HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 – IFBA
01. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a ...
D - Em 1980, com apoio dos EUA, uma guerra civil derrubou o governo militar e colocou no poder
um presidente civil.
______...
e) a revogação dos Atos Institucionais, apesar da derrota da emenda das Diretas.
_________________________________________...
III
"Ninguém
Ninguém vai me segurar
Ninguém há de me fechar
As portas do coração
(...)
Ninguém
Ninguém vai me acorrentar
E...
c) arrocho salarial desestimulando o crescimento dos setores mais dinâmicos da economia
d) esgotamento do milagre econômic...
__________________________________________________________________________________________________________________________...
a) O trauma da população mencionado no texto se deve à excessiva brutalidade usada pelos
organismos militares no combate a...
c) quebrar o monopólio que o MDB exercia na oposição fragmentando-o em inúmeros partidos e
evitando a sua ascensão ao pode...
e) alcançou repercussão muito limitada, pois os meios de comunicação não tinham a eficácia que
têm hoje.
_________________...
a) arrocho salarial; situação internacional vantajosa, preços dos produtos brasileiros mais altos e dos
estrangeiros mais ...
d) Foi resultado apenas da vontade civil-militar da ditadura, que fez dela um marco do momento de
abertura lenta e gradual...
B - Em 1979, o presidente Figueiredo estabeleceu o fim da ditadura e convocou eleições diretas
para presidente.
C - Em 197...
10. (Faap) O Ato Institucional nº 5, editado durante o governo do General Costa e Silva,
permitiu a esse presidente da Rep...
I
"Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Ainda pago pra ver
O jardim florescer
Qual você não queria
Você vai amargar
V...
16.. Sobre o chamado Milagre Brasileiro (1967-1973), uma característica salientada pelo compositor no
trecho V é a ausênci...
a) O que a família estava
esperando? Por que se
decepcionou?
b) O que
ironiza?

a

caricatura

5 Charge de Ziraldo, 1984.
...
automóvel a outro ponto da cidade. O jornaleiro notou a maleta deixada no chão e pediu a um
guarda-civil que a levasse par...
__________________________________________________________________________________________________________________________...
30. (Ufba 93) Da análise da tabela a seguir e dos conhecimentos sobre a economia brasileira no
período 1960-1976, pode-se ...
34. (Mackenzie 97) Com a renúncia de Jânio Quadros, setores militares resolveram impedir a
posse do Vice-Presidente João G...
Analisando a canção, sucesso de Geraldo Vandré em 1968, o momento e as circunstâncias em
que foi escrita, assinale a(s) pr...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

História – brasil ditadura militar 01 – 2013 – ifba

1,411 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,411
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
26
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

História – brasil ditadura militar 01 – 2013 – ifba

  1. 1. HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 – IFBA 01. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985? A - Através de eleições democráticas que levaram ao poder os militares. B - Através de um acordo ocorrido entre o presidente João Goulart e comandantes das forças armadas brasileiras. C - Através de uma sangrenta guerra civil em que os militares tomaram o poder a força, após a morte de milhares de brasileiros. D - Através de um golpe militar, ocorrido em 31 de março de 1964, que tirou o presidente João Goulart do poder. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 02. Qual das alternativas abaixo aponta características do regime militar brasileiro? A - Bipartidarismo, falta de democracia, perseguição aos opositores políticos e repressão aos movimentos sociais. B - Democracia, eleições diretas para presidência da República, apoio aos movimentos sociais, distribuição de terras para os camponeses. C - Implantação do socialismo, existência de vários partidos políticos, tolerância com os opositores políticos. D - Liberdade de imprensa, valorização do sistema democrático, apoio aos sindicatos e movimentos de trabalhadores sem terras. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 03. O Ato Institucional Número 5 (AI-5 ) foi o mais duro do governo militar. Qual das alternativas abaixo aponta as características deste ato? A - Fechou totalmente a economia brasileira para o mercado externo, nomeou juízes para cargos públicos e implantou várias medidas socialistas. B - Decretou a prisão de todos os artistas brasileiros, proibiu todo tipo de música no país e modificou a letra do Hino Nacional. C - Decretou o fechamento do Congresso Nacional por 10 anos, anulou o título de eleitor de todos os cidadãos brasileiros e anulou as aposentadorias de cantores, professores e políticos. D - Aposentou juízes, cassou mandatos, acabou com as garantias do habeas-corpus e aumentou a repressão militar e policial. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 04. No campo econômico, a economia brasileira cresceu muito durante os anos de 1969 e 1973. Esta fase ficou conhecida como época do Milagre Econômico. Qual das alternativas abaixo aponta características deste período? A - Investimentos nos setores culturais e educacionais, baixo índice de endividamento externo, distribuição de renda de forma justa. B - Forte crescimento do PIB, investimentos em infraestrutura e elevados empréstimos vindos do exterior com aumento da dívida externa. C - Elevados investimentos externos (principalmente da URSS), inflação muito baixa e controlada e aumento do consumo das camadas mais pobres da sociedade. D - Criação de programas de distribuição de renda, incentivo à reforma agrária, aumento significativo das exportações de máquinas e produtos tecnológicos. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 05. Qual das alternativas abaixo aponta uma importante decisão que abriu caminho para a redemocratização no país e fim da ditadura militar? A - Em 1984, a Campanha das Diretas Já conquistou seu objetivo e as eleições diretas para presidente voltou ao país em 1985. B - Em 1979, o presidente Figueiredo estabeleceu o fim da ditadura e convocou eleições diretas para presidente. C - Em 1978, o presidente Geisel acabou com o AI-5, restaurou o habeas-corpus e abriu caminho para a volta da democracia no Brasil. HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 1
  2. 2. D - Em 1980, com apoio dos EUA, uma guerra civil derrubou o governo militar e colocou no poder um presidente civil. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 06. O processo de redemocratização brasileiro, no final da década de 1970, combinou pressões da sociedade civil e a estratégia de distensão/abertura do próprio regime militar, como pode ser observado na(no): a) vitória do movimento popular das "Diretas Já", permitindo eleições gerais diretas em 1982. b) concessão de anistia "ampla, geral e irrestrita", por lei de iniciativa do governo, mas que excluía as principais lideranças ligadas ao governo derrubado em 1964. c) total autonomia do movimento sindical, forçada pelas greves do ABCD paulista. d) revogação dos Atos Institucionais, por iniciativa do governo, após negociação com setores representativos da sociedade civil. e) "pacote de abril" de 1977, que transformou o Congresso Nacional em Assembléia Constituinte. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 7:Sobre o fim do período militar no Brasil (1964-1985), pode-se afirmar que ocorreu de forma: a) conflituosa, resultando em um rompimento entre as forças armadas e os partidos políticos. b) abrupta e inesperada, como na Argentina do General Galtieri. c) negociada, como no Chile, entre o ditador e os partidos na ilegalidade. d) lenta e gradual, como desejavam setores das forças armadas. e) sigilosa, entre o presidente Geisel e Tancredo Neves, à revelia do exército e dos partidos. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 8:Os governos dos presidentes Geisel e Figueiredo foram marcados pela chamada "distensão política, gradual e segura". Sobre ela pode-se afirmar: a) ocorreu graças à delegação paternalista do poder militar, então hegemônico. b) desenvolveu-se pela pressão direta do governo norte-americano. c) ocorreu pela pressão dos setores políticos e econômicos dominantes no Brasil, em busca de novas relações de hegemonia. d) surgiu e desenvolveu-se pela iminente possibilidade do acesso ao poder dos partidos de extrema esquerda. e) foi estimulada pela pressão dos grandes proprietários interessados em impedir a reforma agrária. