Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Apresentação de impacto aula show

727 views

Published on

Apresentação voltada a professores que queiram manter mais alunos dentro de sala de aula, através de uma abordagem show time em suas aulas.

Published in: Education
  • Be the first to comment

Apresentação de impacto aula show

  1. 1. APRESENTAÇÃO DE IMPACTO “Aula Show” GRUPO ALL NET - 2014
  2. 2. Objetivos do Treinamento Aprimorar Técnicas de Ensino; Aumentar a participação dos alunos nas aulas; Diminuir as faltas; Fazer da aula um momento de prazer além de saber;
  3. 3. O que é ENSINAR? Reflexão do Grupo Ato de ALEGRIA, PAIXÃO e ARTE; Momento único e especial; Ridendo dicere severum; Rubem Alves
  4. 4. MUITA ATENÇÃO AGORA
  5. 5. O que é Ensinar?  O ensino é uma forma sistemática de transmissão de conhecimentos utilizada pelos humanos para instruir e educar seus semelhantes, geralmente em locais conhecidos como escolas.  O ensino pode ser praticado de diferentes formas. As principais são:  o ensino formal,  o ensino informal,  o ensino não-formal.
  6. 6. DIFICULDADES EM ENSINAR  Grupos de discussão  Quais as dificuldades que encontro no meu dia a dia para poder desenvolver uma AULA SHOW?  https://www.youtube.co m/watch?v=5FPCW- j2T7M
  7. 7. Pedagogia da Autonomia Não há docência sem discência; Ensinar não é transmitir conhecimento; Ensinar é uma especificidade humana;
  8. 8. ESTRUTURAS DE APRENDIZADO Crenças; Conexão; Hemisférios do Pensamento; Sintonia;
  9. 9. Crenças  Muggsy Bogues  Maior número total de minutos jogados (19.768), assistências (5.557), roubos de bola (1.067) e perdas de bola (1.118).  Média mais alta de assistências por partida (8,7927).  Média mais alta de assistências por 48 minutos (13,4933).  Um dos jogadores com maior impulsão. Seus saltos chegavam a uma altura de 1 metro e 05 centímetros.  Bogues tem o melhor percentual em tiros de três pontos nos playoffs da NBA, com 85,7%.
  10. 10. CRENÇAS  CRENÇAS OBSTRUTIVAS  Não tem jeito de mudar (isso sempre foi assim)  Poda a capacidade de transformar as coisas  Ensinar isso para que?  Limita a troca de experiências  CRENÇAS QUE DÃO PODER  Todos temos 1 lugar ao sol;  Abre espaço para mudanças ocorrerem quando saímos do conforto (Dinamismo).  Eu acredito em milagres – ninguém segura nossas ações  Eu sou o cara! – Autoconfiança;  Eu sou 100% responsável pelos resultados em minha vida.
  11. 11. CONEXÃO Aceitar quem você é; Vulnerabilidade = Não controle; Aumente sua força reduzindo sua força; Assuma que você não é a pessoa mais importante na relação;
  12. 12. FUNCIONAMENTO DA MENTE HUMANA  HEMISFÉRIO ESQUERDO  Analítico  Lógico  Preciso  Repetitivo  Organizado  Detalhado  Científico  Literal  Sequencial  HEMISFÉRIO DIREITO  Criativo  Imaginativo  Indefinido  Intuitivo  Conceitual  Geral  Prático  Figurativo  Irregular
  13. 13. SINTONIA Perspectiva da Conversa; Coloque-se no lugar do Outro; A responsabilidade do entendimento está no transmissor; postit
  14. 14. Canais da Comunicação Você é Visual, auditivo ou sinestésico? Jogo de identificação dos canais de comunicação;
  15. 15. CONFIANÇA O valor da CONFIANÇA não se pede. Se conquista!
  16. 16. PONTO DE VISTA A realidade depende do observador;
  17. 17. 3 TIPOS DE PERGUNTAS  CLARIFICAÇÃO  CONHECER O ALUNO E TRAÇAR O CAMINHO DO SUCESSO;  DESENVOLVIMENTO  AJUDA O ALUNO A ENXERGAR AS NECESSIDADES;  CONDUÇÃO  Fazer com que a pessoa tome a decisão de seguir determinados caminhos
  18. 18. CLARIFICAÇÃO  Objetivo:  preencher informações que faltam;  Compreender o que e como o aluno pensa sobre determinado tema;  Estrutura:  Abertas ou fechadas, mas que convidem o interlocutor a fornecer da forma mais precisa possível as informações que busca.  Exemplo:  Quanto tempo você tem para investir na prática deste estudo?  Que tipo de conteúdo mais agrada você?  Você prefere estudar no período de manhã, tarde ou noite?
