Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Importância do Marketing Digital para o Turismo

1,261 views

Published on

[Esta é uma apresentação feita em Ponte de Sor numa Ação de Sensibilização com os Agentes Económicos da Região | Projeto Alentejo Feel Nature]
O mundo mudou. A forma de fazer marketing também.
Mas muitas das empresas ainda não se adaptaram a esta realidade e continuam a promover e a vender os seus serviços da mesma forma que se fazia há 10 anos atrás.
A Internet mudou a forma como o consumidor se relaciona com as marcas e, atualmente, é este quem decide as regras do jogo.
Se quer que a sua empresa do sector do Turismo sobreviva num mundo digital em rápida evolução, tem de conseguir adaptar-se a essas mudanças e conhecer a jornada do consumidor!

Published in: Travel

Importância do Marketing Digital para o Turismo

  1. 1. Marketing Digital para o Turismo Helena Dias DIGITAL STRATEGIST & HEAD OF SOCIAL
  2. 2. Acordamos todas as manhãs chateados com uma coisa:
  3. 3. E É ISTO.
  4. 4. A razão porque temos sido sucedidos a ajudar os clientes não foi o meu carisma…
  5. 5. Foi o facto de compreendermos onde é que os consumidores estavam em 1998…
  6. 6. E MAIS IMPORTANTE...
  7. 7. Onde é que iam estar em 2008.
  8. 8. E EM 2015?
  9. 9. E VOCÊ? Vamos interagir 
  10. 10. QUANTOS DE VOCÊS TÊM UMA PÁGINA NO FACEBOOK?
  11. 11. UMA PÁGINA DE EMPRESA NO LINKEDIN?
  12. 12. UMA CONTA NO INSTAGRAM?
  13. 13. E DEPOIS?
  14. 14. >7.000 Páginas de Marcas em Portugal
  15. 15. >17 MILHÕES No mundo inteiro!
  16. 16. O Jogo Mudou!
  17. 17. As empresas gastam milhões em... CARTAZES CORREIO BROCHURAS TV RÁDIO PORQUÊ?
  18. 18. A maioria destes estão a entrar em colapso em termos de captação da atenção do utilizador.
  19. 19. SE ME CONSEGUIR DIZER A ÚLTIMA VEZ QUE...
  20. 20. A. Parou para ler um cartaz publicitário na rua
  21. 21. B. Ficou entusiasmado ao abrir um email
  22. 22. Então envie-me um email para hdias@oakreative.com e conte-me sobre isso. (Porque aposto que não consegue)
  23. 23. E MESMO QUE CONSIGA,
  24. 24. Não acredita mesmo que os cartazes publicitários valem o mesmo que há 10 anos atrás, certo?
  25. 25. E o mesmo é verdade com o Email.
  26. 26. A PROPOSTA DE VALOR JÁ NÃO É A MESMA QUE COSTUMAVA SER.
  27. 27. Imagem Já houve um tempo em que todos ficávamos entusiasmados por comprar uma estada de 100€ por 50€ na Groupon.
  28. 28. Mas atualmente estes emails já são marcados como SPAM Ainda antes de chegar à nossa caixa de entrada.
  29. 29. Porque os temos recebido em grande escala nos últimos anos.
  30. 30. QUAL É A SOLUÇÃO ?
  31. 31. Compreender a Jornada do Consumidor
  32. 32. Inspiração para a Viagem Pesquisa Reserva Experiência Partilha da Experiência
  33. 33. 1. ESTUDAR O CONSUMIDOR
  34. 34. FRANÇA
  35. 35. A jornada de compra online dos consumidores Franceses Fonte: http://bit.ly/1bdai9C
  36. 36. Os consumidores Franceses utilizaram os motores de pesquisa para comprar? (Hotéis e Voos) Fonte: http://bit.ly/1F65Ci5
  37. 37. Principais canais online utilizados pelos Franceses para tomar a decisão de compra (Hotéis e Voos) Fonte: http://bit.ly/1IwHLXz
  38. 38. Como é que os Franceses, que pesquisarem offline, completaram a sua compra? (Hotéis e Voos) Fonte: http://bit.ly/1yKmvhj
  39. 39. 2. ATRAÍ-LOS ATÉ NÓS
  40. 40. Pense na Web como se fosse uma cidade…
  41. 41. O seu Website é a sua casa.
  42. 42. .Os blogues são os bares.
  43. 43. Blogues • Conteúdos frescos e originais geram tráfego orgânico para o website; • Informação especializada e útil, num tom pessoal e opinativo. Isto, vai de certeza conquistar a confiança dos seus leitores; • Porque não escrever sobre as melhores rotas turísticas, os melhores restaurantes, os melhores hotéis, os melhores pontos turísticos? • Crie parcerias com bloguers. Convide-os a visitar a sua empresa, a experimentar os seus produtos e a conhecerem a equipa para falarem sobre o seu negócio (sem que tenha de pedir nada)? E pode ainda propor uma troca de publicações.
  44. 44. Caso de Estudo
  45. 45. Os sites de reviews são os clubes privados.
  46. 46. Tripadvisor • Registe-se como representante do hotel; • Responda publicamente aos comentários; • Analise os positivos e pense como pode expandir essa experiência em todos os pontos de contacto; • Analise os negativos e trabalhe para os resolver, ou pelo menos para garantir que não volta a acontecer; • Atualize regularmente informações sobre o hotel; • Adicione imagens; • Analise as estatísticas; • Incentive os clientes a fazerem reviews.
