SlideShare a Scribd company logo
1 of 19
COMO INSTALAR O WORDPRESS

Neste artigo vou descrever sucintamente os passos necessários para instalar o wordpress num servidor
remoto com domínio próprio. Mas antes de passar-mos efectivamente para a fase de instalação temos
que fazer uma checklist do que precisamos ter:

       Acesso a um servidor web(ou via FTP ou shell)
   •
       Um servidor web com php e mysql disponíveis
   •
       Um editor de texto
   •
       Um cliente FTP, que vai servir para transferir os ficheiros de e para o servidor remoto.
   •
       Um browser para aceder ao nosso site
   •
       O software wordpress para instalar
   •

Se o plano de alojamento incluir os scripts Fantastico a instalação do wordpress será mais fácil. Com
3 cliques de rato podemos instalar e configurar um blogue baseado em software wordpress. O único
senão será a versão instalado do wordpress que poderá ser uma versão desactualizada e/ou a versão
inglesa, o que de qualquer forma implicará uma alteração manual para actualizar e localizar para
português.

1. Fazer o download do software wordpress

Como já foi referido num artigo anterior, o wordpress é um software FLOSS, ou seja, livre e de
código aberto. Para instalar o software no site temos que fazer o download da última versão. Podemos
fazer isso em www.wordpress.org para a versão inglesa ou em www.wordpress-pt.com para a versão
portuguesa. No site português existe outro manual ilustrado para a instalação do wordpress com uma
técnica diferente. Depois de completado o download vamos descompactar os ficheiros para uma pasta
do nosso pc.

2. Transferir e instalar um cliente FTP

O serviço de alojamento deve permitir acesso FTP(File Transfer Protocol) do pc local para o servidor
web. A aplicação utilizada para a transferência de ficheiros entre pc e servidor web é denominado de
cliente FTP. O cliente FTP que sugiro é Fillzilla, uma aplicação simples e gratuita e com versões para
Windows, Mac OSX e Linux. Depois de terminado o download, vamos executar o ficheiro para
proceder à instalação.

2.1. Instalação do Filezilla

As imagens que se seguem referem-se à instalação do FileZilla num computador com o Windows XP
como sistema operativo.
Depois de ler a licença e se concordar seleccionamos “I agree” para continuar. Nesta fase o FileZilla
está em inglês mas na utilização estará localizada para português.




Vamos dar acesso ao programa a todos os utilizadores do pc local. Carregar em “Next”
Podemos seleccionar todos componentes e depois “Next”.




Podemos deixar a pasta predefinida para o local de instalação e carregamos em “Next”.
Escolher a pasta onde instalar os atalhos no menu Iniciar e clicar em “Install” para proceder à
instalação completa do FileZilla.




Se chegaram aqui tudo correu bem e a instalação está completa.

2.2. Configuração do FileZilla

Finalizando a instalação vamos executar o FileZilla para proceder à sua configuração. A empresa que
contratamos o serviço de alojamento deverá ter enviado os dados para o acesso à nossa conta por
FTP. Como estes dados permitem o acesso ao painel de administração do site temos que ter o cuidado
de os guardar e não partilhar com ninguém. Na primeira hipótese devemos alterar a palavra-passe de
acesso para uma da nossa escolha.

Depois de executar o Filezilla vamos ver a sua apresentação pela primeira vez. Podemos definir 4
zonas.
Na zona 1, vemos o relatório de mensagens entre o servidor remoto e o computador local.

Na zona 2 temos um janela que representa a árvore de pastas e ficheiros locais, muito parecido com o
Explorador do Windows.

A zona 3 é idêntica à zona 2 mas as pastas e ficheiros são do servidor web remoto.

Na zona 4 temos a lista de transferência de ficheiros entre o pc local e servidor remoto web, ou vice
versa.




No menu Ficheiro->Gestor de Sites e com os dados de acesso vamos criar um atalho para aceder
remotamente ao nosso servidor web remoto. Os únicos campos que precisamos preencher agora são:
Anfitrião, Tipo de Servidor, Tipo de início de sessão, utilizador e palavra-passe. Podemos dar um
nome ao atalho que irá aparecer no lado esquerdo. No exemplo da imagem acima estão definidos dois
atalhos, o “demoura.eu” e “Novo sitio”. Carregamos em OK para fechar a janela.




Para aceder ao atalho, clicamos no primeiro ícone da barra de ferramentas(Ver imagem acima),
seleccionamos o atalho/sítio pretendido para estabelecer uma ligação com esse site.

3. Tranferir o software wordpress para o site

Depois de estabelecer uma ligação ao servidor remoto temos que escolher a localização/endereço do
blogue. No painel de administração do alojamento podemos definir qual a pasta a ser utilizada como
“Home” ou início do site, em regra é uma pasta chamada www ou public_html. Se pretendemos que
o blogue esteja na raiz do domínio, seleccionamos a pasta www na zona 3, se quiseremos instalar para
uma pasta diferente temos que criar esse local, neste exemplo vou querer o blogue em
www.iliquido.com/blog. Para isso preciso de criar uma pasta “blog” dentro da pasta www.




Para criar a pasta, selecciono primeiro a pasta raiz(neste caso www), com o botão do lado direito do
rato escolho a opção “Criar pasta”.




Irá aparecer uma pequena caixa de texto para introduzir-mos o nome da pasta, neste caso
“/www/blog/”. Atenção especial ao sentido do separador de pastas “/”, são diferentes das
normalmente utilizadas no Windows Explorer.




