UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁSUNIDADE UNIVERSITÁRIA DE SANTA HELENA DE GOIÁSMANUAL DE TRABALHOS ACADÊMICOS:MONOGRAFIAS, DI...
1                                                             SUMÁRIOFIGURAS.................................................
3.1 Referências (obrigatório) ...............................................................................................
FIGURASFIGURA 1 – Seqüência e conteúdo dos itens da estrutura ................................................... 10FIGURA...
APRESENTAÇÃO           Este trabalho faz parte de um conjunto de três manuais, a saber:           •     Manual de Trabalho...
A Comissão1                                                                                Ana Claúdia de Oliveira        ...
REVISÃO - 2007               Este manual foi revisado em janeiro de 2007 buscando o aperfeiçoamento emelhoria da praticida...
INTRODUÇÃO           Este manual objetiva estabelecer parâmetros que permitam uniformização dostrabalhos acadêmicos de nos...
Assim, este manual, fundamentado nas normas de documentação vigentes, emlinhas gerais, são destacadas as caracterizações b...
9             Para informações complementares consultar as NBR4 – Normas BrasileirasRegistradas, da ABNT – Associação Bras...
10REPRESENTAÇÃO ESQUEMÁTICA DA ESTRUTURA      GLOSSÁRIO *        ANEXOS *                                                 ...
1   PRÉ–TEXTO1.1 Capa (obrigatório)           A capa é a parte externa do trabalho, sem fotografias ou outro adorno, conte...
12                                3 cm                UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS         UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE SANT...
131.2 Folha de rosto (obrigatório)           A folha de rosto não deve conter fotografias ou outro adorno. Deve conter ass...
14                                                 3 cm                   UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS            UNIDAD...
15                                                  12,5cm7,5cm                Domingos, Vinícius Cintra                  ...
161.5 Folha de aprovação (obrigatório)            Deverá conter os itens apresentados no modelo abaixo.                   ...
171.6 Dedicatória (opcional)         Parte em que o autor presta homenagem ou dedica seu trabalho a alguém de maneirasimpl...
181.8 Epígrafe (opcional)             Em epígrafe, pode-se reproduzir um pensamento, cujo teor esteja relacionado como con...
19          Obs: consideram-se palavras-chave aquelas que mais se destacam no contextotextual do trabalho e que podem serv...
20                                                            SUMÁRIO FIGURAS................................................
21                                    LISTA DE FIGURAS FIGURA 1−      .......................................................
221.13     Abreviaturas, siglas e símbolos              Abreviatura é a representação de uma palavra por meio de alguma(s)...
23                                              Valor de Mercado             Valor Contábil                               ...
24   TABELA 1 - Produção, área colhida e rendimento da cultura de soja, no Estado de                     Goiás: 1970/2003 ...
2   TEXTO2.1 Introdução (obrigatório)           A introdução deverá dar uma informação clara do conteúdo do trabalho para ...
26           •   Argumentação – defesa da validade das idéias através dos argumentos, ou               seja, do raciocínio...
273    PÓS-TEXTO            Os itens do pós-texto devem completar as informações do texto, evitando-se umaextensão que pre...
28Elementos Complementares           São as informações que completam os elementos essenciais, porém, nãoobrigatórias à id...
293.3 Anexos (opcional)           Os anexos fazem parte do texto, mas devem ser colocados separados a fim de seevitar perd...
4 APRESENTAÇÃO GRÁFICA DO TRABALHO            O autor é responsável pela observação dos padrões e normas relativos àaprese...
31Margens             Superior = 3 cm             Esquerda = 3 cm             Direita = 2 cm             Inferior = 2 cm  ...
REFERÊNCIASASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: 2002. São Paulo:ABNT, 2002.ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS...
ANEXO 1 INFORMAÇÕES IMPORTANTESDestaque e diferenciação de palavras           Os nomes científicos de espécies, as palavra...
34              Acima de milhar, é possível recorrer a dois procedimentos:              •   Aproximação do número fracioná...
35           Os nomes dos meses são escritos de acordo com os idiomas. Ex.: em inglês, coma primeira letra em maiúscula - ...
36QUADRO 1 – Pesos e medidas formas de apresentaçãoGRAMA.....................................................................
ANEXO 2 CITAÇÕES7Citações em documentos            Entende-se por citação um discurso alheio retirado da literatura que te...
38            Exemplo:            Segundo Lakatos e Marconi (1995) ler significa conhecer, interpretar, decifrar. Amaior p...
39            Exemplo:            (RESENDE, 1996a) ou De acordo com Resende (1996a)......            (RESENDE, 1996b) ou C...
40       10.         Em citações de obras com até 3 autores devem-se citar os três. Em obras comnúmero de autores superior...
41         14.     Quando se tratar de citações de textos em língua estrangeira, duas opções seapresentam:                ...
42       18.     Os colchetes são usados para indicar acréscimos [ ], omissões ou supressões dotexto citado [...], ênfases...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Manual tcc ueg

7,030 views

Published on

manual academico

Published in: Education, Travel
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
7,030
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
106
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Manual tcc ueg

  1. 1. UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁSUNIDADE UNIVERSITÁRIA DE SANTA HELENA DE GOIÁSMANUAL DE TRABALHOS ACADÊMICOS:MONOGRAFIAS, DISSERTAÇÕES E TESES SANTA HELENA DE GOIÁS 2007
  2. 2. 1 SUMÁRIOFIGURAS.................................................................................................................................... 3APRESENTAÇÃO ................................................................................................................... 4REVISÃO – 2007 ...................................................................................................................... 6INTRODUÇÃO ......................................................................................................................... 71 PRÉ-TEXTO .......................................................................................................................... 121.1 Capa (obrigatório) .............................................................................................................. 121.2 Folha de rosto (obrigatório) ............................................................................................. 131.3 Ficha catalográfica – verso da página de folha de rosto ............................................... 141.4 Errata (opcional) ................................................................................................................ 151.5 Folha de aprovação (obrigatório) .................................................................................. 161.6 Dedicatória (opcional) ....................................................................................................... 171.7 Agradecimentos (opcional) ................................................................................................ 171.8 Epígrafe (opcional) ............................................................................................................. 181.9 Resumo em língua vernácula ............................................................................................ 181.10 Resumo na língua estrangeira (obrigatório) – Abstract em Inglês ............................... 191.11 Sumário (obrigatório) ....................................................................................................... 191.12 Listas (opcional) ................................................................................................................ 201.13 Abreviaturas, siglas e símbolos ........................................................................................ 221.14 Figuras ............................................................................................................................... 221.15 Tabelas ............................................................................................................................... 232 TEXTO .................................................................................................................................... 252.1 Introdução (obrigatório) ................................................................................................... 252.2 Desenvolvimento (obrigatório) ......................................................................................... 252.3 Conclusão ou considerações finais (obrigatório) ............................................................ 263 PÓS-TEXTO .......................................................................................................................... 27
