Web Quests

2,675 views

Published on

Apresentação utilizada na acção de sensibilização para a importância do uso de WebQuests em contexto educativo realizada na Escola Secundária Francisco de Holanda em 14 de Maio de 2008

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,675
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
457
Actions
Shares
0
Downloads
79
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Web Quests

  1. 1. WebQuest WebQ est Aprender na Internet: um desafio aos professores, para os alunos João Silva Pereira Maio/2008
  2. 2. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Índice Pensar visualmente as WebQuests; Objectivos Object vos dos Conceitos; Página do autor; A s TIC na produ O FOCUS de Bernie Dodge; Elementos estruturantes de uma WebQuest; ebQuest; Algumas sugestões para a criação de uma WebQuest. ebQuest. Diapositivo N.º 2 João Silva Pereira 2008-05-14
  3. 3. WebQuest – Uma tentativa de definição W bQ Guião de aprendizagem construída, colaborativamente, a colaborativamente, WEBQUESTS ução de conteúd educativos partir de informação proveniente de múltiplos recursos. A s TIC na produ dos Diapositivo N.º 3 João Silva Pereira 2008-05-14
  4. 4. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Objectivos Integrar a internet no curriculum de forma efectiva e consequente. dos Estimular a personalização das actividades educativas. Fomentar a autonomia de pesquisa. A s TIC na produ Promover a reflexão e interiorização de conhecimentos. Diapositivo N.º 4 João Silva Pereira 2008-05-14
  5. 5. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Conceitos p q p Duplo clique para O que são abrir q WebQuests É uma actividade contextualizada e motivadora, disponibilizada na Internet, proposta por professores para ser resolvida dos colaborativamente por um grupo de alunos. alunos. A informação com que os alunos interagem é, em parte ou na totalidade, obtida através da Internet, podendo ser utilizados totalidade Internet A s TIC na produ diferentes meios, tais como o correio electrónico e outras ferramentas da comunicação, e não apenas a World Wide Web. Diapositivo N.º 5 João Silva Pereira 2008-05-14
  6. 6. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Conceitos (cont) (cont) É uma proposta metodológica de trabalho, utilizando trabalho, preferencialmente a Internet através de actividades orientadas. dos Uma WebQuest é um modelo extremamente simples e rico, destinado a potenciar o uso educativo da Web, com fundamento na aprendizagem colaborativa e em processos investigativos de A s TIC na produ construção do saber. saber. Diapositivo N.º 6 João Silva Pereira 2008-05-14
  7. 7. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Conceitos (cont) O conceito de WebQuest foi proposto por Bernie Dodge (professor da San Diego State University), em 1995, e hoje já University), 1995, dos conta com mais de uma dezena de milhar de páginas na Web, com propostas de professores de todos os cantos do mundo. O países que mais aderiram a esta metodologia de trabalho são os A s TIC na produ seguintes: EUA, Canadá, Islândia, Austrália, Portugal, Brasil, EUA, Holanda, Espanha, … Diapositivo N.º 7 João Silva Pereira 2008-05-14
  8. 8. WEBQUESTS ução de conteúd educativos A s TIC na produ dos Página web do autor Diapositivo N.º 8 João Silva Pereira 2008-05-14
  9. 9. WEBQUESTS ução de conteúd educativos O FOCUS de Bernie Dodge Find great sites - procurar sites interessantes e relevantes para a temática a abordar; dos Orchestrate your learners and resources - organizar os recursos encontrados e as etapas a serem desenvolvidas em grupo; A s TIC na produ Challenge your learners to think - desafiar os alunos a pensar; Use the medium - utilizar convenientemente a Web de tal modo que uma WebQuest bem concebida não poderia ser facilmente realizada em papel. Diapositivo N.º 9 João Silva Pereira 2008-05-14
  10. 10. WEBQUESTS ução de conteúd educativos O FOCUS de Bernie Dodge (cont) Scaffold high expectations - sugerir tarefas que não estejam nas expectativas dos alunos, isto é que sejam arrojadas, mas apoiadas dos em grelhas de análise ou modelos predefinidos, entre outros, até os alunos se sentirem autónomos e conseguirem analisar a informação por si ou conceber o p ç p produto final sem q q qualquer A s TIC na produ apoio. Diapositivo N.º 10 João Silva Pereira 2008-05-14
