Uma Jornada

641 views

Published on

Reflexões baseadas na jornada de 49 dias do Sefirat ha Omer, publicadas no blog no período de 20 de abril a 09 de junho de 2011.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
641
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
176
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Uma Jornada

  1. 1. 2
  2. 2. Contents1 2011 5 1.1 Abril . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 5 1.1.1 Convite a uma jornada (2011-04-20 15:34) . . . . . . . . . . . . . . . . . . 6 1.1.2 Amor (I)Limitado (2011-04-21 17:01) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 7 1.1.3 Com Paixão (2011-04-22 17:46) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 9 1.1.4 Constante (2011-04-23 16:49) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 11 1.1.5 Humildade (2011-04-24 18:08) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 13 1.1.6 Aliança (2011-04-25 15:39) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 15 1.1.7 Nobreza (2011-04-26 17:34) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 17 1.1.8 Silêncio (2011-04-27 16:47) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 18 1.1.9 Organização (2011-04-28 15:35) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20 1.1.10 Satisfação (2011-04-29 17:16) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 22 1.1.11 Continuidade (2011-04-30 17:59) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 24 1.2 Maio . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 25 1.2.1 Introspecção (2011-05-01 16:24) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 26 1.2.2 Princípios (2011-05-02 16:34) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 28 1.2.3 Encorajar (2011-05-03 17:05) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30 1.2.4 Emoção (2011-05-04 17:57) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 31 1.2.5 Restrição (2011-05-05 16:50) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 32 1.2.6 Empatia (2011-05-06 17:44) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 34 1.2.7 Convivência (2011-05-07 18:16) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 36 1.2.8 Gratidão (2011-05-08 14:06) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 38 1.2.9 Propósito (2011-05-09 18:06) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40 1.2.10 Dignidade (2011-05-10 16:40) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 42 1.2.11 Paciência (2011-05-11 15:25) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 44 1.2.12 Autoconfiança (2011-05-12 17:47) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 46 3
  3. 3. 1.2.13 Tranquilidade (2011-05-13 17:22) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 47 1.2.14 Força (2011-05-14 18:41) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 48 1.2.15 Submissão (2011-05-15 18:24) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50 1.2.16 Vínculos (2011-05-16 15:50) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 51 1.2.17 Orgulho (2011-05-17 16:43) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 53 1.2.18 Generosidade (2011-05-18 16:21) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 54 1.2.19 Compreensão (2011-05-19 17:34) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 55 1.2.20 Carinho (2011-05-20 17:28) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 56 1.2.21 Desafio (2011-05-21 19:14) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 57 1.2.22 Modéstia (2011-05-22 18:05) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 58 1.2.23 União (2011-05-23 17:20) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 60 1.2.24 Respeito (2011-05-24 17:32) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 61 1.2.25 Entusiasmo (2011-05-25 17:24) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 62 1.2.26 Entendimento (2011-05-26 17:09) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 63 1.2.27 Compartilhar (2011-05-27 17:49) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 64 1.2.28 Renovação (2011-05-28 18:57) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 65 1.2.29 Apreciação (2011-05-29 18:46) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 66 1.2.30 Envolvimento (2011-05-30 16:50) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 68 1.2.31 Cooperação (2011-05-31 16:43) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 69 1.3 Junho . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 69 1.3.1 Gentileza (2011-06-01 18:28) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 70 1.3.2 Integridade (2011-06-02 18:33) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 71 1.3.3 Equilíbrio (2011-06-03 19:52) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 72 1.3.4 Determinação (2011-06-04 18:50) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 73 1.3.5 Agradeça (2011-06-05 20:05) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 74 1.3.6 Confiança (2011-06-06 17:13) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 76 1.3.7 Soberania (2011-06-07 20:40) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 77 1.3.8 Índice reflexivo (2011-06-09 00:06) . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 784
  4. 4. Chapter 120111.1 Abril 5
  5. 5. 1.1.1 Convite a uma jornada (2011-04-20 15:34) ”O universo é movimento. Se tudo evolui, porque haveria eu de estacionar.” Joakim AntonioAo pôr do sol do Dia 19, no mundo inteiro, milhares de pessoas começaram uma jornada interior,carregada de conhecimento e boas intenções, chamada Sefira ha omer. Serão 49 dias de autoanálisee aperfeiçoamento pessoal, sobre os aspectos emocionais de suas vidas.A primeira vez que li sobre esse evento, fiquei admirado, pois os textos levam à introspecção e mel-hora do indivíduo o que, por consequência melhora o todo e também porque, durante esse período,a pessoa é levada a pensar no seu maior presente, o dia de hoje.Então, peço licença a todos que estão acostumados aos posts normais, para fazer um convite paraque leiam, comentem, deixem considerações e tirem algo de bom das prosas, poesias, frases e imagenspostadas durante esses 49 dias.Sintam-se em casa!Nesse primeiro dia o aspecto abordado foi o amor puro e após analisar achei que a melhorrepresentação é o índio, que ama a natureza por completo. Mas mesmo os índios, hojeem dia, já estão contaminados por nossos maus costumes, então pensei que nada melhordo que uma criança indígena, onde ainda se encontra vivo o amor puro e original. Por aí,ainda existem várias pessoas que respeitam a Terra como seu lar, amam sem condiçõese sentem-se felizes de disseminar esse amor. De certo modo eu sou esse menino abaixo, a água é minha segunda casa. Foto: Curumim d’água - Pedro Mendonça O amor da minha mãe é meu maior escudo, dos amigos meu refúgio e o amor pela minha Preta é indescritível.Joakim Antonio6
  6. 6. 1.1.2 Amor (I)Limitado (2011-04-21 17:01)Ele olha para ela, afaga seus cabelos, tão brancos que sua mão lembra o vento acariciando as nuvensno céu. De longe eu vejo seus olhos brilharem como grandes estrelas, então ele inclina a cabeça e beijasua testa. Juro que dava para ver o amor dele envolvendo-a, assim como o amor dela juntando-se aodele e fazendo brotar o sorriso mais lindo do mundo. Tenho certeza que não era o Sol iluminando acena, pois nunca vi um brilho tão lindo envolta de alguém.- Oi, tudo bem? Vocês são lindos!- Obrigado meu filho, estamos juntos à quarenta anos.- Nossa, vocês são uma benção, amor ilimitado mesmo.- Ela ri e diz, ilimitado não meu filho, infinito.- Ué, e qual a diferença?Eles sorriem um para o outro e ela balança a cabeça para ele, consentido algo.- Posso lhe dizer, mas já adianto que não possuo respostas, só mais perguntas. Tem certeza que quersaber?Parecendo hipnotizado por uma voz que vibrava conhecimento de causa, apenas balancei a cabeçaque sim.-Então meu jovem vamos conversar:Você ama a ponto de não querer largar.Será que não irá sufocar?Então você pensa: como limitar o ilimitado?Ai está a diferença, não é ilimitado é infinito.Limite nem sempre é bloquear, raciocine comigo.O que acontece ao se proteger, segurando demais, os filhos?O pai deu amor ilimitado, amou sem limites, no entanto mimou.A dúvida é como conter o que se espalha?O que queremos verdadeiramente é disciplinar.Ame infinitamente, seja generoso limitadamente.Qual o limite? Quando sem ver, se aproveitam de você.Às vezes amamos tanto, que ditamos regras de amor: 7
  7. 7. - Você não me ama se não fizer esse favor!Não haja pensando porque amo basta!Também é preciso respeitar a pessoa amada.Temos cuidado em não falar palavras que machucam, aos outros.Já as pessoas amadas, me conhecem plenamente. Então não há problema?Realmente extraímos o que nos é dado? Em sentimentos, em atitudes, em valor?Vejo o outro como parte de mim, companheiro, ou como supridor de amor?Dou amor do mesmo modo que quero receber, ou recebo muito e doo pouco?Do modo certo ou de qualquer jeito, pois afinal é amor, então tudo bem?Agora a parte mais importante: seu amor tem condições de receber todo amor que você tem, sem quese sinta aprisionado, cobrado, afogado em tanto amor?”Lembre-se sempre que o rio cheio alimenta, mas se encher demais, mata afogado.”Hoje você aprendeu que o amor é infinito, mas que é saudável ter limites!Fiquei pensando em tudo isso por um longo tempo, tanto tempo que, quando me apercebi, estavasozinho na praça iluminado pelo Sol e pelas palavras daquele senhor.Joakim AntonioConsideração final:Eu amo demais, então há algum tempo já pratico esse limite, minha Preta, que sabe tudo de mim,sabe do meu esforço em compreender certas atitudes no mundo. Amo ela por me incentivar em buscarmeus sonhos, por ter paciência, para coisas, que só o amor verdadeiro traz!Hoje é o segundo dia de um Convite à uma jornada , o assunto de hoje é disciplina e limite do amor!8
  8. 8. 1.1.3 Com Paixão (2011-04-22 17:46)Várias mãos estendidaspara ajudar alguémmais um prato de comidadado por dó com desdémTodos cumprindo seu deverde distintos cidadãosdoando muito dinheiro às igrejaspara que ela ajude os irmãosEles ajudam na escolaos amiguinhos dos filhosdoando livros velhospara os pobres menininhosMãe, ali, o homem caiu no chãoCoitado meu filho, que penamas nunca encoste nelespara não pegar doençasMas mãe, eu quero ajudardo bebê, ao velho senhoros animais, o planetaEu vou ser ajudador!Esquece isso meninovai ser doutor, igual seu paie com o dinheiro que doarvai ajudar muito maisO menino cresceuvirou um grande doutornão seguiu o conselhonenhum dinheiro doou 9
