Jocsan palestra fpa

1,888 views

Published on

Este trabalho é uma palestra destinada aos professores que trabalham com a informática educativa e profissionais interessados na área

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,888
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
360
Actions
Shares
0
Downloads
55
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Jocsan palestra fpa

  1. 1. Jocsan Pires Silva Pedagogo Esp. Professor de Psicologia da Educação, sociologia da Educação e Informática educativa.
  2. 2. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação Agenda Apresentação Objetivos Diversidade Tecnológica Objetos de Aprendizagem Interfaces Web 2.0
  3. 3. Objetivos da Palestra: Estabelecer um panorama das tecnologias na educação e sua aplicação na prática pedagógica. Apresentar conceitos relativos aos Objetos de Aprendizagem, sua utilização na prática pedagógica e fontes de obtenção na Internet. Apresentar conceitos de Web 2.0 e sua aplicação na prática pedagógica no ensino apoiado pelas novas tecnologias. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  4. 4. Diversidade Tecnológica
  5. 5. O uso da Internet na escola é exigência da cibercultura, isto é, do novo ambiente comunicacional-cultural que surge com a interconexão mundial de computadores em forte expansão no início do século XXI. Novo espaço de sociabilidade, de organização, de informação, de conhecimento e de educação.(SILVA,2004) As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  6. 6. A educação do cidadão não pode estar alheia ao novo contexto socioeconômico-tecnológico, cuja característica geral não está mais na centralidade da produção fabril ou da mídia de massa, mas na informação digitalizada como nova infra-estrutura básica, como novo modo de produção. O computador e a Internet definem essa nova ambiência informacional e dão o tom da nova lógica comunicacional, que toma o lugar da distribuição em massa, própria da fábrica e da mídia clássica, até então símbolos societários. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  7. 7. Cibercultura quer dizer modos de vida e de comportamentos assimilados e transmitidos na vivência histórica e cotidiana marcada pelas tecnologias informáticas, mediando a comunicação e a informação via Internet. Na cibercultura, a lógica comunicacional supõe rede hipertextual, multiplicidade, interatividade, imaterialidade, virtualidade, tempo real, multissensorialidade e multidirecionalidade (Lemos, 2002; Levy, 1999). As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  8. 8. A contribuição da educação para a inclusão do aprendiz na cultura exige um aprendizado prévio por parte do professor. Uma vez que não basta convidar a um site para se promover inclusão na cibercultura, ele precisará se dar conta de pelo menos quatro exigências da cibercultura oportunamente favoráveis à educação cidadã. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  9. 9. 1ª Exigência  O professor precisará se dar conta de que transitamos da mídia clássica para a mídia on-line.  A mensagem pode ser manipulada. 2ª Exigência  O professor precisará se dar conta do hipertexto próprio da tecnologia digital.  No ambiente on-line, os sites hipertextuais supõem:  a) intertextualidade: conexões com outros sites ou documentos;  b) intratextualidade: conexões com o mesmo documento;  c) multivocalidade: agregar multiplicidade de pontos de vistas;  d) navegabilidade: ambiente simples e de fácil acesso e transparência nas informações;  e) mixagem: integração de várias linguagens: sons, texto, imagens dinâmicas e estáticas, gráficos, mapas;  f)multimídia: integração de vários suportes midiáticos (Santos, 2003, p. 225). As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  10. 10. O professor estimula cada aluno a contribuir com novas informações e a criar e oferecer mais e melhores percursos, participando como co-autor do processo de comunicação e de aprendizagem. 3ª Exigência O professor precisará se dar conta da interatividade como mudança fundamental do esquema clássico da comunicação  Interatividade é a modalidade comunicacional que ganha centralidade na cibercultura. O modo de comunicação interativa ameaça a lógica unívoca da mídia de massa. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  11. 11. O QUE MUDA?
