Economia - Introdução para Publicitários by Janaira Franca

906 views

Published on

Material de apoio para a disciplina de Economia & Empreendedorismo do Curso de Publicidade.

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
906
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
52
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Economia - Introdução para Publicitários by Janaira Franca

  1. 1. Profa. Janaíra França São Paulo (SP) 2014
  2. 2. Profa. Janaíra França São Paulo (SP) 2014 Um bate papo inicial sobre Economia
  3. 3. 3@JanairaFranca Economia surgiu inicialmente como “administração da casa”. Os gregos já falavam sobre economia desde a Grécia Antiga. Só no século XVIII é que surgiram os Economistas!
  4. 4. 4@JanairaFranca Economia pode ser definida como a ciência social que estuda como o indivíduo e a sociedade decidem utilizar os recursos produtivos escassos, na produção de bens e serviços, de modo a distribuí-los entre as várias pessoas e grupos da sociedade, com a finalidade de satisfazer às necessidades humanas.
  5. 5. 5@JanairaFranca Escassez Nunca há algo em quantidade suficiente para satisfazer os que querem! Thomas Sowell (Economista Americano)
  6. 6. 6@JanairaFranca
  7. 7. 7@JanairaFranca
  8. 8. 8@JanairaFranca Problemas Econômicos Problemas Políticos Problemas Sociais e Ambientais
  9. 9. 9@JanairaFranca
  10. 10. 10@JanairaFranca
  11. 11. 11@JanairaFranca Economista que escreveu a Teoria da Classe Ociosa, onde afirmava que os ricos não compram porque precisam, mas compram para ostentarem (1890). O magnata do petróleo, John Rockefeller era exemplo disso, o primeiro homem a ter 1 bilhão de dólares.
  12. 12. 12@JanairaFranca
  13. 13. 13@JanairaFranca Em uma sociedade que onde as pessoas têm carências infinitas e só dispõem de uma quantidade restrita de recursos, a escassez criaria a necessidade de opção. Ou seja, o valor de uma coisa é determinado pelo valor daquilo que se precisa abrir mão para obtê-la. Friedrich Wieser (1914)
  14. 14. 14@JanairaFranca
  15. 15. 15@JanairaFranca
  16. 16. 16@JanairaFranca
  17. 17. 17@JanairaFranca
  18. 18. 18@JanairaFranca
  19. 19. 19@JanairaFranca
  20. 20. 20@JanairaFranca Inovação Contínua Inovação Descontínua Inovação Dinâmica
  21. 21. 21@JanairaFranca
  22. 22. 22@JanairaFranca Necessidades Humanas Ilimitadas X Recursos Produtivos Escassos Escassez -> Escolha O que e quanto produzir? Como produzir? Para quem produzir?
  23. 23. 23@JanairaFranca • A sociedade de escolher se produz mais bens de consumo ou bens de capital O que e quanto? • Definir como devem produzir os bens. Pela mão de obra intensiva ou de outra forma. Como? • Selecionar os setores que serão beneficiados pela distribuição dos produtos. Para quem?
  24. 24. 24@JanairaFranca Bens de Capital • bens de produção são os equipamentos e instalações, são bens ou serviços necessários para a produção de outros bens ou serviços. • incluem fábricas, máquinas, ferramentas, equipamentos, e diversas construções que são utilizadas para produzir outros produtos para consumo. Bens de Consumo • são bens que tem o objetivo de satisfazer as necessidades de consumo de um indivíduo (consumer goods) • estão divididos em duráveis, semi-duráveis e não duráveis.
  25. 25. 25@JanairaFranca 2º. Setor Privado 3º. Setor... 1º. Setor Público Governos Empresas Públicas Empresas de Extração Mineral, Vegetal e Animal Indústria Produção de bens de consumo (commodities) e construção civil Comércio varejista Prestação de serviços Entidades sem fins lucrativos Fonte: Site Brasil Escola
  26. 26. 26@JanairaFranca Economia de Planificada (centralizada) O mercado sofre intervenção do governo. Os meios de produção pertencem ao Estado, são propriedades públicas. Os problemas: O que e quanto? Como? E para quem produzir? São resolvidos pelo governo.