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 9. (Cesgranrio) O conjunto de fatos relacionados abaixo dizem respeito ao processo de abertura democrática iniciado pelo presidente Geisel, com EXCEÇÃO de um. Assinale-o. a) A demissão do Ministro da Guerra Sílvio Frota e o movimento de anistia; b) A liberdade para criação de novos partidos políticos, como UDN e PTB, e o pluralismo sindical; c) A eleição de Tancredo Neves e o fim da Lei de Segurança Nacional; d) A promulgação da Constituição de 1988 e a eliminação da censura; e) A Campanha das Diretas-Já e a criação de novos partidos políticos como, entre outros, o PFL, o PMDB e o PDT. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 10. (Faap) O Ato Institucional nº 5, editado durante o governo do General Costa e Silva, permitiu a esse presidente da República, entre outras medidas: a) convocar uma Assembléia Nacional Constituinte b) criar novos ministérios e empresas estatais c) decretar o recesso parlamentar e promover cassações de mandatos e de direitos políticos d) contratar maiores empréstimos no exterior e) promover uma reformulação do sistema partidário 11. (Fgv) O Movimento "Diretas Já", que promoveu em 1984 uma intensa mobilização popular a favor da eleição direta para Presidente da República, teve como resultado imediato: a) a eleição de um governo popular e democrático chefiado por José Sarney; b) a eleição do candidato da oposição, Tancredo Neves, pela via indireta; c) a primeira eleição direta do Presidente da República, a primeira em quase trinta anos, com a vitória de Fernando Collor de Mello; d) a anti-candidatura de Ulysses Guimarães e a convocação da Assembléia Nacional constituinte; HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 2
  3. 3. e) a revogação dos Atos Institucionais, apesar da derrota da emenda das Diretas. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 12. (Mackenzie) Foram características do breve governo Jânio Quadros em 1961: a) a política externa totalmente alinhada aos interesses norte-americanos. b) a ausência de medidas antinflacionárias, gerando a forte pressão do FMI. c) o estilo personalista e polêmico do presidente, além da oposição conservadora à política externa independente de seu governo. d) a intensa colaboração entre presidente e Congresso nas questões administrativas. e) a total dependência política do presidente em relação ao seu partido, a UDN. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 13. (Mackenzie) O pretexto para a implantação do Ato lnstitucional Nº 5, a 13 de dezembro de 1968, pelo governo Costa e Silva, foi: a) a passeata dos Cem Mil, no Rio de Janeiro, exigindo o retorno à democracia. b) a luta armada liderada pelo PCB, contra o regime militar. c) ás greves de Osasco e Contagem. d) a decisão do Congresso de não suspender as imunidades do deputado Márcio Moreira Alves, acusado de ofender as Forças Armadas. e) a morte do estudante Edson Luis, em protesto contra o governo. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 14. (Mackenzie) O ano de 1968 foi crucial. O movimento estudantil se espalhou por todo o país, sofrendo violenta repressão do governo. Diante das pressões da sociedade, o governo militar reagiu, decretando: a) a deposição do Presidente João Goulart, cujo modelo populista de governo dava sinais de esgotamento. b) o Ato Institucional nº 5, que conferia ao Presidente Costa e Silva poderes totais para reprimir as oposições. c) a Abertura Democrática, lenta e gradual, que reconduzia o país à democratização. d) a Anistia, que embora não fosse irrestrita, permitiu o retorno de muitos exilados políticos. e) a solução parlamentarista, que possibilitou controlar a grave crise institucional em que vivia o país. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 4 QUESTÕES. (Uerj 2001) Utilizando os trechos das composições de Chico Buarque e outros parceiros, que dizem muito sobre o período da ditadura militar no Brasil, responda à(s) questão(ões). I "Apesar de você Amanhã há de ser Outro dia Ainda pago pra ver O jardim florescer Qual você não queria Você vai amargar Vendo o dia raiar Sem lhe pedir licença E eu vou morrer de rir Antes do que você pensa." ("Apesar de você" - 1970) HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 II "Vai meu irmão Pega esse avião Você tem razão De correr assim Desse frio, mas veja O meu Rio de Janeiro (...) Pede perdão Pela duração dessa temporada Mas não diga nada Que me viu chorando E pros da pesada Diz que eu vou levando" ("Sombra de Orly" - 1970) Página 3
  4. 4. III "Ninguém Ninguém vai me segurar Ninguém há de me fechar As portas do coração (...) Ninguém Ninguém vai me acorrentar Enquanto eu puder cantar Enquanto eu puder sorrir Enquanto eu puder cantar Alguém vai me ouvir." ("Cordão" - 1971) V "Cadê o meu! Cadê o meu, ô meu? Dizem que você se defendeu É o milagre brasileiro Quanto mais trabalho, menos [vejo dinheiro É o verdadeiro boom Tu tá no bem bom Mas eu vivo sem nenhum" ("Milagre brasileiro" - 1975) VI "Meu caro amigo eu bem queria [lhe escrever Mas o correio andou arisco Se permitem, vou tentar-lhe [remeter Notícias frescas nesse disco Aqui na terra tão jogando futebol Tem muito samba, muito choro [e rock 'n' roll Uns dias chove, noutros bate [sol Mas eu só quero lhe dizer que a [coisa aqui tá preta." ("Meu caro amigo" - 1978) IV "Pai, afasta de mim esse cálice De vinho tinto de sangue Como beber essa bebida [amarga Tragar a dor; engolir a labuta Mesmo calada a boca, resta o [peito Silêncio na cidade não se [escuta" ("Cálice" - 1973) 15. Os trechos que melhor explicitam uma voz de determinação de luta contra a ditadura militar no Brasil e uma motivação para esta luta são, respectivamente, os de número: a) II e V b) III e I c) V e II d) VI e IV ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 16.. Sobre o chamado Milagre Brasileiro (1967-1973), uma característica salientada pelo compositor no trecho V é a ausência de uma ampla política de: a) redução da inflação b) fomento às exportações c) distribuição da riqueza d) liberalização crescente de crédito ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 17.. O crescente antagonismo entre o regime e parcelas expressivas de estudantes, intelectuais e trabalhadores descontentes gerou medidas governamentais enérgicas e autoritárias. A mais significativa dessas medidas, empreendida pelo governo Costa e Silva, e a canção com a crítica mais direta ao silêncio que foi imposto naquele momento, estão indicadas em: a) edição do Ato lnstitucional n° 5 - CÁLICE b) formação da junta Militar - MEU CARO AMIGO c) criação do Ministério da Economia - MILAGRE BRASILEIRO d) decretação do Ato lnstitucional n° 2 - APESAR DE VOCÊ ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 18.. Na canção MEU CARO AMIGO, o compositor faz uma ironia que poderia ser motivada não somente pelo desencanto com o regime militar, mas também pela situação econômica do país. Essa situação econômica desfavorável é manifestada pelo: a) avanço das empresas estatais desencadeando a formação dos sindicatos b) crescimento econômico mantendo parte da população à margem do mercado consumidor HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 4
  5. 5. c) arrocho salarial desestimulando o crescimento dos setores mais dinâmicos da economia d) esgotamento do milagre econômico provocando a adoção de medidas contra o desemprego ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 19. O grupo militar que assumiu o poder do país em 1964 criou uma legislação autoritária baseada em atos institucionais. a) Por que a decretação de atos institucionais não foi um ato democrático? b) Comente a ironia da charge. 1- Charge de Ziraldo, depois da promulgação do AI-5, 1984. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 20. Uma das estratégias dos governos militares era apelar para o orgulho nacional. ...” de um povo heroico, o brado retumbante”... a) O que a família estava esperando? Por que se decepcionou? b) O que ironiza? a caricatura 2 Charge de Ziraldo, 1984. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 21. Curtos e impactantes, os slogans eram elementos importantes da propaganda dos governos militares. Que ironia o caricaturista faz ao slogan do governo Médici? 3 Charge de Ziraldo publicada em O Pasquim, em 1970. HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 5