  9. 9. Descobriu um mundo novoao ser voluntário no exteriorhoje é médico sem fronteirase mandou escrever na camisetaDoutor AJUDADOR!Joakim AntonioConsideração final:Trago dentro de mim esse sentimento por o que é vivo, alguns diriam que é por tudo então, mas não,pois há alguns que não vivem, só passeiam pela vida e estão morrendo sem saber. Sinceramente nãotenho pena, mas muitas vezes tenho raiva, porque meu querer de melhorar tudo, esbarra em muitosquereres de deixar como está.Ainda estou aprendendo a respeitar a decisão do outro de não sair do lugar, especialmente porque vejotudo conectado, então não vejo apenas um deixando de evoluir e sim, toda humanidade. Enquantonão tivermos compaixão pela vida por completo, estaremos muito longe da perfeição que almejamos.Hoje é o terceiro dia de um Convite à uma jornada , o assunto de hoje é o amor em harmonia,compaixão!10
  10. 10. 1.1.4 Constante (2011-04-23 16:49)Constante, segundo o Mini Aurélio - Dicionário eletrônicoAdjetivo de dois gêneros1. Que não se desloca.2. Incessante: barulho constante.3. De ânimo firme.4. Que consta ou consiste.Substantivo feminino5. Ideia ou preocupação obsessiva.6. Mat. Numa expressão, grandeza independente das variáveis nela envolvidas.”Com o tempo aprendemos que nem todo vento forte é tempestade!” Joakim AntonioConsideração final:Costumo dizer que sou filho da tempestade, forjado no trovão e criado no olho do furacão, mas comum porém, sozinho. Quando você começa uma vida à dois tudo muda, o outro não é obrigado a tersua calma diante da vida, o que pode até levar a mais discussões, pois até lhe conhecer direito podeconfundir essa sua calma com passividade. Aí está a importância da tolerância, isso não quer dizerque você tolerará tudo, mas que não reagirá de impulso, esperando um pouco e pensando antes detecer comentários que ferem duplamente, primeiro por parecer não acreditar no outro, segundo por 11
  11. 11. mostrar que ainda não o conhece direito.Quando decide-se ficar juntos, vivendo-se os mesmos momentos, sonhos e necessidades, estamos naverdade aprendendo a amar, até que nosso amor fortaleça-se e passe a ser constante, tendo a certezade que mesmo que um furacão destrua a casa, desde que o amor continue vivo, tudo que é materialpode ser reconstruído.Por conta desse amor GIGRANDE pela minha Preta, já transformei o que, quando sozinho, seriasimples vento, em tempestade e hoje em dia eu sei que enquanto a calmaria não chega, a distâncianão deixa um ouvir o outro perfeitamente. Agora me vem um sorriso, que sela essa certeza, porlembrar da palavra que mais usamos: SEMPRE.Hoje é o quarto dia de um Convite à uma jornada , o assunto de hoje é o tolerância na bondade,constância do amor.12
  12. 12. 1.1.5 Humildade (2011-04-24 18:08)IFRAME: http://www.youtube.com/embed/yYnnUwvRIAIEra um dia especial, seu primeiro campeonato de artes marciais. Fora ao Japão visitar a família e serapresentado ao mestre de seu mestre, que era seu próprio pai. Havia um campeonato na cidade, omais importante de todos, onde ouvira dizer que seu avô, fora o maior campeão de todos os tempos,considerado um samurai por todo país. Seu pai o proibira de pisar os pés em qualquer campeonato,sempre dissera que era apenas ego, mas ele não poderia perder essa oportunidade de ouro, mesmocom o mestre da aldeia lhe dizendo que pela primeira vez encontrou alguém melhor que seu avô,estava cego pelo desejo de testar-se.Saíra de casa pela manhã, antes dos primeiros raios de sol, pediu a benção de seu pai, receoso de nãorecebê-la. Seu pai não negou, apenas disse que respeitava sua decisão, mas que não compareceria.Tudo bem, ele pensou, voltarei vitorioso e meu pai sentirá o maior orgulho do lutador que ele moldou.Agora era sua última luta, fora mais difícil do que pensara, havia mais de mil lutadores no campe-onato, lutara com os campeões de todos os pontos do país, inclusive alguns que, como ele, vieram deoutros países. Desgastado, agradecia pelos treinos rigorosos no meio da mata, às vezes achava seupai meio louco, mas nunca o desrespeitara, hoje foi a primeira vez, mas dentro dele havia o desejoincrível de mostrar à ele que era realmente o melhor, seria o melhor presente para seu pai.Como esperado por todos que acompanharam as lutas, ele venceu, seu nome foi aclamado com umasalva de palmas que durou vários minutos, a memória de seu avô estava viva em tudo, nos troféus,medalhas, no nome do campeonato, e agora, de volta ao seio da família. Não via a hora de chegar emcasa e mostrar ao seu pai que não tinha mais nada para aprender, era o melhor de todos os tempos,ganhara até um apelido ”O Sol do Ocidente”. Agora tinha certeza, não havia no mundo ninguémmelhor que ele.Ao chegar em casa, saiu do carro mas deixou o troféu, medalhas e certificados lá, ia trazer o paipara fora e mostrar a surpresa toda bem arrumadinha, para dar um impacto maior, ao abrir o portatraseira da van. Entrou correndo e já falando: Pai tenho uma coisa superimportante para lhe dizer,mas tem que ser lá fora, vamos, vamos.Ao saírem encontraram uma noite, super estrelada, seu pai olhava para cima extasiado, estático.- Sabe filho, também tenho que lhe contar uma coisa.- O quê pai?- Sabia que eu sempre quis ser astronauta?- Como? O senhor nunca me disse isso.- Pois é, meu pai nunca me deixou pensar em nada que não fosse artes marciais, eu não queria queessa fosse sua vida, mas você sempre quis, então esperei você ter certeza do que queria e comecei alhe ensinar.- Por isso o senhor não me impediu hoje?- Isso mesmo, diferente do seu avô, eu decidi respeitar sua decisão. Eu sei que você é o melhor domundo nas lutas, não importando o resultado e mesmo que tenha perdido não deixará de ser, porqueaprendi que não podemos ser os melhores 100 % do tempo. E sabe o que mais? Aprendi isso olhandoas estrelas.- As estrelas pai? Disse ele fitando o céu junto ao pai.- Isso, porque eu era igual a você, queria me provar e brigava muito nas ruas daqui, nunca quis ir paracampeonatos, não aguentaria a comparação com meu próprio pai, sabia que o chamavam de ”O Soldo Oriente”? Pois é, mas um dia eu voltei a estudar astronomia e aprendi que a Terra, comparadacom o Universo é como uma célula minúscula comparada ao tamanho do nosso corpo. Então, toda 13
  13. 13. vez que eu me sentia o senhor do mundo eu olhava as estrelas, para me lembrar de que por maior queeu seja, sempre haverá algo muito mais grandioso. Ser humilde é reconhecer que temos muito queevoluir. Mas o que você queria me dizer de tão importante?- Eu queria dizer à você pai, meu mestre, que hoje é o dia mais feliz da minha vida. Porque hoje euaprendi, que ainda tenho muito a aprender.Os dois se abraçaram e colocaram cadeiras fora de casa, para continuarem contando histórias, admi-rando o céu e aprendendo, um com o outro.Joakim AntonioConsideração final:Na minha vida uma coisa eu aprendi desde criança, se quiser ser o melhor, aprenda tudo sobre seuofício, busque saber um pouco de tudo, mas não pare no tempo, evolua, pois a vida não é estática.Humildade não é humilhar-se e sim saber que tem muito a melhorar, saber que sempre haverá alguémque sabe mais que você, e mais, que todos têm algo a lhe ensinar. No amor você também deve possuirhumildade de saber que pode melhorar, amar mais e melhor, buscar novos modos de surpreender atodos que ama.Cada dia que passa, aprendo mais coisas sobre minha Preta e às vezes, quebro a cabeça para podersurpreendê-la, mas vale a pena. Eu adoro quando ela fala: Ah mô, você sempre me engana!Hoje é o quinto dia de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é humildade na bondade,refinamento do amor.14
  14. 14. 1.1.6 Aliança (2011-04-25 15:39)Jornada iniciada, passosA cada, vários passos, bifurcaçõesCaminho escolhido, dúvidasAmigos verdadeiros, incentivosAntigos viajantes, exemplosObstáculos superados, liçõesCaminhar sozinho, começosAndar em grupo, descobertasDiversos encontros, escolhasCriar parcerias, afinidadesAlguém especial, procurasAliança de almas, eternasQuando uma aliança é forjada começa uma nova jornada!Joakim AntonioConsideração final:Você já se perguntou o porquê da aliança representar união? Ela é usada como compromisso noamor e depois para firmar a união, aparece em textos sagrados como promessa divina e é usadanormalmente quando firmamos algo grandioso, dizendo que uma aliança foi feita. Se você reparar aaliança é uma peça única, forjada sem emendas, um círculo perfeito, por isso mesmo ela representa oaliar-se à algo, o duradouro, o símbolo de algo que não tem começo nem fim, é eterno.Quando eu faço uma aliança com amigos, parceiros em um pequeno ou grande evento, de estudo,trabalho ou comigo mesmo, eu não penso nunca na possibilidade de falhar. Descobri a muito tempoque quando você firma uma aliança, aparecem diversas coisas para lhe tirar dela, atrapalhar seuandamento, fazê-lo desistir. Mas se você tem uma compromisso forte, uma aliança com você mesmo,descobrirá que ao permanecer fiel aos seus princípios, tudo começa a andar ao seu lado em vez decorrer na sua frente.Eu e minha Preta temos uma aliança que não pode ser vista por todos, pois não é um pedaço demetal e sim, muito mais que físico. Aqui e em outros lugares deixo somente verdades e cada palavraminha é um pedaço meu, que vem da aliança de me comprometer em dar o melhor possível a todosvocês.Hoje é o sexto dia de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é compromisso na bondade,união no amor. 15
  15. 15. 16
  16. 16. 1.1.7 Nobreza (2011-04-26 17:34) Foto: Children is freedom I by feijaocomarrozNão aprendi odiar, apesar de ter sido odiado, com razão ou não.Não aprendi bater, apesar de ter apanhado, merecido ou não.Não aprendi avareza, apesar de ter-me sido negado, por mesquinhes ou não.Não aprendi calar, apesar de terem silenciado, por culpa minha ou não.Não aprendi desistir, apesar de ter sido desacreditado, por subestimarem ou não.Não aprendi malandragem, apesar de viver rodeado, por necessidade ou não.Não aprendi preconceitos, apesar de sempre vê-los, por ignorância ou não.Não aprendi mentir, apesar de sempre ouvi-las, por maldade ou não.Não aprendi reclamar, apesar de não ter tudo, por incapacidade ou não.Não aprendi muitas coisas, apesar de insistirem, por me acharem tolo ou não.Mas uma coisa aprendi, amar a vida e recebê-la de braços abertos!Joakim AntonioConsideração final:Quando você se dispõe a aceitar amar a vida plenamente, refinar os aspectos do seu amor sem sentir-se melhor do que os outros, tudo melhora. Não porque começa a ficar bonito e maravilhoso, pelocontrário, parecerá que o mundo piorou, mas não, pois ele continua igual e você é quem mudou.Aprender a respeitar e amar sem preconceitos, também é aprender a aceitar os que ainda não oaprenderam, ai sim conhecerá a nobreza do amor e saberá também que você nunca ajuda a ninguém,pois está sempre ajudando a si mesmo ou melhor, o outro é o mestre e você apenas o aprendiz. Oamor só é nobre quando é humilde.Eu digo que ainda sou criança porque nunca parei de me surpreender com tudo, o desenho das nuvens,o colorido do sol, os quadros fantásticos que a natureza pinta e as lições que ela nos dá. Isso faz comque eu fique alegre apenas por acordar e estar aqui, tendo a oportunidade de brincar com todos vocês.Deve ser por isso que minha Preta constantemente fala: é uma criança :)Hoje é o sétimo dia, completando uma semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje énobreza na bondade, consolidação do amor. 17
