Prevalência da Pré-obesidade e Obesidade em Crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico no Município de Oeiras, 2009 1  Universi...
OBESIDADE - A REALIDADE MUNDIAL… -   Segundo a  International Obesity Task Force  (IOTF)  1 em cada 10  crianças apresenta...
The Challenge of obesity in the WHO European Region and the strategies for response. WHO. 2007
OBESIDADE – EM PORTUGAL… <ul><li>2-5 anos:  27,4%  ♂  e  30,8%  ♀  apresentam excesso de peso, sendo  12,5%  obesas (SPEO,...
MUNSI E CONCELHO DE OEIRAS O Projecto MUNSI  desenvolve-se  no âmbito da estratégia para prevenção e redução de excesso de...
CONCELHO DE OEIRAS <ul><li>1329 alunos inscritos no 2º ano do 1º ciclo do ensino básico no ano lectivo 2008/09 </li></ul><...
MÉTODOS Estudo transversal observacional descritivo Objectivo geral     Avaliação do estado nutricional (peso e altura) e...
MÉTODOS Amostra  – 843 crianças matriculadas no 2º ano do 1º ciclo do ensino básico (6-10 anos) - 32 escolas participantes...
RESULTADOS Total de escolas participantes e não participantes Nº total de alunos matriculados 1329 Nº de alunos das escola...
RESULTADOS Idade (anos) ♀  média ± dp (n) Idade (anos) ♂ média ± dp (n) Variáveis Antropométricas Sexo ♀ média ± dp (n) Se...
ESTADO NUTRICIONAL
EN POR GÉNERO
PRÉ-OBESIDADE POR GÉNERO
OBESIDADE POR GÉNERO
EXCESSO DE PESO POR GRUPO ETÁRIO
PRÉ-OBESIDADE E OBESIDADE POR FREGUESIA
EXCESSO DE PESO POR FREGUESIA
PRÉ-OBESIDADE POR GÉNERO E ESCOLA
PRÉ-OBESIDADE POR GÉNERO E ESCOLA
OBESIDADE POR GÉNERO E ESCOLA
OBESIDADE POR GÉNERO E ESCOLA
EXCESSO DE PESO POR ESCOLA
EXCESSO DE PESO POR ESCOLA
EXCESSO DE PESO POR ESCOLA
CONCLUSÕES 843 crianças: Peso médio = 28,9 kg Altura média = 128,2 cm 31,4% excesso de peso, 17,2% pré-obesidade e 14,2% o...
CONCLUSÕES O Concelho de Oeiras segue a tendência nacional de aumento do problema da obesidade    NECESSIDADE PROGRAMAS  ...
1  Universidade Atlântica  2  Divisão de Acção Social, Saúde e Juventude da CM Oeiras 4  Instituto Nacional de Saúde Dr. R...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

PrevalêNcia Da Pré Obesidade E Obesidade Em CriançAs Do 1º Ciclo Do Ensino BáSico No MunicíPio De Oeiras, 2009

2,309 views

Published on

Prevalência da Pré-obesidade e Obesidade em Crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico no Município de Oeiras, 2009