  12. 12. Na cibercultura, ocorre a transição da lógica da distribuição (transmissão) para a lógica da comunicação (interatividade). Isso significa modificação radical no esquema clássico da informação baseado na ligação unilateral emissor – mensagem – receptor: a) o emissor não emite mais, no sentido que se entende habitualmente, uma mensagem fechada. b) a mensagem é um mundo aberto ao recepetor, é modificável na medida em que responde às solicitações daquele que a consulta; c) o receptor não está mais em posição de recepção clássica, é convidado à livre criação, e a mensagem ganha sentido sob sua intervenção. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  13. 13. Os fundamentos da interatividade podem ser encontrados em sua complexidade nas disposições da mídia on-line. São três basicamente: a) participação – intervenção: participar não é apenas responder "sim" ou "não" ou escolher uma opção dada, significa modificar a mensagem; b) bidirecionalidade – hibridação: a comunicação é produção conjunta da emissão e da recepção, é co-criação, os dois pólos codificam e decodificam; c) permutabilidade – potencialidade: a comunicação supõe múltiplas redes articulatórias de conexões e liberdade de trocas, associações e significações (cf. Silva, 2003, p. 100-155). As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  14. 14. 4ª Exigência O professor precisará se dar conta de que pode potencializar a comunicação e a aprendizagem utilizando interfaces da Internet.  Inicialmente, o professor precisará distinguir "ferramenta" de "interface".  A ferramenta realiza a extensão do músculo e da habilidade humanos na fabricação, na arte.  Interface é um termo que na informática e na cibercultura ganha o sentido de dispositivo para encontro de duas ou mais faces em atitude comunicacional, dialógica ou polifônica. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  15. 15. A ferramenta opera com o objeto material e a interface é um objeto virtual. A ferramenta está para a sociedade industrial como instrumento de fabricação, de manufatura. A interface está para a cibercultura como espaço on-line de encontro e de comunicação entre duas ou mais faces. É mais do que um mediador de interação ou tradutor de sensibilidades entre as faces. Isso sim seria "ferramenta", termo inadequado para exprimir o sentido de "ambiente", de "espaço" no ciberespaço ou "universo paralelo de zeros e uns" (Johnson, 2001, p. 19). As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  16. 16. A Internet comporta diversas interfaces. Cada interface reúne um conjunto de elementos de hardware e software destinados a possibilitar aos internautas trocas, intervenções, agregações, associações e significações como autoria e co-autoria. Panorama Diversidade Tecnológica aplicável à Educação. TV Digital, Dash Board, AVA – Ambiente Virtual de Aprendizagem (EaD) EX: www.eproinfo.mec.gov.br Objetos de Aprendizagem (Simulações, Jogos, Animações) Interfaces Web 2.0 (Chat, Blog, Fórum, Flog, email, WebQuest, Twitter, Orkut, Podcast, Webinar) As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  17. 17. Objetos de Aprendizagem
  18. 18. Objetos de Aprendizagem È uma unidade de instrução/ensino que é reutilizável. Objetos de Aprendizagem podem ser definidos por "qualquer entidade, digital ou não digital, que possa ser utilizada, reutilizada ou referenciada durante o aprendizado suportado por tecnologias". Um exemplo brasileiro de construção de Objetos de Aprendizagem para a Educação Básica (Ensino Médio) é a Fábrica Virtual do RIVED. (BETTIO, MARTINS, 2004). São recursos digitais que possam ser reutilizados para dar suporte ao aprendizado, auxiliando tanto a modalidade à distância como a presencial.
  19. 19. Contudo, o Ministério da Educação (MEC, 2006) orienta que os objetos de aprendizagem devem objetivar: o aprimoramento da educação presencial e/ou a distância, como forma de incentivar a pesquisa e a construção de novos conhecimentos na melhoria da qualidade, equidade e eficiência dos sistemas públicos de ensino por meio da incorporação didática das novas tecnologias de informação e comunicação (Monteiro, 2006).
  20. 20. Of line (sem conexão) Onde estão? Nos computadores das escolas: Linux Educacional •Vídeos da TV escola: A TV Escola é o canal da educação. É a televisão pública do Ministério da Educação destinada aos professores e educadores brasileiros, aos alunos e a todos interessados em aprender. http://tvescola.mec.gov.br/ •Rived (Rede Internacional Virtual de Educação) http://rived.mec.gov.br •Gcompris (É um software educacional que apresenta diferentes atividades para crianças de 2 a 10 anos. http://gcompris.net/-pt-br- •Domínio Público http://www.dominiopublico.gov.br Apresentando os objetos de aprendizagem:
  21. 21. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação On line (conetado) Quais são eles? •Portal do professor http://portaldoprofessor.mec.gov.br/index.html •Portas curtas da Petrobrás Porta Curtas •Banco Internacional de Objetos Educacionais Banco Internacional de Objetos Educacionais •Vídeos do youtube http://www.youtube.com/ •Domínio Público http://www.dominiopublico.gov.br •Portal Escolar (Seduc) O Portal Escolar é um espaço disponível na internet, coordenado e mantido pela Secretaria de Estado de Educação do Pará - SEDUC, http://www.portalescolar.pa.gov.br
  22. 22. http://portaldoprofessor.mec.gov.br/index.html As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  23. 23. Utilizar a busca para encontrar Objetos de Aprendizagem As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  24. 24. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  25. 25. http://rived.mec.gov.br/site_objeto_lis.php As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  26. 26. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação Animação Interativa Lombriga encontrado na busca No RIVED, os objetos estão acompanhados do guia do professor, com sugestões e orientações de uso, nos quais o professor encontra as vantagens de uso que os desenvolvedores pretendiam inserir nesse OA. Todavia, cada professor tem plena liberdade de usar os OA sem depender de estruturas rígidas e estáticas. Dependendo do tamanho desse objeto, o professor está livre para utilizar todo, ou apenas uma parte em sua exploração; isso está atrelado à necessidade do professor e a que proposta de ensino ele quer focar.
