Successfully reported this slideshow.

Momentos memoraveis - publicitária

97 views

Published on

Oublicitária

Published in: Art & Photos
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Momentos memoraveis - publicitária

  1. 1. Momentos Memoráveis FOTOGRAFIA PUBLICITARIA
  2. 2. • A publicidade da Kodak, apresentando um Kodak Girl num vestido listrado exibindo uma câmera retrátil, baseia-se numa fotografia em vez de um desenho. • É uma imagem que é familiar a muitos: a mulher elegante em uma praia segurando uma câmera Kodak. Esta reprodução de mulheres independentes fazia parte da estratégia de marketing da Kodak, o que veio a ser conhecido como Kodak Girl. • Neste momento, a Kodak tinha começado a produzir filmes de rolo, mais baratas, câmeras portáteis e um sistema que permitiu que o filme fosse enviado de volta para a empresa (e mais tarde a sua loja local) para o desenvolvimento. 1910
  3. 3. • Facilitando assim para os fotógrafos amadores, que não teriam de possuir uma câmara escura, produtos químicos, equipamentos complicados e caros.A fotografia era agora acessível a todos. • A Kodak sabia que deveriam anuncia-la. Por volta da virada do século passado, as mulheres foram se tornando mais autossuficientes e começaram a desfrutar de mais liberdades, envolvendo-se mais frequentemente em trabalhar fora de casa e passar o tempo. • De férias da praia até mesmo em passeios de inverno com neve, a mulher moderna foi se divertir independentemente. Ela agora se sentia livre para sair e explorar o mundo com sua câmera Kodak.
  4. 4. • Pedlar reuniu um grupo de compradores de arte, gerentes de departamento de arte e artistas de layout para discutir ideias e conhecimentos para investigar se a publicidade poderia ser julgada pelos mesmos padrões rigorosos como as obras de arte. 1920 • Fundação do art directors club em nova York para investigar a ideia de que a publicidade pode ser julgada pelos mesmos padrões das belas artes. • Foi fortemente influenciado por Earnest Elmo Calkins, iniciou o Art Directors Club em 1920 em resposta à relação incerta entre a arte de publicidade e arte.
  5. 5. • Edward Jean Steichen nasceu em março de 1879 e morreu em março de 1973, foi fotógrafo, pintor e curador luxemburguês do museu norte-americano. • Migrou para os Estados Unidos em 1880. Aos 15 anos, se deparou com uma loja de câmeras próxima ao seu trabalho, visitou a loja com frequência e se convenceu a comprar sua primeira câmera, uma Kodak. • Em 1990 foi naturalizado como cidadão dos EUA. Edward Jean Steichen 1923
  6. 6. • Conheceu Alfred Stieglitz em 1900, em Nova Iorque. Nesse primeiro encontro, Alfred comprou três impressões fotográficas de Steichen. Em 1902, Stieglitz formulou a revista Câmera Work e chamou Steichen para fazer o logotipo da revista. Steichen foi o fotógrafo mais apresentado na revista, e em 1904 começou a fazer experiências com fotografias em cores. • Em 1923 foi oferecido a Steichen o cargo de fotógrafo-chefe da Condé Nast. Durante seu mandato, Steichen foi dito ter sido o mais conhecido e mais bem pago fotógrafo no mundo e universalmente creditado como o pai da fotografia de moda moderna. • Steichen tirou o máximo proveito dos recursos e prestígios conferidos pelo seu papel para produzir uma obra inigualável. Ele colocou seus talentos excepcionais para trabalhar definindo a cultura de seu tempo, fotografando figuras icônicas na política, literatura, jornalismo, dança, teatro e acima de tudo, o mundo da moda e alta-costura. • Criou uma abordagem totalmente nova para a fotografia de moda. Seu estilo hig-key revolucionou e é usado até hoje. • Também foi inovador no campo do retrato para aVanity Fair.
  7. 7. 1925 Edward Steichen Portrait. • Edward Steichen (nascido Edouard, em Luxemburgo), é uma das mais importantes personalidades da história da fotografia. Em uma carreira marcada por inovações técnicas, ele trabalhou como artista, curador, escritor e fotógrafo — destacando-se, principalmente, no campo da moda e dos retratos.
  8. 8. • Em 1911, suas fotos publicadas na Art et Décoration de vestidos desenhados pelo estilista Paul Poiret foram consideradas as primeiras fotografias modernas de moda. • Após servir no exército americano durante a Primeira Guerra Mundial, tornou-se fotógrafo nas revistas Vogue e Vanity Fair, além de começar trabalhar com fotografia publicitária. • Trabalhou com moda até 1938, tempos em que foi considerado o mais famoso e bem pago fotógrafo de moda do mundo. Charlie Chaplin, NewYork, 1925
  9. 9. • Margaret Watkins (1884-1969) era um fotógrafo canadense que é lembrado por suas contribuições inovadoras para a fotografia publicitária. Ela viveu uma vida de rebelião, rejeição da tradição, e heroísmo individual; ela nunca se casou, ela era uma mulher de carreira bem sucedida em um momento em que as mulheres ficavam em casa, e ela exibiu erotismo e feminismo na sua arte e escrita. 1926
  10. 10. • Uma das primeiras fotógrafas á contribuir para agências de publicidade. Uma dss primeiras fotógrafas de arte em publicidade, suas imagens de objetos do cotidiano estabeleceram novos padrões de aceitabilidade. • A partir de 1928, quando ela embarcou na fotografia de rua na Rússia, Alemanha e França, especializada em faixadas de loja e displays.
  11. 11. • Um dos primeiros a perceber e adiantar a mudança nos modos de se fazer publicidade foi o americano Lejaren à Hiller, um conhecido ilustrador e, mais tarde, fotografo, baseado em Nova York, já estabelecido comercialmente antes da Primeira Guerra Mundial (e que continuou gozando de sucesso e fama até, pelo menos, os anos 1940). 1927 (Surgery through the ages) Lejaren à Hiller - 1933
  12. 12. • Fotografo pioneiro, soube unir, como nenhum outro de sua época, a subjetividade da fotografia como arte ao caráter realista da fotografia como ferramenta prática, Hiller usou a estética pictorialista aprendida na sua formação em fine-arts aplicada às necessidades da indústria publicitária, mudando para sempre a lógica do uso da imagem para fins comerciais. A partir de Hiler, a fotografia passa a se valer de nuances subjetivas para encorajar o desejo pelo consumo (BROWN, 2000). Livro “CirurgiaAtravés das Épocas” de Lejaren à Hiller – 1944
  13. 13. • Albert Renger-Patzsch foi um alemão que faleceu aos 69 anos, em 1966. Começou a fazer fotografias aos 12 anos, mas só começou a trabalhar a partir de 1920, como fotógrafo de imprensa. • Em 1932, começou a trabalhar para a Jenaer Glaswerken Schott, uma empresa de vidros, situada na Alemanha. Seu trabalho fotográfico teve uma enorme influência, sendo considerado um símbolo da produção em série industrial. 1932
  14. 14. Universidade Luterana do Brasil/ULBRA CST de Fotografia Fotografia Publicitaria Professor: Fernando Pires 2016/2 GRUPO X Amanda Otaki, Bibiana Cioato,Cristielen Souza, Filipe Pohren,Jessica Kyvea Ritter,LeonardoViau, Skarlett Lenz ,Yuri Beulk

×