ESTUDO DAS OBRAS DE PIETRO UBALDI Arte da Imagem, Arte da Música e Arte do Pensamento OBRA: A LEI DE DEUS CAPÍTULO 1  NOVO...
ELABORAÇÃO DOS TEXTOS: Grupo de Estudos de Sorocaba  COORDENAÇÃO: Ferdinando Ruzzante <ul><li>Esta é uma nova forma de est...
Admire a Arte do pintor italiano Pino Daeni, nos acordes da Arte Musical de Albidoni, e medite sobre os textos deste capít...
Pietro Ubaldi começa a escrever este livro ao se propor a apresentar na Rádio São Vicente, em 1958, uma série de palestras...
Transmite desse modo, tudo que conseguiu compreender e realizar em sua longa vida de tempestades e introspec-ção profunda....
Muitos são os que sofrem neste mundo e ensiná-los como amansar a dor é obra de caridade.
Ubaldi oferece o fruto do seu pensamento e sua expe-riência, para que possam deste conhecimento tirar a maior utilidade pa...
Não pretende fazer proselitismo, não obrigando ninguém a aceitar suas idéias. Trata-se de uma oferta. Quem tiver uma melho...
Não busca segui-dores, nem é rival de ninguém neste campo. O seu inte-resse é a pesquisa para atingir o co-nhecimento. Est...
Respeita todas as verdades já conquistadas. Respeita todas as religiões e doutrinas. Ensina sempre com o maior respeito pe...
O método usado revela a própria natureza, bem como o nível de vida ao qual pertence.
Proceder assim, é estar sintonizado com as forças negativas da destruição. Isto porque, como veremos, quem agride o próxim...
Procuraremos aprender a arte de viver em paz e no respeito ao próximo, o que constitui a base de uma feliz convivência soc...
O Universo é a casa onde habitamos, construída e movimen-tada por Deus, devendo por isto, sabermos como é feita e como fun...
Cumpre-nos saber que existem leis, e que a dor e o sofri-mento decorrem do desrespeito a essas leis. Trata-se de um alarme...
O Universo é um concerto musical onde qualquer disso-nância produz sofrimento. Rebelando-se continuamente contra a ordem d...
Quanto maior a revolta maior será o sofrimento, até o homem rebelde aprender, à sua custa, a obediência.
O homem tem duas saídas:  compreender ou compreender; aceitar ou aceitar.  Porque a Lei se faz presente de forma constante...
Quando o mundo se aperceber disto, será a maior desco-berta de todos os tempos!
O mundo atual parece estar tornando-se pior, porém, a liberdade do homem é limitada, não sendo permitido que ele perturbe,...
Entre tantos crimes e injustiças, a Lei de Deus permanece imutável. O prejuízo será só de quem para isso contribuiu.
Os justos e honestos, por não merecerem a reação da Lei, terão em sua defesa a inexorável justiça de Deus, de modo que cad...
A cada um de acordo com suas obras, é Lei de todo o sempre. Pelo conhecimento das leis que regem nossas vidas, compreender...
O que podemos afirmar é que há um caminho para se che-gar à felicidade, mas se o homem não quiser segui-lo a cul-pa e as c...
Para nos libertar da disciplina da Lei, de nada vale dizer que Deus não existe. Ele continua existindo!
De nada vale negar a Sua Lei, pois ela permanece funcionando!
Não adianta nos esconder nas trevas: a Luz continua resplandecendo no Alto!
Vivemos dentro desta Lei que é viva; nossa vida dela deriva e representa o pensamento e a vontade de Deus, que é a causa p...
Dou o que tenho: o pensamento que recebi por inspiração de Deus e o amor do meu coração. Aceitem-nos.
EXPLICAÇÕES NECESSÁRIAS O texto deste trabalho é uma síntese do texto original da obra de Pietro Ubaldi, apresentada de fo...
FORMATAÇÃO: J. Meirelles   [email_address] Site:  www.obrasdepietroubaldi.wordpress.com
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

CapíTulo 1 Ferdinando

767 views

Published on

Imagens de pintores famosos, com trilha sonora e textos do Cap 1 elaborados pelo Grupo de Estudos de Sorocaba.