  3. 3. 3.1 Referências (obrigatório) ................................................................................................... 273.2 Apêndices (opcional) ......................................................................................................... 283.3 Anexos (opcional) ............................................................................................................... 293.4 Glossário (opcional) ............................................................................................................ 294 APRESENTAÇÃO GRÁFICA DO TRABALHO ............................................................. 30REFERÊNCIAS............................... ......................................................................................... 32ANEXO 1 INFORMAÇÕES IMPORTANTES ..................................................................... 33ANEXO 2 CITAÇÕES ............................................................................................................ 37
  4. 4. FIGURASFIGURA 1 – Seqüência e conteúdo dos itens da estrutura ................................................... 10FIGURA 2 – Modelo de capa ................................................................................................... 12FIGURA 3 – Modelo de folha de rosto .................................................................................... 14FIGURA 4 – Exemplo de ficha catalográfica ......................................................................... 15FIGURA 5 – Exemplo de errata .............................................................................................. 15FIGURA 6 – Exemplo de folha de aprovação ........................................................................ 16FIGURA 7 – Exemplo de dedicatória ..................................................................................... 17FIGURA 8 – Exemplo de agradecimentos .............................................................................. 17FIGURA 9 – Exemplo de epígrafe ........................................................................................... 18FIGURA 10 – Exemplo de resumo na língua vernácula ....................................................... 19FIGURA 11 – Exemplo de sumário ......................................................................................... 20FIGURA 12 – Exemplo de lista de figuras ...... ....................................................................... 21FIGURA 13 – Exemplo de lista de quadros ............................................................................ 21FIGURA 14 – Exemplo de lista de tabelas .............................................................................. 21FIGURA 15 – Exemplo de lista de abreviaturas, siglas ou símbolos ................................... 22FIGURA 16 – Exemplo de figura ............................................................................................ 23FIGURA 17 – Exemplo de tabela ............................................................................................ 24
  5. 5. APRESENTAÇÃO Este trabalho faz parte de um conjunto de três manuais, a saber: • Manual de Trabalhos Acadêmicos: Monografias, Dissertações e Teses; • Manual de Trabalhos Acadêmicos: Projetos de Pesquisa, Artigos, Resumos, Resenhas e Relatórios e; • Manual de Referências Bibliográficas. O objetivo destes manuais é atender a necessidade de uniformizar odesenvolvimento de todos e quaisquer trabalhos produzidos nos cursos oferecidos pela UEG,na UnU de Santa Helena de Goiás. Este manual, evidenciado acima em negrito, Normas para Elaboração de TrabalhosAcadêmicos: Monografias, Dissertações e Teses, contém parâmetros, seguindo os princípiosgerais de normalização proposta pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), quepermitem homogeneizar os trabalhos acadêmicos de nossa Unidade, especialmente asMonografias dos TCC – Trabalhos de Conclusão de Curso e Iniciação Científica daGraduação, das Monografias de Especialização nos cursos de Pós-Graduações Lato Sensu efuturamente nas Dissertações de Mestrado e Teses de Doutorado para as Pós-GraduaçõesStricto Sensu. Consideramos este trabalho o início de um processo contínuo de evolução eaperfeiçoamento dos manuais acima mencionados. Estes deverão nortear a aplicação depadrões e normas utilizados nesta Unidade da UEG. Temos a convicção que ocorrerão sempre contribuições do corpo docente, discentee de todos que, de uma forma ou outra, estejam empenhados no aprimoramento de nossaUniversidade. Santa Helena de Goiás, 1º semestre de 2005
  6. 6. A Comissão1 Ana Claúdia de Oliveira Divina Aparecida Leonel Lunas Lima Dulcinéia de Oliveira Gomes Luis Carlos Ferreira Gomes Maria Lúcia Prado de Carvalho Revisora de Português Estefania Martins da Costa1 A denominada Comissão tem como incumbência a produção (autoria), edição e revisão dos manuais.
  7. 7. REVISÃO - 2007 Este manual foi revisado em janeiro de 2007 buscando o aperfeiçoamento emelhoria da praticidade do manual para os seus usuários. Desde o início da aplicação nostrabalhos acadêmicos, a Comissão desenvolveu um processo de apuração de possíveismelhorias conseqüentes do uso cotidiano. A revisão do manual foi realizada, portanto, a partirdas sugestões dadas pelos acadêmicos, professores e orientadores que na utilização do manualidentificaram a necessidade de aperfeiçoamento nos exemplos e conteúdos. Salientamos que a Comissão recebe, permanentemente, sugestões e críticasvisando à melhoria do trabalho docente e discente da UnU de Santa Helena de Goiás. Santa Helena de Goiás, janeiro de 2007 A Comissão2 Aldeci Rufino de Queiroz Bethania Lopes e Silva Divina Aparecida Leonel Lunas Lima Dulcinéia de Oliveira Gomes Luis Carlos Ferreira Gomes Revisora de Português Estefania Martins da Costa2 A denominada Comissão tem como incumbência a produção (autoria), edição e revisão dos manuais.
  8. 8. INTRODUÇÃO Este manual objetiva estabelecer parâmetros que permitam uniformização dostrabalhos acadêmicos de nossa Unidade, especialmente as Monografias dos TCC – Trabalhosde Conclusão de Curso e Iniciação Científica na Graduação, as Monografias deEspecialização nos cursos de Pós-Graduações Lato Sensu e futuramente nas Dissertações deMestrado e Teses de Doutorado para as Pós-Graduações Stricto Sensu. De acordo com as normas do Conselho Nacional de Educação, as denominaçõesDissertação e Tese se aplicam, respectivamente, aos trabalhos resultantes dos Programas deMestrado e dos Programas de Doutorado. • Trabalhos de conclusão de curso/ iniciação científica/ outros trabalhos acadêmicos: Documentos que representam o resultado de estudo, devendo expressar conhecimento do assunto escolhido. Devem ser emanados das disciplinas, módulos, estudos independentes, cursos, programas e outros ministrados. Devem ser elaborados sob a coordenação de um orientador, visando à obtenção do título de bacharel/licenciado/tecnólogo, nos cursos de graduação e de especialista, nos cursos de Pós-Graduação Lato Sensu. • Dissertação: Documento que representa o resultado de um trabalho experimental ou exposição de um estudo científico retrospectivo, de tema único e bem delimitado em sua extensão, com o objetivo de reunir, analisar e interpretar informações. Deve evidenciar o conhecimento da literatura existente sobre o assunto e a capacidade de sistematização do mestrando. Desenvolvido sob a coordenação de um orientador, visando à obtenção do título de mestre. • Tese: Documento que representa o resultado de um trabalho experimental ou exposição de um estudo científico de tema único e bem delimitado. Deve ser elaborado com base em investigação original, constituindo-se em real contribuição para a especialidade em questão. Realiza-se sob a coordenação de um orientador e visa à obtenção do título de doutor.
