Eduardo Felipe Matias

501 views

Published on

Conferência Ethos 2012

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
501
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Eduardo Felipe Matias

  1. 1. RIO+20, EMPRESAS e ONGsPRESSIONANDO AS EMPRESASSEDUZINDO AS EMPRESASQUANDO AS EMPRESAS PRESSIONAMTRANSFORMANDO AS EMPRESASCONCLUSÃO: O QUE MUDA COM A RIO+20?
  2. 2.  ECONOMIA VERDE  Setor Privado: 70% da economia global Privado: GOVERNANÇA GLOBAL DA SUSTENTABILIDADE  Multiplicidade de níveis de autoridade
  3. 3.  ONGs  muitas são transnacionais  podem pressionar os governos  papel fiscalizador (monitoramento)  credibilidade  conhecimento especializado
  4. 4.  TRANSNACIONAIS SÃO GRANDES EMISSORAS PESO ECONÔMICO AS TORNA ATORES PRINCIPAIS CRIATIVIDADE e DINAMISMO PODER DE PRESSÃO
  5. 5.  LUGAR CENTRAL DAS INDÚSTRIAS “MARRONS” EMPRESAS são “AGENTES EXTERNALIZADORES”  Falha de mercado  Dever de maximizar os lucros para acionistas
  6. 6. PRESSIONANDO AS EMPRESASSEDUZINDO AS EMPRESASQUANDO AS EMPRESAS PRESSIONAMTRANSFORMANDO AS EMPRESASCONCLUSÃO: O QUE MUDA COM A RIO+20?RIO+20, EMPRESAS e ONGs
  7. 7.  SOCIEDADE CIVIL  Consumo consciente  Comunidades locais preocupadas com impactos  Campanhas – ONGsREGULAÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL  Aumento de custos  Barreiras comerciais a produtos “marrons”?  Alto custo futuro do carbono ?
  8. 8. Estímulo para produtores e consumidoresTecnologias de baixo carbono Inclusão dos custos ambientais e sociais das emissões de CO2 nos produtos e serviços
  9. 9. SEDUZINDO AS EMPRESASQUANDO AS EMPRESAS PRESSIONAMTRANSFORMANDO AS EMPRESASCONCLUSÃO: O QUE MUDA COM A RIO+20?RIO+20, EMPRESAS e ONGsPRESSIONANDO AS EMPRESAS
  10. 10. Milton Friedman: “a única responsabilidade social das empresas é gerar lucro para seus acionistas, dentro das regras da sociedade (leis)”  Necessário: business case para as ações socioambientais Crítica à visão de Friedman:  tratou investimentos como custos  investimentos em sustentabilidade podem ter retornos financeiros
  11. 11.  REDUÇÃO DE RISCOS (AMBIENTAIS/REGULATÓRIOS) MELHOR APROVEITAMENTO DE RECURSOS: ECOEFICIÊNCIA GANHO DE REPUTAÇÃO EXPLORAR O CONSUMO VERDE GANHOS COM RECURSOS HUMANOS
  12. 12. QUANDO AS EMPRESAS PRESSIONAMTRANSFORMANDO AS EMPRESASCONCLUSÃO: O QUE MUDA COM A RIO+20?RIO+20, EMPRESAS e ONGsPRESSIONANDO AS EMPRESASSEDUZINDO AS EMPRESAS
  13. 13.  PRESSÃO DOS “FIRST-MOVERS” SOBRE OS GOVERNOS  regular o setor para tornar práticas sustentáveis obrigatórias PRESSÃO SOBRE FORNECEDORES  Estudo – McKinsey:  40% a 60% da pegada estão na cadeia de suprimentos BANCOS, SEGURADORAS, INVESTIDORES  preocupados com os riscos financeiros e ambientais
  14. 14. TRANSFORMANDO AS EMPRESASCONCLUSÃO: O QUE MUDA COM A RIO+20?RIO+20, EMPRESAS e ONGsPRESSIONANDO AS EMPRESASSEDUZINDO AS EMPRESASQUANDO AS EMPRESAS PRESSIONAM
  15. 15.  MUDAR A AVALIAÇÃO DOS RESULTADOS MUDAR o BÔNUS dos EXECUTIVOS FOCO NO STAKEHOLDER ENGAJAMENTO DOS EMPREGADOS E DA DIREÇÃO MUDANÇA DA “MISSÃO” ADOTAR MECANISMOS DE SUSTENTABILIDADE
  16. 16. TRANSFORMAR (LEGAL)INFLUENCIAR VALORAR(MARKETING) (VALUATION)
  17. 17. CONCLUSÃO: O QUE MUDA COM A RIO+20?RIO+20, EMPRESAS e ONGsPRESSIONANDO AS EMPRESASSEDUZINDO AS EMPRESASQUANDO AS EMPRESAS PRESSIONAMTRANSFORMANDO AS EMPRESAS
  18. 18.  Estados: papel indutor Rio+20: Acordo com metas obrigatórias (ODS)? Consenso sobre economia verde? sinais corretos para a iniciativa privada:  benefícios para empresas sustentáveis (first-movers)  exigir que empresas adotem políticas que alterem o seu DNA  tornar mecanismos obrigatórios
  19. 19. eduardo.matias@nelmadvogados.com Twitter: @EduFelipeMatias Doutor em Direito Internacional pela USP, com pós doutorado na Espanha pelaIESE Business School. Mestre em Direito Internacional pela Universidade de Paris IIPanthéon-Assas e visiting scholar na Columbia University em Nova York. Sócioresponsável pelas áreas internacional, empresarial e de sustentabilidade doescritório Nogueira, Elias, Laskowski e Matias Advogados, em São Paulo. Autor demais de sessenta artigos, publicados em diversos meios de comunicação do país, edo livro A Humanidade e suas Fronteiras do Estado soberano à sociedade global,vencedor do Prêmio Jabuti

×