Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Roupa seca manual

180 views

Published on

mergulho

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Roupa seca manual

  1. 1. MANUAL DO UTILIZADOR DE FATOS SECOS
  2. 2. 1 INTRODUÇÃO 1 INTRODUÇÃO 1 INTRODUÇÃO INSTRUÇÕES DE SEGURANÇA ________ III DESCRIÇÃO ___________________ V Descrição das indicações no fato ______ VI 2 PREPARAÇÃO Vestuário e equipamento isoladores ____ 1 Colocação das argolas de punho_______ 3 VERIFICAÇÕES DO EQUIPAMENTO ANTES DE MERGULHAR ___________ 4 INSTRUÇÕES PARA SE EQUIPAR ______ 6 VERIFICAÇÃO ANTES DE ENTRAR NA ÁGUA8 DESEQUIPAR __________________ 10 3 REPARAÇÃO DE UM FATO SECO COLAGEM, REGRAS GERAIS _________ 11 TESTE DE PRESSÃO ______________ 15 Preparações para a colagem __________ 16 Colagem _________________________ 18 Remendos _______________________ 21 4 MANUTENÇÃO ARMAZENAMENTO E MANUTENÇÃO ___ 23 VÁLVULAS ____________________ 25 5 MERGULHOCOMFATOSECO TÉCNICA _____________________ 26 VÁLVULAS ____________________ 30 Mangueira _______________________ 33 ÍNDICE II CUIDADO! Uma nota de cuidado indica uma situação que pode causar danos ou avaria no material ou equipamento. Estas notas possuem o tipo de grafismo desta mesma nota. Benvindo a este Manual do Utilizador. Destina-se aos utilizadores dos fatos secos fabricados pela Trelleborg Industri AB. Todos os procedimentos descritos neste manual exigem capacidades e conhecimentos adequados na utilização de fatos secos, através da formação proporcionada por um instrutor qualificado e certificado. Neste manual, os riscos para as pessoas ou para o equipamento serão indicados através deste tipo de notas: AVISO! Uma nota de aviso indica uma situação de perigo potencial que, se não for evitada, pode causar ferimentos ou morte. As notas de aviso possuem o tipo de grafismo desta mesma nota. AVISO! Mergulhar com um fato seco pode ser extremamente perigoso. Não tente usar este fato sem primeiro obter formação e certificação através de um instrutor qualificado e certificado nem sem a utilização de todo o equipamento necessário e apropriado. I
  3. 3. 1 INTRODUÇÃO 1 INTRODUÇÃO Instruções de segurança AVISO! Risco de irritação da pele e reacções alérgicas. Os materiais do fato seco podem causar irritação da pele e reacções alérgicas a indivíduos sensíveis a estes materiais. Obtenha conselho médico em caso de dúvida. AVISO! Mergulhar com um fato seco pode ser extremamente perigoso. Não tente usar este fato sem primeiro obter formação e certificação através de um instrutor qualificado e certificado nem sem a utilização de todo o equipamento necessário e apropriado. IV 6. Utilize a quantidade correcta de isolamento para as condições da água em que está a mergulhar e o seu grau de exercício. 7. Pese-se em flutuabilidade neutra com um tanque vazio. O seu peso deverá permitir-lhe fazer a descompressão a 10 pés, no final do seu mergulho, com um tanque contendo 500 psi de ar ou menos. Determine o peso apropriado necessário para alcançar flutuabilidade neutra através de um mergulho na piscina. Verifique as suas válvulas, fechos e vedantes antes de cada mergulho. 8. Efectue regularmente manutenções e reparações preventivas no seu fato e válvulas, pelo menos uma vez por ano, ou mantenha-os assistidos por uma loja de artigos de mergulho qualificada. 9. Conheça as suas limitações e não as exceda. Instruções de segurança AVISO! Risco de ferimentos devido às reduzidas funções corporais enquanto mergulhando em água fria. Água ou temperaturas abaixo dos 21ºC (70ºF) significam mergulho em água fria. Água ou temperaturas abaixo dos 5ºC (40ºF) significam mergulho em gelo. O mergulho em gelo é perigoso e requer equipamento, formação, preparação e procedimentos especiais. III Estas directrizes são recomendadas pelo fabricante do fato seco. Siga- as para sua própria segurança e adopte-as na sua rotina como uma lista de verificação pré-mergulho obrigatória. Se o seu equipamento não funcionar como pretendido: NÃO O UTILIZE; PROVIDENCIE PARA QUE OS PROBLEMAS SEJAM SOLUCIONADOS POR UMA LOJA DE ARTIGOS DE MERGULHO QUALIFICADA. 1. Faça um curso de mergulho com fato seco, dirigido por um instrutor certificado e mantenha a sua capacidade através de mergulhos regulares. 2. Utilize um colete estabilizador para flutuabilidade à superfície e para sua própria segurança. 3. Conheça o seu equipamento e os procedimentos de emergência. Leia os Manuais do Utilizador de todos os seus equipamentos. 4. Pratique as suas capacidades de mergulho com fato seco sob condições controladas até que se tornem quase inatas. 5. Nunca mergulhe sozinho. Mergulhe com um companheiro que possua um conhecimento profundo do sistema de funcionamento do seu fato seco. Tenha sempre por perto, em terra ou em barco, pessoas capazes de o ajudar em caso de emergência.