Depois de criada a pasta, clicamos duas vezes sobre a mesma para mudar-mos para ela, no endereço
remoto devemos ter “/www/blog/”. Na zona 2 devemos ter o endereço local apontar para a pasta onde
extrair-mos o wordpress. Seleccionamos todos os ficheiros na parte de baixo da zona 2(ver imagem
acima) e com o botão direito do rato, escolhemos a opção “Enviar”.




Na zona 4 podemos observar o estado da trasnferência e os ficheiros ainda pendentes para serem
enviados para o nosso site remoto. A transferência dos ficheiros poderá demorar alguns minutos.

4. Criar uma base de dados MySQL

Com o plano de alojamento podemos já ter uma base de dados MySQL associado à nossa conta ou é
possível criar através de um processo automático. Para criar uma base de dados manualmente temos
várias hipóteses:

       Através do phpMyAdmin
   •
       Através do CPanel/Plesk
   •
       Através de um cliente MySQL
   •

4.1 Criar uma base de dados através do phpMyAdmin

Para aceder ao phpMyAdmin temos que entrar no painel de administração do nosso site. As imagens
a seguir apresentadas terão como base o CPanel como painel de administração.




Depois de entrar no CPanel, na secção Databases temos acesso ao phpMyAdmin.
Se ao abrir o phpMyAdmin aparecer a informação “Sem privilégios” como ilustrado no rectângulo
vermelho da imagem em acima, vamos ter que criar a base de dados pelo CPanel(podemos passar
para a secção seguinte).




Se não houver falta de privilégios podemos criar a nossa base de dados. O nome que eu escolhi é
“wordpress”, como a imagem documenta, e clicamos em “Criar”
Escolhemos o separador “Privilégios” da parte de cima da janela - rectângulo n.º1. A cada base de
dados temos que associar um utilizador. Para criar um, vamos clicar “Acrescente um Utilizador” -
ver rectângulo n.º 2.




Na nova janela vamos preencher os seguintes campos: “Nome de Utilizador”, “Palavra-passe” e
“Confirma”. Neste exemplo escolhi como nome de utilizador - “wordpress”. Devem escolher nomes
e palavras-passe mais complexas que os exemplos que estou a dar. Tomem nota do nome e palavra-
passe escolhida porque serão necessários mais tarde.
Depois de criado o utilizador, vamos atribuir os privilégios ao mesmo. Clicamos novamente no
separador “Privilégios”, o nosso novo utilizador já aparece(ver imagem acima), e depois no ícone
mais à direita.




Na próxima janela, na secção “Privilégios especificos da Base de Dados”, escolhemos a nossa base
de dados “Wordpress” da caixa de combinação. A janela irá actualizar-se automaticamente.
Vamos escolher todos os privilégios e depois clicar “Executa” - ver imagem em baixo.




Para finalizar verificamos qual o nome do servidor onde está instalado a base de dados que criamos.
Geralmente será “LocalHost”. Ver rectângulo vermelho da imagem em baixo.

4.2 Criar uma base de dados através do CPanel

Os procedimentos a efectuar para criar uma base de dados no CPanel são praticamente os mesmos
que no caso do phpMyAdmin.
Acedemos à secção “Databases” do painel de administração e clicamos sobre “MySQL Databases”.




Na nova janela escrevemos o nome da base de dados na secção “Create New Databases” e depois
clicamos no botão em “Create Database”. As empresas de alojamento têm, por questões de segurança,
o costume de colocar o nosso nome de utilizador de acesso ao painel de administração como prefixo
do nome da base de dados. Por exemplo, se o seu nome de utilizador for “maria” então o nome do da
base de dados será “maria_wordpress. Tome atenção ao nome do sua base de dados assim que for
criado. Nas imagens o nome de utilizador do foi propositadamente apagado.
Depois de criada a base de dados com sucesso, o nome vai constar na secção “Current Databases” -
ver imagem acima.
Precisamos agora criar um utilizador e associar-lo à base de dados que criamos. Na Secção “Add
User”, escolhemos o “Username” e “Password” e clicamos no botão “Create User”. O nome do
utilizador terá também o mesmo prefixo automaticamente atribuído como no caso do nome da base de
dados.




Na secção “Add User To Database”, vamos associar o nosso utilizador à base de dados, escolhemos
ambos de caixas de combinação e depois clicamos “Submit”.
Na nova janela escolhemos todos os privilégios(”ALL PRIVILEGES”) e depois clicamos no botão
“Make Changes”.




Depois de efectuado todos os passos, a secção “Current Databases” terá o aspecto parecido como da
imagem acima.

4.3 Criar uma base de dados através de um cliente MySQL

Se tiver acesso “Shell” ao servidor e tiver privilégios de criar novas base de dados e utilizadores, se
estiver à vontade na linha de comandos pode seguir a sessão seguinte.
No exemplo anterior:

       adminusername será geralmente root ou outro com privilégios equivalentes
   •
       wordpress ou blog será um bom valor para databasename
   •
       wordpress é um bom valor para wordpressusername
   •
       Localhost será o nome de hostname. Se não tem a certeza comunique com o administrador de
   •
       sistemas ou com o suporte do alojamento.
       password deverá ser uma palavra-passe difícil de adivinhar com uma mistura de letras e
   •
       algarismos.

Anote databasename, wordpressusername, hostname e password.

5. Instalação do Wordpress

Chegando a esta fase já estamos preparados para finalmente instalar e começar a utilizar o Wordpress.
Num browser vamos abrir o site onde instalamos o wordpress. Seguindo os exemplos seria qualquer
coisa deste género http://www.nossodominio.com/blog ou se não foi criado nenhuma pasta será do
tipo http://www.nossodominio.com, se tudo estiver correcto deverá aparecer uma página idêntica à
imagem em baixo. Se houver algum erro verifique onde realmente instalou os ficheiros wordpress.




