+ Inovação Pública: Oficina Observar

271 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
271
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide
  • Portal é para quem quer inovar Modelo Mental – Ex: Rio de Janeiro Apoio: Ex: + RJ e – Hudson Troca de Experiências: Assessoria de São Paulo
  • Orientações: Não se prender ao julgamento Pensar fora da caixa Não ir para o comum
  • + Inovação Pública: Oficina Observar

    1. 1. Oficina Observar, Definir e Idealizar 15/08/12+ Inovação Pública Instituto Tellus 1
    2. 2. Cronograma Hora Atividade 16h Boas vindas e Café 16h15 Check-in 16h30 Dinâmica do Desenho Coletivo + debriefing Apresentação: 1) Ponto de Partida 2) O que 16h45 fizemos 3) Aprendizados 17h30 Justificativa e Definição do desafio 17h45 Ideação - 3 grupos com 15 min cada rodada 18h40 Check-out+ Inovação Pública Instituto Tellus
    3. 3. DESENHO EM RODACOMO FAZER:10 MINUTOS. Grupo em roda, cada um com uma folha e canetascoloridas. Cada um olha para seu colega da esquerda e desenha nopapel traços que representam o que aquele colega lhe inspiraemocionalmente, podendo fazer desenhos abstratosDepois de 3 minutos, cada um passar para a pessoa da sua direita o seupapel.No papel que recebeu, continuar fazendo o desenho da pessoa ao lado,mas usando as linhas que estão no papel.
    4. 4. DESENHO EM RODA Como foi a experiência? O que sentiram? O que foi mais difícil? O que foi mais divertido? Qual o resultado final?
    5. 5. Fases Hoje 1-PREPARAR 2-ENTENDER 3-OBSERVAR 4-DEFINIR 5-IDEALIZAR 6-PROTOTIPAR 7-TESTAR 8-ITERAR ação, foco no ser humano, co-criação e prototipagem+ Inovação Pública Instituto Tellus 5
    6. 6. Ponto de Partida+ Inovação Pública Instituto Tellus 6
    7. 7. O que sabemos? O que gostaríamos de saber?+ Inovação Pública Instituto Tellus 7
    8. 8. O que gostaríamos de saber? • Barreiras • Co-Criação • Decisores • Inovação • Gestão na Ponta • Processo • Relação Decisores e Ponta+ Inovação Pública Instituto Tellus
    9. 9. Fase de Observação O que fizemos+ Inovação Pública Instituto Tellus 9
    10. 10. Fase Observar: O que foi feito? 1) Experiência empática de Sombra com Assessoria de Inovação do Governo do Estado de São Paulo+ Inovação Pública Instituto Tellus 10
    11. 11. Fase Observar: O que foi feito? 2) Entrevistas de Diálogo com servidores públicos do Estado de São Paulo+ Inovação Pública Instituto Tellus 11
    12. 12. Fase Observar: O que foi feito? 3) Imersão transversal em um ambiente público inovador - Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro+ Inovação Pública Instituto Tellus 12
    13. 13. Fase Observar: Como foi feito? A partir da escuta empática, mergulhar na vida das pessoas envolvidas no desafio para identificar suas reais necessidades, sonhos e barreiras enfrentadas por elas+ Inovação Pública Instituto Tellus 13
    14. 14. “SOMBRA”ACOMPANHAR UMA PESSOA DURANTE SEU DIAOBSERVAR SEM INTERFERIRDOCUMENTAR COMPORTAMENTOS SINTOMÁTICOSENTENDER COMO AS PESSOAS AGEM NATURALMENTEDURANTE SUA ROTINA DIÁRIA E COMO ISSO SE RELACIONA EAFETA O OBJETIVO DO ESTUDO + Inovação Pública Instituto Tellus
    15. 15. “ENTREVISTA DIÁLOGO”CRIAR UMA CONEXÃO COM A REALIDADE DOENTREVISTADO E NÃO UMA COLETA DE DADOS.FOCO NA EMPATIAPERMITIR UMA CONVERSA ABERTA QUE POSSATE LEVAR A DESCOBERTAS INESPERADAS+ Inovação Pública Instituto Tellus
    16. 16. “MOSCA NA PAREDE”PARADO, OBSERVAR SEM INTERFERIRDOCUMENTAR COMPORTAMENTOS SINTOMÁTICOSENTENDER COMO AS PESSOAS AGEM NATURALMENTE EMUMA DETERMINADA SITUAÇÃO OU LOCAL + Inovação Pública Instituto Tellus
    17. 17. “ARQUEOLOGIA” VISITAR AMBIENTES E LOCAIS FREQUENTEMENTEUSADOS PELO PÚBLICO-ALVO E RECOLHER/DOCUMENTAREVIDÊNCIAS FÍSICAS DE COMPORTAMENTOS SINTOMÁTICOSENTENDER, ATRAVÉS DAS EVIDÊNCIAS FÍSICAS E MARCAS DEUMA PESSOA OU GRUPO, COMO ELAS AGEM E COMO SÃO + Inovação Pública Instituto Tellus
