Successfully reported this slideshow.
Your SlideShare is downloading. ×

O Clube Da Morte.pdf

Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Ad
Loading in …3
×

Check these out next

1 of 90 Ad
1 of 90 Ad

O Clube Da Morte.pdf

Download to read offline

GOVERNOS MUNDIAIS E OS JESUÍTAS ESTÃO TRABALHANDO PARA IMPLANTAR A NOVA ORDEM MUNDIAL!!"Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a voz como a trombeta e anuncia ao Meu povo a sua transgressão." Isaías 58:1.

GOVERNOS MUNDIAIS E OS JESUÍTAS ESTÃO TRABALHANDO PARA IMPLANTAR A NOVA ORDEM MUNDIAL!!"Clama em alta voz, não te detenhas, levanta a voz como a trombeta e anuncia ao Meu povo a sua transgressão." Isaías 58:1.

More Related Content

Similar to O Clube Da Morte.pdf (20)

More from REFORMADOR PROTESTANTE (20)

Recently uploaded (20)

O Clube Da Morte.pdf

  1. 1. 5 G : A A U M R N T O O CLUBE DA MORTE
  2. 2. © 2019 Starday Oficial, Todos os direitos reservados e protegidos pela lei n 9.620, de 19/02/1268. Nenhuma parte deste artigo, sem autorização prévia por escrito do autor, poderá ser reproduzida ou transmitida, sejam quais forem os meios empregados: eletrônicos, mecânicos, fotográficos, entre outros.
  3. 3. “AQUELES QUE PODEM FAZER VOCÊ ACREDITAR EM ABSURDOS, PODEM FAZER VOCÊ COMETER ATROCIDADES.” -Voltaire “MUITO DO QUE PASSA POR IDEALISMO É ÓDIO DISFARÇADO OU DISFARÇADO AMOR PELO PODER.” - Bertrand Russell “O DESEJO DE SALVAR A HUMANIDADE É QUASE SEMPRE UM DISFARCE PARA O DESEJO DE CONTROLÁ-LA.” -H.L. Mencken
  4. 4. 05 09 17 32 47 58 65 78 CAPÍTULO 1 – NOVUS ORDO SECLORUM CAPÍTULO 2 – NOVA ORDEM MUNDIAL CAPÍTULO 3 – CLUBE DE ROMA CAPÍTULO 4 – CONSCIÊNCIA GLOBAL CAPÍTULO 5 – ECO-RELIGIÃO GLOBAL CAPÍTULO 6 – ECONOMIA VERDE UM PACTO GLOBAL DE SUICÍDIO CAPÍTULO 7 – AGENTES DO APOCALIPSE CAPÍTULO 8 – PÓS-VERDADE Conteúdo
  5. 5. “O plano de Deus é dedicado à unificação de todas as raças, religiões e credos. Esse plano, dedicado à nova ordem das coisas, é o de tornar todas as coisas novas - uma nova nação, uma religião não sectária que já foi chamada de religião da 'A Grande Luz' ... para desdobrar a Nova Era do mundo.” - Novus Ordo Seclorum. FONTE: C. William Smith, The New Age Magazine; “O plano de Deus na América. "(Setembro de 1950, p. 551) O termo Nova Ordem Mundial (NWO) tem sido usado por vários políticos ao longo dos tempos e é um termo genérico para se referir a uma conspiração mundial sendo orquestrada por um grupo extremamente poderoso e influente de indivíduos geneticamente relacionados (nos escalões de mais alto nível), que incluem muitas das pessoas mais ricas do mundo, como líderes políticos e elites corporativas, além de membros da chamada Nobreza Negra da Europa (dominada pela Coroa Britânica) cujo objetivo é criar o governo mundial único, despojado de fronteiras nacionalistas e regionais, que é obediente à sua agenda. Veja o que disse o banqueiro globalista Paul Warburg: - NOVUS ORDO SECLORUM – “Teremos um governo mundial, gostem ou não. A única questão é se esse governo será alcançado por conquista ou consentimento.” (17 de fevereiro de 1950, como testemunhou perante o Senado dos EUA). Capítulo 1 05
