BITS | BrasilCMS | wordpress

476 views

Published on

Published in: Internet
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
476
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

BITS | BrasilCMS | wordpress

  1. 1. Plataforma, Conceito e Aplicações
  2. 2. jacksonfdam http://about.me/jacksonfdam https://bitbucket.org/jacksonfdam https://github.com/jacksonfdam http://linkedin.com/in/jacksonfdam @jacksonfdam
  3. 3. O princípio • O que ele é? – CMS desenvolvido em PHP e MySQL – Inicialmente, usado para desenvolvimento de blogs – Atualmente, um grande e poderoso CMS – Gratuito, Open Source e com uma grande comunidade ao seu redor
  4. 4. O princípio • O WordPress começou como um projeto desenvolvido por Matt Mullenweg e Mike Little em 2003, com o objetivo de ser uma plataforma simples para uso em sites do tipo webblog (ou blog).
  5. 5. O princípio • Devido à sua estrutura modular, suas características foram estendidas, e hoje ele é um sistema de gerenciamento de conteúdo.
  6. 6. O princípio • Achar um CMS que atenda as suas expectativas, seja simples de usar e funcione do jeito que você quer, sem mensagens de erro fatais ou um monte de bugs é uma tarefa dificil.
  7. 7. Simplesmente simples • O WordPress oferece uma interface de uso simples e amigável, em comparação a outros sistemas de gerenciamento de conteúdo.
  8. 8. Amigável • O WordPress é muito fácil de usar. Há CMS que tem uma lista de recursos extensa e completa, mas a interface é muito complexa para usar, ou depende de extensões para torná-la mais fácil para o usuário iniciante. O WordPress é bem intuitivo, para adicionar um post ao seu blog (ou website), por exemplo, você precisa: 1. Criar o post, 2. Customizar a URL, 3. Criar o conteúdo (ou colocá-lo no site), 4. Atualizar a página.
  9. 9. E??? • É o CMS mais usado do mundo 21,3% dos maiores sites do mundo utilizam o WordPress (Fonte: W3Techs),mais de 74 milhões de sites no mundo(Fonte: WordPress.com Stats) e é utilizado pelas maiores empresas do mundo.
  10. 10. CMS que qualquer um aprende a usar Facilidade na Configuraçao • Posts e Páginas • Arquivos de Mídias • Links • Categorias e tags • Função do usuário e perfis • Feeds RSS • URLs Amigáveis • Proteção contra Spam • Upgrades automáticos • Temas • Widgets • Plugins Facilidade na Utilização • Rica edição de textos • Upload de mídias • Gerenciamento de menus Facilidade na extensão de funções • Rica edição de textos • Upload de mídias • Gerenciamento de menus
  11. 11. Níveis de Acesso 1. Administrador 2. Editor 3. Autor 4. Colaborador 5. Assinante
  12. 12. Que tipos de aplicações posso fazer? Sem plugins • Ecommerces • Redes Sociais • Fóruns • Sistemas de Tickets • Perguntas e Respostas • Ferramentas Colaborativas • Diretórios • Crowdfunding • Wiki • API
  13. 13. Que tipos de aplicações posso fazer?
  14. 14. Que tipos de aplicações posso fazer?
  15. 15. Que tipos de aplicações posso fazer?
  16. 16. Que tipos de aplicações posso fazer?
  17. 17. Plugins e temas • O WordPress tem uma biblioteca de temas e plugins cada vez maior. • Na página de plugins do WordPress, temos exatos 31019 plugins disponíveis, e na página de temas são em número de 2507.
  18. 18. Plugins e temas • Entenda-se por plugins um recurso muito prático do WordPress em que você pode estender as capacidades do CMS, adicionando elementos específicos. • Por exemplo, se você quiser que o seu site tenha uma área de comércio eletrônico, existem plugins que permitem organizar uma loja virtual dentro do WordPress, com todos os recursos necessários para atingir o seu objetivo.
  19. 19. Plugins e temas • Os temas são usados para mudar a “cara” do site feito sobre o WordPress. Você pode então personalizar o seu site, colocando de forma que fique mais do seu agrado. • Mesmo assim, se o site não estiver com o aspecto desejado, você pode personalizar o tema, ou ainda desenvolver um novo tema, de forma que satisfaça o seu objetivo.
