Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.
 A máquina molecular entra em ação se iniciando atravésda junção neuromuscular, uma sinapse excitatória em queo neurotran...
A despolarização da placa motora faz comque ocorra a abertura de canais de cálcio queentram na célula muscular, além disso...
O mecanismo de contração muscular ocorre atravésexcitação-contração, um termo que descreve os fenômenoseletroquímicos que ...
 Fibras vermelhas ou lentas: Fibras brancas ou rápidas Fibras intermediárias
•Constituintes - anel ósseo:•A pelve constitui a parte inferior doquadril, sacro e cóccix•Abriga- órgãos sistema reproduto...
 Na fase inicial ou pré-trabalho de parto oútero começa a se contrair em intervalosregulares;
É feito exame obstétrico pelo médico ou obstetras, os quais utilizam naocasião o seguinte material:* Fita métrica (medir a...
 Pedir a gestante para esvaziar a bexiga, indicando a localização do banheiro; Verificar a temperatura axilar; Ajudar a...
Verificar se a parturiente deverá permanecer em jejum;As batidas do coração do feto (foco fetal – deverão ser ouvidos e co...
Trabalho de parto ativo quando seu colo do útero tiver dilatado de 3 a 4centímetros.As contrações vão ficando mais fortes ...
 O colo do útero chega a 10 centímetros dedilatação.As contrações podem durar até umminuto e meio cada, vindo em interval...
 É nesse estágio que seu útero empurra obebê pela vagina, ou pelo canal de parto.Muitas vezes há um certo intervalo nasco...
 Os últimos períodos do parto, expulsão e dequitação, transcorrem na sala de parto, onde éempregada a técnica de sala de ...
 As ocorrências normais e os cuidados nesse períodosão:Transportar a paciente em maca para a sala de parto;Deitá-la na me...
 Alguns minutos após a expulsão dofeto, dá-se a saída dos anexos fetaisrepresentados pela placenta, sacoamniótico e cordã...
 Verificar pressão arterial e dizê-la aoobstetra; Após a dequitação, não estando acliente com pressão arterial alta, omé...
Fisiologia das  contrações
Fisiologia das  contrações
Fisiologia das  contrações
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Fisiologia das contrações

8,737 views

Published on

  • Possui algumas partes boas, mas muito coisa da "velha guarda" do parto hospitalar cheio de intervenções. Necessário ler com discernimento.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here

