Successfully reported this slideshow.
AULA 02  PROF. JULIANA SUZUKI [email_address] PRÁTICA EDUCATIVA E SOCIEDADE Disciplina:Didática e Tecnologia aplicada à ed...
PRÁTICA EDUCATIVA E SOCIEDADE <ul><li>O trabalho docente é parte integrante do processo educativo mais global pelo qual os...
PRÁTICA EDUCATIVA E SOCIEDADE <ul><li>A educação – ou seja, a prática educativa – é um fenômeno social e universal, sendo ...
<ul><li>Não há sociedade sem prática educativa nem prática educativa sem sociedade! </li></ul>
PRÁTICA EDUCATIVA É... <ul><li>Processo de prover indivíduos de conhecimentos e experiências culturais que os tornam aptos...
SENTIDO AMPLO <ul><li>Compreende processos formativos que ocorrem no meio social – todos estão envolvidos pelo simples fat...
SENTIDO ESTRITO <ul><li>Compreende processos formativos em instituições específicas, escolares ou não, com finalidades exp...
EDUCAÇÃO COMO FENÔMENO SOCIAL <ul><li>O processo educativo, onde quer que se dê, é sempre contextualizado social e politic...
EDUCAÇÃO SOCIALMENTE DETERMINADA   <ul><li>A prática educativa, e especialmente os objetivos, o conteúdo e o trabalho doce...
PRIMÓRDIOS DA HUMANIDADE <ul><li>Indivíduos com relações recíprocas diante da necessidade de garantir a sobrevivência. </l...
<ul><li>As relações que foram modificando-se de acordo com as necessidades (divisão de trabalho conforme sexo, idade, ocup...
SOCIEDADE ESCRAVISTA <ul><li>Meios de trabalho e o próprio trabalhador são propriedade dos donos das terras. </li></ul>
SOCIEDADE FEUDAL <ul><li>Os trabalhadores (servos) são obrigados a trabalhar gratuitamente nas terras do Senhor feudal e p...
SOCIEDADE CAPITALISTA <ul><li>Divisão entre os proprietários privados dos meios de produção (empresas, máquinas, bancos, e...
RELAÇÕES SOCIAIS NO CAPITALISMO Lugares opostos e antagônicos No processo de produção
Proprietários Trabalhadores Oferecem meios para o trabalho Trocam sua capacidade de trabalho por um salário Lucro Salário
<ul><li>A desigualdade originalmente econômica passa a determinar não apenas as condições materiais de vida, mas o acesso ...
FRASES E O QUE REVELAM <ul><li>O governo sempre faz o que é possível; as pessoas é que não colaboram. </li></ul><ul><li>Os...
<ul><li>Nossa sociedade é democrática porque dá oportunidades iguais a todos. Se a pessoa não tem bom emprego ou não conse...
As relações sociais não são estáticas ou imutáveis... <ul><li>As classes trabalhadoras podem elaborar e organizar corretam...
PAPEL DO PROFESSOR <ul><li>Por isso a necessidade do reconhecimento do papel político do trabalho docente implica a luta p...
<ul><li>FIM </li></ul>
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