  11. 11. Elementos estruturantes de uma WebQuest d bQ t Uma WebQuest é concebida e construída segundo uma estrutura lógica que contém os seguintes elementos estruturantes (também g q g ( designados componentes): Introdução; Tarefa; Processo; Recursos; Avaliação; Conclusão. João Silva Pereira Maio/2008
  12. 12. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Introdução Um documento, não muito extenso, onde deverá ser fornecida alguma informação básica e interessante aos alunos. dos Poderá ser um texto ou um link para uma página web. Mas terá web. de ser um elemento muito genérico. A s TIC na produ Dado que uma WebQuest é uma metodologia colaborativa, que colaborativa, tem subjacente a ideia de partilha, é conveniente ter sempre p presente q este documento será, eventualmente, utilizado p que por outros professores, com outros alunos. alunos. Diapositivo N.º 12 João Silva Pereira 2008-05-14
  13. 13. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Tarefa Uma descrição do trabalho a realizar pelos alunos. dos Tem de ser interessante e motivadora motivadora. Mas também exequível, quer em relação ao tempo disponível, quer em relação ao nível, aos recursos fornecidos e à maturidade A s TIC na produ dos alunos. Diapositivo N.º 13 João Silva Pereira 2008-05-14
  14. 14. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Processo Para que ninguém se perca, convém fazer uma descrição das actividades a realizar e dos procedimentos a seguir pelos alunos dos (podem, à partida, ser atribuídos diferentes papéis a cada ( d id ib íd dif éi d elemento do grupo). O importante é q os alunos interajam com informação p que j ç A s TIC na produ interessante mas, e isto é essencial, que realizem um produto final que os leve a formular novas hipóteses, construir novos argumentos, comparar situações e procurar explicações ou soluções criativas, isto é, que os alunos construam novo conhecimento. conhecimento. É importante q os alunos tenham, durante todo o p p que , processo, , informação sobre o modo como o seu trabalho será apresentado e valorizado. Diapositivo N.º 14 João Silva Pereira 2008-05-14
  15. 15. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Recursos Catálogo de links, para os sites interessantes, previamente seleccionados, onde os alunos possam obter a informação dos necessária para elaborar o trabalho. Os links devem ser separados por tema, de acordo com os objectivos pretendidos e com as tarefas a realizar realizar. A s TIC na produ Quase toda a informação (recursos) a fornecer aos alunos poderá basear-se na Internet, mas não é obrigatório que esta seja a única basear- g q j fonte de informação. informação. Os recursos da biblioteca e o meio local podem ser bem utilizados neste tipo de projectos. tili d t ti d j t Diapositivo N.º 15 João Silva Pereira 2008-05-14
  16. 16. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Avaliação Avaliar uma WQ Q Deve ser elaborado um documento a que os alunos tenham acesso. Ele deve descrever, de forma clara, o processo de dos avaliação do trabalho. l d b lh Pode estar previsto um relatório, uma apresentação oral com apoio das TIC, nomeadamente a elaboração de um powerpoint, TIC A s TIC na produ uma página web, um blog, etc. Devem estar claramente definidos os critérios de avaliação a adoptar. O ficheiro embebido neste PPT mostra uma possível grelha a utilizar para avaliar a WebQuest (disponível em http://www.iep.uminho.pt/aac/diversos/webquest/). Diapositivo N.º 16 João Silva Pereira 2008-05-14
  17. 17. WEBQUESTS ução de conteúd educativos Conclusão Uma WebQuest poderá e deverá ser, sempre, um produto inacabado. dos Poderá estar sempre em fase de reexame. Não podemos ser conclusivos. Deveremos d D deixar as portas abertas para outras verdades e b d d A s TIC na produ facetas do conhecimento. Convém aproveitar a conclusão p p p duas ou três p para propor questões, numa outra perspectiva, sobre o mesmo assunto. É importante deixar alguma reflexão no ar ... Diapositivo N.º 17 João Silva Pereira 2008-05-14
  18. 18. Algumas sugestões para a criação de uma WebQuest João Silva Pereira Maio/2008
  19. 19. WEBQUESTS ução de conteúd educativos 1 º - Selecção do tema 1.º É importante ter em atenção o nível de ensino, os conhecimentos e o desenvolvimento dos alunos a quem se dos destina. O oposto também é verdadeiro: não simplificar em demasia escolhendo um tema que levante questões de resposta imediata imediata. A s TIC na produ O tema terá de ser estimulante, motivador, ... Diapositivo N.º 19 João Silva Pereira 2008-05-14