  17. 17. 1.1.8 Silêncio (2011-04-27 16:47) Você consegue ficar 24 horas sem criticar?Ela o observava em cada passo, enquanto isso pensava, um dia vou ser igual a ele.- Vou ajudar arrumar tudo hoje pai.- Cuidado, você é muito desastrada.- Mas agora estou prestando mais atenção, assim como o senhor.- Mesmo assim isso aí é muito valioso, melhor não mexer.- É mesmo, vou fazer um lanche para nós então.- Cuidado, que você é mestre em se queimar.- Mas foi quando era criança pai.- Ah, esqueci, agora você é adulta com doze anos.- Tá bem, tá bem, vou na padaria comprar pão.- Vê se dessa vez não traz pão velho de novo.- Desculpa pai, mas imagina-se que eles vendem pão fresco lá.- Ai meu Deus, quando você vai aprender, já falei tantas vezes que, que.. Hum? Cadê você?-...- Que foi filha, chorando de novo ai no canto? Se você não aguenta uma simples crítica minha, quesó faço porque te amo, imagina como vai ser sua vida no mundo lá fora.- Eu sei pai, é para o meu bem, mas é que ainda não me acostumei, acho que a mamãe me enganavasempre sabe.- Não fala isso filha, olha que ela está vendo lá de cima.- É que tudo que eu fazia ela dava um sorriso, mesmo depois de ver o arroz queimado, e para que osenhor não brigasse ela fazia outro e dizia ter sido eu.- Eu sei filha, não fica assim, ela me contava sabia? Ela dizia que você estava crescendo rápido, esempre, sempre dizia que amava você mais que tudo nesse mundo, assim como eu.- É que tem vezes pai, que o senhor nem vê o que fiz e já faz aquele olhar como quem diz, não queronem ver e, e... Pai? O senhor está chorando? Desculpa, desculpa, eu não queria, é que..- Shhhh, vem cá, me dá um abraço bem forte, HUMMMM. Eu te amo filha!- Também te amo papai.- Você me ajuda arrumar tudo aqui agora?18
  18. 18. - Claro.- Depois vamos sair para tomar uns sorvetes.- Ebaaa, você é o melhor pai do mundo.Ele a observava em cada passo, enquanto isso pensava, um dia vou ser igual a ela.Joakim AntonioConsideração final:Muitas vezes criticamos demais quem amamos, nem esperamos ver o que aconteceu, o como, oporquê e já temos uma palavra pronta para criticar. Mas como saber se estamos criticando demais?Observando-se, tentando ver o máximo possível antes de tecermos comentários, acompanhando asolução que a própria pessoa terá, muitas vezes ela nos surpreenderá. O modo mais fácil de notaré tentar passar 24 horas sem criticar ninguém, então veremos o quanto é preocupação e amor, e oquanto já é hábito nosso.Eu sou perfeccionista, pode parecer que não, mas isso tira a paciência de qualquer um. Antigamente oque mais ouvia era você quer que todos sejam iguais a você, e se pensar bem, era mesmo. Só melhoreiquando aprendi cultivar a paciência, mas mesmo assim, não criticar a pessoa não significa aguentarsuas atitudes erradas. Se sabemos fazer algo melhor, devemos compartilhar o que aprendemos, e nãoexigir o que queremos. Ah, também não julgue a si mesmo severamente, use o mesmo amor comvocê!Hoje é o oitavo dia, e a segunda semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é amorna disciplina. 19
  19. 19. 1.1.9 Organização (2011-04-28 15:35) Será que acabo hoje?O tempo realmente nos controla?A vida não é contada em horas!Ser senhor do tempo,é criar seus momentos.Saber o que fazer no dia,não é controlar a vida.É ter sabedoria para,com prazer, dividi-la.Trabalho, diversão,seriedade, alegrias,sangue, suor, lágrimase amor durante toda vidaMas não faça dela rotina,organize seu emocional,e verá que sobrará tempopara o que mais interessa.Viver plenamente, você!Joakim AntonioConsideração final:Já reparou como muitas vezes organizamos tudo quando somos obrigados, geralmente no serviço,na escola, no futebol, no clube, mas em casa deixamos para depois? Empurramos muita coisa paradebaixo do tapete do comodismo e atrás das postas de desculpas que criamos, mas por vezes, somosos que mais cobramos disciplina nos outros.Quando tiramos um tempo para realmente organizar tudo, vemos que a vida fica mais fácil, asferramentas estão mais à mão e sobra tempo para encaixar as delicia inesperadas que surgem afinal,tudo já estará encaminhado e talvez até terminado.20
  20. 20. Eu tenho uma grande dificuldade de me organizar sabiamente, pois quero muitas coisas ao mesmotempo. Estava até melhorando, mas com os estudos tudo ficou fora da rotina que havia estabelecido,e isso foi ótimo, afinal quem quer rotina. Esforcei-me para organizar esses dias da jornada, pois mefoi dito, ”Se você não consegue separar 10 minutos do seu dia para realizar algo bom em sua vida,como espera ter disciplina para todo o restante!”. Eu encontrei meu tempo e vocês?Hoje é o nono dia, e a segunda semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é disciplinana disciplina, organização. 21
  21. 21. 1.1.10 Satisfação (2011-04-29 17:16) Você é feliz no que faz?Fecho a porta bem devagar, mas ela sempre ouve.- Onde você vai?- Comprar comida mãe.- Não vai me dizer que é peixe cru de novo?- Sushi mãe, já falei que é sushi.- É peixe cru sim senhor e outra, você ainda vai passar mal de tanto comer aquilo.- Ai, ai, santa ignorância. Quando eu for um Sushiman a senhora vai ficar orgulhosa.- Eu? Há, até parece, vai logo para não voltar tarde demais.Sorri e saí de casa correndo, estou atrasado, ainda bem que a aula é dentro da peixaria. Ninguémdesconfia, mas Yamamoto é um mestre. A primeira vez que o vi fiquei impressionado com o manejoda faca, parecia um samurai, movimentos precisos e fortes, porém delicados. A impressão que dáé de que a faca é uma extensão do seu corpo. Outra coisa notável é que ele sempre sorri, não quenunca o visse sério, mas isso só acontecia quando ele preparava a comida para nós e mesmo assim,ao olhar bem, ele sustentava um leve sorriso na face. Com o tempo ele me contou sua história, desdeseu tataravô e confiou-me o maior segredo da sua família: fazer tudo com disciplina sem esquecer-sede acrescentar suavidade e beleza ao trabalho. Seus sushis parecem pequenas obras de arte, e no finaldo preparo seu sorriso sempre aumenta, pois ele fica satisfeito em ter dado o melhor se si!Nunca vou esquecer o primeiro dia que falei com ele.- Oi, qual o seu nome?- Yamamoto.- Estava ali lhe observando preparar sua comida e pensei, esse cara é um mestre. Você poderia meensinar a fazer essas pequenas obras de arte?Nesse momento até levei um susto, ele soltou uma grande risada e disse: ”Você é louco, obras dearte? Isso é apenas peixe cru!”Eu ri muito, viramos amigos e com o tempo descobri a satisfação de dar o melhor de si, não importandoo trabalho feito.Ah, sobre a frase dele que me assustou, por favor, nunca contem para minha mãe eu não aguentariaela dizendo todo santo dia, ”Eu falei que era só peixe cru!”.Joakim AntonioConsideração final:22
  22. 22. Muitas vezes não damos o melhor de si, mesmo achando que sim. Pode-se dar o melhor em suor,energia, pró-atividade e mesmo assim não ser 100 %. Pense bem, quem já não viu na sala de aula,ou já fez, um trabalho correndo e tirou até uma nota boa, mas quando alguém olha diz, ”Nossa, sógarrancho!”.Eu já entreguei muito trabalho assim, no meu caso não tinha habilidade nem paciência para pintarcom lápis de cor, então entregava pronto, mas poderia ser melhor se fizesse com calma. Hoje emdia presto atenção em muitos detalhes. Podemos ter disciplina e paixão pelo trabalho, o que já élouvável, mas se trouxermos beleza para ele, vamos nos sentir muito mais satisfeitos e quem nos olhatambém ficará admirado. No final, quem sairá ganhando somos todos nós.Hoje é o décimo dia, e a segunda semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é belezana disciplina, satisfação. 23
  23. 23. 1.1.11 Continuidade (2011-04-30 17:59) Foto: Bridge over the Polifitos Lake by Nikos Koutoulas Um dia o ser humano resolveu conhecer o mundo além da sua aldeia, então ele teve que andar muito, desbravar matas, subir montanhas, protegendo-se das intempéries do tempo, animais desconhecidos e toda sorte de armadilhas da natureza. Juntos eles eram fortes, e a cada desafioalguns ficavam no caminho, alguns porque sucumbiram e muitos porque desistiram. Até que um dia a terra seca acabou e viram-se frente à água, em vez de desistirem, eles construíram pontes para continuar caminhando. Sem carros e aviões, o ser humano povoou o mundo e hoje em dia muitos desistem de algo, por terem que caminhar alguns minutos. Joakim AntonioConsideração final:É incrível como hoje em dia muitos reclamam de quase tudo, eu comecei a estudar novamente e sempresurge a pergunta de quanto tempo, quanto gasto, onde fica a universidade, a maioria responde: nossatudo isso, você é doido. Quando há um evento cultural, palestra, curso e até show, mas não é perto,muitos não querem ir. Quando digo onde minha Preta mora: muito longe.Percebo que muitos respondem e vivem no automático, dinheiro no bolso, tv e internet bastam. Atécomeçam a fazer muitas coisas, mas precisou esforço ou pensar um pouquinho mais, já era. É fácilter disciplina no começo de algo, alguns sobrevivem até a metade do caminho, mas poucos chegam aofinal. Falta dar continuidade, pois é como uma academia, você só fica forte com o tempo e se desistirvolta a ser o mesmo que antes. Então não parem, continuem andando sempre!Hoje é o dia 11 e a segunda semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é força nadisciplina, continuidade.24
  24. 24. 1.2 Maio 25
  25. 25. 1.2.1 Introspecção (2011-05-01 16:24) Quem pode me julgar agora?Sentimentos conflitantesdaqui vejo muito maiso quanto andei e subipara conseguir chegarDaqui julgo bem melhornada pode atrapalhar-meestou acima de todosvejo todas as maldadesMas se bem analisarbem perto do firmamentovejo minha pequenezaquem sou eu neste momentoNão cheguei aqui sozinhoo mundo me ajudoume dando vários exemplos26
  26. 26. para moldar quem eu souQuem disse que sou perfeitominha mente me enganoudiante do mundo inteiropeço desculpas SenhorAlgo me trouxe ao topopara conversarmos maisdescobrir que no silêncioeu mesmo irei me julgarJoakim AntonioConsideração final:É muito fácil julgar os outros, por isso que vemos tantas opiniões sobre todos, mas poucos julgama si mesmos. Nesse mundo, sempre caótico, é difícil dar um tempo para analisar-se. Especialmenteporque temos medo do que veremos lá dentro, então varremos nossos defeitos para baixo do tapetee deixamos lá, esperando que um dia eles sumam. Também há uma falha grave hoje em dia que fazcom que vejamos cada vez mais pessoas falhando em tudo, não paramos para analisar nossos própriosprojetos, às vezes até por estarmos ocupados demais analisando o dos outros.Eu paro muito para pensar o que eu faria se estivesse no lugar do outro, tendo passado pelas mesmassituações que o levou até aquele momento, mas por vezes me pego julgando sem dó, especialmentequando é outro que tende a começar o assunto, parece até um teste que nos pega de surpresa equando vemos, estamos quebrando aquela famosa promessa: a partir de amanhã. É difícil, mastambém, quem disse que seria fácil?Hoje é o dia 12 e a segunda semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é humildadena disciplina, introspecção. 27