  6. 6. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 22. A crítica subjacente na charge a seguir remete às seguintes conjunturas históricas: (01) Legislação autoritária e imprensa amordaçada compuseram a conjuntura política do Brasil tricampeão, enquanto a luta pela cidadania ganha espaço no Brasil tetracampeão. (02) Crescimento econômico e reajuste salarial demonstram que, tanto no Brasil tricampeão quanto no tetracampeão, a renda nacional é equitativamente distribuída. (04) Elevados níveis de pobreza, no Brasil do tricampeonato, persistem no Brasil do tetracampeonato, provocando a multiplicação das "doenças da miséria", como a malária e a cólera. (08) Repressão armada e tortura de presos políticos marcaram o Brasil tricampeão, enquanto crises de governabilidade e escândalos políticos estão presentes no Brasil tetracampeão. (16) Soluções emergenciais, algumas de caráter assistencial, como a Campanha contra a Fome, procuram, no Brasil tetracampeão, combater a situação de "apartheid" social, já grave no Brasil tricampeão. (32) Pluripartidarismo e eleições diretas para preenchimento de todos os cargos eletivos caracterizam tanto o Brasil do tricampeonato quanto o Brasil do tetracampeonato. Soma ( ) ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 3 QUESTÕES. (Ufla 2003) "Na manhã de 25 de julho de 1966, algumas dezenas de pessoas esperavam-no [o candidato a presidente Costa e Silva] no aeroporto dos Guararapes, no Recife. Havia gente querendo a revolução, disposta a matar para fazê-la. Um cidadão entrou na banca de jornais do saguão com uma maleta e saiu sem ela. Pouco depois o serviço de alto-falantes anunciou que o candidato, que estava em João Pessoa, tivera uma pane no avião e chegaria de automóvel a outro ponto da cidade. O jornaleiro notou a maleta deixada no chão e pediu a um guarda-civil que a levasse para a sala de achados e perdidos. O guarda apanhou-a e tinha dado poucos passos quando ela explodiu. Costa e Silva deveria ter chegado às 8h30. A maleta detonou às 8h50. Guardava uma bomba feita com um pedaço de cano e que fora acionada por um mecanismo de um relógio. (...)" (GASPARI, Elio. "A ditadura envergonhada". São Paulo: Companhia das Letras, 2002, p. 240-41) "Os moradores do sul do Pará e do norte do Tocantins passaram as últimas três décadas com medo. No palco da Guerrilha do Araguaia, a população carrega o trauma do tempo em que o Exército, ajudado pela Marinha e Aeronáutica, combateu militantes do PC do B. Foram necessários quase três anos de luta sangrenta, entre abril de 1972 e janeiro de 1975, para cerca de dez mil soldados derrotarem 69 comunistas (...)" (SILVA, Eumano. "Guerrilha no Araguaia". Jornal Correio Brasiliense, 2001) 23. É recente na historiografia brasileira o estudo mais aprofundado das reais dimensões e implicações do período que se configurou como sendo dos "Governos Militares ou da Ditadura Militar". No que diz respeito ao estudo dos governos militares e da ditadura, é CORRETA a análise do texto de Gaspari, que entende a) que a falta de segurança nos aeroportos brasileiros é um problema que vem de longa data. b) que antes mesmo do período chamado de "linha dura" já existia uma "guerrilha urbana" em andamento no país. c) que as conseqüências do atentado dos "Guararapes" somente não foram piores devido aos ajustes no mecanismo de tempo da bomba. d) ser esse fato a principal justificativa para que o governo Costa e Silva tenha sido o marco do início da fase da "linha dura". e) ser esse atentado um fato isolado e uma exceção no contexto histórico dos governos militares. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 24. É INCORRETA a interpretação sobre o texto "Guerrilha do Araguaia": HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 6
  7. 7. a) O trauma da população mencionado no texto se deve à excessiva brutalidade usada pelos organismos militares no combate aos guerrilheiros, que inevitavelmente envolvia a população local. b) O texto insinua o fato de que, a despeito de uma inquestionável superioridade militar (dez mil soldados) contra a guerrilha do Araguaia (69 comunistas), as forças armadas teriam tido dificuldades em combatê-la. c) Apesar de não explicitado no texto, sabe-se que a floresta amazônica foi o palco por excelência da guerrilha no Araguaia. d) No texto de Eumano Silva os moradores da região têm medo devido aos conhecidos horrores da guerra, que tantos traumas trazem às populações civis. e) Um dos fatores explicativos quanto ao "medo" das populações locais se deve ao fato de que as informações pertinentes à Guerrilha do Araguaia foram ocultadas pelos organismos oficiais durante muito tempo. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 25. Analisando ambos os textos e a amplitude da temática que envolvem, pode-se dizer que a) ambos abordam faces diferentes da Ditadura Militar e eliminam a interpretação histórica de uma "ditadura sem mortes" ou que "praticamente não houve derramamento de sangue em nossa história". b) constituem-se fatos históricos isolados sem uma conexão. c) não é possível identificar ambos os fatos como sendo de "guerrilhas diferenciadas" porque envolveram populações urbanas. d) os textos insinuam ações terroristas de grupos de extrema direita em ambos os casos. e) pode-se afirmar que no período de tempo entre os fatos históricos (julho/66 - abril/72) não houve nenhuma ação violenta de ambas as partes. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 26. (Mackenzie 99) Os anos 80, no Brasil, foram denominados a década perdida porque: a) o país não recobrou a normalidade democrática, permanecendo sob regime militar. b) o isolamento político em relação aos países do continente dificultou as relações econômicas. c) a economia estagnou e o Estado perdeu a capacidade de investimento nas áreas sociais. d) o "apartheid social" foi contornado por melhores condições de vida, mas o modelo político excluía a maioria dos cidadãos. e) embora o Estado tenha conseguido eliminar a violência nas grandes cidades, não foi bem sucedido no controle da corrupção no setor público. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 27. (Fatec 95) Os governos dos presidentes Geisel e Figueiredo foram marcados pela chamada "distensão política, gradual e segura". Sobre ela pode-se afirmar: a) ocorreu graças à delegação paternalista do poder militar, então hegemônico. b) desenvolveu-se pela pressão direta do governo norte-americano. c) ocorreu pela pressão dos setores políticos e econômicos dominantes no Brasil, em busca de novas relações de hegemonia. d) surgiu e desenvolveu-se pela iminente possibilidade do acesso ao poder dos partidos de extrema esquerda. e) foi estimulada pela pressão dos grandes proprietários interessados em impedir a reforma agrária. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 28. (Ufmg 95) A reforma partidária, que implantou o pluripartidarismo no Brasil, no governo Figueiredo, tinha por objetivo a) consolidar os resultados das eleições de 1974 que deram ampla vitória ao partido do governo, o PDS. b) levar os liberais, concentrados no PP, para engrossar as fileiras do PRS e fortalecer o apoio ao governo. HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 7
