Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Aula3 nut mul_crianca_2010.1

6,632 views

Published on

  • Be the first to comment

Aula3 nut mul_crianca_2010.1

  1. 1. Nutrição Materno-infantil PROFª FLÁVIA FARIAS
  2. 2. Atendimento Nutricional <ul><li>Fase 1 – Exploratória </li></ul><ul><li>CLÍNICA </li></ul><ul><li>História Social </li></ul><ul><li>História Familiar </li></ul><ul><li>História Patológica Pregressa </li></ul><ul><li>História da Doença Atual </li></ul><ul><li>Queixa Principal </li></ul><ul><li>História nutricional </li></ul><ul><li>Hábito alimentar atual: questionário de freqüência alimentar, recordatório de 24 horas ou anamnese alimentar </li></ul><ul><li>Fase 2 – Avaliação Física </li></ul><ul><li>Avaliação antropométrica e diagnóstico nutricional: peso e estatura são os dados antropométricos mais utilizados </li></ul><ul><li>Avaliação de exames laboratoriais: há valores de referência diferenciados </li></ul><ul><li>Fase 3 – Conduta Nutricional </li></ul><ul><li>Cálculo das necessidades nutricionais para sexo e faixa etária </li></ul><ul><li>Prescrição de cardápio adequado em atender as demandas nutricionais, respeitando-se os hábitos culturais, sociais e/ou religiosos </li></ul><ul><li>Orientações focadas nos distúrbios ou queixas apresentados </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Avaliação Nutricional de acordo com diagnóstico pré-gestacional </li></ul>IMC pré-estacional (Kg/m²) Estado Nutricional Ganho peso 1º tri - até 13ª SG (Kg) Ganho peso semanal 2º e 3º tri (Kg) Ganho peso total (Kg) Ganho peso mínimo (Kg/mês) < 18,5 (19,8) Baixo Peso 2,3 0,5 12,5-18,0 Não determinado 18,5-24,9 (19,8-26,0) Adequado 1,6 0,4 11,5-16,0 1,0 25-29,9 (26,0-29,0) Sobrepeso 0,9 0,3 7,0-11,5 Não determinado >30,0 (>29,0) Obesidade ---- 0,3 7,0 0,5
  4. 4. Gestante gemelar IMC pré-estacional (Kg/m²) Ganho peso semanal 0 – 20 Semanas Ganho peso semanal 20-28 semanas Ganho peso semanal 28 semanas ao parto Ganho peso total (Kg) < 19,8 (Baixo Peso) 0,560-0,790 0,680-0,790 0,560 22,5-27,9 19,8-26,0 (Adequado) 0,450-0,680 0,560-0,790 0,450 18-24,3 26,0-29,0 (Sobrepeso) 0,450-0,560 0,450-0,680 0,450 17,1-21,2 > 29,0 (Obesidade) 0,340-0,450 0,340-0,560 0,340 13,0-17,1
  5. 5. <ul><li>Após cálculo de IG, avaliação nutricional, </li></ul><ul><li>programação do ganho de peso: </li></ul><ul><li>Avaliação bioquímica e clínica; </li></ul><ul><li>Cálculo das necessidades nutricionais </li></ul><ul><li>Prescrição nutricional; </li></ul><ul><li>Cardápio; </li></ul><ul><li>Orientações Nutricionais. </li></ul>
  6. 6. Avaliação bioquímica MEDIDAS PARÂMETROS NORMAIS NA GESTAÇÃO Albumina 2,5g/dl Ácido Úrico 2,0 – 5,0mg/dl Colesterol Total 200 – 325 mg/dl Creatinina 0,5 – 1,0 mg/dl Glicemia de jejum <85mg/dl Hemoglobina Ausência de anemia Anemia leve a moderada Anemia grave > 11g/dl > 8 g/dl e < 11g/dl < 8 g/dl Hb glicosilada < 8 g/dl Hematócrito 1º trimestre 2º trimestre 3º trimestre > 33% > 31,5% > 33% Hemácias 3,6 – 4,4 milhões/ mm 3 Teste de Tolerância Oral à Glicose (TTOG) com 75g glicose < 140mg/dl (após 20ª SG) Proteínas totais 6 – 7 g/dl TG < 150 mg/dl Uréia 10 – 20 mg/dl Plaquetas 75 – 320 mil/ mm 3 Urina Bactérias Corpos cetônicos Glicose Hemácias Proteínas Ausentes Ausentes Ausentes ou traço Até 5 Até traços (0,5 g/l)
  7. 7. Exame de urina <ul><li>Traços de proteínas na urina associados a edema e/ou hipertensão arterial podem indicar Síndrome Hipertensiva da Gravidez!! </li></ul><ul><li>Encaminhar a gestante para um pré-natal de alto risco. </li></ul>
