Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

O papel dos grandes líderes da história, sob o ponto de vista do espiritismo

7,822 views

Published on

Palestra proferida por André Steagall Gertsenchtein no Instituto Espírita de Educação.

  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

O papel dos grandes líderes da história, sob o ponto de vista do espiritismo

  1. 1. O papel dos grandes líderes da História, sob o ponto de vista do Espiritismo IEE – 4 de março de 2010
  2. 2. Ação do Plano Espiritual no Mundo Eventos físicos diretos (Ex.: tempestade destruindo a Grande Armada Espanhola – Felipe II, Elizabeth I, 1588, cento e trinta navios e trinta mil homens) Influência sobre culturas/etnias (Início de Roma, Portugal nas ações no Brasil e libertação da Espanha após Felipe II – 1580 a 1640) - Através de Espíritos com missões (Líderes)
  3. 3. Quem são os Líderes? “Enviados por Deus” Profetas, oniscientes Senso Comum Grande estatura moral Missão de caráter religioso
  4. 4. Quem são os Líderes? Espíritos com características marcantes (qualidades e defeitos) Missões específicas, de acordo com suas habilidades (sem Na realidade... deixarem de ser experiências para seu próprio crescimento) Missões de ordem espiritual (moral) e temporal, sujeitos a sucesso, sucesso parcial e fracasso
  5. 5. Qual o “papel” destes Líderes? De elevado caráter moral (Moisés, Sócrates, Jesus, Maomé, Lutero, Kardec) De natureza civilizadora (Irmãos Graco, César, Às vezes ... Augusto, Adriano, Marco Aurélio, Carlos Magno, Napoleão, D. João VI, D. Pedro II) De natureza cultural (Leonardo da Vinci, Rafael) De natureza científica (Pasteur, Einstein)
  6. 6. Como são os Líderes? Espíritos experientes, com algumas características bastante acentuadas. Pouco conscientes de suas missões, Em geral são .... em princípio (respeito ao livre- arbítrio) Sujeitos a falhas, que ocorrem com freqüência (Maomé, Napoleão) Intensamente amparados e intuídos
  7. 7. Caso: O Descobrimento do Brasil 1375 – Jesus delega a Hilel (60 AC - 9 DC) missão de reencarnar e ajudar no descobrimento do Brasil 1394 – Nascia D. Henrique de Sagres 1417 - Escola de Sagres - navegação e expedições ao mar. Príncipe Henrique, o Navegador (Infante Dom Henrique) 1460 – Desencarna o Infante deixando aos seus seguidores as cartas marítimas
  8. 8. O Descobrimento do Brasil (cont.) 1495 – Coroado D. Manoel I. Cresce a navegação portuguesa. 1498 - Vasco da Gama - Novo caminho das índias. 1500 (7.mar) - Cabral prepara nova expedição, inspirado por Sagres. Pedro Álvares Cabral 1500 (22.abr) - Cabral avista o Monte Pascoal. Fim da tarefa de Sagres com o Brasil.
  9. 9. Missionários no Brasil Colônia e Império - Bandeirantes Bartolomeu Bueno (Anhanguera) Fernão Dias Pais Leme (Caçador Bartolomeu Bueno de Esmeraldas) Outros (Raposo Tavares,Domingos Jorge Velho) Fernão Dias
  10. 10. Missionários no Brasil Colônia e Império - Jesuítas Jesuítas na Europa e no Brasil. Pe. Manoel da Nóbrega (1517 – 1570). [Emmanuel] funda de S.Paulo Padre Manoel da Nóbrega Pe. Anchieta (1534-1597)- Auxiliar e sucessor de Manoel da Nóbrega, Marques de Pombal, D. José I e a Padre Anchieta expulsão dos Jesuítas (1759)
  11. 11. Outros Missionários no Brasil Colônia e Império Maurício de Nassau - Invasão Holandesa (1637- 1644 - 1654) Tiradentes - Insurreição Mineira (1789 – Maurício de Nassau 1792) – antigo inquisidor D. João VI - Família Real no Brasil – 1808 D. Pedro I - Independência (1822) Africanos e sua contribuição Tiradentes
  12. 12. Amadurecimento do Brasil: Dom Pedro II 1824 - Jesus a Longinus: Missão difícil no Brasil 1825 - Nasce D. Pedro II 1840 - Assume o Trono com 15 anos 1864 a 1870 - Guerra do Paraguai 1888 - Libertação dos escravos D. Pedro II em 1887 1889 – República e exílio 1891 – Desencarna em Paris
  13. 13. Mário e a preservação de Roma Caio Mário (157 AC - 86 AC) - General e Cônsul de Roma sete vezes As invasões de 105 AC – Címbrios e Teutões (1 milhão) Mário e a reformulação do Exército Romano – Legião Romana Profissional Novas Mário formações e inclusão dos capite censi Vitórias: Teutões (102 AC - Aix-em- Provence) e Címbrios (101 AC - Vercelles)
  14. 14. Carlos Magno - Tentativa de evitar a Idade Média Emmanuel: Reencarnação de um dos “Mais nobres Imperadores Romanos” (Marco Aurélio?) Reorganização da sociedade pós-Roma. Reinou 46 anos Bases modernas civilização ocidental, reformas política, administrativa e na educação Carlos Magno – 747 - 814 Coroado Imperador (Leão III, 800 DC, Roma) Impacto das reformas. Falha na sucessão.
  15. 15. Martinho Lutero e a Reforma Discurso contra as indulgências – 1516 – 1517 Publicação das “95 teses” – 1517 (avareza e paganismo na Igreja) Excomunhão (Dieta de Worms) – 1521 Martinho Lutero (1483-1546) Bíblia em alemão, casamento, renúncia poder temporal Doutrinas derivadas (calvinismo, presbiterianismo)
  16. 16. Outros Líderes Religiosos Moisés (conceito de justiça) Sócrates (filosofia de cunho moral) Jesus de Nazaré (Leis Morais) Paulo de Tarso (universalização da igreja) Maomé (reforma da fé) São Francisco de Assis (Humildade) Kardec (Terceira Revelação)
  17. 17. Outros Líderes Temporais César (missão civilizadora através da expansão da civilização romana) Augusto, Adriano (consolidação da civilização romana) Marco Aurélio (121 – 161 – 180 DC) Marco Aurélio (resgate da civilização romana) Carlos Martelo (limite à invasão muçulmana na Europa) Carlos Martelo detém os árabes em Poitiers, 732 DC Forward
  18. 18. Expansão do Império Romano sob Augusto (até 14 DC) Back
  19. 19. Conclusão Líderes = espíritos como nós, com missões específicas VOCÊ Também ! Nem todos os Líderes são diferenciados. A Liderança é uma tarefa. Todos somos Líderes de Assim, ... algum processo, em maior ou menor escala.
  20. 20. Bibliografia • Humberto de Campos (Chico Xavier) – Brasil, Coração do Mundo, Pátria do Evangelho (FEB) • Emmanuel (Chico Xavier) – A Caminho da Luz (FEB) • Revista Espírita de 1862 “César, Clóvis e Carlos Magno) (FEB)

×