  27. 27. 1.2.2 Princípios (2011-05-02 16:34)O Credo do SamuraiAutor: Um SamuraiEu não tenho pais, faço do céu e da terra meus pais.Eu não tenho casa, faço do mundo minha casa.Eu não tenho poder divino, faço da honestidade meu poder divino.Eu não tenho pretensões, faço da minha disciplina minha pretensão.Eu não tenho poderes mágicos, faço da personalidade meus poderes mágicos.Eu não tenho vida ou morte, faço das duas uma, tenho vida e morte.Eu não tenho visão, faço da luz do trovão a minha visão.Eu não tenho audição, faço da sensibilidade meus ouvidos.Eu não tenho língua, faço da prontidão minha língua.Eu não tenho leis, faço da autodefesa minha lei.Eu não tenho estratégia, faço do direito de matar e do direito de salvar vidas minhaestratégia.Eu não tenho projetos, faço do apego às oportunidades meus projetos.Eu não tenho princípios, faço da adaptação a todas as circunstâncias meu princípio.Eu não tenho táticas, faço da escassez e da abundância minha tática.Eu não tenho talentos, faço da minha imaginação meu talento.Eu não tenho amigos, faço da minha mente minha única amiga.Eu não tenho inimigos, faço do descuido meu inimigo.Eu não tenho armadura, faço da benevolência minha armadura.Eu não tenho castelo, faço do caráter meu castelo.Eu não tenho espada, faço da perseverança minha espada.Joakim AntonioConsideração final:Seguir seus princípios é bom, mas cuidado para não achar que são verdades absolutas, no texto acima28
  28. 28. você pode notar uma frase muito importante: ”Eu não tenho princípios, faço da adaptação atodas as circunstâncias meu princípio.”, o principal é não ficarmos parados no tempo. O credodo samurai não prega a solidão e desapego a tudo, é muito mais que isso, mas o ideal é que cada umfaça sua análise do texto, especialmente de tempos em tempos, para notar como nosso entendimentodele muda, porque na verdade somos nós que mudamos.Quando comecei no Taekwondo vibrava com o final da aula, quando recitávamos em conjunto seusprincípios: ”Cortesia - Integridade - Perseverança - Autocontrole - Espírito indomável”.Passei por outras artes marciais, empregos, escolas, e hoje em dia percebo que a vida foi pautada porprincípios adquiridos há muito tempo, por todos os lugares onde passei.Hoje é o dia 13 e a segunda semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é compromissona disciplina, princípios. 29
  29. 29. 1.2.3 Encorajar (2011-05-03 17:05) Eu sei que você pode! ”Em certos momentos, a única coisa que separa a vitória da derrota são palavras de incentivo!” Joakim AntonioConsideração final:Todo mundo é um professor, não há quem saiba tudo e muito menos quem nada saiba. Algunsensinam com exemplos, outros com sábias palavras, duras ou ternas, depende do momento e de quemfala. O duro é saber dosar o entusiasmo de ver o outro vencer, cobrando demais, gritando demais,querendo tanto ou mais que ele, a ponto de não sabermos mais quem quer vencer realmente, o alunoou o professor. Será que cobramos por amor ao outro ou para alimentar nosso próprio ego, para dizera si mesmo que fabricou um campeão, que se tivesse a mesma idade, tempo ou dinheiro, tambémseríamos como ele.Antigamente ao incentivar o outro, eu queria vê-lo vencer a qualquer custo. Não entendia que cadaum tem seu tempo de aprendizagem e cobrava mais do que aguentavam, dizia palavras duras, queafastavam mais a pessoa. Não é porque você não é pago que não tem responsabilidades, quandoresolvemos ajudar alguém deve ser por completo, não apenas ensinar quanto dá a soma, mas terpaciência com o modo de ser do outro, respeitar seu tempo, procurando dizer as palavras certas queo encorajarão a vencer. Não vencemos quando o outro vence e sim quando ele aprende.Hoje é o dia 14 e a segunda semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é nobreza nadisciplina, encorajamento.30
  30. 30. 1.2.4 Emoção (2011-05-04 17:57) O que te emociona?Qual foi a ultima vez que você ficou emocionado? Foi um belo sorriso, uma canção, uma paisagem,diurna ou noturna ou apena uma lembrança de infância, do cheiro do café, da chuva, o barulhoque ela traz no farfalhar das árvores, dos pingos no telhado ou apostando corrida na vidraça. Vocêemocionou-se com a morte de alguém, de um sonho, uma esperança, de um sorriso de criança, sisudano farol, queimada de tanto pedir dinheiro de sol a sol. O que vale sua lágrima, um bebê gargalhando,aquele que você tem ou não teve, a mãe trazendo café na cama, ou a falta dela, o filho que não vemmais da escola, mas liga sempre, ou aquela saudade do pai ausente. E o que vale suas lágrimas dealegria pura, o nascimento de uma pessoa, o diploma do filho, um emprego, ter comida todo dia, acasa sonhada, ver alegria nos olhos de uma pessoa que ajudou e mais do que nunca, de quem vocêama. E há também aqueles momentos que você emociona-se sem motivo, simplesmente porque sesente vivo, soltando um sorriso que grita: obrigado, eu amo estar aqui!No final, o que verdadeiramente fica, são apenas as emoções!Joakim AntonioConsideração final:Hoje em dia devemos ter cuidado para não deixar nosso emocional no automático, a ponto de nãoligarmos mais para o que acontece a nossa volta, ”Morreu? Só mais um. Nasceu? Só mais um.”,porque na verdade quando fazemos isso estamos nos distanciando de nós mesmos.Eu me emociono com coisas que vejo muitos não ligarem mais, e percebo que o que falta é umaconexão maior com as pessoas, estar verdadeiramente interessado no outro. Um nascimento é a coisamais sublime do mundo para mim, não só de pessoas, mas também de projetos, amores, animais. Asmaiores emoções são aquelas que você tem vontade de partilhar, não só contando, mas querendo quetodos tenham aquela alegria também. Não tenha medo, deixe seu coração comandar!Hoje é o dia 15 e a terceira semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é bondade nacompaixão, emoção. 31
  31. 31. 1.2.5 Restrição (2011-05-05 16:50) Às vezes precisamos apenas observar.Quando era criança minha professora contou a história do menino que amava borboletas. Ele asadorava tanto que arrumava brigas por causa delas, protegendo-as dos outros meninos que queriamarrancar-lhes as asas.Um dia o menino encontrou, no quintal de casa, o que ele chamou de casa das borboletas. Lá ele viuvários casulos enfileirados e seus olhos brilharam de alegria, ele iria presenciar o nascimento de suasamigas. Daquele momento em diante voltava várias vezes ao dia, não querendo perder aquele gloriosomomento. Após duas semanas, num domingo à tarde, aconteceu. Ele viu um casulo mexendo-se, aluta da borboleta para sair vagarosamente dele e a demora, para ele, dela abrir suas asas. Pensara queseria mais rápido, mas não importava, finalmente vivera seu momento mais precioso, o nascimentode uma de suas amigas que coloriam seu quintal. Mas havia mais, e ele as amava tanto que teve umaótima ideia, vou ajudar a próxima.Então com todo carinho e cuidado do mundo, foi abrindo uma das pupas que estava mexendo-se eajudando-a sair daquela prisão o quanto antes. Ele estava feliz ao ajudar, mas algo estranho acon-teceu, ela não abriu as asas como a primeira, estava todo encolhida, asas amarrotadas. Foi correndochamar sua mãe e tentar ajudar sua amiguinha, mas nada podia ser feito. A face do menino agoraera uma cachoeira de lágrimas.Sua mãe sentou-se com ele e explicou que o esforço que a borboleta faz para sair do casulo, é parao seu bem. Ela precisa fazer força para que o sangue vá aos poucos preenchendo suas asas e, aospoucos, dando movimento à elas. Também explicou como ele era uma borboleta em casulo, assimcomo todas as crianças e como os pais muitas vezes fazem o mesmo que ele fez, errando porque amamdemais, mas aprendendo com o tempo e como ele só entenderá no futuro, assim como ela entendeusua mãe apenas agora.Mais calmo ele pediu para voltar ao ninho das borboletas, aonde agora, iria apenas observar a sabedo-ria da natureza.Joakim AntonioConsideração final:32
  32. 32. Muitas vezes fazemos como o menino do texto, reagimos sem saber o que está acontecendo, nossacompaixão é tão grande que podemos estar fazendo algo ruim sem percebermos, não só quanto aosoutros, mas a nós também. E há também às vezes em que reagimos com raiva diante de atitudes dequem nos ama, sem perceber que eles estão reagindo ao que nós estamos passando. Pode acontecercom um estranho também, quem já não presenciou ou passou por um momento, em que alguém vaifalar com uma pessoa e ela grita, ”Me deixe em paz, não está vendo que quero ficar sozinho!”, pois éo outro não estava vendo, queria sim, ajudar de alguma forma.Eu já passei por isso várias vezes, porque não sabia distinguir quando devia observar e quando deviafalar. Aliás, até hoje ainda passo, ainda estou aprendendo a observar mais do que agir logo, nessescasos eu quero ver a pessoa parar de sofrer o quanto antes. Um dia a gente aprende que a naturezatem seu curso certo, então passamos a observar tudo com olhos totalmente diferentes.Hoje é o dia 16 e a terceira semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é disciplina nacompaixão, restrição. 33
  33. 33. 1.2.6 Empatia (2011-05-06 17:44) Empatia não é apenas sentir, é estar!Difícil ser além de vocêsentir, ouvir, transportar-seFácil esquecer, passar ao largoouvidos cegos, olhares surdosSer amargoImpossível sentir, coração letárgicosem entrada para possíveis amigosVisão sonhada, na outra margemmas não constrói pontes para passagemSer estáticoPessoas rindo, outras chorandoCompartilhando o dia, conforme sentiamDe repente, coração enlouqueceubatia no ritmo de outra pessoaSer amadoAprendeu gostar, começou descobrircomo saber do outro, sem ao menos verAgora, nunca mais separadochorou, riu, esbravejou, sentiuSer humanoJoakim AntonioConsideração final:Justamente, na madrugada de hoje, li um artigo dizendo que a empatia contribui para nossa evolução.Sem ela não conseguiríamos viver em sociedade. Estudos apontam o choro do recém-nascido, emreflexo a outro, como um possível precursor inato da empatia. Outros apontam como dom, nãonasceu com ele esqueça, mas não acredito nessa hipótese, se falarmos de dom como, ter mais empatiaque, aí sim é mais aceitável.Analisando hoje em dia, eu vejo que desde criança eu me coloco no lugar dos outros. Passei muitotempo sem entender que o outro não buscava melhoras, era inconcebível para mim que isso acontecesse.Estava faltando colocar-se verdadeiramente no lugar do outro, para então pensar claramente no que34
  34. 34. você faria no lugar dele. As circunstâncias moldam e mudam qualquer pessoa, e é muito difícilpercebermos o que leva alguém a certas atitudes sem conhecermos tudo que ela passou. É fácilcensurar apenas por ver, e difícil não apoiarmos após, nós mesmos, tentarmos fazer.Hoje é o dia 17 e a terceira semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é compaixãona compaixão, empatia. 35
