Aula plantas

14,529 views

Published on

Aula de Organologia Vegetal

Published in: Education, Technology, Business
  • Be the first to comment

Aula plantas

  1. 1. REINO PLANTAE
  2. 2. musgo samambaia angiosperma Gimnosperma
  3. 3. PLANTAS <ul><li>Organismos EUCARIONTES, CLOROFILADOS E AUTOTRÓFICOS </li></ul><ul><li>Apresentam tecidos e órgãos </li></ul>
  4. 4. BRIÓFITAS
  5. 5. PTERIDÓFITAS
  6. 6. GIMNOSPERMAS
  7. 7. ANGIOSPERMAS
  8. 9. <ul><li>ÓRGÃOS VEGETATIVOS: </li></ul><ul><li>RAIZ </li></ul><ul><li>CAULE </li></ul><ul><li>FOLHAS </li></ul><ul><li>ÓRGÃOS REPRODUTIVOS: </li></ul><ul><li>FLOR </li></ul><ul><li>FRUTO </li></ul><ul><li>SEMENTE </li></ul>ORGANOLOGIA VEGETAL
  9. 11. Raiz, Caule e Folha <ul><li>Raiz: </li></ul><ul><li>órgão geralmente aclorofilado e subterrâneo. </li></ul><ul><li>Funções: </li></ul><ul><li>Fixação ao meio </li></ul><ul><li>Absorção de água e sais minerais </li></ul><ul><li>Condução </li></ul><ul><li>Acúmulo de reservas </li></ul>
  10. 12. MORFOLOGIA EXTERNA ÁPICE BASE COIFA - PROTEÇÃO. ZONA LISA -CRESCIMENTO (MERISTEMAS) ZONA PILÍFERA - ABSORÇÃO ZONA SUBEROSA - FIXAÇÃO RADICELAS COLO OU COLETO - TRANSIÇÃO
  11. 13. TIPOS DE RAÍZES MONOCOTILEDÔNEAS RAÍZ FASCICULADA ( não tem eixo principal ex. milho, cana-de-açúcar)
  12. 14. TIPOS DE RAÍZES DICOTILEDÔNEAS RAÍZ AXIAL OU PIVOTANTE ( eixo principal bem desenvolvido + gimnospermas)
  13. 16. TIPOS DE RAÍZES RAÍZES MODIFICADAS ARMAZENAM NUTRIENTES NA FORMA DE AMIDO
  14. 17. TIPOS DE RAÍZES RAÍZES MODIFICADAS RAIZ TABULAR ASPECTO DE TÁBUAS = SUSTENTAÇÃO
  15. 18. TIPOS DE RAÍZES RAÍZES MODIFICADAS RAÍZES ESCORAS PNEUMATÓFOROS
  16. 19. TIPOS DE RAÍZES RAÍZES MODIFICADAS Raiz estrangulante – Mata-Pau. mata, mas não parasita
  17. 20. TIPOS DE RAÍZES RAÍZES MODIFICADAS <ul><li>RAIZ SUGADORA </li></ul><ul><li>c/ apreensório (fixação) e haustórios (penetram na planta hospedeira até atingir os vasos condutores) </li></ul>CÍPÓ-CHUMBO = Ñ REALIZAM FOTOSSÍNTESE ERVA-DE-PASSARINHO = SEIVA BRUTA (REALIZAM)
  18. 21. TIPOS DE RAÍZES RAÍZES MODIFICADAS PARÊNQUIMA AERÍFERO DESENVOLVIDO E COIFA DUPLA
  19. 22. TIPOS DE RAÍZES RAÍZES MODIFICADAS RAIZ GRAMPIFORME
  20. 23. TIPOS DE RAÍZES RAÍZES MODIFICADAS RAIZ CINTURA OU VELAME = aéreas verdadeiras Plantas epífitas, vivem sobre outras mas não parasitam
  21. 24. CAULES <ul><li>Caule: </li></ul><ul><li>Órgão aéreo que cresce perpendicularmente ao solo </li></ul><ul><li>Função: </li></ul><ul><li>Suporte e sustentação </li></ul><ul><li>Condução </li></ul><ul><li>Fotossíntese, qdo verde </li></ul>
  22. 25. TIPOS DE CAULES CAULES AÉREOS <ul><li>caule herbáceo - tecido flexível e com acúmulo da celulose junto à parede celular </li></ul>
  23. 26. TIPOS DE CAULES CAULES AÉREOS <ul><li>caule sublenhoso - é lignificado apenas na parte mais velha (vários arbustos) </li></ul>
  24. 27. TIPOS DE CAULES CAULES AÉREOS <ul><li>caule lenhoso - lignificado, rígido e, em geral, de porte avantajado (tronco das árvores) </li></ul>
  25. 28. TIPOS DE CAULES <ul><li>BULBO = caule + folha modificada (ex. Cebola) </li></ul>
