28 Feverreiro

3,490 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,490
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
50
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

28 Feverreiro

  1. 1. Inaugurada Matagal Idosos: adquirir regional da indigna conhecimentos Junta Comercial moradores é fundamental em Ijuí do São José Geral 9 Bairro 5 Geral 22 O REPÓRTER ano 2 - Nº 196 IJUÍ, Sábado, 27 dE FEVEREIRo dE 2010 R$ 1,50 Confirmado caso de São Luiz pode ter mudanças contra o São José dengue hemorrágica Esporte 24 Policia investiga sabotagem em maquinário da prefeitura Policia 27 Estado quer fim de vacinação contra aftosa Rural 7 Geral ( 11 e 26 ) CMYK
  2. 2. 2 O REPÓRTER O REPÓRTER SÁBADO, 27 de Fevereiro de 2010 Da Redação Alunos do Terceirão do CSCJ participaram de encontro Os alunos que concluíram vestibular, mas para acompa- o Ensino Médio em 2009, na nhar de forma satisfatória os última quarta-feira foram con- cursos a que se propõem. Após vidados a participar de uma a avaliação um grupo de alu- reunião promovida pelo Servi- nos visitou as salas de aula do ço de Orientação Educacional Ensino Médio para comentar do Ensino Médio da escola, sobre a experiência que pas- coordenado pela professora sou, motivando todos para o Shirley Bohn e pelo Serviço estudo e para que aproveitem de Coordenação Pedagógica bem os momentos da sala de coordenado pela professora aula, questionando, realizando Mara Mota para uma avalia- todas as atividades propostas ção do Ensino Médio e par- pelos professores, aprofun- tilha de experiências sobre o dando os estudos através de Peies, Enem e Vestibular. leituras e pesquisas. Quanto O propósito da reunião ao material do Universitário, teve seus objetivos alcança- utilizado no terceirão bem dos uma vez que com maturi- como o cursinho oferecido em dade os ex-alunos foram cri- Porto Alegre no final do ano teriosos em suas colocações letivo são considerados de o que vem a contribuir para a boa qualidade e contribuíram qualidade e eficácia do Ensi- para os resultados alcançados. no Médio da Escola que tem Ressaltaram ainda a importân- por objetivo aprovar alunos cia em manter a tranquilidade nas universidades federais e nas horas das provas e acima também particulares, dando de tudo acreditar no seu po- ênfase não apenas para o tencial. Unimed formalizou ontem Corede realiza reunião parceria com Cotrijui para Uma reunião do conselho regional de desenvolvimento do Noroeste colonial, realizada saúde ocupacional quarta-feira pela manha, obje- tivou a divisão de recursos dos Duas tradicionais coopera- a serem feitos em Tenente projetos da área de agropecu- tivas com atuação no mercado Portela reforçam a atuação re- ária, referente ao processo de regional formalizaram, ontem, gional da Unimed, valorizando consulta popular do ano passa- importante parceria. A partir o trabalho médico e a oferta do. O presidente do COREDE, de agora, a Unimed Noroeste/ de serviços aos beneficiários Gilmar Bedin disse que foram RS será a parceira da Cotrijui dos nossos planos, ressalta aprovados três projetos para - Cooperativa Agropecuária & o coordenador técnico do o meio rural, que totalizam R$ Industrial para a oferta dos Departamento de Saúde e Me- 470 mil. Foi definido que R$ 160 serviços de Medicina Ocupa- dicina Ocupacional, médico mil serão utilizados para a im- cional. O serviço abrangerá Celso da Silva Mello. plantação de pomares; Arranjo todas as unidades da Cotrijui, O contrato com a Cotrijui produtivo para o Leite, R$ 120 em 42 municípios, contem- prevê que a Unimed fará o mil e financiamento de Agroin- plando um universo de mais trabalho de diagnóstico de dústrias, R$ 120 mil. Conforme de 2.100 colaboradores. condições ambientais de tra- Gilmar Bedin a verba para a O Departamento de Me- balho em todas as unidades da perfuração de poços artesia- dicina e Saúde Ocupacional cooperativa agropecuária e in- nos será destinada a Panambi; da Unimed Noroeste/RS está dustrial, buscando quantificar estruturado há cerca de sete as condições de risco existen- anos. Atualmente cerca de 300 empresas são atendidas tes. Para isso o Departamento da Cooperativa Médica será Prefeito e secretários debatem contrato com a Corsan em pela Unimed Noroeste/RS responsável pela elaboração reunião realizada na última quarta-feira nessa área, totalizando cerca do PPRA - Programa de Pre- Em reunião entre o prefeito das ao setor de saneamento za urbana e drenagem pluvial. de 7 mil trabalhadores. A Co- venção de Riscos Ambientais, Fioravante Ballin, secretários básico do município. Durante o encontro, o grupo operativa Médica conta em LTCAT - Laudo Técnico de e coordenadores do governo, O secretário de Planejamen- avaliou ainda o atual contrato sua equipe com 18 médicos Condições Ambientais de e o vice-diretor do Instituto to, Suimar Bressan, destacou a entre a prefeitura e a Corsan e do Trabalho em Ijuí, uma Trabalho, PCMSO - Programa de Pesquisas Hidráulicas e elaboração do Plano Municipal apresentou o relatório de ativi- engenheira e três técnicos de de Controle Médico de Saúde professor da Universidade de Saneamento Básico. De dades realizadas durante o ano Segurança do Trabalho. Ocupacional e o PPP - Perfil Federal do Rio Grande do Sul acordo com ele, devem ser ava- passado. Bressan confirmou - A saúde ocupacional re- Profissiográfico Previdenciá- (UFRGS), Dieter Wartchow, na liadas as formas de prestação ainda a constituição de um presenta hoje um dos diferen- rio, que atendem dispositivos tarde desta quarta-feira, foram de serviço de água e esgoto, grupo técnico de trabalho que ciais de atuação da Unimed. legais. discutidas questões relaciona- além do abastecimento, limpe- vai analisar duas propostas. O REPÓRTER Diretor Administrativo: REDAção PARA AnunCiAR Os artigos publi- Impressão: Enzo Luis Mânica Envie sugestões, comentários, críticas Escreva para comercialoreporter@yahoo cados com assina- E.L. Mânica e Cia Ltda. e dúvidas para a redação pelo e-mail .com.br ou pelo telefone (55) 3333 7426. tura não traduzem E.L. Mânica e Cia Ltda. Editor Chefe: redacaooreporter@yahoo.com.br; para necessariamente a CNPJ: 09.475.474/000164 Sandro Silvello o endereço Av. David José Martins, 1356, PARA AssinAR opinião do jornal e Av. David José Martins, 1356 - Ijuí - RS - CEP.: 98700-000 CEP 98700-000, Ijuí, RS; ou pelo telefone Para receber o jornal O REPÓRTER em são de inteira res- Telefone geral: (55) 3332 2000 Diagramador (55) 3332 5985. casa ligue para (55) 3333 7426 ponsabilidade de Michel Moura seus autores.