  9. 9. Assim, este manual, fundamentado nas normas de documentação vigentes, emlinhas gerais, são destacadas as caracterizações básicas dos textos científicos aquimencionados. Os aspectos mais relevantes na avaliação de um trabalho científico envolvem nãosó a apresentação gráfica, mas também a coerência que apresenta entre suas partes, o subsídioteórico, o rigor no levantamento dos dados, entre outros. Para alcançar estes objetivos deve-se planejar a pesquisa através de um projeto3 bem elaborado e executado com rigor científico. A apresentação gráfica dos trabalhos científicos deve obedecer as normasemanadas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Em sua estrutura, ostrabalhos científicos são compostos pelos seguintes elementos: pré-textuais, textuais e pós-textuais. 1. PRÉ-TEXTO – (precede o texto e auxilia na identificação do trabalho) 1.1. Capa (obrigatório) 1.1.1. Lombada (opcional) 1.2. Folha de rosto (obrigatório) 1.3.1 Ficha catalográfica (obrigatório – verso da folha de rosto) 1.3. Errata (opcional) 1.4. Folha de aprovação (obrigatória) 1.5. Dedicatória (opcional) 1.6. Agradecimentos (opcional) 1.7. Epígrafe (opcional) 1.8. Resumo em língua vernácula (obrigatório) 1.9. Resumo em língua estrangeira (obrigatório) 1.10. Sumário (obrigatório) 1.11. Listas (opcionais) 1.11.1. de figuras 1.11.2. de quadros 1.11.3. de tabelas 1.11.4. de abreviaturas, siglas ou símbolos. 2. TEXTO – (parte onde o trabalho é exposto) 2.1. Introdução 2.2. Desenvolvimento 2.3. Conclusão / Considerações finais 3 PÓS-TEXTO – (completa as informações do texto) 3.1. Referências (obrigatório) 3.2. Apêndices (opcional) 3.3. Anexos (opcional) 3.4. Glossário (opcional)3 Ver Manual de Trabalhos Acadêmicos: Projetos de Pesquisa, Artigos, Resenhas e Relatórios, da UEG- UnUSanta Helena de Goiás.
  10. 10. 9 Para informações complementares consultar as NBR4 – Normas BrasileirasRegistradas, da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas.4 NBR:6023:2002 - Referências;NBR:6024:1989 - Numeração Progressiva;NBR:6027:1989 – Sumário;NBR:6028.2003 – Resumos;NBR:10520:2002 - Citações em documentos;NBR:14724:2002 - Apresentação de Trabalhos Acadêmicos.Importante: As NBR têm um número que as identificam, seguido do ano da publicação e, ao sofrerem revisão,tem o seu número mantido, mas o ano da publicação é atualizado. Por exemplo: NBR 6023:2000 – Referências,ao ser atualizada em 2002, passa a ser identificada por NBR:6023:2002 – Referências. A pesquisa das normas,na ABNT, deve ser feita por seus números, que apresentará como resultado as mais atuais.
  11. 11. 10REPRESENTAÇÃO ESQUEMÁTICA DA ESTRUTURA GLOSSÁRIO * ANEXOS * PÓS-TEXTO APÊNDICE * REFERÊNCIAS CONCLUSÃO DESENVOLVIMENTO TEXTO INTRODUÇÃO LISTAS * SUMÁRIO RESUMO NA LÍNGUA ESTRANGEIRA RESUMO NA LÍNGUA VERNÁCULA EPÍGRAFE * AGRADECIMENTOS * PRÉ-TEXTO DEDICATÓRIA * FOLHA DE APROVAÇÃO ERRATA * FOLHA DE ROSTO CAPA* Itens opcionaisFIGURA 1 – Seqüência e conteúdo dos itens da estrutura
  12. 12. 1 PRÉ–TEXTO1.1 Capa (obrigatório) A capa é a parte externa do trabalho, sem fotografias ou outro adorno, contendo asseguintes informações: a) com 3 cm as margens superior e esquerda e com 2 cm as margens inferior edireita, b) o nome da instituição na primeira linha após a margem superior e na linhaseguinte o da unidade de ensino, devidamente centrados e em negrito, com espaçamento 1,5entrelinhas, fonte Times New Roman e tamanho 12, c) título do trabalho disposto a 10 cm do nome da unidade de ensino. Deve ser claro,conciso e expressar claramente os pontos tratados pelo autor. Devem ser evitados pontuaçõese nomes científicos ou estrangeiros. O título do trabalho deve ser escrito em línguaportuguesa, com letras maiúsculas, tamanho 12, fonte Times New Roman, em negrito ecentralizado, d) nome do autor ou dos autores devem ser colocados a 3 cm abaixo da linha dotítulo do trabalho, escritos por extenso, com letras maiúsculas, centralizado entre as margens eem negrito, fonte Times New Roman e tamanho 12, e) local e data, colocados a 2 cm da borda inferior, em letras maiúsculas, centradosentre as margens, fonte Times New Roman e tamanho 12. Segue abaixo o modelo de capa a ser adotado para os trabalhos de final de curso.
  13. 13. 12 3 cm UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE SANTA HELENA DE GOIÁS 10 cm TÍTULO DO TRABALHO: SUBTÍTULO 2 cm 3 cm 3cm NOME DO AUTOR SANTA HELENA DE GOIÁS 2005 2 cmFIGURA 2 – Modelo de capa
  14. 14. 131.2 Folha de rosto (obrigatório) A folha de rosto não deve conter fotografias ou outro adorno. Deve conter asseguintes informações: a) com 3 cm as margens superior e esquerda e com 2 cm as margens inferior edireita, b) o nome da instituição na primeira linha após a margem superior e na linhaseguinte o da unidade de ensino, devidamente centrado e em negrito, com espaçamento 1,5entrelinhas, fonte Times New Roman e tamanho 12, c) título do trabalho disposto a 10 cm do nome da unidade de ensino. Deve ser claro,conciso e expressar claramente os pontos tratados pelo autor. Devem ser evitados pontuaçõese nomes científicos ou estrangeiros. O título do trabalho deve ser escrito em línguaportuguesa, com letras maiúsculas, tamanho 12, fonte Times New Roman, em negrito ecentralizado, d) nome do autor ou dos autores devem ser colocados a 3 cm abaixo da linha dotítulo do trabalho, escritos por extenso, com letras maiúsculas, centralizado entre as margens eem negrito, fonte Times New Roman e tamanho 12, e) natureza do trabalho técnico-científico: deve ser colocada a 3 cm abaixo do nomedo autor e a 9 cm da margem esquerda, alinhada à direita da folha, observando-se a margemdireita de 2 cm, escrita em espaço simples e fonte 10, devendo apresentar o nome doorientador com a respectiva titulação, f) local e data, colocados a 2 cm da borda inferior, em letras maiúsculas, centradosentre as margens, fonte Times New Roman e tamanho 12. Segue abaixo o modelo de capa a ser adotado para os trabalhos de final de curso.
