Successfully reported this slideshow.
We use your LinkedIn profile and activity data to personalize ads and to show you more relevant ads. You can change your ad preferences anytime.

Psicomotricidade

136,215 views

Published on

Curso: Psicopedagogia Clínica e Institucional
Disciplina: Neuropsicologia e Psicomotricidade
Profª: Marta Isabel

Published in: Health & Medicine

Psicomotricidade

  1. 1. Curso: Psicopedagogia Clínica e Institucional Disciplina: Neuropsicologia e Psicomotricidade Marta Isabel Maio, 2010.
  2. 2. PSICOMOTRICIDADE conceito “É a relação entre Motricidade e Inteligência permitindo relacionar o movimento ao afeto, à emoção, ao ambiente e os hábitos da criança”. (Wallon). “É uma terapia que, agindo por intermédio do corpo sobre as funções mentais pertubadas, considera a pessoa na sua totalidade, melhorando as qualidades de atenção, representação e relacionamento visando, pelo movimento, uma organização mental cada vez maior.” (Victor Fonseca).
  3. 3. PSICOMOTRICIDADE conceito “É a ciência que tem como objeto de estudo o homem através do seu corpo em movimento e em relação ao seu mundo interno e externo. Está relacionada ao processo de maturação, onde o corpo é a origem das aquisições cognitivas, afetivas e orgânicas...” (SBP)
  4. 4. PSICOMOTRICIDADE LINHAS DE ATUAÇÃO: 1.CORPORAL - trabalha desarmonia tônico - emocional, instabilidade postural e perturbações nas habilidades psicomotoras. 2.COGNITIVA - trabalha as funções cognitivas, organização perceptivas , simbólicas e conceituais. 3.EDUCATIVA - trabalha com as aprendizagens escolares 4.RELACIONAL - trabalha dificuldades de comunicação, inibição, hiperatividade, agressividade e outros.
  5. 5. PSICOMOTRICIDADE Aspecto básicos: 1.Equilíbrio 7. Coordenação Tonicidade 2.Noção Motora Fina Corporal 6.Coordenação Fatores Psicomotores MotoraGlobal 3.Lateralidade 5.Estruturação 4.Estruturação Temporal Espacial
  6. 6. CICLO EVOLUTIVO Movimento Cognição Sensação Percepção
  7. 7. PSICOMOTRICIDADE VISA DESENVOLVER:  Esquema Corporal  Lateralidade  Estruturação Espacial  Estruturação Temporal  Controle das Diversas Coordenações  Equilíbrio  Controle da Respiração  Tônus Muscular e  Outros.
  8. 8. SISTEMA NERVOSO CENTRAL:
  9. 9. 1ª UNIDADE: Controle do Tônus, Vigília e regulação desse estado mental Estruturas: Função: Medula Alerta, Tronco cerebral F.Psicomotor: Atenção, Cerebelo Reflexo de Tonicidade Sistema talamico Orientação. Equilíbrio Sistema Límbico.
  10. 10. Equilíbrio  Estático  Dinâmico Depende das impressões periféricas:  Táteis  Visuais  Labirínticas  Cinestésicas Dificuldades no equilíbrio: -Quedas constantes MOTOR - Coordenação prejudicada - Postura inadequada e instável COMPORTAMENTO - Medo - Insegurança - Desatenção
  11. 11. TÔNUS, POSTURA E EQUILÍBRAÇÃO:  Dificuldade com postura correta(desvios,);  Tensão muscular, rigidez, sincinesias, causando dificuldade na execução;  Dificuldade com movimentos(falha na realização,desequilíbrio, incoordenação);  Cai com facilidade,choca-se com objetos;  Corre com pés afastados, corpo para frente;  Impressão de desleixo ou de cansaço;  Não consegue ficar quieta e estão sempre como desengonçadas.
  12. 12. Tonus, Postura e Equilíbrio (Atividades AvaliatiavaInterventiva):  Pique pegue com comando (equilibrar em  pé só...);  Músicasdanças;  Jogo Twister;  Cobra cega, passos frente e trás);  O desenvolvimento do tônus, postura e  equilíbrio envolve exercícios para:  fortalecimento da coordenação motora  ampla.
  13. 13. Alterações de Tônus Muscular  Hipotonia  Hipertonia  Paratonia
  14. 14. Esquema Corporal O desenvolvimento ocorre em 02 níveis: 1) Da consciência e conhecimento das diferentes partes do corpo; 2) Do controle de si mesmo. Podemos dividir em quatro etapas desenvolvimento do esquema corporal: 1) O corpo . 2) Conhecimento das partes do corpo. 3) Orientação espaço corporal. 4) Organização espaço corporal.
  15. 15. Esquema Corporal Uma má formação do esquema corporal acarreta: - movimentos descoordenados, - lentidão, MOTOR - postura inadequada, - falta de controle de determinadas partes do corpo - má caligrafia, - leitura expressiva não harmoniosa. A nível das relações com o mundo e o seu lado emocional: - Criança tímida e retraída, - dificuldade de se expressar, RELAÇÕES - mau humor, - dificuldade de ajuste ao meio, - criança desatenta.
