Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Newcoffee

1,467 views

Published on

Published in: Marketing
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Newcoffee

  1. 1. Este trabalho é uma abordagem sobre o mercado do café em Portugal, dando uma perspectiva principal sobre os produtos da NewCoffee,Co., de forma a conhecermos porque marcas é formado este grupo, as suas estratégias e objectivos. Pretendemos também, definir o estado actual do mercado, contemplando os dados dos consumidores e marcas concorrentes, a forma como operam, como pensam e como influenciam o próprio mercado.
  2. 2. NewCoffee Estrutura accionista: 34% da Unicer, 22% do Funco Caravela (Inter-Risco), 22% da InovCapital e 22% da IberPartners. Marcas constituintes da empresa: Mercado em que a empresa opera: • Segmento Horeca; • Mercado da produção e distribuição dos cafés torrados; • Possui uma quota de 3,6% no mercado e 13,5 milhões de euros de volume de negócios; • Detém o quarto lugar do sector, atrás da Nutricafés, Nestlé e Delta.
  3. 3. Marcas que compõem a NewCoffee Caffècel • Marca criada em 1994 em Cabeceiras de Basto; • Em Julho de 2008, a marca foi adquirida pelo grupo NewCoffee,Co Sanzala • Marca criada em 1963 no coração da cidade do Porto; • Em 2007 a marca é adquirida pelo grupo NewCoffee.
  4. 4. Lavazza • Nasce em 1895, em Itália; • Entrada da marca no mercado nacional data o ano de 2001; • Em Novembro de 2008, o grupo NewCoffee adquire a carteira de clientes no canal HORECA da marca. Bogani • Entrou no sector dos cafés com a aquisição da totalidade da empresa A Caféeira, em Março de 2002; • A marca Bogani é integrada no portfólio de marcas da NewCoffee.Co., em Setembro de 2009. A Caféeira • Representada em Portugal desde 1866; • Foi totalmente adquirida pela Unicer (Bogani) em 2002
  5. 5. Swot PONTOS FORTES • Grupo Unicer com considerável reconhecimento no mercado nacional. • Diversidade no portfólio de produtos; • Qualidade dos produtos das marcas que constituem o grupo; • Capacidade positiva de adaptabilidade do produto. PONTOS FRACOS • • • • Falta de inovação; Falta de suporte on-line: Mau posicionamento; Má política comercial da empresa; • Empresa New Coffee recente (Falta de Notoriedade);
  6. 6. OPORTUNIDADES • Condenação da Nestlé Portugal pela AdC, (pode ser altura para a NewCoffe criar novas parcerias, e assim aumentar a sua quota de mercado). • Grupo forte e consolidado, com forte peso para a concretização de novas parcerias; • Aposta no consumo no lar; • Criação de ferramentas de fidelização do cliente, (Alargamento de contratos com pontos de venda). AMEAÇAS • Forte concorrência no mercado de cafés; • Crescimento da tendência do consumo de cafés em cápsula; • Aparecimento de máquinas de distribuição de cafés (Vending); • Decréscimo do poder de compra.
  7. 7. Ciclo de vidas das marcas que integram a NewCoffee As marcas que integram a organização em estudo distribuem-se da seguinte forma a nível de ciclo de vida de produto:
  8. 8. CVP - MARCAS Marca Umbrela - Estado de Introdução. Marcas que compõem a New Coffee: Caffècel – Estado de maturidade crescente. Sanzala – Estado de maturidade estabilizada (Saturação). Lavazza e Bogani – Estado de crescimento. Cafeeira – Estado de maturidade decadente / declínio.
  9. 9. CVP - Mercado do café, em Portugal O mercado de café tem caído uma média de 1,3% em volume. Variações Mercado de Café Torrado 2004 2005 2006 Volume -1% -1% -2% Dado este resultado, relacionando estes dados com o ciclo de vida do produto, podemos afirmar que este se encontra no estado de maturidade/declínio.
  10. 10. Ciclo de vida e Estratégia Comercial