  15. 15. 14 3 cm UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE SANTA HELENA DE GOIÁS 10 cm de distância TÍTULO DO TRABALHO: SUBTÍTULO 3 cm (Colocar no centro da página) 3 cm de distância 2 cm NOME DO AUTOR (Colocar no centro da página) 2 cm de distância Monografia, Dissertação ou Tese apresentada à Banca Examinadora da Universidade Estadual de Goiás, Unidade de Santa Helena de Goiás, como parte dos (Posicionar a memória do trabalho a requisitos para obtenção do Título de uma distancia de 9 cm da margem Bacharel/ Especialista/ Mestre/ Doutor, no esquerda e usar fonte 10) Curso/ Programa de Pós-Graduação/ ............................. e (quando for o caso) Área de Concentração:..........., sob a orientação do Prof........ SANTA HELENA DE GOIÁS 2005 2 cmFIGURA 3 – Modelo de folha de rosto1.3 Ficha Catalográfica5 - verso da página de folha de rosto No verso da página de rosto deverá constar a ficha catalográfica do trabalho, conformemodelo a seguir:
  16. 16. 15 12,5cm7,5cm Domingos, Vinícius Cintra JLote – Sistema de gerência de loteamentos imobiliários/ Vinícius Cintra Domingos. Santa Helena de Goiás-Go, 2006. 77f. : 30cm Monografia (Graduação) – UEG – Unidade Universitária de Santa Helena de Goiás, Sistemas de Informação. Orientador: Prof. Huander Leão da Silva 1.Loteamentos, 2.Imobiliárias, 3.Sistemas de Informação, 4.Java, 5.PostgreSQL. FIGURA 4 – Exemplo de ficha catalográfica A ficha catalográfica deve ser centralizada na página e alinhada à margem inferior. Aspalavras-chave da ficha catalográfica devem ser idênticas às do resumo.1.4 Errata (opcional) Consiste em uma lista das folhas e linhas em que ocorreram erros, seguida das devidascorreções. Apresenta-se em folha solta, encartada ao trabalho depois de impresso, logo após afolha de rosto. ERRATA Folha Linha Onde se lê Leia-se 19 05 pequisa pesquisa Folha Linha Onde se lê Leia-se 15 19 soccal social FIGURA 5 – Exemplo de errata5 A ficha de catalogação deve ser elaborada ou revisada por um profissional bibliotecário observando as normasespecíficas e padrões da Instituição.
  17. 17. 161.5 Folha de aprovação (obrigatório) Deverá conter os itens apresentados no modelo abaixo. 3 cm UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE SANTA HELENA DE GOIÁS 1,5 cm de distância FOLHA DE APROVAÇÃO 3 cm 1,5 cm de distância Autor : ______________________________________________________ Título: ______________________________________________________ Natureza e objetivo do trabalho: _________________________________ 1,5 cm de distância Aprovada em Santa Helena de Goiás, ......de...................................de 200.... (Posicionar na metade da página e todos os componentes doravante nesta folha, letra tamanho 12, normal, entrelinha dupla ) 1,5 cm de distância Banca Examinadora: 2 cm ___________________________________________________ Nome do Orientador Orientador (Local de trabalho/Titulação) ___________________________________________________ Nome do professor examinador Examinador (Local de trabalho/Titulação) ___________________________________________________ Nome do professor examinador Examinador (Local de trabalho/Titulação) SANTA HELENA DE GOIÁS 2005 2 cmFIGURA 6 – Exemplo de folha de aprovação
  18. 18. 171.6 Dedicatória (opcional) Parte em que o autor presta homenagem ou dedica seu trabalho a alguém de maneirasimples e sóbria. A palavra dedicatória deve ser colocada toda maiúscula e centralizada a 6cm ou a 4 espaços de 1,5 linhas da margem superior. O texto da dedicatória deve ser colocado a 1,5 cm do título e com parágrafo de 1,5cm. O modelo segue abaixo: DEDICATÓRIA Dedico este... FIGURA 7 – Exemplo de dedicatória1.7 Agradecimentos (opcional) Parte em que o autor manifesta reconhecimento à(s) pessoa(s) e/ou instituição(ções)que contribuiu(íram) com o trabalho, devendo ser expresso(s) de maneira simples e sóbria. Aspessoas relacionadas nos agradecimentos devem ter a oportunidade de ler o que for escritosobre elas. Mesmas normas da dedicatória. AGRADECIMENTOS Agradeço as ... FIGURA 8 – Exemplo de agradecimento
  19. 19. 181.8 Epígrafe (opcional) Em epígrafe, pode-se reproduzir um pensamento, cujo teor esteja relacionado como conteúdo do trabalho. Deve ser colocado junto à margem inferior, alinhado à direita, emestilo itálico. A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro nesta vida.” Vinicius de Moraes FIGURA 9 – Exemplo de epígrafe1.9 - Resumo em língua vernácula Consiste na apresentação concisa do conteúdo, evidenciando os elementos maisimportantes. Deve conter os seguintes aspectos: - o texto do resumo será precedido da referência bibliográfica, redigida conforme asnormas em vigor; o nome e titulação do orientador e dos membros da banca examinadora(quando houver) deverão constar em nota de rodapé; - o texto do resumo deverá expressar o assunto, o objetivo, a metodologia utilizada,os resultados obtidos e a conclusão. Deve ser redigido com parágrafo único, justificado e emespaço simples, abrangendo no máximo 250 palavras; - deve-se evitar o uso de fórmulas, equações, diagramas e símbolos, optando-se,quando necessário pela forma extensa; - na redação do texto deve-se dar preferência ao uso da terceira pessoa do singularcom o verbo na voz ativa; - abaixo do texto do resumo devem-se colocar as palavras –chave, indicando-se nomínimo três e no máximo cinco, alinhadas à esquerda e separadas por vírgula.
  20. 20. 19 Obs: consideram-se palavras-chave aquelas que mais se destacam no contextotextual do trabalho e que podem servir de argumento em pesquisas. Segue abaixo o modelo de resumo a ser adotado nos trabalhos de conclusão de cursodesta instituição. RESUMODOMINGOS, Vinícius Cintra. Sistema de gerência de loteamentos imobiliários - JLote.2006. 77p. Monografia (Graduação em Sistemas de Informação) – Universidade Estadual deGoiás – UEG – Unidade Universitária de Santa Helena de Goiás, 2006.Mediante as dificuldades encontradas nas imobiliárias motivou-se o desenvolvimento doJLote – Sistema de Gerência de Loteamentos Imobiliários, com o princípio de auxiliar asdiversas rotinas nas revendas de lotes. O sistema permitirá um melhor fluxo das informações apartir de cadastros de clientes, corretores, lotes, parametrização financeira e uma melhorvisualização final das informações através de relatórios simples. O JLote foi desenvolvido nalinguagem Java utilizando como repositório de dados o PostgreSQL, atendendo ao modelocliente-servidor e critérios de segurança.Palavras-chave: loteamentos, imobiliárias, sistemas de informação, Java, PostgreSQL.FIGURA 10 – Exemplo de resumo na língua vernácula1.10 Resumo na língua estrangeira (obrigatório)– Abstract em Inglês Este item é a versão do resumo para o Inglês. O resumo e o abstract são iguais noconteúdo e diferentes na língua.1.11 Sumário (obrigatório) O sumário é a indicação do conteúdo do documento, refletindo suas divisões e/ouseções, na mesma ordem e grafia em que aparece no texto. Usa-se o termo sumário (e não apalavra índice ou lista).
  21. 21. 20 SUMÁRIO FIGURAS.................................................................................................................................3 APRESENTAÇÃO .................................................................................................................4 REVISÃO – 2007 ....................................................................................................................6 INTRODUÇÃO .......................................................................................................................7 1 PRÉ-TEXTO ......................................................................................................................12 1.1 Capa (obrigatório) ..........................................................................................................12 1.2 Folha de rosto (obrigatório) ..........................................................................................13 1.3 Ficha catalográfica – verso da página de folha de rosto ............................................14 1.4 Folha de aprovação (obrigatório) .. ............................................................................16 1.5 Resumo em língua vernácula ........................................................................................18 1.6 Resumo na língua estrangeira (obrigatório) – Abstract em Inglês .............................19 1.7 Sumário (obrigatório) ....................................................................................................19 2 TEXTO ...............................................................................................................................25 2.1 Introdução (obrigatório) ...............................................................................................25 2.2 Desenvolvimento (obrigatório) .................................................................................... 25 2.3 Conclusão ou considerações finais (obrigatório) .......................................................26 3 PÓS-TEXTO ......................................................................................................................27 3.1 Referências (obrigatório) ..............................................................................................27 4 APRESENTAÇÃO GRÁFICA DO TRABALHO ........................................................30 REFERÊNCIAS............................... ....................................................................................32 ANEXO 1 INFORMAÇÕES IMPORTANTES ................................................................33FIGURA 11 – Exemplo de sumário1.12 Listas (opcional) Correspondem a um rol de elementos ilustrativos ou explicativos, podendo serincluídas as seguintes listas: tabelas (utilizadas para dados numéricos), quadros (utilizadospara informações textuais), gráficos (representação gráfica dos dados das tabelas ou quadros),fórmulas, lâminas (modelos de transparências), figuras (desenhos, gravuras, mapas,fotografias), na mesma ordem em que são citadas na monografia, dissertação ou tese, comindicação da página onde estão localizadas.
