Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Geografia aula 01

1,759 views

Published on

  • Be the first to comment

Geografia aula 01

  1. 1. Ítalo Alan – Graduado em comunicação Social/Pós graduando em ensino e comunicação/Publicitário msn/email: italoalan@gmail.com Email:italoalandm@gmail.com Twitter:@italoalan
  2. 2. Pensamento Geográfico Egito – Geodesia, Pratica da medição de terra. Grécia – Erastóstenes: calcula a circunferência da terra e chega a conclusão de que a terra é redonda. ○ Raios Solares incidiam verticalmente em um poço ○ E a imagem da sombra de uma torre tinha comprimento diferente no mesmo dia Ptolomeu- propõe o sistema geocêntrico: A terra como o centro do universo Copérnico: Heliocêntrico
  3. 3.  Com a queda do Império Romano os Árabes herdam a geografia grega. Durante a Idade Média, as respostas para os questionamentos a respeito do mundo passaram a ser respondidas pela religião. ○ A geografia quase desaparece Com objetivos militares de expansão e organização do império mulçumano a geografia se desenvolve no oriente
  4. 4.  Sec. XV e XVI com o aperfeiçoamento das embarcações e de instrumentos de navegação como a bussola e o astrolábio e a confecção de mapas mais precisos permitiram que os navegante se aventurassem pelo conhecido.
  5. 5.  Geografia Moderna A geografia moderna se estrutura na Alemanha com Humboldt e Ritter. ○ Fenômenos X ação humana A geografia abandona o papel descritivo e passou a explicar fenômenos e suas inter- relações.
  6. 6.  Augusto Conte desenvolve o positivismo (Geografia Tradicional) Ciência deveria deixa de especular sobre a origem dos fenômenos e se apoiar apenas na observação na experimentação e na comparação de resultados, procurando a causa dos fenômenos e formulando leis Positivismo:  Descrição  Enumeração  Classificação dos fatos  As relações sociais são pouco valorizadas.
  7. 7.  Determinismo geográfico – Ratzel: as condições ambientais, em especial o clima, são capazes de influenciar o desenvolvimento intelectual e cultural das pessoas. Pessoas de áreas temperadas teria um desenvolvimento mais elevado do que nas áreas tropicais , quentes e úmidas. (Superioridade racial, justificativa de apropriação de territórios) Possibilismo - La Blache: Pessoas poderiam atuar no meio, modificando –o e determinando o seu desenvolvimento. Geografia como ciência dos lugares e não dos homens.
  8. 8. População Demografia População absoluta – é o numero total de um lugar (país, cidade, região) Quando um determinado lugar possui grande numero de habitantes, dizemos que é populoso ou de grande população absoluta. Quando possui um pequeno número de habitantes, dizemos que é pouco populoso ou de pequena população absoluta. 5 países mais populosos: China, Índia, Estados Unidos, Indonésia, Brasil.
  9. 9.  Países pouco populosos: na África: Ilhas Mauricio, Gabão, Gâmbia; Ásia: Kuwait, Butão, Mongólia; America: Belize, Trinidad e Tobago; Europa: Estônia, Eslovênia; Oceania: Polinésia, Ilhas Fiji. Cidades populosas: Seul, na coréia do Sul; Bumbai, na Índia; São Paulo; Jacarta, na Indonésia; Tóquio no Japão.
  10. 10.  Densidade Demográfica – É a média de habitantes por quilômetros quadrados (hab/Km²). Quando um determinado território possui elevada densidade demográfica, dizemos que ele é densamente povoado, quando possui baixa densidade demográfica, dizemos que é fracamente povoado. Países Densamente povoados (hab/Km²), Vaticano (2.273) País fracamente povoado: Canadá (3)
  11. 11.  Países populosos não são necessariamente densamente povoados. Apesar de terem uma população absoluta elevada, muitos países possuem grande área territorial. Ex. Rússia Por que existem no planeta grandes vazios populacionais e áreas tão densamente povoadas?
  12. 12. Crescimento demográfico Fases do crescimento populacional  1. natalidade e a mortalidade é muito alta e a população cresce pouco (baixa expectativa de vida, índice de mortalidade alta: condições higiênico-sanitárias, epidemias, guerras, fome etc )  2. Elevada taxa de natalidade e baixa de mortalidade, havendo uma explosão demográfica. Países em desenvolvimento e subdensenvolvidos  3. Natalidade também diminui se aproximando da taxa de mortalidade, reduzindo muito o crescimento populacional ○ conseqüência disso a diminuição do índice de jovens e aumento da de idosos
  13. 13.  Problemas:  Falta de jovens para o mercado de trabalho, os idosos começam a se aposentar e a morrer faltariam jovens, elevando a mão de obra  Com o aumento da população idosa, há uma elevação no custo dos aposentados
  14. 14. Teorias demográficas edesenvolvimento Socioeconômico Malthus: PGXPA Neomalthusianismo: Período dos pós guerra ressurge a teoria com a explosão demográfica dos baby boom:  Atribuíam a culpa pela situação de miséria dos países subdesenvolvidos ao acelerado crescimento populacional  Concordavam que a agricultura era capaz de produzir alimentos suficientes para todos  Defendiam programas rígidos e oficiais de controle de natalidade.
  15. 15.  Reformistas ou marxistas  A própria miséria é a responsável pelo acelerado crescimento da população.  Defendem a necessidade de reformas socioeconômicas que permitam a elevação do padrão de vida, melhorando, entre outras coisas, a distribuição de renda e de alimentos e propiciando um aumento da escolaridade, que resultariam num planejamento familiar na sua diminuição da natalidade e do crescimento vegetativo.
  16. 16. Migrações Migrações definitivas/Migrações temporárias Exôdo rural Migração diária ou pendular: Mora em um lugar e trabalho em outro.
  17. 17.  Diáspora  Seus antepassados, dispersam-se pelo mundo partindo de um “centro”  Mantêm lembranças coletiva ou mitos da terra natal.  Acreditam que não são completamente aceitos  Consideram sua terra de origem como o local para onde seus descendentes poderiam voltar um dia.
  18. 18.  Conseqüências das migrações:  Contribuição no processo de ocupação geográfica  Contribuição no processo de miscigenação  Mudanças de costumes, concorrência à mão-de- obra, problemas ideológicos, etc.

×