Published in: Travel, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
767
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
7
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

CapíTulo 1 Ferdinando

  1. 1. ESTUDO DAS OBRAS DE PIETRO UBALDI Arte da Imagem, Arte da Música e Arte do Pensamento OBRA: A LEI DE DEUS CAPÍTULO 1 NOVOS CAMINHOS - Plano e Método de Trabalho. ELABORAÇÃO DOS TEXTOS: Grupo de Estudos de Sorocaba sob a Coordenação de Ferdinando Ruzzante.
  2. 2. ELABORAÇÃO DOS TEXTOS: Grupo de Estudos de Sorocaba COORDENAÇÃO: Ferdinando Ruzzante <ul><li>Esta é uma nova forma de estudo das obras de Pietro Ubaldi - a Arte como plano de fundo para criar o imprescindível ambiente psíquico para meditação. </li></ul><ul><li>Pietro Ubaldi nos diz: </li></ul><ul><ul><li>“ A ARTE será mais legítima se cumprir a função de transportar o céu para a terra. Será a oração que une a criatura ao Criador, a síntese de todas as aspirações da alma, de todas as esperanças e ideais humanos”. </li></ul></ul><ul><li>Esta nova metodologia pretende fazer a ligação do Céu (inspiração de Ubaldi) com a Terra (nós, os aprendizes), na onda dos avanços tecnológicos da comunicação globalizada – a internet. </li></ul><ul><li>Que a Providência Divina possa iluminar a todos nós, aprendizes! </li></ul><ul><li>J. Meirelles </li></ul>
  3. 3. Admire a Arte do pintor italiano Pino Daeni, nos acordes da Arte Musical de Albidoni, e medite sobre os textos deste capítulo!
  4. 4. Pietro Ubaldi começa a escrever este livro ao se propor a apresentar na Rádio São Vicente, em 1958, uma série de palestras, que depois se tornaram capítulos deste livro. Procura assim se aproximar do povo, com uma lingua-gem mais simples. Deixa para trás, as grandes elucubrações que geraram os livros básicos da sua Obra, como A Grande Síntese, Deus e Universo, O Sistema e Queda e Salvação. Aqui ele procura uma comunhão de pensamento mais completa com seus leitores e ouvintes, numa união de mente e coração. Sua tarefa agora é traduzir as difíceis teorias em palavras simples, sem as complicações da ciência e sem as dificuldades da alta cultura, como ele diz.
  5. 5. Transmite desse modo, tudo que conseguiu compreender e realizar em sua longa vida de tempestades e introspec-ção profunda. Para escapar da dor, procurou superá-la, domesticando-a, até torná-la sua amiga.
  6. 6. Muitos são os que sofrem neste mundo e ensiná-los como amansar a dor é obra de caridade.
  7. 7. Ubaldi oferece o fruto do seu pensamento e sua expe-riência, para que possam deste conhecimento tirar a maior utilidade para si próprios. A utilidade material tem por base a utilidade espiritual, da qual não pode se isolar.
  8. 8. Não pretende fazer proselitismo, não obrigando ninguém a aceitar suas idéias. Trata-se de uma oferta. Quem tiver uma melhor, que continue com ela.
  9. 9. Não busca segui-dores, nem é rival de ninguém neste campo. O seu inte-resse é a pesquisa para atingir o co-nhecimento. Este é o seu objetivo.
  10. 10. Respeita todas as verdades já conquistadas. Respeita todas as religiões e doutrinas. Ensina sempre com o maior respeito pela fé e filosofia alheias.
  11. 11. O método usado revela a própria natureza, bem como o nível de vida ao qual pertence.
  12. 12. Proceder assim, é estar sintonizado com as forças negativas da destruição. Isto porque, como veremos, quem agride o próximo, agride a si mesmo; quem faz o mal, o faz antes de tudo, a si mesmo.