Fisiologia das contrações

  1. 1.  A máquina molecular entra em ação se iniciando atravésda junção neuromuscular, uma sinapse excitatória em queo neurotransmissor principal é a acetilcolina.
  2. 2. A despolarização da placa motora faz comque ocorra a abertura de canais de cálcio queentram na célula muscular, além disso, umestoque intracelular de cálcio éliberado, aumentando muito a quantidade decálcio no interior da fibra muscular.
  3. 3. O mecanismo de contração muscular ocorre atravésexcitação-contração, um termo que descreve os fenômenoseletroquímicos que relacionam potencial de ação muscular eencurtamento de microfibrilas.
  4. 4.  Fibras vermelhas ou lentas: Fibras brancas ou rápidas Fibras intermediárias
  5. 5. •Constituintes - anel ósseo:•A pelve constitui a parte inferior doquadril, sacro e cóccix•Abriga- órgãos sistema reprodutor,urinário e canal alimentar(reto e canalanal)*
  6. 6.  Na fase inicial ou pré-trabalho de parto oútero começa a se contrair em intervalosregulares;
  7. 7. É feito exame obstétrico pelo médico ou obstetras, os quais utilizam naocasião o seguinte material:* Fita métrica (medir a altura do útero);* Estetoscópio de Pinard (escutar o foco fetal);* Luva esterilizada ( para toque vaginal);* Antisséptico (antissepsia da vulva);*Termômetro e esfigmomanômetro;* Mesa de exame;* Lençol.
  8. 8.  Pedir a gestante para esvaziar a bexiga, indicando a localização do banheiro; Verificar a temperatura axilar; Ajudar a gestante a subir e descer da mesa de exame, colocá-la em decúbito dorsal sem roupa dacintura para baixa, cobri-la com lençol dando apoio física para evitar que caia; Auxiliar o médico durante o exame – o toque vaginal é realizado para fornecer dados queindiquem a posição do feto e a dimensão da dilatação do colo uterino; Posição ginecológica; Sendo comprovado, pelos exames e a história, que a cliente está em trabalho de parto ou sendouma situação especial, a parturiente será admitida no hospital. Impressos: ficha obstétrica (médico), prescrição médica e de enfermagem, termoresponsabilidade.
  9. 9. Verificar se a parturiente deverá permanecer em jejum;As batidas do coração do feto (foco fetal – deverão ser ouvidos e contados a cada 15 minutos. Essecontrole é feito pelo médico ou obstetra utilizando o estetoscópio de Pinard (ritmo e intensidade));A cliente poderá ser medicada no transcorrer desses períodos. Ao fazê-lo, empregar habilmente osconhecimentos adquiridos;Controle da dinâmica uterina – controle das contrações: frequência, intensidade e duração, durante 10minutos;Observar perdas vaginais e avisar o médico;Controle dos sinais de período expulsivo: aumento da frequência das contrações uterinas, abalamentodo períneo e vontade de fazer força;Encaminhamento de maca à sala de parto;Durante todo o atendimento que prestamos, devemosTer atitude amistosa, paciente e compreensiva.No decorrer de todo o parto, é necessário a cooperação da futura mãe; para tanto devemos tentardiminuir o “medo” que sente, confortando-se e dando apoio emocional. Promover ambiente repousantee bem-estar .
  10. 10. Trabalho de parto ativo quando seu colo do útero tiver dilatado de 3 a 4centímetros.As contrações vão ficando mais fortes e maisfrequentes, e talvez mais longas. Elas podem chegar a intervalos detrês a quatro minutos, e durar de 60 a 90 segundo
  11. 11.  O colo do útero chega a 10 centímetros dedilatação.As contrações podem durar até umminuto e meio cada, vindo em intervalos dedois em dois ou de três em três minutos.
  12. 12.  É nesse estágio que seu útero empurra obebê pela vagina, ou pelo canal de parto.Muitas vezes há um certo intervalo nascontrações entre o fim do primeiro estágio eo começo do segundo.
  13. 13.  Os últimos períodos do parto, expulsão e dequitação, transcorrem na sala de parto, onde éempregada a técnica de sala de operação. Material esterilizado usado:* Campos;* Luvas e aventais;* Caixa de instrumental para parto;* Seringa de 10 cm e agulhas hipodérmicas 40x7 e 25x8;* Gaze;* Fio de sutura.* Medicamentos:*Anestésico local;* Ocitócico (ampolas).
  14. 14.  As ocorrências normais e os cuidados nesse períodosão:Transportar a paciente em maca para a sala de parto;Deitá-la na mesa de parto em posição ginecológica;Atendê-la atenciosamente, sendo solicita ecarinhosa;Atuar como circulante na sala de parto empregandotécnica asséptica;
  15. 15.  Alguns minutos após a expulsão dofeto, dá-se a saída dos anexos fetaisrepresentados pela placenta, sacoamniótico e cordão umbilical.Para ajudar na expulsão da placenta, omédico procede a delicada pressãosobre a parede uterina, comprimida oabdome;A mãe é solicitada a fazer força parabaixo;Ao serem expulsos, receber os anexosem cuba rim ou bandeja;Após a saída dos anexos é feita suturada episiotomia pelo obstetra;Pesar a placenta e colher sangue docordão para tiragem sanguínea debebê;
  16. 16.  Verificar pressão arterial e dizê-la aoobstetra; Após a dequitação, não estando acliente com pressão arterial alta, omédico solicitará a aplicação deinjeção do ocitócio por via IM. O ocitócio (Ergotrat Syntocinon) é ummedicamento que provoca acontração uterina evitandohemorragia. É contra indicado parahipertensas. Transportar a mãe em maca para aenfermaria.Após o parto, a puérperadeseja dormir e descansar. Propiciarcondições, ambientes para que a mãelogre seu intento.

×