Published in: Education, Health & Medicine
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,309
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
226
Actions
Shares
0
Downloads
21
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • A prevalência da obesidade infantil tem crescido a níveis alarmantes . Já considerado como uma pandemia , tornou-se hoje um dos maiores desafios mundiais de saúde pública . Segundo a IOTF…
  • De acordo com Cattaneo et al., (2009), Portugal é um dos países com maior prevalência de obesidade infantil a nível Europeu.
  • Este estudo baseia-se no modelo da epidemiologia descritiva do tipo transversal. Teve como núcleo principal da investigação a avaliação do estado nutricional (EN), através das medidas antropométricas das crianças matriculadas no 2º Ano do 1º Ciclo do Ensino Básico das Escolas Públicas do Concelho de Oeiras, no ano lectivo 2008/2009.
  • Do universo de 1329 crianças inscritas nas 37 Escolas Públicas do 2º Ano do 1º Ciclo do Ensino Básico do Concelho de Oeiras, no ano lectivo de 2008/2009, participaram 843 crianças de 32 Escolas envolvendo todas as Freguesias do Concelho. Os critérios utilizados para a classificação do EN consideraram o índice de massa corporal (IMC = peso (kg) / altura (m) 2 ) em relação aos critérios de classificação do Center for Disease Control and Prevention (CDC 2000). Considerou-se pré-obesidade quando P85≤ IMC &lt;P95 e obesidade quando IMC ≥P95.
  • Pela análise estatística realizada neste estudo e de acordo com a classificação do EN em relação aos critérios de classificação internacional do CDC, verifica-se, a nível concelhio, que 66,3% (n=559) das crianças apresentam normoponderalidade (IMC entre P5 e P84), 17,2% (n=145) apresentam pré-obesidade (P85≤ IMC &lt;P95) e 14,2% (n=120) são obesas (IMC ≥P95). Da população estudada, 2,3% (n=19) apresentam baixo peso (IMC &lt;P5)
  • Ao avaliar o EN das crianças, separadas por género, foi observado que a normoponderalidade nos rapazes é 69,3% (n=271) e nas raparigas é 63,7% (n=288). Em relação ao baixo peso, 2,6% (n=10) dos rapazes e 2,0% (n=9) das raparigas apresentam baixo peso. A prevalência de pré-obesidade nas raparigas é 19,2% (n=87) e 14,8% (n=58) nos rapazes. No que respeita a prevalência de obesidade, 15,0% (n=68) das raparigas são obesas e 13,3% (n=52) dos rapazes são obesos.
  • De acordo com o grupo etário e género a prevalência de pré-obesidade é 8,7 % no grupo dos rapazes de 7-8 anos e 12,6% no grupo das raparigas. No que se refere ao grupo de 8-9 anos a prevalência de pré-obesidade é 6,1% nos rapazes e 6.6% nas raparigas
  • De acordo com o grupo etário e sexo a prevalência de obesidade é 9,1% no grupo das raparigas de 7-8 anos e 6,9% no grupo dos rapazes. No que se refere ao grupo de 8-9 anos a prevalência de obesidade é 6,0% nas raparigas e 6,4% nos rapazes
  • A prevalência de pré-obesidade e obesidade no grupo etário de 7-8 em ambos os sexos é 10,8% de pré-obesidade e 8,1% obesidade, no que se refere ao grupo etário de 8-9 em ambos os sexos é de 6,4% de pré-obesidade e 6,2% obesidade.
  • No gráfico seguinte são apresentadas as prevalências de pré-obesidade e obesidade, distribuída pelas 10 Freguesias do Concelho de Oeiras. É de salientar que a prevalência da pré-obesidade é superior na Freguesia de Oeiras e S. Julião da Barra (20,6%), seguida de Algés (20,3%), Paço de Arcos (19,2%), Carnaxide (18,8%), Porto Salvo (16,0%), Linda-a-Velha (15,7%) Caxias (15,6%), e Queijas (14,9%), Barcarena (13,8%), e Cruz Quebrada-Dafundo sem casos de pré-obesidade . A prevalência de obesidade é superior na Freguesia de Cruz Quebrada-Dafundo (31,8%), seguida de Linda-a-Velha (18,6%), Barcarena (18,5%), Porto Salvo e Carnaxide (15,3%), Paço de Arcos (13,7%), Algés (13,6%), Queijas (12,2%) Oeiras e S. Julião da Barra (10,6%) e Caxias (7,8%). (gráfico 6).
  • A distribuição de excesso de peso pelas 10 Freguesias do Concelho de Oeiras, mostrou que a nível concelhio a prevalência de excesso de peso é superior na Freguesia de Linda-a-Velha 35,3% e com menor prevalência na Freguesia de Caxias com 23,4%.
  • Este estudo mostra que o Concelho de Oeiras segue a tendência nacional de aumento do problema da obesidade. Torna evidente a necessidade de dar continuidade à investigação para desenvolver programas de prevenção e tratamento da obesidade infantil . Os resultados deste estudo devem servir de suporte para a intervenção de programas de promoção da saúde e acções para prevenir e reduzir a prevalência de pré-obesidade e obesidade em crianças do Concelho de Oeiras .
  • PrevalêNcia Da Pré Obesidade E Obesidade Em CriançAs Do 1º Ciclo Do Ensino BáSico No MunicíPio De Oeiras, 2009

