Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Série CF 2012 - Entidades Camilianas, Filantropia e o SUS

2,159 views

Published on

Série especial de artigos sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2012 - "Fraternidade e Saúde Pública".

Visite nosso site: http://www.jornalsantuario.com.br

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Série CF 2012 - Entidades Camilianas, Filantropia e o SUS

  1. 1. OPINIÃO / DEBATE JORNAL SANTUÁRIO DE APARECIDA •25 DE MARÇO DE 2012 3 SÉRIE CF 2012 | ADMINISTRAÇÃO HOSPITALAR REQUER COMPETÊNCIA, CONHECIMENTO E BUSCA DE PARCERIAS Entidades Camilianas, Filantropia e o SUS trabalhos de forma a reinvestir todo o assegurado pelo Estado como inviolável: Divulgação / Comunicação São Camilo Pe. Justino Scatolin resultado obtido em seus hospitais. o direito à saúde. imprensa@saocamilo.br Além da gestão competente, os A São Camilo e muitas entidades hospitais camilianos investem e prati- sérias que administram hospitais no A São Camilo, presente em 13 esta- cam projetos de humanização, progra- Brasil acabam preenchendo as lacunas dos brasileiros, comemora a cada ano seu mas de relacionamento interpessoal e deixadas pelo poder público, a partir papel de Entidade Beneficente de Assis- atenção ao enfermo que acolhem os de uma gestão de referência. Com seu tência Social na área da saúde, que presta pacientes e contribuem para sua recu- mérito próprio, administra os recursos relevantes serviços de forma universal. peração. Esses projetos sociais comple- disponíveis de forma a trazer resultados Nos 50 hospitais que administra, coloca mentam a assistência médica por meio favoráveis à manutenção das atividades em prática os ideais de atendimento que do amor, do carinho e da solidariedade. desses hospitais. não distingue nacionalidade, raça, credo A legislação que trata da certificação Diante do cenário preocupante na ou opinião política, mas a necessidade de das entidades beneficentes de assistên- área da saúde, a São Camilo vai contra a atenção ao enfermo. cia social que atuam na área da saúde regra vivida pelo país: enquanto muitos O crescente e louvável trabalho no Brasil é clara quando da exigência da hospitais fecham as portas por dificulda- Pe. Justino é superintendente desenvolvido por esses hospitais tem disponibilização de 60% dos seus servi- des de se manter e oferecer assistência da Sociedade Beneficente São despertado o interesse de governos que, ços ao Sistema Único de Saúde (SUS). em saúde, os camilianos aumentam Camilo e Associação Beneficente cada vez mais, solicitam à São Camilo Mas, aos olhos da São Camilo, praticar consideravelmente a sua participação na Hospitalar Peritiba a gestão administrativa dos hospitais a prestação de contas ao governo não gestão dos hospitais brasileiros. brasileiros, tendo em vista os bons resul- basta – é preciso disponibilizar essa Com princípios e valores de seus transmissíveis, mas também pela falta tados colhidos quando a gestão camilia- assistência com condições dignas de um antepassados e de seu máximo inspi- de estrutura domiciliar, orientação sobre na assume essas instituições. atendimento humanizado e de respeito. rador, São Camilo de Lellis, a entida- os hábitos de vida e condição adequada A partir de um trabalho compe- Até porque os hospitais camilianos de se reafirma por alcançar o objetivo para as pessoas. tente de administração hospitalar, as sempre superam essa porcentagem do SUS de elevar a qualidade no atendimento Nos hospitais camilianos, os projetos instituições camilianas consideram os e a prestação de contas vai além da exigên- médico e administrar os recursos recebi- sociais e de humanização desenvolvidos princípios de São Camilo de Lellis, que cia e perpassa todo um levantamento que dos pelo SUS, em sua maioria defasados preveem essas orientações não somente tem a concepção íntegra do ser huma- considera a necessidade da região em que em todos os estados, de forma a manter aos idosos, mas às gestantes e aos grupos no, ao considerar a saúde não somente um hospital camiliano está inserido. esses hospitais em pleno exercício. de pessoas consideradas excluídas pela como um bem-estar físico, mas psíqui- Ao olharmos para nosso