Apresentação jbs resultado 1 t11

1,734 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,734
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
256
Actions
Shares
0
Downloads
31
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apresentação jbs resultado 1 t11

  1. 1. JBS S.A.Apresentação de Resultados 1T11
  2. 2. JBS S.A.
  3. 3. JBS S.A. Fundada na década de 50 na região Centro-Oeste do BrasilRealizou abertura de capital da Companhia em 2007Líder em produção de proteína animal e a terceira maior companhia do setor alimentício do mundoReceita Líquida superior a R$54 bilhões no ano de 2010EBITDA de R$3,76 bilhões em 2010Crescimento orgânico de 14,2% em receita líquida, em moeda local, no ano de 2010125.000 colaboradores pelo mundo134 unidades de produção em 5 continentesO valor de mercado é de aproximadamente R$ 15,1 bilhões (1)(1) 31/03/2011 PÁG. 3
  4. 4. Ranking JBS1 Liderança de Mercado2 Histórico de sucesso em aquisições3 Diversificação geográfica e 1º Maior Produtor Mundial de carne bovina e ovina nos segmentos de atuação 1º Maior Processador Mundial de couros4 Marcas 2º reconhecidas Maior Produtor Mundial de frango 3º Maior Produtor brasileiro de lácteos 3º Maior Produtor dos EUA de carne suína Fonte: JBS PÁG. 4
  5. 5. Track record em aquisições e integração1 Liderança de Mais de 30 aquisições em 15 anos Mercado 2005 Internacionalização da JBS com aquisição da Swift Argentina. 2007 JBS torna-se a maior empresa do mundo no setor de carne2 Histórico de bovina e a maior empresa brasileira na indústria de alimentos. Ingressa no mercado de carne suína. sucesso em Pilgrim´s Pride Rockdale Beef aquisições 2008 Construção de uma plataforma de produção e Inalca Tatiara Meat comercialização de carne sustentável. Fusão Bertin (Swift Austrália) Swift Foods Co. JBS Couros3 Diversificação 2009 Diversificação nos segmentos de atuação através da aquisição da Pilgrim’s Pride e da fusão com Bertin. Maringá (Amambay) Berazategui (Rio Platense) 5 novas unidades 55,1 geográfica e Colonia Caroya nos segmentos 2010 JBS Swift Austrália torna-se a líder na produção de Tasman carne ovina no país. SB Holdings Smithfield de atuação JV Beef Jerky Rio Branco Beef Cacoal 1 Venado Five Rivers4 Marcas Cacoal 2 Porto Velho Tuerto Pontevedra 34,3 reconhecidas Barretos (Anglo) Vilhena (CEPA) 30,3 (Frigovira) Pres. Epitácio e Pedra Preta Campo grande (Frigo Marca) (Bordon) Cáceres (Frigosol) Barra do Rosário Garças San Jose 14,1 Andradina Araputanga Iturama (Sadia) (Sadia) (Frigoara) (Frigosol) (Swift Argentina) 4,3 0,3 0,4 0,4 0,5 0,5 0,4 0,7 1,2 1,5 1996 1997 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Receita Líquida (R$ bilhões) Fonte: JBS PÁG. 5
  6. 6. Presença em mais de 100 países, nos 6 continentes1 Liderança de Distribuição Geográfica Estratégica Mercado2 Histórico de sucesso em aquisições3 Diversificação geográfica e nos segmentos de atuação4 Marcas reconhecidas 3 Suínos 39 Aves 7 Laticínio 58 Centros de Distribuição 144 Abatedouros e Indústria 60 Carnes 23 Couro 1 Biodiesel 7 Escritórios Comerciais u Unidades Presença Bovinos Frango Suínos Pele/Couro Lácteos Ovinos geográfica e 84.800 cabeças/dia 7,9 mm aves/dia 50.000 cabeças/dia 82.300 peles/dia 5.400 tons/dia 24.000 cabeças/dia capacidade de produção Fonte: JBS PÁG. 6