  4. 4. 1 INTRODUÇÃO 1 INTRODUÇÃO Descrição das indicações no fato Campo1:Marcacomercial Campo2:Modelo. Campo3:MarcadeaprovaçãoCE,ano emquefoiemitida,porumorganismo notificado(númeroNB). Campo4:MarcadeaprovaçãoCEde acordocomanormainternacionalou directivadaCEE. Campo5:Tamanho. Campo6:Pictogramacomasmedidas emcentímetros. Campo7:Indicaçãoparalerasinstruções noManualdoUtilizador. Campo8:Instruçõesdelavagem. Campo9:Númerodeartigodofato. Campo10:Númeroindividualdolote dofato. Campo11:Fabricantedofato. Campo12:Moradadofabricantedo fato. Campo 13: Texto de aviso. (vejapágina5) 1 2 3 4 5 6 9 10 11 12 7 8 13 Os fatos Viking foram testados e aprovados por um organismo notificado n.º 0403; Instituto Finlandês de Saúde noTrabalho, Departamento de Física, Laajaniityntie 1, FIN-01620 Vantaa. Os fatos têm a marca CEetêmaaprovaçãoCEdetipodeacordo comaDirectivadoConselho89/686/EEC sobre equipamento de protecção pessoal. Um fato seco é um fato que protege quem o veste, não deixando entrar água quando submerso. Os vedantes em látex estão fixos ao corpo do fato na zona do pescoço e dos punhos para evitar que a água entre quando se está submerso. Vários tipos de roupa interior podem ser vestidos por baixo do fato, dependendo da temperatura da água, da profundidade e da actividade do mergulhador. A conservação do calor do corpo através de protecção térmica na água fria e profunda é vitalmente importante para a segurança e eficiência tanto dos mergulhadores profissionais como dos amadores. Os capítulos seguintes descrevem em detalhe como usar, manter e realizar determinadas reparações no seu fato seco. DESCRIÇÃO V VI AVISO! Risco de ferimentos devido às reduzidas funções corporais enquanto mergulhando em água fria. Água ou temperaturas abaixo dos 21ºC (70ºF) significam mergulho em água fria. Água ou temperaturas abaixo dos 5ºC (40ºF) significam mergulho em gelo. O mergulho em gelo é perigoso e requer equipamento, formação, preparação e procedimentos especiais.
  5. 5. 1 INTRODUÇÃO 2 PREPARAÇÃO Roupa interior de protecção térmica Para evitar que o mergulhador arrefeça, o que poderia resultar em funções corporais reduzidas, é extremamente importante vesti-la correctamente por debaixo do fato seco (A). A área do pescoço e os ombros são muito importantes para proteger. Cada indivíduo tem capacidades diferentes para preservar o calor do corpo. Adeqúe o seu vestuário, a escolha do tipo, a espessura e a quantidade de camadas isoladoras de acordo com o seu nível de actividade, temperatura atmosférica e da água. Use roupa interior desportiva (C) cobrindo desde o pulso até ao ombro junto ao corpo (B) e sobre esta um fato isolador (D), feito de um material isolador acolchoado ou em malha, com células abertas, por exemplo, estrutura de pêlo macio ou tricotado com lã. É de importância vital ter a flutuabilidade certa para uma máxima protecção isoladora. Nota! Consultetambémocapítulosobremergulharcomfatoseco parainformaçõesmaisaprofundadassobrecomo ajustarospesosparaaflutuabilidadecerta. Vestuário e equipamento isoladores 1 AVISO! Mergulhar com equipamento defeituoso pode causar ferimentos ou morte. Não mergulhe se qualquer peça do equipamento não funcionar como pretendido. Reparea ou substitua-a numa loja de artigos de mergulho autorizada. AVISO! A MANUTENÇÃO, UTILIZAÇÃO IMPRÓPRIA OU utilização incorrecta DESTE FATO SECO PODE RESULTAR EM FERIMENTOS GRAVES OU MORTE . Siga as práticas de segurança de mergulho estabelecidas. Não mergulhe para além dos limites das suas capacidades e da sua formação. Não utilize este fato sem estar familiarizado com o equipamento de mergulho e sem já ter tido anteriormente formação qualificada. Não utilize este fato seco até ter praticado e dominado as técnicas práticas de fato seco, incluindo técnicas de emergência num ambiente controlado sob supervisão de um instrutor de mergulho com certificado concedido por uma organização de instrução reconhecida a nível nacional e com conhecimentos sobre a utilização de fatos secos. Não utilize este fato sem avaliar as condições antes de cada mergulho certificando-se de que são adequadas às suas capacidades pessoais. Cuide regularmente da manutenção do fato e das peças! Verifique o equipamento antes e durante qualquer mergulho. A manutenção, utilização imprópria ou utilização incorrecta deste FATO SECO podem causar a perda do controlo de flutuabilidade e exposição a riscos térmicos, incluindo descidas incontroláveis e subidas rápidas incontroláveis, sobreaquecimento e sobrearrefecimento, resultando em afogamento, doença por descompressão, embolia gasosa, acidente vascular cerebral ou ataque. Não utilize este fato seco sem ter lido, compreendido e seguido todas as instruções e precauções de segurança no Manual do Utilizador. Nunca mergulhe sem assumir a sua própria responsabilidade pela segurança em qualquer mergulho. Se o Ma- nual do Utilizador não estiver disponível ou se o perder, pode obter outra cópia escrevendo ao fabricante. VII