Como se pode ler na imagem acima, o ficheiro de configuração não foi encontrado. Este ficheiro
contém os dados de acesso à base de dados e é essencial para o uso do wordpress. Podemos alterar o
ficheiro manualmente e depois transferir-lo para o site ou seguir a interface web para criar-lo. Para
iniciar o processo clicamos em “criar um ficheiro wp-config.php através da interface web”.
Depois de lido as informações, vamos avançar.




Preenchemos os campos indicados. No caso do campo “Prefixo da Tabela” podemos deixar este valor
por defeito. Este campo existe no caso de queremos configurar outro blogue na mesma base de dados,
mas cada blogue terá que ter o seu endereço individual.
O sistema wordpress confirmou os dados introduzidos e podes executar a instalação.




Ainda antes de instalar o Wordpress precisamos de introduzir o nome do nosso blogue e um
endereço de email válido.




Depois de uma instalação do wordpress com sucesso, é-nos informado os dados para ter acesso ao
back-office do wordpress. Neste caso, o nome de utilizador é admin e a senha é 43dd47. Vamos
iniciar a sessão pelo endereço do blogue acrescentando wp-login.php, ou seja,
http://www.nossodominio.com/blog/wp-login.php




Introduzimos os dados pedidos para inicializar a sessão.




Já cá estamos dentro. Aquando da instalação do wordpress existe um artigo exemplo já publicado,
para verificar que o frontoffice está correcto abrirmos outra página com o endereço do blog
http://www.nossodominio.com/blog.

More Related Content

What's hot

Configurando banco de dados e ODBC - TOTVS Série 1 Manufatura
Configurando banco de dados e ODBC - TOTVS Série 1 ManufaturaConfigurando banco de dados e ODBC - TOTVS Série 1 Manufatura
Configurando banco de dados e ODBC - TOTVS Série 1 ManufaturaÉder Hernandes
 
Criando Sites Com CMS
Criando Sites Com CMSCriando Sites Com CMS
Criando Sites Com CMSClaudio Toldo
 
Tutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunelTutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunelManim Edições
 
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.3
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.3Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.3
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.3Luis Marcelo Zanlucki
 
Vps manager 2.0 documentação e intalação
Vps manager 2.0   documentação e intalaçãoVps manager 2.0   documentação e intalação
Vps manager 2.0 documentação e intalaçãoManim Edições
 
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPSTutorial de Administração de site em CMS XOOPS
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPSLuis Marcelo Zanlucki
 
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.2
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.2Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.2
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.2Luis Marcelo Zanlucki
 
Solução de rede ms workgroup
Solução de rede ms   workgroupSolução de rede ms   workgroup
Solução de rede ms workgroupJoão Dias
 
INTEROPERABILIDADE ENTRE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO HETEROGÊNEOS NA PRÁTICA – NO ...
INTEROPERABILIDADE ENTRE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO HETEROGÊNEOS NA PRÁTICA – NO ...INTEROPERABILIDADE ENTRE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO HETEROGÊNEOS NA PRÁTICA – NO ...
INTEROPERABILIDADE ENTRE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO HETEROGÊNEOS NA PRÁTICA – NO ...clesiojunior
 
Comandos basicos do ms dos
Comandos basicos do ms dosComandos basicos do ms dos
Comandos basicos do ms dosJoão Dias
 
Microsoft word linux-03-03-prefis moveis
Microsoft word   linux-03-03-prefis moveisMicrosoft word   linux-03-03-prefis moveis
Microsoft word linux-03-03-prefis moveisCarlos Melo
 
Manual Nuxeo DM 5.4.2 para os profissionais da infomação
Manual Nuxeo DM 5.4.2 para os profissionais da infomaçãoManual Nuxeo DM 5.4.2 para os profissionais da infomação
Manual Nuxeo DM 5.4.2 para os profissionais da infomaçãoSérgio Lampert
 
Invasão de servidor ftp
Invasão de servidor ftpInvasão de servidor ftp
Invasão de servidor ftpPraiero Oo
 
Windows 8 dual boot, Passo a passo
Windows 8 dual boot, Passo a passoWindows 8 dual boot, Passo a passo
Windows 8 dual boot, Passo a passoRobson dos Anjos
 
Como utilizar o dosbox
Como utilizar o dosboxComo utilizar o dosbox
Como utilizar o dosboxPaulo Nogueira
 

What's hot (20)

Configurando banco de dados e ODBC - TOTVS Série 1 Manufatura
Configurando banco de dados e ODBC - TOTVS Série 1 ManufaturaConfigurando banco de dados e ODBC - TOTVS Série 1 Manufatura
Configurando banco de dados e ODBC - TOTVS Série 1 Manufatura
 
Criando Sites Com CMS
Criando Sites Com CMSCriando Sites Com CMS
Criando Sites Com CMS
 
Tutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunelTutorial open vpn_setup ssh tunel
Tutorial open vpn_setup ssh tunel
 
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.3
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.3Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.3
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.3
 
Vps manager 2.0 documentação e intalação
Vps manager 2.0   documentação e intalaçãoVps manager 2.0   documentação e intalação
Vps manager 2.0 documentação e intalação
 
Fail overpfsense
Fail overpfsenseFail overpfsense
Fail overpfsense
 
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPSTutorial de Administração de site em CMS XOOPS
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS
 
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.2
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.2Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.2
Tutorial de Administração de site em CMS XOOPS ver.2
 
Solução de rede ms workgroup
Solução de rede ms   workgroupSolução de rede ms   workgroup
Solução de rede ms workgroup
 
INTEROPERABILIDADE ENTRE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO HETEROGÊNEOS NA PRÁTICA – NO ...
INTEROPERABILIDADE ENTRE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO HETEROGÊNEOS NA PRÁTICA – NO ...INTEROPERABILIDADE ENTRE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO HETEROGÊNEOS NA PRÁTICA – NO ...
INTEROPERABILIDADE ENTRE SISTEMAS DE INFORMAÇÃO HETEROGÊNEOS NA PRÁTICA – NO ...
 
