Tecnicas de Ensino e Dominios de Aprendizagem

57,516 views

Published on

Tecnicas De Ensino E E Dominios De Aprendizagem
joao jose saraiva da fonseca

"taxonomia de bloom"

Published in: Education
3 Comments
84 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total views
57,516
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3,548
Actions
Shares
0
Downloads
270
Comments
3
Likes
84
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Tecnicas de Ensino e Dominios de Aprendizagem

  1. 1. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Realizado por João José Saraiva da Fonseca Janeiro de 2009 João José Saraiva da Fonseca
  2. 2. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem De acordo com Bloom a aprendizagem ocorre em três domínios: cognitivo psicomotor (habilidades) afetivo (atitudes ) João José Saraiva da Fonseca
  3. 3. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Domínio cognitivo João José Saraiva da Fonseca
  4. 4. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Considerando os objetivos de aprendizagem, o domínio cognitivo está dividido em seis níveis. João José Saraiva da Fonseca
  5. 5. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem O nível cognitivo mais baixo nesta taxonomia começa com o estudante recordando e reconhecendo o conhecimento. João José Saraiva da Fonseca
  6. 6. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Conhecimento: processos que requerem que o estudante reproduza com exatidão uma informação que lhe tenha sido dada, seja ela uma data, um relato, um procedimento, uma fórmula ou uma teoria. Caracteriza-se pela evocação de idéias, materiais ou fenômenos atravês do reconhecimento, ou da memória. O aluno Adquire e armazena informações que mais tarde terá de evocar. O aluno irá recordar ou reconhecer informações, idéias, e princípios na forma (aproximada) em que foram aprendidos. João José Saraiva da Fonseca
  7. 7. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Conhecimento definir declarar listar nomear escrever relembrar reconhecer rotular sublinhar selecionar reproduzir medir João José Saraiva da Fonseca
  8. 8. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Do nível cognitivo o aluno progride através de sua compreensão do conhecimento. João José Saraiva da Fonseca
  9. 9. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Compreensão: requer elaboração (modificação) de um dado ou informação original. O estudante deverá ser capaz de usar uma informação original e ampliá-la, reduzí-la, representá-la de outra forma ou prever conseqüências resultantes da informação original. O aluno poderá organizar a mensagem em outros termos ou em outra forma de comunicação – translação; inferir, generalizar e tirar conclusões baseadas na comunicação – interpretação; ou realizar estimativas ou previsões baseadas no entendimento de tendências implícitas na comunicação – extrapolação. Está ligado à capacidade de entendimento e comunicação do conteúdo que lhe é transmitido e, de fazer algum uso dos materiais ou idéias nele contidos; O entendimento literal da mensagem contida na comunicação. João José Saraiva da Fonseca
  10. 10. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Compreensão identificar justificar selecionar indicar ilustrar representar nomear formular explicar julgar contrastar classificar João José Saraiva da Fonseca
  11. 11. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Através da compreensão o aluno chega à aplicação do conhecimento que ele compreende. João José Saraiva da Fonseca
  12. 12. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Aplicação: reúne processos nos quais o estudante transporta uma informação genérica para uma situação nova e específica. Diante de um problema novo o aluno é capaz de aplicar abstrações apropriadas sem a interferência de ninguém, sendo que estas abstrações são oriundas da compreensão de terminados problemas. Envolve a experimentação. O aluno seleciona, transfere, e usa dados e princípios para completar um problema ou tarefa com um mínimo de supervisão. João José Saraiva da Fonseca
  13. 13. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Aplicação predizer selecionar avaliar explicar escolher encontrar mostrar demonstrar construir computar usar desempenhar João José Saraiva da Fonseca
  14. 14. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nos níveis seguintes o aluno progride a partir de sua habilidade de analisar as situações envolvendo o conhecimento até sua habilidade de sintetizar o conhecimento em novas formas de organização. João José Saraiva da Fonseca
  15. 15. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Análise: caracterizam-se por separar uma informação em elementos componentes e estabelecer relações entre eles. O aluno distingue, classifica, e relaciona pressupostos, hipóteses, evidências ou estruturas de uma declaração ou questão. Divide uma situação em suas partes constitutivas, tem percepção de suas interelações e dos modos de organização. João José Saraiva da Fonseca
  16. 16. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Análise analisar identificar concluir diferenciar selecionar separar comparar contrastar justificar resolver separar criticar João José Saraiva da Fonseca
  17. 17. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Síntese: representa os processos nos quais o estudante reúne elementos de informação para compor algo novo que terá, necessariamente, traços individuais distintivos. O aluno cria, integra e combina idéias num produto, plano ou proposta, novos para ele. O aluno une os elementos e partes de modo a formar um todo. Implica em geral em, reorganizar partes examinadas, Em experiências anteriores, como novos materiais. João José Saraiva da Fonseca