  27. 27.  http://www.fisica.ufpb.br/~romero/objetosaprendizagem/Rived/40Morfo/index.html As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  28. 28. Objeto de Aprendizagem Jogo das Tartarugas. Desenvolvido por José Walter, Christiano Lima, Carla Nunes e Alessandra Alves e aplicado no Coesi em 2007. Desenvolve a educação ambiental, coordenação motora fina e a cidadania aplicando conceitos de aprendizagem significativa. Jogar o Tartarugas As Novas Tecnologias aplicadas a Educação http://www.elfland.com.br/jogos/tartarugas/index.html
  29. 29. Web 2.0
  30. 30. A Web 2.0 é um fenômeno social que gera e distribui conteúdo na web por si só, caracterizada pela comunicação aberta, descentralização de autoridade, liberdade para compartilhar e reusar, e a conversação como marketing; Características da Web 2.0:  Enquanto diversas partes interessadas continuam a debater a definição da aplicação da Web 2.0, um site Web 2.0 deve apresentar algumas características fundamentais, como: As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  31. 31. Usar a Internet como Plataforma – entregar e permitir que os usuários usem aplicações através de um browser;  Os usuários possuem os dados do site e exercitam o controle sob os mesmos;  Desenvolver uma arquitetura de participação e democracia que encoraja os usuários adicionarem valor para as aplicações conforme as usam;  Ter algum aspecto de rede social; As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  32. 32. Estas Interfaces da Web 2.0 também configuram-se como espaço de trabalho do professor na atualidade. De que maneira o professor pode utilizá-las. Combinar Blogs, Wikis, Twitter, Chat, WebQuest, Podcast, Listas de Discussão? Cada professor, com seus aprendizes, pode criar possibilidades, as mais interessantes e diversas. É tempo de criar e partilhar on-line soluções locais. É tempo, até mesmo, de reinventar a velha sala de aula presencial a partir da dinâmica hipertextual e interativa das interfaces on-line. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  33. 33. Uma das formas é inserir a Internet na escola. "As crianças e os adolescentes de hoje são nativos do computador e da internet. Já os adultos são imigrantes. São relações muito diferentes", afirma a Melina Veiga, especialista em Tecnologias Interativas Aplicadas à Educação e professora do Centro Universitário UniÍtalo e professora de Informática do Colégio Santa Marcelina, em São Paulo. Um dos principais símbolos dessa nova geração é justamente a internet. Seja ela via computador, seja via celular. A pesquisa Kids Expert 2008, encomendada pelo canal infantil Cartoon Network, mostra que 60% das meninas entre 7 e 15 anos ficam entre 30 minutos e quatro horas por dia conectados. Entre os meninos, o percentual é de 55%. Mais de 6 500 crianças foram entrevistadas no ano passado. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  34. 34. E o que essas crianças e esses adolescentes fazem na rede? Essa mesma pesquisa mostrou que eles passam boa parte do tempo em programas de mensagens instantâneas e redes sociais, como Orkut e Facebook, conversando com amigos e visitando álbuns de fotos - passatempos que não necessariamente acrescentam algo à formação intelectual. O tempo passado na Internet pode ser voltado para o aprendizado e a aquisição de conhecimentos. Há diversos sites que incentivam o desenvolvimento saudável de crianças e adolescentes, ampliando o seu universo cultural. Combinando informação com diversão, eles são, também, um excelente passatempo, que podem entreter e divertir os jovens As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  35. 35. Exemplos de sites educativos: http://www.canalkids.com.br/portal/canal/index.htm As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  36. 36. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  37. 37. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação http://www.sitiodosmiudos.pt/sitio.asp
  38. 38. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação http://www.sitiodosmiudos.pt/810/default.asp
  39. 39. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação http://www.ibge.gov.br/7a12/