  26. 29. TIPOS DE CAULES <ul><li>RIZOMA = caule de crescimento paralelo ao solo, sobre ou sob o mesmo (ex. Bananeira) </li></ul>Acumulam amido Diferem de raízes por apresentar gemas ou botões
  27. 30. TIPOS DE CAULES <ul><li>TUBÉRCULO = caule subterrâneo rico em material nutritivo (ex. Batata inglesa) </li></ul>
  28. 31. TIPOS DE CAULES <ul><li>ESPINHOS = ramos curtos afiados para defesa (Ex. laranjeira, limoeiro). </li></ul>Diferenciar de Acúleos.
  29. 32. TIPOS DE CAULES <ul><li>CLADÓDIOS= caules adaptados á fotossíntese e armazenamento de água (Ex. cactos). </li></ul>
  30. 33. TIPOS DE CAULES MONOCOTILEDÔNEAS CAULES AÉREOS do tipo ESTIPE do tipo COLMO (divididos em gomos, ocos ou não)
  31. 34. TIPOS DE CAULES DICOTILEDÔNEAS CAULES AÉREOS do tipo TRONCO do tipo HASTE
  32. 35. FOLHAS <ul><li>FOLHAS: </li></ul><ul><li>Apêndices laterais do caule, geralmente laminares, com simetria bilateral, clorofilados e de crescimento limitado </li></ul><ul><li>Função: </li></ul><ul><li>Fotossíntese </li></ul><ul><li>Transpiração </li></ul><ul><li>Trocas gasosas </li></ul><ul><li>Condução e distribuição de seiva </li></ul>
  33. 37. MORFOLOGIA FOLIAR <ul><li>Uma folha completa apresenta limbo, pecíolo e bainha. Na ausência destas estruturas, a folha é dita incompleta. </li></ul><ul><li>Folha séssil – ausência de pecíolo </li></ul><ul><li>Folha amplexicaule - envolve completamente o caule e o pecíolo está ausente </li></ul><ul><li>Folha invaginante - sua base apresenta-se modificada em bainha </li></ul>
  34. 39. FILOTAXIA Alternada Oposta
  35. 40. TIPOS DE FOLHAS <ul><li>Folha simples </li></ul>
  36. 41. TIPOS DE FOLHAS Folha composta <ul><li>São folhas que apresentam o limbo dividido em folíolos </li></ul><ul><li>O número de folíolos é variável, e a folha pode ser classificada como bifoliolada, trifoliolada ou multifoliolada </li></ul>Folha DIGITADA
  37. 42. PINADA
  38. 44. TIPOS DE FOLHAS FOLHAS MODIFICADAS GAVINHAS
  39. 45. TIPOS DE FOLHAS FOLHAS MODIFICADAS FOLHAS DE INSETÍVORAS
  40. 46. TIPOS DE FOLHAS FOLHAS MODIFICADAS BRÁCTEAS
  41. 47. Fotossíntese
  42. 48. <ul><li>FOTOSSÍNTESE </li></ul>
  43. 50. FASCICULADA ou CABELEIRA ADVENTÍCEAS AXIAL ou PIVOTANTE RADICULAR (+) SEM CRESCIMENTO SECUNDÁRIO: HERBÁCEOS, COLMOS, ESTIPES, BULBOS, RIZOMAS... (+) COM CRESCIMENTO SECUNDÁRIO: TRONCOS (* RAMIFICAÇÕES ) - SEM ESTÍPULA E COM BAINHA BEM DESENVOLVIDA. - NERVURAS PARALELAS - PODE APRESENTAR ESTÍPULA, BAINHA REDUZIDA (+/-) - NERVURAS RAMIFICADAS FLORES TRÍMERAS PENTÂMERAS ou 2 ou 4 (+/-) 1 COTILÉDONE 2 COTILÉDONES
  44. 51. <ul><li>ÓRGÃOS VEGETATIVOS: </li></ul><ul><li>RAIZ </li></ul><ul><li>CAULE </li></ul><ul><li>FOLHAS </li></ul><ul><li>ÓRGÃOS REPRODUTIVOS: </li></ul><ul><li>FLOR </li></ul><ul><li>FRUTO </li></ul><ul><li>SEMENTE </li></ul>ORGANOLOGIA VEGETAL
  45. 52. RELEMBRANDO...
  46. 53. RELEMBRANDO...
  47. 54. RELEMBRANDO...
  48. 58. ESTRÓBILOS <ul><li>Estruturas reprodutivas (carpelos livres) </li></ul>
  49. 59. FLORES <ul><li>Estruturas reprodutivas – ramos especializados c/folhas férteis  carpelos  óvulos </li></ul><ul><li>Gemas ou Botões florais </li></ul>sépalas pedúnculo pedúnculo
