Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
ULBRA - Universidade Luterana do Brasil
Curso Superior de Tecnologia em Fotografia
OS PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS DA FOTOGRA...
OS PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS DA FOTOGRAFIA DE MODA
Fotografia de Moda no Pós-Guerra
1939 – Estoura a Segunda Guerra Mundia...
1947 – O estilista Christian Dior inaugura sua casa de moda em 12 de fevereiro. Já em 1949, os
modelos de Dior corresponde...
1948 – As primeiras câmeras Hasselblad são comercializadas. Erwin Blumenfeld (1897-
1969) é o primeiro a usá-las em fotogr...
1952 – Uma publicação de moda para homens, Mans About Town, é lançada no Reino Unido. Mais tarde, a revista passaria
a se ...
Em 1960 , a revista estava vendendo cerca de 30.000 exemplares por edição no momento .
Moda masculina estava na margem de ...
1957 – A União Soviética coloca em órbita o satélite artificial Sputnik 1. Ao longo da década seguinte, a corrida espacial...
1958 – O influente diretor de arte Alexey Brodovitch abandona Bazaar após trazer vários
fotógrafos de ponta para a equipe ...
1960 – David Bailey ganha fama em Londres quando sua fotografia da modelo Paulene
Stone ajoelhando-se para falar com um es...
1961 – Marvin Israel é nomeado diretor de arte da Harper’s Bazaar. Ele emprega
fotógrafos como Diane Arbus (1923-1971) e L...
1962 – O suplemento colorido do jornal The Sunday Times é lançado no Reino
Unido. Antony Armstrong-Jones (1930) se torna s...
1966 – A esguia modelo Twiggy se torna um fenômeno global,
personificando os jargões do mundo da moda “Youthquake” e
“Youn...
Mary Quant e Betsey Johnson foram nomeados como alguns dos designers de moda no leme do movimento youthquake.
Andy Warhol ...
1967 – A mostra “Novos documentos” no Museum of Modern Arte de
Nova York exibe os trabalhos de Arbus, Friedlander e Garry ...
Szarkowski escreveu em sua introdução aos "novos documentos": na última década, esta nova geração de fotógrafos
redirecion...
1974 – Beverly Johnson é a primeira modelo afro-americana a
chegar à capa da Vogue dos EUA, em uma fotografia de Francesco...
1975 – O crítico Hilton Kramer ataca a fotografia de moda da época em seu
artigo “The Dubious Art of Fashion Photography” ...
No caso de Turbeville ela havia transgredido
simplesmente tentando fazer o que fotógrafos de moda para
Vogue pediram. 'Mr ...
Fontes de pesquisa:
http://mundodasmarcas.blogspot.com.br/2006/06/dior-marca-do-mestre.html
http://www.oresumodamoda.com/2...
Fotografia de Moda no Pós Guerra
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Fotografia de Moda no Pós Guerra

74 views

Published on

Fotografia de Moda no Pós Guerra

Published in: Education
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

Fotografia de Moda no Pós Guerra

  1. 1. ULBRA - Universidade Luterana do Brasil Curso Superior de Tecnologia em Fotografia OS PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS DA FOTOGRAFIA DE MODA Fotografia de Moda no Pós-Guerra FOTOGRAFIA EDITORIAL Professor: Fernando Pires Alunos: Bruna Packeiser - Evalice Souto Filipe Porhen - Iasmin Esteves Jéssica Hass - Márcia Flores Mariana Nunes - Thainá Peluffo 2016/1
  2. 2. OS PRINCIPAIS ACONTECIMENTOS DA FOTOGRAFIA DE MODA Fotografia de Moda no Pós-Guerra 1939 – Estoura a Segunda Guerra Mundial. Muitos artistas, designers e fotógrafos europeus fogem para Nova York. A indústria da moda sofre um duro golpe durante os anos da guerra.
  3. 3. 1947 – O estilista Christian Dior inaugura sua casa de moda em 12 de fevereiro. Já em 1949, os modelos de Dior correspondem a 5% da receita de exportação da França. Após alguns anos de reclusão, a mulher pós-guerra queria se sentir novamente feminina e estava ansiosa em recuperar a elegância e o luxo verdadeiro. Nos bailes, que à época se sucediam aos jantares, as mulheres ricas e célebres compareciam usando DIOR. O estilista criou modelos extremamente femininos, luxuosos, sofisticados e elegantes, inspirados na moda da segunda metade do século 19. Os vestidos eram mais longos, o busto mais acentuado, a cintura bem marcada e as saias amplas. No dia 12 de fevereiro de 1947 lançou sua primeira coleção chamada “Carolle Line” que contava com a revolucionária saia na altura do tornozelo, apelidada pela redatora da conceituada revista americana Harper’s Bazaar, Carmel Snow, de “New Look” (novo visual). Contendo inúmeras variações e novidades para época, a coleção se tornou um sucesso imediato, principalmente pelos ombros arredondados, cinturas acentuadas, saias rodadas, vestidos suntuosos, fartos, com cintura bem fininha e ombros à mostra. O modelo que se tornou o símbolo do “New Look” foi o tailleur Bar, um casaquinho de seda bege acinturado, ombros naturais e ampla saia preta prissada, que vinha quase até a altura dos tornozelos. Luvas, sapato de salto alto e chapéu completavam o figurino.