  3. 3. SÁBADO, 27 de Fevereiro de 2010 O REPÓRTER O REPÓRTER 3 Da Redação Moura: “novo acesso ao parque poderá ser novidade da ExpoIjuí” Em ato desenvolvido na Cito alguns: acesso ao parque com bilheterias localizadas manhã de quarta-feira, na parte de trás do Parque ocorreu a confirmação Wanderley Burmann. Também vamos avaliar a possibilidade do nome do empresário de que seja criado um acesso Walter Joel de Moura alternativo, que seja pela Linha como presidente da 4. Outra possibilidade é de que os ônibus também sigam pelo ExpoIjuí 2010. Moura novo acesso, desafogando um concedeu entrevista ao pouco a BR 285. No entanto, são projetos que podem ou Repórter quando co- não ser realizados. mentou alguns aspectos relacionados ao evento Quando começa a monta- gem da equipe? deste ano Na realidade nunca deixa- mos de trabalhar. Mesmo que Como o senhor encarar eu não tivesse ainda aceito dirigir novamente o evento? oficialmente, mantivemos uma Foi com honra e alegria por série de contatos nos meses assumir a frente da edição de de janeiro e fevereiro. No 2010 da ExpoIjuí. No ano passa- entanto, a partir de março, do foi feito um grande projeto estaremos formando as comis- para alcançar um bom fatura- sões, que estão praticamente mento e valorizamos muito o compostas e definindo os lado cultural com a presença vice-presidentes. Entendo que de grandes shows nacionais. a ExpoIjuí deste ano poderá ser Sempre trabalhamos com um um evento ainda mais profis- grupo harmonioso. Para este sional e organizado. A ExpoIjuí ano, não será diferente. Vamos já caminha com seus próprios fazer um projeto para que a pés, mas é sempre objetivo fa- Walter Moura: novos projetos para a ExpoIjuí de 2010 Feira seja um grande evento zermos com que a organização como foi no ano passado. seja a marca. ser executado ainda no ano mero de quadras calçadas no Sem dúvida alguma, temos passado, mas por algumas estacionamento. Não podemos a Feira da Indústria do Comér- O que existe de projetos O estacionamento externo questões não foi concluído em prometer, no entanto, que será cio de Ijuí; Tec-E-Inova; Fenilact concretos? vai ser concluído? sua totalidade. Certamente, concluída em sua totalidade. e ExpoIjuí. Isso demonstra a Existem alguns projetos Temos por objetivo sempre no contato com a prefeitura união das diferentes entidades que foram apresentados ao trazer inovação. O projeto e neste esquema de parceria Temos várias feiras em para a realização de eventos longo do ano passado e que po- de calçamento do estacio- que possuímos, poderemos Ijuí. A cidade passa por um que comprovam o crescimento derão ser executados em 2010. namento externo começou a projetar a ampliação do nú- momento especial? da cidade. A tocA dA onçA Larry Antonio Wizniewsky A vida não é uma vrolet” virou filme com o tivamente do coma foi: “A léguas da luta de classes. lidade, vamos viver a novela... título “Nosso Amor Não vida não é uma novela do E eis que, agora, vem aí vida. A dengue, a H1N1 Mário Bortolotto é Cabe Num Opala” e está Manoel Carlos”. a dengue para nos mostrar, estão e estarão sempre o dramaturgo brasilei- pegando mofo nas locado- Eis aí uma bela forma de definitivamente, que a vida aí, para nos lembrar ro mais consistente da ras. É uma boa chance de aprendizado, pela dor, pelo não é uma novela. Passada que tranquilidade é ar- última década. O leitor, conhecê-lo. coma, pelo sofrimento. Se a H1N1 e a anunciada pos- tigo de luxo e fantasia provavelmente, ainda Pois bem, em 05/12/2009 tem algo que ninguém pre- sibilidade de uma segunda de novela. A dengue não o conhece, pois ele Bortolotto, que também é cisa é ficar em coma para onda, 300 casos de den- é uma imposição do segue a trilha deixada ator, sofreu uma tentati- perceber isto. Nem com gue estouram em nossa real sobre nossas vãs por Plínio Marcos. É o va de assalto, no bar do dengue. A novela de Ma- cara. Estamos em alerta fantasias de calma e teatro do real, da mar- Espaço Parlapatões, o te- noel Carlos “Viver a Vida” epidemiológico. Estamos harmonia. Ijuí vive dias ginalidade, que conta a atro onde suas peças são é um escracho na sua ten- impossibilitados de viver de Idade Média. E na versão dos excluídos da encenadas, em São Paulo, tativa de transformar o Rio a vida como em “Viver a Idade Média não exis- festa e do carnaval do com grande sucesso. Bor- de Janeiro e, por extensão Vida”. Agora trata-se de tiam televisão e os con- “novo” comunismo, isto tolotto levou quatro tiros. o Brasil, em um paraíso viver a dengue, conviver fortos da modernidade. é, o consumismo levado Um no pescoço, dois no terrestre. Tudo é negação com a dengue e sobreviver Todos nós, reféns do A. ao alcance das classes C tórax e um no braço, este nessa gororoba de auto- à dengue. Segundo o secre- aegypti, acabamos de e D. Seus heróis são os de raspão. Ficou dois dias ajuda ufanista e aliena- tário de saúde do estado descobrir como Mário marginalizados dentro em coma, sofreu duas ci- da. Dondocas frequentam Osmar Terra, a dengue Bortolotto, que a vida destas mesmas classes. rurgias e foi dado como barracos em favelas como deverá ser monitorada até não é, definitivamente, Gente comum, acima de morto. Bortolotto relata se isso fosse a coisa mais maio. “Até lá, não teremos uma novela. Nem de tudo. Sua peça “Nossa que, a primeira coisa que natural do mundo. Ricos e tranquilidade”. Manoel Carlos e nem de Vida Não Vale Um Che- pensou quando saiu defini- pobres confraternizam a E se, não temos tranqui- ninguém.