  8. 8. Avaliação clínica Fonte: Saunders & Bessa, 2002 Achados Sugestivo de … Olhos Cegueira noturna (dificuldade de enxergar com pouca luz ou à noite) Palidez conjuntival Carência de vitamina A Anemia ferropriva Lábios Queilose angular e língua inflamada (glossite) Carência de riboflavina Glândulas Bócio Carência de iodo Palidez cutâneo-mucosa, fraqueza, fadiga ao menor esforço físico, susceptibilidade aumentada aos processos infecciosos Anemia ferropriva Gengivas esponjosas, que sangram com facilidade, e pequenas hemorragias cutâneas Carência de vitamina C
  9. 9. Avaliação Dietética <ul><li>Questionário de Frequência Alimentar </li></ul><ul><li>Anamnese alimentar </li></ul><ul><li>Recordatório de 24h </li></ul><ul><li>Atenção para o consumo alimentar atual (refrigerantes, infusões, chocolates, bebidas alcoólicas, produtos dietéticos, alergias/intolerâncias, aversões, mudanças devido a gravidez). </li></ul><ul><li>Investigar presença de perversõe no apetite: terra, barro, tijolo, ração canina, fósforo, cabelo, giz, combinações alimentares suspeitas (manga verde c/ vinagre) </li></ul>
  10. 10. Necessidades Nutricionais Requerimento energético na gestação <ul><li>↑ requerimento energético =>↑ TMB em 10 a 15%: </li></ul><ul><ul><li>crescimento do feto </li></ul></ul><ul><ul><li>formação da placenta </li></ul></ul><ul><ul><li>formação de tecidos maternos (reserva, volume plasmático, glândulas mamárias) </li></ul></ul><ul><ul><li>esforço materno (cardiovascular e respiratório) </li></ul></ul><ul><li>Feto utiliza diariamente cerca de 50-70% de carboidratos e o restante de aminoácidos e ácidos graxos </li></ul><ul><li>↑ TMB gera ↑ calor, que é dissipado através da vasodilatação periférica </li></ul><ul><li>↑ ingestão e do peso gera reserva adiposa para os momentos de ↓ glicemia (sono por exemplo) </li></ul>
  11. 11. Demandas Nutricionais <ul><li>  </li></ul><ul><li>1º TRIMESTRE - intensa atividade de formação tecidual (feto assume forma humana) </li></ul><ul><li>ATIVIDADE DE HIPERPLASIA CELULAR </li></ul><ul><li>2º TRIMESTRE - formação tecidual + atividades de crescimento </li></ul><ul><li>ATIVIDADES DE HIPERPLASIA+ HIPERTROFIA CELULAR </li></ul><ul><li>3º TRIMESTRE - predominam atividades de crescimento </li></ul><ul><li>PREDOMINA A ATIVIDADE DE HIPERTROFIA CELULAR </li></ul>
  12. 12. Demanda energética <ul><li>Custo energético de uma gestação completa: em torno de 77.000 a 80.000 Kcal para 40 semanas; </li></ul><ul><li>Com base nisso a recomendação padrão do MS é adicionar 285Kcal às recomendações diárias de calorias; </li></ul><ul><li>Para mulheres em repouso ou extremamente sedentárias utilizar o adicional de 200Kcal/dia </li></ul><ul><li>Outros autores defendem o adicional de 300Kcal/dia, que seriam necessários para as diversas demandas da gestação </li></ul><ul><li>Estudos mais recentes apontam para um valor de 213Kcal/dia </li></ul>
  13. 13. Valor energético Total na gestação... <ul><li>Para mulheres adultas </li></ul>VET = GE(TMB x NAF) + adicional da gestação TMB = Taxa de Metabolismo Basal NAF = Nível de Atividade Física
  14. 14. TMB em mulheres adultas TMB ( ♀ 18 a 30 anos) = (14,818 x Peso) + 486,6 TMB ( ♀ 30 a anos) = (8,126 x Peso) + 845,6 Utilizar Peso Pré-gestacional, se o IMC(PG) for adequado. Caso não seja, utilizar um peso teórico que esteja na faixa de adequação (entre IMC 18,50e 24,99Kg/m2) ou IMC mediano feminino (21 Kg/m2)
  15. 15. Nível de Atividade Física <ul><li>Mulheres adultas </li></ul><ul><li># Estilo de vida sedentário ou leve => 1,40 – 1,69 (1,53) </li></ul><ul><li># Estilo de vida moderado a ativo => 1,70 – 1,99 (1,76) </li></ul><ul><li># Estilo de vida vigoroso ou moderadamente vigoroso => 2,00 – 2,40 (2,25) </li></ul>