  7. 7. Marcas “símbolo de qualidade” nos mercados em que atua1 Liderança de Mercado2 Histórico de sucesso em aquisições Brasil3 Diversificação geográfica e Argentina nos segmentos de atuação4 Marcas reconhecidas EUA Austrália PÁG. 7
  8. 8. Perspectivas do mercado de proteína animal
  9. 9. Crescimento do Consumo Global de Proteína AnimalFortes Fundamentos Globais do Setor(MT em mm)300250200150100 50 0 1960 1965 1970 1975 1980 1985 1990 1995 2000 2005 2010 2015 2019 Histórico PrevisãoFonte: Dados históricos do USDA FAS. Projetado e Previsto pelas estimativas do OECD. PÁG. 9
  10. 10. Comércio Global de Proteína Animal Continua CrescendoJBS tem presença em mercados que representam 64% do comércio global (MT em ‘000s)25.000 23.513 22.707 22.959 21.714 20.688 19.750 19.83920.000 17.954 17.219 16.359 15.07415.000 13.989 14.282 15.112 14.993 14.558 14.587 13.874 12.661 12.82810.000 11.022 10.330 9.543 JBS 8.777 Presença 7.824 em 64% 7.218 do mercado 5.000 0 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Proj 2011Prev Histórico PrevisãoFonte: USDA FAS. PÁG. 10
  11. 11. Brasil, Austrália e EUA continuam a liderar as exportações globais de carne bovinaO Brasil, a Austrália e os EUA representam, respectivamente, 27%, 18% e 11% do comércio global de carne bovina. Exportações de Carne Bovina do Brasil (tons) 1.400.000 5.500 5.000 1.200.000 +35,5% 4.500 1.000.000 4.000 3.500 800.000 3.000 600.000 2.500 -10,5% 2.000 400.000 1.500 1.000 200.000 500 0 0 2005 2006 2007 2008 2009 2010 1T10 1T11 Exportações de Carne Bovina da Austrália (tons) Exportações de Carne Bovina e Vitela dos EUA (tons) 1.400.000 5.500 1.400.000 5.500 5.000 5.000 1.200.000 1.200.000 +17,8% +11,1% 4.500 4.500 1.000.000 4.000 1.000.000 4.000 3.500 3.500 800.000 800.000 3.000 3.000 600.000 2.500 600.000 2.500 2.000 2.000 400.000 1.500 400.000 1.500 +12,2% 1.000 1.000 200.000 200.000 +25,6% 500 500 0 0 0 0 Exportação de Carne Bovina Preço Médio (US$/Ton)Fonte: USDA, MLA e Secex PÁG. 11
  12. 12. Exportação de Carne de Frango Brasil vs EUAO Brasil e os EUA representam, respectivamente, 39% e 34% do comércio global de carne de frango.Exportações de Carne de Frango do Brasil (tons) Exportações de Carne de Frango dos EUA (tons)4.500.000 1.800 4.500.000 1.800 +18,2%4.000.000 1.600 4.000.000 1.6003.500.000 1.400 3.500.000 1.4003.000.000 1.200 3.000.000 1.200 +1,7%2.500.000 1.000 2.500.000 1.000 2.000.000 8002.000.000 800 1.500.000 6001.500.000 600 +10,2% 1.000.000 4001.000.000 400 +6,1% 500.000 200 500.000 200 0 0 0 0 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Jan-Fev Jan-Fev 2005 2006 2007 2008 2009 2010 1T10 1T11 10 11 Exportação de Carne de Frango Preço Médio (US$/Ton)Fonte: USDA e Secex PÁG. 12
  13. 13. Exportação de Carne de Porco Brasil vs EUAOs EUA e o Brasil representam, respectivamente, 32% e 11% do comércio global de carne de porco.Exportações de Carne de Porco do Brasil (tons) Exportações de Carne de Porco dos EUA (tons) 3.000 3.0001.400.000 1.400.000 +12,7% +8,0% 2.500 2.5001.200.000 1.200.0001.000.000 2.000 1.000.000 2.000 800.000 800.000 1.500 1.500 600.000 600.000 1.000 1.000 400.000 400.000 +13,4% 500 -7,1% 500 200.000 200.000 0 0 0 0 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Jan-Fev Jan-Fev 2005 2006 2007 2008 2009 2010 1T10 1T11 10 11 Exportação de Carne de Frango Preço Médio (US$/Ton)Fonte: USDA e Secex PÁG. 13
