Introdução a rede sem fio

639 views

Published on

Intrudução tecnologia WiFi.

Published in: Technology
  • Be the first to comment

Introdução a rede sem fio

  1. 1. Redes sem fio - Introdução Jairo Sousa
  2. 2. Contextualização • Aumento da demanda por dispositivos sem fio nos últimos 15 anos; • Avanço da mobilidade permitindo execução de tarefas remotas; • Alternativa como solução de última milha para interligação de pontos de acesso; • Vulnerabilidade da tecnologia quanto mal configurado;
  3. 3. Contextualização • Características essenciais: – Integridade – Confidencialidade – Disponibilidade
  4. 4. Tecnologias Wireless • “As redes wireless ou redes sem fio são um sistema de comunicação de dados extremamente flexível, que pode ser usado como uma extensão ou uma alternativa a redes locais cabeadas” (Moraes, 2010)
  5. 5. • Por que Wireless? – Quando existe a necessidade de mobilidade – Quando não é possível instalar os cabos tradicionais – Quando não existe a viabilidade na instalação dos cabos
  6. 6. • Benefícios: – Mobilidade – Rápida e simples instalação – Escalabilidade – Redução de custos – Solução para grandes, médias e pequenas empresas
  7. 7. • Fatores que podem inviabilizar a utilização de redes wireless – Imunidade a interferências – Segurança dos dados – Conectividade com redes locais existentes – Mobilidade/portabilidade/compatibilidade – Performance – Gerenciamento de redes – Compatibilidade com as interfaces dos sistemas finais – Facilidade de instalação e manutenção
  8. 8. Tipos de redes sem fio • Existem basicamente 3 tipos de redes sem fio: – Baseadas em infravermelho – Baseadas em radiofrequência: WiFi e Bluetooth – Baseadas em laser
  9. 9. Infravermelho • Não precisa de licença para operação; • São equipamentos de baixo custo, usam a mesma tecnologia dos controles remotos; • Baixa taxa de erros; • As comunicações feitas por infravermelho são padronizadas pela IrDA (Infrared Data Association)
  10. 10. • Forma de transmissão em visada em uma faixa estreita, ou difuso em uma faixa maior não necessitando visada entre os participantes;
  11. 11. • Solução tipicamente indoor, podendo ser utilizada em ambiente outdoor desde que haja visada entre os participantes; • Alcançe em visada de 5 a 30 metros, podendo estabelecer a comunicação até no máximo 15 participantes;
  12. 12. • As camadas físicas existentes são: SIR (Serial Infrared); MIR (Medium Infrared); FIR(Fast Infrared); VFIR (Very Fast Infrared); UFIR (Ultra Fast Infrared). As velocidades máximas alcançadas podem ser verificadas na tabela abaixo:
  13. 13. • O infravermelho trabalha em uma frequência acima da micro-ondas e abaixo da luz visível;
  14. 14. Radiofrequência • Utilizam microondas para transmissão de dados (ar); • Geralmente utilizam faixas de frequencias conhecidas como ISM (Industrial Scientific Medical); • A ISM estipula faixas abertas sem a necessidade de autorização para transmitir sinais;
  15. 15. ISM • Definido pela ITU-R (5138, 5150, 5280); • Faixas de operação (banda) podem variar de acordo com a região • Padronizado em 3 faixas de frequências: 900MHz, 2.4 GHz e 5GHz • As faixas de 900MHz (902MHz) são bastante utilizadas por todo o mundo • Atualmente as tecnologias de rede utilizam as faixas de frequencia de 2.4GHz, com restrições a utilização da faixa 5GHz
  16. 16. Wireless 2.4GHz • São especificados 13 canais, porém em alguns países alguns canais não são liberados • No Brasil são liberados apenas 11 canais
  17. 17. • Quatro padrões de redes locais foram estabelecidos: – IEEE 802.11b (11 Mbps com 2.4 GHz) – IEEE 802.11a (54 Mbps com 5.2 GHz) – IEEE 802.11g (54 Mbps com 2.4 GHz) – IEEE 802.11n (de 144 até 600Mbps com 2.4 e 5GHz) • Os padrões 802.11b e 802.11g são retrocompatíveis, porem não são compatíveis com o padrão 802.11a • O padrão 802.11n é retrocompatível com os padrões 802.11b/g/a
  18. 18. Fatores que afetam a propagação do sinal • Frequência • Potência de transmissão • Antenas • Tipo de construção • Sinais refletidos • Fontes de interferência
  19. 19. Quadro redes sem fio
  20. 20. Sistemas baseados em laser • Utilizam luz para transmissão do sinal • Não precisam de outorga ou autorização para uso • Podem chegar a 10 Gbps com alcance de 17 Km (visada); • Trabalham com dois feixes de lasers (um para redundância) • Ponto a ponto
  21. 21. • Tecnologia afetada por condições atmosféricas • Difícil de ser interceptado • Conhecida por FSO (Free Space Optics)

×