  4. 4. 1948 – As primeiras câmeras Hasselblad são comercializadas. Erwin Blumenfeld (1897- 1969) é o primeiro a usá-las em fotografias de moda. A Hasselblad foi fundada em 1941 na cidade de Gotemburgo, Suécia, por Victor Hasselblad. É uma câmera muitos famosa e prestigiada pelo segmento fotográfico mundial. Nos Estados Unidos, Erwin Blumenfeld reatou seu trabalho na Harper’s Bazaar e iniciou parceria com a Vogue norte-americana. A partir daí, ele se tornou um dos fotógrafos mais bem pagos da história da moda. E é nesse período (1941-1960) que se concentra a exposição em Londres, que apresenta imagens feitas em seu estúdio no Central Park, local onde retratou as principais modelos e personalidades da época – sem nunca deixar de lado o experimentalismo, a principal marca do seu trabalho.
  5. 5. 1952 – Uma publicação de moda para homens, Mans About Town, é lançada no Reino Unido. Mais tarde, a revista passaria a se chamar About Town e, por fim, apenas Town. Man About Town começou como uma revista trimestral em 1952 e a edição de Taylor era tipicamente irreverente, não menos importante sobre a própria revista. Magforum disse: "Para Taylor, Man About Town foi uma plataforma para saciar seus interesses em vinhos finos, especialmente champanhe, boa comida, mulheres e empresa de entretenimento" e da revista, uma vez realizado o slogan "mulheres e vários outros maus hábitos". A Press Gazette chamou a Man About Town de "progenitor de revistas de estilo de todos os homens de hoje". Em edições anteriores foi personificado por um homem de meia idade com um bigode e carne de carneiro costeletas que apareceram na capa como a figura principal, ou menores encostado no título e na página de conteúdo dentro. Mais tarde, a aparência e o conteúdo da revista mudou significativamente, uma vez que tomou o seu lugar na mídia de 1960 Swinging London. Mais material fotográfico foi usado e diretor de arte Tom Wolsey foi importante para ajudar fotógrafos como Terence Donovan e Don McCullin se estabelecerem. Mike Dempsey disse do trabalho de Wolsey: "O olhar da revista foi dinâmica na sua utilização da tipografia, espaço para respirar e imagens maravilhosas" também foram destaque desenhos animados por Michael Heath, Mel Calman e Gerald Scarfe. (Capa de Man About Town , verão 1956)
  6. 6. Em 1960 , a revista estava vendendo cerca de 30.000 exemplares por edição no momento . Moda masculina estava na margem de aceitabilidade e revistas masculinas dependia quase inteiramente da sua vontade para vender pornografia leve . O título foi mudado para About Town e, em 1962, apenas Town. O olhar da nova revista foi muito mais moderno . As costeletas de carneiro se foram, substituídos por fotografia , ao invés de pinturas , com cores ousadas. No entanto, como a Press Gazette comentou em 2004, "nunca foi o mesmo sem humor e originalidade de John " . Arte da capa na Town passou por uma série de diferentes estilos característicos da época, e continuou a apresentar uma variedade de assuntos, mas no final , em 1967, tornou-se muito mais sexualizada de modo que a revista começou a olhar mais como as revistas pornográficas. A revista cessou a publicação em 1968 .
  7. 7. 1957 – A União Soviética coloca em órbita o satélite artificial Sputnik 1. Ao longo da década seguinte, a corrida espacial inspira um novo e radical estilo de moda. A Guerra Fria, travada entre os Estados Unidos e a então União Soviética ficou marcada, durante os anos 50, pelo início da corrida espacial, uma verdadeira competição entre os dois países pela liderança na exploração do espaço. A ficção científica e todos os temas espaciais passaram a ser associados a modernidade e foram muito usados. Os Estados Unidos estavam vivendo um momento de prosperidade e confiança, já que haviam se transformado em fiadores econômicos e políticos do mundo ocidental após a vitória dos aliados na guerra. Isso fez surgir, durante esse período, uma juventude abastada e consumista, que vivia com o conforto que a modernidade lhes oferecia.