  4. 4. 4 O REPÓRTER OPINIÃO SÁBADO, 27 de Fevereiro de 2010 Editorial O PT e o controle da imprensa *Por Domingos Sávio por Sandro Silvello O professor Anis José Leão é um dos de Jornalismo, órgão que seria destinado a homens mais preparados de Minas Gerais. controlar a atividade dos profissionais de Recentemente, ele publicou um artigo em que imprensa. Defendido pelo governo federal questiona a imprensa em relação ao que seria, e por sindicatos vinculados ao PT, a ideia Será que trabalho contra a dengue está de um lado, benevolência com o presidente foi rechaçada com vigor pelos profissionais correto? Lula e, do outro, com o governo do estado. independentes. Essa é uma reflexão importante e merece Veja o que disse sobre isso Alberto Dines, O mosquito transmissor da dengue deve estar atenção. Vejamos um exemplo recente. Recen- no seu Observatório da Imprensa: temente, os chamados jornais nacionais e os “A iniciativa é a mais inábil e atarantada já morrendo. De dar risada. Imagino que estejam aos principais blogs noticiaram que o Ministério produzida na esfera da imprensa por algum bandos, nadando em águas limpas e dando risada da Público abriu uma investigação contra o ex- governo, desde a redemocratização em 1985. forma como está ocorrendo o trabalho de combate prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel, Tanto no espírito como na forma, é rigorosa- por parte das autoridades públicas. O fato é que re- do PT, por superfaturamento de obras. Apesar mente autoritária e corporativa. A oportunida- da gravidade do tema, não vi nenhuma linha de, a justificativa e o conteúdo não poderiam almente não estamos preparados, nem comunidade, sobre o assunto nos veículos de Minas. A única ser mais funestos e inconvenientes. Parece nem as pessoas investidas de autoridade para tratar exceção foi o registro feito pelo Hoje em Dia. homenagem ao onipotente Estado Novo, com de um surto ou surto-epidemiológico, como alguns Por quê? toques de Mussolini, George W. Bush e Hugo especialistas afirmam. O que se vê nas ruas é uma Da mesma forma, nunca li nenhuma de- Chávez”. núncia significativa contra a gestão do PT na Para não deixar dúvidas sobre qual é a situação que parece tranquila, quando se sabe que prefeitura durante o período que ela durou. posição do governo federal nesse quesito, veja os focos do mosquito estão espalhados por toda a Não terá sido cometido nenhum erro em to- a declaração do assessor especial da presidên- cidade. dos aqueles anos? Ou mesmo agora, durante cia, Marco Aurélio Garcia, recém-chegado de Porque inicialmente, até um leigo – como o jor- o governo Marcio Lacerda? Essa constatação uma visita oficial à Venezuela, no momento em é importante, porque tal reflexão precisa ser que todas as entidades defensoras das liberda- nalista que escreve – sabe que existe o mosquito travada com serenidade e um mínimo de com- des de imprensa na América Latina se uniam da dengue e o que está contaminado. O trabalho da promisso com a realidade. para denunciar o cerceamento à liberdade de tal camionete com fumacê observado no início da É natural que partidários desse ou daquele expressão naquele país, com o fechamento de manhã de ontem é de realmente fazer com que os governante tentem sempre acusar os adver- veículos de imprensa e prisão de jornalistas, sários de serem protegidos da mídia. Para publicada no O Globo do dia 5/8/2009: mosquitos morram. De dar risada. Às 7 horas da ma- ficarmos no cenário nacional, é importante “Ao ser perguntado se a liberdade de im- nhã, circulando no Centro da cidade, desperdiçando notar que essa é uma discussão que ocorre prensa tinha acabado na Venezuela, Garcia, o inseticida, com todas as casas fechadas. Outro fato há décadas, e dela não escapa sequer a Folha que passou os últimos dias no país vizinho e que realmente se torna cômico – afinal é melhor rir de S.Paulo, veículo tido por muitos como o se encontrou com Chávez na segunda-feira, jornal mais importante do país. A substituição reagiu com ironia. do que chorar. A gravação para anunciar o fumacê e de um dos ombudsmans desse jornal, Mário – Se acabou, deve ter sido apenas depois pedir para que se abrissem janelas e portas também Magalhães, por exemplo, foi atribuída por que eu saí.” é de chorar ou rir. Lembro ainda que o primeiro lote muitos às 23 críticas que ele fez ao jornal por Obrigação primeira de inseticida estava vencido. proteger o governador de São Paulo Os veículos de comunicação foram bene- Reação irônica volentes com os prefeitos Patrus e Pimentel? O que se precisa neste momento é organização, A importância do tema torna relevante São com o prefeito Marcio Lacerda e com o políticas definidas para combate ao mosquito, um analisarmos as ações institucionais em torno governador Aécio Neves? Os do Espírito Santo representante que fale em nome de todos e que os dele. E, nesse caso, é preciso olhar com aten- são com o governador Hartung? Os do Rio com dados sejam transmitidos de forma confiável. Afinal, ção as iniciativas patrocinadas pelo governo o governador Sérgio Cabral? Os de São Paulo federal nessa área, e que são interpretadas por com o governador José Serra? Os veículos em uma suspeita de dengue hemorrágica foi confirmada, muitos como tentativas autoritárias contra a geral são condescendentes com o presidente já o outro caso, não se sabe ao certo. O que se tem liberdade de imprensa e expressão. da República de forma como nunca se viu certeza neste momento é que o número de casos vai O primeiro alerta veio com a tentativa de antes na história deste país? aumentando e que até o momento não se constata expulsão do jornalista Larry Rohter, do jornal Não sei. É possível que, para muitos, a The New York Times, por ter criticado a pes- resposta seja sim a todas as perguntas. o que está acontecendo em termos de políticas de soa do presidente da república – “Governo Mas nenhum desses cenários me parece combate ao mosquito transmissor. cancela visto e bane do Brasil jornalista do tão preocupante quanto o desenhado pelas As reuniões que vêm sendo realizadas servem efe- NYT” . Num gesto que surpreendeu ao país, iniciativas patrocinadas pelo governo federal. tivamente para que as orientações sejam repassadas. o governo federal confundiu a pessoa física Por uma razão simples. As primeiras estão no do presidente com a honra nacional, e sim- âmbito das iniciativas e responsabilidades de No entanto, algo não está certo nesta campanha. Ima- plesmente pretendeu expulsar um jornalista empresas privadas que tomam as decisões ginávamos ver força tarefa na rua, entrando de casa por ter ousado criticar o presidente. Alguém que julgam as mais corretas e por elas serão em casa combatendo o mosquito. Até o momento já imaginou se fosse o presidente Fernando julgadas. temos as forças aplicando o inseticida, mas parece Henrique Cardoso a fazer isso? O mundo vi- As outras estão no âmbito do poder públi- ria abaixo. Ainda em 2004, o governo federal co. Estão sendo patrocinadas pelo Estado que que existe necessidade de mais mobilização. O fato é tentou controlar a produção de conteúdo das deveria ser o primeiro a zelar pelas liberdades. que existe a necessidade de que a situação melhore emissoras de televisão do país através da Inclusive a dos outros. em termos de combate ao mosquito. Caso contrário, criação da Ancinav. Depois, veio a famigera- os mosquitos vão continuar morrendo, mas de rir. da tentativa de criação do Conselho Federal *Jornalista e professor
