Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
E.B. 2,3 de Campo de Besteiros 2007/2008
Trabalho realizado por: ~ Elisabete  Figueiredo  Nº 6   ~Guilherme Santinha  Nº 12   ~Rafael Andrade  Nº 18   ~Rodolfo Ben...
D. Afonso Henriques era  filho  de Henrique de Borgonha, Conde de Portucale e da Infanta  D. Teresa de Leão. Há  quem   de...
Em 1120, Afonso tomou uma posição política oposta à da mãe (que apoiava o partido dos Travas), sob a direcção do arcebispo...
Restabelecida a paz, voltaram ao condado. Entretanto, novos incidentes provocaram a invasão do Condado Portucalense por Af...
<ul><li>Foi nestas circunstâncias que se travou a batalha, da  </li></ul><ul><li>qual o conde de Trava saiu derrotado, sen...
<ul><li>Vencida a batalha, Afonso Henriques assumiu  </li></ul><ul><li>claramente o governo do condado, com o objectivo  <...
<ul><ul><li>por outro, na negociação com a Santa Sé, no </li></ul></ul><ul><ul><li>sentido de ver reconhecida a independên...
<ul><li>Dentro deste espírito, fundou o mosteiro de Santa </li></ul><ul><li>Cruz de Coimbra (1131), propiciando assim a re...
Territ ório cristão  Territ ório conquistado por  D. Afonso Henriques Territ ório muçulmano                        
<ul><li>Em Cerneja, em 1137, D. Afonso Henriques venceu os  </li></ul><ul><li>Leoneses e, em Ourique, na famosa batalha co...
<ul><li>Em 1143 D. Afonso Henriques prestou vassalagem à  </li></ul><ul><li>Santa Sé e, nesse mesmo ano, na reunião de Zam...
  Territ ório muçulmano Territ ório cristão  Territ ório conquistado por D.Afonso Henriques
<ul><li>Tomaria ainda Almada e Palmela,  </li></ul><ul><li>que se entregaram sem luta, conquistando </li></ul><ul><li>post...
D. Afonso Henriques morreu em 1185, deixando a seu filho, D. Sancho I, um território perfeitamente  definido e independent...
<ul><li>Moral da História   </li></ul><ul><li>Portugal não seria Portugal, se D. Afonso Henriques  </li></ul><ul><li>fosse...
                                                                                                                          ...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Afonso Henriques