  8. 8. 1958 – O influente diretor de arte Alexey Brodovitch abandona Bazaar após trazer vários fotógrafos de ponta para a equipe e revigorar a publicação. Em 1934, Carmel Snow, editor da Harper’s Bazaar, convidou Brodovitch para ser o diretor de arte da revista. A contratação revolucionou o design editorial, em especial nas revistas de moda, fazendo com que a Harper’s Bazaar adquirisse mais êxito que sua principal concorrente, a Vogue. Além de sua magnífica contribuição na concepção de um design inovador, Brodovitch revelou ao mundo o trabalho de fotógrafos como Richard Avedon, Irving Penn, Martin Munkacsi, Hoyningem-Huene, Lisette Model e Robert Frank. Além disso, ele levou para as páginas da Harper’s Bazaar o trabalho de importantes artistas, designers e fotógrafos europeus como Man Ray, Salvador Dali, Cassandre, Bill Brandt, Brassai e Henry Cartier Bresson. Ao ingressar na revista, Brodovitch uniu sua genialidade ao trabalho de Snow e Munkacsi. O trio vislumbrava uma nova proposta estética para a Harper’s Bazaar. No entanto, o grande parceiro profissional de Brodovitch foi, sem dúvida, o fotógrafo Richard Avedon. Juntos eles deram vida a uma das fases mais interessantes da revista, levando para suas páginas a expressividade fotográfica, a essência, a ilusão da elegância traduzida em signos. Brodovitch deixou a Harper’s Bazaar em 1958. Foram 28 anos de trabalho nos quais o designer estabeleceu muito mais do que conceitos estéticos próprios. Ele foi o responsável pelo desenvolvimento de um verdadeiro de design. Por sua contribuiçãoao design gráfico, na década de 1960 Brodovitch foi convidado a fazer parte do American Institute of Graphic Arts – AIGA.
  9. 9. 1960 – David Bailey ganha fama em Londres quando sua fotografia da modelo Paulene Stone ajoelhando-se para falar com um esquilo é publicada no Daily Express. David Royston Bailey (Londres, 2 de janeiro de 1938) é um fotógrafo britânico. Os efervescentes anos 60 na cidade de Londres, marcou sua carreira com trabalhos para algumas das maiores revistas do mundo, inovando no estilo das fotografias de moda, e pelos portraits feitos de celebridades. Baseado nele, o cineasta italiano Michelangelo Antonioni criou o personagem principal de uma de suas obras-primas, o filme Blow-up,vencedor do Grand Prix do Festival de Cinema de Cannes em 1967. (David Bailey em 1966 e 2010 ©Reprodução) No mesmo ano Bailey casaria com a primeira de suas quatro esposas, a datilógrafa Rosemary Bramble (DAILY RECORD, 2012). Foi ela que o apresentou a John Parsons, diretor de arte da revista Vogue (VOGUEPEDIA,2012). (Capas da “Vogue” britânica de maio de 1966 e janeiro de 1975 ©David Bailey/Reprodução) Em 1960, então com 22 anos, deixa o estúdio de John French e passa a trabalhar para jornais como o Daily Express e a revista Women’s Own, onde suas fotos começam a se destacar.
  10. 10. 1961 – Marvin Israel é nomeado diretor de arte da Harper’s Bazaar. Ele emprega fotógrafos como Diane Arbus (1923-1971) e Lee Friedlander (1934). Em 1953 foi o início de seu período fotográfica; projeto estudou com Alexey Brodovitch. Em 1955 ele obteve o seu mestrado em Belas Artes em design gráfico pela Universidade de Yale; tornou-se diretor de arte para Seventeen Magazine. Em 1956 ele fotografou Elvis. Em 1960, ele deixou a fotografia como seus principais meios para se concentrar no desenho em carvão, pastel e tinta. De 1961 a 1963 foi editor de moda para Harper Bazaar onde ele caracterizou Richard Avedon, juntamente com artistas como Diane Arbus, Robert Frank, Lee Friedlander, Larry Rivers, Andy Warhol e mestres consagrados, como Henri Cartier-Bresson e Walker Evans.