  6. 6. 2 PREPARAÇÃO 2 PREPARAÇÃO 1 Introduzir a argola interior Introduza a argola interior de plástico, primeiro com a extremidade com ranhuras, pela manga até a parte da frente ficar sobre a punho de látex um pouco abaixo do fim da manga. 2 Colocar a argola exterior Deslize a argola exterior de borracha sobe o punho de látex e a argola interior, fixando-a bem premindo-a sobre a extremidade da argola interior. As extremidades distais de ambos as argolas de punho estarão iguais quando estas estiverem colocadas de forma correcta. 3 Ponha as luvas Ponhas as luvas de látex e puxe a parte enrolada sobre a borda da argola de punho exterior de forma a formar um vedante. Colocação das argolas de punho 3 Capuzes O capuz impede que a sua cabeça o seu pescoço arrefeçam. Escolha um capuz apropriado, o que melhor se adequar as condições onde mergulha. Luvas e mitenes Mantenha as mãos quentes para ser capaz de controlar o seu equipamento durante o mergulho. Utilize luvas ou mitenes, com revestimentos separados, que juntamente com os as argolas de punho podem ligar-se ao fato. As luvas com revestimentos de lã protegem até aproximadamente +10°C. Em águas mais frias recomenda-se a utilização de mitenes ou de luvas mais isoladoras. AVISO! Mergulhar com equipamento novo com o qual não esteja familiarizado pode ser extremamente perigoso. Pratique sempre as suas técnicas de mergulho com fato seco com o equipamento novo sob condições controladas, supervisionado por um instrutor qualificado e certificado. 2
  7. 7. 2 PREPARAÇÃO 2 PREPARAÇÃO 3 Verifique o funcionamento da válvula Ligue o ar à válvula de entrada e ponha-a a funcionar. Verifique se a válvula abre e fecha correctamente. O fato começará a encher- se de ar se a válvula estiver a funcionar correctamente. 4 Verifique o fecho Certifique-se de que o fecho abre e fecha correctamente e que nenhuns materiais tais como as fibras ou cotão da roupa interior se encontram presos nos dentes do fecho. Verifique se o fecho não tem poeiras ou areias. Lubrifique-o, caso necessário. Utilize apenas lubrificante recomendado por nós e pelo fabricante do fecho. O spray de silicone é perigoso para o seu fecho e fato. Nota! Consultetambémocapítulosobremanutençãoparaobterinformaçõesmais detalhadassobrecomolubrificarofecho. 5 Montagem da mangueira à entrada de baixa pressão A mangueira inflatora tem de estar ligada a uma entrada de BAIXA pressão no regulador de primeiro estágio ou a outra fonte de ar de baixa pressão. A pressão máxima de funcionamento é de 15 BAR (225 psi.). A mangueira inflatora é fabricada com um acoplador de UNF 3/8". Nota! Evitedobrarmuitoamangueira:Nãoultrapasseoraiodecurvaturamáximode 4cm(1.5")6 Látex duro quando utilizado em água fria As temperaturas frias e baixas tornam as peças de látex duras e quebradiças. Aqueça-as suavemente com alguma coisa que mantenha uma temperatura de +37°C a +40°C de forma a fazer com que sejam fáceis de colocar, mesmo antes de usar. 5 2 Ligue a mangueira inflatora à válvula Verifique visualmente se não existe qualquer dano ou contaminação no conector, na cabeça da válvula, na mangueira ou nos anéis em O (O-rings). Verificações do equipamento antes de mergulhar AVISO! Mergulhar com equipamento defeituoso pode causar ferimentos ou morte. Não mergulhe se qualquer peça do equipamento não funcionar como pretendido. Reparea ou substitua-a numa loja de artigos de mergulho autorizada. 1 Ajuste os vedantes O vedante do pescoço de um fato novo deve ser ajustado para servir ao mergulhador (aproximadamente 20% mais pequeno do que a circunferência formada pelo pescoço). Ajuste-o cuidadosamente aumentando pouco a pouco com uma tesoura comprida e afiada. Lubrifique os vedantes com pó de talco puro e sem cheiro quando vestir o fato, de forma a reduzir a fricção contra a sua pele. AVISO! O ajuste indevido do vedante do pescoço pode resultar em choque, levando a ferimentos ou morte. 4
  8. 8. 2 PREPARAÇÃO 2 PREPARAÇÃO 5 Ajuste o vedante do pescoço e o capuz Ajuste o vedante do pescoço, esticando-o suavemente à volta do pescoço. Assegure- -se de que não existem rugas ou pregas que possam permitir a entrada da água. Ajuste igualmente o capuz, esticando-o suavemente à volta do rosto de forma a que a sua máscara fique fixa apenas à pele do seu rosto. Assegure-se de que não existem cabelos ou cobertura interior térmica presos por baixo do capuz. 6 Corra o fecho Assegure-se de que a pessoa que correr o seu fecho tem cuidado para não trilhar qualquer material da roupa interior nos dentes do fecho. 7 Ligue a mangueira inflatora Assegure-se de que a mangueira inflatora não interfere com a operação de/ou acesso a qualquer outro equipamento. 4 Coloque o capuz sobre a sua cabeça Coloque as suas mãos sobre a cabeça e sobre o vedante do pescoço. Abra o capuz e faça- o deslizar pela sua cabeça. 7 1 Retire todas as jóias É muito importante retirar todos os anéis, relógios e colares, bem como outros artigos que possam rasgar os vedantes de látex. 2 Em primeiro lugar, coloque os pés dentro do fato Esta operação pode ser mais facilmente executada se estiver sentado. 3 Ajuste os punhos Introduza os seus braços, um de cada vez, pelas mangas e as mãos pelos punhos de látex, de forma a que os vedantes fiquem suavemente assentes sobre os seus pulsos. Puxe o material do fato se necessário, mas evite fazê-lo directamente no látex, em particular com as unhas. Instruções para se equipar CUIDADO! Os objectos cortantes podem rasgar o material do fato, com riscos de fugas ou avarias. Retire todos os objectos afiados. 6