  6. 6. Por mais que a questão da nova ordem mundial já tenha sido amplamente divulgada, o número das pessoas que a desconhecem e rejeitam não pode ser subestimado. Isso acontece porque a magnitude da complexa rede de enganos que cerca os indivíduos e as organizações envolvidas nessa conspiração são surpreendentes. A maioria das pessoas reage com descrença e ceticismo em relação ao tópico, sem saber que foi  condicionada  (lavagem cerebral) a reagir com suspeitas por influências institucionais e midiáticas.  O autor e programador Fritz Springmeier (As 13 principais linhagens dos Illuminati) diz que a maioria das pessoas incorporou "slides" que interrompem o processo de exame crítico da mente quando se trata de determinados tópicos sensíveis.  "Slides," relata Springmeier, é um termo da CIA para um tipo de resposta condicionada que acaba com o pensamento de uma pessoa e encerra o debate ou o exame do tópico em questão.  Por exemplo, a menção da palavra "conspiração." Esse termo foi trabalhado pela mídia com a finalidade de lançar o ridículo sobre qualquer assunto que escape a narrativa oficial, além de encobrir as tenebrosas verdades da nossa realidade. O que a maioria das pessoas acredita ser "Opinião Pública" é na realidade, uma propaganda cuidadosamente elaborada e com scripts  projetada para obter uma  resposta comportamental desejada  do público.  Pesquisas de opinião pública  são realmente realizadas com a intenção de avaliar a aceitação do público dos programas planejados pela Nova Ordem.  Uma forte exibição nas pesquisas lhes diz se a programação está "funcionando," enquanto uma exibição ruim mostra aos manipuladores da NWO o que precisam reformular ou ajustar até que a resposta desejada seja alcançada. 06
  7. 7. “Enquanto dança ao som dos gerentes de elite do comportamento humano, o homem moderno debocha com uma grande zombaria da ideia da existência e operação de uma tecnologia de controle da mente de massa que emana da mídia e do governo. O homem moderno é esperto demais para acreditar em algo tão supersticioso quanto isso! O homem moderno é o sujeito hipnótico ideal: inchado com a ideia de que ele é a coroa da criação, ele nega veementemente o poder do controle do hipnotizador sobre ele, enquanto sua cabeça balança para cima e para baixo em uma corda. ” - Michael A. Hoffman II A parte corporativa da NWO é dominada por banqueiros internacionais, barões de petróleo e  cartéis  farmacêuticos, além de outras grandes corporações multinacionais.  A família real da Inglaterra, a rainha Elizabeth II  e a casa de Windsor (descendentes do braço alemão da realeza europeia - a família  Saxe-Coburg-Gotha  - alterou o nome para Windsor em 1914), são jogadores de alto nível na oligarquia que controla as castas superiores da NWO.  Os centros nervosos desse esforço estão em  Londres, na Basileia e em Bruxelas (sede da OTAN). 07
  8. 8. "Trezentos homens, todos que se conhecem, dirigem a economia e destino da Europa e escolhem seus sucessores entre si." -- Walter Rathenau, 1909, fundador da gigantesca General Electric alemã, sobre o Comitê dos 300. As Nações Unidas, juntamente com todas as agências que trabalham sob o guarda-chuva da ONU, como a Organização Mundial da Saúde (OMS), são participantes em tempo integral desse esquema.  Da mesma forma, a OTAN é uma ferramenta militar da NWO. Os líderes de todos os principais países industrializados, como Estados Unidos, Inglaterra, Alemanha, Itália, Austrália, Nova Zelândia (membros do "G7/G8"), são participantes ativos e totalmente cooperativos dessa conspiração. Neste século, o grau de controle exercido pela NWO avançou a tal ponto que apenas certos indivíduos escolhidos a dedo, preparados e selecionados, são elegíveis para se tornarem primeiro ministros ou presidentes de países-chave. Quem não é jogador da equipe é retirado: Presidente Kennedy, Ali Bhutto (Paquistão) e Aldo Moro (Itália). 08
  9. 9. NOVA ORDEM MUNDIAL Capítulo 2