  13. 13. Procuraremos aprender a arte de viver em paz e no respeito ao próximo, o que constitui a base de uma feliz convivência social. A Lei de Deus pode ser dura, quando merecemos, mas é sempre boa e justa.
  14. 14. O Universo é a casa onde habitamos, construída e movimen-tada por Deus, devendo por isto, sabermos como é feita e como funciona, para nela sermos felizes.
  15. 15. Cumpre-nos saber que existem leis, e que a dor e o sofri-mento decorrem do desrespeito a essas leis. Trata-se de um alarme, avisando que cometemos um erro, o qual deve ser corrigido para voltarmos à saúde.
  16. 16. O Universo é um concerto musical onde qualquer disso-nância produz sofrimento. Rebelando-se continuamente contra a ordem da Lei de Deus, o que pode o homem colher, senão a dor como resposta dessa Lei?
  17. 17. Quanto maior a revolta maior será o sofrimento, até o homem rebelde aprender, à sua custa, a obediência.
  18. 18. O homem tem duas saídas: compreender ou compreender; aceitar ou aceitar. Porque a Lei se faz presente de forma constante e se não quisermos continuar sofrendo, não há outro caminho a não ser o de nos ajustarmos às Leis.
  19. 19. Quando o mundo se aperceber disto, será a maior desco-berta de todos os tempos!
  20. 20. O mundo atual parece estar tornando-se pior, porém, a liberdade do homem é limitada, não sendo permitido que ele perturbe, apesar de livre, o funcionamento da Lei que tudo rege.
  21. 21. Entre tantos crimes e injustiças, a Lei de Deus permanece imutável. O prejuízo será só de quem para isso contribuiu.
  22. 22. Os justos e honestos, por não merecerem a reação da Lei, terão em sua defesa a inexorável justiça de Deus, de modo que cada um colherá o que semeou e receberá o que mereceu.
  23. 23. A cada um de acordo com suas obras, é Lei de todo o sempre. Pelo conhecimento das leis que regem nossas vidas, compreenderemos o próprio destino e o seu significado.
  24. 24. O que podemos afirmar é que há um caminho para se che-gar à felicidade, mas se o homem não quiser segui-lo a cul-pa e as conseqüências da sua rebeldia só podem ser dele.
  25. 25. Para nos libertar da disciplina da Lei, de nada vale dizer que Deus não existe. Ele continua existindo!
  26. 26. De nada vale negar a Sua Lei, pois ela permanece funcionando!
  27. 27. Não adianta nos esconder nas trevas: a Luz continua resplandecendo no Alto!
  28. 28. Vivemos dentro desta Lei que é viva; nossa vida dela deriva e representa o pensamento e a vontade de Deus, que é a causa primeira da Vida Universal.
  29. 29. Dou o que tenho: o pensamento que recebi por inspiração de Deus e o amor do meu coração. Aceitem-nos.
  30. 30. EXPLICAÇÕES NECESSÁRIAS O texto deste trabalho é uma síntese do texto original da obra de Pietro Ubaldi, apresentada de forma atraente, envolvendo imagens e sons. A metodologia recomenda que, em seguida, se faça a leitura do capítulo original do livro. “O contato direto com a expressiva e poderosa linguagem de “ Sua Voz ” que dita a obra é um momento mágico, capaz de falar intimamente à alma do leitor e imprescindível para aquele que deseja saciar-se nessa fonte de verdades eternas. Não menospreze, portanto, essa oportunidade surpreendente de contatar-se diretamente com as correntes de pensamentos que movem os elevados conceitos desenvolvidos nesse majestoso compêndio do espírito”. (Gilson Freire, em Introdução à A GRANDE SÍNTESE) Junto a este trabalho é apresentado o texto original do capítulo, em PPS, musicado.
  31. 31. FORMATAÇÃO: J. Meirelles [email_address] Site: www.obrasdepietroubaldi.wordpress.com

×