  5. 5. SÁBADO, 27 de Fevereiro de 2010 BAIRRO O REPÓRTER 5 por Talita Mazzola Matagal de terreno invade passeio público e deixa moradores indignados correm pela rua”, relatou uma Os moradores do Bairro das moradoras. Outros mora- São José, relataram a dores confirmaram a história redação do Jornal O de Vera, relatando que várias pessoas ao passarem pelo lo- Repórter os problemas cal acabam ficando com a rou- que vêm enfrentando pa cheia de “picão” e “amoro- so”. “Teve situações em que com o descaso da uma senhora que estava indo sujeira do terreno para o baile da terceira idade passou pela calçada e ficou baldio na Travessa dos com a roupa cheia de ‘amoro- Imigrantes que invade so’. Em outro dia uma senhora passeava com o cachorrinho o passeio público e quando saíram daquela cal- impossibilitando a çada o pobre cachorro ficou todo cheio de ‘picão’”. passagem causando Os moradores relataram o acúmulo de ratos e ainda que, “quando as crian- ças brincavam no terreno, ele animais peçonhentos era limpo pelos moradores vizinhos do terreno, entretan- A moradora do Bairro São to agora que as crianças não José, Vera Soares, en- brincam mais, esperávamos viou um e-mail para a pelo bom senso do proprie- redação, com o intuito de re- Mato de terreno da Travessa Ipiranga, no Bairro São José invade passeio público e incomoda moradores tário do terreno para realizar latar uma situação incômoda a limpeza”. “Essa situação é que tem sido enfrentada pelos manhã de segunda-feira quan- soas que também esperavam com o passeio público, o acú- uma vergonha, a limpeza é moradores da localidade já há do passava com seu filho para pelo ônibus”, relata. mulo de animais peçonhentos função do proprietário e esse, algum tempo. No e-mail, ela pegar o ônibus, o menino que A partir dessa denúncia, a e ratos bem como o acúmu- é o único terreno na rua que conta que um terreno localiza- passou pelo passeio em frente redação do Jornal O Repórter lo de lixo que pode servir de está sujo e impossibilitando do na Travessa Ipiranga, está ao terreno, encheu a roupa de foi até o local conferir a atual refúgio para os mosquitos da as pessoas de fazerem uso do tomado pelo mato que se ex- picão, causando a indignação situação do terreno. No local, dengue são comuns no terre- passeio. Portanto, esperamos pande para o passeio público, da moradora. “Fiquei uns dez constatamos que a situação no. “Ratos saem do terreno e que o proprietário de sensibi- “impossibilitando a passagem minutos na para do ônibus relatada por Vera é verídica e atravessam a rua em direção lize e que solucione o proble- pelo local sem que as pesso- tentando retirar os “picão” da conversando com os morado- às nossas casas, há vezes ma que tem causado incon- as saiam com a roupa cheia calça do menino, até contei res do local, descobrimos que em que estamos sentados na venientes a muitas pessoas”, de picão”. Conforme Vera, na com a ajuda de algumas pes- além do problema enfrentado frente de casa e os animais concluiu um dos moradores. Uabi realizou reunião ontem com presidentes de bairros A União das Associações outros assuntos gerais. A reu- De acordo com o presidente planejamento do orçamento é cípio. “O mutirão de limpeza de Bairros de Ijuí realizou on- nião foi realizada junto à sala da Uabi, César Amaral, “esse é primordial. nos bairros realizado no ano tem, às 19h reunião com os de conselhos da Secretaria um fato novo, pois nunca an- O presidente da Uabi in- passado, abrangeu 14 bairros demais presidentes de bair- Municipal de Desenvolvimen- tes havia sido discutido uma formou ainda que durante a do município. Esses bairros ros do município para discu- to Social. forma organizada de distri- próxima semana será encami- não apresentaram problemas tir o Processo do Orçamento O principal assunto abor- buir os valores do orçamento nhado um ofício para o prefei- com os focos do mosquito da Comunitário Participativo dado durante a noite foi o para cada bairro de acordo to, solicitando urgentemente dengue. Sabemos que a limpe- (OCP – 2111), o Mutirão de planejamento da distribuição com as necessidades que esse a retomada dos mutirões de za é essencial para combater Limpeza nos Bairros dentre do orçamento para os bairros. possui”. César informou que o limpeza nos bairros do muni- a doença”, afirmou. CMYK
  6. 6. 6 O REPÓRTER SÁBADO, 27 de Fevereiro de 2010 ECONOMIA por Estefania Vieira Linhares Secretaria da Fazenda divulga relatório 3º quadrimestre Os maiores gastos no uma vez que o município pra- Previdenciário Próprio, re- ticamente não apresenta des- presentado pelo PREVIJUÍ, no quadrimestre foram pesas desta natureza, pois último quadrimestre de 2009 com Demei, Secretaria realizou, até o momento, todas foi positivo de R$ 4,1 milhões, as suas despesas com recursos decorrente de uma Receita de Educação, Secretaria internos. realizada de R$ 15,3 milhões e de Saúde e com Previjuí. Da mesma forma, o Resul- uma Despesa executada de R$ O Relatório foi apre- tado Nominal, que compara a 11,1 milhões. Sua disponibili- Dívida Consolidada (decorren- dade financeira representada sentado em Audiência te de amortização de Dívidas por aplicações do mercado Pública realizada na Fiscais parceladas com a União financeiro no final de 2009 é e/ou com o Estado, financia- de R$ 28,3 milhões e o Ativo manhã de ontem mentos e Restos a Pagar de Atuarial líquido é de R$ 115,3 Exercícios Anteriores) com as milhões, realizáveis nos próxi- S egundo o Relatório Sínte- O relatório foi apresentado pelo secretário da Fazenda, Irani Basso, em Audiência Pública Disponibilidades Financeiras, mos 26 anos. se da Audiência Pública, constituídas pelo dinheiro em Disponibilidade financeira no 3º quadrimestre de realizadas e as Despesas em- Financeiras e as Receitas de Caixa em Bancos, também se líquida – Por fim, a síntese 2009 (janeiro à dezembro), o penhadas no valor de R$ 20,8 Operações de Crédito) com as apresentou favorável às finan- aponta que ao final da gestão Município de Ijuí – Administra- milhões no ano. Os maiores Despesas empenhadas (tam- ças do município, com uma do terceiro quadrimestre de ção Direta e Indireta – realizou gastos no período ocorreram, bém excluídas as Despesas sobra financeira líquida de R$ 2009, o Município de Ijuí (Ad- uma Receita Total de R$ 142,3 por ordem, no Demei com R$ Financeiras e de Amortização 24,9 milhões, com um cresci- ministração Direta e Indireta) milhões, representando 104,4% 40,4 milhões, na Secretaria de Dívidas), demonstrando o mento do resultado nominal apresenta uma Disponibilidade da receita prevista no seu or- Municipal de Educação com que o Poder Público sobrou o de R$ 3,3 milhões em relação Financeira Líquida Consolida- çamento para 2009 que era de R$ 23,5 milhões, na Secretaria faltou para o pagamento dos ao exercício anterior, ou seja, da (que considera os valores R$ 136,3 milhões. Quanto às Municipal de Saúde com R$ Serviços da Dívida Pública o município apresenta uma disponíveis em Caixa depois Despesas, o município empe- 22,8 milhões e no Previjuí com (principal e despesas de juros capacidade financeira de en- de descontada a Dívida Con- nhou o montante de R$ 138,1 R$ 11,1 milhões. e demais encargos da dívida fi- dividamento de mais de vinte solidada do Município) é de R$ milhões, equivalente a 86,9% Resultado Primário e No- nanceira), se apresentou favo- e quatro milhões de reais no 24,9 milhões, desconsiderados dos valores autorizados em or- minal - O Resultado Primário, rável às finanças municipais ao final do último quadrimestre nesse montante as aplicações çamento para o ano, gerando que confronta as Receitas rea- final do último quadrimestre, de 2009. financeiras do PREVIJUI que um superávit entre as Receitas lizadas (excluídas as Receitas com mais de R$ 2,2 milhões, PREVIJUÍ - O Resultado totalizam R$ 28,3 milhões. TENDÊNCIAS Prof.Dr. Argemiro Luís Brum (CEEMA/DECon/UNIJUÍ A CRISE E O EMPREGO EM 2010 no final de 2009. Todavia, na esfera pública aumenta- primários. Todavia, a importância da crise mundial, mos o problema dos gastos em pessoal. O número de a proximidade das eleições presidenciais e o afã em Segundo o economista Bradford Delong, professor servidores públicos no poder executivo, entre 2003 e eleger uma candidata construída e sem presença da Universidade da Califórnia em Berkeley (cf. ZH, 2009, cresceu 19,2%. Enquanto isso, a dívida pública, política importante, mais alguma dose de populismo 14/02/2010, p.7 do Caderno Dinheiro) o dilema do que vinha recuando desde 2003, quando passou de “a la