  40. 40. WebQuests é uma metodologia que direciona o trabalho de pesquisa utilizando os recursos da Internet. Metodologia, estudada, desenvolvida e disponibilizada por Bernie Dodge, no Educational Technology, San Diego State Universit em 1995, e disseminada no Brasil por Jarbas Novelino Barato. São produzidas para disponibilização na Internet e podem ser editadas em programas como: Front Page, NVU, Dreamweaver, Mozilla Composer. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  41. 41. Elementos Estruturantes de uma Webquest Introdução - Uma preparação para a aventura,dando a compreensão aos de que está interessado como que eles estão (Internet) e que faz uma atividade diferente. Tarefas – É definição do que os alunos terão de fazer, e quanto mais corresponderem aos objetivos que irão aprender mais estes se verão participantes na construção do conhecimento. Processo – São as regras, a forma como devem cumprir as tarefas, devem ser poucas, claras e possíveis de cumprir. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  42. 42. Recursos - É o momento de apresentar as fontes de informações necessárias para que a tarefa possa ser cumprida. Os caminhos percorridos para responder a um determinado desafio passam pelos mesmos nós (links sugeridos), mas, na elaboração das respostas cada equipe de alunos elabora seus próprios caminhos, conclusões e respostas. Avaliação – Momento de reflexão e aprendizagem, onde são apresentados os critérios de mensuração da atividade, individual e do grupo. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  43. 43. Conclusão - Ligada a avaliação, a conclusão nas WebQuests é uma forma de apresentar um resumo das aprendizagens, bem como, os pontos que poderão ser retomados em outros momentos. No uso de WebQuest, são considerados nos momentos de avaliação e conclusão os objetivos educacionais, que são baseados na Taxionomia de Bloom que analisa três domínios: o cognitivo, o afetivo e o psicomotor. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  44. 44. http://www.emack.com.br/bsb/webquest/webquest_bsb.php As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  45. 45. http://www.emack.com.br/bsb/webquest/bsb/2008/origem_vida/origem_da_vida_etica.htm As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  46. 46.  Experiência Menstrando Christian Lindenberg  Twitter de Filosofia - http://twitter.com/filosofia_SE  Blog do Professor Christian http://blig.ig.com.br/filosofia_sergipe  Aponta a baixa utilização do twitter pelos estudantes, servindo apenas para dar recados e informes sobre as aulas de Filosofia. E mostra uma utilização maior do blog, com a criação de categoria especifica para a escola, onde os alunos tiveram maior propriedade para publicar seus escritos. Mesmo assim considerou boa a utilização dessas interfaces e pretende aprimorar no ano letivo seguinte. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação Video – utilizando blogs
  47. 47. Post interessante sobre Twitter e uso na Educação http://www.vooz.com.br/blogs/o-twitter-e-a-educacao-21728.html.  Indaga a possibilidade de utilização educacional do Twitter. Recomenda o estudo lançado em 2008 pelas pesquisadoras Gabriela Grosseck e Carmen Holotescu. O estudo defende, por exemplo, a necessidade de se twittar dentro das salas de aulas, promovendo a rápida discussão de temas, e reforça a necessidade do Twitter ser utilizado como ferramenta educacional.  Outras dicas interessantes: compartilhamento de vídeos de aprendizagem; reenvio de tweets interessantes e divulgação de mensagens com os links do site, blog ou podcast da instituição de ensino. ão esqueça: faça enquetes, abra discussões, troque experiências com os alunos e aproveite a oportunidade para despertar o senso crítico e o poder de síntese dos discentes – uma das competências mais privilegiadas hoje no mercado de trabalho.  Mais importante do que divulgar informações é fazer com que a mensagem seja compreendida de forma clara, simples e sintética! As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  48. 48. Sites utilizados na pesquisa de Artur Martinez: a) http://www.eslpod.com – site de podcasts gerenciado pela Dr. Lucy Tse, PhD em Educação pela University of Southern California. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  49. 49. b) http://www.kfwb.com – Rádio AM de Los Angeles, EUA. Veicula notícias 24 horas, informações do trânsito, condições climáticas, eventos etc. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  50. 50. c) http://www.esl-lab.com – site de podcasts similar ao eslpod.com, mas encontramos aqui uma classificação dos exercícios entre fácil, médio e difícil. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  51. 