  18. 18. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Síntese combinar repetir sumarizar sintetizar argüir discutir organizar derivar selecionar relacionar generalizar concluir João José Saraiva da Fonseca
  19. 19. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Avaliação: representa os processos cognitivos mais complexos. Consiste em confrontar um dado, uma informação, uma teoria, um produto etc... com um critério ou conjunto de critérios, que podem ser internos ao próprio objeto de avaliação, ou externos a ele. O aluno aprecia, avalia ou critica com base em padrões e critérios específicos. O aluno julga o valor de idéias, trabalhos, soluções, métodos, materiais, entre outros. Envolve a utilização de critérios e os julgamentos podem ser quantitativos ou qualitativos. João José Saraiva da Fonseca
  20. 20. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem O nível cognitivo mais elevado repousa na sua habilidade de avaliar, de forma que ele julgue o valor do conhecimento para atendimento de objetivos específicos João José Saraiva da Fonseca
  21. 21. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Avaliação julgar avaliar determinar reconhecer suportar defender atacar criticar identificar evitar selecionar escolher João José Saraiva da Fonseca
  22. 22. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Resum o João José Saraiva da Fonseca
  23. 23. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Resum o João José Saraiva da Fonseca
  24. 24. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Resum o João José Saraiva da Fonseca
  25. 25. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Resum o João José Saraiva da Fonseca
  26. 26. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Resum o João José Saraiva da Fonseca
  27. 27. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Técnicas de ensino Técnicas de ensino para o domínio cognitivo - Estudo de caso - Estudo dirigido João José Saraiva da Fonseca
  28. 28. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Estudo dirigido “O Estudo Dirigido é uma técnica de ensino em que os alunos executam em sala, ou fora dela, um trabalho determinado pelo professor, que os orienta e os acompanha, valendo-se de um capítulo do livro, um artigo, um texto didático ou mesmo de um determinado livro. O professor oferece um roteiro de estudo previamente elaborado para que o aluno explore o material escrito de maneiro eletiva: lendo, compreendendo, interpretando, analisando, comparando, aplicando, avaliando e elaborando”. João José Saraiva da Fonseca
  29. 29. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Estudo de caso O estudo de caso consiste em apresentar sucintamente a descrição de uma determinada situação real ou fictícia para sua discussão no grupo. O caso análise, objetiva o desenvolvimento da capacidade analítica do aluno. O caso problema, que visa chegar a uma solução, a melhor possível com os dados fornecidos pelo caso. João José Saraiva da Fonseca
  30. 30. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Domínio psicomotor João José Saraiva da Fonseca
  31. 31. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Considerando os objetivos de aprendizagem, o domínio psicomotor (habilidades) está dividido em cinco níveis.. João José Saraiva da Fonseca
  32. 32. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Imitação – o estudante perante uma ação que pode observar, esboça uma imitação desta ação, ao nível do seu sistema muscular guiado por um impulso para imitar; Manipulação – o estudante a este nível, é capaz de realizar uma ação de acordo com instruções e não com base na observação. O aluno começa a demonstrar habilidades para manipular instrumentos selecionados. João José Saraiva da Fonseca
  33. 33. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Precisão – o aluno é capaz de reproduzir de um ato exercido com um grau superior de exatidão e de eficiência. Articulação – implica que o aluno coordene uma série de ações, pelo estabelecimento de uma seqüência apropriada; Naturalização (também designado de adopção) – surge como a aquisição pelo aluno de competências psicomotoras que não possuía antes. João José Saraiva da Fonseca
  34. 34. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Considerando os objetivos de aprendizagem, o domínio psicomotor (habilidades) está dividido em cinco níveis.. Exemplos de verbos para objetivos específicos Monta, constrói, calibra, modifica, limpa, conecta, compõe, cria, esboça, projeta, instala, desinstala, insere, remove, manipula, conserta, repara, pinta, aparafusa, fixa. João José Saraiva da Fonseca
  35. 35. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Resum o João José Saraiva da Fonseca
  36. 36. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Técnicas de ensino Técnicas de ensino para o domínio psicomotor (habilidades) Demonstraçã o Simulação João José Saraiva da Fonseca
  37. 37. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem A simulação é uma técnica de treinamento que aumenta a segurança na prática de atividades dinâmicas e complexas. Fundamenta-se na replicação de experiências reais, permitindo experimentação que evoque aspectos importantes da vida real de forma plenamente interativa. João José Saraiva da Fonseca
  38. 38. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem A demonstração envolve 4 tipos principais: -Demonstração intelectual: utiliza argumentos logicamente encadeados (disciplinas teóricas em geral, como a matemática) -Demonstração experimental: feita em laboratório, ou diretamente da natureza, com o auxílio ou não de aparelhos (como em Química e Física). João José Saraiva da Fonseca