Comandos basicos do ms dos
Comandos basicos do ms dosComandos basicos do ms dos
Comandos basicos do ms dos
 
Como Instalar o Joomla no micro
Como Instalar o Joomla no microComo Instalar o Joomla no micro
Como Instalar o Joomla no micro
 
Microsoft word linux-03-03-prefis moveis
Microsoft word   linux-03-03-prefis moveisMicrosoft word   linux-03-03-prefis moveis
Microsoft word linux-03-03-prefis moveis
 
Manual Nuxeo DM 5.4.2 para os profissionais da infomação
Manual Nuxeo DM 5.4.2 para os profissionais da infomaçãoManual Nuxeo DM 5.4.2 para os profissionais da infomação
Manual Nuxeo DM 5.4.2 para os profissionais da infomação
 
Comandos do dos
Comandos do dosComandos do dos
Comandos do dos
 
Web Performance Client Side
Web Performance Client SideWeb Performance Client Side
Web Performance Client Side
 
Invasão de servidor ftp
Invasão de servidor ftpInvasão de servidor ftp
Invasão de servidor ftp
 
Instalar Ocomon Ubuntu 2
Instalar Ocomon Ubuntu 2Instalar Ocomon Ubuntu 2
Instalar Ocomon Ubuntu 2
 
Windows 8 dual boot, Passo a passo
Windows 8 dual boot, Passo a passoWindows 8 dual boot, Passo a passo
Windows 8 dual boot, Passo a passo
 
Como utilizar o dosbox
Como utilizar o dosboxComo utilizar o dosbox
Como utilizar o dosbox
 

Viewers also liked

Viewers also liked (8)

Fulltext
FulltextFulltext
Fulltext
 
Php y mysql
Php y mysqlPhp y mysql
Php y mysql
 
Progettazione e sviluppo di applicazioni web 2.0 con PHP e Ajax
Progettazione e sviluppo di applicazioni web 2.0 con PHP e AjaxProgettazione e sviluppo di applicazioni web 2.0 con PHP e Ajax
Progettazione e sviluppo di applicazioni web 2.0 con PHP e Ajax
 
TAKING PHP SERIOUSLY - Keith Adams
TAKING PHP SERIOUSLY - Keith AdamsTAKING PHP SERIOUSLY - Keith Adams
TAKING PHP SERIOUSLY - Keith Adams
 
Drupal 7 : theming avanzato
Drupal 7 : theming avanzatoDrupal 7 : theming avanzato
Drupal 7 : theming avanzato
 
Introducción a PHP5
Introducción a PHP5Introducción a PHP5
Introducción a PHP5
 
PROGRAMA 5 S
PROGRAMA   5 SPROGRAMA   5 S
PROGRAMA 5 S
 
Aplicando SOLID com PHP7
Aplicando SOLID com PHP7Aplicando SOLID com PHP7
Aplicando SOLID com PHP7
 

Similar to Como Instalar O WordPress

Configurando aplicações em ambiente RedHat OpenShift através do Eclipse
Configurando aplicações em ambiente RedHat OpenShift através do EclipseConfigurando aplicações em ambiente RedHat OpenShift através do Eclipse
Configurando aplicações em ambiente RedHat OpenShift através do EclipseAlberlan Barros
 
Curso universidade WordPress - como instalar o wordpress no pc
Curso universidade WordPress -   como instalar o wordpress no pcCurso universidade WordPress -   como instalar o wordpress no pc
Curso universidade WordPress - como instalar o wordpress no pcuniversidadewordpress
 
Instalando e configurando o WordPress localmente
Instalando e configurando o WordPress localmenteInstalando e configurando o WordPress localmente
Instalando e configurando o WordPress localmenteHaste Design
 
Instalação e configuração apache Ubuntu Server
Instalação e configuração apache Ubuntu ServerInstalação e configuração apache Ubuntu Server
Instalação e configuração apache Ubuntu ServerAparicio Junior
 
Como criar um blog - Usando o wordpress no seu próprio domínio
Como criar um blog - Usando o wordpress no seu próprio domínioComo criar um blog - Usando o wordpress no seu próprio domínio
Como criar um blog - Usando o wordpress no seu próprio domínioBeto Tercette
 
Servidor - Criação de Domínios
Servidor - Criação de DomíniosServidor - Criação de Domínios
Servidor - Criação de Domíniosrphasaigg
 
Instalando o WordPress local em qualquer sistema operacional - Anyssa Ferreir...
Instalando o WordPress local em qualquer sistema operacional - Anyssa Ferreir...Instalando o WordPress local em qualquer sistema operacional - Anyssa Ferreir...
Instalando o WordPress local em qualquer sistema operacional - Anyssa Ferreir...Anyssa Ferreira
 
Tutorial servidor debian linux ocs invetory
Tutorial servidor debian linux ocs invetory Tutorial servidor debian linux ocs invetory
Tutorial servidor debian linux ocs invetory gigadrop
 
Seis passos para colocar um projeto local em um servidor próprio
Seis passos para colocar um projeto local em um servidor próprioSeis passos para colocar um projeto local em um servidor próprio
Seis passos para colocar um projeto local em um servidor próprioMarcos Antônio de Souza Silva
 
Instalação DSpace 4.x Windows
Instalação DSpace 4.x WindowsInstalação DSpace 4.x Windows
Instalação DSpace 4.x WindowsRodrigo De Jesus
 
