Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
Joaquim Flores . Porto . 2009.10.07          Massarelosde território periférico a nova         centralidade
   Bibliografia       OLIVEIRA, J.M.P. O Espaço Urbano do Porto, 1973       COUTO, J. Monografia de Massarelos, 1993
   Massarelos       Freguesia de dicotomias         Cota alta, cota baixa         Rio e o campo         Indústria e r...
   Massarelos       Factores naturais
   Massarelos       Factores naturais
   Massarelos       Factores naturais
   Massarelos       Aldeia ligada à prática fluvial         Vilar de Pescadores         Agricultura no vale da Ribeira...
   Massarelos     1148 – D. Afonso Henriques doou Massarelos à       Colegiada de Cedofeita     1237 – D. Nuno Prelado de...
   Massarelos     Sec. XIII – Existiam salinas do local da actual alameda     1280 – D. Dinis confirma os direitos da Col...
   Massarelos     Maio de 1293 – Surgiu a «Confraria das Almas e do      Corpo Santo» - S. Telmo (Sec. XII)     Foi const...
   Massarelos     Até ao Séc. XVI – existia um pinheiro manso que servia      de marco de navegação     Substituído pela ...
   Massarelos     Referências no Séc. XIV à Torre de Pedro Sem
   Massarelos       Evolução Urbana
   Massarelos       Evolução Urbana
   Massarelos    Gravura
   Massarelos    Gravura    Muralha Fernandina
   Massarelos     Sec. XVIII – Aparecimento das Quintas     1788 – P.e Agostinho Rebelo da Costa – Descrição       Topogr...
   Massarelos     Quintas
   Massarelos     Abril de 1758     Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem     219 fogos     550 indivíduos (ambos sexos...
   Massarelos    Reformas do Séc. XVIII
   Massarelos    Planta Redonda    1813
   Massarelos    Cais de Massarelos    1790
   Massarelos     Séc. XIX     Florescimento Industrial       Fundições de Massarelos; Bicalho; Aliança       Moagem     ...
   Massarelos
   Massarelos     Séc. XIX     Florescimento Bairros e Ilhas Operárias
   Massarelos     Séc. XIX     Palácio de Cristal     1857 – Exposição Agrícola
   Massarelos     Séc. XIX     Palácio de Cristal     1864 – Inauguração
   Massarelos    Alvão
   Massarelos    Alvão
   Massarelos    Alvão
   Massarelos    Alvão
   Massarelos     Obras Públicas       - Rua da Restauração       - Rua de D. Pedro V       - Alameda de Massarelos
   Massarelos     Rua da Restauração
   Massarelos     Rua de D. Pedro V
   Massarelos     Alameda de Massarelos
   Massarelos     1874 – bifurcava aqui linha do eléctrico     1915 – Central eléctrica de Massarelos
   Massarelos
   Massarelos    Planta    1865
   Massarelos    Novos Traçados Séc. XIX
   Massarelos
   Massarelos
   Massarelos
   Massarelos       Armazém Frigorífico do Peixe 1935
   Massarelos      Nova centralidade à cota alta         Maternidade         Escolas na Galiza         Junta de Fregu...
   Massarelos     Nova centralidade à cota alta
   Massarelos     Nova centralidade à cota alta
   Massarelos     Nova centralidade à cota alta
   Massarelos     Nova centralidade à cota alta
   Massarelos     Nova centralidade à cota alta
   Massarelos     Nova centralidade à cota alta
   Massarelos     Nova centralidade à cota alta
   Massarelos     Nova centralidade à cota alta
   Massarelos     Convivência com a ruralidade
   Massarelos     Convivência com a ruralidade
   Massarelos     Convivência com a ruralidade
   Massarelos     Convivência com a ruralidade
   Massarelos     Convivência com a ruralidade
   Massarelos     Convivência com a ruralidade
   Massarelos       Freguesia de dicotomias         Cota alta, cota baixa         Rio e o campo         Indústria e r...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Massarelos – de território Periférico a Nova Centralidade