  16. 16. DIFERENCIAÇÃO DE NOMENCLATURAS
  17. 17. 1. O conhecimento corporal abrange: imagem corporal (representação visual do corpo, impressão que o sujeito tem de si mesmo); 2. o conceito corporal (conhecimento intelectual sobre partes e funções) e o 3. esquema corporal (que regula a posição dos músculos e partes do corpo).
  18. 18. 2ª UNIDADE: Obter (Recepção), processar (análise) e armazenagem de informações (anterior) Estruturas: FUNÇÃO: F.PSICOMOTOR: -L.Occipital, -Aprendizagens precoces; -Lateralidade -L.Temporal e -Aprendizagens -Noção de corpo -L. Parietal pré-escolares. -Estrutura Espaço- Temporal 2/6/2010 DIP-ICHC
  19. 19. PERTURBAÇÃO ESQUEMA CORPORAL: Apresenta lentidão que dificulta a realização de gestos de forma harmoniosa como abotoar roupa, andar de bicicleta, jogar bola; Problema de orientação espacial e temporal; Problema na aquisição de conceitos (exemplos: em cima, embaixo, esquerda, direita);
  20. 20. PERTUBAÇÃO ESQUEMA CORPORAL:  Dificuldade na expressão e nomeação de partes do corpo – confusão;  Dificuldade na percepção da posição dos membros;  Desenho da figura humana pobre;  Problema de orientação espacial e temporal;
  21. 21. ESQUEMA CORPORAL (Atividades AvaliatiavaInterventiva):  Exercicios motores;  Desenho;  Exercícios que possibilite identificar, reconhecer, localizar partes do corpo;  Músicas (Xuxa);
  22. 22. LATERALIDADE Dividimos o desenvolvimento da lateralidade em 4 etapas: 1) A criança não distingue nem percebe que seu corpo tem dois lados. 2) Passa a compreender que cada braço está de um lado do corpo. 3) Diferencia suas extremidades e mais tarde seus órgãos pares. 4) Sabe com precisão os dois lados e qual a dominância deles.
  23. 23. LATERALIDADE A lateralidade é observada nos diferentes segmentos: 1) lateralidade de membros superiores 2) lateralidade de membros inferiores 3) lateralidade ocular 4) lateralidade auditiva
  24. 24. LATERALIDADE Pode-se encontrar: - Lateralidade homogênea - Lateralidade cruzada - Ambidestreza Má formação da Lateralidade - problemas de estruturação espacial - desorganização das funções de linguagem MOTOR - disgrafia - a criança não consegue seguir a direção gráfica - caderno desorganizado - movimentos lentos e inconstantes COMPORTAMENTO - criança indecisa - insegurança
  25. 25. Lateralidade:  Dificuldade de reconhecimento direita e esquerda;  Dificuldade de seguir direção gráfica (ex: leitura iniciando pela esquerda);  Dificuldade na discriminação visual;  Comum escrita letras e números “em espelhos”;  Má postura;  Desajuste emocional: baixa estima;  Dificuldade de linguagem.
  26. 26. Lateralidade (Atividades AvaliatiavaInterventiva)  Músicascoreografias(Xuxa,A direita);  Twister ( jogo);  Atividade comando(Chic-Chic,Boca de forno);  Jogo sobe desce;
  27. 27. ESTRUTURAÇÃO ESPACIAL Etapas do desenvolvimento: 1) conhecimento das noções 2) orientação espacial 3) organização espacial 4) compreensão das relações espaciais Distúrbios na estruturação espacial levam a: - lentidão para organizar suas ações MOTOR - gestos imprecisos - não distingue “b” e “d”; “12” e “21” - não distingue “n” e “u”; “b” e “p” - desorganização COMPORTAMENTO - inibição - dif. de relacionamento
  28. 28. DISFUNÇÕES DA ESTRUTURA ESPACIAL:  Dificuldade de orientar-se;  Dificuldade na discriminação visual;  Dificuldade de respeitar ordem de sucessão de letras nas palavras e das palavras nas frases;  Dificuldade de respeitar limites da folha – acumula letras;  Dificuldade para se organizar – espalha as coisas;  Não distingue direita e esquerda;  Perde as coisas com facilidade;  Obs: As causas das perturbações da estrutura espacial estão ligadas a na integração do esquema corporal e perturbações na lateralidade.
  29. 29. Estrutura Espacial (Atividades AvaliatiavaItnterventiva):  Músicascoreografias(Xuxa,A direita);  Twist(jogo);  Atividade Comando(Chic-Chic,Boca de forno);  Pigue Pega;  Jogo Sobe Desce;  Ditado topológico