Chávez”, talvez influenciado pela mediocridade emprego está na seguinte equação: ou aumenta-se a 52,4% do PIB, naquele ano, para 36,7% em 2008, teria de seus assessores internacionais, levou o presidente demanda por bens e serviços, e espera-se o aumento dado um salto para 43,3% em 2009 (a projeção mais Lula a avalizar o aumento dos gastos com a máquina do emprego na medida em que as pessoas passam a pessimista é de 44,2%). Assim, a retomada econômica estatal, inchando a mesma; a realizar aumentos sala- consumir mais, gerando uma demanda de produção até aqui conquistada no mundo foi realizada de forma riais demasiados junto a boa parte dos funcionários maior, ou deixa-se de lado a preocupação com a pro- “tecnicamente assistida”, ou seja, com recursos públi- públicos e mesmo parcialmente na pensão aos apo- dução de bens e serviços e tenta-se gerar empregos cos injetados pelos Estados. Como será o movimento sentados. Ou seja, também não conseguiu (ou não por meio de contratação de pessoal diretamente pe- quando a muleta do recurso público for retirada (algo quis) realizar as reformas do Estado, a começar pela los governos. A primeira alternativa é melhor, porém, que começa a ocorrer)? Se a geração de empregos administrativa, piorando ainda mais a situação. Nesse não tem efeito imediato. Diante de uma crise que foi não retomar até meados de 2010 no mundo, a reto- início de 2010 constata-se aquilo que já era evidente e duas vezes maior do que o previsto no final de 2008, mada econômica poderá morrer, e o mundo voltará preocupante nos últimos anos: o gasto governamental a maioria dos países acabou adotando medidas de a cair em estado de crise. Por outro lado, o aumento cresce numa velocidade inquietante, colocando em apoio à primeira alternativa (sem abandonar a se- dos juros vem aí, para também pagar o aumento da risco a estabilidade econômica e deixando um enorme gunda), porém, insuficientes para gerar os empregos dívida pública. problema para o presidente que será eleito. necessários. Por isso, países como os pertencentes à União Europeia, os EUA, Japão e outros acabaram A ECONOMIA A MERCÊ DA POLÍTICA O ENDIVIDAMENTO DO BRASILEIRO 2009 com taxas de desemprego elevadas. Ao mesmo tempo, procuraram aliviar o problema via Estado, O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em Outro aspecto alertado ainda no ano passado, fazendo com que este empregasse mais fato que eleva seu artigo do início de fevereiro (ZH, 07/02/2010, p.15), a partir das medidas de socorro dadas à economia o custo público e a dívida, gerando o problema poten- afirma com razão que, a respeito da construção da nacional, acaba de se cristalizar nesse início de novo cial de calote. Algo que está muito presente junto ao estabilidade econômica no país, chegamos ao estágio ano. O endividamento da pessoa física no país cres- grupo conhecido agora como PIIGS (Portugal, Itália, econômico positivo em que o país se encontra graças ceu 19,7% em 2009, somando um total nacional de R$ Irlanda, Grécia e Espanha), geradores de novos sustos as medidas adotadas nos seus dois mandatos, com 637,39 bilhões (cf. Banco Central). Isso corresponde econômicos nesse início de 2010. Mas também está os respectivos ajustes no passar dos anos (caso da a 46% da renda anual da população. Mais ainda, tal muito presente nos EUA, onde a dívida pública total flexibilização cambial em janeiro de 1999). Por sua endividamento passa de 20% do PIB brasileiro. A bateu em US$ 13 trilhões no final do ano passado. vez, o governo Lula tem o mérito, nessa área, de ter questão agora é: esta realidade somente é sustentável entendido (apesar da pressão política de muitos de se a economia crescer, porém, para crescer precisará A CRISE E O EMPREGO EM 2010 (II) seus afoitos seguidores), a importância em manter as de investimentos, os quais necessitam de poupança. medidas adotadas. O somatório destas duas ações, em De onde sairá tal poupança? Ora, o governo está re- No Brasil, não está sendo diferente, embora em quatro mandatos ou 16 anos, nos permite hoje enfren- tirando o crédito público, embora o crédito privado proporções menores (ainda!). Ou seja, reduzindo tar bem a crise global que se instalou desde meados de não venha aparecendo a contento. Ao mesmo tempo, impostos em produtos de consumo, o governo in- 2007. Na prática, o atual governo preservou o regime os juros tendem a subir e a entrada de investimentos duziu o consumidor a comprar e o empresariado a de câmbio flutuante; o controle da inflação através da externos diretos pode ser menor do que o esperado, empregar, ao mesmo tempo em que o governo con- meta inflacionária, dando autonomia ao Banco Central pois a crise mundial continua presente. Em resumo: trata pessoas, mesmo sem necessidade em muitos de aí atuar usando a taxa de juros (Selic) como um o risco de inadimplência, com consequente freio no casos (o aumento dos concursos públicos no país é dos seus instrumentos básicos; e conservou a res- consumo nacional, não pode ser desprezado para uma prova disso). Isso reduziu o desemprego formal ponsabilidade fiscal via a manutenção dos superávits 2010 e, particularmente, para 2011.
  7. 7. SÁBADO, 27 de Fevereiro de 2010 RURAL O REPÓRTER 7 por Sandro Silvello É hora de eliminar a vacinação? Representantes do setor nal da Inspetoria Veterinária, Uruguai e Argentina também Emílio Stum, o Rio Grande do têm situação estável, mas a discutem a suspensão Sul se encaminha para o status mudança exigiria aumentar da imunização do de estado livre da aftosa, sem a fiscalização nas fronteiras. vacinação. “Temos obtido va- ”Ser ‘livre sem’ é uma meta rebanho gaúcho como cinações com média superior nossa. Teríamos de avaliar forma de ganhar mais a 90%”, destacou Stumm. Ele um controle de fronteira mais acentua que caso estes índi- rigoroso”, explica Carlos Spe- mercados ces continuem sendo obtidos, rotto, presidente da entidade. certamente o estado vá se Em entrevista ao Repórter, igualar a Santa Catarina, que Sperotto destacou que o Esta- D ez anos depois da pri- hoje é o único que possui o do poderia ganhar mercados meira tentativa de sus- Status de livre da aftosa , sem exigentes, como EUA e Japão, pender a vacinação vacinação. Stumm acredita que que restringem importação de contra a aftosa, o agronegó- as constantes campanhas de carne in natura de áreas que cio gaúcho volta a discutir vacinação levarão o Estado, não estão livres de aftosa sem o assunto. Se obter o sta- Emílio Stumm diz que a médio prazo rio grande do sul poderá suspender vacinação em alguns anos, a este status. vacinação. “Isso também bene- tus de livre da doença sem Quase uma década após ficiaria produtores de suínos e vacinação será igualado a interromper a imunização em infectados foram abatidos, e esse fato, técnicos da Federa- aves”, comentou o presidente Santa Catarina, único Estado abril de 2000, manteve a deci- retomou a vacinação em 2001, ção da Agricultura do Estado da Farsul . Os custos com vaci- no país com esta condição. são apesar de focos no muni- após novos casos da doença. defendem os pontos que po- nação no Estado são de quase O Rio Grande do Sul chegou a cípio de Jóia, quando animais Para o coordenador regio- dem mudar o status gaúcho. R$ 30 milhões Secretaria da Agricultura discute certificado de vacinação O responsável pela Ins- o seu rebanho bovino recebeu o calendário com o restante petoria Veterinária Regional, o imunizante. do país, ocorrerão etapas de Emilio Stumm participou de Stumm disse que neste ano, vacinação ainda nos meses de encontro em Porto Alegre, a lei estabeleceu o dia de 30 de maio e novembro. “Precisamos junto a secretaria estadual de abril como prazo máximo para resolver a situação” comentou Agricultura, quando se deba- que os produtores rurais apre- Stumm, acrescentando que a teram detalhes sobre a vaci- sentassem esta declaração. secretaria da Agricultura de- nação contra a aftosa. Stumm Stumm confirma que o tema foi verá encaminhar um posicio- explica que o debate