  8. 8. c) quebrar o monopólio que o MDB exercia na oposição fragmentando-o em inúmeros partidos e evitando a sua ascensão ao poder. d) revigorar o PDT para que esse pudesse enfrentar o PT nas eleições majoritárias. e) utilizar os antigos militantes da UDN nos quadros da ARENA para que essa, fundindo-se com o PDS, vencesse as eleições para governadores. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 29. (Unaerp 96) Em 1968, Caetano Veloso, ao defender num festival a sua composição "É Proibido Proibir", assim respondeu às vaias do público: "Mas é isso que é a juventude que quer tomar o poder. Vocês tem coragem de aplaudir este ano uma música que vocês não teriam coragem de aplaudir o ano passado! São a mesma juventude que vai sempre, sempre matar o velhote inimigo que morreu ontem. Vocês não estão entendendo nada, nada, nada Absolutamente nada (...) O problema é o seguinte: estão querendo policiar a música brasileira. Mas eu e o Gil já abrimos o caminho (...). Nós, eu e ele tivemos coragem de enfrentar em todas as estruturas e sair de todas. E vocês? E vocês? Se vocês em política forem como estética estamos feitos." (HOLLANDA, Heloisa Buarque e GONÇALVES, Marcos A. Cultura e Participação. Anos Sessenta, COLEÇÃO TUDO É HISTÓRIA, vol.41, Brasiliense, são Paulo, 1982, p.6) Quando Caetano fala sobre o policiamento da música brasileira ele se refere a um conjunto de medidas repressivas tomadas pelos governos militares, que culminaria: a) na promulgação do Ato Institucional n° 05 (AI-5). b) na criação do Departamento de Censura. c) no fechamento da UNE. d) na criação do Departamento de Ordem Política Social. e) na extinção dos partidos políticos. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 30. (Ufba 93) Da análise da tabela a seguir e dos conhecimentos sobre a economia brasileira no período 1960-1976, pode-se concluir: (01) O bolo da economia nacional cresceu, mas não foi dividido; os ricos ficaram mais ricos, e os pobres, cada vez mais pobres. (02) A tabela indica que, entre 1960 e 1976, a distribuição da renda no Brasil ocorreu de forma mais justa. (04) Entre os anos 60 e 70, o crescimento do mercado interno foi visto como fator de correção das distorções registradas na tabela. (08) A expansão do sistema de crédito, verificada no Brasil, a partir do início dos anos 70, permitiu à classe média a participação no consumo de bens duráveis ainda que ficasse progressivamente endividada. (16) Os índices registrados na tabela demonstram que foi possível incentivar o crescimento da indústria de bens de consumo não duráveis, em prejuízo da indústria de produtos de luxo e bens de consumo duráveis. (32) No início dos anos 70, a abertura da economia brasileira para o capital estrangeiro possibilitou o controle quase exclusivo dos setores de bens de consumo duráveis pelas empresas multinacionais. Soma ( ) ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 31. (Fuvest 97) A vitória do Brasil na Copa do Mundo de 1970 a) não teve qualquer repercussão no campo político, por se tratar de um acontecimento estritamente esportivo. b) alentou o trabalho das oposições que deram destaque à capacidade do povo brasileiro de realizar grandes proezas. c) propiciou uma operação de propaganda do governo Médici, tentando associar a conquista ao regime autoritário. d) favoreceu o projeto de abertura do general Geisel, ao criar um clima de otimismo pelas realizações do governo. HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 8
  9. 9. e) alcançou repercussão muito limitada, pois os meios de comunicação não tinham a eficácia que têm hoje. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 32. (Mackenzie 96) Nos últimos meses do governo do General João Figueiredo, a população saiu às ruas para dar seu apoio e sensibilizar deputados e senadores a votarem uma emenda constitucional, de autoria do deputado Dante de Oliveira. A campanha decorrente desse movimento ficou conhecida por: a) Movimento pela Anistia. c) Movimento pelos Direitos Humanos. e) Movimento da Frente Pró Tancredo. b) Campanha pelas Diretas Já. d) Campanha do Colégio Eleitoral. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 33. (UECE 97) Durante a década de 70, inúmeras manifestações de descontentamento com o governo militar vinham acontecendo por todo o Brasil. Assinale os acontecimentos que marcaram decisivamente as novas relações capital-trabalho: a) com o crescente descontentamento popular, o controle e a repressão no interior das fábricas se intensificaram, impedindo qualquer greve ou agitação operária na década de 70 b) o ambiente de protesto fortaleceu o sindicalismo corporativo e assistencialista e seu partido político, o PTB c) o "novo sindicalismo" do ABC paulista criou conselhos de fábrica, comissões de prevenção de acidentes e outros mecanismos de organização operária d) as novas lideranças operárias comunistas foram formadas no interior do único partido político de oposição à ditadura, o PT ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 34. (Mackenzie 97) Com a renúncia de Jânio Quadros, setores militares resolveram impedir a posse do Vice-Presidente João Goulart. O Congresso e vários segmentos sociais, tendo à frente o governador Leonel Brizola do Rio Grande do Sul, desencadearam a mobilização popular e, diante da ameaça de guerra civil, contornou-se a questão com a emenda parlamentarista. Tais fatos dizem respeito a um importante acontecimento histórico dos anos 60, denominado: a) Campanha das Diretas Já. b) Campanha da Legalidade. c) Milagre Brasileiro. d) Abertura Democrática. e) Queremismo. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 35. (Faap 97) "Na medida em que ajudei esses aventureiros a tomarem o poder, tenho o dever de mobilizar o povo para corrigir esse erro do qual (...) participei." Esta declaração proferida em 1968 só pode ser atribuída, dos a seguir, a: a) Carlos Lacerda b) João Goulart c) Castelo Branco d) Costa e Silva e) Médici ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 36. (Ufrs 96) Com o chamado "pacote de abril", baixado pelo então presidente Ernesto Geisel, a) surgiram os "senadores biônicos" e foram prorrogadas as eleições indiretas dos governadores de Estados. b) determinava-se que os presos políticos, trocados por diplomatas seqüestrados, seriam banidos do Brasil. c) editou-se um decreto-lei, segundo o qual o presidente podia convocar eleições diretas para o Executivo. d) promulgou-se a lei da anistia política, com restrições a quem tinha participado da luta armada. e) proibiam-se alianças para a escolha de candidatos aos governos dos Estados, bem como o "voto vinculado". ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 37. (Fatec 98) O chamado "Milagre Econômico" do período da ditadura militar brasileira, entre 1968 e 1973, resultou de HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 9
  10. 10. a) arrocho salarial; situação internacional vantajosa, preços dos produtos brasileiros mais altos e dos estrangeiros mais baixos; grandes investimentos estatais; taxas de juros internacionais baixas; grande endividamento externo público e particular; participação de multinacionais. b) arrocho salarial; situação internacional vantajosa, pois o preço dos produtos brasileiros era mais alto, e o dos estrangeiros, mais baixo; pequeno endividamento externo e interno; taxas de juros internacionais baixas. c) arrocho salarial; situação internacional complicada, favorecendo o mercado externo para nossos produtos; taxas de juros internacionais altas; pequenos investimentos das estatais e participação das multinacionais na implantação de indústrias de base. d) situação internacional vantajosa; taxas de juros internacionais altas; pequeno endividamento externo público e particular; transferência de capital de multinacionais para o Brasil; privatização das estatais. e) situação internacional vantajosa; taxas de juros internacionais baixas; desenvolvimento do mercado interno, devido à política de aumentos salariais; participação de multinacionais. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 38. (Ufsc 2001) Caminhando e cantando e seguindo a canção Somos todos iguais, braços dados ou não Nas escolas, nas ruas, campos, construções Caminhando e cantando e seguindo a canção Vem, vamos embora, que esperar não é saber Quem sabe faz a hora, não espera acontecer Vem, vamos embora, que esperar não é saber Quem sabe faz a hora, não espera acontecer "..." VANDRÉ, Geraldo. "Pra não dizer que não falei das flores". Apud ALMEIDA, Cláudio A. Cultura e Sociedade no Brasil: 1964-1968. São Paulo, Atual, 1996. p.80. Analisando a canção, sucesso de Geraldo Vandré em 1968, o momento e as circunstâncias em que foi escrita, assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S). (01) "Pra não dizer que não falei das flores" foi uma canção de protesto, surgida no período dos governos militares, que sucederam ao governo do presidente João Goulart. (02) No ano da divulgação da canção (1968), foi assinado o Ato Institucional número 5, que suspendeu parcialmente a Constituição em vigor, e conferiu poderes excepcionais ao Presidente da República. (04) O sucesso desta e de muitas outras canções de protesto, as passeatas, greves e outras manifestações populares, forçaram, em 1969, a promulgação de nova Constituição, que restabeleceu as eleições diretas, e os direitos e garantias individuais. (08) Os anos de 1967 e 1968 foram anos de protestos em muitos países. Quando a música de Vandré fazia sucesso, uma onda contra a opressão e em defesa da liberdade varria o mundo. (16) A oposição aos governos militares, no Brasil, não se limitou a canções de protesto. Também surgiu a luta armada. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 39. (Fgv 2000) "A anistia, portanto, não é apenas um reencontro de pessoas. É também uma luta onde trabalhadores, estudantes e intelectuais, profissionais liberais, bancários, comerciários e todos os que se movem hoje no Brasil, vão se encontrar para trocar suas idéias, para juntar suas forças. Anistia é união. Unir brasileiros já em um passo da luta contra a ditadura que desde 64 não busca outra coisa a não ser a separação, seja pela morte, seja pela cadeia, seja pelo exílio ou mesmo pela desconfiança, o medo e a delação”. (Fernando Gabeira, 1978) Sobre a anistia política brasileira pós-64, é INCORRETO afirmar que: a) A lei de anistia, de agosto de 1979, não respondeu efetivamente aos interesses dos familiares de desaparecidos políticos, na medida em que não instituiu a obrigação do Estado em reconhecer seus crimes e apurá-los; b) A lei de anistia, de agosto de 1979, possibilitou o retorno de muitos exilados e banidos políticos, entre estes o educador Paulo Freire, o ex-governador Leonel Brizola e o dirigente comunista Luís Carlos Prestes; c) As lutas pela anistia política reuniram diferentes grupos sociais em prol da reorganização da vida democrática no Brasil; HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 10
  11. 11. d) Foi resultado apenas da vontade civil-militar da ditadura, que fez dela um marco do momento de abertura lenta e gradual proposta por Geisel; e) A lei de anistia, de agosto de 1979, excetuou de benefícios os que foram condenados por crimes de terrorismo, assalto, seqüestro e atentado pessoal". GABARITO - HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 – IFBA 1. Como teve início a Ditadura Militar no Brasil que durou de 1964 a 1985? A - Através de eleições democráticas que levaram ao poder os militares. B - Através de um acordo ocorrido entre o presidente João Goulart e comandantes das forças armadas brasileiras. C - Através de uma sangrenta guerra civil em que os militares tomaram o poder a força, após a morte de milhares de brasileiros. D - Através de um golpe militar, ocorrido em 31 de março de 1964, que tirou o presidente João Goulart do poder. 2. Qual das alternativas abaixo aponta características do regime militar brasileiro? A - Bipartidarismo, falta de democracia, perseguição aos opositores políticos e repressão aos movimentos sociais. B - Democracia, eleições diretas para presidência da República, apoio aos movimentos sociais, distribuição de terras para os camponeses. C - Implantação do socialismo, existência de vários partidos políticos, tolerância com os opositores políticos. D - Liberdade de imprensa, valorização do sistema democrático, apoio aos sindicatos e movimentos de trabalhadores sem terras. 3. O Ato Institucional Número 5 (AI-5 ) foi o mais duro do governo militar. Qual das alternativas abaixo aponta as características deste ato? A - Fechou totalmente a economia brasileira para o mercado externo, nomeou juízes para cargos públicos e implantou várias medidas socialistas. B - Decretou a prisão de todos os artistas brasileiros, proibiu todo tipo de música no país e modificou a letra do Hino Nacional. C - Decretou o fechamento do Congresso Nacional por 10 anos, anulou o título de eleitor de todos os cidadãos brasileiros e anulou as aposentadorias de cantores, professores e políticos. D - Aposentou juízes, cassou mandatos, acabou com as garantias do habeas-corpus e aumentou a repressão militar e policial. 4. No campo econômico, a economia brasileira cresceu muito durante os anos de 1969 e 1973. Esta fase ficou conhecida como época do Milagre Econômico. Qual das alternativas abaixo aponta características deste período? A - Investimentos nos setores culturais e educacionais, baixo índice de endividamento externo, distribuição de renda de forma justa. B - Forte crescimento do PIB, investimentos em infraestrutura e elevados empréstimos vindos do exterior com aumento da dívida externa. C - Elevados investimentos externos (principalmente da URSS), inflação muito baixa e controlada e aumento do consumo das camadas mais pobres da sociedade. D - Criação de programas de distribuição de renda, incentivo à reforma agrária, aumento significativo das exportações de máquinas e produtos tecnológicos. 5. Qual das alternativas abaixo aponta uma importante decisão que abriu caminho para a redemocratização no país e fim da ditadura militar? A - Em 1984, a Campanha das Diretas Já conquistou seu objetivo e as eleições diretas para presidente voltou ao país em 1985. HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 11
  12. 12. B - Em 1979, o presidente Figueiredo estabeleceu o fim da ditadura e convocou eleições diretas para presidente. C - Em 1978, o presidente Geisel acabou com o AI-5, restaurou o habeas-corpus e abriu caminho para a volta da democracia no Brasil. D - Em 1980, com apoio dos EUA, uma guerra civil derrubou o governo militar e colocou no poder um presidente civil. 6-O processo de redemocratização brasileiro, no final da década de 1970, combinou pressões da sociedade civil e a estratégia de distensão/abertura do próprio regime militar, como pode ser observado na(no): a) vitória do movimento popular das "Diretas Já", permitindo eleições gerais diretas em 1982. b) concessão de anistia "ampla, geral e irrestrita", por lei de iniciativa do governo, mas que excluía as principais lideranças ligadas ao governo derrubado em 1964. c) total autonomia do movimento sindical, forçada pelas greves do ABCD paulista. d) revogação dos Atos Institucionais, por iniciativa do governo, após negociação com setores representativos da sociedade civil. e) "pacote de abril" de 1977, que transformou o Congresso Nacional em Assembléia Constituinte. 7:Sobre o fim do período militar no Brasil (1964-1985), pode-se afirmar que ocorreu de forma: a) conflituosa, resultando em um rompimento entre as forças armadas e os partidos políticos. b) abrupta e inesperada, como na Argentina do General Galtieri. c) negociada, como no Chile, entre o ditador e os partidos na ilegalidade. d) lenta e gradual, como desejavam setores das forças armadas. e) sigilosa, entre o presidente Geisel e Tancredo Neves, à revelia do exército e dos partidos. 8:Os governos dos presidentes Geisel e Figueiredo foram marcados pela chamada "distensão política, gradual e segura". Sobre ela pode-se afirmar: a) ocorreu graças à delegação paternalista do poder militar, então hegemônico. b) desenvolveu-se pela pressão direta do governo norte-americano. c) ocorreu pela pressão dos setores políticos e econômicos dominantes no Brasil, em busca de novas relações de hegemonia. d) surgiu e desenvolveu-se pela iminente possibilidade do acesso ao poder dos partidos de extrema esquerda. e) foi estimulada pela pressão dos grandes proprietários interessados em impedir a reforma agrária. 9. (Cesgranrio) O conjunto de fatos relacionados abaixo dizem respeito ao processo de abertura democrática iniciado pelo presidente Geisel, com EXCEÇÃO de um. Assinale-o. a) A demissão do Ministro da Guerra Sílvio Frota e o movimento de anistia; b) A liberdade para criação de novos partidos políticos, como UDN e PTB, e o pluralismo sindical; c) A eleição de Tancredo Neves e o fim da Lei de Segurança Nacional; d) A promulgação da Constituição de 1988 e a eliminação da censura; e) A Campanha das Diretas-Já e a criação de novos partidos políticos como, entre outros, o PFL, o PMDB e o PDT. HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 12