  35. 35. 1.2.7 Convivência (2011-05-07 18:16) A beleza mora na diferença.Não gosto dela, muito oferecida.Não gosto dele, pensa que é galã.Não gosto deles, são preguiçosos.Não gosto delas, são desleixadas.Essa gente é assim mesmo.Sabia, são todos iguais.Só podia ser ele mesmo.Ela fala demais.Que coragem de usar isso.Que medo de ficar taxada.Que coragem de falar aquilo.Que medo de ser associada.Meu filho nunca fez isso.Minha filha nunca fará aquilo.Cuidado com todos eles.Todos sabem do perigo.Nem lhe dirigimos a palavra.Olha só o jeito dele.Era muita ousadia,querer ser diferente deles.Joakim AntonioConsideração final:Como é fácil estar com quem é igual a nós, tão fácil e gostoso que nos esquecemos de olhar paraquem é diferente, na nossa concepção. Porque internamente não somos iguais? Não somos todosda raça humana? Em nosso país o ódio é menos explícito, mas também existe, preconceitos velados36
  36. 36. contra opções sexuais, cores, gostos diversos, mata-se alguém por torcer por um time diferente. Estáfaltando tolerância e sobrando indiferença.Aprendi que os hábitos fazem as pessoas, se você é criado em um meio que não respeita o outro,também não respeitará. Mas aprendi que qualquer um pode mudar seus hábitos, principalmente emcasa, onde protegidos das regras morais, podemos tudo, inclusive achar que diferenças são defeitos.Acho que ninguém iria gostar de viver em um mundo de clones seus. Padronização existe para coisase não pessoas, basta notar que o que chamamos de melhor é sempre o que faz a diferença. Eu nãogosto porque é diferente, ou porque se destaca mais do que eu? Vamos parar e pensar, juntos.Hoje é o dia 18 e a terceira semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é tolerância nacompaixão, convivência. 37
  37. 37. 1.2.8 Gratidão (2011-05-08 14:06) Obrigado por tudo!Ela é mistura perfeita dos elementos:Água: que nos acolheu e é derramada em lágrimas, de alegrias e tristezas, pelos seus e pelos demais.Fogo: que queima em seu coração, dando forças para mover-se, mesmo exausta, para cuidar de nós.Céu: que nos leva, ensinando como voar, mesmo antes de criarmos asas e destino certo após seu beijo.Terra: que nos dá solidez e proteção, norte eterno, morada do amor perfeito, nosso mais precioso lar.Hoje é dia das mães no Brasil, desejo a todas, por toda Terra.Um Feliz Todos os Dias!Joakim AntonioConsideração final:Será que agradecemos o suficiente pela vida, independente de ter religião ou não, ser espiritualistaou ateu, uma coisa sempre vejo em comum, todos agradecem quando ganham algo. Pode de umcarro ou par de meias, um beijo ou abraço, um cumprimento de bom grado, um sorriso que faz comque ganhemos o dia. Mas poucos agradecem o dia em si, a oportunidade de estar aqui entre vidascompartilhadas. E o melhor, ter a oportunidade de mudar e poder fazer, desse dia, o seu melhor.Eu deixo de reclamar de muita coisa, por ser grato em estar vivo. Minha alegria começa ao acordar,simplesmente porque acordei enquanto muitos continuaram a dormir, para sempre. Ontem minhamãe não estava em casa e eu admirava uma foto dela. A coisa mais linda do mundo deve ser mãemesmo, porque eu acho o nascimento a coisa mais importante da vida. Pensar que alguém cuidou38
  38. 38. de você desde gerado, ser parte de alguém, pense bem, fomos literalmente parte dela durante novemeses. Poderia ficara aqui o dia inteiro falando só desse começo, só ele já é motivo para eu nem tercomo agradecer tudo isso. Dizem que podemos acertar mais, se pensarmos antes, ”o que minha mãediria se me visse fazendo isso?”. Fica a dica ;)Hoje é o dia 19 e a terceira semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é humildadena compaixão, gratidão. 39
  39. 39. 1.2.9 Propósito (2011-05-09 18:06) Qual o seu propósito?Lucius nunca fora um cachorro comum, vivia querendo ajudar. Pegava uma sacola que caia no chão,trazia a revista que o motoqueiro jogava no quintal e até brincava com as crianças enquanto a mãeestava ocupada. Ninguém havia visto um cão tão prestativo, ele nunca parava, pelo menos até aqueledia.Numa manhã fria de inverno, a família de Lucius teve um grave acidente. Ele estava junto e fez oque pode para ajudar, inclusive correr para chamar ajuda, mas já era tarde demais. Desde esse dianunca mais foi o mesmo, vivia triste e parado pelos cantos, aquela vontade de ajudar sumira juntocom o brilho de seus olhos.Ele ficara sob os cuidados dos vizinhos até que um familiar distante viesse resolver tudo, mas aochegar disse que não queria o cachorro. Pobre Lucius, sem família e rejeitado foi parar no abrigo paracães. Mas lá algo aconteceu. Passava nesse dia pelo abrigo uma equipe que treinava cães guias paradeficientes visuais, querendo um cão para treinar. Como que por mágica, ou talvez por achar alguémparecido com os antigos donos, ele começou a latir muito e ao chegarem perto para ver o que era,uma sacola caiu no chão, no mesmo instante o cão pegou a sacola e a devolveu para o dono.Todos se olharam como que dizendo, é este, e então Lucius foi levado para o centro de treinamento.Nunca viram um cão aprender tão rápido e estar tão feliz com o que fazia. Logo foi determinado quefosse fazer sua adaptação com uma menina que nascera sem a visão, e novamente foi tudo tão rápidoque rapidamente já estava morando com ela.Para muitos, ao vê-los passar, era apenas mais um cão com sua dona, mas quem o conhecia sabia,Lucius era um cão com um novo propósito de vida.Joakim AntonioConsideração final:Existem muitas pessoas tristes ultimamente, sem saber o porquê, passando dias e dias a procurar oque as alegre e nada consegue. Não têm um propósito de vida, é gostoso viver sem preocupações40
  40. 40. deixando a vida nos levar, mas uma hora parece que falta algo mais. Muitos citam exemplos depessoas que praticamente não fazem nada, só viver no luxo e são muitos felizes, devemos tomarcuidado, primeiro porque tudo tem exceção e segundo porque não estamos vendo o lado de lá, que sóos mais próximo, e as vezes nem eles, conhecem.Muitas vezes me vejo fazendo muito menos do que poderia, não sinto um vazio de propósito, mastenho um sentimento de que estou fazendo tão pouco, afinal meu dia tem as mesmas 24 horas detodos. Então paro e tento analisar onde estou errando e como continuar o que me comprometi afazer. É fácil ter um propósito apenas por ter, mas por em prática, e dar continuidade, é o que farános sentirmos melhor com nós mesmos.Hoje é o dia 20 e a terceira semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é compromissona compaixão, propósito. 41
  41. 41. 1.2.10 Dignidade (2011-05-10 16:40) ”A melhor coisa que tem é você deitar a cabeça no travesseiro e dormir tranquilo.” JoilsonMotorista vítima das chuvas no RJ encontra R $ 74 mil e devolve ao donoDinheiro foi esquecido por passageiro na poltrona de um ônibus.Agricultor contou que vendera carro para pagar tratamento de saúde da filha.do G1Era para ser apenas mais uma viagem, entrara no trabalho como todos os dias, a diferença é que sópensava na casa que perdera com as chuvas, mesmo assim sentia-se agraciado por não ter perdidoa vida. Fim da primeira viagem, desembarque dos passageiros, hora da vistoria e também de algoinesperado. Ali na janela da poltrona treze um pacote caído junto a um celular e documentos, aoconferir seus olhos brilharem, era dinheiro, muito dinheiro, como nunca pegara nas mãos, e justo napoltrona treze, seria seu dia de sorte? Pegou o pacote e foi em direção à porta, na sua cabeça apenasconfusão, só conseguia pensar nas palavras, treze, sorte, azar, perdido, achado, dinheiro, casa, masassim que desceu do carro falou para si mesmo, ”meu Deus, o que é que eu faço?”.Voltou para o terminal com a cabeça em parafuso, ao olhar para o lado um senhor chorando a pontode soluçar, mesmo angustiado perguntou:- O senhor precisa de ajuda? Posso fazer algo pelo senhor?- Não sei meu filho, eu perdi documentos importantíssimos no ônibus.- Quais eram os documentos?- Documento de venda de um veículo e um celular.- Acho que posso ajudar o senhor, venha comigo para pegar seus dados.- Obrigado meu filho, você realmente é uma boa pessoa.- Pronto anotei tudo aqui deixa conferir, falou isso olhando para os documentos que achou e disse,havia mais alguma coisa?- Sim um celular preto, desses antigos, estava com o vidro arranhado.42
  42. 42. - Este aqui?- Meu, meu Deus, é esse mesmo, disse chorando sem parar, não havia mais nada?- O senhor quer dizer o dinheiro?Nesse momento o senhor ajoelhou-se no chão agradecendo e ele o levantou, o homem o abraçou, beijoue contou a história de como havia vendido seu carro para pagar o tratamento de saúde de sua filhaadolescente. Após pegar o pacote ofereceu uma recompensa, mas ele não aceitou dizendo: devolviporque é o certo a fazer, então não precisa de recompensa em dinheiro, a verdadeira recompensa ésaber que agi corretamente.Trabalhou o resto do dia feliz, voltou para casa tarde por causa das horas extras, sua mulher o recebeucom um beijo no abrigo.- Como foi seu dia?- Aconteceu algo diferente hoje.- Bom ou ruim?- Depende de quem vê e o que pensa.- Para você, foi bom ou ruim.- Eu fiz o que era certo, poderia ter ganho muito dinheiro, mas ao agir corretamente descobri queajudei uma família inteira.- Por isso que gosto de você, não importa que não temos dinheiro, porque temos dignidade.Naquela noite Joilson teve o melhor sono de toda sua vida.Joakim AntonioConsideração final:Como é difícil agir corretamente quando somos criados num país onde impera a malandragem, o jeit-inho brasileiro, que é associado a nossa grande criatividade, mas muitos a usam para levar vantagemem tudo. Muitos deixam de fazer o correto para não serem taxados de trouxa pelos amigos, afinalporque não fazer se todo mundo faz, mas nos esquecemos de que não há como ferir nossa dignidade,sem ferir mais alguém no processo.Durante essa jornada uma coisa muito frisada é, compartilhe o que você tem. Se você tem dignidade,compartilhe-a, não esconda que você preza pelo certo, muitos querem ser discretos e ajudam emsegredo, tudo bem, mas não deixe de mostrar a outros, especialmente crianças e com exemplos, o quenos torna dignos, não para os outros, mas para si mesmo. Bons sonhos!Hoje é o dia 21 e a terceira semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é nobreza nacompaixão, dignidade. 43