  9. 9. 2 PREPARAÇÃO 2 PREPARAÇÃO 5 Aperte a válvula Liberte o ar da válvula de descarga, apertando-a, para se assegurar de que a válvula funciona. 6 Verifique o fecho Deixe que o seu companheiro de mergulho verifique se o seu fecho está correctamente fechado. 7 Use sempre um colete estabilizador Use sempre um colete estabilizador separado ou um apoio de flutuabilidade (BCD). 8 FINALMENTE, VERIFIQUE NOVAMENTE AS CONDIÇÕES DE ÁGUA ANTES DE MERGULHAR AVISO! Entrar dentro de água com o fato seco aberto pode causar ferimentos ou afogamento, uma vez que o fato ficará rapidamente cheio de água. Mantenha sempre o fecho do fato correctamente fechado quando estiver próximo de água profunda ou num barco. 9 1 Ligue a mangueira inflatora à válvula Verifique se a mangueira inflatora está correctamente ligada à válvula. Verifique eventuais danos ou contaminações. 2 Encha o fato Encha o fato de forma a que sinta o ar a entrar. 3 Faça sair o de escape Abra a válvula de descarga, virando a tampa da válvula no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio, dobre-se para baixo para forçar a saída do ar em excesso pela válvula de descarga e assegure-se de que esta funciona adequadamente. 4 Feche a válvula de descarga Feche a válvula virando a tampa no sentido dos ponteiros do relógio. Verificação antes de entrar na água AVISO! Mergulhar com equipamento defeituoso pode causar ferimentos ou morte. Não mergulhe se qualquer peça do equipamento não funcionar como pretendido. Repare-a ou substitua-a numa loja de artigos de mergulho autorizada. 8
  10. 10. 2 PREPARAÇÃO REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 Colagem, regras gerais Sempre que possível, as reparações nos fatos secos devem ser feitas por um serviço de reparação de fatos secos qualificado. Se o proprietário do fato levar a cabo qualquer reparação, deverá seguir as seguintes instruções, para assegurar que são empregues as técnicas adequadas. Reparação de um fato seco Não inale cola ou endurecedor. Veja os avisos neste manual e no recipiente da cola. Utilize apenas cola de duas partes Trelleborg. Outros tipos de cola poderão danificar o material. Para reparações mínimas (remendos) utilize a cola fornecida no kit de reparação Trelleborg. Preparação da colagem Assegure-se de que a área danificada está seca. Limpe a superfície a ser colada. Retire os restos de cola seca e velha, de óleo e de gordura. Lixe cuidadosamente todas as partes em látex onde se vai colar. Limpe a área lixada com heptano ou gás branco. Colagem Aplique uma fina camada de cola em ambas as superfícies a serem coladas. Deixe secar durante 15 minutos. Aplique uma segunda camada de cola e deixe secar durante pelo menos 15 minutos ou até ficar pegajoso. 1 Retire a mangueira inflatora Retire a mangueira inflatora antes de retirar qualquer outra peça de equipamento. 2 Abra o fecho Se o fecho encravar, não o force. Investigue o problema e resolva-o retirando os obstáculos. 3 Antes de retirar um capuz de látex Ponha as suas mãos dentro do fato, entre o vedante do pescoço e o seu pescoço. Puxe o látex para fora e ao longo da sua cabeça. 4 Retire o capuz Agarre o vedante do pescoço pela abertura do rosto e puxe o capuz e o vedante do pescoço pela cabeça. Assegure-se de que puxa pelo material do fato e não pelo látex. 5 Liberte os punhos de látex Liberte os punhos agarrando o material do fato e puxe num movimento suave e fácil. Puxe pelo material do fato, se for necessário, mas evite puxar directamente no látex, em particular com as unhas. 6 Retire o fato Nota! Asinformaçõessobrecomocuidardofatodepois demergulharsãofornecidasnocapítulode MANUTENÇÃO. Desequipar 10
  11. 11. REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 Como misturar a cola Mesmo antes de usar, o endurecedor deve ser bem misturado com a cola. Acrescente 1 parte de endurecedor para 10 partes de cola. (Use o copo de medição fornecido.) A cola misturada pode apenas ser utilizada enquanto estiver líquida, aproximadamente 2 horas. AVISO! Endurecedor – Prejudicial Contém Difenilometano - 4,4 - Diisocianato e Acetato de etilo. Contém Isocianatos; Consulte a informação fornecida pelo fabricante. Prejudicial por inalação. Irritante para os olhos, sis- temarespiratórioeparaapele.Podecausarumasensaçãodeardor devido à inalação. Em caso de contacto com os olhos, passe-os imediatamente com bastante água e consulte um médico. Em caso de acidente ou se sentir má disposição consulte imediatamenteummédico.