  13. 13. 10. (Faap) O Ato Institucional nº 5, editado durante o governo do General Costa e Silva, permitiu a esse presidente da República, entre outras medidas: a) convocar uma Assembléia Nacional Constituinte b) criar novos ministérios e empresas estatais c) decretar o recesso parlamentar e promover cassações de mandatos e de direitos políticos d) contratar maiores empréstimos no exterior e) promover uma reformulação do sistema partidário 11. (Fgv) O Movimento "Diretas Já", que promoveu em 1984 uma intensa mobilização popular a favor da eleição direta para Presidente da República, teve como resultado imediato: a) a eleição de um governo popular e democrático chefiado por José Sarney; b) a eleição do candidato da oposição, Tancredo Neves, pela via indireta; c) a primeira eleição direta do Presidente da República, a primeira em quase trinta anos, com a vitória de Fernando Collor de Mello; d) a anti-candidatura de Ulysses Guimarães e a convocação da Assembléia Nacional Constituinte; e) a revogação dos Atos Institucionais, apesar da derrota da emenda das Diretas. 12. (Mackenzie) Foram características do breve governo Jânio Quadros em 1961: a) a política externa totalmente alinhada aos interesses norte-americanos. b) a ausência de medidas antinflacionárias, gerando a forte pressão do FMI. c) o estilo personalista e polêmico do presidente, além da oposição conservadora à política externa independente de seu governo. d) a intensa colaboração entre presidente e Congresso nas questões administrativas. e) a total dependência política do presidente em relação ao seu partido, a UDN. 13. (Mackenzie) O pretexto para a implantação do Ato lnstitucional Nº 5, a 13 de dezembro de 1968, pelo governo Costa e Silva, foi: a) a passeata dos Cem Mil, no Rio de Janeiro, exigindo o retorno à democracia. b) a luta armada liderada pelo PCB, contra o regime militar. c) ás greves de Osasco e Contagem. d) a decisão do Congresso de não suspender as imunidades do deputado Márcio Moreira Alves, acusado de ofender as Forças Armadas. e) a morte do estudante Edson Luis, em protesto contra o governo. 14. (Mackenzie) O ano de 1968 foi crucial. O movimento estudantil se espalhou por todo o país, sofrendo violenta repressão do governo. Diante das pressões da sociedade, o governo militar reagiu, decretando: a) a deposição do Presidente João Goulart, cujo modelo populista de governo dava sinais de esgotamento. b) o Ato Institucional nº 5, que conferia ao Presidente Costa e Silva poderes totais para reprimir as oposições. c) a Abertura Democrática, lenta e gradual, que reconduzia o país à democratização. d) a Anistia, que embora não fosse irrestrita, permitiu o retorno de muitos exilados políticos. e) a solução parlamentarista, que possibilitou controlar a grave crise institucional em que vivia o país. TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 4 QUESTÕES. (Uerj 2001) Utilizando os trechos das composições de Chico Buarque e outros parceiros, que dizem muito sobre o período da ditadura militar no Brasil, responda à(s) questão(ões). HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 13
  14. 14. I "Apesar de você Amanhã há de ser Outro dia Ainda pago pra ver O jardim florescer Qual você não queria Você vai amargar Vendo o dia raiar Sem lhe pedir licença E eu vou morrer de rir Antes do que você pensa." ("Apesar de você" - 1970) II "Vai meu irmão Pega esse avião Você tem razão De correr assim Desse frio, mas veja O meu Rio de Janeiro (...) Pede perdão Pela duração dessa temporada Mas não diga nada Que me viu chorando E pros da pesada Diz que eu vou levando" ("Sombra de Orly" - 1970) III "Ninguém Ninguém vai me segurar Ninguém há de me fechar As portas do coração (...) Ninguém Ninguém vai me acorrentar Enquanto eu puder cantar Enquanto eu puder sorrir Enquanto eu puder cantar Alguém vai me ouvir." ("Cordão" - 1971) V "Cadê o meu! Cadê o meu, ô meu? Dizem que você se defendeu É o milagre brasileiro Quanto mais trabalho, menos [vejo dinheiro É o verdadeiro boom Tu tá no bem bom Mas eu vivo sem nenhum" ("Milagre brasileiro" - 1975) VI "Meu caro amigo eu bem queria [lhe escrever Mas o correio andou arisco Se permitem, vou tentar-lhe [remeter Notícias frescas nesse disco Aqui na terra tão jogando futebol Tem muito samba, muito choro [e rock 'n' roll Uns dias chove, noutros bate [sol Mas eu só quero lhe dizer que a [coisa aqui tá preta." ("Meu caro amigo" - 1978) IV "Pai, afasta de mim esse cálice De vinho tinto de sangue Como beber essa bebida [amarga Tragar a dor; engolir a labuta Mesmo calada a boca, resta o [peito Silêncio na cidade não se [escuta" ("Cálice" - 1973) 15. Os trechos que melhor explicitam uma voz de determinação de luta contra a ditadura militar no Brasil e uma motivação para esta luta são, respectivamente, os de número: a) II e V b) III e I c) V e II d) VI e IV ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 14
  15. 15. 16.. Sobre o chamado Milagre Brasileiro (1967-1973), uma característica salientada pelo compositor no trecho V é a ausência de uma ampla política de: a) redução da inflação b) fomento às exportações c) distribuição da riqueza d) liberalização crescente de crédito ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 17.. O crescente antagonismo entre o regime e parcelas expressivas de estudantes, intelectuais e trabalhadores descontentes gerou medidas governamentais enérgicas e autoritárias. A mais significativa dessas medidas, empreendida pelo governo Costa e Silva, e a canção com a crítica mais direta ao silêncio que foi imposto naquele momento, estão indicadas em: a) edição do Ato lnstitucional n° 5 - CÁLICE b) formação da junta Militar - MEU CARO AMIGO c) criação do Ministério da Economia - MILAGRE BRASILEIRO d) decretação do Ato lnstitucional n° 2 - APESAR DE VOCÊ ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 18.. Na canção MEU CARO AMIGO, o compositor faz uma ironia que poderia ser motivada não somente pelo desencanto com o regime militar, mas também pela situação econômica do país. Essa situação econômica desfavorável é manifestada pelo: a) avanço das empresas estatais desencadeando a formação dos sindicatos b) crescimento econômico mantendo parte da população à margem do mercado consumidor c) arrocho salarial desestimulando o crescimento dos setores mais dinâmicos da economia d) esgotamento do milagre econômico provocando a adoção de medidas contra o desemprego ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 19. O grupo militar que assumiu o poder do país em 1964 criou uma legislação autoritária baseada em atos institucionais. a) Por que a decretação de atos institucionais não foi um ato democrático? b) Comente a ironia da charge. 4- Charge de Ziraldo, depois da promulgação do AI-5, 1984. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 20. Uma das estratégias dos governos militares era apelar para o orgulho nacional. ...” de um povo heroico, o brado retumbante”... HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 15
  16. 16. a) O que a família estava esperando? Por que se decepcionou? b) O que ironiza? a caricatura 5 Charge de Ziraldo, 1984. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 21. Curtos e impactantes, os slogans eram elementos importantes da propaganda dos governos militares. Que ironia o caricaturista faz ao slogan do governo Médici? 6 Charge de Ziraldo publicada em O Pasquim, em 1970. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 22. A crítica subjacente na charge a seguir remete às seguintes conjunturas históricas: (01) Legislação autoritária e imprensa amordaçada compuseram a conjuntura política do Brasil tricampeão, enquanto a luta pela cidadania ganha espaço no Brasil tetracampeão. (02) Crescimento econômico e reajuste salarial demonstram que, tanto no Brasil tricampeão quanto no tetracampeão, a renda nacional é equitativamente distribuída. (04) Elevados níveis de pobreza, no Brasil do tricampeonato, persistem no Brasil do tetracampeonato, provocando a multiplicação das "doenças da miséria", como a malária e a cólera. (08) Repressão armada e tortura de presos políticos marcaram o Brasil tricampeão, enquanto crises de governabilidade e escândalos políticos estão presentes no Brasil tetracampeão. (16) Soluções emergenciais, algumas de caráter assistencial, como a Campanha contra a Fome, procuram, no Brasil tetracampeão, combater a situação de "apartheid" social, já grave no Brasil tricampeão. (32) Pluripartidarismo e eleições diretas para preenchimento de todos os cargos eletivos caracterizam tanto o Brasil do tricampeonato quanto o Brasil do tetracampeonato. Soma (29) ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ TEXTO PARA AS PRÓXIMAS 3 QUESTÕES. (Ufla 2003) "Na manhã de 25 de julho de 1966, algumas dezenas de pessoas esperavam-no [o candidato a presidente Costa e Silva] no aeroporto dos Guararapes, no Recife. Havia gente querendo a revolução, disposta a matar para fazê-la. Um cidadão entrou na banca de jornais do saguão com uma maleta e saiu sem ela. Pouco depois o serviço de alto-falantes anunciou que o candidato, que estava em João Pessoa, tivera uma pane no avião e chegaria de HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 16
