Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Avesso primeira parte

177 views

Published on

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Avesso primeira parte

  1. 1. Avessoby Verinh@Primeira parte
  2. 2. Não, não sou umasobrevivente da Guerra deCanudos. Também nãosofro na carne os estigmasde Cristo. Não tenhonotícias de que eudescenda de algum santo,nem tampouco tenho freiraou padre na família. Soumulher comum, de estirpeduvidosa, afeita àsestranhezas diárias eavessa aos saboresquaresmais.
  3. 3. Sou mulher de poucaspalavras. Por vezes tenhomedo, por vezes tenhocoragem. Não gosto dosextremos. Prefiro ahumildade das pequenasmedidas. Não colecionoselos, nem tenho segredoescondidos no armário. Nãoreservei manias paraexercitar na minha velhice.Já chega o que vem com elasem que eu peça. Ser velha éo mesmo que ser criança.
  4. 4. Ando necessitando asmesmas coisas que osrecém-nascidos. Só nãotenho coragem de pedir.Em noites de chuva forteacendo uma vela e invocoos santos, como nopassado: São Jerônimo,Santa Bárbara! Os santosdiminuem o medo. Se é quepara o medo possa existiralguma solução.
  5. 5. Em dias de calor sinto aindamais os desconfortos da idade.O tempo avança os territóriosda felicidade, transmuda apaisagem, reconfigura osespaços, descolore a tela. Vejoda minha janela a constanteatuação da ferrugem sobre asestruturas que sustentam osmeus significados. É a vida sedesfazendo aos poucos, emgrãos, centímetros, partículasmiúdas, mas constantemente.
  6. 6. Os ipês com sua coloraçãorosada já anunciam mudanças.A vida não sabe esperar.Florescer no inverno é coisa dequem armazena diferençasestranhas. Rosa é um homemmemorável. Tivesse eu umaousadia sobrada da juventudee já lhe abriria as portas deminha casa para que entrassecom suas duas trouxas deroupas e seu violão colado aopeito.
  7. 7. Eu só sei pensar alto. Vivernão. A altura da vida nãocorresponde à altura dopensamento. Pensei muitomais do que vivi. Quis muitomais do que realizei. Vivibaixo, pensei alto. Nãoimporta. O que quero é esteamanhecer cheio degraciosidade, quero este ipêflorido em tempos de secura.Quero a vida generosa nesteespaço onde quase nada medesperta o sorriso.
  8. 8. Experimento o silêncio de Deuse só assim me convenço de suaexistência. Gosto de Deus épor causa de sua fraqueza. Euo reverencio é por causa desua estranha forma decarecer, de necessitar, de ficarpequeno.Andei pelos pastos e Ele andoucomigo. Na hora da sede, aágua dividida. Na hora doalmoço, a marmita repartida.Mulher e Deus, sentados namesma planície, sob asagruras do mesmo cansaço.
  9. 9. Deus é bonito quando vistode perto. A glória ofusca arevelação. O trono, aexaltação, o brilho dasrepresentações velam suaverdadeira beleza. Ele ébonito é no avesso da suadivindade, lá na intimidade,quando entra na cozinha daminha casa, aconchega-seaos pés do fogão à lenha ereclama das dores naspernas.
  10. 10. Texto extraído do livro “Mulheres de aço e de flores”de Pe. Fábio de MeloMúsica:Formatação: Vera Lúcia de Siqueiraverinhaescorpios@gmail.comReceba belos slides clicando:http://br.groups.yahoo.com/group/castelodossonhosSensual12.06.2013 

×