  19. 19. DESENVOLVIMENTO  Objetivo:  Permitir ao aluno expressar suas crenças, receios e sentimentos;  Guiar o aluno para obter o melhor entendimento de suas próprias necessidades;  Estrutura:  Fechadas, que convidem o interlocutor a refletir sobre si próprio.  Elas evidenciam um ou dois benefícios;  As respostas são resultados das reflexões;  Exemplos:  Como você se sente quando aprende novas formas de obter melhores resultados;  Qual é a sua opinião sobre aprender fazer as coisas com mais facilidade e rapidez?  O fato de seus colegas serem mais valorizados no mercado faz alguma diferença para você?
  20. 20. CONDUÇÃO  Objetivo:  Ajudar o aluno a tomar decisões  Conduzir o aluno para o próximo passo  Estrutura:  Fechadas, convidam o interlocutor a refletir sobre como irá se sentir ao desfrutar do benefício proposto;  Ação + Benefício  Exemplos;  Você concorda que mantar sua atenção em sala vai gerar um a economia de tempo dos seus estudos para você investir em outras coisas que você quer e precisa fazer?  Qual o próximo passo para que você tenha o reconhecimento que deseja e merece?
  21. 21. FALE A LINGUAGEM DO SEU ALUNO BENEFÍCIOS É o que se ganha e que se atende às necessidades foque no Benefício. Tenha ressonância, empatia.
  22. 22. CICLO DA VENDA DE IDÉIAS CONFIANÇA NECESSIDADE BENEFÍCIO FECHAMENTO  É o que fazemos para fidelizar o aluno
  23. 23. APRENDIZAGEM DE ADULTOS  Ensino-aprendizagem diferente da educação formal (de crianças e jovens)  Aprender é um processo de investigação mental e não de receptação passiva.  Estudo de caso => através de um tema se discute e chega-se a conclusões  Discussões, opiniões, conclusões e solução de problemas.
  24. 24. APRENDIZAGEM DE ADULTOS  Na Modernidade, pensadores importantes trouxeram contribuições:  Freud – influência do inconsciente no comportamento;  Jung – 4 funções da consciência humana: SENSAÇÃO, PENSAMENTO, EMOÇÃO e INTUIÇÃO;  Erikson – as oito Idades do Homem;  Maslow – Segurança;  Experiência do aluno conta tanto quanto o conhecimento do Professor;  O conteúdo voltado para o aluno;
  25. 25. APRENDIZAGEM DE ADULTOS  Os seis princípios da ANDRAGOGIA;  NECESSIDADE DE SABER – Por que você está me ensinando isso?;  AUTOCONCEITO DO APRENDIZ – Como posso ser independente e aluno?  O PAPEL DA EXPERIÊNCIAS – Minhas experiências são a base do meu aprendizado;  PRONTIDÃO PARA APRENDER – qual problema vou resolver com isso que VOCÊ QUER que eu aprenda?  ORIENTAÇÃO PARA APRENDIZAGEM – estou aprendendo matérias ou ganhando ferramentas?  MOTIVAÇÃO – E daí que isso cai na prova?!
  26. 26. COMUNICAÇÃO EMPÁTICA  A comunicação empática é aquela na qual o outro é respeitado, quando na posição de ajudado, ou ambas as partes se respeitam na busca de compreensão mútua. Se uma das partes está na posição de ensinar, ela se comunica de forma que o outro aprenda por si mesmo.  4 Regras:  ouvir o outro sem preconceitos;  compreender o que o outro está dizendo.  valorizar as posições do outro com as quais se concorda.  concluir, inclusive destacando os pontos que não ficaram bem esclarecidos e aqueles em relação aos quais não há concordância.
  27. 27. ESTRUTURA DA MENSAGEM (aula)  Veremos metodologia de ensino com base científica para um momento SHOW da apresentação (aula).  Embora científica, deve ser analisada e muito bem preparada para se adaptar às realidades de cada turma, professor e aluno.  PROBLEMA  IDENTIFICAÇÃO COM O PROBLEMA  MÉTODO  MOTIVAÇÃO  CONCLUSÃO  Esta estrutura deve ser usada para a aula toda e para tópicos da aula.
  28. 28. PROBLEMA (desafio ou oportunidade)  É o que propomos a resolver, solucionar ou atenuar com a nossa aula.  Deve ser a solução de algo que o aluno tem como problema, para chamar a atenção para você.  Responda a si mesmo se os alunos estão mesmo querendo a solução para este problema.  Apresentar uma situação cotidiana onde a pessoa se localiza e pode interagir.
  29. 29. IDENTIFICAÇÃO COM O PROBLEMA  Passar para o aluno o que ele sente ou sofre (os sintomas do problema)  Neste momento o aluno pensará “NOSSA É EXATAMENTE ISSO QUE ACONTECE COMIGO, ESSE CARA ENTENDE MESMO O MEU PROBLEMA”.  “Provavelmente você já sentiu, enfrentou, passou, viu, desistiu, errou...”
