
O dia 18 de março de...
• Ainda não se falava de Educação Ambiental, mas os problemas ambientais
já demonstravam a irracionalidade do modelo de de...
TERRA
• Tudo isso era conseqüência de um modelo econômico, em que havia uma
verdadeira obsessão pelo crescimento acelerado e o l...
• . O ano de 1968 representou o auge. Nos cinco continentes,
ocorreram grandes movimentos que almejavam uma nova
maneira d...
Atividade
Historico da ea.
Historico da ea.
Historico da ea.
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Historico da ea.

188 views

Published on

slides sobre o historico da educação ambiental decadas de 50 e 60 do seculo XX

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Historico da ea.

  1. 1. Barreirinhas, fevereiro de 2016. A CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL E AS BASES DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL (DEC. DE 50 E 60 DO SEC. XX) Campus - Barreirinhas Disciplina: Educação Ambiental Curso: Técnico em Meio Ambiente Modulo: V Profª: Josenete Assunção Cardoso INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MARANHÃO – IFMA
  2. 2. As DECADAS DE 50 E 60 DO SECULO XX Certos acontecimentos, entre outros, receberam ampla Publicidade, fazendo com que países desenvolvidos temessem que a contaminação já estivesse pondo em perigo o futuro do homem: 1 . contaminação do ar em Londres e Nova York, entre 1952 e 1960, O Nevoeiro de 1952, conhecido também como Big Smoke, foi um período de severa poluição atmosférica, entre os dia 5 e 9 de dezembro de 1952 que encobriu a cidade de Londres. O fenômeno foi considerado como um dos piores impactos ambientais até então, sendo causado pelo crescimento incontrolado da queima de combustíveis fósseis na indústria e nos transportes. Acredita-se que o nevoeiro tenha causado a morte de 12.000 londrinos, e deixado outros 100.000 doentes.
  3. 3. Londres: O Grande Nevoeiro de 1952 Londres: O clima durante o Grande Nevoeirode 1952. A praça da Nelson's Column em dia de céu limpo o final de ano de 1952 chegou a Londres uma forte frente fria, fazendo com que fosse queimado um grande volume de carvão, aumentando a poluição atmosférica. O carvão disponível naquela época era de baixa qualidade, rico em enxofre, pois o produto de melhor qualidade era exportado.
  4. 4. 2. Casos fatais de intoxicação com mercúrio em Minamata e Niigata, entre 1953 e 1965; Minamata conheceu, da pior forma, os efeitos da poluição por mercúrio, causada por despejos industriais: milhares de pessoas sofreram desde pequenos problemas neurológicos, até o nascimento de bebês com mutações genéticas, como a anencefalia (falta de cérebro). A doença, que ganhou o nome de Mal de Minamata, só foi confirmada nos anos 60, quando se repetiu em Niigata.
  5. 5. Historico No Japão, uma Indústria lançava dejetos contendo Mercúrio na baía da Minamata desde 1930. Somente 20 anos depois, começaram surgir sintomas de contaminação: peixes, moluscos e aves morriam. Em 1956 foi registrado o primeiro caso de contaminação humana - uma criança com danos cerebrais. Em janeiro de 1956, quatro pacientes de Minamata, Japão, uma cidade na costa ocidental da ilha de Kyushu, foram internados. Os médicos ficaram confusos com os sintomas que os pacientes tinham em comum: convulsões severas, surtos de psicose, perda de consciência e coma. Após, febre muito alta, todos os quatro pacientes morreram. Muitos casos foram observados depois desta data e a moléstia ficou conhecida como Mal de Minamata.
  6. 6. Contaminação por mercúrio: o mal de Minamata A Doença de Minamata é uma síndrome neurológica causada por severos sintomas de envenenamento por mercúrio. Os sintomas incluem distúrbios sensoriais nas mãos e pés, danos à visão e audição, fraqueza e, em casos extremos, paralisia e morte. Fonte: http://www.portalconscienciapolitica.com.br/products/historia-da-educa%C3%A7%C3%A3o-ambiental/
  7. 7. 3. diminuição da vida aquática em alguns dos Grandes Lagos norte- americanos, a morte de aves provocada pelos efeitos secundários imprevistos do DDT e outros Pesticidas. Na busca do avanço tecnológico, empresas readaptaram descobertas do tempo da Guerra, lançando por exemplo o DDT, veneno desenvolvido para fins bélicos, que se mostrou útil na agricultura. Na verdade, esta substância já foi sintetizada no século XIX, porém seu potencial venenoso foi descoberto em 1939. Por ser de baixo custo, o DDT tornou-se sucesso mundial de vendas. Naquele momento, ninguém previa as perigosas conseqüências desse achado. Esse pesticida, mostrou ela, atinge todo o ecossistema – solo, águas, fauna e flora – e entra na cadeia alimentar, chegando aos humanos, podendo causar câncer. Embalagem de DDT