  43. 43. 1.2.11 Paciência (2011-05-11 15:25) Acrylic Ink Watercolor, 4”x6”, ©2004 - PatienceHá de se ter tempoPara caminhar até onde queremosVer o filho brincar no balançoDescansar na sombra da árvoreVer ela e o filho mudarem juntosHá de se esperarQue a transformação viráVer que não foi em vãoAcreditar no outro hojeVer que ele mudou amanhãHá de se tolerarSem permitir abusosVer que cada um é diferenteSaber que o tempo é individualVer crescer a sementeHá de se saber que, paciência e amor, só se aprende praticando.Joakim AntonioConsideração final:Se andar se aprende andando, falar se aprende falando, cantar se aprende cantando e amar se aprendeamando, como vocês acham que aprenderemos paciência, com ela não será diferente. Ninguém nascecom paciência, observe um bebê na hora de comer, nós nascemos assim, tudo para já, nosso organismoainda pensa em termos de sobrevivência na selva, mas com o tempo aprendemos a ter paciência.Eu como todos aprendi a esperar o ônibus chegar, a comida ficar pronta e milhares de coisas mais.O que eu ainda estou aprendendo é esperar as pessoas mudarem, mas cada vez estou ficando melhornisso. Aprendi que tolerância sem amor, não consegue isso, e que amor sem paciência não dura. Asvezes não percebemos que o outro está sendo paciente conosco, então o que fazemos, abusamos da44
  44. 44. paciência dele, não o fazemos por querer, mas machuca do mesmo jeito. O que fazer? Começar aprestar atenção nos detalhes, ai ficaremos craques nisso, e até aquele famoso esquecimento de datasespeciais, não irá mais acontecer. Não há outro modo, paciência se aprende sendo pacienteHoje é o dia 22 e a quarta semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é nobreza nacompaixão, paciência. 45
  45. 45. 1.2.12 Autoconfiança (2011-05-12 17:47)”Não importa o quanto você se prepare, no caminho haverá dúvidas, medo e tempo escasso, mas se não desistir, descobrirá que são apenas desculpas. Então tudo será possível, pois você começou a tirar seus pés do chão.” Joakim AntonioConsideração final:Quando você decide fazer algo para melhorar, tudo parece ir contra você. Chame de Lei de Murphy,coincidência, teste espiritual, não importa, uma coisa é certa: você terá contratempos. Mas jáparou para pensar que quando você quer melhorar sua visão das coisas muda. Sendo assimpassamos a enxergar tudo diferente, conseguindo ver o que estava nos atrapalhando.A maioria das pessoas que se propõe a fazer essa jornada reclama de falta de tempo, medo de seconhecer melhor e dúvidas de todas as espécies. Na verdade estamos descobrindo o que nos impediade progredir, não faltou tempo agora, nós é que nunca paramos para administrá-lo. Para passar porisso devemos confiar em nossas escolhas, e se não chegamos ao final da corrida, não é azar, e simque precisamos nos preparar melhor.Hoje é o dia 23 e a quarta semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é disciplina natolerância, autoconfiança.46
  46. 46. 1.2.13 Tranquilidade (2011-05-13 17:22) ”A tranquilidade das crianças vem de estarem preparadas para tudo que aparecer.” Joakim AntonioConsideração final:Tranquilidade é adquirida não vem de fábrica, você não pode comprá-la, se bem que alguns a alugam,a troco de muito dinheiro e outros diriam que até da alma nesses casos. Mas como conseguir elafacilmente? Sinto lhe dizer, mas não há como, temos que trabalhar vários aspectos para consegui-la.Em especial não se preocupar demais com o amanhã, pois ele ainda vai ser escrito, o que precisamosé estarmos preparados para quando ele chegar.Quando era adolescente eu vivia elétrico, bom ainda sou, mas agora eu tenho a tranquilidade adquiridapela experiência. Podemos trabalhar esse aspecto ao ajudar outras pessoas, ensinando algo quesaibamos, ajudando o outro a descobrir que ele é melhor do que imagina e principalmente, confiarmosem nosso trabalho. Como um jardineiro, devemos saber plantar e cultivar, depois ter a tranquilidadede esperar o tempo de colher.Hoje é o dia 24 e a quarta semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é compaixão natolerância, tranquilidade. 47
  47. 47. 1.2.14 Força (2011-05-14 18:41) Com amor podemos suportar mais do que imaginamos.Ele sempre dizia que ela era sua vida, até que um dia o inimaginável aconteceu, sua vida se foi.De forma inesperada, sem chance de despedida, no dia do próprio aniversário. Ao receber a notíciateve certeza, não havia mais motivos para estar ali. Subiu até o topo do edifício, olhou para o céupensando se ela estava lá, se iria realmente lhe encontrar. Fechou os olhos e cerrou os punhos, comosempre fazia, quando ficava sem forças. No momento do salto fatal, sentiu a mão dela segurando asua, como sempre fazia, quando via que ele estava em dúvida. E ele novamente, sentindo seu toque,acalmou o coração.Nunca contou a ninguém o que aconteceu. Daquele dia em diante passou a viver a vida de tal modo,que todos se perguntavam de onde tirou tanta energia para tolerar e superar a dor. Hoje em dia,dizem que nunca viram ninguém tão confiante e tão forte, pois enquanto os outros duvidam e param,ele cerra os punhos, olha para os céus e continua.Alguns juram que toda vez que faz isso, ele sorri.Joakim AntonioConsideração final:Somos mais forte do que imaginamos, muitas vezes dizemos que um acontecimento é o fim de tudo,mas não, passado um tempo continuamos. Se observarmos bem, são lições de vida para sabermosque tudo passará e ficaremos mais fortes depois. E termos a certeza de que suportaremos o que traráo amanhã, seja o que for.Se perguntarmos qual a coisa mais triste, a maioria dirá que é a morte de alguém que amamos. Umgolpe fatal nunca esperado. Parece que morre um pedaço nosso também, mas o tempo, como todosdizem, cura todas as feridas, não com o esquecimento, mas com a lembrança dos momentos bons.Então verificamos que a fraqueza nunca existiu e somos fortes para continuar, sempre.Hoje é o dia 25 e a quarta semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é tolerância natolerância, força.48
  48. 48. 49
  49. 49. 1.2.15 Submissão (2011-05-15 18:24) Aprendemos a voar mas não conquistamos a natureza. ”Submeter-se com humildade, não é desistir é saber quando recuar para voltar mais forte.” Joakim AntonioConsideração final:Quando se fala em submissão pensamos muito em fraqueza, submeter-se ao outro pelo medo, da forçaou posição social. Mas quando ela é usada por nós com inteligência, a submissão vira sabedoria.Quem em sã consciência se acha mais forte que uma grande nevasca ou furacão. Nem o maior e maisavançado avião sai do lugar enquanto elas passam. Devemo observar e saber quando devemos nosacalmar e fortalecer para então continuarmos nossa caminhada.Quando comecei nas artes marciais, no final da aula o mestre perguntou. Quem é mais forte? Obambu que se curva ou o carvalho que resiste? Todas crianças concordaram que era o carvalho.Então ele disse que durante uma forte tempestade o carvalho é arrancado e o bambu, ao curvar-seem respeito, voltava ao lugar quando a tempestade ia embora. Quem é mais forte agora? E então,cumprimentando-nos, curvou-se em nossa direção.Hoje é o dia 26 e a quarta semana de um Convite a uma jornada , o assunto de hoje é Humildade natolerância, submissão.50
  50. 50. 1.2.16 Vínculos (2011-05-16 15:50) Vínculos de amor são impossíveis de serem quebrados!Tá bravo? Não? Hummm, triste? Ficasim não, ela tá boa. Tá só fazendo prova. Ué, não sabia? Láno hospital eles leva pra salinha, faz um moooonte de pergunta, se passa volta, senão vai pra salonaestuda de novo. Ai todo dia eles vai lá pra perguntar, acertô volta pra casa. Que foi? Tá rindo demim? É verdade seu bobo, você não vê eu voltando, eu sou muito inteligente! Mas eu cuido devocê. Você me olha e eu olho você, tá bão? Você confia em mim?É claro que confio filho.Então toca aqui!E como era de costume, ao encostarem as mãos disseram bem alto:SEMPRE!Joakim AntonioConsideração final:Vínculos de amor são fáceis de serem cumpridos, especialmente em família. Geralmente fazem-sediversas coisas porque sentimos que temos um compromisso a cumprir, alguém confia em você, nãopoderá decepcioná-la. Então, pelo outro, temos mais força para tolerar as adversidades do caminho.Mas e nós, estamos nos decepcionando? 51
  51. 51. Quando me comprometi a escrever esses 49 dias, sabia que seria mais difícil que o normal. Primeiroanalisar-se, escrever sobre eu a noite, no outro dia escrever para vocês e no meio dos dois, continuarescrevendo como sempre, sem esquecer-se de pular os obstáculos que aparecem no caminho. Sãotextos que ao olhar todo dia, vejo que poderiam ser melhor, mas o objetivo deles não é ser a verdade,e sim apenas pontapés, para que juntos comecemos a pensar melhor em como vivemos.Hoje é o dia 27 e a quarta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é compromissona tolerância, vínculos.52
  52. 52. 1.2.17 Orgulho (2011-05-17 16:43) As pessoas mais fortes são as que têm orgulho de quem elas são.Orgulho é um sentimento de satisfação pela capacidade ou realização ou um sentimento elevado dedignidade pessoal. Em Português a palavra Orgulho pode ser vista tanto como uma atitude positivacomo negativa dependendo das circunstâncias. Assim, o termo ”pode” ser empregado de maneiraerrada tanto como sinônimo de soberba e arrogância quanto para indicar dignidade ou brio. - Fonte:WikipédiaJoakim AntonioConsideração final:Ao procurar imagens relacionadas a orgulho, encontrei muitas páginas falando sobre soberba e ar-rogância. O mesmo aconteceu com os outros textos. Parece que temos uma séria mania em apontardefeitos e esquecer-se das qualidades. Isso acontece pelo mundo inteiro, basta ver os milhares devídeos de protesto, em todos os países.Há uma grande diferença entre sentir vergonha e não sentir orgulho. Eu me envergonho de fatos queacontecem no meu país, mas não sinto vergonha dele, de fazer parte desse povo que luta por tudo.Orgulho-me de todas as descobertas, criações, vitórias e de tantas coisas boas que, quando colocadaslado a lado com as más, são bem maiores. Sentir orgulho de quem somos não nos fará deixar dereclamar do errado, pelo contrário, é saber que temos a mesma força, que outros tiveram, para mudarnossa situação.Hoje é o dia 28 e a quarta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é nobreza natolerância, orgulho. 53
  53. 53. 1.2.18 Generosidade (2011-05-18 16:21) Compartilhar o que você tem, tem o poder de abrir portas.Ser generoso no ter, uma carona, a dica certa, um incentivo, a história lida, um abraço terno, acanção mais bela, um aperto de mão, a comida dividida, um ouvido atento, a critica construtiva,um sorriso aberto e o estar por perto, na alegria, na tristeza, na dúvida, na certeza, na falta dooutro, na mente que seja.Não guarde apenas para você, compartilhe com o mundo, o seu melhor.Joakim AntonioConsideração final:Nunca saberemos quando um simples gesto de amor, pode ser a chave que abrirá portas para alguém.Uma simples carona forma doutores sem condução, um lanche compartilhado são mais energia paratudo. Até um copo d’água permite andar bem mais que o programado.Venho aprendendo que se temos um dom, temo que usá-lo bem e compartilhá-lo. Há muitas pessoasprecisando do que para nós é banal, pergunte a alguém do nordeste semiárido qual o valor de terágua saindo da torneira. Temos habilidades e posses que, por menor que pareçam, são como água nodeserto para alguém. Compartilhe sua água!Hoje é o dia 29 e a quinta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é amor nahumildade, generosidade.54