3. prática educativa e sociedade

28,819 views

Published on

Published in: Education

3. prática educativa e sociedade

  1. 1. AULA 02 PROF. JULIANA SUZUKI [email_address] PRÁTICA EDUCATIVA E SOCIEDADE Disciplina:Didática e Tecnologia aplicada à educação Didática – José Carlos Libâneo
  2. 2. PRÁTICA EDUCATIVA E SOCIEDADE <ul><li>O trabalho docente é parte integrante do processo educativo mais global pelo qual os membros da sociedade são preparados para a participação na vida social. </li></ul>
  3. 3. PRÁTICA EDUCATIVA E SOCIEDADE <ul><li>A educação – ou seja, a prática educativa – é um fenômeno social e universal, sendo uma atividade humana necessária à existência e funcionamento de todas as sociedades. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Não há sociedade sem prática educativa nem prática educativa sem sociedade! </li></ul>
  5. 5. PRÁTICA EDUCATIVA É... <ul><li>Processo de prover indivíduos de conhecimentos e experiências culturais que os tornam aptos a atuar e transformar o meio social. </li></ul>
  6. 6. SENTIDO AMPLO <ul><li>Compreende processos formativos que ocorrem no meio social – todos estão envolvidos pelo simples fato de existirem socialmente – ocorre por meio de várias instituições (familiar, religiosa, social, política, econômica, etc.) </li></ul>
  7. 7. SENTIDO ESTRITO <ul><li>Compreende processos formativos em instituições específicas, escolares ou não, com finalidades explícitas de instrução e ensino mediante uma ação consciente, deliberada e planificada, embora sem separa-se dos processos formativos gerais. </li></ul>
  8. 8. EDUCAÇÃO COMO FENÔMENO SOCIAL <ul><li>O processo educativo, onde quer que se dê, é sempre contextualizado social e politicamente; há uma subordinação à sociedade que faz exigências, determina os objetivos e lhe provê condições e meios de ação. </li></ul>
  9. 9. EDUCAÇÃO SOCIALMENTE DETERMINADA <ul><li>A prática educativa, e especialmente os objetivos, o conteúdo e o trabalho docente, estão determinados por fins e exigências sociais, políticas e ideológicas. </li></ul>
  10. 10. PRIMÓRDIOS DA HUMANIDADE <ul><li>Indivíduos com relações recíprocas diante da necessidade de garantir a sobrevivência. </li></ul><ul><li>Igual usufruto do trabalho comum. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>As relações que foram modificando-se de acordo com as necessidades (divisão de trabalho conforme sexo, idade, ocupações, etc.) </li></ul><ul><li>Tal divisão faz com que os indivíduos passem a ocupar diferentes lugares na atividade produtiva acentuando cada vez mais a desigualdade. </li></ul>RELAÇÕES SOCIAIS
  12. 12. SOCIEDADE ESCRAVISTA <ul><li>Meios de trabalho e o próprio trabalhador são propriedade dos donos das terras. </li></ul>
  13. 13. SOCIEDADE FEUDAL <ul><li>Os trabalhadores (servos) são obrigados a trabalhar gratuitamente nas terras do Senhor feudal e pagar-lhe tributos. </li></ul>
  14. 14. SOCIEDADE CAPITALISTA <ul><li>Divisão entre os proprietários privados dos meios de produção (empresas, máquinas, bancos, etc) e os que vendem a sua força de trabalho para obter os meios de sua subsistência, os trabalhadores que vivem por salários. </li></ul>
  15. 15. RELAÇÕES SOCIAIS NO CAPITALISMO Lugares opostos e antagônicos No processo de produção
  16. 16. Proprietários Trabalhadores Oferecem meios para o trabalho Trocam sua capacidade de trabalho por um salário Lucro Salário
  17. 17. <ul><li>A desigualdade originalmente econômica passa a determinar não apenas as condições materiais de vida, mas o acesso à cultura e educação. </li></ul><ul><li>O sistema educativo, escolas, igrejas, meios de comunicação, tornam-se meios privilegiados para o repasse da ideologia dominante. </li></ul>RELAÇÕES SOCIAIS NO CAPITALISMO
  18. 18. FRASES E O QUE REVELAM <ul><li>O governo sempre faz o que é possível; as pessoas é que não colaboram. </li></ul><ul><li>Os professores não tem que se preocupar com política, o que devem fazer é cumprir sua obrigação na escola. </li></ul><ul><li>A educação é a mola do sucesso, para subir na vida. </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Nossa sociedade é democrática porque dá oportunidades iguais a todos. Se a pessoa não tem bom emprego ou não consegue estudar é porque tem limitações individuais. </li></ul><ul><li>Bom aluno é aquele que sabe obedecer. </li></ul>FRASES E O QUE REVELAM
  20. 20. As relações sociais não são estáticas ou imutáveis... <ul><li>As classes trabalhadoras podem elaborar e organizar corretamente seus interesses e formular objetivos e meios do processo educativo alinhados com as lutas pela transformação dos sistemas de relação sociais vigente. </li></ul>
  21. 21. PAPEL DO PROFESSOR <ul><li>Por isso a necessidade do reconhecimento do papel político do trabalho docente implica a luta pela modificação dessas relações de poder. </li></ul>
  22. 22. <ul><li>FIM </li></ul>

×