principal discutido entre os coordena- namento nos próximos dias na se centrou na declaração que o dores regionais e o secretário próxima segunda-feira Stumm produtor faz, no momento das da Agricultura, tendo em vista vai ter a posição oficial para campanhas de vacinação, que que neste ano, para adequar ser anunciado. Calendário de vacinação foi tema de reunião DO ÓCIO AO NEGAÓCIO Roberto Macagnan robertomacagnan@hotmail.com HAITI: AO INVÉS DE demais setores da econo- outras edições desta co- num futuro próximo. O cam ressarcimento de DOAR ALIMENTOS, mia. Sem alimentos não luna, mas considero este Brasil precisa garantir prejuízos. Essa decisão INCENTIVAR A AGRI- há como desenvolver a tema fundamental para a a sua soberania sobre deve servir de alerta para CULTURA indústria e os serviços. soberania nacional. Nes- essa importante fonte de outras empresas do setor É fundamental que a po- ta semana, a Petrobrás energia. que fornecem energia de O Presidente brasileiro sição do Brasil seja assu- anunciou a descoberta forma irregular. Luiz Inácio Lula da Silva mida pelos demais países de novas reser vas de ANEEL MULTA A LIGHT manifestou o desejo de que estão se solidarizan- petróleo, totalizando um PELOS APAGÕES PENSANDO que os países incentivem do com o Haiti. Claro, tem potencial de exploração a agricultura do Haiti, ao a ajuda emergencial que de 65 milhões de barris A Agência Nacional de Passadas as festas de invés de doar alimentos. não pode ser esquecida, a aproximadamente 100 Energia Elétrica – ANEEL final de ano e o carnaval, É uma posição inteligente pois os investimentos na km da costa de Campos decidiu multar a Light o ano econômico está e progressista. O Haiti é o agricultura são de resulta- no Rio de Janeiro. São (Rio de Janeiro), em R$ começando agora, para a país mais pobre das Amé- dos de médio e longo pra- dois locais, sendo um a 9,5 milhões, pelos apa- maioria das pessoas. Co- ricas e necessita de inves- zo e a fome não espera! 860 metros de lâmina gões ocorridos durante légios, comércio e outros timentos produtivos para d’água e outro a 3.340 os meses de novembro e setores retomam suas ati- o seu desenvolvimento. ESQUENTA O DEBATE metros de profundidade dezembro de 2009 e janei- vidades. O ano promete !! A tragédia do terremoto SOBRE O PRÉ-SAL na camada do pré-sal. Os ro de 2010. Essa decisão atingiu apenas a capital, preços atuais do petróleo é importante, pois busca mas expôs ao mundo a Está esquentando o dificultam a viabilidade pressionar a empresa INDICADOREs RuRAIs fragilidade da economia debate sobre o controle econômica da exploração a regularizar o forneci- e da infra-estrutura da- estratégico da exploração das reservas do pré-sal, mento de energia elétri- Soja....R$ 36,00 Valores quele país. O desenvol- das reser vas brasilei- mas as perspectivas de ca. Além dessa multa, cotados pela vimento da agricultura ras de petróleo e do gás esgotamento das grandes a empresa sofre várias Trigo...R$ 22,00 Cotrijui no é o primeiro passo para da camada do pré-sal. reservas internacionais demandas judiciais de o desenvolvimento dos Já tratei desse tema em apontam a viabilidade consumidores que bus- Milho..R$ 14,00 dia 26/02
  8. 8. 8 O REPÓRTER POLÍTICA SÁBADO, 27 de Fevereiro de 2010 por Sandro Silvello Câmara retoma atividades segunda-feira projetos venham a ser votados O presidente disse que exis- e o orçamento.”No entanto, procurando estar em sintonia O presidente Marcos ao longo dos próximos meses. tem vários desafios ao longo independente dos projetos a para aprovar os projetos que Barriquello disse que es- Questionado sobre o ano deste ano legislativo e que um serem encaminhados, estare- sejam de interesse da comuni- pera um ano de intensa eleitoral, o vereador do PDT deles envolve o Legislativo. Ele mos a disposição da prefeitura, dade”, concluiu o presidente. disse não ter dúvida que ape- acredita que seja possível se atividade mesmo com a sar de todos os vereadores buscar um local para que inicie realização de eleições terem suas preferências, acre- definitivamente a construção dita numa política de bom do novo prédio da Câmara. comportamento em termos “Temos a intenção de pelo me- O presidente da Câmara de debates. “O legislativo nos dar início das discussões de Vereadores de Ijui, ijuiense sempre se caracteri- que envolvem a construção Marcos Barriquello con- zou por debates intensos em do prédio”, comentou Barri- firma para a próxima segunda- plenário, sem que ocorram quello, acrescentando que a feira o início das atividades agressões verbais pessoais”, partir do momento em que legislativas, após o recesso de afirma o presidente. Barri- ocorrer a conclusão da obra, verão. O legislativo, no entan- quello acrescenta que ao longo será possível destinar para a to, não realiza a sua primeira do ano, com a proximidade prefeitura o andar que é ocupa- sessão de 2010, tendo em da eleição, certamente os do atualmente pela Câmara de vista que como o recesso foi vereadores intensificarão os Vereadores”, observou. reduzido, acabaram ocorren- debates políticos, pois se trata Barriquello acrescenta que do sessões no mês de janeiro. de uma eleição que indicará o vários projetos importantes Barriquello, no entanto, admite novo presidente, governador, devem ser votados neste ano, que a retomada das sessões 2 senadores, além das novas destacando dentre eles, a Lei permitirá que uma série de bancadas estadual e federal. de diretrizes Orçamentárias Barriquello acredita em ano tranquilo, apesar da eleição Frente Parlamentar vai cobrar do Senador Paim vem a Ijuí hoje presidente compromisso com a saúde O senador Paulo Paim(PT) estará em Ijuí e Ajuricaba neste sábado.Conforme informação estadual. Posteriormente, a partir das 15 horas, Paulo Paim par- A Frente Parlamentar da da Câmara, Michel Temer, tam- crises no setor e do crescente do coordenador regional do ticipará de encontro sobre Saúde, uma das mais represen- bém será cobrado, no sentido aumento dos surtos de dengue partido, Adalberto Noronha, Políticas Públicas, a ser desen- tativas do Congresso Nacional, de que a regulamentação seja e de filas nos postos de saúde a partir das 12 horas, Paim volvido pela prefeitura. O se- decidiu retomar a luta por um incluída na pauta de votações para radioterapia, cirurgias, participará de almoço que vai nador deverá também manter reajuste da tabela de procedi- do plenário. Perondi lembra transplantes, etc. “Precisamos marcar a posse festiva da nova contato com a Associação dos mentos do Sistema Único de que já há consenso no sentido dar uma resposta à sociedade. executiva petista, que tem Aposentados de Ijuí, tendo em Saúde (SUS), bastante defa- de que a regulamentação seja Os deputados não podem virar como presidente o ex-vereador vista que projetos como o fim sada, e, principalmente, pela votada sem a Contribuição as costas para a saúde. As lide- Sérgio Pires. Na oportunidade, do fator previdenciário estão regulamentação da Emenda Social para a Saúde (CSS), ideia ranças precisam ter coragem Paim também estará falando em análise junto ao congresso Constitucional 29, paralisada proposta e depois abandonada de votar”, defendeu. Perondi aos petistas sobre a eleição de nacional. Fechando o seu rotei- na Câmara dos Deputados. pelo próprio Governo. lembra que todas as pesquisas outubro e a política de alianças ro, o senador vai até Ajuricaba Essa regulamentação é impor- Segundo Darcísio Peron- de opinião divulgadas apon- do partido. O encontro deverá , quando vai inaugurar uma tante, pois vai definir o que são di, a Frente Parlamentar da tam o setor de saúde como o permitir que também seja área de lazer que foi construí- ações e serviços de saúde e Saúde está mobilizada e vai ponto fraco do Governo Lula. lançada a pré-candidatura do da a partir de recursos libera- acabar com os desvios que os intensificar a luta, principal- “O povo está de olho”, alertou ex-vereador de Panambi, Paulo dos pelo senador, através de Estados e a União promovem mente diante das