  16. 16. Adicional Calórico da gestação <ul><li>Para ganho de peso médio (12Kg) adicional total é de 77.000 a 80.000Kcal; </li></ul><ul><li>Gestação média tem 40 semanas ou 280 dias; </li></ul><ul><li>80.000/280 = 285Kcal; </li></ul><ul><li>Devido as diferentes demandas calóricas durante os 3 trimestres de gestação sugere-se: </li></ul><ul><ul><li>1º Tri = adicionar 85Kcal (7.735) </li></ul></ul><ul><ul><li>2º Tri = adicionar 285 Kcal (25.935) </li></ul></ul><ul><ul><li>3º Tri = adicionar 475Kcal (43.225) </li></ul></ul><ul><ul><li>Total = 76.895Kcal </li></ul></ul><ul><li>Caso gestante não inicie acompanhamento nutricional no 1º trimestre, pode-se somar 85Kcal ao 2º tri. </li></ul>
  17. 17. Adicional calórico individualizado <ul><li>Para permitir o ganho de peso de 1Kg, deve-se adicionar 6.417Kcal (6.416,6...) </li></ul><ul><li>Passo 1 – calcular o ganho de peso esperado (em Kg) até a 40ª SG; </li></ul><ul><li>Passo 2 – Multiplicar o ganho de peso (Kg) por 6.417Kcal </li></ul><ul><li>Passo 3 – Dividir pelo número de dias que faltam para a gestante completar 40 semanas. </li></ul><ul><li>Ao achar o adicional calórico personalizado, utilizar em substituição a recomendação para o trimestre gestacional, ou seja, VET = GE(TMBxNAF) + adicional personalizado. </li></ul>
  18. 18. Demanda por proteínas <ul><li>Fornecer aas para formação e manutenção tecidual; </li></ul><ul><li>Formação hormonal; </li></ul><ul><li>Formação enzimática; </li></ul><ul><li>Síntese de secreções e líquidos corpóreos; </li></ul><ul><li>Síntese de anticorpos; </li></ul><ul><li>Transporte de lipídios e vitaminas lipossolúveis; </li></ul><ul><li>Manutenção da pressão osmótica (albumina); </li></ul><ul><li>Equilíbrio ácido-base do sangue. </li></ul>
  19. 19. Razões para as necessidades protéicas aumentadas: <ul><li>Rápido crescimento fetal </li></ul><ul><li>Formação do líquido amniótico </li></ul><ul><li>Formação da placenta </li></ul><ul><li>Crescimento dos tecidos maternos </li></ul><ul><li>Expansão de volume plasmático </li></ul>
  20. 20. Recomendação de proteínas na gestação <ul><li>Recomendação anterior (FAO/WHO/UNU, 1985): </li></ul><ul><ul><li>1º Tri: 0,91g/Kg Peso Pré-Gestacional + acicional de 1,2g/dia; </li></ul></ul><ul><ul><li>2º Tri: 0,91/Kg Peso Pré-Gestacional + adicional de 6,1g/dia; </li></ul></ul><ul><ul><li>3º Tri: 0,91/Kg Peso Pré-Gestacional + adicional de 10,7g/dia. </li></ul></ul><ul><li>Recomendação atual (FAO/WHO/UNU, 2007): </li></ul><ul><ul><li>1º Tri: 1,0g/Kg Peso Pré-Gestacional + 1g/dia; </li></ul></ul><ul><ul><li>2º Tri: 1,0g/Kg Peso Pré-Gestacional + 9g/dia; </li></ul></ul><ul><ul><li>3º Tri: 1,0g/Kg Peso Pré-Gestacional + 31g/dia. </li></ul></ul><ul><li>Quando o peso pré-gestacional indicar EN inadequado utilizar o Peso Ideal (a partir de IMC entre 18,50 e 24,99) </li></ul>
  21. 21. Recomendação de proteínas na gestação <ul><li>Gestação gemelar (FAO/WHO/UNU, 2007): </li></ul><ul><ul><li>Adicional proteico de 50g/dia a partir da 20ª SG; </li></ul></ul><ul><ul><li>Adicional energético de 1.000Kcal/dia a partir da 20ª SG. </li></ul></ul><ul><li>ANVISA: 71g/dia durante a gestação. </li></ul>