Instalação DSpace 4.x Windows
Instalação DSpace 4.x WindowsInstalação DSpace 4.x Windows
Instalação DSpace 4.x WindowsRodrigo Prado
 
Instalação DSpace 3.x Windows e Linux
Instalação DSpace 3.x Windows e LinuxInstalação DSpace 3.x Windows e Linux
Instalação DSpace 3.x Windows e LinuxRodrigo Prado
 
Módulo 16 Instalação do DSpace 3.x Windows Linux
Módulo 16 Instalação do DSpace 3.x Windows LinuxMódulo 16 Instalação do DSpace 3.x Windows Linux
Módulo 16 Instalação do DSpace 3.x Windows LinuxRodrigo Prado
 

Similar to Como Instalar O WordPress (20)

Configurando aplicações em ambiente RedHat OpenShift através do Eclipse
Configurando aplicações em ambiente RedHat OpenShift através do EclipseConfigurando aplicações em ambiente RedHat OpenShift através do Eclipse
Configurando aplicações em ambiente RedHat OpenShift através do Eclipse
 
Apache no linux
Apache no linuxApache no linux
Apache no linux
 
Curso universidade WordPress - como instalar o wordpress no pc
Curso universidade WordPress -   como instalar o wordpress no pcCurso universidade WordPress -   como instalar o wordpress no pc
Curso universidade WordPress - como instalar o wordpress no pc
 
Instalando e configurando o WordPress localmente
Instalando e configurando o WordPress localmenteInstalando e configurando o WordPress localmente
Instalando e configurando o WordPress localmente
 
Dreamweaver cs5
Dreamweaver cs5Dreamweaver cs5
Dreamweaver cs5
 
Dreamweaver m18
Dreamweaver m18Dreamweaver m18
Dreamweaver m18
 
Instalação e configuração apache Ubuntu Server
Instalação e configuração apache Ubuntu ServerInstalação e configuração apache Ubuntu Server
Instalação e configuração apache Ubuntu Server
 
Como criar um blog - Usando o wordpress no seu próprio domínio
Como criar um blog - Usando o wordpress no seu próprio domínioComo criar um blog - Usando o wordpress no seu próprio domínio
Como criar um blog - Usando o wordpress no seu próprio domínio
 
Servidor - Criação de Domínios
Servidor - Criação de DomíniosServidor - Criação de Domínios
Servidor - Criação de Domínios
 
Criarblognowordpress
CriarblognowordpressCriarblognowordpress
Criarblognowordpress
 
Instalando o WordPress local em qualquer sistema operacional - Anyssa Ferreir...
Instalando o WordPress local em qualquer sistema operacional - Anyssa Ferreir...Instalando o WordPress local em qualquer sistema operacional - Anyssa Ferreir...
Instalando o WordPress local em qualquer sistema operacional - Anyssa Ferreir...
 
Crud
CrudCrud
Crud
 
Tutorial servidor debian linux ocs invetory
Tutorial servidor debian linux ocs invetory Tutorial servidor debian linux ocs invetory
Tutorial servidor debian linux ocs invetory
 
Seis passos para colocar um projeto local em um servidor próprio
Seis passos para colocar um projeto local em um servidor próprioSeis passos para colocar um projeto local em um servidor próprio
Seis passos para colocar um projeto local em um servidor próprio
 
Instalação DSpace 4.x Windows
Instalação DSpace 4.x WindowsInstalação DSpace 4.x Windows
Instalação DSpace 4.x Windows
 
Instalação DSpace 4.x Windows
Instalação DSpace 4.x WindowsInstalação DSpace 4.x Windows
Instalação DSpace 4.x Windows
 
Instalação DSpace 3.x Windows e Linux
Instalação DSpace 3.x Windows e LinuxInstalação DSpace 3.x Windows e Linux
Instalação DSpace 3.x Windows e Linux
 
Módulo 16 Instalação do DSpace 3.x Windows Linux
Módulo 16 Instalação do DSpace 3.x Windows LinuxMódulo 16 Instalação do DSpace 3.x Windows Linux
Módulo 16 Instalação do DSpace 3.x Windows Linux
 
Dream 04
Dream 04Dream 04
Dream 04
 
Dream 04
Dream 04Dream 04
Dream 04
 

More from mauricio souza

Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallasAssociação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallasmauricio souza
 
Empresa plantas carnivoras
Empresa plantas carnivorasEmpresa plantas carnivoras
Empresa plantas carnivorasmauricio souza
 
Política de saúde no brasil
Política de saúde no brasilPolítica de saúde no brasil
Política de saúde no brasilmauricio souza
 
Portugues Ao Alcance De Todos
Portugues  Ao  Alcance De  TodosPortugues  Ao  Alcance De  Todos
Portugues Ao Alcance De Todosmauricio souza
 
Apostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico ConcursoApostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico Concursomauricio souza
 
Dicas de Segurança na Internet
Dicas de Segurança na InternetDicas de Segurança na Internet
Dicas de Segurança na Internetmauricio souza
 
Cap 01 Etica E Humanizacao
Cap 01 Etica E HumanizacaoCap 01 Etica E Humanizacao
Cap 01 Etica E Humanizacaomauricio souza
 
Instalar Wordpress Awardspace
Instalar Wordpress AwardspaceInstalar Wordpress Awardspace
Instalar Wordpress Awardspacemauricio souza
 
Tutorial Completo Wordpress
Tutorial Completo WordpressTutorial Completo Wordpress
Tutorial Completo Wordpressmauricio souza
 
Tutorial Wp5 WordPress
Tutorial Wp5 WordPressTutorial Wp5 WordPress
Tutorial Wp5 WordPressmauricio souza
 