  47. 47. Caso de Estudo
  48. 48. Exemplo Prático • Para aumentar o número de avaliações positivas, no ato de pagamento pergunte aos clientes como foi a experiência. • Se lhe responderem que foi muito positiva, dê- lhes um cartão com o nome da página no Tripadvisor e peça-lhes para fazerem uma avaliação e comentário sobre a experiência. • Poderá até criar um desconto para os clientes que o fizerem.
  49. 49. E as redes sociais as festas.
  50. 50. Facebook • Separadores personalizados (tabs) – Pode integrar até 12 separadores personalizados (informações sobre a empresa e/ou produtos, vales de descontos e promoções, outras redes sociais); • Existem diversas plataformas para criar separadores personalizados, nomeadamente a Woobox (que possui algumas gratuitas) e a Short Stack (Grátis até 2000 fãs). • F-stores – São várias as empresas que permitem integrar uma loja online num separador personalizado. Um dos exemplos é a Facestore (versão gratuita até 10 produtos). • Hashtags – Crie uma personalizada para a sua empresa. Pode ser #asuaempresa ou mesmo algumas mais específicas como #HojeNoAlentejo. • Passatempos – Aproveite comemorações como o Dia dos Namorados, Natal, início do Verão para oferecer descontos, promoções ou mesmo produtos aos seus fãs.
  51. 51. Caso de Estudo
  52. 52. Twitter • Permite estabelecer facilmente em diálogo com os utilizadores que estão a falar sobre a nossa empresa; • Ouvir os que os clientes estão a falar; • Acompanhar as notícias.
  53. 53. Caso de Estudo
  54. 54. LinkedIn • Uma página de empresa no LinkedIn, se usada corretamente, oferece uma grande oportunidade para a comercialização de produtos/serviços, principalmente por Centros de Congressos entre outros negócios com espaços para conferências e eventos. • Um bom exemplo disso é a Memphis Convention and Visitors Bureau.
  55. 55. Caso de Estudo
  56. 56. Pinterest • Criar conta empresa e validar site em http://business.pinterest.com/ • Criar álbuns: • Apresentando os quartos; • “Ofertas” • De grupo e convidar clientes a partilharem fotografias de quando experimentaram os seus produtos/serviços; • Organizados por destinos com rotas turísticas; • Inspiracionais sobre tópicos de viagem (romance, aventura, lazer, negócios); • Épocas festivas.
  57. 57. Caso de Estudo
  58. 58. Instagram • Criar username igual ao do Twitter; • No nome usar palavras chave (Por exemplo, Alojamento em Ponte de Sôr Alentejo + Aveiro); • Publicar imagens do Hotel, Staff, Serviços, Frases inspiradoras, Fotografias da região.
  59. 59. Caso de Estudo
  60. 60. 3. CRIAR RELAÇÕES COM O CONSUMIDOR
  61. 61. Perceber onde é que eles estão
  62. 62. É nossa missão contar a nossa proposta de valor de valor
  63. 63. (qual é a sua história)
  64. 64. Ao longo da tomada de decisão da compra
  65. 65. E PARA CONTAR BEM A HISTÓRIA,
  66. 66. PRIMEIRO PRECISAMOS CAPTAR A ATENÇÃO DO CONSUMIDOR PARA TER ESSA HIPÓTESE.
  67. 67. E a atenção destes está a mudar, e muito RÁPIDO.
  68. 68. Muitas empresas tratam as Redes Sociais como “canais de distribuição”.
  69. 69. Como mais uma forma de sobrecarregar o consumidor com informação inútil.
  70. 70. E esquecem-se que as redes sociais são as primeiras plataformas que foram criadas de facto para diálogos de duas vias.
  71. 71. O TRUQUE AQUI É…
  72. 72. A forma como pode de facto ter sucesso e oferecer valor…
  73. 73. É aprender a contar a sua história em cada plataforma.
  74. 74. Respeite a psicologia do que faz um utilizador do Facebook
  75. 75. Diferente do um utilizador do Pinterest
  76. 76. E ainda mais diferente de um utilizador do Instagram.
  77. 77. Assim como as pessoas, cada rede social tem a sua própria personalidade.
  78. 78. É ASSIM QUE VAMOS ADICIONAR VALOR.
  79. 79. MAS ISTO NÃO CHEGA.
  80. 80. A CHAVE: TESTAR, MEDIR, TESTAR, MEDIR
  81. 81. Facebook Insights
  82. 82. Facebook Audiences https://www.facebook.com/ads/audience_insights/
  83. 83. Consegue compreender PORQUÊ que as pessoas encontram valor nestas plataformas?
  84. 84. Porque eu prometo-lhe que aqueles que não compreendem o consumidor de hoje, são aqueles que irão abandonar o negócio amanhã.
  85. 85. E pessoas muito mais ricas e com melhores contactos do que você, abandonaram o negócio por essa mesma razão.
  86. 86. Porque estes se recusaram a adaptar a 2015

×