  17. 17. automóvel a outro ponto da cidade. O jornaleiro notou a maleta deixada no chão e pediu a um guarda-civil que a levasse para a sala de achados e perdidos. O guarda apanhou-a e tinha dado poucos passos quando ela explodiu. Costa e Silva deveria ter chegado às 8h30. A maleta detonou às 8h50. Guardava uma bomba feita com um pedaço de cano e que fora acionada por um mecanismo de um relógio. (...)" (GASPARI, Elio. "A ditadura envergonhada". São Paulo: Companhia das Letras, 2002, p. 240-41) "Os moradores do sul do Pará e do norte do Tocantins passaram as últimas três décadas com medo. No palco da Guerrilha do Araguaia, a população carrega o trauma do tempo em que o Exército, ajudado pela Marinha e Aeronáutica, combateu militantes do PC do B. Foram necessários quase três anos de luta sangrenta, entre abril de 1972 e janeiro de 1975, para cerca de dez mil soldados derrotarem 69 comunistas (...)" (SILVA, Eumano. "Guerrilha no Araguaia". Jornal Correio Brasiliense, 2001) 23. É recente na historiografia brasileira o estudo mais aprofundado das reais dimensões e implicações do período que se configurou como sendo dos "Governos Militares ou da Ditadura Militar". No que diz respeito ao estudo dos governos militares e da ditadura, é CORRETA a análise do texto de Gaspari, que entende a) que a falta de segurança nos aeroportos brasileiros é um problema que vem de longa data. b) que antes mesmo do período chamado de "linha dura" já existia uma "guerrilha urbana" em andamento no país. c) que as conseqüências do atentado dos "Guararapes" somente não foram piores devido aos ajustes no mecanismo de tempo da bomba. d) ser esse fato a principal justificativa para que o governo Costa e Silva tenha sido o marco do início da fase da "linha dura". e) ser esse atentado um fato isolado e uma exceção no contexto histórico dos governos militares. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 24. É INCORRETA a interpretação sobre o texto "Guerrilha do Araguaia": a) O trauma da população mencionado no texto se deve à excessiva brutalidade usada pelos organismos militares no combate aos guerrilheiros, que inevitavelmente envolvia a população local. b) O texto insinua o fato de que, a despeito de uma inquestionável superioridade militar (dez mil soldados) contra a guerrilha do Araguaia (69 comunistas), as forças armadas teriam tido dificuldades em combatê-la. c) Apesar de não explicitado no texto, sabe-se que a floresta amazônica foi o palco por excelência da guerrilha no Araguaia. d) No texto de Eumano Silva os moradores da região têm medo devido aos conhecidos horrores da guerra, que tantos traumas trazem às populações civis. e) Um dos fatores explicativos quanto ao "medo" das populações locais se deve ao fato de que as informações pertinentes à Guerrilha do Araguaia foram ocultadas pelos organismos oficiais durante muito tempo. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 25. Analisando ambos os textos e a amplitude da temática que envolvem, pode-se dizer que a) ambos abordam faces diferentes da Ditadura Militar e eliminam a interpretação histórica de uma "ditadura sem mortes" ou que "praticamente não houve derramamento de sangue em nossa história". b) constituem-se fatos históricos isolados sem uma conexão. c) não é possível identificar ambos os fatos como sendo de "guerrilhas diferenciadas" porque envolveram populações urbanas. d) os textos insinuam ações terroristas de grupos de extrema direita em ambos os casos. e) pode-se afirmar que no período de tempo entre os fatos históricos (julho/66 - abril/72) não houve nenhuma ação violenta de ambas as partes. HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 17
  18. 18. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 26. (Mackenzie 99) Os anos 80, no Brasil, foram denominados a década perdida porque: a) o país não recobrou a normalidade democrática, permanecendo sob regime militar. b) o isolamento político em relação aos países do continente dificultou as relações econômicas. c) a economia estagnou e o Estado perdeu a capacidade de investimento nas áreas sociais. d) o "apartheid social" foi contornado por melhores condições de vida, mas o modelo político excluía a maioria dos cidadãos. e) embora o Estado tenha conseguido eliminar a violência nas grandes cidades, não foi bem sucedido no controle da corrupção no setor público. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 27. (Fatec 95) Os governos dos presidentes Geisel e Figueiredo foram marcados pela chamada "distensão política, gradual e segura". Sobre ela pode-se afirmar: a) ocorreu graças à delegação paternalista do poder militar, então hegemônico. b) desenvolveu-se pela pressão direta do governo norte-americano. c) ocorreu pela pressão dos setores políticos e econômicos dominantes no Brasil, em busca de novas relações de hegemonia. d) surgiu e desenvolveu-se pela iminente possibilidade do acesso ao poder dos partidos de extrema esquerda. e) foi estimulada pela pressão dos grandes proprietários interessados em impedir a reforma agrária. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 28. (Ufmg 95) A reforma partidária, que implantou o pluripartidarismo no Brasil, no governo Figueiredo, tinha por objetivo a) consolidar os resultados das eleições de 1974 que deram ampla vitória ao partido do governo, o PDS. b) levar os liberais, concentrados no PP, para engrossar as fileiras do PRS e fortalecer o apoio ao governo. c) quebrar o monopólio que o MDB exercia na oposição fragmentando-o em inúmeros partidos e evitando a sua ascensão ao poder. d) revigorar o PDT para que esse pudesse enfrentar o PT nas eleições majoritárias. e) utilizar os antigos militantes da UDN nos quadros da ARENA para que essa, fundindo-se com o PDS, vencesse as eleições para governadores. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 29. (Unaerp 96) Em 1968, Caetano Veloso, ao defender num festival a sua composição "É Proibido Proibir", assim respondeu às vaias do público: "Mas é isso que é a juventude que quer tomar o poder. Vocês tem coragem de aplaudir este ano uma música que vocês não teriam coragem de aplaudir o ano passado! São a mesma juventude que vai sempre, sempre matar o velhote inimigo que morreu ontem. Vocês não estão entendendo nada, nada, nada Absolutamente nada (...) O problema é o seguinte: estão querendo policiar a música brasileira. Mas eu e o Gil já abrimos o caminho (...). Nós, eu e ele tivemos coragem de enfrentar em todas as estruturas e sair de todas. E vocês? E vocês? Se vocês em política forem como estética estamos feitos." (HOLLANDA, Heloisa Buarque e GONÇALVES, Marcos A. Cultura e Participação. Anos Sessenta, COLEÇÃO TUDO É HISTÓRIA, vol.41, Brasiliense, são Paulo, 1982, p.6) Quando Caetano fala sobre o policiamento da música brasileira ele se refere a um conjunto de medidas repressivas tomadas pelos governos militares, que culminaria: a) na promulgação do Ato Institucional n° 05 (AI-5). b) na criação do Departamento de Censura. c) no fechamento da UNE. d) na criação do Departamento de Ordem Política Social. e) na extinção dos partidos políticos. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 18