Tutorial Wp2 WordPress
Tutorial Wp2 WordPressTutorial Wp2 WordPress
Tutorial Wp2 WordPressmauricio souza
 
Tutorial WordPress.com
Tutorial WordPress.comTutorial WordPress.com
Tutorial WordPress.commauricio souza
 

More from mauricio souza (19)

Associação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallasAssociação mumbai dabbawallas
Associação mumbai dabbawallas
 
Empresa plantas carnivoras
Empresa plantas carnivorasEmpresa plantas carnivoras
Empresa plantas carnivoras
 
Liderança
LiderançaLiderança
Liderança
 
Política de saúde no brasil
Política de saúde no brasilPolítica de saúde no brasil
Política de saúde no brasil
 
Portugues Ao Alcance De Todos
Portugues  Ao  Alcance De  TodosPortugues  Ao  Alcance De  Todos
Portugues Ao Alcance De Todos
 
Apostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico ConcursoApostila De Portugues Especifico Concurso
Apostila De Portugues Especifico Concurso
 
Firewall
FirewallFirewall
Firewall
 
Dicas de Segurança na Internet
Dicas de Segurança na InternetDicas de Segurança na Internet
Dicas de Segurança na Internet
 
Cap 01 Etica E Humanizacao
Cap 01 Etica E HumanizacaoCap 01 Etica E Humanizacao
Cap 01 Etica E Humanizacao
 
Instalar Wordpress Awardspace
Instalar Wordpress AwardspaceInstalar Wordpress Awardspace
Instalar Wordpress Awardspace
 
Tutorial Completo Wordpress
Tutorial Completo WordpressTutorial Completo Wordpress
Tutorial Completo Wordpress
 
Tutorial Wp5 WordPress
Tutorial Wp5 WordPressTutorial Wp5 WordPress
Tutorial Wp5 WordPress
 
Tutorial Wp2 WordPress
Tutorial Wp2 WordPressTutorial Wp2 WordPress
Tutorial Wp2 WordPress
 
Tutorial WordPress.com
Tutorial WordPress.comTutorial WordPress.com
Tutorial WordPress.com
 
Manual Wp4 WordPress
Manual Wp4 WordPressManual Wp4 WordPress
Manual Wp4 WordPress
 
Manual Wordpress 2
Manual Wordpress 2Manual Wordpress 2
Manual Wordpress 2
 
Manual Wp3 WordPress
Manual Wp3 WordPressManual Wp3 WordPress
Manual Wp3 WordPress
 
Manual Wordpress
Manual WordpressManual Wordpress
Manual Wordpress
 
Wordpress Basico
Wordpress BasicoWordpress Basico
Wordpress Basico
 

Recently uploaded

BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024GleyceMoreiraXWeslle
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdfCarlosRodrigues832670
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveaulasgege
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoSilvaDias3
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfaulasgege
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosAntnyoAllysson
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptAlineSilvaPotuk
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfAnaGonalves804156
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxDeyvidBriel
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptxErivaldoLima15
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira partecoletivoddois
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfIedaGoethe
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfIedaGoethe
 

Recently uploaded (20)

BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
Apresentação sobre o Combate a Dengue 2024
 
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdforganizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
organizaao-do-clube-de-lideres-ctd-aamar_compress.pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chaveAula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
Aula - 2º Ano - Cultura e Sociedade - Conceitos-chave
 
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basicoPRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
PRIMEIRO---RCP - DEA - BLS estudos - basico
 
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdfCultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
Cultura e Sociedade - Texto de Apoio.pdf
 
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteirosBingo da potenciação e radiciação de números inteiros
Bingo da potenciação e radiciação de números inteiros
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.pptTREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
TREINAMENTO - BOAS PRATICAS DE HIGIENE NA COZINHA.ppt
 
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdfPPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
PPT _ Módulo 3_Direito Comercial_2023_2024.pdf
 
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptxÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
ÁREA DE FIGURAS PLANAS - DESCRITOR DE MATEMATICA D12 ENSINO MEDIO.pptx
 
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
6°ano Uso de pontuação e acentuação.pptx
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parteDança Contemporânea na arte da dança primeira parte
Dança Contemporânea na arte da dança primeira parte
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdfCurrículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
Currículo escolar na perspectiva da educação inclusiva.pdf
 
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdfDIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
DIA DO INDIO - FLIPBOOK PARA IMPRIMIR.pdf
 