  20. 20. 2.º - Identificação de dificuldades de ç WEBQUESTS aprendizagem (diagnóstico) ução de conteúd educativos Uma actividade do tipo WebQuest está relacionada com as capacidades que o professor pretende desenvolver nos alunos. dos Não esquecer que se trata de uma proposta que apela ao trabalho colaborativo dentro da sala de aula e ao desenvolvimento de capacidades mais importantes do q os p p que A s TIC na produ conhecimentos meramente factuais, como: a tomada de decisões; as comparações; a avaliação; a argumentação, ... argumentação, ... Diapositivo N.º 20 João Silva Pereira 2008-05-14
  21. 21. WEBQUESTS ução de conteúd educativos 3 º - Inventariação de recursos 3.º Provavelmente, na Internet, já percorremos muitas páginas que não são mais do que quot;catálogosquot; de links para sites interessantes, interessantes, dos abrangendo os mais variados temas curriculares. Existe hoje, em Português, Francês, Inglês e outras línguas, muito trabalho já efectuado de selecção de sites, fundamentalmente de A s TIC na produ interesse educativo. educativo. Recorrer a um motor de busca (o google é o mais adequado) para ( g g adequado) p q fazer uma selecção. selecção. Diapositivo N.º 21 João Silva Pereira 2008-05-14
  22. 22. WEBQUESTS ução de conteúd educativos 4 º - Tomada de decisões 4.º Numa WebQuest, o que se pretende é fornecer aos alunos um WebQuest, meio através do qual eles realizem actividades significativas de dos aprendizagem. Agora, está em causa a concepção das actividades, de forma que, fornecendo elementos e materiais aos alunos, ou facilitando o seu alunos A s TIC na produ acesso, estes os possam transformar em conhecimento novo (através de tarefas e actividades cognitivas que os motivem e que os envolvam num processo h lí i d quot;verdadeiraquot; l holístico de quot;verdadeiraquot; quot; d d i aprendizagem, com a qual eles possam estruturar o seu pensamento e construir conhecimento novo). Diapositivo N.º 22 João Silva Pereira 2008-05-14
  23. 23. WEBQUESTS ução de conteúd educativos 5 º - Construção da WebQuest 5.º Esta é a fase em que vamos dar forma à WebQuest. É nesta altura WebQuest. que nos deveremos preocupar com o modo e a forma de dos apresentar a actividade (não esquecer que a webquest deve ser (não interessante e motivadora). motivadora). Nesta fase de elaboração da webquest, já explorámos alguns webquest, A s TIC na produ modelos feitos por outros professores e já teremos algumas ideias. Agora é experimentar. Diapositivo N.º 23 João Silva Pereira 2008-05-14
  24. 24. 6.º - Utilização de uma plataforma adequada à ç p q WEBQUESTS produção de WebQuests Texto de Ajuda ução de conteúd educativos Esta é a plataforma disponibilizada pelo Centro de Competência Nónio da Universidade do Minho: dos www.nonio.uminho.pt/webquests A s TIC na produ Diapositivo N.º 24 João Silva Pereira 2008-05-14
  25. 25. 7.º - Inserção da WebQuest, como recurso, na ç WebQuest, Q , WEBQUESTS plataforma moodle da disciplina. ução de conteúd educativos Depois de construir a WebQuest, copiamos o endereço da p plataforma utilizada p o efeito ( for o caso) p a para (se ) para dos plataforma moodle. A WebQuest ficará disponível como recurso e acessível aos A s TIC na produ alunos inscritos na disciplina. Diapositivo N.º 25 João Silva Pereira 2008-05-14
  26. 26. WEBQUESTS ução de conteúd educativos 8 º - Publicação dos trabalhos produzidos 8.º Os trabalhos realizados no âmbito da WebQuest podem ser publicados na Internet ou simplesmente apresentados à turma ou dos a um grupo mais alargado. É importante não menosprezar esta fase da WebQuest: A s TIC na produ dá- dá-se aos alunos a possibilidade de executar uma tarefa tangível; assegura- assegura-se uma audiência receptiva e amigável para os trabalhos produzidos; p abre- abre-se a possibilidade de obter feedback da aprendizagem. Uma boa solução será criar um blog ou um tumblog para publicar os trabalhos realizados pela turma. Diapositivo N.º 26 João Silva Pereira 2008-05-14
  27. 27. WEBQUESTS ução de conteúd educativos WebQuest sobre HotPotatoes (exemplo) Visite o seguinte endereço para ver o exemplo de uma WebQuest sobre HotPotatoes alojada no Centro de Competência Nónio da dos Universidade do Minho A s TIC na produ http://www.nonio.uminho.pt/webquests/webquest/soporte_derec ha_w.php?id_actividad=838&id_pagina=1 Diapositivo N.º 27 João Silva Pereira 2008-05-14
  28. 28. A s TIC na produ ução de conteúd educativos dos WEBQUESTS 2008-05-14 João Silva Pereira Diapositivo N.º 28

×