3,535 views

Published on

Afonso, rei, História, 7.º Ano

Published in: Education, Travel, Sports
  • Be the first to comment

Afonso Henriques

  1. 1. E.B. 2,3 de Campo de Besteiros 2007/2008
  2. 2. Trabalho realizado por: ~ Elisabete Figueiredo Nº 6 ~Guilherme Santinha Nº 12 ~Rafael Andrade Nº 18 ~Rodolfo Bento Nº 20 7º B
  3. 3. D. Afonso Henriques era filho de Henrique de Borgonha, Conde de Portucale e da Infanta D. Teresa de Leão. Há quem defenda que era filho de Egas Moniz. Terá nascido em Agosto de 1109 em Viseu. Tradicionalmente, acredita-se que terá nascido e sido criado em Guimarães, onde viveu até 1128 .
  4. 4. Em 1120, Afonso tomou uma posição política oposta à da mãe (que apoiava o partido dos Travas), sob a direcção do arcebispo de Braga. Este, forçado a emigrar, levou consigo o infante que em 1122 se armou cavaleiro.
  5. 5. Restabelecida a paz, voltaram ao condado. Entretanto, novos incidentes provocaram a invasão do Condado Portucalense por Afonso VII de Castela que, em 1127, cercou Guimarães, onde se encontrava Afonso Henriques. Sendo-lhe prometida a lealdade deste pelo seu aio Egas Moniz, Afonso VII desistiu de conquistar a cidade .
  6. 6. <ul><li>Foi nestas circunstâncias que se travou a batalha, da </li></ul><ul><li>qual o conde de Trava saiu derrotado, sendo D.Teresa </li></ul><ul><li>exilada para a Galiza, onde viria a morrer em 1130. </li></ul><ul><li>A batalha foi decisiva e quem venceu foram </li></ul><ul><li>sobretudo os barões portucalenses que rejeitavam a </li></ul><ul><li>influência dos Travas no condado, e manifestavam a </li></ul><ul><li>sua opção por D. Afonso Henriques como seu chefe. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Vencida a batalha, Afonso Henriques assumiu </li></ul><ul><li>claramente o governo do condado, com o objectivo </li></ul><ul><li>claro de lhe firmar a independência. Para tal, definiu </li></ul><ul><li>uma dupla política baseada, por um lado, na defesa do </li></ul><ul><li>seu condado contra Leão e Castela (a norte e a leste) </li></ul><ul><li>e contra os mouros (a sul); </li></ul>
  8. 8. <ul><ul><li>por outro, na negociação com a Santa Sé, no </li></ul></ul><ul><ul><li>sentido de ver reconhecida a independência do </li></ul></ul><ul><ul><li>seu reino e de conseguir também a autonomia </li></ul></ul><ul><ul><li>plena da Igreja Portuguesa. </li></ul></ul>
  9. 9. <ul><li>Dentro deste espírito, fundou o mosteiro de Santa </li></ul><ul><li>Cruz de Coimbra (1131), propiciando assim a reunião </li></ul><ul><li>das dioceses portuguesas à metrópole de Braga, e </li></ul><ul><li>mandou erigir numerosos castelos fronteiriços, </li></ul><ul><li>datando de 1135 a fundação do castelo de Leiria, um </li></ul><ul><li>dos pontos estratégicos para o desenvolvimento da </li></ul><ul><li>Reconquista. </li></ul>
  10. 10. Territ ório cristão Territ ório conquistado por D. Afonso Henriques Territ ório muçulmano                        
  11. 11. <ul><li>Em Cerneja, em 1137, D. Afonso Henriques venceu os </li></ul><ul><li>Leoneses e, em Ourique, na famosa batalha com o </li></ul><ul><li>mesmo nome, a 25 de Julho de 1139, derrotou os </li></ul><ul><li>mouros, passando então a intitular-se rei. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Em 1143 D. Afonso Henriques prestou vassalagem à </li></ul><ul><li>Santa Sé e, nesse mesmo ano, na reunião de Zamora, </li></ul><ul><li>D. Afonso VII de Leão reconheceu a realeza de D. </li></ul><ul><li>Afonso Henriques. Porém, só em 1179, com a bula </li></ul><ul><li>Manifestis Probatum, o papa Alexandre III designou </li></ul><ul><li>D. Afonso Henriques como rei, concedendo-lhe </li></ul><ul><li>também o direito de conquistar territórios aos </li></ul><ul><li>mouros, e possibilitando-lhe deste modo o </li></ul><ul><li>alargamento do seu território. </li></ul>
  13. 13. Territ ório muçulmano Territ ório cristão Territ ório conquistado por D.Afonso Henriques
  14. 14. <ul><li>Tomaria ainda Almada e Palmela, </li></ul><ul><li>que se entregaram sem luta, conquistando </li></ul><ul><li>posteriormente, em 1159, Évora e Beja, que </li></ul><ul><li>perderia pouco depois a favor dos mouros. A </li></ul><ul><li>reconquista de Beja foi de novo possível em </li></ul><ul><li>1162, reocupando-se também Évora, com a </li></ul><ul><li>ajuda de Geraldo Sem-Pavor, cidade que </li></ul><ul><li>também voltaria a perder. </li></ul>
  15. 15. D. Afonso Henriques morreu em 1185, deixando a seu filho, D. Sancho I, um território perfeitamente definido e independente: não apenas um condado, mas já assim, um verdadeiro reino. Territ ório cristão Territ ório conquistado por D. Afonso Henriques Territ ório muçulmano
  16. 16. <ul><li>Moral da História </li></ul><ul><li>Portugal não seria Portugal, se D. Afonso Henriques </li></ul><ul><li>fosse mais um &quot;velho do Restelo&quot; (expressão que viria </li></ul><ul><li>a ganhar significado 300 anos mais tarde), daqueles </li></ul><ul><li>que entram numa de &quot;Ai, mãe é mãe </li></ul><ul><li>independentemente de tudo o que fizer&quot; ! </li></ul><ul><li>O facto é que quem quer ser alguém nesta vida, tem </li></ul><ul><li>de seguir os bons exemplos de quem chegou lá e não </li></ul><ul><li>os fracos exemplos de quem não só não fez, como </li></ul><ul><li>também não queria deixar fazer... </li></ul><ul><li>...Por isso... ...Sigam este conselho... </li></ul>
  17. 17.                                                                                                                                                                                                                         

×