  22. 22. 21 LISTA DE FIGURAS FIGURA 1− ....................................................................................... 83 FIGURA 2− ....................................................................................... 105 FIGURA 3− ....................................................................................... 121 FIGURA 4− ....................................................................................... 166FIGURA 12 – Exemplo de lista de figuras LISTA DE QUADROS QUADRO 1− ....................................................................................... 86 QUADRO 2− ....................................................................................... 106 QUADRO 3− ....................................................................................... 122 QUADRO 4− ....................................................................................... 167FIGURA 13 – Exemplo de lista de quadros LISTA DE TABELAS TABELA 1− .................................................................................... 87 TABELA 2− ....................................................................................... 107 TABELA 3− ....................................................................................... 123 TABELA 4− ....................................................................................... 168FIGURA 14 – Exemplo de lista de tabelas
  23. 23. 221.13 Abreviaturas, siglas e símbolos Abreviatura é a representação de uma palavra por meio de alguma(s) de suassílabas ou letras. Sigla corresponde à reunião das letras iniciais dos vocábulos fundamentaisde uma denominação ou título. As listagens consistem na relação alfabética das abreviaturas esiglas utilizadas no texto, seguidas das palavras, ou expressões correspondentes, grafadas porextenso. Recomenda-se a elaboração de listas próprias (separadas) para abreviaturas, parasiglas e para símbolos. As listas de abreviaturas, siglas e símbolos devem conter os significados de cadauma dessas formas utilizadas no trabalho acadêmico e serem apresentadas de acordo com aordem no texto. LISTA DE ABREVIATURAS, SIGLAS OU SÍMBOLOS BIRD - Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ensino Superior CEPAL - Comissão Econômica para a América Latina UEG – Universidade Estadual de Goiás MEC – Ministério da Educação e Cultura Embrapa – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Σ - somatório α - alfa µ - mícron β - beta FIGURA 15 – Exemplo de lista de abreviaturas, siglas ou símbolos1.14 Figuras Elemento opcional. Denominam-se figuras: os gráficos, desenhos, esquemas,fluxogramas, diagramas, fotografias, organogramas, plantas e mapas que explicam oucomplementam visualmente o texto. Qualquer que seja seu tipo, a palavra figura aparece naparte inferior em letras maiúsculas, seguida de seu número de ordem de ocorrência no textoem algarismos arábicos e do respectivo título e/ou legenda explicativa. Deve situar-se o maispróximo possível de sua indicação no texto. Se a figura for retirada de outra referência deveter bordas, conforme exemplo da figura 16.
  24. 24. 23 Valor de Mercado Valor Contábil Capital intelectual Capital físico Capital monetário Capital humano Capital estrutural Capital de inovação Capital de processos Capital de relaçõesFonte: Jóia (2001: p.56).FIGURA 1 – Taxonomia do capital intelectual.FIGURA 16 – Exemplo de figura1.15 Tabelas As tabelas são elementos demonstrativos de síntese que constituem unidadeautônoma. a) tabelas têm numeração independente e consecutiva; b) o título é colocado na parte superior, precedido da palavra TABELA e seunúmero de ordem em algarismos arábicos; c) as fontes, quando citadas, e as notas eventuais aparecem no rodapé da tabela, apóso fio de fechamento, d) se a figura for retirada de outra referência deve ter bordas, conforme exemplo dafigura 17.
  25. 25. 24 TABELA 1 - Produção, área colhida e rendimento da cultura de soja, no Estado de Goiás: 1970/2003 Ano Produção (t) Área (ha) Produtividade (Kg/ha) 1970 10.219 11.514 888 1975 82.173 61.905 1.327 1980 368.477 213.487 1.726 1985 1.157.704 599.555 1.931 1996 1.960.112 863.422 2.270 1999-2000 3.420.653 1.333.646 2.565 2001 4.052.169 1.538.988 2.633 2002 5.405.589 1.902.950 2.841 2003 6.319.213 2.176.720 2.903Fonte: Ferreira (2001, p.24) apud Ribeiro et al (2002)SEPLAN-GO/SEPIM (2004)FIGURA 17 – Exemplo de tabela
  26. 26. 2 TEXTO2.1 Introdução (obrigatório) A introdução deverá dar uma informação clara do conteúdo do trabalho para quese possa entender do que se trata sem que precise recorrer a outras fontes. Como se refereàquilo que foi desenvolvido no trabalho não deve ser escrita com o tempo do verbo no futuro. Deve oferecer uma visão clara e simples do trabalho, informando: • Natureza e importância do trabalho • Justificativa da escolha e delimitação do tema • Relação do tema com o contexto social • Objetivo do trabalho • Definições e conceitos envolvidos • Organização e distribuição dos tópicos/capítulos Para escrevê-la, sugerem-se algumas perguntas que se bem respondidas darãoforma a esse tópico. a) De que assunto trata o trabalho? b) Porque é importante tratar desse assunto? c) Como se tratou o assunto? d) Qual é o objetivo que se pretende alcançar?2.2. Desenvolvimento (obrigatório) O desenvolvimento do texto, para MARCONI; LAKATOS (2005, p. 238)significa a “fundamentação lógica do trabalho de pesquisa, cuja finalidade é expor edemonstrar” os resultados do problema proposto pelo pesquisador. O desenvolvimento não é padronizado, porém, devem estar presentes: • Exposição – processo pelo qual são analisados os fatos ou apresentadas as idéias.
  27. 27. 26 • Argumentação – defesa da validade das idéias através dos argumentos, ou seja, do raciocínio lógico, das evidências obtidas, de maneira ordenada (metodologia e métodos de trabalho), incluindo-se uma classificação e hierarquia nas subdivisões dos títulos e subtítulos. • Discussão – consiste na comparação das idéias, refutando-se ou confirmando- se os argumentos apresentados, mediante o exercício de interpretação dos fatos e idéias demonstrados.2.3 Conclusão ou considerações finais (obrigatório) A conclusão é uma síntese interpretativa dos argumentos contidos no trabalho.Não deve apresentar nenhum argumento ou idéia que já não tenham sidos tratadosanteriormente no texto. Esta síntese interpretativa pode suscitar também, para outrospesquisadores, sugestões de novos trabalhos envolvendo questões que ultrapassam os limitesque a presente pesquisa se propôs analisar.