(Mostreaetiquetasepossível.)Utilize apenas em ambientes bem ventilados. Cola – Prejudicial – Altamente inflamável Prejudicial por inalação. ContémTolueno and Butanone. Irritante para os olhos e sistema respiratório. Mantenha o recipiente no local bem ventilado. Mantenha longe de fontes de ignição – Não fume. Não respire os gases. Evite o contacto com os olhos. Não despeje nos esgotos. Tome medidas de precaução com as descargas estáticas. AVISO! A cola e o endurecedor podem ser prejudiciais para a sua saúde devido à inalação ou ao contacto com a pele ou com os olhos. Leia a nota de aviso que se segue e siga as instruções que vêm com o kit. 13 Remendos Os remendos devem ser feitos a partir do exterior (material do fato, lado da borracha). Una cuidadosamente as superfícies preparadas. Se cometer algum erro, uma gota de solvente dissolverá a cola. Deixe evaporar completamente antes de tentar nova mente. Volte a aplicar a cola. Utilize um rolo na área colada para fazer sair quaisquer bol has de ar e para se certificar de que as superfícies estão firmemente unidas. Preste especial atenção às áreas onde as partes coladas atravessem fitas. (Os rolos estão disponíveis nas lojas de tintas e papel de parede). Neutralização Neutralize a cola em excesso, aplicando pó de talco sem cheiro. Secagem O tempo de secagem varia consoante a temperatura da sala. A 20ºC (68ºF) serão necessários 60 minutos, no mínimo, mas não se deve mexer na área reparada durante 3 horas e esta estará completamente seca ao fim de 24 horas. Se possível, evite usar o fato nas 24 horas seguintes a uma grande reparação. 3 2 1 4 1 Fitadaroupa 2 Ladorevestidodomaterialdofato 3 Tecido 4 Látex 12
  12. 12. REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 Teste da pressão Para determinar a posição de uma área do fato que possua uma fuga ou que esteja danificada, faça um teste da pressão da seguinte forma: 1 Aberturas dos vedantes Coloque uma bola de tamanho adequado no vedante do pescoço. Certifique-se de que o vedante estica e agarra a bola. Insira uma garrafa de plástico vazia em cada um dos punhos, assegurando-se de que o látex agarra as garrafas. 2 Encha de ar e procure fugas Encha o fato de ar e localize a fuga utilizando água com sabão ou submergindo parcialmente o fato na água. Marque a fuga com giz antes de esvaziar o fato. Verifique as reparações Depois das reparações, aguarde 3 horas para secar e depois faça outro teste de pressão para se assegurar da integridade do fato. TESTE DA PRESSÃO CUIDADO! Corre-se o risco de danificar o material do fato devido a enchê-lo demais. Não encha demais o fato. 15 Ferramentas para as reparações Estas ferramentas de madeira são equipamentos úteis para grandes reparações em peças de látex. Para reparações mais pequenas sugeri- mos que utilize uma garrafa ou algo semelhante. A. Cilindro com topo esférico: para a alterar os capuzes e vedantes de pescoço de látex. B. Cone com topo: para alterar os punhos de látex. Todas as medições em cm e polegadas. 14
  13. 13. REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 4 Limpe com solvente Limpe todas as superfícies a serem coladas. Utilize heptano ou gás branco. AVISO! Perigo de ferimentos nos olhos quando em contacto com o solvente. Use protecções adequadas para proteger os olhos. 17 Sempre que possível, as reparações dos fatos secos devem ser efectuadas por um serviço de reparação de fatos secos qualificado. Se o proprietário do fato levar a cabo qualquer reparação, deverá seguir as seguintes instruções, para assegurar que são empregues as técnicas adequadas. 1 Retire a fita Em fatos com fita à volta dos punhos de látex, retire a fita utilizando solventes de limpeza. Utilize heptano ou gás branco. Perigo de ferimentos nos olhos quando em contacto com o solvente. Use protecções adequadas para proteger os olhos. AVISO! 3 Lixe o látex novo Lixe o látex novo 20 mm (3/4”) no lado de dentro e quando utilizando fita, 12 mm (1/2”) também no lado exterior. Lixe também a manga do fato 25 mm. 2 Retire o punho Puxe o látex até que a cola antiga se solte. Preparações da colagem 16
  14. 14. REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 3 Quando se utiliza fita, aplique duas camadas de cola na área a cobrir, na parte exterior. 4 Coloque a fita Aplique a fita metade no fato e metade no punho de látex para cobrir a junção entre o látex e o material do fato. Alise-o com um rolo. Sobreponha fita de tecido. 5 Aplique pó de talco Neutralize a cola em excesso com pó de talco sem cheiro. Especialmente no interior da parte em látex. 1 Aplique duas camadas de cola Aplique duas camadas de cola com um tempo de secagem de 15 minutos para cada, na parte interior do novo punho de látex e na parte exterior da manga. 2 Colocar o novo punho de látex Utilize uma garrafa ou um bocado de madeira redondo dentro da manga de forma a facilitar a colocação dos novos punhos de látex. Aplique o novo punho de látex. Evite esticar o punho de látex. Coloque utilizando dois pontos opostos e vá trabalhando num lado de cada vez. (Solte-o e comece de novo se começar a ficar irregular). Não deverão existir pregas ou vincos, o látex deve assentar facilmente ao longo do punho. Quando o látex estiver correctamente colocado, fixe-o apertando-o firmemente com o rolo. Colagem 18