  11. 11. → Alta Matriz BCG Pontos de Interrogação ← Taxa de crescimento do mercado Estrelas Vacas Leiteiras Baixa Abacaxis Alta participação relativa de mercado  Baixa
  12. 12. Análise concorrencial Concorrentes directos Delta Buondi (Nestlé) Pontos positivos: Pontos positivos: Líder de mercado; Imagem de marca; Notoriedade da marca; Comunicação Grande nº de lotes; Boa presença nos diferentes canais; Cartão de cliente; da marca divertida, dinâmica, convívio); Formação profissional; Boa penetração de mercado. Complementaridade de serviços; Formação profissional. Pontos negativos: Pontos negativos: Incongruência ao nível da comunicação. Baixa gama de produtos. (descontraída, jovial,
  13. 13. Segrafedo Zanetti Sical Pontos positivos Pontos positivos: Abundância de lojas e quiosques Sical; Marca “topo de gama”; Material exclusivo para o ponto de venda; Cartão de cliente; Notoriedade a nível internacional; Formação profissional; Forte notoriedade. Forte presença no mercado internacional. Pontos negativos: Fraca comunicação; Pontos negativos: Baixa penetração. Taxa de crescimento negativa.
  14. 14. Segmentação de mercado - Alargado portfólio de produtos que atingem diferentes segmentos de mercado; - NewCoffee não dispõe de produtos direccionados para o consumo no lar; - Atingimento de segmentos de mercado a nível geográfico (regionalismo das marcas; por ex.: Sanzala) e necessidades específicas dos consumidores; - Marcas direccionadas para um segmento jovem, dinâmico e activo (Bogani, Lavazza); - Marcas que atingem um segmento mais tradicionalista e fidelizado junto da mesma (Caffècel, A Caféeira, Sanzala).
  15. 15. Posicionamento Bogani – “Mentes despertas”; Caffècel – “Um universo que a Caffècel traz até si com uma cuidadosa e rigorosa selecção”; Lavazza – “Italy’s favourite coffee”; A Caféeira – “A companhia do café”; Sanzala – Tradição do café; NewCoffee – “Sabemos bem”.
  16. 16. Marketing-mix Produto - NewCoffee – marca com baixa indíce de notoriedade; - Aplicação da imagem NewCoffee nas embalagens e na comunicação das marcas que a constituem; - Desenvolvimento na vertente de consumo no lar; - Desenvolvimento de nova imagem para as marcas Caffècel e A Caféeira; - Aposta forte nos produtos Bogani e Lavazza.
  17. 17. Preço - Alinhamento pelos concorrentes em função do posicionamento pretendido; - Ponderação entre custos de produção, a margem e preços dos concorrentes; - Produtos de consumo no lar num patamar intermédio em relação à Nesprezzo e Dolce Gusto; - Equilíbrio entre preço e confiança do consumidor.
  18. 18. Promoção - Criação de uma imagem específica para o ponto de venda (bares, cafés); - Imagem distinta para distribuidores (hipermercados, supermercados); - Aposta na imagem Bogani (por ex.: Café Bogani – Cais de Gaia) e Lavazza; - Aposta na degustação e oferta de brindes para recordação da marca e consequente memorização (hipermercados, supermercados).
  19. 19. Distribuição - Firmar a distribuição dos seus produtos nos principais grossistas que operam no mercado (Modelo Continente, Auchan, Pingo Doce); - Posterior incidência nos Intermarché e Feira Nova); distribuidores - Dar profundidade e largura à distribuição dos nossos produtos no mercado nacional.
  20. 20. New Coffee/Distribuição Lançamento da Lavazza para distribuição (Razões): • Marca Italiana; • Marca bem posicionada em Portugal; • Bem estabelecida internacionalmente (presente em cerca de 90 países de 5 continentes); • Investe cada vez mais na expansão para o mercado exterior; • Está entre as cinquenta primeiras em nível europeu, por notoriedade e presença.
  21. 21. Nuno Costa João Correia & Wilson Parada Turma G2NB Gestão de Produto

×