    1. 1. Prevalência da Pré-obesidade e Obesidade em Crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico no Município de Oeiras, 2009 1 Universidade Atlântica 2 Divisão de Acção Social, Saúde e Juventude da CM Oeiras 4 Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge Lopes C 1,2 , Rito A 1,4 , Breda J 1, , Camilo M 2
    2. 2. OBESIDADE - A REALIDADE MUNDIAL… - Segundo a International Obesity Task Force (IOTF) 1 em cada 10 crianças apresenta actualmente excesso de peso - No mundo cerca de 155 milhões de crianças em idade escolar tem excesso de peso - 30 a 45 milhões são obesas, representando 2 a 3% das crianças de todo mundo de 5-17 anos Associada ao aparecimento de várias doenças crónicas, tais como: depressão, diabetes mellitus tipo 2, HTA, dislipidémias, osteoartrite (OMS, 2008).
    3. 3. The Challenge of obesity in the WHO European Region and the strategies for response. WHO. 2007
    4. 4. OBESIDADE – EM PORTUGAL… <ul><li>2-5 anos: 27,4% ♂ e 30,8% ♀ apresentam excesso de peso, sendo 12,5% obesas (SPEO, 2009) </li></ul><ul><li>7-9 anos: 32,9% ♂ e 31,0% ♀ apresentam excesso de peso, sendo 13,9% obesas (Rito & Breda, 2009) </li></ul><ul><li>11-15 anos: 28,6% ♂ e 27,8% ♀ apresentam excesso de peso e 11,3% são obesas (SPEO, 2009) </li></ul><ul><li>- Os dados indicativos mostram que Portugal segue as tendências da UE que prevê em 2010 um crescimento de aproximadamente 1,3 milhões crianças obesas e de pré-obesas (Jackson-Leach & Lobstein, 2006). </li></ul>
    5. 5. MUNSI E CONCELHO DE OEIRAS O Projecto MUNSI desenvolve-se no âmbito da estratégia para prevenção e redução de excesso de peso infantil ao nível municipal, designadamente em ambiente escolar. <ul><li>Direcção-Geral da Saúde (Plataforma Contra a Obesidade) </li></ul><ul><li>Universidade Atlântica </li></ul><ul><li>Municípios de Fundão, Montijo, OEIRAS , Seixal e Viana do Castelo </li></ul>
    6. 6. CONCELHO DE OEIRAS <ul><li>1329 alunos inscritos no 2º ano do 1º ciclo do ensino básico no ano lectivo 2008/09 </li></ul><ul><li>1167 alunos inscritos nas escolas públicas participantes (87,8%) </li></ul>
    7. 7. MÉTODOS Estudo transversal observacional descritivo Objectivo geral  Avaliação do estado nutricional (peso e altura) em crianças matriculadas no 2º Ano do 1º Ciclo do Ensino Básico das 37 Escolas Públicas do Concelho de Oeiras, no ano lectivo 2008/2009 - Todas as escolas foram individualmente informadas através do envio de um ofício formal pela CMO e pela DGE aos agrupamentos escolares - Consentimento informado aos encarregados de educação
    8. 8. MÉTODOS Amostra – 843 crianças matriculadas no 2º ano do 1º ciclo do ensino básico (6-10 anos) - 32 escolas participantes (5 drop out) Instrumentos: - Peso (balança modelo digital SECA® 840) - Estatura (estadiómetro portátil modelo SECA® 214) - Questionário criança IMC e Cut points do CDC para pré-obesidade e obesidade
    9. 9. RESULTADOS Total de escolas participantes e não participantes Nº total de alunos matriculados 1329 Nº de alunos das escolas participantes 1167 Nº de alunos das escolas não participantes 162 Nº de alunos avaliados 843 % de participação dos alunos das escolas aderentes 72,2% Perdas (alunos das escolas participantes) 27.8%
    10. 10. RESULTADOS Idade (anos) ♀ média ± dp (n) Idade (anos) ♂ média ± dp (n) Variáveis Antropométricas Sexo ♀ média ± dp (n) Sexo ♂ média ± dp (n) Sexo ♀ e ♂ média ± dp (n) 6 -10 7,4 ± 0,6 (452) 6-10 7,4 ± 0,6 (391) Peso (kg) 29,08 ± 6,73 (452) 28,70 ± 6,10 (391) 28,90 ± 6,44 (843) Altura (cm) 127,84 ± 6,14 128,62 ± 5,56 128,20 ± 5,89
    11. 11. ESTADO NUTRICIONAL
    12. 12. EN POR GÉNERO
    13. 13. PRÉ-OBESIDADE POR GÉNERO
    14. 14. OBESIDADE POR GÉNERO
    15. 15. EXCESSO DE PESO POR GRUPO ETÁRIO
    16. 16. PRÉ-OBESIDADE E OBESIDADE POR FREGUESIA
    17. 17. EXCESSO DE PESO POR FREGUESIA
    18. 18. PRÉ-OBESIDADE POR GÉNERO E ESCOLA
    19. 19. PRÉ-OBESIDADE POR GÉNERO E ESCOLA
    20. 20. OBESIDADE POR GÉNERO E ESCOLA
    21. 21. OBESIDADE POR GÉNERO E ESCOLA
    22. 22. EXCESSO DE PESO POR ESCOLA
    23. 23. EXCESSO DE PESO POR ESCOLA
    24. 24. EXCESSO DE PESO POR ESCOLA
    25. 25. CONCLUSÕES 843 crianças: Peso médio = 28,9 kg Altura média = 128,2 cm 31,4% excesso de peso, 17,2% pré-obesidade e 14,2% obesidade <ul><li>Maior prevalência no ♀ (34,2%) ♂ (28,1%) </li></ul><ul><li>Maior prevalência 7-8 anos comparativamente com 8-9 anos </li></ul>
    26. 26. CONCLUSÕES O Concelho de Oeiras segue a tendência nacional de aumento do problema da obesidade  NECESSIDADE PROGRAMAS PROMOÇÃO DA SAÚDE
    27. 27. 1 Universidade Atlântica 2 Divisão de Acção Social, Saúde e Juventude da CM Oeiras 4 Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge Lopes C 1,2 , Rito A 1,4 , Breda J 1, , Camilo M 2 OBRIGADA PELA VOSSA ATENÇÃO!

    ×