    18. 18. Assessoria de Inovação Modelo Mental da Inovação “ O governo não é mais nosso, é do cidadão” (Pepe) “ Todo mundo deveria estar na linha de frente. As pessoas deveriam sair do gabinete 100 dias por ano” (Pepe) “ A Assessoria de Inovação é um grupo de trabalho feito por pessoas que acreditam e fazem o processo de inovação. Esse modelo mental é levado para onde formos” (Roberto Agune) “ Inovação é rever os processos de trabalho” (Agune) Troca de Experiência Desenvolvem o Inovaday – encontro mensal oferecido pela a Assessoria a todos os serviços do Estado. Um encontro de melhores práticas, novas tecnologias e espaço de networking entre os órgãos públicos. É o único encontro frequente que acontece no Estado entre funcionários públicos Liderança A Assessoria de inovação antes pertencia a Secretária de Gestão e na troca de governo passou para Secretária de Planejamento do Estado de São Paulo. Roberto Agune explicou que a decisão em inovar vem da cúpula, e que sem apoio da liderança executiva é impossível arriscar, tentar, experimentar novas possibilidades. O ambiente da assessoria é leve e foi possível identificar uma excelente comunicação entre eles. A escuta de todos é apurada, há espaço de co-criação e colaboração.+ Inovação Pública Instituto Tellus 18
    19. 19. Luiz Amin Modelo Mental da Inovação Luís narrou experiências muito alinhadas com a metodologia do Design Thinking – Para resolver um problema das Filas do Procon, a equipe passou um dia observando a fila e experimentou os serviços do Procon. Com um pré-atendimento, uma triagem na fila e a departamentalização dos serviços, a fila diminuiu consideravelmente. “A pessoa que procurava os serviços passou a esperar sentada, ser chamada pelo nome e ser atendida por alguém que já estava sabendo qual era o seu problema. Isso é cidadania.” Eu fui renovar minha carteira de motorista e levei uma carta do próprio Poupatempo como comprovante de residência, eles não aceitavam. Aquilo precisava mudar”. Troca de Experiências Para o desenvolvimento do sistema a consulta telefônica da cesta básica, Luís destacou a importância da troca de ideias e da manutenção de redes de conhecimento. “Eu só consegui fazer esse sistema porque um cara que eu conheci nesses encontros me deu uma dica para melhorar o desempenho das ferramentas que eu tinha em mãos”+ Inovação Pública Instituto Tellus 19
    20. 20. Germano Guimarães (Prêmio Mario Covas) Modelo Mental da Inovação / Co-criação Na secretária de educação, para entender qual era as necessidades foi escutar os funcionários da secretária, estabeleceu empatia, conheceu e mergulhou no contexto de quem estava há anos do governo. Durante meses fez conversas com os departamentos de dentro da Secretária. intuitivamente, era tudo co-criado com os diretores e funcionários. Nunca chegou com um projeto pronto e quis implementar. Escutava as pessoas e considerava suas opiniões. Modelo Mental da Inovação/ Observação (Melhorar copiando) Fez benchmark e aprendeu com empresas que são líderes no que precisava para implementar em seu projeto. Modelo Mental da Inovação/ Protótipos Começava com projetos menores e se bem sucedidos, gradativamente, eram implementado em outras escolas. Apoio da Liderança Enfatizou que o apoio da liderança foi fundamental para todos os projetos que realizou na área pública, é importante para o gestor que está inovando que tenha tranquilidade para fazer o que deseja a partir do suporte do executivo.+ Inovação Pública Instituto Tellus 20
