Lygia Fagundes Telles

6,323 views

Published on

Slides preparados para apresentação na disciplina Literatura Brasileira contemporânea, acerca da vida e contos de Lygia Fagundes Telles

Published in: Education
0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
6,323
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
88
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Lygia Fagundes Telles

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA - UFU INSTITUTO DE LETRAS E LINGÜÍSTICA - ILEEL CURSO DE LETRAS Lygia Fagundes Telles Beatriz Emanoela Ferreira Faria Jamille Rabelo de Freitas Selma Vieira da Silva
  2. 2. Biografia <ul><li>Paulistana, nascida em 19 de abril de 1923, a escritora Lygia Fagundes Telles cursou direito e educação física e começou a escrever em 1931, logo após ser alfabetizada. </li></ul><ul><li>Publicou seu primeiro livro ( O porão e o sobrado ) em 1938, obra com 12 contos, que jamais autorizou a republicação. </li></ul><ul><li>Seu primeiro romance ( Ciranda de Pedra ) foi publicado em 1952 e adaptado duas vezes para novelas. </li></ul>
  3. 3. Os amigos Caio Fernando de Abreu Manuel Bandeira Jorge Amado Raduan Nassar Hilda Hilst Clarice Lispector Carlos Drummond de Andrade Clarice Lispector Saramago João Cabral de Melo Neto
  4. 4. Casamentos <ul><li>Primeiro casamento : Casa-se em 1950, com o jurista Goffredo da Silva Telles Júnior, nascendo seu único filho - Goffredo da Silva Telles Neto – em 1954. Separa-se do marido em 1960. </li></ul>O segundo casamento: Em 1963, começa a viver com o escritor e crítico de cinema, Paulo Emílio Salles Gomes num apartamento da Rua Sabará, em São Paulo.
  5. 5. Lygia por Lygia
  6. 6. Obras
  7. 7. Livros de Contos <ul><li>Porão e sobrado, 1938 Praia viva, 1944 O cacto vermelho, 1949 Histórias do desencontro, 1958 Histórias escolhidas, 1964 O jardim selvagem, 1965 Antes do baile verde, 1970 Seminário dos ratos, 1977 Filhos pródigos, 1978 </li></ul><ul><li>A estrutura da bolha de sabão, 1991 </li></ul><ul><li>A noite escura e mais eu, 1995 </li></ul>
  8. 8. Romances <ul><li>1989 </li></ul>1954 1963 1973 1973
  9. 9. Antologias <ul><li>Seleta, 1971 (organização, estudos e notas de Nelly Novaes Coelho) </li></ul><ul><li>Lygia Fagundes Telles, 1980 (organização de Leonardo Monteiro) </li></ul><ul><li>Mistérios, 1981 (seleção de Alfred Opitz) </li></ul><ul><li>Os melhores contos de Lygia F. Telles, 1984 (seleção de Eduardo Portella) </li></ul><ul><li>Dez contos escolhidos – Lygia Fagundes Telles, 1984 </li></ul><ul><li>Venha ver o pôr-do-sol, 1988 (seleção dos editores - Ática) </li></ul><ul><li>A confissão de Leontina e fragmentos, 1996 (seleção de Maura Sardinha) </li></ul><ul><li>A estrutura da bolha de sabão & quatro miniaturas, 1997 </li></ul><ul><li>Oito contos de amor, 1997 (seleção de Pedro Paulo de Sena Madureira) </li></ul><ul><li>Pomba enamorada ou uma história de amor e outros contos escolhidos, 1999 (seleção de Léa Masina). </li></ul><ul><li>Histórias de mistério, 2004 (seleção de Rosa Amanda Strausz) </li></ul><ul><li>Meus contos preferidos, 2004 (seleção de Lygia Fagundes Telles) </li></ul><ul><li>Meus contos esquecidos, 2005 (seleção de Lygia Fagundes Telles) </li></ul>