  27. 27. 27@JanairaFranca Economia de Planificada (centralizada)
  28. 28. 28@JanairaFranca Economia de Mercado (descentralizada - Laissez-faire) O mercado livre de intervenção do governo, funciona sozinho e resolve as questões fundamentais da economia: O que e quanto? Como? E para quem produzir? Usando o mecanismo de preços: excesso de oferta e excesso de demanda.
  29. 29. 29@JanairaFranca Mão Invisível Movimentação social em que as pessoas agem em interesse próprio, ditando as próprias regras do mercado. Qualquer um compra e/ou vende.
  30. 30. 30@JanairaFranca
  31. 31. 31@JanairaFranca Economia de Mercado (descentralizada - Laissez-faire)
  32. 32. 32@JanairaFranca
  33. 33. 33@JanairaFranca
  34. 34. 34@JanairaFranca Micro Economia Macro Economia Estuda o comportamento das unidades econômicas básicas: consumidores e produtores e o mercado. Preocupa-se com a determinação de preços e quantidades em mercados específicos.
  35. 35. 35@JanairaFranca Micro Economia Macro Economia Estuda a determinação e o comportamento de grandes agregados: PIB, consumo nacional, exportação, nível geral de preços, inflação, desemprego e estrutura.
  36. 36. 36@JanairaFranca
  37. 37. 37@JanairaFranca
  38. 38. 38@JanairaFranca Também conhecida como Teoria de Preços, estuda o comportamento das famílias e das empresas nos quais operam.
  39. 39. 39@JanairaFranca Preço: formam-se com base em dois mercados Mercados de bens e serviços (preços) Mercado dos serviços dos fatores de produção (salários, juros, aluguéis e lucros)
  40. 40. 40@JanairaFranca São desejos/carências por produtos ou serviços específicos, quando apoiado pelo poder de compra.
  41. 41. 41@JanairaFranca Demandas Negativa Inexistente Latente Declinante Irregular Plena Excessiva Indesejada
  42. 42. 42@JanairaFranca Em economia, demanda ou procura, é a quantidade de um bem ou serviço que os consumidores desejam adquirir por um preço definido em um dado mercado, durante uma unidade de tempo.
  43. 43. 43@JanairaFranca Elasticidade preço da demanda é uma medida da resposta de consumidores a mudanças de preços (para baixo e para cima) de produtos (bens ou serviços). Se o preço é elevado e as compras do produto caem significativamente, chamamos de demanda elástica. Por outro lado, se o preço é elevado e as compras do produto não caem significativamente, chamamos de demanda inelástica.
  44. 44. 44@JanairaFranca
  45. 45. 45@JanairaFranca Determinante A demanda será mais: Elástica Inelástica 1) Muitos produtos substitutos disponíveis no mercado 2) O item é percebido pelo cliente como necessário 3) O item tem características únicas importantes para o cliente 4) O cliente pode comprar facilmente o item de concorrentes 5) O preço do item representa uma porcentagem substancial do $ 6) O produto tem custos de substituição baixos 7) O preço é usado pelo cliente como indicador de qualidade X X X X X X X
  46. 46. 46@JanairaFranca Dois fundamentos básicos da demanda: Teoria do Valor da Utilidade e o Teoria do Valor do Trabalho
  47. 47. 47@JanairaFranca
  48. 48. 48@JanairaFranca
  49. 49. 49@JanairaFranca
  50. 50. 50@JanairaFranca
  51. 51. 51@JanairaFranca O mercado é a razão de ser de qualquer empresa. Segundo Cobra (2009), mercado é: “É um aglomerado de pessoas (física ou jurídica) que possuem habilidade presente ou potencial e desejo para comprar um produto ou serviço, e isso equivale a noção de demanda”.
  52. 52. 52@JanairaFranca Mercado A empresa precisa focalizar seus esforços para atender melhor um segmento de mercado.
  53. 53. 53@JanairaFranca Mercado de Bens de Consumo Consumidor Pessoal Constituídos de famílias e indivíduos que adquirem produtos e serviços para consumo pessoal Mercado de Negócios Consumidor Organizacional Constituído de organizações que compram bens e serviços para serem usados na produção de outros bens ou na prestação de serviços. Mercado Empresarial Empresas Industriais e Empresas de Serviços Mercado Institucional Escolas, Hospitais, Casas de Repouso, Prisões e etc. Mercado Revendedor Empresas atacadistas e revendedores Mercado Governamental Governos municipais, Estaduais e federais. Fonte: FRANÇA, Janaíra. Apostila de Marketing. São Paulo: 2007.