    21. 21. Hudson Augusto (Secretaria Administração Penitenciaria) Modelo Mental da Inovação/Co-criação Hudson sabe o poder de uma rede e quem o que basea a construção dela é a co-criação e colaboração. Troca de Experiências Participa de grande quantidade de eventos e destacou a importância, principalmente para ele que trabalha com tecnologia, de estar perto das pessoas e trocar informações e aprender, ser capacitado. É um participante ativo do Inovaday e vê muito valor nesses encontros. “ Temos muito o que aprender intragoverno e replicar o que o colega lá do nordeste tá fazendo. São realidades parecidas e encurta o caminho” “ Quanto mais repertório melhor, se eu não soubesse das teoria das redes – achei na intenet, não teria criado todas essas plataformas de colaboração e o projeto de acessibilidade” Apoio da Liderança Hudson não tinha apoio do seu gestor para desenvolver seu projeto. Para ter o reconhecimento, passou a criar redes que ajudassem outras secretarias. Até que um dia sua inovação chegou a ser replicada em varias secretárias, até chegar na sua (SAP). Outro projeto que conseguiu implementar sem apoio total da liderança, foi o sistema de presos plantarem arvores. Mostrou ao diretor os benefícios que ele teria.+ Inovação Pública Instituto Tellus 21
    22. 22. Destaques – Sec Educação RJ Secretária Municipal - Claudia Costin Importância do entendimento do Problema “É o problema que te dá a essência para fazer a coisa certa” Escuta “Inovação precisa de coração aberto” Visão ampla do paradigma “Vemos o professor como um assegurador do Postura Liderança conhecimento, não fornecedor de aulas” “Há uma preocupação em trazer a Escalabilidade cultura do empreendedorismo e “A inovação precisa ser vocacionada para a replicação” da ousadia. E quem traz essa cultura é a Liderança.” Ótimo é inimigo do bom “Aqui o processo é de planefazer” Top +10 e -10 “O que as Top 10 fazem?” Twitter e motivação “A comunicação é importante. Ex: 20-60-20”+ Inovação Pública Instituto Tellus 22
    23. 23. Destaques – Sec Educação RJ Sub-Secretários e Assessores Proximidade e apoio para ponta “Nossa rotina de trabalho é fora do Gabinete, estou sempre na rua” Comunicação e engajamento “O processo não foi imposto para as escolas. Fizemos uma seleção prévia e depois apresentamos o convite para namorar à moda antiga” Autonomia e cobrança para inovar Estratégia curto prazo “Não queremos saber como está sendo feito. O “Fizemos tudo isso porque achamos compromisso é entregar o modelo final. Dou apoio, uma brecha legal” autonomia e cobro para as escolas inovarem” “Fazer um mapeamento de atores legais foi importante” Equipe contente e diversa “Temos consciência de que somos a mudança” “Nossa equipe é muito diversa e todos aceitaram o desafio”+ Inovação Pública Instituto Tellus 23
    24. 24. Destaques – Sec Educação RJ Diretoras de Escolas Públicas Proximidade da Liderança “Nunca tive uma postura tão próxima com a Secretária. Ela liga para cá sempre, para apoiar e cobrar” Oportunidade de mudar “Adiei minha aposentadoria para colocar na prática o sonho que sempre tive, mas nunca tive apoio” Realização no presente “Sinto que hoje realmente construímos um modelo inovador que nunca imaginamos na área pública” Co-criação Aparelhamento Administrativo “Trabalhamos muito junto dentro “Ganhamos apoio administrativo para gerir a escola. da escola, entre professores, e Antes eu administrava o portão da escola.” com outras escolas na troca de Ponto de atenção aprendizados” “Tenho medo da palavra inovação, pois ela abando na experiências passadas das pessoas”+ Inovação Pública Instituto Tellus 24
    25. 25. Jair Souza, diretor de TI Metrô Perfil dos Inovadores “É preciso juntar um “grupo de loucos” para fazer a mudança”. Grupo de loucos, ou seja, aqueles que não aceitam que não haja solução, que sempre acreditam que dá para fazer Resiliência, paciência, acreditar na ideia, ser movido por desafios e ter clareza que está trabalhando para a sociedade Inovação “Toda inovação tem gatilho. O nosso foi a necessidade” “Principal combustível para manter a inspiração é a troca e valorização de experiências. O que impacta o desejo de inovar é o exemplo de pessoas que estão fazendo” Abertura e co-criação Inovações, melhorias, eficiência e redução de custos por meio do crowd sourcing, abertura de dados e da participacão dos cidadãos “Quanto mais melhora, mais pessoas participam e entram no sistema”+ Inovação Pública Instituto Tellus 25