  39. 39. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem -Demonstração documentária: processa-se por meio de documentos escritos ou produtos culturais, como é o caso das demonstrações históricas, etnológicas, etc. -Demonstração operacional: baseia-se em técnicas de trabalho e de movimentos, com uso ou não de aparelhos, como em Educação Física. João José Saraiva da Fonseca
  40. 40. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Domínio afetivo João José Saraiva da Fonseca
  41. 41. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Considerando os objetivos de aprendizagem, o domínio afetivo (atitudes) está dividido em cinco níveis.. João José Saraiva da Fonseca
  42. 42. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Recepção (também designado como acolhimento e receptividade) Aperceber-se da existência de uma dado valor apresentado na instrução. Dirigir sua atenção para ele de modo seletivo e intencional. Todavia os alunos portam-se passivamente em relação ao valor apresentado. João José Saraiva da Fonseca
  43. 43. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Receber ouvir atender preferir aceitar receber perceber estar consciente favorecer selecionar João José Saraiva da Fonseca
  44. 44. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Resposta (também chamado de reação) Presumem alguma ação da parte do aluno em referência a um valor relacionado à instrução Esta ação pode ser desde a simples obediência a determinações explícitas até a iniciativa na qual se possa notar alguma expressão de satisfação por parte do aluno João José Saraiva da Fonseca
  45. 45. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Responder especificar responder completar selecionar listar escrever gravar desenvolver derivar João José Saraiva da Fonseca
  46. 46. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Valorização (também designada de avaliação) O valor comunicado na instrução foi internalizado pelo aluno. Distinguem-se do tipo de objetivo do nível de resposta pela consistência (não são esporádicas), persistência (prolongam-se além do período da instrução) e, num nível mais intenso, a persuasão (ou seja o aluno procura convencer outras pessoas da importância do valor). João José Saraiva da Fonseca
  47. 47. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Valorizar aceitar reconhecer participar incrementar desenvolver realizar indicar decidir influenciar João José Saraiva da Fonseca
  48. 48. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Organização Reinterpreta o valor comunicado na instrução à luz de outros valores análogos ou antagônicos ao valor original. Analisa diferentes ângulos do valor, compara-o a valores concorrentes João José Saraiva da Fonseca
  49. 49. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Organizar organizar julgar relacionar encontrar determinar correlacionar associar formar seleciona João José Saraiva da Fonseca
  50. 50. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Caracterização de um valor complexo O processo de internalização atinge o ponto em que o indivíduo passa a ser identificado pela sua comunidade como um símbolo ou representante do valor que ele incorporou. João José Saraiva da Fonseca
  51. 51. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Nível Verbos associados Caracterizar revisar modificar enfrentar aceitar julgar desenvolver demonstrar identificar decidir João José Saraiva da Fonseca
  52. 52. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Resum o DIREÇÃO Nível Nível Inferior 1. Receber (prestar atenção) a) Consciência b) Desejo de receber c) Atenção controlada e selecionada 2. Responder (Comprometido e ativamente envolvido) a) Concordância em responder b) Desejo de responder c) Satisfação em responder 3. Valorizar (Atribuir valor aos conceitos) a) Aceitação de um valor b) Preferência por um valor c) Compromisso (convicção) João José Saraiva da Fonseca
  53. 53. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Resum o DIREÇÃO Nível Nível 4. Organização (Construção de um Superior sistema de valores) a) Conceituação de um valor b) Organização de um sistema de valores 5. Caracterização de um valor complexo (Aceitação de um sistema de valores) a) Conjunto generalizado b) Caracterização João José Saraiva da Fonseca
  54. 54. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Resum o João José Saraiva da Fonseca
  55. 55. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Concluindo João José Saraiva da Fonseca
  56. 56. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Técnicas de ensino para os domínios psicomotor (habilidades) e afetivo (atitudes) - Excursões; - Visitas e atividades associadas à comunidade sob a orientação de perceptores; - Estágios João José Saraiva da Fonseca
  57. 57. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Técnicas de ensino para os domínios psicomotor (habilidades), cognitivo e afetivo (atitudes) Atividades baseadas em projetos ou pesquisas individuais ou em grupo. João José Saraiva da Fonseca
  58. 58. Técnicas de ensino e domínios de aprendizagem Bibliografia ROMAO, J. E. . Avaliação Dialógica: Desafios e Perspectivas. In: Jornada de Estudos Pedagógicos, 2005, Santo Ângelo (RS). Anais da Jornada de Estudos Pedagógicos. Santo Ângelo : Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, 2005. v. 1. p. 32-57. TEIXEIRA, Gilberto. Elaboração de objetivos educacionais no ensino superior. Disponível em www.serprofessoruniversitario.pro.br. Acesso em: 09 jan 2009. Daniel Dettoni. Desenvolvimento de um modelo de avaliação de treinamento na metodologia seis sigma. 2005. 122 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Itajubá, . Orientador: Pedro Paulo Balestrassi. Bittencourt, J.R., Giraffa , L.M.M. A Utilização dos Role -Playing Games Digitais no Processo de Ensino-. Aprendizagem. PPGCC/PUCRS, 2003 João José Saraiva da Fonseca

×