  10. 10. Participação em coletâneas <ul><li>Gaby. In: Os sete pecados capitais, 1964. </li></ul><ul><li>Trilogia da confissão: Verde lagarto amarelo, Apenas um saxofone e Helga. In: Os 18 melhores contos do Brasil, 1968. </li></ul><ul><li>A testemunha. In: Contos, 1974. </li></ul><ul><li>A estrutura da bolha de sabão e As cerejas. In: O conto brasileiro contemporâneo, 1975. </li></ul><ul><li>Missa do galo. In: Missa do galo: variações sobre o mesmo tema , 1977. </li></ul><ul><li>O muro. In: Lições de casa - exercícios de imaginação , 1978. </li></ul><ul><li>As formigas. In: O conto da mulher brasileira , 1978. </li></ul><ul><li>Pomba enamorada. In: O papel do amor , 1979. </li></ul><ul><li>Negra jogada amarela. In: Criança brinca, não brinca? , 1979. </li></ul><ul><li>Natal na barca, Dezembro no bairro. In: Para gostar de ler, 1984. </li></ul><ul><li>Natal na barca. In: A palavra é... Festa, 1988. </li></ul><ul><li>Cartas perfumadas. In: Crônica de amor, 1989. </li></ul><ul><li>Eu era mudo e só. In: A palavra é... Festa, 1990. </li></ul><ul><li>As cerejas . In: As cerejas, 1992. </li></ul><ul><li>A caçada.In: Contos brasileiros contemporâneos, 1994. </li></ul><ul><li>Antes do baile verde. In: Antologia do conto brasileiro, 1994. </li></ul><ul><li>As formigas. In: Contos brasileiros, 1996. </li></ul><ul><li>Natal na barca. In: Contos para um natal brasileiro, 1996. </li></ul><ul><li>Pomba enamorada ou uma história de amor. In: Para gostar de ler, 1997. </li></ul><ul><li>Antes do baile verde. In: Para gostar de ler, 1999. </li></ul><ul><li>O moço do saxofone, A caçada, a Estrutura da bolha de sabão. In: Os cem melhores contos brasileiros do século,2000. </li></ul><ul><li>Não posso atender no momento. In: 21 contos pelo telefone, 2001. </li></ul><ul><li>Elzira. In: Contos da escola, 2003. </li></ul><ul><li>Confissão. In: Os cem menores contos brasileiros do século, 2004. </li></ul><ul><li>Verde lagarto e amarelo. In: Dentro de um livro, 2005. </li></ul><ul><li>Natal na barca. In: Contos de natal, 2006. </li></ul><ul><li>Missa do galo. In: Capitu mandou flores: contos para Machado de Assis nos cem anos de sua morte, 2008. </li></ul>
  11. 11. Outras obras <ul><li>A disciplina do amor, 1980. </li></ul><ul><li>Invenção e Memória, 2000 (Prêmio Jabuti) </li></ul><ul><li>Durante aquele estranho chá: perdidos e achados, 2002. (organização de Suênio Campos de Lucena) </li></ul><ul><li>Conspiração de Nuvens, 2007. (organização de Suênio Campos de Lucena) </li></ul><ul><li>Capitu (organização de roteiro de cinema em parceria com Paulo Emílio Salles Gomes) </li></ul>
  12. 12. Prêmios <ul><li>Prêmio Afonso Arinos, da Academia Brasileira de Letras (1949); </li></ul><ul><li>Prêmio do Instituto Nacional do Livro (1958); </li></ul><ul><li>Prêmio Boa Leitura (1964); </li></ul><ul><li>Prêmio Jabuti, por Verão no Aquário (1965); </li></ul><ul><li>Prêmio do I Concurso Nacional de Contos – Paraná (1968); </li></ul><ul><li>Grande Prêmio Internacional Feminino para Contos Estrangeiros, França (1969); </li></ul><ul><li>Prêmio Candango, pelo roteiro de Capitu (1969); </li></ul><ul><li>Prêmio Guimarães Rosa (1972) </li></ul><ul><li>Prêmio Coelho Neto, da Academia Brasileira de Letras, Jabuti e APCA – </li></ul><ul><li>Associação Paulista dos Críticos de Arte, pelo romance As Meninas (1974); </li></ul><ul><li>Prêmio do PEN Clube do Brasil, para o livro de contos Seminário dos Ratos (1977); </li></ul><ul><li>Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro e APCA, para A Disciplina </li></ul><ul><li>do Amor (1980); </li></ul><ul><li>Prêmio II Bienal Nestlé de Literatura Brasileira (1984); </li></ul><ul><li>Prêmio Pedro Nava, de Melhor Livro do Ano (1989) </li></ul><ul><li>Prêmio Jabuti, Biblioteca Nacional e APLUB de Literatura, </li></ul><ul><li>para A Noite Escura e mais Eu (1996); </li></ul><ul><li>Prêmio Golfinho de Ouro, categoria Literatura, do Conselho Estadual </li></ul><ul><li>de Cultura do Rio de Janeiro (2000); </li></ul><ul><li>Grande Prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (2000) e Prêmio Jabuti e APCA, para Invenção e Memória (2001); </li></ul><ul><li>Prêmio Camões, pelo conjunto da obra, Portugal – Brasil (2005); </li></ul><ul><li>Troféu Juca Pato - Prêmio Intelectual do Ano , concedido pela União Brasileira de Escritores / UBE, 2009. </li></ul>Lygia recebe o prêmio Juca Pato de Antonio Candido,