  15. 15. REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 1 Localize a fuga Efectue um teste da pressão conforme descrito na secção Teste da pressão. 3 Remendos Escolha um remendo com o tamanho adequado e retire a parte de alumínio. Aplique duas vezes a solução no remendo e no fato. Deixe secar e aplique a parte do remendo com cola de forma a cobrir a área danificada. Se cometer algum erro, uma gota de solvente dissolverá a cola. Deixe evaporar completamente antes de ten- tar novamente. Volte a aplicar cola, se necessário. 2 Limpar/Lixar O fato deve estar seco. Lave as mãos: retire os restos de óleo e de gordura. Limpe a área danificada passando com lixa e retire as partículas soltas. Aplique três camadas de cola, deixa cada camada secar durante 15 minutos. Remendos 21 6 Verifique as reparações Depois das reparações, aguarde 3 horas para secar e depois faça um teste de pressão para se assegurar da integridade do fato, conforme descrito na secção sobre o Teste da pressão. Faça a manutenção seu fato regularmente Providencie para que o seu representante autorizado faça regularmente a manutenção do seu fato seco, válvulas, mangueira inflatora fechos e vedantes. Deverá efectuá-la, pelo menos, uma vez por ano, ou mais frequentemente se o fato for muito utilizado. CUIDADO! Corre-se o risco de danificar gravemente o fato seco ou o seu equipamento, causando avarias, se o fato não for guardado e tratado devidamente. Siga as instruções neste capítulo. 20
  16. 16. REPARAÇÃO DE UM FATO SECO 3 MANUTENÇÃO 4 Armazenamento e manutenção 1 Limpe o fato Lave-o com água fresca, ou uma solução de sabão moderada. Não se esqueça de lavar as válvulas, veja a página 5:3. 2 Seque o fato antes de o guardar Para secar o interior do fato, ponha-o do avesso, caso seja necessário. 3 Utilize pó de talco sem cheiro nas partes em látex Não utilize lubrificantes de silicone. 4 Lubrifique o fecho O único lubrificante aceitável é o recomendado por nós e pelo fabricante do fecho, um fluido e uma cera. Aplique o fluido nos elementos interiores e a cera nos elementos exteriores. Use pouca cera. Feche e abra o fecho cuidadosamente, duas vezes. Em circunstância alguma se deve utilizar spray de silicone no fecho ou em qualquer outra parte do fato. 5 Enrole o fato Enrole o fato, começando pelos pés. O fecho deve ficar aberto durante o tempo em que o fato se encontra guardado. SILICONE CUIDADO! Corre-se o risco de danificar gravemente o fato seco ou o seu equipamento, causando avarias, se o fato não for guardado e tratado devidamente. Siga as instruções neste capítulo. 23 4 Fixar o remendo Utilize um rolo na área colada para fazer sair quaisquer bolhas de ar e para se certificar de que as superfícies estão firmemente unidas. Preste especial atenção às áreas onde as partes coladas atravessem fitas. 5 Pó de talco Neutralize a cola em excesso com pó de talco sem cheiro. 6 Verifique as reparações Depois das reparações, aguarde 3 horas para secar e depois faça um teste de pressão para se assegurar da integridade do fato, conforme descrito na secção sobre Teste da pressão. 22
  17. 17. MANUTENÇÃO 4 MANUTENÇÃO 4 Válvulas 1 Manutenção da válvula de descarga Após cada mergulho, lave com água fresca para se assegurar de que não ficam sais, areias ou outras partículas presas na superfície ved- ante. 2 Manutenção da válvula de entrada Após cada mergulho, lave a válvula de entrada com água fresca. Coloque a válvula sob pressão enquanto estiver a lavar. Inspeccione a válvula, certifique-se de que não ficam sujidades presas no invólucro e no botão de pressão. 3 Verifique se as válvulas estão funcionar Para verificar se as válvulas estão a funcionar, encha o fato de ar através da válvula de entrada e solte o ar manualmente através da válvula de descarga. Verifique se as válvulas abrem e fecham devidamente. 4 Faça a manutenção seu fato regularmente Providencie para que o seu representante autorizado faça a manutenção do seu fato regularmente. Deverá fazê-la, pelo menos, uma vez por ano, ou mais frequentemente se o fato for muito utilizado. CUIDADO! Corre-se o risco de danificar gravemente o fato seco ou o seu equipamento, causando avarias, se não for feita uma manutenção adequada ao fato. A manutenção deverá ser efectuada mesmo que o fato não seja utilizado regularmente. 6 Guarde o fato Dobre as mangas à volta do fato. Coloque o fato no saco e feche-o cuidadosamente. CUIDADO! Corre-se o risco de danificar gravemente as peças do fato seco feitas de borracha, causando fugas e rasgos, se o fato for exposto ao ozono ou a solventes. O fato seco deve ser guardado num lugar escuro, sem a presença de quaisquer geradores de ozono (equipamento eléctrico) ou solventes químicos. 24