  28. 28. 273 PÓS-TEXTO Os itens do pós-texto devem completar as informações do texto, evitando-se umaextensão que prejudique a estética do trabalho, expondo ao leitor o material consultado. Cadaelemento pós-textual possui forma própria de apresentação e deve ser incluído no trabalhoobedecendo a seguinte ordem:3.1 Referências (obrigatório) São as relações de todas as fontes (impressas ou eletrônicas) que foram citadas notexto do trabalho. Deve obedecer a norma NBR 6023, da ABNT, que neste trabalho corresponde aversão oficializada em 2002. Uma síntese dessas normas é apresentada a seguir, mas o textona íntegra está disponível para consulta na Biblioteca da Instituição. Em versão oficializada em agosto de 2000. Uma síntese dessas normas são CONSULTAR O MANUAL DE REFERÊNCIAS DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS – UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE SANTA HELENA DE GOIÁS, CONFECCIONADO A PARTIR DA NBR 6023 DA ABNT.Referências Conjunto padronizado de elementos essenciais e complementares que permitemdescrever um documento e reconhecê-lo individualmente.Elementos Essenciais São as informações indispensáveis à identificação do documento: AUTORIA. Título do documento: subtítulo (se houver). Edição. Local: Editora,ano.
  29. 29. 28Elementos Complementares São as informações que completam os elementos essenciais, porém, nãoobrigatórias à identificação do documento. AUTORIA. Título do documento: subtítulo (se houver). Edição. Local: Editora,ano. Total de páginas. Tradução de: Título original. ISBM.Localização das Referências Em geral, podem aparecer em: • Nota de rodapé • No fim do texto ou ao final do capítulo Nos trabalhos a serem apresentados na Unidade de Santa Helena de Goiás, daUEG, as Referências deverão ser apresentadas na forma de lista, sendo o primeiro elementodo pós-texto.Regras Gerais de Apresentação Observar a NBR 6023, obedecendo a seqüência padronizada dos elementosessenciais e complementares das referências, conforme determina o Manual de Referências daUnU de Santa Helena de Goiás.3.2 Apêndices (opcional) Constitui suplemento, onde suportes não essenciais à compreensão do textopodem opcionalmente ser inseridos. O uso de apêndice é opcional, representando comumacordo entre orientador e orientado, visando à maior segurança na defesa do trabalho.Exemplificando: em um tratamento estatístico utilizado em uma pesquisa, constarão docapítulo de Resultados as tabelas ou quadros conclusivos. Outras tabelas ou quadros,representativos dos dados originais obtidos quando da coleta de dados, poderão constar doApêndice, caso o leitor queira aferir os resultados, terá elementos para assim proceder. Oapêndice não recebe numeração de capítulo.
  30. 30. 293.3 Anexos (opcional) Os anexos fazem parte do texto, mas devem ser colocados separados a fim de seevitar perda de continuidade ou interrupção na seqüência lógica ou ordenação de idéias.Constituem documentos paralelos destinados a embasar, elucidar ou ilustrar aspectosimportantes à compreensão do texto. A identificação dos anexos no texto deve ser feita emletra maiúscula (ANEXO A, ANEXO B...) ou em algarismos arábicos (ANEXO 1, ANEXO2...). Incluem-se aqui as tabelas, quadros, questionários, formulários, notas explicativaslongas, mapas, desenhos etc. O título “Anexo” deve figurar em página independente, no centro e em caixa alta.3.4 Glossário (opcional) Vocabulário que fornece o significado de palavras ou expressões utilizadas notexto, referentes à especialidade técnica de pouco uso ou de uso regional, ou de sentidoobscuro.
  31. 31. 4 APRESENTAÇÃO GRÁFICA DO TRABALHO O autor é responsável pela observação dos padrões e normas relativos àapresentação gráfica do trabalho didático.Formato O papel branco, formato A-4 (padrão internacional) de dimensão 21x29 cm é oindicado pela ABNT para trabalhos de teor didático-científico, devendo ser utilizado apenasum lado e tinta preta.Fonte Utiliza-se a fonte Times New Roman, no tamanho 12 para o texto e tamanho 10para citações longas, notas de rodapé, memória do trabalho e fonte de elementos (tabelas,gráficos, quadros e lâminas).Espaços Em toda página de abertura do trabalho a margem superior é de 6 cm ou 4 espaçosde 1,5 linhas da margem superior. Entre as linhas do texto, 1,5 de entrelinhas6. Entre as linhas do resumo, citações, referências e a memória do trabalho usarespaço simples. Entre o texto e a ilustração, espaço 1,5 linhas. Entre o texto e citações longas, espaço 1,5 linhas.6 A utilização de entrelinhas com 1,5, embora a norma determine 2, é o convencionado para a UnidadeUniversitária de Santa Helena de Goiás da UEG.
  32. 32. 31Margens Superior = 3 cm Esquerda = 3 cm Direita = 2 cm Inferior = 2 cm Margem de parágrafo = 2 cm a partir da esquerdaPaginação As páginas devem ser contadas seqüencialmente a partir da folha de rosto, sendoque a numeração aparece registrada a partir da segunda página do texto (Introdução), emalgarismos arábicos. A numeração deve vir no alto da página, na borda direita. Não se enumeram as páginas do pré-texto e as primeiras de cada capítulo. Exemplo: 1,2,3 etc e não 01, 02 , 03 etc. Havendo anexos, apêndices ou glossários, as páginas devem ser numeradas, dandoseqüência à numeração do texto principal.Numeração de Seção Como seção são considerados os capítulos e subtítulos de cada capítulo. Anumeração deve preceder seu título, alinhado à esquerda, separado por 1 (um) espaço decaractere. Destacam-se os títulos e subtítulos das seções, utilizando-se o recurso de negrito.(NBR 6024-1989).
  33. 33. REFERÊNCIASASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10520: 2002. São Paulo:ABNT, 2002.ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14724: 2002. São Paulo:ABNT, 2002.ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 6023: 2002. São Paulo:ABNT, 2002.CURTY, M.G. ; CRUZ, A . da C. Apresentação de trabalhos científicos. Maringá: DentalPress Editora, 2000.MARCONI, M. de Andrade; LAKATOS, E. Maria.Fundamentos de metodologia científica.6.ed., São Paulo: Atlas, 2005.MATTAR NETO, J.A. Metodologia científica na era da informática. São Paulo: Saraiva,2002.PASQUARELLI, Maria Luiza Rigo. Normas para a apresentação de trabalhosacadêmicos. Osasco: EDIFIEO, 2004.PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS. Pró-Reitoria deGraduação. Sistema de Bibliotecas. Padrão PUC Minas de normalização: normas daABNT para apresentação de Trabalhos Científicos, teses, dissertações e monografias.Belo Horizonte: 2004.SANTOS, J. A . ; PARRA FILHO, D. Metodologia científica. São Paulo: Futura: 1998.UNIVERSIDADE DE RIO VERDE. Normas e padrões para elaboração de trabalhosacadêmicos. Rio Verde, GO: FESURV, 2004.UNIVERSIDADE DO SAGRADO CORAÇÃO. Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.Normas para elaboração e normalização de Dissertações e Teses. Bauru: 2002.UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO. Sistema de Bibliotecas e Informação –SIBI. Normas para elaboração e normalização de Dissertações e Teses. Rio de Janeiro,2004.