51. d) http://www.abc.net.au/triplej/listen/ - Rádio FM Triple J – Queensland, Austrália. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  52. 52.  e) http://www.bbc.co.uk/worldservice/learningenglish/newsenglish/witn/index.shtml - Criado pela BBC de Londres, este site é voltado para o ensino do idioma inglês e contempla notícias diárias narradas pelos locutores da BBC, em audiostreaming fornecido pelo próprio site. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  53. 53.  Sugestões de Sites Educativos : Neste link pode ver o comentário dos 33 sites mais usados e comentados por educadores neste endereço - http://educarparacrescer.abril.com.br/comportamento/sites-educativos-504552.shtml. http://www.omeninomaluquinho.educacional.com.br/ http://www.estadinho.com.br/ http://www.cidadedamalta.pt/html/parque/parque_mae.htm http://www.smartkids.com.br/cms/d/jogos/quiz/descobrimento-do-brasil.html http://www.cambito.com.br/jogos.htm http://www.e-net.com.br/historia/ http://www.aprendendoebrincando.com.br/home/index.asp http:/www.nerisantos.com.br E o site do projeto tamar http://www.souamigodomar.com.br/ As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  54. 54. Mais Sugestões de Sites Educativos : http://www.dustbunny.com/afk/ http://www.bitebyte.com.br/ http://www.nextweb.com.br/castelo/ http://www.contandohistoria.com/ http://www.terra.com.br/criancas/ http://www.ecokids.com.br/ http://www.educfinanceira.com.br/ http://www.mingaudigital.com.br/ http://www.pequenoartista.com.br/ http://www.1papacaio.com.br/ http://www.recreionline.com.br/ As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  55. 55. Mais Outras Sugestões de Sites Educativos : http://www.radarkids.com.br/ http://www.saudeanimal.com.br/ http://supermundo.abril.com.br/ http://www.somatematica.com.br/ http://senna.globo.com/senninha/index.asp http://guiadoscuriosos.ig.com.br/ http://www.livroclip.com.br/ http://www.pintoresfamosos.com.br/ http://www.ferryhalim.com/orisinal/ http://educarparacrescer.abril.com.br/comportamento/w ww.clubpenguin.com/pt As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  56. 56. Estar on-line não significa estar incluído na cibercultura. Internet na escola não é garantia da inserção crítica das novas gerações e dos professores na cibercultura. O professor convida o aprendiz a um site, mas a aula continua sendo uma palestra para a absorção linear, passiva e individual, enquanto o professor permanece como o responsável pela produção e pela transmissão dos "conhecimentos". As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  57. 57. Professor e aprendizes experimentam a exploração navegando na Internet, mas o ambiente de aprendizagem não estimula fazer do hipertexto e da interatividade próprios da mídia on-line uma valiosa atitude de inclusão cidadã na cibercultura. Assim, mesmo com a Internet na escola, a educação pode continuar a ser o que ela sempre foi: distribuição de conteúdos empacotados para assimilação e repetição. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação
  58. 58. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação OBRIGADO! como professor crítico, sou um “aventureiro” responsável, predisposto à mudança, à aceitação do diferente. Paulo Freire Jocsan PiresJocsan Pires jocsansilva@yahoo.com.brjocsansilva@yahoo.com.br Jocsansilva.blogspot.comJocsansilva.blogspot.com
  59. 59.  http://objetoseducacionais2.mec.gov.br/handle/mec/11496  http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnica.html?id=21500  http://www.novainter.net/blog/tag/twitter/ Blog sobre tecnologias educacionais.  IEEE LTSC. Disponível em http://ltsc.ieee.org/wg12/index.html. Acessado em 14/08/2007.  JOHNSON, Steven. A cultura da interface: como o computador transforma nossa maneira de criar e de comunicar. Trad. Maria L. Borges. Rio de Janeiro: Zahar, 2001.  LEVY, Pierre. Cibercultura. Trad. Carlos I. da Costa. São Paulo: Ed. 34, 1999.  ________ . Inteligência coletiva: por uma antropologia do ciberespaço. Trad. L. Rouanet. São Paulo: Loyola,  1998.  MUZIO, J.; HEINS, T.; MUNDELL, R. Experiences with Reusable eLearning Objects: From Theory to Practice. Victoria, Canadá. 2001.  NOVAK, J.D, CAÑAS, A. J. The Theory Underlying Concept Maps and How To Construct Them. Florida, Institute for Human and Machine Cognition, 2006.  SILVA, Marco. Sala de aula interativa. Rio de Janeiro: Quartet, 2003. As Novas Tecnologias aplicadas a Educação

×