  14. 14. Destaques do 1T11O lucro líquido atingiu R$ 147,0 milhões no período
  15. 15. Destaques do 1º trimestre de 2011 A receita líquida no 1T11 foi de R$14.672,7 milhões, 20,2% superior ao 1T10. O lucro líquido foi de R$147,0 milhões, um aumento de 47,9% sobre o 1T10. O EBITDA foi de R$ 835,9 milhões, com uma margem EBITDA de 5,7%.Os principais destaques operacionais foram: As exportações aumentaram mais de A unidade de carne bovina da JBS USA 17% no 1T11, alcançando US$ 2,45 obteve EBITDA de US$269,7 milhões, bilhões no período. 58,2% superior ao 1T10, com margem EBITDA de 7,4%. A unidade de carne suína da JBS USA apresentou um EBITDA de A unidade de carne bovina do Mercosul US$105,3 milhões, 201,7% superior obteve EBITDA de US$308,3 milhões, com ao 1T10, com margem EBITDA de margem EBITDA de 8,6%. 12,6% no 1T11. PÁG. 15
  16. 16. Resultado Consolidado – 1T11 EBITDAReceita Líquida (R$ milhões) EBITDA e margem EBITDA (R$ milhões) 1800,0 8,0 7,1 7,1 7,3 14.672,7 1600,0 6,0 5,7 14.116,3 14.069,6 14.319,6 12.207,3 +1,8% +2,5% 1400,0 -0,3% +15,6% 1200,0 1.026 1.000 1000,0 862 866 836 +2,6% 800,0 +16,0% -15,7% -3,4% 600,0 400,0 200,0 0,0 -12,0 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 Margem EBITDA (%)Fonte: JBS PÁG. 16
  17. 17. Unidade de Carne Bovina do Mercosul25% da receita líquida da JBSS.A.R$ milhões 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆%Cabeças abatidas (milhares) 1.747,1 1.585,0 10,2% 1.722,4 1,4%Receita líquida 3.604,2 3.362,8 7,2% 2.822,7 27,7%EBITDA 308,3 238,8 29,1% 362,7 -15,0%Margem EBITDA % 8,6% 7,1% 12,8%Receita Líquida (R$ bilhões) EBITDA (R$ mi) margem EBITDA 12,8% 600 10,4% 3,5 3,5 3,6 9,5% 12,0% 3,4 8,6% 7,1% 10,0% 500 2,8 8,0% 400 362,7 363,7 6,0% 334,5 4,0% 308,6 300 2,0% 238,8 0,0% 200 -2,0% -4,0% 100 -6,0% -8,0% 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 0 -10,0% 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 Margem EBITDA (%)Fonte: JBS PÁG. 17
  18. 18. Unidade de Carne Bovina da JBS USA (incluindo Austrália)43% da receita líquida da JBSS.A. US$ milhões 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Cabeças abatidas (milhares) 2.003,1 2.047,3 -2,2% 1.880,0 6,5% Receita líquida 3.793,3 3.588,7 5,7% 2.827,7 34,1% EBITDA 269,7 194,8 38,5% 170,5 58,2% Margem EBITDA % 7,1% 5,4% 6,0% Receita Líquida (US$ bilhões) EBITDA (US$ mi) margem EBITDA 3,8 500 12,0% 3,6 3,3 3,4 7,1% 10,0% 6,0% 8,0% 2,8 400 5,9% 5,4% 3,1% 6,0% 269,7 4,0% 300 2,0% 170,5 194,9 194,8 0,0% 200 -2,0% 103,5 -4,0% 100 -6,0% -8,0% 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 0 -10,0% 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 Margem EBITDA (%)Fonte: JBS PÁG. 18
  19. 19. Unidade de Carne Suína 10% da receita líquida da JBSS.A. US$ milhões 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Animais abatidos (milhares) 3.303,6 3.587,2 -7,9% 3.115,6 6,0% Receita líquida 836,6 799,4 4,7% 645,9 29,5% EBITDA 105,3 102,4 2,8% 34,9 201,7% Margem EBITDA % 12,6% 12,8% 5,4% Receita Líquida (US$ milhões) EBITDA (US$ mi) margem EBITDA11001000 12,8% 12,6% 900 799 837 11,8% 739 772 800 700 646 6,6% 10,0% 102,4 105,3 600 5,4% 90,8 100 500 5,0% 400 300 48,7 0,0% 200 100 34,9 0 -5,0% 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 0 -10,0% 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 Margem EBITDA (%) Fonte: JBS PÁG. 19