  54. 54. 1.2.19 Compreensão (2011-05-19 17:34) Mudando a parte mudará o todo. ”Muitas vezes queremos colorir o mundo, mas nos esquecemos de pintar a própria casa.” Joakim AntonioConsideração final:Entender a si mesmo é o primeiro passo, mas temos que tomar cuidado para que ele não se torne oúnico. Podemos meditar e descobrir o que está errado, ser humilde em admitir os erros, que temospouco conhecimento e que precisamos mudar. Mas sem andar nunca sairemos do lugar.Muitas vezes sabia o que precisava mudar, mas surgiam aquelas desculpas como falta de dinheiro,tempo e oportunidades. Ainda me pego em algumas desculpas, mudando conforme a situação, maso que me incomoda é saber que poderia estar fazendo mais. Hoje compreendo que minhas decisõesafetam os outros também, então espero compreender toda situação antes de tomar uma decisão.Hoje é o dia 30 e a quinta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é disciplina nahumildade, compreensão. 55
  55. 55. 1.2.20 Carinho (2011-05-20 17:28) O carinho gera bons frutosNo meu breve trilhar, eu vi o mundo inteiro gritar, a terra tremer, o ar se revirar, o fogo espalhar-see o mar revoltoso com o desrespeito que há. Vejo também o ser humano gritar muito, de medo, masmuito pouco, pedindo respeito à sua própria casa.Joakim AntonioConsideração final:Pode ser um cômodo ou quatro, apartamento ou mansão, uma choupana ou um casarão na fazenda.Desde pequeno aprendemos a manter nossa casa arrumada, começando pela cama quando criançase depois conforme crescemos, todos os lugares por onde passamos. Mas estamos nos esquecendo doplaneta, a casa de todos nós.O maior carinho do sertanejo é com a terra, especialmente os que conviveram com os índios. Al-guns os expulsaram de suas terras, já outros, tiveram humildade de reconhecer sua grande sabedoria,aprendendo a respeitar e ter carinho por tudo que há na Terra.Hoje é o dia 31 e a quinta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é compaixão nahumildade, carinho.56
  56. 56. 1.2.21 Desafio (2011-05-21 19:14) Se você deseja laranjas mas a vida só lhe dá limões, você senta e reclama?Ele era conhecido como o rei do limão. Podia ser suco, refrigerante, torta, essências, etc. Falouem limão lembrava-se dele. Suas empresas cresceram tanto que lançou as ações delas na bolsa devalores. Ficou milionário e deu centenas de entrevistas. Em uma delas o repórter perguntou comotudo começou.Rapaz foi uma coisa esquisita sabe, eu comprei um terreno e não sabia nada. Ai o antigo proprietáriome deixou várias mudas de laranjeira para plantar. Cuidei bem delas todas mas quando deram frutos,veio a surpresa, era tudo limão. Já tinha preparado tudo pra vender as laranjas, aí fui atrás dopessoal que morava em volta, aprender com as mulheres a fazer tudo quanto é doce de limão. Como tempo já me chamavam de rei do limão lá na minha cidadezinha. O negócio se espalhou que nemfogo brabo, rapidinho veio gente de outras cidades, depois estados e quando vi tava tão grande queprecisei de gente mais experimentada pra cuidar de tudo. Agora tá aí nesse mundão todo. E pensarque eu pedi aos céus pra ter o mais bonitos pés de laranja das redondeza.Joakim AntonioConsideração final:Várias vezes tomamos decisões que não correm como planejamos. Mas isso não devia ser motivopara desistirmos e talvez, se olhássemos com mais calma, encontraríamos oportunidades escondidas.Lembra daquele ditado? Se a vida lhe der um limão faça uma limonada.Eu também aprendi esse ditado. Mas aprendi uma coisa a mais, se estivermos bem preparados,rapidamente identificaremos novos caminhos, onde outros acham que tudo acabou. Em vez de apenasfazer limonada poderemos fazer uma torta.Hoje é o dia 32 e a quinta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é tolerância nahumildade, desafio. 57
  57. 57. 1.2.22 Modéstia (2011-05-22 18:05) Drawn: The Talkative Tortoise by sherryetalA tartaruga e os dois patos - Fábula de La FontaineEra uma vez uma Tartaruga que queria conhecer o mundo. Confiou este seu desejo a dois Patos queviviam perto dela, numa lagoa.Um belo dia, a lagoa secou e os Patos prepararam-se para partir. Antes, porém, foram despedir-seda sua amiga e fizeram-lhe um convite:- Se quiser, pode vir conhecer o mundo conosco. Cada um de nós segura a ponta de um ramo e vocêagarra-se bem a ele com a boca. Assim, ficará em segurança e poderá ver, lá do alto, cidades e reinosmaravilhosos.A Tartaruga nem pensou duas vezes: aceitou o convite e, nesse mesmo dia, partiram todos à aventura.Sobrevoaram aldeias, cidades e reinos de encantar. Quando passavam por cima de um campo, oscamponeses admiraram-se com o que viram e gritaram:- Vejam! Vejam! Uma Tartaruga a voar!- Como sou extraordinária! - gritou a Tartaruga cheia de orgulho.Porém, assim abriu a boca, largou o ramo e estatelou-se no chão.Moral da história: Aceita o triunfo com modéstia.Hoje em dia parece que, quando lemos fábulas para crianças, nos achamos apenas professores eesquecemos também de aproveitar a lição.Joakim AntonioConsideração final:Modéstia ou falsa modéstia, qual as pessoas usam mais. Há diversas armadilhas espalhadas pelocaminho, a mais fácil de cair é a modéstia. Pensemos juntos, quantas pessoas já vimos dizer: eu nãosou humilde. Não que precise alguém dizer isso para os outros, mas nos faz pensar o que andamosdizendo para nós mesmos.Eu me considero um caminhante, onde cada parada é um ponto de aprendizado, mas não paro emlocais, paro em momentos, cada um com um novo professor. Com eles aprendi que a partir domomento que me orgulho de ser humilde, deixei de ser realmente modesto.Hoje é o dia 33 e a quinta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é humildade nahumildade, modéstia.58
  58. 58. 59
  59. 59. 1.2.23 União (2011-05-23 17:20)”Estar juntos por afinidades é formar um grupo, estar juntos em um mesmo objetivo é união.” Joakim AntonioConsideração final:Muitas vezes acontece de não sairmos do lugar durante algum projeto, temos certeza que estamoscertos, mas nada acontece. Começamos a duvidar do projeto, mas nunca de nós, afinal chegamos atéali sozinhos e não é agora que alguém, que não conhece minha vida inteira, saberá mais do que eu.Ao aprender como jogar de xadrez, não entendia como os outros erravam o óbvio, e quando foi minhavez de jogar, eu não acreditei é em como eu errei tanto. O outro sempre tem uma percepção diferentee é isso que um grupo oferece, mais ideias, avaliações e ajuda. A união é uma das chaves que faltampara novas mudanças.Hoje é o dia 34 e a quinta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é compromissona humildade, união.60
  60. 60. 1.2.24 Respeito (2011-05-24 17:32)”Quando ele fala todos param para ouvir, não simplesmente pela idade, mas sim pela experiência.” Joakim AntonioConsideração final:A verdadeira humildade nos dá dignidade para caminhar sem temer comentários. A falsa humildadedeixa-nos prepotentes e sem respeito, tanto nosso pelos outros como deles para conosco. Quanto maisnos aperfeiçoarmos, mais seremos respeitados. E aí temos mais uma armadilha.É muito fácil ao chegarmos nesse patamar, deixarmos de respeitar os outros por achá-los inferior anós. Esquecemos o quanto aprendemos com todos pelo caminho. As pessoas de maior respeito queconheço, são também as que respeitam a todos no mesmo patamar. Ninguém sabe tudo e todos têmalgo para nos ensinar.Hoje é o dia 35 e a quinta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é nobreza nahumildade, respeito. 61
  61. 61. 1.2.25 Entusiasmo (2011-05-25 17:24) Para existir entusiasmo devemos amar nosso trabalho.Um dia perguntaram para o senhor da limpeza, de onde ele tirava tanto entusiasmo, pois viviasorrindo, até quando limpava o banheiro.- Quando chego em casa eu sorrio na calçada, me alegro com o teto sobre minha cabeça, amo o beijodos meus filhos e da mulher amada. Alegro-me com comida na mesa, uma lição de escola e um abraçoapertado. Dou uma gargalhada com saúde, roupas limpas e um desenho na televisão. Mas o principalé que amo meu trabalho, não como você vê, um simples limpador de banheiro, amo meu trabalhocomo deve ser, uma expressão do meu viver.Daquele dia em diante seu apelido mudou. Apesar de continuar preferindo zé, todos só o chamavamde mestre.Joakim AntonioConsideração final:Quando o assunto é amor ao trabalho, sempre haverá um para apontar trabalhos onde não se sentiriabem nunca. Isso é normal, nem todos trabalhamos no que queremos. Um modo melhor de se entenderseria dizendo, amor ao que se faz e não importando o que seja, deveríamos fazer o nosso o melhor.Nas artes marciais aprendemos que a prática leva a perfeição, então praticamos constantemente, atéque um dia nos tornamos mestres. O interessante é que você não se torna mestre dos outros, massim de si mesmo. Então cada ação sua será reconhecida de imediato, pois todo trabalho feito, deixarásua marca.Hoje é o dia 36 e a sexta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é bondade nocompromisso, entusiasmo.62
  62. 62. 1.2.26 Entendimento (2011-05-26 17:09) ”Você pode até desmontar o relógio para ver como ele funciona por dentro, mas para usá-lo precisa entender como ele funciona por fora.” Joakim AntonioConsideração final:Para manter uma decisão, precisamos entender o máximo possível de tudo que está relacionado a ela.Como nos afeta e aos outros, pois vivemos em sociedade e toda decisão terá consequências, se boasou ruins, dependerá da nossa visão da situação.Quando fiz um curso de aperfeiçoamento, quase tudo já era de nosso conhecimento e o professorconstantemente nos lembrava: esse curso não é para ensinar é para lhe dar confiança, para quandolhe perguntarem se está certo da decisão, vocês responderem tranquilamente, sem dúvida.Hoje é o dia 37 e a sexta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é disciplina nocompromisso, entendimento. 63
  63. 63. 1.2.27 Compartilhar (2011-05-27 17:49) Você lembra daquele dia? Claro, você não me deixa esquecer!Melhor amigo é coisa que não tem explicação, não é racional, não tem tempo nem idade. Até asbrigas são diferentes, não é irmão nem parente, mas ganha brigas que até sua mãe duvida. Melhoramigo é teimoso demais, um não faz o que o outro diz, mas acabam fazendo a mesma coisa juntos.Você namora, casa, tem filhos, netos e ele ali, teimoso como você sabe que ele é, tão teimoso, mastão teimoso, que ele insiste em ser seu amigo, mesmo quando você não merece, porque ele sabe queé nesse momento, que você mais precisa.Joakim AntonioConsideração final:A amizade é o melhor exemplo de compromisso verdadeiro, você compartilha alegrias e tristezas, brigae retorna, mas ela nunca acaba. E não acaba justamente porque compartilhamos verdadeiramente onosso eu com o dele.Engraçado que todo mundo que vê grandes amigos brigando, sabe que eles logo estarão se falando.Mas sempre há aqueles que não querem dar o braço a torcer, estão sabe o que acontece? Apareceum terceiro amigo/irmão pra mandar os dois tomarem vergonha, e como se fossem crianças, daremde novo as mãos. Não importa se é casal, irmão, pais, etc. Sejamos amigos!Hoje é o dia 38 e a sexta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é compaixão nocompromisso, compartilhar.64