  18. 18. 5 MERGULHO COM FATO SECOMERGULHO COM FATO SECO 5 4 Pesos Adicione pesos até estar ligeiramente negativo (0,5-1,0 kg (1-2 lbs) mais pesado do que neutro). Normalmente, o mergulhador pre- cisa de 8-14 kg (18-30 lbs) de peso, dependendo do tipo de roupa interior que usa, do equipamento de mergulho que utiliza e do tipo de mergulho que vai fazer. Lembre- se de adicionar o peso que necessita para compensar o peso que perderá através do ar consumido do tanque. O seu peso deverá permitir-lhe fazer a descompressão a 10 pés, no final do seu mergulho, com um tanque contendo 500 psi de ar ou menos. Deve agora pesar-se adequadamente. 5 Submersão Quando estiver pronto para descer, abra a válvula de descarga (vire a tampa no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio). Eleve o seu braço esquerdo para que a válvula de descarga fique no ponto mais alto, permitindo que o ar do fato saia. 6 Liberte a compressão do fato Quando tiver descido alguns metros (jardas) rode a tampa da válvula no sentido dos ponteiros do relógio 1/4 e adicione um pouco de ar ao fato conforme necessário, para liber- tar a compressão do fato. 7 Adquira flutuabilidade neutra Enquanto nadar à mesma profundidade, não precisa de ajustar a válvula de descarga. Adquira flutuabilidade neutra e nade relaxado. 27 Técnica 1 Antes de entrar na água Antes de entrar na água, vista o fato seco conforme descrito no capítulo sobre a Preparação. Certifique-se de que todo o equipamento se encontra no devido lugar e funcionando devidamente. 2 Entre na água Esvazie o seu colete/apoio estabilizador (BCD). Veja o seu manual sobre o BCD. Introduza primeiro os pés na água, com a válvula de descarga fechada e com algum ar no fato, para assegurar a flutuabilidade segura à superfície. 3 Verifique a flutuabilidade para o peso apropriado Abra a válvula completamente, rodando a tampa da válvula no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio. Eleve a válvula até ao ponto mais alto de forma a permitir que o ar saia. AVISO! Mergulhar com um fato seco pode ser extremamente perigoso. Não tente usar este fato sem primeiro obter formação e certificação através de um instrutor qualificado e certificado nem sem a utilização de todo o equipamento necessário e apropriado. 26
  19. 19. 5 MERGULHO COM FATO SECOMERGULHO COM FATO SECO 5 Elevação extra durante a subida Se desejar mais elevação durante a subida, baixe simplesmente a válvula colocando o seu braço esquerdo ao seu lado. Se for necessária mais elevação, rode a tampa da válvula ligeiramente, no sentido dos ponteiros do relógio. Corrente livre da válvula de enchimento de ar Se a válvula de enchimento de ar começar a ter um fluxo livre a uma taxa incontrolada, retire a mangueira inflatora. Subida de emergência Se não for capaz de encher o fato ou se o fato estiver a perder ar, largue o cinto de pesos para ganhar flutuabilidade positiva. 10 À Superfície Quando estiver na superfície, feche imediatamente a válvula de descarga rodando-a no sentido dos ponteiros do relógio e adicione um pouco de ar ao fato para flutuar. Em más condições, poderá necessitar de apoio de flutuabilidade à superfície. Utilize o seu colete/apoio estabilizador, em vez de adicionar mais ar ao fato. AVISO Risco de ferimentos fatais causados por embolia gasosa ou doença por descompressão, devido a subida rápida. Não tente usar o seu fato como um dispositivo de elevação. Largar a carga pode causar uma subida rápida e descontrolada. 8 Descida Se desejar descer, rode sobre o seu lado direito para que a válvula de descarga (e o seu ombro esquerdo) fiquem no ponto mais alto, permitindo à válvula fazer sair algum ar. A sua flutuabilidade diminuirá e você descerá lentamente. Parar a sua descida Para prevenir que saia mais ar do fato, regresse à posição normal em que nadava e, se necessário, adicione um pouco de ar ao fato para readquirir flutuabilidade neu- tra. 9 Subida Tornar a sua subida mais lenta Enquanto subir ou nadar em direcção a águas menos profundas, a válvula de descarga libertará ar do fato expandido, proporcionalmente à diminuição na pressão ambiente. Se estiver com os pesos adequados, será capaz de controlar o seu grau de subida, simplesmente elevando ou baixando o seu braço esquerdo e a válvula de escape. Para tornar a sua subida mais lenta, eleve o seu braço esquerdo para que a válvula fique no ponto mais alto e possa libertar o ar, à vontade. Ventilação adicional Se necessitar de ventilação adicional, abra completamente a válvula no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio ou aperte-a manualmente para obter o mesmo resultado. 28
  20. 20. 5 MERGULHO COM FATO SECOMERGULHO COM FATO SECO 5 2 Aumento da flutuabilidade Para aumentar a flutuabilidade - baixe simplesmente a válvula de descarga e adicione uma pequena quantidade de ar ao fato, ou gire a tampa da válvula de descarga no sentido dos ponteiros do relógio, o que fará aumentar o ajuste da pressão, e adicionará uma pequena quantidade de ar ao fato. 3 Redução da flutuabilidade Para reduzir a flutuabilidade - eleve simplesmente a válvula de descarga (elevando o seu braço esquerdo), ou gire a tampa da válvula no sentido contrário ao dos ponteiros do relógio, o que fará reduzir o ajuste da pressão. Ao carregar na tampa da válvula, pode-se esvaziar o ar em qualquer altura, independente- mente do ajuste da pressão, desde que a válvula esteja no ponto mais elevado do fato (o mergulhador esteja na posição vertical) e o ar do fato tenha acesso livre à válvula de descarga. CUIDADO! O fabricante não garante o funcionamento da válvula montada noutros tipos de fatos. As válvulas e tubos foram concebidos para trabalharem em conjunto e não podem ser utilizados separadamente ou juntamente com outros tipos de válvulas. AVISO! Mergulhar com equipamento defeituoso pode causar ferimentos ou morte. Não mergulhe se qualquer peça do equipamento não funcionar como pretendido. Repare-a ou substitua-a numa loja de artigos de mergulho autorizada. 