Introdução às metodologias ágeis de desenvolvimento de software

1,883 views

Published on

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,883
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
38
Actions
Shares
0
Downloads
51
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Introdução às metodologias ágeis de desenvolvimento de software

  1. 1. Jaime Schettini @jaimeschettini [email_address] Introdução ás metodologias ágeis de desenvolvimento de software
  2. 4. Desperdício
  3. 5. 80% de desperdício
  4. 6. Como estamos construindo nosso software?
  5. 7. Metodologias prescritivas / rigorosas / tradicionais <ul><li>Enfatizam o rigor em suas propostas
  6. 8. Valoriam bastante a documentação
  7. 9. Implementadas em grupos grandes
  8. 10. Metodologias pesadas: muitos processos, atividades, documentos
  9. 11. Estratégia de previsibilidade
  10. 12. Úteis para problemas específicos </li></ul>
  11. 14. http://www.wallstreetfitness.com.br/imgs/Fotos /veneno_lesma_pode_se_tornar_novo_tratamento_padrao_para_dor_cronica.jpg
  12. 15. Modelo Cascata
  13. 16. Tom Clancy - A soma de todos os medos &quot;As pontes Romanas da antiguidade eram estruturas muito ineficientes. De acordo com os padrões modernos, elas usavam muita pedra, e como resultado, muito trabalho para serem construídas. Ao longo dos anos nós aprendemos a construir pontes mais eficientes, usando menos materiais e menos trabalho para realizar a mesma tarefa.&quot; http://www.projectsmart.co.uk/docs/chaos-report.pdf
  14. 17. Vamos mudar alguns paradigmas? http://tiny.cc/3hqc9n9ep0
  15. 18. Metodologias ágeis Início : metodologias leves para contrastar com as metodologias rigorosas/pesadas. Agilidade : “habilidade tanto para criar quanto para responder às mudanças, de modo a lucrar em um ambiente turbulento de negócios.” [Jim Highsmith]
  16. 19. Manifesto ágil Indivíduos e interações mais que ferramentas e processos Software funcionando mais que documentação abrangente Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos Respondender a mudanças mais que seguir um plano http://agilemanifesto.org/
  17. 20. Chaos Report Nos projetos com sucesso, apenas 42% das funcionalidades previstas no início estavam no produto final http://www.projectsmart.co.uk/docs/chaos-report.pdf
  18. 21. Os requisitos vão mudar, com certeza http://ibn1brahim.files.wordpress.com/2008/04/long-road.jpg
  19. 22. Iterativo e incremental
  20. 23. Adaptação às mudanças através do feedback constante
  21. 24. Iterativo e incremental
  22. 25. Desmitificando...
  23. 26. Desmitificando... http://www.waw.com.br/new/piloto/morreu.jpg
  24. 27. Previsão é... Desmitificando... http://telinha.files.wordpress.com/2008/11/kbravo.jpg
  25. 28. http://tiny.cc/y9ops
  26. 29. Iterativo e incremental
  27. 31. Melhoria contínua http://www.balancedscorecard.org/Portals/0/images/pdca.gif
  28. 32. Planejamento de release
  29. 33. Planejamento de release
  30. 34. O cliente escreve as histórias
  31. 35. História de usuário
  32. 36. O time estima
  33. 37. O cliente prioriza
  34. 38. Quadro de histórias
  35. 39. Quadro de histórias
  36. 40. Quadro de histórias
  37. 41. Hora de executar
  38. 42. Keep It Simple, Stupid!
  39. 43. Design evolutivo
  40. 44. Reunião diária
  41. 45. Ambiente colaborativo
  42. 46. Cliente avalia
  43. 47. Retrospectiva
  44. 48. … e começa tudo de novo!
  45. 49. Quem adota os métodos ágeis? <ul><li>Google
  46. 50. Microsoft
  47. 51. Yahoo
  48. 52. ThoughtWorks
  49. 53. Siemens
  50. 54. Nokia
  51. 55. Philips
  52. 56. Amazon.com
  53. 57. HP
  54. 58. Intel
  55. 59. Xerox </li></ul><ul>Brasileiras : <li>SEA Tecnologia
  56. 60. OnCast
  57. 61. Globo.com
  58. 62. Abril
  59. 63. UOL
  60. 64. Improve It
  61. 65. Caelum
  62. 66. Teamware
  63. 67. Objective Solutions
  64. 68. LocaWeb </li></ul>
  65. 69. Dinâmica <ul><li>Pedra, papel e tesoura
  66. 70. 1 minuto para jogar
  67. 71. Total de 15 minutos
  68. 72. Objetivo: maximizar os ganhos
  69. 73. Prêmios </li></ul>http://www.faberludens.com.br/files/imagepicker/f/fred/1213080454_janken_final.jpg
  70. 74. Reflexão <ul><li>Colaboração e cooperação maximizam o ganho de times com objetivos compartilhados (em equipes especialistas seguindo o modelo cascata, existe muita competição)
  71. 75. Retrospectivas pagam grandes dividendos
  72. 76. Existem muitas formas de melhorar um processo, deixe sua criatividade o guiar (diferença entre o início e final do jogo) </li></ul>
  73. 77. Princípios <ul><li>Garantir a satisfação do consumidor entregando rapida e continuamente softwares funcionando;
  74. 78. Até mesmo mudanças tardias de escopo no projeto são bem-vindas;
  75. 79. Entregue software funcionando frequentemente (semanas, ao invés de meses);
  76. 80. Cooperação constante entre pessoas que entendem do 'negócio' e desenvolvedores;
  77. 81. Construa projetos com indivíduos motivados, e confie neles para a realização do trabalho;
  78. 82. O método mais eficiente de adquirir informação é a conversa cara-a-cara;
  79. 83. Software funcionando é a principal medida de progresso do projeto;
  80. 84. Processos ágeis promovem o desenvolvimento sustentável
  81. 85. Design do software deve prezar pela excelência técnica;
  82. 86. Simplicidade (a arte de maximizar a quantidade de trabalho não realizado) é essencial;
  83. 87. As melhores arquiteturas, requisitos e designs surgem em equipes auto-organizadas;
  84. 88. Em intervalos regulares, a equipe reflete em como se tornar mais efetiva, e então se ajusta apropriadamente. </li></ul>
  85. 89. Esta palestra é uma mistura Tá Safo Paulo Igor Godinho + Jaime Schettini
  86. 90. Obrigado!

×