Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

IdéIas Inatas - Instituto Espírita de Educação

5,713 views

Published on

Palestra proferida no Instituto Espírita de Educação, por André Steagall Gertsenchtein.

Published in: Spiritual
  • Be the first to comment

IdéIas Inatas - Instituto Espírita de Educação

  1. 1. Idéias Inatas<br />PalestraInstituto Espírita de Educação<br />por<br />André Steagall Gertsenchtein<br />www.institutoespirita.org.br<br />www.institutoespirita.blogspot.com<br />http://twitter.com/instespirita<br />
  2. 2. Idéias Inatas - conceitos e tipos<br />O que são?<br />Lembranças das experiências e habilidades adquiridas em encarnações anteriores<br />Que tipos existem?<br />Habilidades específicas (música, matemática)<br />Vocações (curar, ensinar)<br />Traços de personalidade marcantes (agressividade, paciência)<br />
  3. 3. Idéias Inatas – como surgem?<br />Quando se manifestam?<br />Desde a infância, com maior intensidade a partir dos 7 anos.<br />Todos temos idéias inatas?<br />Sim, alguns de forma mais evidente. <br />Às vezes, até como lembranças<br />
  4. 4. Idéias Inatas – memória na Lei Divina<br />Não esquecemos o passado?<br />O passado consciente, via de regra, sim.<br />O passado inconsciente se torna inacessível mas não desaparece.<br />A soma de nossas experiências anteriores constitui nossa personalidade.<br />
  5. 5. Memória<br />Acesso Consciente<br />Acesso através de hipnose ou inconsciente, pelas manifestações da personalidade<br />
  6. 6. Idéias Inatas – Função na Lei Divina<br />É preciso identificar se são tendências boas ou ruins<br />São tendências boas?<br />Usá-las<br />Recondicioná-las<br />Sim<br />Não<br />
  7. 7. Idéias Inatas – Quando são ruins<br />É possível lutar contra estas tendências?<br />“Sou assim, não há o que fazer” (ação pessoal)<br />Há. É preciso recondicionar. Leva tempo e esforço.<br />“Ele é assim, será que há o que fazer?” (Pais)<br />É possível agir bastante durante a infância.<br />
  8. 8. Idéias Inatas – Quando são boas<br />Deve-se estimular a tendência? Como avaliar se é boa?<br />É boa para o próximo? É boa para a sociedade?<br />A idéia inata pode ser lembrança do compromisso assumido.<br />
  9. 9. Tendências InatasxRecondicionamento<br />Experiência desta encarnação<br />Como termino a encarnação<br />Como sou ao encarnar<br />
  10. 10. O que foge do óbvio<br />Há casos em que não se trata de tendências boas ou ruins<br />É preciso, para crescer, desenvolver habilidades diferentes, ao mesmo tempo em que se usa as boas e se recondiciona as ruins<br />Daí a importância do<br />PLANEJAMENTO REENCARNATÓRIO<br />
  11. 11. Casos Específicos<br />NapoleãoBonaparte<br />Características Inatas: General Nato, Estrategista brilhante, Líder carismático<br />Missão: Proteger a França da desintegração interna e externa, terminar com os excessos da Revolução preservando seus ideais renovadores<br />Napoleão teve o auxílio do plano espiritual em suas primeiras vitórias (Marengo, no Piemonte, contra os Habsburgo da Áustria (1800)<br />
  12. 12. Napoleão: Realizações<br />- Terminou com os excessos da Revolução Francesa<br />- Estabilizou a França em relação às ameaças externas (Inglaterra, Áustria, Prússia e Rússia)<br />- Estabilizou a França em relação às ameaças externas (Inglaterra, Áustria, Prússia e Rússia)<br />- Implementou importantes reformas (Código Civil, Liberdade Religiosa. Banco Central)<br />
  13. 13. Napoleão: Os Excessos<br />Características Inatas: vaidade e gosto pelo exercício do poder<br />Ápice: Batalha de Austerlitz (1805), precedida pela coroação, em 1804, de Napoleão como Imperador, Vitória esmagadora contra Áustria e Rússia. Formação de “La Grande Armée”<br />
  14. 14. O Desfecho: Limites<br />Derrota na Rússia (1812). Perda de grande parte do exército.<br />Exílio em Elba, em 1814. Volta e derrota final em Waterloo, em 1815. Exílio em Santa Helena e morte em 1821.<br />
  15. 15. Idéias Inatas - Bibliografia<br />Kardec, Allan – “Livro dos Espíritos”, questões 218 a 221<br />Miranda, Hermínio – “A Memória e o Tempo”.<br />Emmanuel – “A Caminho da Luz”<br />

×