31 Válvulas 1 Válvula de descarga A nossa válvula de descarga patenteada encontra-se na braço esquerdo do fato, podendo ser alcançada facilmente pela mão direita para ajustes, bem como para esvaziar ar automaticamente quando o mergulhador está na posição vertical. Encontra-se bem afastada de todos os equipamentos. Na subida, desde que o mergulhador tenha o peso devido e a válvula esteja devidamente ajustada, a válvula de descarga liberta ar automaticamente para manter um óptimo controlo de flutuabilidade e ajuda a evitar uma subida descontro- lada. Uma válvula adequadamente ajustada proporcionar-lhe-á um controlo de flutuabilidade com as mãos livres. A válvula de descarga pode ser ajustada para manter a pressão posi- tiva dentro do fato. O ar também pode ser libertado em qualquer altura desapertando a tampa da válvula. AVISO! Risco de ferimentos fatais causados por embolia gasosa ou doença por descompressão, devido a subida rápida. Não tente usar o seu fato como um dispositivo de elevação. Largar a carga pode causar uma subida rápida e descontrolada. 30
  21. 21. 5 MERGULHO COM FATO SECOMERGULHO COM FATO SECO 5 Montagem da mangueira à entrada de baixa pressão A mangueira inflatora tem de estar ligada a uma entrada de BAIXA pressão no regulador de primeiro estágio ou a outra fonte de ar de baixa pressão. A pressão máxima de funcionamento é de 15 BAR (225 psi.). A mangueira inflatora é fabricada com um acoplador de UNF 3/8". Armazenamento da mangueira Evite dobrar muito a mangueira. Não ultrapasse o raio de curvatura máximo de 4 cm (1.5"). Mangueira CUIDADO! O fabricante não garante o funcionamento da válvula montada noutros tipos de fatos. As válvulas e tubos foram concebidos para trabalharem em conjunto e não podem ser utilizados separadamente ou juntamente com outros tipos de válvulas. 4 Válvula de enchimento de ar A Válvula de Enchimento de Ar do Fato Pro/HD é accionada por um botão de pressão grande e de fácil alcance. É uma válvula de um só sentido e evitará a saída do ar do fato a partir do fato, se a mangueira inflatora for retirada da válvula . A válvula pode ser facilmente remo- vida para limpeza e manutenção. Se esta ficar entupida com lama ou sal, passe- -a abundantemente por água corrente e seque-a com o ar da mangueira inflatora do fato. Só devem ser utilizados lubrificantes de silicone de aerossol na válvula de entrada Pro/HD e apenas no orifício do conector macho. 5 Anel protector Para evitar que a válvula de enchimento de ar seja accionada sem querer, pode ser montado nela um anel protector. NOTA! A sua válvula normalizada tem de ser substituída. Contacte o seu representante autorizado. AVISO! Mergulhar com equipamento defeituoso pode causar ferimentos ou morte. Não mergulhe se qualquer peça do equipamento não funcionar como pretendido. Repare-a ou substitua-a numa loja de artigos de mergulho autorizada. 32
  22. 22. Viking Owner Group Ponham-me na vossa lista de endereços para list me manter informado sobre os fatos secos de borracha Viking Rubber Drysuits. Enviem-me o vosso último catálogo Entrem em contacto comigo Trelleborg Protective Products A B P.O. Box 1520, SE-271 00 Ystad, Sweden Tel: +46 411 67940, Fax: +46 411 15285 e-mail: protective@trelleborg www.vikingdiving.com Empresa Nome Morada Tel.: Fax: e-mail:
  23. 23. Byairmail Paravion REPLYPAID/RESPONSEPAYEE SWEDEN/SUEDE TRELLEBORGPROTECTIVEPRODUCTSAB P.O.Box1520 SE-27100YSTAD SWEDEN
  24. 24. Trelleborg Protective Products AB, P.O. Box 1520, SE-271 00 YSTAD, SUÉCIA Tel- +46(0)411-67940, Fax +46(0)411-15285 E-mail: protective@trelleborg.com, http://www.trelleborg.com/protective Viking apoia o Código do Mergulhador Responsável Como mergulhador responsável compreendo e assumo todos os riscos que poderei encontrar enquanto mergulho. Os meus deveres como mergulhador responsável incluem: · Mergulhar dentro dos limites das minhas capacidades e formação. · Avaliar as condições antes de cada mergulho e certificar-me se se são adequadas às minhas capacidades pessoais. · Estar familiarizado com o meu equipamento e verificá-lo antes e durante cada mergulho. · Conhecer o nível de capacidade do meu companheiro bem como o meu. · Assumir a responsabilidade pela minha própria segurança em cada mergulho. O Código do Mergulhador Responsável Como mergulhador responsável... Compreendo os riscos que posso encontrar enquanto mergulho. Procurarei experiência e conhecimentos daqueles com mais do que eu e partilharei a minha com os que têm menos. Mergulhadores superiores... Utilize os seus conhecimentos superiores para se manter afastado das situações que necessitariam das suas competências superiores. O seu equipamento pode ser excelente... MAS NÃO É RESPONSÁVEL POR SI A sua formação pode ser excelente... MAS NÃO É RESPONSÁVEL POR SI O seu companheiro pode ser excelente... MAS NÃO É RESPONSÁVEL POR SI Você é responsável por si: SEJA EXCELENTE ©TrelleborgProtectiveProductsAB.0102

×