sucessivas Perondi. Sérgio Rodrigues a deputado emenda. com os recursos do setor. Res- ta apenas a votação de um Des- taque para que a matéria possa Reajuste do governo não garante a compra de seguir de volta ao Senado. O grupo vai tentar uma audiência uma garrafa de água, denuncia Bohn Gass com o presidente Luiz Inácio Além de oferecer um reajus- eleva o valor de R$ 4,35 para R$ Lula da Silva que, em recente te irrisório para o vale-refeição 5,71, o que significa R$ 1,36 a encontro com centenas de do funcionalismo, o governo mais por refeição. “Não dá nem prefeitos, se comprometeu a Yeda baniu da lei qualquer re- para comprar uma garrafa de trabalhar pela regulamentação ferência para futuras recompo- água com este dinheiro. É uma da matéria. “Vamos cobrar sições dos valores, denunciou piada de mau gosto”, criticou esse compromisso”, afirmou o líder da bancada do PT na o parlamentar. o presidente da Frente Parla- Assembleia Legislativa, Elvino O aumento oferecido pelo mentar da Saúde, deputado Bohn Gass, na tarde desta governo está muito distante Darcísio Perondi (PMDB-RS). quarta-feira (24). O partido dos ganhos obtidos pelos Na reunião, da qual parti- não deu acordo para votação servidores que ingressaram ciparam diversos deputados, da matéria e solicitou que o na Justiça para assegurar a ficou acertada a estratégia Colégio de Líderes devolva o recomposição do benefício. de mobilização, que inclui projeto ao Piratini para que Em média, as decisões elevam uma reaproximação com a o Executivo corrija as dis- o vale-refeição para R$ 15,00. Confederação Nacional dos torções. “O vale-refeição era Bohn Gass comparou a Municípios (CNM), entidade reajustado por decreto, que proposta do governo gaúcho parceira na luta pela regula- previa também o índice a ser ao reajuste promovido pelo go- mentação. Nos próximos dias, adotado. O governo Yeda ba- verno Lula no boleto dos fun- os líderes partidários serão niu qualquer referência para cionários federais. “O governo procurados, em especial o do futuros reajustes e jogou a Lula elevou o benefício para R$ PT, Cândido Vacarezza (SP), responsabilidade por um au- 300,00 por mês. Com o reajuste que já declarou abertamente mento pífio para a Assembleia proposto pelo governo Yeda, sua intenção de não deixar Legislativa”, denunciou. o valor total não chegará a R$ votar a matéria. O presidente Perondi diz que Frente da Saúde cobra compromisso do governo com saúde A proposta do Executivo 130,00”, contabilizou.
  9. 9. SÁBADO, 27 de Fevereiro de 2010 GERAL O REPÓRTER 9 por Sandro Silvello Ijuí conta com Escritório da Junta Comercial como análise de processos de A inauguração da filial companhias Limitadas serão da junta comercial ocor- feitas no próprio local. “Será reu quinta-feira a noite, agilizado o tempo”, comentou Jorge Luis Costa. Ele imagina trazendo a Ijuí o secretá- que num prazo de 3 a 4 dias, rio de Desenvolvimento os processos estejam prontos. O presidente da Junta co- e Relações Internacio- mercial comentou que hoje o nais, Márcio Biolchi empreendedor precisa cada vez menos de burocracia. Acrescentou que a agilidade C ontando com as pre- vai ser em benefício do em- senças do secretário presário e da comunidade. do Desenvolvimento e “Temos que facilitar isso”, Relações Internacionais, Már- comentou, acrescentando que cio Biolchi e do presidente da existe um projeto em nível na- Junta Comercial, Jorge Luis cional denominado Rede Sim, Costa Mello ocorreu na quinta- que será implementado com o feira o ato de inauguração da objetivo de centralizar ainda filial da Junta Comercial em mais e utilizar a internet, de Ijuí. Conforme explicou ao Re- maneira que o cidadão, quan- Inauguração do Escritório da Junta Comercial ocorreu quinta-feira pórter o presidente da Junta do queira abrir uma empresa Comercial, observou que se modus operandi” faz com que pio não se fazia nenhum tipo dente da junta, de 10 a 12 dias. farão consulta via internet.O trata de um importante passo o empreendedor encaminhe de procedimento, a não ser a A partir da inauguração, a aná- presidente disse que o traba- para a comunidade de Ijuí e da seu processo via Ijuí, indo para autenticação dos livros fiscais. lise dos processo de empresá- lho deverá estar agilizado num região, Explicou que hoje o “ Porto Alegre, pois no municí- Isso levava, conforme o presi- rios – firma individual , assim prazo máximo de 30 dias. Biolchi destaca Projeto Redes de Cooperação Após o ato de inauguração elogiou um dos principais gaúcha. Ele citou que o redes da Junta Comercial, o secretá- parceiros do programa que é resultou numa melhoria em rio de Desenvolvimento e Re- a Unijuí, acrescentando que redução de custos em mais lações Internacionais, Márcio a instituição está indo muito de 13%,aumento de postos de Biolchi proferiu palestra aos além das atribuições legais dos trabalho em 20%, aumento em empresários associados a ACI. convênios. investimentos nas empresas Ele comentou as ações feitas Ele comentou que o Redes que pertencem ao programa pela Sedai, especialmente se transformou não num pro- de 30%. Biolchi reitera que projeto Redes de Cooperação. grama de governo, mas da so- neste ano o Redes de Coope- Biolchi disse em entrevista ciedade. Acrescentou que hoje ração será ampliado e que ao Repórter que o projeto de foge da vontade discricionária a participação da Unijuí vai Redes de Cooperação é um do secretário, lidando com um ser fundamental para que os dos menos conhecidos e com total de faturamento de R$ 6 resultados esperados sejam maior repercussão social.Ele bilhões por ano da economia obtidos. Secretário elogiou a participação da Unijuí FATORAMA Hélio Lopes fatorama.reporter@gmail.com A mais esclarecedora grave, porém, de tratamen- o último, e a tendência a Grosso do Sul, onde as tativas e deve mesmo vir entrevista sobre a dengue to fácil e barato, basicamen- partir de agora é de voltar epidemias terminam com sem os titulares para Ijuí, foi concedida ao Fatorama, te com soro para hidrata- novamente nos próximos a chegada do inverno, que no outro domingo. ontem, pelo médico Rivaldo ção. É uma doença que anos. Afirmou que há uma é provável que aconteça Venâncio da Cunha, mem- “se não se pode impedir a razoável probabilidade de em Ijuí. Conclui afirmando ***** bro do Comitê Assessor epidemia, pode-se impedir ocorrência de casos na que seguramente a dengue para a Dengue do Minis- as mortes”, disse o médico. redondeza, não ficando em Ijuí deverá atravessar Jogo com o São Luiz é no tério da Saúde. Disse ter Analisou o trabalho que restrita ao nosso município. março e uma parte de abril. dia 7 de março. Já no dia 11, trocado informações com vem sendo feito em Ijuí, di- quinta-feira, haverá o en- médicos e enfermeiros em zendo que o município está ***** ***** contro com o encontro com relação ao manejo clínico assumindo as tarefas de o Cerro de Montevidéu, em dos casos, já que não há controle e atendimento dos O Dr. Rivaldo Venâncio CURTAS: Já que não foi Rivera, pela Libertadores. experiência local em li- casos que estão surgindo, da Cunha disse que “como possível o clássico Gre-Nal, dar com a doença. Esteve com apoio do Estado e do toda epidemia, 98% dos teremos “Gre-Nóia” amanhã ***** também para o mesmo Ministério da Saúde. casos são leves ou mode- à tarde na decisão do 1° trabalho em Santo Ângelo rados, enquanto que entre turno do Gauchão. A Nóia Se houvesse maior inte- e Santa Rosa. ***** 2 e 5% evoluem com maior derrubou os invictos São resse colorado pelo Gau- gravidade”. Questionado Luiz e Inter, mas o Grêmio chão, a delegação principal ***** Ao falar do ciclo da doen- sobre uma estimativa de é o grande favorito. poderia cumprir o compro- ça, o especialista do Mato casos de dengue, disse que -- misso de Ijuí e daqui viajar Sobre a doença, infor- Grosso do Sul explicou que ter observado em outras Técnico Fossati, do Inter, para Santana do Livramen- mou que é relativamente este surto em Ijuí não será regiões, citando o Mato liquida com nossas expec- to.