  19. 19. 30. (Ufba 93) Da análise da tabela a seguir e dos conhecimentos sobre a economia brasileira no período 1960-1976, pode-se concluir: (01) O bolo da economia nacional cresceu, mas não foi dividido; os ricos ficaram mais ricos, e os pobres, cada vez mais pobres. (02) A tabela indica que, entre 1960 e 1976, a distribuição da renda no Brasil ocorreu de forma mais justa. (04) Entre os anos 60 e 70, o crescimento do mercado interno foi visto como fator de correção das distorções registradas na tabela. (08) A expansão do sistema de crédito, verificada no Brasil, a partir do início dos anos 70, permitiu à classe média a participação no consumo de bens duráveis ainda que ficasse progressivamente endividada. (16) Os índices registrados na tabela demonstram que foi possível incentivar o crescimento da indústria de bens de consumo não duráveis, em prejuízo da indústria de produtos de luxo e bens de consumo duráveis. (32) No início dos anos 70, a abertura da economia brasileira para o capital estrangeiro possibilitou o controle quase exclusivo dos setores de bens de consumo duráveis pelas empresas multinacionais. Soma (41 ) ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 31. (Fuvest 97) A vitória do Brasil na Copa do Mundo de 1970 a) não teve qualquer repercussão no campo político, por se tratar de um acontecimento estritamente esportivo. b) alentou o trabalho das oposições que deram destaque à capacidade do povo brasileiro de realizar grandes proezas. c) propiciou uma operação de propaganda do governo Médici, tentando associar a conquista ao regime autoritário. d) favoreceu o projeto de abertura do general Geisel, ao criar um clima de otimismo pelas realizações do governo. e) alcançou repercussão muito limitada, pois os meios de comunicação não tinham a eficácia que têm hoje. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 32. (Mackenzie 96) Nos últimos meses do governo do General João Figueiredo, a população saiu às ruas para dar seu apoio e sensibilizar deputados e senadores a votarem uma emenda constitucional, de autoria do deputado Dante de Oliveira. A campanha decorrente desse movimento ficou conhecida por: a) Movimento pela Anistia. c) Movimento pelos Direitos Humanos. e) Movimento da Frente Pró Tancredo. b) Campanha pelas Diretas Já. d) Campanha do Colégio Eleitoral. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 33. (UECE 97) Durante a década de 70, inúmeras manifestações de descontentamento com o governo militar vinham acontecendo por todo o Brasil. Assinale os acontecimentos que marcaram decisivamente as novas relações capital-trabalho: a) com o crescente descontentamento popular, o controle e a repressão no interior das fábricas se intensificaram, impedindo qualquer greve ou agitação operária na década de 70 b) o ambiente de protesto fortaleceu o sindicalismo corporativo e assistencialista e seu partido político, o PTB c) o "novo sindicalismo" do ABC paulista criou conselhos de fábrica, comissões de prevenção de acidentes e outros mecanismos de organização operária d) as novas lideranças operárias comunistas foram formadas no interior do único partido político de oposição à ditadura, o PT ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 19
  20. 20. 34. (Mackenzie 97) Com a renúncia de Jânio Quadros, setores militares resolveram impedir a posse do Vice-Presidente João Goulart. O Congresso e vários segmentos sociais, tendo à frente o governador Leonel Brizola do Rio Grande do Sul, desencadearam a mobilização popular e, diante da ameaça de guerra civil, contornou-se a questão com a emenda parlamentarista. Tais fatos dizem respeito a um importante acontecimento histórico dos anos 60, denominado: a) Campanha das Diretas Já. b) Campanha da Legalidade. c) Milagre Brasileiro. d) Abertura Democrática. e) Queremismo. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 35. (Faap 97) "Na medida em que ajudei esses aventureiros a tomarem o poder, tenho o dever de mobilizar o povo para corrigir esse erro do qual (...) participei." Esta declaração proferida em 1968 só pode ser atribuída, dos a seguir, a: a) Carlos Lacerda b) João Goulart c) Castelo Branco d) Costa e Silva e) Médici ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 36. (Ufrs 96) Com o chamado "pacote de abril", baixado pelo então presidente Ernesto Geisel, a) surgiram os "senadores biônicos" e foram prorrogadas as eleições indiretas dos governadores de Estados. b) determinava-se que os presos políticos, trocados por diplomatas seqüestrados, seriam banidos do Brasil. c) editou-se um decreto-lei, segundo o qual o presidente podia convocar eleições diretas para o Executivo. d) promulgou-se a lei da anistia política, com restrições a quem tinha participado da luta armada. e) proibiam-se alianças para a escolha de candidatos aos governos dos Estados, bem como o "voto vinculado". ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 37. (Fatec 98) O chamado "Milagre Econômico" do período da ditadura militar brasileira, entre 1968 e 1973, resultou de a) arrocho salarial; situação internacional vantajosa, preços dos produtos brasileiros mais altos e dos estrangeiros mais baixos; grandes investimentos estatais; taxas de juros internacionais baixas; grande endividamento externo público e particular; participação de multinacionais. b) arrocho salarial; situação internacional vantajosa, pois o preço dos produtos brasileiros era mais alto, e o dos estrangeiros, mais baixo; pequeno endividamento externo e interno; taxas de juros internacionais baixas. c) arrocho salarial; situação internacional complicada, favorecendo o mercado externo para nossos produtos; taxas de juros internacionais altas; pequenos investimentos das estatais e participação das multinacionais na implantação de indústrias de base. d) situação internacional vantajosa; taxas de juros internacionais altas; pequeno endividamento externo público e particular; transferência de capital de multinacionais para o Brasil; privatização das estatais. e) situação internacional vantajosa; taxas de juros internacionais baixas; desenvolvimento do mercado interno, devido à política de aumentos salariais; participação de multinacionais. ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 38. (Ufsc 2001) Caminhando e cantando e seguindo a canção Somos todos iguais, braços dados ou não Nas escolas, nas ruas, campos, construções Caminhando e cantando e seguindo a canção Vem, vamos embora, que esperar não é saber Quem sabe faz a hora, não espera acontecer Vem, vamos embora, que esperar não é saber Quem sabe faz a hora, não espera acontecer "..." VANDRÉ, Geraldo. "Pra não dizer que não falei das flores". Apud ALMEIDA, Cláudio A. Cultura e Sociedade no Brasil: 1964-1968. São Paulo, Atual, 1996. p.80. HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 20
  21. 21. Analisando a canção, sucesso de Geraldo Vandré em 1968, o momento e as circunstâncias em que foi escrita, assinale a(s) proposição(ões) VERDADEIRA(S). (01) "Pra não dizer que não falei das flores" foi uma canção de protesto, surgida no período dos governos militares, que sucederam ao governo do presidente João Goulart. (02) No ano da divulgação da canção (1968), foi assinado o Ato Institucional número 5, que suspendeu parcialmente a Constituição em vigor, e conferiu poderes excepcionais ao Presidente da República. (04) O sucesso desta e de muitas outras canções de protesto, as passeatas, greves e outras manifestações populares, forçaram, em 1969, a promulgação de nova Constituição, que restabeleceu as eleições diretas, e os direitos e garantias individuais. (08) Os anos de 1967 e 1968 foram anos de protestos em muitos países. Quando a música de Vandré fazia sucesso, uma onda contra a opressão e em defesa da liberdade varria o mundo. (16) A oposição aos governos militares, no Brasil, não se limitou a canções de protesto. Também surgiu a luta armada. Soma (27 ) ____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________ 39. (Fgv 2000) "A anistia, portanto, não é apenas um reencontro de pessoas. É também uma luta onde trabalhadores, estudantes e intelectuais, profissionais liberais, bancários, comerciários e todos os que se movem hoje no Brasil, vão se encontrar para trocar suas idéias, para juntar suas forças. Anistia é união. Unir brasileiros já em um passo da luta contra a ditadura que desde 64 não busca outra coisa a não ser a separação, seja pela morte, seja pela cadeia, seja pelo exílio ou mesmo pela desconfiança, o medo e a delação”. (Fernando Gabeira, 1978) Sobre a anistia política brasileira pós-64, é INCORRETO afirmar que: a) A lei de anistia, de agosto de 1979, não respondeu efetivamente aos interesses dos familiares de desaparecidos políticos, na medida em que não instituiu a obrigação do Estado em reconhecer seus crimes e apurá-los; b) A lei de anistia, de agosto de 1979, possibilitou o retorno de muitos exilados e banidos políticos, entre estes o educador Paulo Freire, o ex-governador Leonel Brizola e o dirigente comunista Luís Carlos Prestes; c) As lutas pela anistia política reuniram diferentes grupos sociais em prol da reorganização da vida democrática no Brasil; d) Foi resultado apenas da vontade civil-militar da ditadura, que fez dela um marco do momento de abertura lenta e gradual proposta por Geisel; e) A lei de anistia, de agosto de 1979, excetuou de benefícios os que foram condenados por crimes de terrorismo, assalto, seqüestro e atentado pessoal". FONTE http://veronica-mos.blogspot.com.br/2013/08/exercicio-ditadura-militar.html HISTÓRIA – BRASIL_DITADURA MILITAR 01 – 2013 Página 21

×