Como Instalar O WordPress

  • 1. COMO INSTALAR O WORDPRESS Neste artigo vou descrever sucintamente os passos necessários para instalar o wordpress num servidor remoto com domínio próprio. Mas antes de passar-mos efectivamente para a fase de instalação temos que fazer uma checklist do que precisamos ter: Acesso a um servidor web(ou via FTP ou shell) • Um servidor web com php e mysql disponíveis • Um editor de texto • Um cliente FTP, que vai servir para transferir os ficheiros de e para o servidor remoto. • Um browser para aceder ao nosso site • O software wordpress para instalar • Se o plano de alojamento incluir os scripts Fantastico a instalação do wordpress será mais fácil. Com 3 cliques de rato podemos instalar e configurar um blogue baseado em software wordpress. O único senão será a versão instalado do wordpress que poderá ser uma versão desactualizada e/ou a versão inglesa, o que de qualquer forma implicará uma alteração manual para actualizar e localizar para português. 1. Fazer o download do software wordpress Como já foi referido num artigo anterior, o wordpress é um software FLOSS, ou seja, livre e de código aberto. Para instalar o software no site temos que fazer o download da última versão. Podemos fazer isso em www.wordpress.org para a versão inglesa ou em www.wordpress-pt.com para a versão portuguesa. No site português existe outro manual ilustrado para a instalação do wordpress com uma técnica diferente. Depois de completado o download vamos descompactar os ficheiros para uma pasta do nosso pc. 2. Transferir e instalar um cliente FTP O serviço de alojamento deve permitir acesso FTP(File Transfer Protocol) do pc local para o servidor web. A aplicação utilizada para a transferência de ficheiros entre pc e servidor web é denominado de cliente FTP. O cliente FTP que sugiro é Fillzilla, uma aplicação simples e gratuita e com versões para Windows, Mac OSX e Linux. Depois de terminado o download, vamos executar o ficheiro para proceder à instalação. 2.1. Instalação do Filezilla As imagens que se seguem referem-se à instalação do FileZilla num computador com o Windows XP como sistema operativo.
  • 2. Depois de ler a licença e se concordar seleccionamos “I agree” para continuar. Nesta fase o FileZilla está em inglês mas na utilização estará localizada para português. Vamos dar acesso ao programa a todos os utilizadores do pc local. Carregar em “Next”
  • 3. Podemos seleccionar todos componentes e depois “Next”. Podemos deixar a pasta predefinida para o local de instalação e carregamos em “Next”.
  • 4. Escolher a pasta onde instalar os atalhos no menu Iniciar e clicar em “Install” para proceder à instalação completa do FileZilla. Se chegaram aqui tudo correu bem e a instalação está completa. 2.2. Configuração do FileZilla Finalizando a instalação vamos executar o FileZilla para proceder à sua configuração. A empresa que contratamos o serviço de alojamento deverá ter enviado os dados para o acesso à nossa conta por FTP. Como estes dados permitem o acesso ao painel de administração do site temos que ter o cuidado de os guardar e não partilhar com ninguém. Na primeira hipótese devemos alterar a palavra-passe de acesso para uma da nossa escolha. Depois de executar o Filezilla vamos ver a sua apresentação pela primeira vez. Podemos definir 4 zonas.
  • 5. Na zona 1, vemos o relatório de mensagens entre o servidor remoto e o computador local. Na zona 2 temos um janela que representa a árvore de pastas e ficheiros locais, muito parecido com o Explorador do Windows. A zona 3 é idêntica à zona 2 mas as pastas e ficheiros são do servidor web remoto. Na zona 4 temos a lista de transferência de ficheiros entre o pc local e servidor remoto web, ou vice versa. No menu Ficheiro->Gestor de Sites e com os dados de acesso vamos criar um atalho para aceder remotamente ao nosso servidor web remoto. Os únicos campos que precisamos preencher agora são: Anfitrião, Tipo de Servidor, Tipo de início de sessão, utilizador e palavra-passe. Podemos dar um nome ao atalho que irá aparecer no lado esquerdo. No exemplo da imagem acima estão definidos dois atalhos, o “demoura.eu” e “Novo sitio”. Carregamos em OK para fechar a janela. Para aceder ao atalho, clicamos no primeiro ícone da barra de ferramentas(Ver imagem acima), seleccionamos o atalho/sítio pretendido para estabelecer uma ligação com esse site. 3. Tranferir o software wordpress para o site Depois de estabelecer uma ligação ao servidor remoto temos que escolher a localização/endereço do blogue. No painel de administração do alojamento podemos definir qual a pasta a ser utilizada como “Home” ou início do site, em regra é uma pasta chamada www ou public_html. Se pretendemos que o blogue esteja na raiz do domínio, seleccionamos a pasta www na zona 3, se quiseremos instalar para
  • 6. uma pasta diferente temos que criar esse local, neste exemplo vou querer o blogue em www.iliquido.com/blog. Para isso preciso de criar uma pasta “blog” dentro da pasta www. Para criar a pasta, selecciono primeiro a pasta raiz(neste caso www), com o botão do lado direito do rato escolho a opção “Criar pasta”. Irá aparecer uma pequena caixa de texto para introduzir-mos o nome da pasta, neste caso “/www/blog/”. Atenção especial ao sentido do separador de pastas “/”, são diferentes das normalmente utilizadas no Windows Explorer. Depois de criada a pasta, clicamos duas vezes sobre a mesma para mudar-mos para ela, no endereço remoto devemos ter “/www/blog/”. Na zona 2 devemos ter o endereço local apontar para a pasta onde
  • 7. extrair-mos o wordpress. Seleccionamos todos os ficheiros na parte de baixo da zona 2(ver imagem acima) e com o botão direito do rato, escolhemos a opção “Enviar”. Na zona 4 podemos observar o estado da trasnferência e os ficheiros ainda pendentes para serem enviados para o nosso site remoto. A transferência dos ficheiros poderá demorar alguns minutos. 4. Criar uma base de dados MySQL Com o plano de alojamento podemos já ter uma base de dados MySQL associado à nossa conta ou é possível criar através de um processo automático. Para criar uma base de dados manualmente temos várias hipóteses: Através do phpMyAdmin • Através do CPanel/Plesk • Através de um cliente MySQL • 4.1 Criar uma base de dados através do phpMyAdmin Para aceder ao phpMyAdmin temos que entrar no painel de administração do nosso site. As imagens a seguir apresentadas terão como base o CPanel como painel de administração. Depois de entrar no CPanel, na secção Databases temos acesso ao phpMyAdmin.