  13. 13. Contos
  14. 14. A caçada <ul><li>Inserido na obra Antes do baile verde , A caçada fala de um homem que, visitando uma loja de antiguidades, encontra uma tapeçaria velha onde encontra alguma lembrança que não reconhece. Torna-se preso à imagem e se sente como personagem da caçada que ela ilustrava. Passou a ir à loja com freqüência para observar a peça e foi na frente dela que teve um ataque cardíaco. </li></ul>
  15. 15. Venha ver o pôr-do-sol <ul><li>Inserido no livro Antes do Baile Verde , o conto trata da história de um casal de ex-namorados, Ricardo e Raquel. Ricardo marca um encontro no cemitério, Raquel vai relutante e assim, conversando, ele a conduz até o jazigo que dizia ser de sua família. Com a desculpa de lhe mostrar o túmulo de uma prima e namoradinha de infância que tinha olhos parecidíssimos com os de Raquel, Ricardo a leva até o jazigo. Quando lá chegam, Raquel vê que a data da morte da moça era muito antiga para ter sido namorada de Ricardo, mas a esse ponto ele já a encerrou na tumba abandonada, e vai embora deixando-a a mercê do tempo necessário para que a morte chegue e faça-a pagar pelos erros cometidos. </li></ul>
  16. 16. Pomba enamorada ou uma história de amor <ul><li>Inserido no livro O seminário dos ratos , o conto trata da história de uma moça que se apaixonou por um cara chamado Antenor. Telefonava, até ele dizer que se quisesse algo ele mesmo ligava, mandava presentes (como um suéter de tricô feito por ela, sendo que a cidade era quentíssima), e também cartas assinadas como pomba enamorada. </li></ul><ul><li>Tentou macumbas e nada! Quando soube que ele ia se casar desmaiou, depois mandou um presente, desejou felicidades e tomou soda cáustica. </li></ul><ul><li>Por fim, acabou casada com o amigo Gilvan, quando anos depois uma cartomante disse que encontraria o amor de sua vida na rodoviária. Segundo ela, ele sairia de um ônibus vermelho e amarelo. A coincidência é que há pouco soubera que Antenor, que não parava em emprego nenhum, havia se tornado motorista de ônibus. Assim no dia, data boa para os do signo de capricórnio, deixou a neta com a vizinha, vestiu o vestido das bodas de prata e foi para a rodoviária. </li></ul>
  17. 17. “ Se escrevo, eu estendo para você uma ponte (...) Nessa hora, é como se eu dissesse: Venha. A palavra é uma ponte através da qual eu tento conseguir o amor do próximo. Eu sempre digo que mais importante do que a compreensão é o Amor.”
  18. 18. Referências bibliográficas <ul><li>SILVA, Vera M. T. Dispersos e inéditos : estudos sobre Lygia Fagundes Tellles. Goiânia: Cânone Editorial, 2009. </li></ul><ul><li>TELLES, Lygia Fagundes. A caçada. In: Antes do baile verde. Rio de Janeiro: Rocco, 1999. </li></ul><ul><li>___________. Pomba Enamorada ou Uma História de Amor. In: Seminário dos ratos . São Paulo: Rocco, 1998. </li></ul><ul><li>___________. Venha ver o por do sol. In: Antes do baile verde. Rio de Janeiro: Rocco, 1999. </li></ul><ul><li>Website: http://literal.terra.com.br/ligia_fagundes_telles/index.htm </li></ul><ul><li>Website: http://ims.uol.com.br/hs/lygiafagundestelles/lygiafagundestelles.html </li></ul><ul><li>Website: http://www.academia.org.br/abl/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?sid=194 </li></ul><ul><li>Website: http://vestibular.brasilescola.com/resumos-de-livros/pomba-enamorada-ou-uma-historia-amor-outros-contos-.htm </li></ul>

×