Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Relações.interpessoais.agressão

  • Login to see the comments

Relações.interpessoais.agressão

  1. 1.      As Relações Interpessoais CONFLITO E AGRESSIVIDADE Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  
  2. 2.       1. O QUE É A AGRESSÃO?§  A agressão é um comportamento cujo objectivo consiste em infligir danos físicos, psíquicos e materiais a outra pessoa ou a certos grupos.§  As primeiras tentativas de explicação consistiram em afirmar que a agressão era um instinto – estaríamos geneticamente programados para esse comportamento. AGRESSÃO: baseado nos estudos sobre o comportamento animal, Konrad Lorenz considerava que a agressão era um comportamento adaptativo de base instintiva e inata - texto manual p.235 Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  
  3. 3.       2.1 BASES BIOLÓGICAS DA AGRESSÃO§  As teorias do instinto não gozam actualmente de grande credibilidade científica, porém isso não invalida que existam factores biológicos envolvidos.§  Em todos os países com registos criminais, contata- se que o número de homens que comete crimes violentos é superior ao número de mulheres –a explicação avançada é a hipótese testosterona. A HIPÓTESE TESTOTERONA: algumas investigações mostram que os criminosos violentos têm naturalmente níveis de testosterona bem mais elevados do que os condenaos por crimes não violentos Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  
  4. 4.       2.2 O FACTOR PSICOLÓGICO: AGRESSÃO COMO RESPOSTA À FRUSTAÇÃO§  A frustação é a situação em que se encontra um sujeito quando uma necessidade não pode ser satisfeita em virtude de um obstáculo interno (falta de talento, confiança, medo, etc.) ou de um obstáculo externo (convenções sociais, proibições, etc.).§  O nível de frustração depende da força da motivação e do grau de dificuldade do obstáculo a ultrapassar. FRUSTAÇÃO: é um tipo de acontecimento aversivo OU desagradável que pode conduzir à agressão se despertar emoções negativas em virtude da sua intensidade e do seu carácter relativamente injustificável. Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  
  5. 5.       2.3 O FACTOR SOCIAL: A AGRESSÃO E A TEORIA DA APRENDIZAGEM SOCIAL§  Aprendemos a ser agressivos mediante a observação de comportamentos agressivos e, sobretudo, quando vemos esses comportamentos serem reforçados ou socialmente valorizados.§  Bandura: modelos comportamentais agressivos em determinadas subculturas no seio familiar e meios de comunicação desempenham um papel relevante no crescente grau de violência das atuais sociedades. “Muitas crianças assitiram a incontáveis esfaquiamentos, pontapés, murros, tiros, estrangulamentos (…) bem antes de ingressarem na escola (…) Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  
  6. 6.       3. COOPERAÇÃO E CONFLITO INTERGRUPAL§  O conflito entre grupos sociais é um estado de tensão que se exprime num conjunto de comportamentos e atitudes competitivas – que pode ter a sua raíz na competição por bens caracterizados pela escassez ou rareza – entre dois grupos.§  CONSEQUÊNCIAS: o conflito pode traduzir-se em preconceitos e discriminação (ações de exclusão social, como o apartheid) em recusa de contacto social ou ódio, em ataques físicos contra pessoas e bens e, no limite, em atentados contra a vida dos membros de outros grupos. Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  
  7. 7.       3. COOPERAÇÃO E CONFLITO INTERGRUPALA competição é, assim, a principal fonte de conflito:§  É a actividade ou conjunto de actividades dirigidas para a realização de um objectivo às custas dos interesses e desejos de um indivíduo ou grupo.§  Deve, contudo, notar-se que a agressividade ou hostilidade a respeito de um grupo se manifesta muitas vezes em ações que exigem esforço integrado e organização do grupo agressor (cooperação intragrupal ou com grupos que partilham sentimentos semelhantes a respeito do grupo detestado) Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  
  8. 8.       3. COOPERAÇÃO E CONFLITO INTERGRUPAL§  Apesar de muito decisiva, a competição não é o único factor que pode desencadear conflitos:a)  A sensação de se estar a ser tratado injustamente contribui para estimular a inclinação para o conflito e violência.b)  Objetivos incompatíveis também desencadeiam conflitos entre grupos. Se pensarmos que o objetivo dos outros é prejudicar-nos, mais predisposição possuímos para o conflito. Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  
  9. 9.       3. COOPERAÇÃO E CONFLITO INTERGRUPAL§  Apesar de muito decisiva, a competição não é o único factor que pode desencadear conflitos:a)  A sensação de se estar a ser tratado injustamente contribui para estimular a inclinação para o conflito e violência.b) Objetivos incompatíveis tambémdesencadeiam conflitos entre grupos. Sepensarmos que o objetivo dos outros éprejudicar-nos, mais predisposiçãopossuímos para o conflito. Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  
  10. 10.       3.1 CONFLITOS E RESOLUÇÃO DE CONFLITOS§  Existem várias formas de resolver conflitos. Desde o aumento do contato entre os elementos dos grupos, passando pela fomentação da cooperação, até à negociação.§  O m a i s i m p o r t a n t e é promover a compreensão da diversidade e da variabilidade sociocultural. Manual – pág. 238 Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  
  11. 11.       Realizado por: Joana Inês PontesConsultas:Rodrigues, Luís(2009) Psicologia B. Lisboa: Plátano Editora, pp.230-236 Psicologia  12º  Ano|    As  Relações  Interpessoais|  Joana  Inês  Pontes  

×