  54. 54. 54@JanairaFranca As diferenças entre os mercados B2C e B2B...
  55. 55. 55@JanairaFranca Alguns especialistas em negócios falam em não distinção entre mercados B2B e B2C. E que estamos negociando entre pessoas: Human to Human (H2H) The Collaboration Economy de Eric Lowett
  56. 56. 56@JanairaFranca Segmento de Mercado Grupo de compradores com características, necessidades, comportamentos ou padrões de consumo em comum. SegmentoAlvo É aquele que a empresa selecionou para atender e focar suas estratégias.
  57. 57. 57@JanairaFranca Alguns segmentos de mercado são mais atraentes do que outros, a empresa que possui “visão estratégica” consegue identificar e analisar se possui a competência necessária para atuar em determinado segmento.
  58. 58. 58@JanairaFranca Alguns segmentos de mercado são mais atraentes do que outros, a empresa que possui “visão estratégica” consegue identificar e analisar se possui a competência necessária para atuar em determinado segmento. Mercado Consumidor Segmentação Demográfica Segmentação Sócio Econômica SegmentaçãoGeográfica Segmentação Psicográfica Segmentação Benefícios Segmentação Produto SegmentaçãoGrau Utilização
  59. 59. 59@JanairaFranca Mercado potencial – compradores interessados Mercado de não compradores Mercado atual – que já compra seu produto Cada mercado potencial tem seu próprio potencial de mercado! Confuso?
  60. 60. 60@JanairaFranca Como calcular o potencial total de mercado? 1 – Determinar o número possível de compradores num país, cidade, região ou bairro. 2 – Eliminar os grupos de pessoas que não compram o produto. A fórmula é: PTM = N (número de compradores do produto) x Q (quantidade média) x P (preço médio do produto).
  61. 61. 61@JanairaFranca Você é dono de uma papelaria no centro da cidade de São Paulo... Vamos supor que existam 100 milhões de possíveis compradores de cadernos e fichários no Brasil. O setor de papelaria do estado de São Paulo atende à 20% do mercado, portanto, são 20 milhões. Cada pessoa compra em média 2 cadernos por ano a um preço médio de R$ 8,00. Qual é o PTM para um ano? PTM = 20 x 2 x 8 = R$ 320 milhões
  62. 62. Número de empresas produtoras de bens/serviços Diferenciação do produto/serviço Barreiras de entrada neste mercado @JanairaFranca 62
  63. 63. @JanairaFranca 63
  64. 64. @JanairaFranca 64 É a disputa entre os fornecedores de um mesmo bem ou serviço com o objetivo de atrair a maior parcela do mercado
  65. 65. @JanairaFranca 65 É a capacidade das organizações em cumprir sua missão com mais êxito que as outras organizações competidoras
  66. 66. @JanairaFranca 66
  67. 67. @JanairaFranca 67
  68. 68. • Número infinito de empresas, produto homogêneo, sem barreiras de entrada. Concorrência Perfeita • Uma única empresa, um produto sem substituto próximo, com barreiras de entrada.Monopólio • Também conhecida como monopolística, inúmeras empresas, produto diferenciado, livre entrada de novos concorrentes. Concorrências Imperfeita • Pequeno número de empresas que dominam o mercado, os produtos podem ser homogênios ou diferenciados, com barreiras de entrada. Oligopólio @JanairaFranca 68
  69. 69. EQUIPE DE PROFESSORES DA USP. Manual de Economia. São Paulo: Saraiva, 1998-2003. FRANCA, Janaíra. Apostila Estratégias do Mix de Marketing. São Paulo, 2011. _____________. Workshop Marketing Empresarial. Athenah Consultoria, São Paulo, 2010. O LIVRO DA ECONOMIA. São Paulo: Ed. Globo, 2013. VASCONCELOS, Marco A.S. Economia Micro e Macro. São Paulo: Atlas. 2002- 2006. @JanairaFranca 69

×