  50. 60. FLORES VERTICILOS REPRODUTORES <ul><li>FEMININO – GINECEU Formado por folhas modificadas = CARPELOS (1 ou + lóculos) (com bordos fundidos) </li></ul>Estígma - onde deve cair o grão de pólen Estilete - tubo que liga o estilete ao ovário, (tubo polínico) Ovário - parte basal, dilatada, onde são produzidos os óvulos (oosfera), que formarão sementes
  51. 61. FLORES VERTICILOS REPRODUTORES Antera - produzir os grãos de pólen Conetivo – local de conexão Filete- é a haste MASCULINO – ANDROCEU Formado por folhas modificadas = ESTAMES
  52. 62. FLORES VERTICILOS PROTETORES Pétalas - folhas modificadas. Conjunto = corola. Sépalas - folhas modificadas. Conjunto = cálice.
  53. 63. FLORES MONOCOTILEDÔNEAS
  54. 64. FLORES DICOTILEDÔNEAS
  55. 65. FLORES INFLORESCÊNCIAS <ul><li>Um ramo ou sistema de ramos caulinares que possuem flores. meristema apical do eixo caulinar  inflorescência  produz primórdios foliares  brácteas  axila nasce uma flor ou uma gema que formará um ramo lateral com flores </li></ul>
  56. 66. FLORES INFLORESCÊNCIAS
  57. 68. POLINIZAÇÃO <ul><li>Auto polinização </li></ul><ul><li>Ocorre somente em plantas que contêm </li></ul><ul><li>os dois sexos no mesmo indivíduo e os </li></ul><ul><li>gametas compatíveis </li></ul><ul><li>Polinização Cruzada </li></ul><ul><li>Necessitam de algum agente polinizador </li></ul>
  58. 69. POLINIZADORES
  59. 70. POLINIZAÇÃO <ul><ul><li>IMPORTÂNCIA DOS FRUTOS </li></ul></ul>
  60. 71. FRUTOS <ul><li>Após a polinização e fecundação, ocorre o crescimento e desenvolvimento do ovário em fruto  hormônios da semente* </li></ul><ul><li>PERICARPO (ovário) + SEMENTE (óvulos fecundados) </li></ul><ul><li>PERICARPO= EPICARPO </li></ul><ul><li>MESOCARPO (+) </li></ul><ul><li>ENDOCARPO </li></ul>
  61. 72. FRUTOS <ul><li>Podem ser: </li></ul><ul><li>Quanto aos Carpelos = Simples </li></ul><ul><li>Agregados </li></ul><ul><li>Múltiplos </li></ul><ul><li>Partenocárpicos </li></ul><ul><li>Secos que se abrem ou não </li></ul><ul><li>Carnosos </li></ul><ul><li>Pseudofrutos </li></ul>
  62. 73. FRUTOS CARPELOS <ul><li>SIMPLES </li></ul>
  63. 74. FRUTOS PARTENOCÁRPICOS
  64. 75. FRUTOS SECOS DEISCENTES CÁPSULA LEGUME
  65. 76. FRUTOS SECOS INDEISCENTES AQUÊNIO SÂMARA
  66. 77. FRUTOS CARNOSOS APRESENTAM PERICARPO SUCULENTO BAGA
  67. 78. FRUTOS PSEUDOFRUTOS <ul><li>ORIGINADO DO RECEPTÁCULO </li></ul>
  68. 79. SEMENTES DUPLA FECUNDAÇÃO <ul><li>Óvulo fecundado = Embrião (oosfera + núcleo do grão de pólen = 2N) e Endosperma (núcleos polares + núcleo de grão de pólen= 3N) </li></ul>
  69. 80. SEMENTES <ul><li>PARTES </li></ul><ul><li>EMBRIÃO (primórdio de raiz,caulículo, cotilédone (s)) </li></ul><ul><li>ENDOSPERMA - NUTRIÇÃO </li></ul><ul><li>INTEGUMENTO - CASCA </li></ul>EMBRIÃO
  70. 81. SEMENTES MONOCOTILEDÔNEAS
  71. 82. SEMENTES DICOTILEDÔNEAS
  72. 83. Dispersão da semente <ul><li>Pelo vento </li></ul><ul><li>Pelos animais </li></ul><ul><li>Pela água </li></ul>
  73. 84. GERMINAÇÃO
  74. 85. OBRIGADA!!!

×