  10. 10. Mas o que exatamente é a Nova Ordem Mundial? Quando o presidente Bush anunciou a formação de uma "Nova Ordem Mundial" em 1990, ele a disfarçou como uma operação de construção da paz. E nós vimos ao longo dos anos como tem sido uma operação de construção da paz! De fato, a única coisa que ficou clara na última década é que eles misturam o significado das palavras: paz significa guerra, liberdade significa escravidão, democracia significa fascismo, bem é mal e mau é bom. A maioria das pessoas nem entende o que é a NWO e muito menos quem realmente a administra. Porém, o que funciona é um conselho conhecido como Os Illuminati, "Iluminados" ou "Conselho dos 13." Eles dirigem os eventos e as guerras na Terra, colocando nações e raças umas contra as outras para cumprirem seu plano de domínio do mundo. A maioria das pessoas está familiarizada com a facção Bilderberger-Illuminati, no entanto, eles são apenas uma frente para esse conselho que realmente administra o que está acontecendo na Terra nos bastidores, a fim de cumprir seu objetivo de conquista completa, por meio de manipulação, engano e tratados. A Nova Ordem Mundial é simplesmente o meio para alcançar a escravização da humanidade. Todas essas Ordens, Conselhos e Instituições, estão sob o controle da mais poderosa organização existente no planeta: A Ordem Jesuíta. Estes são os que realmente mandam no mundo, estes são os que estão no topo da pirâmide dando as ordens. Quando é dito que o Vaticano é o representante de Lúcifer, o príncipe desta Terra, tudo se torna muito óbvio, não é mesmo? 10
  11. 11. A PROFECIA BÍBLICA ESTÁ GANHANDO VIDA. Ouvi pessoas proclamarem que a Nova Ordem não é sobre religião. No entanto, é tudo sobre religião. Lúcifer exigirá ser adorado como Deus por todo o mundo colocando à morte quem se recusar. O Anticristo implementará a Paz e Segurança e com aplausos estrondosos, a liberdade morrerá. O poder lhe será entregue voluntariamente. Não sei quantas vezes vi patriotas ficarem zangados ou enfurecidos em fóruns públicos porque a menção de Deus é feita quando se trata da Nova Ordem. Eles proclamam que a Ordem se refere à política e não à religião, à medida que avançam aos poucos, expondo as mentiras e enganos do sistema. Quão chocados ficarão ao descobrir em breve que a Nova Ordem é uma politização da religião e que os dois não podem e não serão separados. 11
  12. 12. Todo o propósito da Nova Ordem Mundial é trazer Lúcifer à Terra e reforçar a adoração mundial a ele como deus. O braço direito de Satanás na terra, a quem a Bíblia chama de Falso Profeta, implementará e aplicará a adoração mundial de Lúcifer como deus. A Bíblia se refere a eles como animais, porque é exatamente isso que eles são. A Nova Ordem Mundial é sobre o controle ditatorial que governará o mundo inteiro, como um quarto Reich. Trata-se de um líder que se levanta para tomar o poder e controle sobre todos os governos do mundo e das nações. E para quê? Adoração. Não apenas para liderar um império mundial ditatorial, mas para ser adorado como deus. Você não pode separar política e religião da Nova Ordem, nem pode entender o que realmente ela é se ignorar o aspecto religioso. Esse aspecto da Nova Ordem Mundial é claramente identificado hoje por meio do ocultismo e simbolismo satânico presentes nas músicas e videoclipes, cada vez mais abundantes e descarados. As referências a Lúcifer, explicitas ou veladas, estão por todo o lugar. Porém, muito maior evidência se encontra nas obscuras declarações de líderes e poderosos que encabeçam as organizações mais tradicionais. Como achar que isso é apenas coincidência? Como achar que isso é apenas uma escolha artística ou apenas a opinião de um indivíduo? As pessoas estão condicionadas a verem essas coisas e a considerarem que é apenas algo que faz