  11. 11. 1962 – O suplemento colorido do jornal The Sunday Times é lançado no Reino Unido. Antony Armstrong-Jones (1930) se torna seu consultor fotográfico. Quando, em 4 de fevereiro de 1962, o The Sunday Times, de Londres, lançou a primeira revista colorida da Grã-Bretanha, os jornais tinham pouca tradição em encartes e em edições coloridas. O cenário econômico e editorial para os jornais também era bastante promissor. O lançamento da revista colorida dominical do Sunday foi uma revolução na época e, de certa forma, abriu caminho para outros grandes jornais lançarem revistas encartadas nas edições dominicais por todo mundo, além de impulsionar o fotojornalismo. Antony Charles Robert Armstrong-Jones, 1.° Conde de Snowdon (Londres, 7 de março de 1930) é um fotógrafo britânico, melhor conhecido por ter sido o ex-marido da falecida Princesa Margaret, irmã da Rainha Elizabeth II. No começo dos anos 60, Antony se tornou o editor de imagens da revista do Sunday Times e, pelos anos 70, já tinha a reputação de um dos mais respeitados e prominentes fotógrafos do Reino Unido. Seus trabalhos, que variam muito, já foram publicados em revistas como Vogue, Vanity Fair e Daily Telegraph. Já clicou Barbara Cartland, Laurence Olivier, Anthony Blunt, J.R.R. Tolkien, a Princesa Diana e muitos outros.
  12. 12. 1966 – A esguia modelo Twiggy se torna um fenômeno global, personificando os jargões do mundo da moda “Youthquake” e “Young Idea”. Lesley Lawson (nome artístico: Twiggy; Londres, 19 de setembro de 1949) é uma modelo, atriz e cantora britânica. Considerada uma das primeiras supermodelos do mundo, sua imagem quase andrógina, macérrima, pequena, com cabelos loiros muito curtos e imensos olhos realçados com camadas de rímel e cílios postiços, a tornaram um ícone da moda e de estilo dos anos 60. Youthquake foi um movimento criado em 1960, que envolvia o mundo fashion, musical e cultural. O termo foi cunhado por Diana Vreeland, editora-chefe da Vogue, em 1965. Londres era o centro do movimento. Adolescentes dominado o cenário da moda e da música. A moda de youthquake era divertida, espirituosa e jovial - minissaias e macacões. Poster das meninas dos youthquakers como Jean Shrimpton, Twiggy, Árvore Penelope, Veruschka, e Edie Sedgwick eram muitas vezes na capa de revistas de moda como a Vogue.
  13. 13. Mary Quant e Betsey Johnson foram nomeados como alguns dos designers de moda no leme do movimento youthquake. Andy Warhol e suas musas também foram vistos como parte do movimento.
  14. 14. 1967 – A mostra “Novos documentos” no Museum of Modern Arte de Nova York exibe os trabalhos de Arbus, Friedlander e Garry Winogrand. Em 1967, a exposição "novos documentos" foi fechada, no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque. O show contou com noventa e quatro gravuras de três fotógrafos relativamente desconhecidas; Diane Arbus, Lee Friedlander e Garry Winogrand. A exposição foi um evento marcante para a fotografia moderna. A mostra, comissariada por João Szarkowski, o diretor de fotografia no museu, indissociavelmente ligada aos três fotógrafos, que fizeram suas carreiras. Neste momento, exceto para o trabalho de um punhado de fotógrafos, a maioria dos museus não tinha coleções de fotografia ou departamentos. Poucas galerias de fotografia existiam. Para a maior parte, a fotografia era a fotografia, não arte. Porque era um processo mecânico e percebido como "fácil" pela maioria, mais fácil do que a pintura de qualquer forma, não foi levado a sério. Alguém poderia argumentar que João Szarkowski sozinho, mudou essa noção inteira com esta exposição. Levou algum tempo para se enraizar, mas com os "novos documentos" definir o movimento em movimento.
  15. 15. Szarkowski escreveu em sua introdução aos "novos documentos": na última década, esta nova geração de fotógrafos redirecionou a técnica e a estética da fotografia documental para fins mais pessoais. O seu objetivo tem sido não para reformar a vida, mas para conhecê-lo, não para convencer, mas de entender. O mundo, apesar de seus terrores, é abordado como a melhor fonte de admiração e fascínio, não menos preciosa por ser irracional e incoerente. "Sua visão igualitária que qualquer pessoa, em qualquer lugar, a qualquer momento poderia criar uma grande fotografia digno de comparação com os mestres moldaram o futuro da fotografia e tornou-se comum nos sites de compartilhamento de fotos da era digital de hoje, onde as estrelas nascem e morrem todos os dias. " Novos Documentos " recebeu uma recepção fria . Jacob Deschin escreveu: " As observações dos fotógrafos são apontados como esquisitices na personalidade , situação, incidente, movimento , e os caprichos do acaso ", em sua review New York Times.