  20. 20. Unidade de Carne de Frango22% da receita líquida da JBSS.A. US$ milhões 1T11 4T10 ∆% 1T10 ∆% Receita líquida 1.892,5 1.811,3 4,5% 1.642,9 15,2% EBITDA (55,2) 124,8 - 59,5 - Margem EBITDA % -2,9% 6,9% 3,6%Receita Líquida (US$ bilhões) EBITDA (US$ mi) margem EBITDA 500 20,0% 18,0% 16,0% 1,9 9,9% 14,0% 1,8 400 7,5% 12,0% 1,7 1,7 6,9% 10,0% 1,6 3,6% 8,0% 6,0% 300 4,0% -2,9% 2,0% 0,0% -2,0% 200 170 -4,0% -6,0% 127,6 124,8 -8,0% -10,0% 100 -12,0% 59,5 -14,0% -16,0% -55,2 -18,0% -20,0% 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 0 -22,0% -24,0% 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 -26,0% -28,0% -100 -30,0% Margem EBITDA (%)Fonte: JBS PÁG. 20
  21. 21. Distribuição da Receita Líquida e do EBITDA por Unidade de Negócio Receita Líquida por Unidade de Negócio 21,9% 25,2% 1T11 9,7% 43,1% EBITDA por Unidade de Negócio -11,6% 36,8% 21,0% 1T11 53,9%Fonte: JBS PÁG. 21
  22. 22. Crescimento Orgânico 2009 / 2010 Todas as unidades de negócios apresentaram um crescimento orgânico acima de dois dígitos, em moeda local, no período analisado. JBS Carne Bovina – Receita Líquida (US$ milhões) JBS Carne de Frango – Receita Líquida (US$ milhões) 1.900 3.700 1.850 3.500 1.800 3.300 1.750 3.100 2.900 1.700 2.700 1.650 2.500 1.600 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 JBS Carne Suína – Receita Líquida (US$ milhões) JBS Mercosul – Receita Líquida (R$ milhões) 850 3.600 800 3.500 750 3.400 700 3.300 3.200 650 3.100 600 3.000 550 2.900 500 2.800 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11Fonte: USDA PÁG. 22
  23. 23. Distribuição das Exportações Consolidadas Outros 14,0% África e Oriente Médio 15,9% 1T11Filipinas 1,3% México 14,4%Taiwan 2,5%China 4,0% US$ 2.450,3 milhõesCanadá 4,4% Japão 13,1%U.E. 5,2%Hong Kong 6,8% Rússia 8,4% Coréia do Sul 10,1% Outros 13,4% México 15,0% 4T10 Vietnã 1,5% África e Oriente Médio 14,9% Taiwan 2,3% US$ 2.087,9 milhões China 3,5% Canadá 4,0% Rússia 12,5% Coréia do Sul 4,7% Hong Kong 6,8% U.E. 9,2% Japão 12,2% Fonte: JBS PÁG. 23
  24. 24. Perfil da DívidaA relação Dívida líquida sobre EBITDA foi 3,1x no trimestre, ligeiramente superior ao 4T10.O ligeiro aumento do endividamento é referente a uma maior necessidade de capital de giro.Vale ressaltar que a posição de caixa da Companhia é equivalente a 80% da dívida de curto prazo, e mais de 70% da dívida está no longoprazo.Alavancagem Perfil CP / LP 1T11 30% 70% 1500 3,1 3.1x 1300 3 2,9 3 3 4T10 33% 67% 1100 900 2 3T10 33% 67% 700 500 2T10 36% 64% 300 1 100 1T10 40% 60% -100 1T10 2T10 3T10 4T10 1T11 0 . Alavancagem EBITDA Curto prazo Longo prazoFonte: JBS PÁG. 24
  25. 25. Missão“ Sermos os melhores naquilo que nos propusermosa fazer, com foco absoluto em nossas atividades, garantindo os melhores produtos e serviços aos clientes, solidez aos fornecedores, rentabilidade satisfatória aos acionistas e a certeza de um futuro melhor ” a todos os colaboradores.

×