    26. 26. Brás Nogueira, Diretor da E.M Campos Salles Estratégias para inovar e criar ambiente inovador: o Construção e consolidação de bases de poder o Reconhecimento da liderança e do propósito pelos diversos atores o Estímulo ao protagonismo e autonomia de todos o Ideia/projeto bancado por todos, com consistência o Articulacão de parcerias o Construir visibilidade para atrair parcerias, conquistar apoio de lideranças superiores e criar legitimidade+ Inovação Pública Instituto Tellus 26
    27. 27. Roberto Arantes, Coordenador de Relações Institucionais Secretaria de Transportes Metropolitanos Barreiras para inovar Perfil dos Inovadores Tempo: “Quem quer fazer acaba muito sobrecarregado” “Não consigo ficar parado. Todo dia é dinâmico, tem novidade, não tem hora Dificuldade de acessar informações: conhecimento é pessoal para sair. Tenho prazer em finalizar e fica na gaveta;falta de divulgação de informações e projetos projetos e impactar a vida dos milhões de pessoas que utilizam os transportes” Estratégias para tornar ideias em ação Troca de experiência: grupos de trabalho setoriais encontros entre pessoas de diferentes secretarias e com convidados externos Construção de redes pessoais: “Em muitos casos pelo processo formal demora muito, então, eu começo com as formalidades, mas vou paralelamente trabalhando rápido por meio de amigos, contatos pessoais” Análise de poder e trabalho político: “Independentemente da ideia nascer da ponta ou de perto do gabinete, é preciso convencer as pessoas no um a um. Até chegar um ponto em que a liderança não tem como negar o projeto”+ Inovação Pública Instituto Tellus 27
    28. 28. Aprendizados+ Inovação Pública Instituto Tellus 28
    29. 29. “Mapa Mental” Aprendizados das Fases Entender e Observar+ Inovação Pública Instituto Tellus
    30. 30. Barreiras+ Inovação Pública Instituto Tellus 30
    31. 31. Co-criação+ Inovação Pública Instituto Tellus 31
    32. 32. Decisores+ Inovação Pública Instituto Tellus 32
    33. 33. Inovação no Governo+ Inovação Pública Instituto Tellus 33
    34. 34. Inovação na Ponta+ Inovação Pública Instituto Tellus 34
    35. 35. Processo ↕+ Inovação Pública Instituto Tellus 35
    36. 36. Relação Liderança e Gestor+ Inovação Pública Instituto Tellus 36
    37. 37. Definição do desafio+ Inovação Pública Instituto Tellus 37
    38. 38. Justificativas para Definição do Desafio • Oportunidade de melhorar recurso já existente • Portal não atende o público que deseja ferramentas práticas e troca de aprendizagens • Portal não possui uma estrutura clara de informações e hierarquização de informações • Portal não relaciona análise de problema e solução • Conteúdo pouco detalhado e sem dinâmica prática de insights+ Inovação Pública Instituto Tellus 38
    39. 39. Início de Definição do desafio Verbos Objetos Redesenhar Experiências Pessoais Estimular Aprendizados Fomentar Ferramentas Apoiar Realizações Premiar Práticas Evidenciar Modelo Mental Inovar Referências Engajar Exemplos Alimentar Dia-a-dia Divulgar Contatos Surpreender Redes Aproximar Superações Conhecer Diálogo Identificar-se Presença Agregar Metodologias Simplificar Manuais – Faça você mesmo
    40. 40. Definição do desafio Aprimorar o uso do INSPIRA para Estimular e Divulgar:MODELO MENTAL DA APOIO DE LIDERANÇASINOVAÇÃO TROCAS DE EXPERIÊNCIAS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
    41. 41. Ideação + ideias = + riqueza+ Inovação Pública Instituto Tellus 41
    42. 42. Referências Blog do projeto + Inovação Pública: maisinovacaopublica.wordpress.com Site com links de pesquisa: groups.diigo.com/group/inovacao_publica+ Inovação Pública Instituto Tellus

    ×