  16. 16. 1974 – Beverly Johnson é a primeira modelo afro-americana a chegar à capa da Vogue dos EUA, em uma fotografia de Francesco Scavullo (1921-2004). Beverly Johnson (Buffalo, 13 de outubro de 1952) é uma modelo americana, atriz e empresária. Fez história quando chegou à fama como a primeira modelo negra a aparecer na capa da Vogue americana em agosto de 1974. Um ano depois, se tornou a primeira mulher negra a aparecer na capa da edição francesa de Elle.
  17. 17. 1975 – O crítico Hilton Kramer ataca a fotografia de moda da época em seu artigo “The Dubious Art of Fashion Photography” no New York Times. Hilton Kramer (Gloucester, Massachusetts, 25 de março de 1928 - Harpswell, Maine, 27 de março de 2012) foi um jornalista, crítico de arte e cultural estado- unidense. A reputação de DEBORAH Turbeville como fotógrafo levantou-se na curva de um ensaio do crítico americano arte Hilton Kramer intitulado "The Art duvidosa de Fotografia de Moda", escrito para o New York Times em 1975, na qual ele condenou preocupações recentes de fotografia de moda como sendo " indistinguível de um interesse no assassinato, pornografia e terror ". Na época, Turbeville era um de um grupo de fotógrafos de moda que trabalham em New York cujas fotos extrapolou os limites, não só da sexualidade, mas muitas vezes de mau gosto. Helmut Newton estava lá com suas fantasias lésbicas; Guy Bourdin estava lá com suas cabeças cortadas e cenas de assassinato; Avedon já tinha sido há anos antes com seus quadros 'pulso-cortou' em que o modelo Suzy Parker tinha promulgada a deixar o hospital caráter starlet frágil ostentando um casaco de lã agradável e um par de ataduras pulseira de comprimento.
  18. 18. No caso de Turbeville ela havia transgredido simplesmente tentando fazer o que fotógrafos de moda para Vogue pediram. 'Mr Liberman (Alexander, diretor de criação da Conde Nast, em seguida, o diretor de arte da Vogue americana) tinha me pedidido para fazer algumas roupas de banho. Deve ter sido o meu terceiro ano como um fotógrafo. Ele disse, 'Você pode lidar com grupos de pessoas. Tome cinco meninas. Faça as imagens muito fortes. "Eu sempre fui interessado em banhos de casas. Eu não esperava-los para causar problemas. Mas eu acho que quando o Sr. Liberman e as pessoas na Vogue viram, suponho que havia algo estranho. Eles eram uma espécie triste. A imagem é uma das mais famosas fotografias de moda dos últimos 50 anos. Cinco meninas Twiggy era com rostos feitos- up (duas loiras, duas morenas, uma menina negra) são colocados em torno de uma câmara úmida de azulejos com enormes torneiras antiquados do metal comportas fixas à parede na altura da cintura. Duas meninas que estão no chão, um olhar distintamente apedrejado; a figura central está a atingir-se, com as mãos esticadas sobre a cabeça como se pendurado em uma barra de apenas cortada a partir da parte superior da imagem, suas pernas abertas ampla empurrando sua virilha sugestivamente para a frente.
  19. 19. Fontes de pesquisa: http://mundodasmarcas.blogspot.com.br/2006/06/dior-marca-do-mestre.html http://www.oresumodamoda.com/2011/07/grandes-nomes-da-moda-dior-sintetiza.html http://www.camerasantigas.com.br/grandes_cameras_grandes_historias.htm http://iphotochannel.com.br/fotografia-de-moda/erwin-blumenfeld-icone-da-moda https://en.wikipedia.org/wiki/Man_About_Town_(magazine) http://almanaque.folha.uol.com.br/anos50.htm http://voialamercedes.blogspot.com.br/2012/08/ola-luxos-nao-e-de-hoje-que-moda-existe.html http://www.abcdesign.com.br/alexei-brodovitch-o-diretor-de-arte-da-harpers-bazaar/ https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/88702/000913287.pdf?sequence=1 https://pt.wikipedia.org/wiki/David_Bailey https://en.wikipedia.org/wiki/Marvin_Israel http://www.comunicacaoecrise.com/site/index.php/artigos/494-em-meio-a-crise-de-credibilidade-revista-colorida-do- sunday-times-faz-50-anos https://pt.wikipedia.org/wiki/Antony_Armstrong-Jones https://pt.wikipedia.org/wiki/Twiggy https://en.wikipedia.org/wiki/Youthquake_(movement) https://pt.wikipedia.org/wiki/Beverly_Johnson http://www.independent.co.uk/arts-entertainment/fashion-last-tango-in-paris-1457295.html

×