  64. 64. 1.2.28 Renovação (2011-05-28 18:57) ”Um compromisso é apenas o primeiro semear, sem renovar os cuidados nada floresce e o que cresceu, corre o risco de secar.” Joakim AntonioConsideração final:Por mais forte que seja nosso compromisso, devemos ficar atentos às nossas atitudes para com ele.Muitas vezes deixamos de fazer várias coisas já pensando, ele sabe que não foi por querer, ele atésabe, mas aí não é compromisso.Engraçado é que ninguém falta no trabalho ou na escola pensando, hoje não deu para ir mas nemvou ligar, ele sabe que se eu não fui ou fiz é porque não deu. Sabe por quê? Porque há consequênciasimediatas. Quanto a quem amamos, também há, mas elas se acumulam e aparecem apenas no futuro,ou na falta dele. Quando respeito o outro renovo meu compromisso com ele.Hoje é o dia 39 e a sexta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é tolerância nocompromisso, renovação. 65
  65. 65. 1.2.29 Apreciação (2011-05-29 18:46) Cora Coralina - Doceira de palavras. Especialidade - Compota de versos.Humildade - Cora CoralinaSenhor, fazei com que eu aceiteminha pobreza tal como sempre foi.Que não sinta o que não tenho.Não lamente o que podia tere se perdeu por caminhos erradose nunca mais voltou.Dai, Senhor, que minha humildadeseja como a chuva desejadacaindo mansa,longa noite escuranuma terra sedentae num telhado velho.Que eu possa agradecer a Vós,minha cama estreita,minhas coisinhas pobres,minha casa de chão,pedras e tábuas remontadas.E ter sempre um feixe de lenhadebaixo do meu fogão de taipa,e acender, eu mesma,o fogo alegre da minha casana manhã de um novo dia que começa.Consideração final:66
  66. 66. Hoje em dia muitas pessoas bastam a si mesmo, pelo menos elas pensam assim. É preciso cultivar ahumildade, abrir os olhos para o novo e o antigo, para o poeta dentro do seu convívio, seja avô, pai,filho, amigo ou desconhecido.Conviver com pessoas melhores que nós, tornará mais firme nosso compromisso de melhorar. Quantaspessoas não dão bola para os versos de uma doceira, mas não notam que ninguém traz nas mãos,palavras tão doces como as dela. Quando passamos a prestar atenção no outro, ele nos surpreende.Hoje é o dia 40 e a sexta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é humildade nocompromisso, apreciação. 67
  67. 67. 1.2.30 Envolvimento (2011-05-30 16:50)Compromisso não é apenas dizer sim. É uma aliança com gravidade própria, atraindo mais aliançasa sua órbita. Com a diferença que ela atrai apenas o que lhe fortalece, mesmo que não pareça. Issoporque ela busca apenas o melhor para sua sobrevivência. Para fortalecer o compromisso, nãoimporta o que vem na frente, se ela quer o que vem atrás. Nós chamamos isso de complicações, aaliança chama de desafios, e enquanto nós maldizemos a luta, ela aplaude o fortalecimento. E acada obstáculo ultrapassado, descobriremos a força e a alegria que nosso compromisso nos dá.Joakim AntonioConsideração final:Quando firmamos um compromisso, temos que ter em mente que ele gerará mais compromissos.Muitas vezes reclamamos que não entendemos o que está acontecendo, mas são frutos de nossasdecisões. Se temos um filho é bem mais fácil notar isso, pois você preocupa-se até com a respiraçãoe temperatura dele.Todo compromisso é assim, se não cuidarmos dos outros compromissos que ele pede, não durará.Talvez aquele algo que nunca vem, está esperando que ultrapassemos o primeiro e maior obstáculopara que ele entre em nossa vida. Cumprirmos nossa próprias decisões.Hoje é o dia 41 e a sexta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é compromisso nocompromisso, envolvimento.68
  68. 68. 1.2.31 Cooperação (2011-05-31 16:43) Venha ver como é legal aqui em cima! ”Crescer em conjunto, multiplica a força e dá mais alegrias na chegada ao topo.” Joakim AntonioConsideração final:Um compromisso deve objetivar o crescimento de todas as partes interessadas, senão nada será con-struído. Somos como engrenagens trabalhando em conjunto, se uma para, tudo para. Algumaspessoas se interessam apenas pelo que o outro irá acrescentar, nunca pensam, o que eu posso oferecer.Na escola já aprendemos, quando havia trabalhos em grupo, aquele que pouco ajuda por serpreguiçoso, é deixado de lado depois. Mas aquele que não sabe como ajudar é guiado pelos out-ros, que ficam felizes com o resultado final. Já viram como crianças ficam felizes, quando seu amigoconsegue fazer algo que ensinaram? É a felicidade de terem alcançado algo juntas. Isso é cooperação.Hoje é o dia 42 e a sexta semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é nobreza nocompromisso, cooperação.1.3 Junho 69
  69. 69. 1.3.1 Gentileza (2011-06-01 18:28) A gentileza está em nossas mãos. Um bom dia pode pegar no colo Um sorriso pode iluminar o dia Um olá pode criar amizade Um até mais poder criar futuros Ser gentil pode mudar o mundo! Joakim AntonioConsideração final:Quando tratamos as pessoas rudemente, estamos regredindo na história. Exaltamos líderes que sãoexemplos de boa vontade, mas não seguimos sue exemplo. Se examinássemos de perto a história,veríamos o quanto muitos deles fracassaram até aprenderem a tratar os outros como gostaríamos deser tratados.Um título qualquer, não nos dá nobreza e sim as atitudes. E como sempre, precisamos começar emcasa. Nossa casa de dormir, de morar, de brincar, de viver. Há um mundo clamando por respeito, sónão ouve quem não quer. Já está marcada em nosso cotidiano a frase, gentileza gera gentileza. Masestá faltando usarmos mais a nossa.Hoje é o dia 43 e a sétima semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é bondade nanobreza, gentileza.70
  70. 70. 1.3.2 Integridade (2011-06-02 18:33) Image by Coswyn E O VERBO SE FEZ CARNEIntegridade só existe verdadeiramente, quando você pratica o que prega.Joakim AntonioConsideração final:Que hoje cada um use esses preciosos minutos, para ouvir as considerações do seu coração.Hoje é o dia 44 e a sétima semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é disciplina nanobreza, integridade. 71
  71. 71. 1.3.3 Equilíbrio (2011-06-03 19:52) Me dá uma mão aqui ”O corpo é um grande desenho, que ao tocar outro desenho, complementa-se. Para ser um bomlíder, precisamos desenvolver a capacidade de formar figuras, equilibrando desenhos de tonalidades diferentes.” Joakim AntonioConsideração final:Enquanto não aprendemos a nos equilibrar em todos setores da nossa vida, as coisa não saem comoplanejamos. Vivemos em sociedade, mas teimamos em fazer muitas coisas sozinhos. Ouvir o outro eaproveitar sua sabedoria, nos trará felicidades futuras.Nas artes marciais já vi campeões natos, mas pensavam não precisar treinar, muito menos ouvir oconselho do mestre, pois eram os melhores. Com o tempo alunos mais esforçados treinaram tantoque os venceram. Atingiram o equilíbrio necessário para analisar e ver o que precisavam mudar. Hojeeles são líderes de respeito.Hoje é o dia 45 e a sétima semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é beleza nanobreza, equilíbrio.72
  72. 72. 1.3.4 Determinação (2011-06-04 18:50) Eu quero meu lugar ao SolNão sabia porque mentiram para ele. Basta ser bom, lhe disseram, e a bondade lhe trará frutos.Então partiu como se nunca fosse perder, sem nem olhar para trás. Andou até não poder mais,sempre sendo tão bom como pudesse. Mas agora estava morrendo de fome. Olhava para o céu epensava que seria bom se os frutos aparecessem agora. Então percebeu que não ouvia mais sons atrásde si. Sim, porque mesmo sem olhar, podia ouvir a respiração dos que vinham atrás. Até percebeuque conforme os obstáculos apareciam, diminuíam os sons, mas agora era diferente, havia apenaso som da sua própria respiração. Sem dar um segundo a dúvida, virou-se bruscamente e pôs-se achorar, descobriu que mesmo com todo esforço, não avançara um metro sequer de onde iniciara ajornada, mesmo assim o choro era de felicidade, porque só agora percebera que não ia para frente,mas para o alto.Joakim Antonio.Consideração final:É fácil ficar motivado com o começo de algo, sem dúvidas e com a certeza de que iremos vencer.Mas após alguns obstáculos a maioria desiste, alguns diante do primeiro, outros perto do final eabandonam seus sonhos. Devemos ter em mente que ser bom para vencer, relaciona-se a nós mesmos.Não é ser o bonzinho das comédias, que sempre é enganado, é ser bom no que faz. Claro que nãodevemos ser maus, mas ter a determinação para dizer não, tanto para quem quer abusar, como paraas desculpas que damos a nós mesmos. Não posso dizer que a determinação lhe dará muitos frutos,mas eles ficarão muito mais gostosos.Hoje é o dia 46 e a sétima semana de um Convite a uma jornada, o assunto de hoje é tolerância nanobreza, determinação. 73
  73. 73. 1.3.5 Agradeça (2011-06-05 20:05)[EMBED] Precisa de motivos?Em novembro de 2010, se a população da Terra fosse reduzida à dimensão de uma pequena cidadede 100 pessoas, poderia observar-se a seguinte distribuição:61 Asiáticos, 12 Europeus, 8 Americanos (norte), 5 Americanos (sul), 13 Africanos, 1 da Oceania,50 mulheres, 50 homens, 47 viveriam em áreas urbanizadas, 12 seriam deficientes,33 seriam cristãos (das várias igrejas existentes), 21 seriam muçulmanos, 13 seriam hindus, 6 seriambudistas, 1 seria sikh, 1 seria judeu, 11 seriam de outras religiões, 11 seriam não-religiosos, 3 seriamateus,41 viveriam sem saneamento básico, 18 viveriam sem uma fonte de água constante,20 pessoas seriam donas de 75 % de toda a riqueza, 14 viveriam com fome ou mal-nutridos,12 não saberiam ler, 12 teriam computador, 8 teriam conexão de internet,1 adulto (com idade entre 15-49 anos) teria AIDS.Seria gasto $1.24 trilhão de dólares em despesas militares e apenas 100 bilhões em ajuda ao desen-volvimento local.Quando olha para o mundo nessa perspectiva, consegue perceber a real necessidade de solidariedade,compreensão e educação?Pense também no seguinte: • Esta manhã, se você acordou com saúde, então é mais feliz do que 1 milhão de pessoas que não vão sobreviver até o final da próxima semana. • Se nunca sofreu os efeitos da guerra, a solidão de uma cela, a agonia da tortura, ou fome, então é mais feliz do que outros 500 milhões de pessoas do mundo. • Se puder entrar numa igreja (ou mesquita) sem medo de ser preso ou morto, é mais feliz do que outros 3 milhões de pessoas do mundo. • Se tem comida na geladeira, tem sapatos e roupa, tem uma cama e teto, é mais rico do que 75 % das outras pessoas do mundo. • Se tem uma conta bancária, dinheiro na carteira e algumas moedas num cofrinho, pertence ao pequeno grupo de 8 % de pessoas do mundo que estão bem na vida. • Se teus pais ainda estão vivos e unidos... Você é uma pessoa muito rara.Se está lendo esta mensagem, é triplamente feliz, pois: 1. Alguém lembrou-se de você. 2. Não faz parte do grupo de 780 milhões de pessoas que não sabem ler. 3. E tem um computador!74

×