  22. 22. Distribuição calórica dos macronutrientes: <ul><ul><li>Carboidratos: 55 a 75% do VET </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Não oferecer mais de 10% de açúcar simples </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Oferecer > 25g de fibras ao dia </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Lipídeos: 15 a 30% do VET </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Evitar ácidos graxos saturados, trans e colesterol </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Proteínas: 10 a 15% do VET * </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Dietas com mais de 34% do VET provenientes de proteínas estão associadas a óbito fetal. </li></ul></ul></ul>
  23. 23. Exemplo de cálculo dietoterápico <ul><li>Gestante adulta </li></ul><ul><ul><li>PPG = 85Kg Estatura = 1,60m </li></ul></ul><ul><ul><li>Idade Gestacional = 20 SG </li></ul></ul><ul><ul><li>Peso atual 92Kg </li></ul></ul><ul><ul><li>EN pré-gestacional IMC(PG) = 33,20Kg/m2 (Obesa) </li></ul></ul><ul><ul><li>Ganho de peso esperado (total) = 7,0Kg </li></ul></ul><ul><ul><li>Ganho de peso real (até momento) = 7,0Kg </li></ul></ul><ul><ul><li>Recomendação de ganho de peso mínimo de 0,5Kg/mês até o fim da gestação </li></ul></ul><ul><ul><li>20 semanas = 140 dias/30 = 4,7 meses </li></ul></ul><ul><ul><li>0,5Kg por mês = total de 2,35Kg </li></ul></ul><ul><ul><li>1Kg = adicional de 6.417Kcal </li></ul></ul><ul><ul><li>2,35Kg = 15.080Kcal </li></ul></ul><ul><ul><li>Adicional calórico diário = 107,7Kcal </li></ul></ul>
  24. 24. Cálculo do VET (exemplo) <ul><li>VET = GE(TMBxNAF) + adicional calórico </li></ul><ul><ul><li>TMB (18-30anos)= (14,818 x Peso) + 486,6 </li></ul></ul><ul><ul><li>Peso Ideal IMC 18,50 a 24,99 = PI = 64Kg </li></ul></ul><ul><ul><li>TMB = 1434,95Kcal </li></ul></ul><ul><ul><li>GE = 1434,95 x 1,53 (sedentarismo) </li></ul></ul><ul><ul><li>GE = 2195,47Kcal </li></ul></ul><ul><ul><li>VET = GE + adicional </li></ul></ul><ul><ul><li>VET = 2195,47 +107,7 = 2303,17Kcal </li></ul></ul><ul><li>O Valor energético encontrado tem como principal objetivo restringir o ganho de peso na gestação a 1,0Kg ao mês o que significam 2,35Kg até o fim da gestação. </li></ul>
  25. 25. Necessidade de proteínas <ul><li>2º trimestre = adicional de 9g proteína ao dia. </li></ul><ul><li>Recomendação diária base = 1,0g/Kg Peso pré-gestacional ou Ideal ajustado </li></ul><ul><li>Para o caso em questão (Obesidade) utilizar peso ajustado: </li></ul><ul><li>* 1,60 x 1,60 x 24,99 = 64Kg </li></ul><ul><li>Recomendação base = 64 x 1,0 = 64g ptn/dia </li></ul><ul><li>Adicional (2º tri)= 9g </li></ul><ul><li>Total de proteína que a gestante deve ingerir ao dia: </li></ul><ul><li>73g até a 28ª SG </li></ul><ul><li>Após = recomendação base (64g) + adicional de 31g/dia </li></ul>
  26. 26. Macronutrientes <ul><li>VET = 2303Kcal </li></ul><ul><ul><li>Proteína = 73g x 4 = 292Kcal = 12,7% VET </li></ul></ul><ul><ul><li>Lipídios = 25% = 575,75Kcal /9 = 64g </li></ul></ul><ul><ul><li>Carboidratos = 62,3% = 1434,8Kcal /4 = 358,7g </li></ul></ul><ul><li>Resumo </li></ul><ul><ul><li>Carboidratos 62% VET ou 359g </li></ul></ul><ul><ul><li>Proteínas 13% VET ou 73g </li></ul></ul><ul><ul><li>Lipídios 25% VET ou 64g </li></ul></ul>
  27. 27. Micronutrientes <ul><li>VITAMINAS </li></ul><ul><li>Ênfase nas vitaminas B6, A, D e ácido fólico </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>MINERAIS </li></ul><ul><li>Ênfase nas cotas de Ferro, Zinco, Cálcio e Cobre </li></ul>
  28. 28. Recomendações de Nutrientes Nutrientes Gestante adolescente Gestante adulta Vitamina A (μg) 750 770 Vitamina C (mg) 80 85 Vitamina D ( μg) 5 5 Vitamina E (mg) 15 15 Vitamina B6 (Piridoxina) 1,9 1,9 Folato (μg) 600 600 Cálcio (mg) 1300 1000 Fósforo (mg) 1250 700 Ferro (mg) 27 27 Zinco (mg) 12 11 Cobre (μg) 1000 1000

×