  10. 10. 10 O REPÓRTER HISTÓRIA SÁBADO, 27 de Fevereiro de 2010 AdemAr CAmpos Bindé Os músicos que se eternizam – 1 Nesta página em que esta- Fotos: Acervo da Rádio Repórter de Ijuí mos procurando resgatar fatos, acontecimentos e per- sonagens que construíram a nossa história, obviamente, não poderíamos esquecer daqueles que, através da arte musical, deleitaram os corações de várias gerações. Esses músicos do passado, muitos hoje já falecidos, são sempre lembrados com saudade. Mas também não podemos esquecer daqueles que ainda estão aí, alguns inativos por circunstâncias várias, outros em plena atividade ou sempre prontos O conjunto “Os Farristas” fundado pelos maestros e compositores Guilherme Krüger e Nestor Rieck ainda é lembrado com saudade a mostrar que não esquece- Büron (baixo), Ademar Nowaczyk Dançando no Grenal, Piro Piro, Quando (gaita de boca), Cláudio Luciano ram a arte que os projetou. (trombone de vara), Dari Hiller (pistão as Tulipas Florescem, Rasgando Meias Zambenedetti (violão), Aécio Lima Por essas razões, decidimos e guitarra), Vilmar Hoffmann (sax alto), e Sítio do Marajá. (contra-baixo) e Dari Hiller (AG). Horst Ladwig (bateria) e Elemar Krüger Entre os músicos antigos, um per- O José Arlindo Thiesen também trazer à recordação e tam- (guitarra). sonagem que é sempre lembrado é o deixou legado para as gerações bém homenagear os mú- No LP de música, humorismo e ale- José Arlindo Thiesen, mais conhecido futuras um CD com o seu “Melho- gria estão gravados: Hino dos Farristas popularmente pelo apelido de Me- ral e seu conjunto”, no qual estão sicos de ontem e de hoje, (marcha), 19 de Agosto (valsa), Vai ou lhoral. Numa das próximas edições, gravados inesquecíveis sucessos nesta série que iniciamos Racha (vanerão), Polêmica de Sax x pretendemos registrar mais detalhes musicais. Vale recordar: Casa Chok, Trombone (polca), Pucha o Brek (ran- sobre a carreira desse artista da músi- El Puñelito, Recuerdos de Santa nesta edição e que preten- cheira), Francisca (danson cúmbia), ca, que tanto sucesso fez em Ijuí e na Rita, Rumba Rumbeira, Bonequinha demos registrar de forma Suzete (valsa), De Norte ao Sul (samba), região. Hoje vamos recordar do Grupo Linda, Quarlito, Misiones, Quizás, Pêpa (baião), Viva o Kerb (marcha), Musical Alegria, que em 1994, com quizás, quizás, Duas Águias, Dona intercalada Boca de Ouro (chorinho) e Rindo com Melhoral e seu violino, gravou um CD Helena, Bela, Bela Dona, Mérica, Mé- C omo principal fonte de pesqui- o Coração Chorando (fox). do qual participaram também Walmir rica, O Canto Cigano, Pescador do sa para recordar dos músicos Um quarteto que também fez su- Hoffmann (bandoneon), Rubino Dalfer- Lago Encantado, Bigududa, Musik de ontem e de hoje, estamos cesso marcante e que, eventualmente, th (gaita de boca), Fritoldo Kelm (gaita Zillertaller, Marcha dos Montanary, nos valendo da discoteca da Rádio ainda se reúne para animar festas de boca), Helmuth Albert Van Der Sand Meu Desejo, Kilômetro 11, La Spag- Repórter, que nos está sendo fran- familiares, é integrado pelos músicos queada por uma gentileza especial Rubino Dalferth (gaita de boca), Cláu- Fotos: Acervo da Rádio Repórter de Ijuí do radialista Hélio Pacheco Lopes. dio Luciano Zambenedetti (violão), No entanto, estamos contando tam- Aécio Lima (contra-baixo) e Helmuth bém com a colaboração de outras Albert Van Der Sand (gaita de boica). No fontes, especialmente dos próprios CD que o quarteto tem gravado “Frohe músicos que ainda estão por aí e Musikanten” – A Alegria da Música que, eventualmente, possam não ser Alemã, estão as composições: Marcha lembrados. Nesse sentido, ficamos do Rubino, Valsa Suíça, Tirol-Tirol, aguardando futuros contatos. Limpa Banco, Isabella, Bandoleiro, Na Nesta primeira reportagem de Linha 15 também se dança, Meu pala uma série, vamos recordar do maes- gaúcho,Haselnus, Valsa Olívia, Es geth tro e compositor Guilherme Krüger nach lindenau, In einen städchen, Der e seu conjunto “Os Farristas”. De- musterreiter, Marcha sem fim e Wen ich pois de fazer enorme sucesso, nas kom, wen hic wider kom. décadas de 40, 50 e 60, com a sua O conhecido músico Hélio Micha- inesquecível Orquestra Copacaba- elsen, que integrou Os Futuristas e na, ele resolveu, depois de aposen- outros conjuntos musicais da cidade, tado, junto com o também maestro tem um CD sob o título de “Sítio do e compositor Nestor Rieck, criar um Marajá e seus grandes sucessos com Os conjunto musical, especialmente Futuristas”, no qual estão gravadas al- para agradar a “velha guarda”. Assim gumas músicas inesquecíveis, como: 23 nasceu “Os Farristas”, integrado por de Dezembro, No Cinema, Nino, Noite Guilherme Krüger (sax e violino), Fria, Atravessando o Salão, Esquiando Um quarteto de sucesso formado por Cláudio Luciano Zambenedetti, Rubino Dalferth, Helmuh Albert Van Der Nestor Rieck (sax e piano), Milton nos Alpes, O Dobrado do Segundinho, Sand e Aécio Lima

×