  34. 34. ANEXO 1 INFORMAÇÕES IMPORTANTESDestaque e diferenciação de palavras Os nomes científicos de espécies, as palavras em outros idiomas, o termo que sequer enfatizar etc. devem ser grafados em itálico, sem aspas.Aspas Aspas simples para citação, empréstimos, realce, dentro da citação.Abreviaturas e símbolos Ao abreviar palavras, nomes e expressões, num texto, procure usar abreviaturas esiglas de forma padronizada. Empregue as abreviaturas citadas na NBR 10.522 (1988) e NBR6.023 (2002), na ABNT, e as já consagradas nas diversas áreas de conhecimento. Quando a abreviatura ou sigla for usada pela primeira vez no texto, o nome,palavra ou expressão deve preceder a forma abreviada. Não deve ser utilizado: • Plural em abreviaturas; • Abreviaturas e siglas nos títulos e resumos de um trabalho; • Ponto nas abreviaturas de unidades de medida.Numerais São escritos por extenso: • de zero a nove: oito, cinco mil, três milhões, etc.; • as dezenas redondas: trinta, noventa, vinte mil, sessenta milhões, etc.; • as centenas redondas: quatrocentos, setecentos, trezentos mil, oitocentos milhões, etc.
  35. 35. 34 Acima de milhar, é possível recorrer a dois procedimentos: • Aproximação do número fracionário, como em 23,6 milhões; • Desdobramento dos dois termos numéricos, como em 23 milhões e 635 mil. As classes separam-se por pontos, exceto no caso de anos. Exemplo: 1.750páginas; no ano de 1750. Não se inicia frases utilizando-se de numerais.Frações São sempre indicadas por algarismos, exceto quando ambos os elementos sesituam de um a dez. Exemplo: dois terços, um quarto, 1/12, 5/16, 11/32. As frações decimais, em qualquer caso, são escritas com algarismos. Exemplo:0,3; 12,74.Porcentagens São sempre indicadas por algarismos sucedidos do símbolo próprio: 5%, 70%,128%, etc. O símbolo % deve figurar junto ao algarismo.Ordinais São escritos por extenso de primeiro a décimo, porém os demais se representamde forma numérica: terceiro, oitavo, 11º.Datas Quando completas poderão ser escritas da seguinte forma, de acordo com NBR5892 (ABNT, 1989): • 12 de abril de 1972 • 12 abr. 1972 • 1972.04.12
  36. 36. 35 Os nomes dos meses são escritos de acordo com os idiomas. Ex.: em inglês, coma primeira letra em maiúscula - Jan., abreviatura de January, e em português a primeira letraem minúscula - jan., abreviatura de janeiro, conforme NBR 6023 (ABNT, 2002). Quando se indica apenas o mês e o ano, o primeiro se escreve por extenso e osegundo em algarismos. Exemplo: maio de 1987, agosto de 1989. Os anos devem ser indicados por todos os números e não apenas pela dezena final.Exemplo: 1987, 1989, 1997. Referências a décadas devem apresentar-se com as palavrasdécada ou decênio. Exemplo: década de 1980, decênio de 1990.Horários São indicados como a seguir, de acordo com NBR 5892 (ABNT, 1989), p. ex.:12h21min32,3s. Quando a indicação for aproximada, escrevem-se os números e a palavrahoras por extenso. Exemplos: pouco depois das cinco horas.Quantias As quantias de um a dez se escrevem por extenso: quatro reais, dois mil francos,cinco milhões de dólares. As quantias de onze em diante com algarismos: 13 reais, 131 mil francos, 53milhões de dólares. As quantias que contém frações (cents, pences, centavos etc.) são registradasexclusivamente de forma numérica, acompanhada do símbolo respectivo. Exemplo: R$ 12,95,US$ 121,30.Pesos e medidas Segundo Decreto n.º 63.233, de 12 de setembro de 1968, publicado pelaFundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, 1979, p.18, a designação da unidadede medida pode ser substituída pelo respectivo símbolo, como segue:
  37. 37. 36QUADRO 1 – Pesos e medidas formas de apresentaçãoGRAMA.................................................................................................................................. gQUILOGRAMA..................................................................................................................... KgMETRO................................................................................................................................... mMETRO QUADRADO........................................................................................................... m2CENTÍMETRO CÚBICO....................................................................................................... cm3TEMPERATURA CELSIUS (centígrado)............................................................................. °CPOTENCIAL HIDROGÊNIO – IÔNICO.............................................................................. pHMILÍMETRO.......................................................................................................................... mmMILIGRAMA........................................................................................................................ mgMICRÔMETRO..................................................................................................................... µmNANÔMETRO...................................................................................................................... nmMILILITRO............................................................................................................................ mlLITRO..................................................................................................................................... lQUILÔMETRO...................................................................................................................... kmTONELADA........................................................................................................................... tFotocópias A critério do autor, ilustrações fotográficas poderão ser substituídas por cópiasreprográficas tomadas em fotocópias coloridas, desde que ofereçam a qualidade necessária aotrabalho.
  38. 38. ANEXO 2 CITAÇÕES7Citações em documentos Entende-se por citação um discurso alheio retirado da literatura que tenhacorroborado para o embasamento científico dos argumentos defendidos pelo pesquisador.Citação é “a menção, no texto, de uma informação colhida de outra fonte” (ABNT, NBR10520, 2002, p.1). Devem aparecer de preferência no texto. O sistema de chamada mais usadoé o autor-data (alfabético). Aplicam-se as seguintes definições: a. Citação indireta ou livre: Síntese das idéias ou informações contidas em uma fonte bibliográfica, apresentada no texto em forma de redação pessoal, devendo ser fiel ao sentido do texto original. Não necessita de aspas e do número da página. b. Citação direta, literal ou textual: Reprodução de trecho de uma fonte bibliográfica com a mesma ortografia, redação e pontuação. c. Citação de citação: Transcrição preparada através de consulta à fonte bibliográfica intermediária, ou seja, não é utilizada a fonte original. Deve ser reproduzida literalmente. Este tipo de citação deve ser evitado ao máximo, por não ter sido consultada a obra original, correndo-se o risco de má interpretação e incorreções.Regras gerais de apresentação 1. Em todas as citações, as chamadas são feitas pelo sobrenome do autor, pelainstituição responsável ou pelo título em trabalhos sem autoria; 2. Nas citações indiretas, o sobrenome(s) do(s) autor(es) ou o título da obra (nocaso das obras sem autoria) deve(m) estar incluído(s) na sentença, grafados o nome do autorcom a letra inicial maiúscula e a data inclusa entre parênteses.7 Este item foi reproduzido do manual de Normas e Padrões para Elaboração de Trabalhos Acadêmicos daUniversidade de Rio Verde (2004).