  • 8. Se ao abrir o phpMyAdmin aparecer a informação “Sem privilégios” como ilustrado no rectângulo vermelho da imagem em acima, vamos ter que criar a base de dados pelo CPanel(podemos passar para a secção seguinte). Se não houver falta de privilégios podemos criar a nossa base de dados. O nome que eu escolhi é “wordpress”, como a imagem documenta, e clicamos em “Criar”
  • 9. Escolhemos o separador “Privilégios” da parte de cima da janela - rectângulo n.º1. A cada base de dados temos que associar um utilizador. Para criar um, vamos clicar “Acrescente um Utilizador” - ver rectângulo n.º 2. Na nova janela vamos preencher os seguintes campos: “Nome de Utilizador”, “Palavra-passe” e “Confirma”. Neste exemplo escolhi como nome de utilizador - “wordpress”. Devem escolher nomes e palavras-passe mais complexas que os exemplos que estou a dar. Tomem nota do nome e palavra- passe escolhida porque serão necessários mais tarde.
  • 10. Depois de criado o utilizador, vamos atribuir os privilégios ao mesmo. Clicamos novamente no separador “Privilégios”, o nosso novo utilizador já aparece(ver imagem acima), e depois no ícone mais à direita. Na próxima janela, na secção “Privilégios especificos da Base de Dados”, escolhemos a nossa base de dados “Wordpress” da caixa de combinação. A janela irá actualizar-se automaticamente.
  • 11. Vamos escolher todos os privilégios e depois clicar “Executa” - ver imagem em baixo. Para finalizar verificamos qual o nome do servidor onde está instalado a base de dados que criamos. Geralmente será “LocalHost”. Ver rectângulo vermelho da imagem em baixo. 4.2 Criar uma base de dados através do CPanel Os procedimentos a efectuar para criar uma base de dados no CPanel são praticamente os mesmos que no caso do phpMyAdmin.
  • 12. Acedemos à secção “Databases” do painel de administração e clicamos sobre “MySQL Databases”. Na nova janela escrevemos o nome da base de dados na secção “Create New Databases” e depois clicamos no botão em “Create Database”. As empresas de alojamento têm, por questões de segurança, o costume de colocar o nosso nome de utilizador de acesso ao painel de administração como prefixo do nome da base de dados. Por exemplo, se o seu nome de utilizador for “maria” então o nome do da base de dados será “maria_wordpress. Tome atenção ao nome do sua base de dados assim que for criado. Nas imagens o nome de utilizador do foi propositadamente apagado.
  • 13. Depois de criada a base de dados com sucesso, o nome vai constar na secção “Current Databases” - ver imagem acima.
  • 14. Precisamos agora criar um utilizador e associar-lo à base de dados que criamos. Na Secção “Add User”, escolhemos o “Username” e “Password” e clicamos no botão “Create User”. O nome do utilizador terá também o mesmo prefixo automaticamente atribuído como no caso do nome da base de dados. Na secção “Add User To Database”, vamos associar o nosso utilizador à base de dados, escolhemos ambos de caixas de combinação e depois clicamos “Submit”.
  • 15. Na nova janela escolhemos todos os privilégios(”ALL PRIVILEGES”) e depois clicamos no botão “Make Changes”. Depois de efectuado todos os passos, a secção “Current Databases” terá o aspecto parecido como da imagem acima. 4.3 Criar uma base de dados através de um cliente MySQL Se tiver acesso “Shell” ao servidor e tiver privilégios de criar novas base de dados e utilizadores, se estiver à vontade na linha de comandos pode seguir a sessão seguinte.
  • 16. No exemplo anterior: adminusername será geralmente root ou outro com privilégios equivalentes • wordpress ou blog será um bom valor para databasename • wordpress é um bom valor para wordpressusername • Localhost será o nome de hostname. Se não tem a certeza comunique com o administrador de • sistemas ou com o suporte do alojamento. password deverá ser uma palavra-passe difícil de adivinhar com uma mistura de letras e • algarismos. Anote databasename, wordpressusername, hostname e password. 5. Instalação do Wordpress Chegando a esta fase já estamos preparados para finalmente instalar e começar a utilizar o Wordpress. Num browser vamos abrir o site onde instalamos o wordpress. Seguindo os exemplos seria qualquer coisa deste género http://www.nossodominio.com/blog ou se não foi criado nenhuma pasta será do tipo http://www.nossodominio.com, se tudo estiver correcto deverá aparecer uma página idêntica à imagem em baixo. Se houver algum erro verifique onde realmente instalou os ficheiros wordpress. Como se pode ler na imagem acima, o ficheiro de configuração não foi encontrado. Este ficheiro contém os dados de acesso à base de dados e é essencial para o uso do wordpress. Podemos alterar o ficheiro manualmente e depois transferir-lo para o site ou seguir a interface web para criar-lo. Para iniciar o processo clicamos em “criar um ficheiro wp-config.php através da interface web”.
  • 17. Depois de lido as informações, vamos avançar. Preenchemos os campos indicados. No caso do campo “Prefixo da Tabela” podemos deixar este valor por defeito. Este campo existe no caso de queremos configurar outro blogue na mesma base de dados, mas cada blogue terá que ter o seu endereço individual.
  • 18. O sistema wordpress confirmou os dados introduzidos e podes executar a instalação. Ainda antes de instalar o Wordpress precisamos de introduzir o nome do nosso blogue e um endereço de email válido. Depois de uma instalação do wordpress com sucesso, é-nos informado os dados para ter acesso ao back-office do wordpress. Neste caso, o nome de utilizador é admin e a senha é 43dd47. Vamos
  • 19. iniciar a sessão pelo endereço do blogue acrescentando wp-login.php, ou seja, http://www.nossodominio.com/blog/wp-login.php Introduzimos os dados pedidos para inicializar a sessão. Já cá estamos dentro. Aquando da instalação do wordpress existe um artigo exemplo já publicado, para verificar que o frontoffice está correcto abrirmos outra página com o endereço do blog http://www.nossodominio.com/blog.