  20. 20. Comunidade • O WordPress tem uma comunidade grande, forte e ativa: Mesmo que você tenha problemas com o WordPress, não se preocupe, sempre será possível encontrar respostas às suas perguntas, fazendo uma pesquisa na Internet. • Temos grupos regionais, estaduais e o grupo nacional. Em diversas redes sociais e listas de email.
  21. 21. Wordcamp • WordCamp é o nome dado para todos os encontros relacionados WordPress, tanto os encontros formais quanto os encontros descontraídos. • O primeiro evento aconteceu em Agosto de 2006, em San Francisco, durou um dia e reuniu mais de 500 pessoas . O evento seguinte aconteceu em Julho de 2007, também em San Francisco, durou dois dias e reuniu cerca de 400 pessoas .
  22. 22. Wordcamp • O primeiro WordCamp fora de San Francisco aconteceu em Beijing em Setembro de 2007 . Desde então, aconteceram mais de 150 WordCamps no mundo. O WordCamp San Francisco, um evento anual, continua sendo uma conferência para usuários e desenvolvedores WordPress.
  23. 23. Wordcamp • 21 de Junho de 2009 – O primeiro WordCamp brasileiro aconteceu na FUNART, na cidade de São Paulo . • 22 e 23 de Outubro de 2010 – O segundo WordCamp brasileiro aconteceu em Curitiba, Paraná, nas instalações da Faculdade de Educação Superior do Paraná (FESP) .
  24. 24. Wordcamp • 15 e 16 de Junho de 2012 – O terceiro WordCamp brasileiro e o segundo em Curitiba, Paraná, na Faculdade de Educação Superior do Paraná (FESP), conteve uma grade de atividades direcionadas à usuários, desenvolvedores e profissionais do WordPress . O lançamento da tradução do WordPress 3.4, então lançado dias antes, foi atrasado para que uma grande revisão da tradução fosse feita durante o evento. • 13 de julho de 2013 – O quarto WordCamp brasileiro e o primeiro em Porto Alegre, Rio Grande do Sul ocorreu na FTEC Faculdades
  25. 25. Custos? O WordPress é gratuito.
  26. 26. Custos? • Você não precisa pagar nada para usar o WordPress. • Aliás, o único momento em que você precisa pagar é caso você decida comprar um tema personalizado, feito por uma empresa que o está vendendo, ou caso você queira contratar uma empresa para configurar e gerenciar um site em WordPress para você.
  27. 27. Adaptável? • O WordPress é um CMS que adapta-se e evolui com o seu site. Você pode usá-lo para gerenciar desde um pequeno blog até um grande portal, e a grande comunidade que orbita em torno do WordPress mantém-o atualizado (lembra sobre ele ser um software livre?), fornecendo aos usuários uma plataforma que é capaz de evoluir de acordo com as necessidades e expectativas dos usuários.
  28. 28. 3.9 Smith • Lançado em 16 de Abril de 2014 com novos recursos como pré-visualização de widgets ao vivo e o novo instalador tema são agora estão melhores. Refinamentos de interface do usuário ao editar imagens e quando se trabalha com mídia no editor. • Também trouxe de volta algumas das configurações avançadas de visualização das imagens.
  29. 29. 3.9 Smith • Se você quiser testar playlists de áudio e vídeo, os links vão aparecer no gerenciador de mídia, uma vez que você carregou um arquivo de áudio ou vídeo. • Para os desenvolvedores de tema, foram adicionados suporte HTML5. A função de formatação que transforma citações diretas em citações inteligentes (entre outras coisas) sofreu algumas mudanças para acelerá-lo drasticamente
  30. 30. Vulnerabilidades • Como muitos dos mais modernos pacotes de software, o WordPress é atualizado regularmente para evitar e resolver novas ameaças que possam surgir. • Melhorar a segurança do software é uma preocupação constante, e por isso é importante manter a sua instalação sempre atualizada com a versão mais recente do WordPress. • As versões antigas do WordPress não recebem atualizações de segurança.
  31. 31. Vulnerabilidades • Em 2007 e 2008, muitos relatos de segurança foram relacionados ao software. De acordo com Secunia, em Abril de 2009, o WordPress tinha 7 advertências sem correções (de 32 do total), com uma taxa máxima de "Menos Crítico". • Secunia mantém uma lista atualizada de vulnerabilidades do WordPress.