  30. 30. Estruturação Temporal Existem dois tipos de tempo: 1) Tempo subjetivo 2) Tempo objetivo Etapas da estruturação temporal 1) Ordem e sucessão 2) Duração dos intervalos 3) Renovação cíclica de certos períodos 4) Ritmo Uma má estruturação temporal pode gerar: - Movimentos quebrados - ações desorganizadas MOTOR - dificuldades em matemática - leitura interrompida - não consegue relatar fatos COMPORTAMENTO - desorganização - atrasos
  31. 31. PERTURBAÇÕES DA ORIENTAÇÃO TEMPORAL  Dificuldade de descobrir ordem e sucessão dos acontecimentos;  Dificuldade de perceber intervalos;  Dificuldade de seguir ritmo regular;  Não se situa “antes” e “depois”;  Não tem noção de hora – não se organiza no tempo.
  32. 32. SENSAÇÃO DE GLOBALIDADE
  33. 33. 3ª UNIDADE: Programa, regula e verifica a atividade mental F. Psicomotor: FUNÇÃO: Aprendizagem humana; Estruturas: Função Psiquica superior( ler Coordenação escrever, resolver problemas) F.E.de planificação,Avaliação, Global cont.temporalControle Coordenação L.Frontal emocional,Cont.inibitório, gratif. motora fina. adiada, Atenção voluntária, criatividade (Pré-frontais:Areas Psicomotoras).
  34. 34. DIFICULDADES NA COORDENAÇÃO MOTORA GLOBAL Dificuldade na coordenação leva a: - dificuldade em movimentar-se; MOTOR - dificuldade no desenvolvimento da coordenação viso motora; - movimentos esteticamente feios; - movimentos bruscos. COMPORTAMENTO - Apatia - Dificuldade de relacionamento
  35. 35. Dificuldade na Coordenação Dificuldades na coordenação viso motora tem como conseqüência: - movimentos com pouca precisão; - má caligrafia; MOTOR - dificuldades para desenhos gráficos; - caderno desorganizado. COMPORT. - dificuldades de relacionamento; - má vontade em realizar atividades - medo de errar
  36. 36. Dificuldades na Coordenação Falhas na realização dos movimentos;  Desequilíbrio, incordenação;  Dificuldade de controle dos gestos,;  Rigidez, Sincinesias ,paratonia, tensão   muscular;  Postura incorreta ao sentar:inclinada  ou deitada, prejudicando a execução  das atividades;
  37. 37. Desenvolvimento Motor da Criança O desenvolvimento de indivíduo é influenciado por quatro fatores que estão inter relacionados: - Maturação - Experiência . - Interação social - Equilibração Princípios Básicos 1) Sequencia Invariável 2) O desenvolvimento é padronizado e contínuo 3) Fatores genéticos e o ambiente vão regular o curso do desenvolvimento. 4) A aprendizagem é o resultado da união dos vários aspectos: Motores, afetivos, cognitivos e sociais. 5) Toda experiência afeta o desenvolvimento posterior.
  38. 38. Tipos de Características Principais defasagens - Lentidão na Marcha - Gestos e posturas inadequados - Deficiência na Coordenação de movimentos globais e finos Psicomotoras - Distúrbios de equilíbrio - Distúrbios na relação espaço temporal - Deficiência ventilatória funcional - Baixa resposta frente a eventos sociais - Desconhecimento das limitações e possibilidades Afetivo - Desajustes em atividades em grande grupo sociais - Demonstração de reações tônico-emocionais ao ser solicitado individualmente ou em grupo - Atenção dirigida limitada - Limitações de aprendizagem espontânea Cognitivas - Memória falha nas questões espaciais e temporais - Lentidão para aquisição da fala - Baixa criatividade - Distúrbios na aquisição de imagem corporal
  39. 39. APRENDIZAGEM Envolve um processo de informações:  Psicomotores;  Socio-afetivo;  Cognitivo;  Neurológicos...
  40. 40. ☺A psicopedagogia e a psicomotricidade são áreas que se complementam pela sua similaridade; ☺Apresenta pontos de interseção no atendimento ao problema de aprendizagem; ☺A psicopedagogia e a psicomotricidade têm origem na medicina e apoiaram-se por muito tempo no modelo médico para compreender suas práticas, pois os PA eram considerados como doenças física eou mental;
  41. 41. ☺Ambas buscaram subsídio teorico na Psicogenética para formar seu corpo teórico, onde recebeu apoio para instituir a técnica reeducativa; ☺Buscam subsídios na Neurologia, linguística, Psicologia , Psicánalise para redimensionar sua prática, compreender melhor os problemas de aprendizagem; ☺Considera a pessoa como um todo, na dimensão: cognitiva, social, emocional ...

×