  30. 30. MÉTODO  É o conteúdo programático em tópicos para a solução do problema ser atingida;  Pode ser passos em um determinado momento ou tarefa;  O uso de tópicos facilita o aprendizado, principalmente de adultos;  A receita para o trabalho;
  31. 31. MOTIVAÇÃO  Estimular a autoconfiança;  Inspirar e motivar para a ação;  Fazer o aluno ficar com vontade de usar o que acabou de aprender;  Não se fala mais sobre o problema (o que os deixa aflitos);  O que se ganha fazendo do meu jeito;
  32. 32. CONCLUSÃO  Fechar a aula com energia;  Não se fala mais sobre o problema, ao contrário se comemora a solução;  Usar frases como:  “Eu tenho certeza que você quer e merece o melhor!”;  “Você tem o direito de ser mais feliz com melhores resultados”;  CELEBRE O MOMENTO! Celebrate good times.
  33. 33. PERFORMANCE DE PALCO  A posição do professor em sala de aula é importante para que a atenção e foco do aluno sejam aproveitados.  Algumas técnicas podem facilitar a vida do educador, assim como dicas para facilitar a transmissão de informações.
  34. 34. FUNDAMENTOS DA PERFORMANCE DE PALCO  CONTEÚDO SENSACIONAL  POSSE DO PALCO  VÍNCULO COM O PÚBLICO  NÍVEL DE ENERGIA  PROFISSIONALISMO
  35. 35. CONTEÚDO SENSACIONAL  Ter o direito de falar sobre o tema  Conteúdo especial  Estrutura da mensagem sólida  O CONTEÚDO VAI CONDUZIR A AULA AO SUCESSO
  36. 36. POSSE DO PALCO  Segurança  Você não é o dono da Razão, mas você tem que transmitir com segurança o assunto.  Presença Física  Posicionamento para a participação de todos, lugares demarcados.  Movimentação  Andar pela sala desperta nos alunos a participação em aula. Constante atenção.  Crie empatia se misturando com o público.
  37. 37. VÍNCULO COM O PÚBLICO  Comunicação afetiva (falar com o participante)  Com empatia, ganhando a confiança.  Olhar nos olhos  Utilizando âncoras que facilitam a transmissão  Falar usando o que está acontecendo no momento  Esteja atualizado.
  38. 38. NÍVEL DE ENERGIA  Autoconfiança  Garante a atenção do aluno  Motivação  Contagia o aluno e o mantém motivado também.  Falar Empolgado  Mantém a aula empolgante
  39. 39. PROFISSIONALISMO  Preparativos para atuação  O professor deve estudar todos os conceitos que envolvem sua profissão  Material Didático  O professor deve deixar todos os materiais prontos antes do início da aula (livros, diários, chamadas, etc)  Organização Geral  Todos os aspectos da sua aula devem estar organizados, para que a administração da mesma, seus faltantes, alunos fora da lista, etc estejam em ordem.
  40. 40. MANEJO DA ATENÇÃO  ESTEJA ATENTO A TUDO O TEMPO TODO  Qualquer detalhe da aula pode comprometê-la para melhor ou para pior. O segredo do sucesso é estar pronto para todas as possíveis situações que surgem no dia a dia.
  41. 41. Preparação antes de começar a apresentação  Aquecimento vocal  Aquecimento físico  Meditação/oração  Visualização das pessoas mudando as suas vidas “Como você gotaria que as pessoas estivessem ao final da aula?”
  42. 42. COMO MANTER A PLATÉIA ENERGIZADA  Estimule a participação de todos  Faça perguntas o tempo todo  Solicite respostas do grupo  Peça para repetirem o conceito  Varie a sua voz
  43. 43. COMO TURBINAR A SUA AULA  Vídeo antes de começar  Exemplo do filme limite vertical  Vídeo antes da conclusão  Contar uma história emocionante  Colocar imagens criativas  Slides intensos
  44. 44. RECURSOS AUDIO VISUAIS (erros)  Muitos Slides (o menos é mais)  Muitas letras e números (tópicos é melhor)  Vídeos batidos da Internet (procure sempre inovar e renovar)
  45. 45. RECURSOS AUDIO VISUAIS (acertos)  Poucos Slides  Letras grandes  Muito contraste  Informações mais relevantes  Chame o contexto  Imagens Especiais (não precisa ter em todos os slides)
  46. 46. ESTRUTURA DA SALA  Construa a sua sala  Organização de cadeiras e mesas  Luz no palco e no ambiente  Acústica da sala vs Sua voz  Ter uma pessoa à sua disposição

×