  32. 32. Vulnerabilidades • Em Janeiro de 2007, muitos blogs de SEO, e também sites menores com AdSense, foram alvo de ataques através de uma vulnerabilidade WordPress. • Uma vulnerabilidade de um dos sites do projeto permitia inserir códigos vulneráveis na forma de um back door a alguns dos downloads da versão WordPress 2.1.1. • O lançamento da versão 2.1.2 corrigiu isso.
  33. 33. Vulnerabilidades • Em Maio de 2007, um estudo revelou que 98% dos blogs WordPress eram vulneráveis porque estavam usando uma versão ultrapassada.
  34. 34. Vulnerabilidades • Em Junho de 2007, Stefan Esser, o fundador do PHP Security Response Team, criticou os relatórios de segurança, citando problemas com a arquitetura da aplicação que tornavam difíceis a escrita de códigos seguros, além de outros problemas.
  35. 35. Vulnerabilidades • Em Junho de 2001 a rede wordpress.org foi alvo de ataques. Várias modificações em plugins populares foram observados, algumas contendo códigos maliciosos; as modificações foram revertidas por serem visivelmente suspeitas . • Por precaução, a senha de acesso à rede wordpress.org de todos os usuários precisou ser redefinida.
  36. 36. Vulnerabilidades • Desde então, o WordPress tem melhorado em termos de segurança e as últimas versões tem relatos mínimos de vulnerabilidades.
  37. 37. O que é segurança? • Fundamentalmente, a segurança não é apenas possuir sistemas perfeitamente seguros, que poderiam muito bem ser impossíveis de encontrar e/ou manter. Um servidor seguro protege a privacidade, integridade e disponibilidade dos recursos que estão sob o controle do seu administrador.
  38. 38. O que é segurança? • Tenha em mente algumas idéias gerais enquanto pensa sobre cada aspecto de segurança do seu sistema:
  39. 39. O que é segurança? • Limitar o accesso - Faça escolhas seguras que reduzirão os pontos passíveis de invasão por pessoas mal-intencionadas.
  40. 40. O que é segurança? • Contenção - Sua instalação deve estar configurada para minimizar o tamanho do estrago que pode ser causado caso o sistema venha a ser comprometido ou invadido.
  41. 41. O que é segurança? • Preparação e conhecimento - Mantenha backups e confira o estado da sua instalação do WordPress regularmente. Traçar um plano de backup e recuperação da instalação no caso de uma catástrofe pode ajudar a estar novamente online muito mais rápido caso haja um problema.
  42. 42. O que é segurança? • Vulnerabilidades no seu computador - Tenha certeza que os computadores que você usa para postar no WordPress estão livres de spyware, malware e outros tipos de infecções e vírus. Toda a segurança do mundo no WordPress e no seu servidor web não farão a menor diferença se houver um keylogger instalado no seu computador.
  43. 43. O que é segurança? • Senhas - Muitas ameaças potenciais podem ser evitadas com bons hábitos de segurança. Uma senha forte é um aspecto muito importante disso. • O objetivo da sua senha é dificultar que outras pessoas possam adivinhar e também para evitar que ataques de força bruta sejam bem-sucedidos. Existem diversos geradores automáticos de senhas que podem ser usados para criar senhas seguras.
  44. 44. O que é segurança? • Backup dos dados - Faça backup dos seus dados regularmente, incluindo seus bancos de dados MySQL. • A integridade dos dados é crítica para se ter downloads confiáveis. Criptografar o backup, manter registros independentes dos hashes MD5 de cada arquivo de backup e/ou colocar os backups em mídias de somente-leitura aumenta a confiança de que seus dados não foram adulterados.
  45. 45. Referências • http://pt.slideshare.net/gugaalves/por-que-usar-o-wordpress-conceitos-e-aplicaes • http://www.hostnet.com.br/blog/porque-usar-wordpress-para-criar-blog/ • http://en.wikipedia.org/wiki/WordPress • http://wordpress.org/about/ • http://codex.wordpress.org/pt-br:Blindando_o_WordPress • http://tiagohillebrandt.eti.br/dicas-seguranca-wordpress.html • http://mundopodcast.com.br/podcasteando/seguranca-wordpress/ • https://dribbble.com/KPdesigns • Creditos da imagem: https://dribbble.com/shots/848737-MailChimp-Presents-Dan- Benjamin
  46. 46. Obrigado!

×