país, perce- A arte dessa administração hospita- sociedade ou de baixa produtividade. co, social e espiritual. bemos que vivemos um caos na saúde lar requer competência, conhecimen- Entendemos que, quando há prevenção Com uma política administrativa pública e a ausência de uma Atenção to e busca constante de parcerias. Os e orientação, a chance das enfermidades séria e transparente, a São Camilo obtém Primária reforçada na maioria das cida- gestores camilianos tomam para si a são menores, e das complicações também. a credibilidade, fruto de um trabalho des recai sobre os hospitais, que têm de responsabilidade compartilhada com Com o apoio de seus inúmeros diário desenvolvido em suas unidades assumir o papel das Unidades Básicas ao seus líderes e administram os orçamen- voluntários e profissionais, os hospitais que acreditam em seus profissionais, atenderem casos que não se enquadram tos disponíveis, para que, no fim, seja camilianos contribuem para a forma- colaboradores e gestores. Essa confiança na necessidade de internação ou de suficiente para atender a comunidade. ção de pessoas mais bem capacitadas é o que tem tornado a entidade uma refe- intervenção cirúrgica. Os programas padronizados de também para lidar com o enfermo. rência nacional que busca uma sociedade Com a sobrecarga desses casos, compras, os protocolos assistenciais, Enquanto os hospitais oferecem a estru- mais igual e humanizada e direciona seus somados às urgências e emergências, a o acompanhamento conjunto e outras tura necessária para receber pacientes capacidade de atendimen- metodologias administrativas próprias que necessitam do atendimento médi- to pode ficar comprometi- que preveem aplicação de recurso em co, a conscientização social oferece umCNBB da, não somente por exigir necessidades maiores são alguns dos melhor acompanhamento para preven- estrutura física e humana instrumentos da administração camiliana ção de doenças. dos hospitais, mas por todos que visa primeiro a demanda do doente, A humanização e a atenção diária os gastos com materiais e condição que nos coloca em profunda de enfermeiros, médicos e gestores são medicamentos para os devi- igualdade e sem discriminação. ingredientes fundamentais para abaste- dos atendimentos. Recursos Em 2012, completamos 90 anos de cer a alma do doente de esperança, para esses que, na maioria das atuação dos camilianos no Brasil. Exata- que seu tratamento seja mais eficaz, vezes, não são previstos e mente no ano em que a Campanha da como prevê essa Campanha da Frater- acabam colocando as insti- Fraternidade discute a Fraternidade e nidade e seu texto-base. tuições em déficit por assu- Saúde Pública. Mais um motivo para os Enfim, em 2012, a São Camilo apre- mirem por conta própria a camilianos intensificarem sua missão de senta e disponibiliza, a quem interessar, obrigação do Estado. promoverem a saúde em todos os âmbitos. seus trabalhos na área da saúde. E mostra São nesses casos que Num cenário em que a realidade por que é capaz de se manter, em quase as entidades de saúde têm brasileira prevê para os próximos anos um século, como entidade referência e de entrar com o potencial um aumento considerável da popula- modelo de administração hospitalar e máximo de gestão para ção idosa, há muito para se refletir em de confiança dos poderes públicos, da conseguir equilibrar esse termos de estrutura capaz de atender comunidade e de seus colaboradores. déficit em decorrência do essas pessoas que, pela própria necessi- cenário brasileiro de falta dade etária, precisam contar com hospi- de leitos, de Unidades tais humanizados para se tratar. de Pronto Atendimento e Governo, igreja e entidades de clas- Este é o último da série de artigos de hospitais estruturados se devem pensar, em médio e longo exclusivos, de autoria de padres camilianos, para atender pacientes com prazo, políticas de prevenção de doen- que o JS publicou por ocasião da CF 2012. dignidade. Entidades como ças e promoção da vida, uma vez que as Você pode conferir todos os textos a São Camilo acabam tendo enfermidades podem ser desencadeadas na internet. de cumprir aquilo que fora não somente pelas doenças crônicas ou Acesse http://bit.ly/artigosjs_cf2012

×