  39. 39. 38 Exemplo: Segundo Lakatos e Marconi (1995) ler significa conhecer, interpretar, decifrar. Amaior parte do conhecimento é obtida por meio da leitura, que possibilita a ampliação e oaprofundamento do saber em determinado campo cultural ou científico. 3. Nas citações diretas, quando o nome do autor estiver incluído na sentença,indicam-se a data e a página consultada entre parênteses. Exemplos: Para De Luca (1996, p.48) o “balanço social é um instrumento contábil quepermite verificar a situação da empresa no campo sócioeconômico.” De acordo com Cintra, Grinover e Dinamarco (1999, p.129) pode-se afirmar que “jurisdição é ao mesmo tempo, poder, função e atividade.” 4. Em citações diretas não incluídas no texto, o sobrenome do(s) autor(es) outítulos das obras (no caso de obras sem autoria) devem ser colocadas no final, com data epágina entre parênteses. Exemplos: “O ordenamento jurídico pátrio permite que os tribunais, em razão de posicionamentos reiterados ou uniformizados acerca de determinada matéria, editem súmulas ou enunciados, que nada mais são do que preceitos abstratos acerca de determinadas situações concretas” (LASPRO, 2000, p.270). “A dúvida é um estado de equilíbrio entre a afirmação e a negação” (CERVO;BERVIAN, 1983, p.16). 5. Em citações indiretas não incluídas no texto, o sobrenome do(s) autor(es) outítulos da obras (no caso de obras sem autoria) devem ser colocadas no final entre parênteses. Exemplo: A pesquisa é considerada um procedimento formal, de pensamento reflexivo, querequer um tratamento científico para conhecer a realidade ou para descobrir verdades parciais(LAKATOS; MARCONI, 1996). 6. As citações de diversos documentos de um mesmo autor, publicados nummesmo ano, são distinguidas pelo acréscimo de letras minúsculas após a data e semespacejamento.
  40. 40. 39 Exemplo: (RESENDE, 1996a) ou De acordo com Resende (1996a)...... (RESENDE, 1996b) ou Conforme Resende (1996b).............. (RESENDE, 1996a, p.15) ou De acordo com Resende (1996a, p.15)...... (RESENDE, 1996b, p.20) ou Conforme Resende (1996b, p.20).............. 7. As citações diretas, incluídas no texto, de até três linhas, devem estar contidasentre aspas duplas. As aspas simples são utilizadas para indicar citação no interior da citação. Exemplos: De acordo com Fernandes (2001, p.228) “a ‘administração por objetivos’ é umprocesso pelo qual os gerentes superiores e subordinados de uma empresa identificam emconjunto seus objetivos comuns”. De acordo com Meigs et al. (1983) citados por Diehl (1997, p.39) “os ativosintangíveis são utilizados na operação de negócios, mas que não têm substância física e nãosão correntes”. 8. As citações diretas, com mais de três linhas devem ser destacadas com recuo de4 cm da margem esquerda, escritas em espaço simples, com fonte 10 e sem aspas, separadasdo texto por um espaço 1,5 entrelinhas, tanto acima como abaixo, tendo como limite amargem direita do texto. Exemplo: Não é através das leis que o Estado sobrevive, mas por meio do poder legislativo. A lei antiga não causa obrigação hoje, mas o silêncio implica consentimento tácito, e, em resumo, que o soberano confirma constantemente as leis que ele não revogou, podendo fazê-lo. Tudo que ele declarou querer um dia, a menos que seja revogado, vale para sempre (ROUSSEAU, 1995, p.143). 9. Em citações com coincidência de sobrenomes dos autores, devem-seacrescentar as iniciais de seus prenomes. Exemplo: Silva, M. (1985) considera que........................................ Silva, C. (1985) recomenda expor os resultados................ Silva, M. (1985, p.12) considera que........................................ Silva, C. (1985, p.23) recomenda expor os resultados................
  41. 41. 40 10. Em citações de obras com até 3 autores devem-se citar os três. Em obras comnúmero de autores superior a três (3) autores, utiliza-se a expressão et al., após o sobrenomedo primeiro. Exemplos: O óleo do gergelim possui os seguintes ácidos graxos: palmítico (9,1%);estereático (4,3%); araquídico (0,8%); oléico (45,4%); linoléico (40,4%). O óleo ainda possui107 unidades internacionais de vitamina A e 564 calorias por 100g de matéria graxa(VARMA; SHARMA; PATHAK, 1978). Conforme Hutt, Walker e Frankwick (1995, p.122) “a mudança estratégica é,antes de tudo, um processo político que implica a modificação da distribuição de recursos e depoder pelos vários níveis ou unidades organizacionais”. Para Silva et al. (1999) a contabilidade como instrumento de informação, recebecríticas por não responder questões referentes ao patrimônio e ao resultado das operaçõesorganizacionais. 11. As citações indiretas de diversos documentos de um mesmo autor(es),publicados em anos diferentes e mencionados simultaneamente, têm as suas datas separadaspor vírgula. Exemplos: Para Castro (1998, 2000, 2001),............................................................ ............... ......................................................... (BARBOSA; CASTRO, 1999, 2000, 2001). 12. Quando se tratar de documentos sem data, utiliza-se a expressão (s.d.) entreparênteses. Exemplos: Machado (s.d) afirma que.................................... ................................................................................................. (MACHADO, s.d). 13. Nas citações indiretas de diversos documentos com vários autoresmencionados simultaneamente, colocadas no final do parágrafo deve-se separá-los por ponto-e-vírgula e colocá-los em ordem alfabética. Exemplos: São vários os autores que escrevem sobre filosofia e metodologia científica(FERNANDES, 2001; LAKATOS; MARCONI, 1996; MATTAR NETO, 2002).
  42. 42. 41 14. Quando se tratar de citações de textos em língua estrangeira, duas opções seapresentam: a) transcrever a citação na língua original no texto, com a tradução em nota de rodapé; b) transcrever a citação traduzida diretamente no texto e indicar na língua do documento original, em nota de rodapé. 15. Erros gráficos ou de outra natureza, constantes do texto original, poderão serindicados com a expressão latina sic que significa que estava assim mesmo no texto original. 16. As citações da internet devem ser oriundas de fontes cientificamentereconhecidas, tais como: Universidades, Centros de Pesquisa, Institutos de Tecnologia epublicações de eventos que possuam ISBN. Estas referências bibliográficas seguem as normasdo manual da UnU de Santa Helena de Goiás. Abaixo, um exemplo de citação da internet: De acordo com Druck (2003, [s.p.]): ... o modelo de licenciatura que adotamos hoje, o 3+1 (três anos de cursos de conteúdo matemático contra um ano de curso de conteúdo pedagógico), é praticamente o mesmo que tínhamos na década de 60, e não é nada sensato dizer que esse modelo favoreça alguma “supervalorização de métodos pedagógicos em detrimento do conteúdo matemático na formação de professores”. Não devem ser utilizados materiais que não constam autoria. 17. Quando se tratar de dados obtidos por informação verbal (palestras, debates,comunicações) indicar, entre parênteses, a expressão informação verbal, mencionados e osdados disponíveis, em nota de rodapé. Exemplo: No texto: A falta de defensivos agrícolas no mercado dificultou o controle das doenças definal de ciclo na cultura da soja (informação verbal) 1. No rodapé da página:_____________________1 Notícia fornecida por José Gomes de Aquino, na Reunião da Associação de Produtores deGrãos, em janeiro de 2004, em Rio Verde-GO.
  43. 43. 42 18. Os colchetes são usados para indicar acréscimos [ ], omissões ou supressões dotexto citado [...], ênfases [!] dúvidas [?] e incorreções [sic]. 19. Para enfatizar palavra(s) ou frase(s) de uma citação, devemos destacá-lasindicando esta alteração com a expressão (grifo nosso), após a chamada da citação, ou (grifodo autor), caso o destaque já faça parte da obra consultada.

×