  8. 8. HISTÓRICO: o que é o DDT? O DDT é considerado uma das substâncias sintéticas mais utilizadas e estudadas no século XX. As propriedades inseticidas do DDT foram descobertas em 1939 pelo entomologista suíço Paul Müller, o que lhe valeu posteriormente o Prêmio Nobel da Medicina devido ao uso do DDT no combate à malária O DDT foi utilizado na Segunda Guerra Mundial para prevenção de tifo em soldados, que o utilizavam na pele para combate a piolhos. Posteriormente foi usado na agropecuária, no Brasil e no mundo, dado seu baixo preço e elevada eficiência4. A produção em grande escala iniciou-se em 1945, e foi muito utilizado na agricultura como pesticida, por cerca de 25 a 30 anos. Tanta foi a quantidade que se estimou que cada cidadão norte- americano ingeriu, através dos alimentos, uma média de 0,28 mg por dia em 1950. Outra função para seu uso foi em programas de controle de doenças tropicais, inclusive no Brasil, como malária e leishmaniose visceral6. Foi a descoberta do DDT que revolucionou os conceitos de luta contra a malária. Sua eficácia contra formas adultas dos mosquitos e seu prolongado efeito residual fizeram com que no período de 1946-1970 todos os programas de controle se apoiassem quase que totalmente em seu emprego7. Em 1962, Rachel Carson sugeriu em seu livro "Primavera Silenciosa", que o amplo uso do DDT poderia ser a principal causa da redução populacional de diversas aves; muitas delas seriam as de topo de cadeia alimentar, como o falcão peregrino, e a águia calva ("bald eagle"- Haliaeetus leucocephalus), animal símbolo dos EUA. Este livro é considerado a primeira manifestação ecológica contra o uso indiscriminado do DDT8.
  9. 9. Rachel Carson e o ilustrador Robert Hines (1952) conduzindo pesquisa sobre biologia marinha (Foto em domínio público. US Fish and Wildlife Service) PORTAL DO SERVIDOR PÚBLICO DO BRASIL http://waldirmadruga.blogspot.com.br/ Propaganda sobre DDT nos EUA O DDT (diclorodifeniltricloroetano)
  10. 10. • Em 1962, foi lançado outro livro que, apesar de seu tamanho pequeno, tornou-se estopim de uma grande mudança. Sob o nome "Primavera Silenciosa", a jornalista norte-americana Rachel Carson descreveu a forma predadora de atuação dos setores produtivos e as tragédias que já estavam acontecendo. Por exemplo, o aparentemente inocente DDT causou um efeito imprevisto: contaminou os Grandes Lagos dos Estados Unidos, prejudicando não somente a vida aquática, como também matando milhares de aves que se alimentavam dos peixes. Ao criticar o uso dos agrotóxicos, Carson tratava um tema fundamental, a relação do homem com a natureza.
  11. 11. 4. contaminação do mar em grande escala, causada pelo naufrágio do petroleiro Torrei Canyon, em 1966: O dia 18 de março de 1967 inaugurou uma das maiores pragas ecológicas do século 20: O petroleiro Torrey Canion bateu contra um recife e 11.900 toneladas de petróleo foram ao mar na costa inglesa. Essa foi a 1ª maré negra, como foi chamado o acidente e deixou atrás de si animais e plantas mortos. Desde então, desastres similares ocorreram em todos os mares do mundo.
  12. 12. • Ainda não se falava de Educação Ambiental, mas os problemas ambientais já demonstravam a irracionalidade do modelo de desenvolvimento capitalista. Ao mesmo tempo, na área do conhecimento científico, deram- se algumas descobertas que ajudaram a perceber a emergente globalidade dos problemas ambientais. A construção de uma ciência internacional também começava a consolidar-se nas décadas de 1960 e 1970, sendo que grande parte dos conhecimentos atuais dos sistemas ambientais do mundo foi gerada nesse período, como por exemplo a Ecologia através biólogo austríaco Ludwig Von Bertalanffy lançando sua Teoria Geral dos Sistemas Tudo esta interligado. Uma alteração em um elemento provocara perturbação no todo.
  13. 13. TERRA
  14. 14. • Tudo isso era conseqüência de um modelo econômico, em que havia uma verdadeira obsessão pelo crescimento acelerado e o lucro rápido, "mesmo que à custa dos recursos naturais e humanos", • Só que os anos 60 foram igualmente os tempos da flor, da paz e do amor, símbolos do movimento "hippie". O mundo estava em ebulição. Multiplicavam-se as manifestações pela liberação feminina, em favor dos negros, e também na área ambiental O símbolo da paz ☮ foi desenvolvido na Inglaterra como logotipo para uma campanha pelo desarmamento nuclear, e foi adotado pelos hippies americanos que eram contra a guerra nos anos 1960 muitos jovens passaram a contestar a sociedade e a pôr em causa os valores tradicionais e o poder militar e econômico. Esses movimentos de contestação iniciaram-se nos Estados Unidos, impulsionados por músicos e artistas em geral. Os hippies defendem o amor livre e a não violência. O lema "Paz e Amor" sintetiza bem a postura política dos hippies, que constituíram um movimento por direitos civis, igualdade e antimilitarismo
  15. 15. • . O ano de 1968 representou o auge. Nos cinco continentes, ocorreram grandes movimentos que almejavam uma nova maneira de agir, pensar e sentir. Entre estas mobilizações, os eventos mais famosos foram a "revolução estudantil de maio," na França, e a "Primavera de Praga ", na Tchecoslováquia. • No início da década, os problemas ambientais já mostravam a irracionalidade do modelo econômico, mas não se falava em Educação Ambiental.
  16. 16. Atividade

×