1,212 views

Published on

  • Be the first to comment

Massarelos – de território Periférico a Nova Centralidade

  1. 1. Joaquim Flores . Porto . 2009.10.07 Massarelosde território periférico a nova centralidade
  2. 2.  Bibliografia  OLIVEIRA, J.M.P. O Espaço Urbano do Porto, 1973  COUTO, J. Monografia de Massarelos, 1993
  3. 3.  Massarelos  Freguesia de dicotomias  Cota alta, cota baixa  Rio e o campo  Indústria e ruralidade  Bairros sociais e as grandes Quintas  Tradição e a modernidade
  4. 4.  Massarelos  Factores naturais
  5. 5.  Massarelos  Factores naturais
  6. 6.  Massarelos  Factores naturais
  7. 7.  Massarelos  Aldeia ligada à prática fluvial  Vilar de Pescadores  Agricultura no vale da Ribeira de Vilar – Azenhas de vilar
  8. 8.  Massarelos 1148 – D. Afonso Henriques doou Massarelos à Colegiada de Cedofeita 1237 – D. Nuno Prelado de Cedofeita Pescadores: sável, lampreia e outros peixes; 1 viagem por ano no Rio Douro Não Pescadores: 1 soldo pelo S. Miguel e 1 capão Caseiro com burro: 2 viagens por ano Os de fora pagarão 3 dinheiros para acostar, descarregar e vender peixe
  9. 9.  Massarelos Sec. XIII – Existiam salinas do local da actual alameda 1280 – D. Dinis confirma os direitos da Colegiada 3 Julho de 1325 – D. Afonso IV «(…) Couto de Cedofeyta há uma aldeia que chamam Maçarellos e que os homens que moram na dita aldeia viveram sempre por pescaria e dos saveis e lampreias que pescam»
  10. 10.  Massarelos Maio de 1293 – Surgiu a «Confraria das Almas e do Corpo Santo» - S. Telmo (Sec. XII) Foi construída com as esmolas uma Capela ao «Corpo Santo» 1394 – Construída uma ermida no «Baldio da Paxham» (1584 – Reforma da Ermida – Nova Igreja do Corpo Santo de Maçarellos) (1776 – Reforma da Igreja)
  11. 11.  Massarelos Até ao Séc. XVI – existia um pinheiro manso que servia de marco de navegação Substituído pela Torre da Marca
  12. 12.  Massarelos Referências no Séc. XIV à Torre de Pedro Sem
  13. 13.  Massarelos  Evolução Urbana
  14. 14.  Massarelos  Evolução Urbana
  15. 15.  Massarelos Gravura
  16. 16.  Massarelos Gravura Muralha Fernandina
  17. 17.  Massarelos Sec. XVIII – Aparecimento das Quintas 1788 – P.e Agostinho Rebelo da Costa – Descrição Topográfica da Cidade do Porto “(…)Raríssima haverá da qual não goze vista do rio e do mar, raríssima a que não tenha dentro dos seus muros copa dos bosques de frondosos castanheiros, carvalhos e outras árvores pomposas”
  18. 18.  Massarelos Quintas
  19. 19.  Massarelos Abril de 1758 Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem 219 fogos 550 indivíduos (ambos sexos) 160 ausentes 80 menores 880 moradores
  20. 20.  Massarelos Reformas do Séc. XVIII
  21. 21.  Massarelos Planta Redonda 1813
  22. 22.  Massarelos Cais de Massarelos 1790
  23. 23.  Massarelos Séc. XIX Florescimento Industrial Fundições de Massarelos; Bicalho; Aliança Moagem Serração Destilação Louça Rolhas Fábrica da cerveja
  24. 24.  Massarelos
  25. 25.  Massarelos Séc. XIX Florescimento Bairros e Ilhas Operárias
  26. 26.  Massarelos Séc. XIX Palácio de Cristal 1857 – Exposição Agrícola
  27. 27.  Massarelos Séc. XIX Palácio de Cristal 1864 – Inauguração
  28. 28.  Massarelos Alvão
  29. 29.  Massarelos Alvão
  30. 30.  Massarelos Alvão
  31. 31.  Massarelos Alvão
  32. 32.  Massarelos Obras Públicas - Rua da Restauração - Rua de D. Pedro V - Alameda de Massarelos
  33. 33.  Massarelos Rua da Restauração
  34. 34.  Massarelos Rua de D. Pedro V
  35. 35.  Massarelos Alameda de Massarelos
  36. 36.  Massarelos 1874 – bifurcava aqui linha do eléctrico 1915 – Central eléctrica de Massarelos
  37. 37.  Massarelos
  38. 38.  Massarelos Planta 1865
  39. 39.  Massarelos Novos Traçados Séc. XIX
  40. 40.  Massarelos
  41. 41.  Massarelos
  42. 42.  Massarelos
  43. 43.  Massarelos  Armazém Frigorífico do Peixe 1935
  44. 44.  Massarelos  Nova centralidade à cota alta  Maternidade  Escolas na Galiza  Junta de Freguesia  Mercado do Bom Sucesso  Rotunda e Avenida da Boavista  Plano do Campo Alegre  Ponte da Arrábida  Pavilhão dos Desportos  Pólo Universitário  Biblioteca Almeida Garrett
  45. 45.  Massarelos Nova centralidade à cota alta
  46. 46.  Massarelos Nova centralidade à cota alta
  47. 47.  Massarelos Nova centralidade à cota alta
  48. 48.  Massarelos Nova centralidade à cota alta
  49. 49.  Massarelos Nova centralidade à cota alta
  50. 50.  Massarelos Nova centralidade à cota alta
  51. 51.  Massarelos Nova centralidade à cota alta
  52. 52.  Massarelos Nova centralidade à cota alta
  53. 53.  Massarelos Convivência com a ruralidade
  54. 54.  Massarelos Convivência com a ruralidade
  55. 55.  Massarelos Convivência com a ruralidade
  56. 56.  Massarelos Convivência com a ruralidade
  57. 57.  Massarelos Convivência com a ruralidade
  58. 58.  Massarelos Convivência com a ruralidade
  59. 59.  Massarelos  Freguesia de dicotomias  Cota alta, cota baixa  Rio e o campo  Indústria e ruralidade  Bairros sociais e as grandes Quintas  Tradição e a modernidade

×