O médium e a mediunidade - Wilma Badan

1,366 views

Published on

Palestra de Wilma Badan no Instituto Espírita de Educação

Published in: Spiritual
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,366
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
53
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O médium e a mediunidade - Wilma Badan

  1. 1. Wilma Badan Caparroz Gonzalez wilmabadan@uol.com.brwww.slideshare.net/institutoespirita
  2. 2. ?
  3. 3. EVOLUIRÉ mudar, transformar, crescer COMO CONSEGUIR? 1º - Autoconhecimento(chave do progresso individual)
  4. 4. O QUE PODE NOS AJUDAR A EVOLUIR Família – Amigos Estudo – Trabalho Conhecimento da Doutrina Espírita Vivência dos ensinamentos evangélicos
  5. 5. MEDIUNIDADETambém pode ser um caminho para nossa evoluçãoMediunidade não é dom nem castigo Mediunidade é tarefa
  6. 6. MEDIUNIDADE Por ser uma faculdade inerente ao serhumano - manifestação em todos os tempos. Desde os escritos maisantigos, como os VEDAS (cerca de 2.000 anos a.C.), já se tem notícia de intercâmbio com os chamados “mortos”.
  7. 7. Intercâmbio era feito somente por homens e mulheres dedicados especialmente ao mister religioso; eram os iniciados, que às vezes levavam dezenas de anos se preparando.Eram pessoas temidas e respeitadas.
  8. 8. Fenômenos eram tidos como maravilhosos, sobrenaturaisIndivíduos que podiam manter tal intercâmbio eram considerados privilegiados. Eram os responsáveis pela orientação religiosa da massa.
  9. 9. Mediunidade Capacidade de se comunicar com osdesencarnados, captando os seus pensamentos e transmitindo-os aos outros. Não traduz méritos de quem a possui. Prescinde de formação cultural e moral.
  10. 10. MÉDIUMSe envolvem-se com obsessores - fruto do despreparo - desinteresse pelo conhecimento - fraqueza moral
  11. 11. ESPÍRITOS Seresdesencarnadosestudam, trabal ham e desenvolvem diversas atividades no mundo espiritual
  12. 12. Estão sempreao nossolado, nosobservam eagem entrenós dediversasmaneiras.
  13. 13. MEDIUNIDADE Natural Dinâmica Sentir com Mediunidadenaturalidade em exercício
  14. 14. O ATO MEDIÚNICO é o momento em que o espíritocomunicante e o médium se fundem naunidade psicoafetiva da comunicação.O espírito aproxima-se do médium e oenvolve nas suas vibrações espirituais.Cada um assimila um pouco do outro.
  15. 15. TIPOS DE MEDIUNIDADE1. Médiuns de efeitos físicos - mais aptos, especialmente, à produção de fenômenos materiais, como movimentos de corpos inertes, ruídos, deslocação, levantamento e translação de objetos etc. Concurso, geralmente, é involuntário. Médiuns curadores
  16. 16. TIPOS DE MEDIUNIDADE1. Médiuns de efeitos intelectuais - sensitivos - psicógrafos - psicofônicos - videntes - audientes
  17. 17. AFINIDADE fluídicaentre M. e E. SINTONIAdo pensamento entre M. e E.
  18. 18. O MÉDIUM Necessidade de estudoMomentos oportunos para a manifestação Elevação de pensamento, de moralidade e desinteresse
  19. 19. O MÉDIUMTrabalhos complementares Evangelho no Lar Trabalho assistencial Renovação íntima
  20. 20. O MÉDIUMTrabalhos complementares Evangelho no Lar Trabalho assistencial Renovação íntima

×