parte do mundo da música, da política, da mídia, mas não é, isso é adoração a Lúcifer diante dos nossos olhos. Você pode cruzar várias referências conectadas com a Nova Ordem, seja no entretenimento, na política, nas sociedades secretas, na moda, no esporte, sempre terá um elemento comum que leva ao paganismo, ao iluminismo, ao pós-modernismo, que na verdade não passa de satanismo. É a base. E isso está por todo lado, enquanto achamos tudo normal. A Bíblia é sempre muito mais acurada do que qualquer análise política ou econômica de hoje. Ela avisou sobre a ascensão dos últimos dias de um governo mundial. De fato, o(a) líder político é chamado(a) de Falso Profeta e faz proclamações que o mundo inteiro deve implementar: Em Apocalipse 13:14-18, lemos: 12
  13. 13. “Por causa dos sinais que lhe foi permitido realizar em nome da primeira besta, ela enganou os habitantes da terra. Ordenou-lhes que fizessem uma imagem em honra da besta que fora ferida pela espada e contudo revivera. Foi-lhe dado poder para dar fôlego à imagem da primeira besta, de modo que ela podia falar e fazer que fossem mortos todos os que se recusassem a adorar a imagem. Também obrigou todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, a receberem certa marca na mão direita ou na testa para que ninguém pudesse comprar nem vender, a não ser quem tivesse a marca, que é o nome da besta ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento calcule o número da besta, pois é número de homem. Seu número é seiscentos e sessenta e seis.” Apocalipse 13:14-18 666 13
  14. 14. O líder da Nova Ordem Mundial terá autoridade legislativa sobre as nações para forçá-las a aderir às regras do seu domínio. Ele exercerá sua autoridade política sobre elas e exigirá a aprovação de legislação para que uma imagem (um humanoide com um cérebro global de pura inteligência artificial) seja estabelecido como ferramenta primordial no controle de todos os seres humanos, o qual exigirá que todas as pessoas no planeta se curvem e adorem essa imagem. A adoração a essa besta será aplicada através da legislação mundial e quem se recusar a se curvar diante dessa imagem será morto. Será uma sentença de morte obrigatória para quem recusar. E então fará guerra contra os santos.   Outro ato de legislação que será implementado e aplicado em todo o mundo é o de que toda pessoa nascida terá que colocar o nome, número ou imagem dessa besta na mão ou na testa. A maioria das pessoas acredita que este será algum tipo de chip implantável com o qual estão condicionando as massas agora, pois promove as vantagens à saúde e aos aspectos de conveniência do consumidor. Mas já temos tecnologia para vislumbrar que poderá ser uma tatuagem de pixel, invisível e extremamente poderosa para o processamento de dados. Certamente nada que implique grande agulha e dor.   Eventualmente, essa marca, número ou nome da besta se tornará obrigatória. Quem se recusar a adquiri-la não poderá comprar ou vender nada em todo o mundo. Você não poderá comprar comida, roupas, gás, petróleo, depositar dinheiro ou sacar dinheiro dos bancos... você literalmente será refém. Mas muitos vão recusar. Por quê? Porque a Bíblia e os Profetas avisaram que quem receber a marca da besta ou adorar sua imagem será lançado vivo no lago de fogo e enxofre, somando-se ao fato de que receberão as terríveis pragas da ira de Deus. 14
  15. 15. Um terceiro anjo os seguiu, dizendo em alta voz: "Se alguém adorar a besta e a sua imagem e receber a sua marca na testa ou na mão, também beberá do vinho do furor de Deus que foi derramado sem mistura no cálice da sua ira. Será ainda atormentado com enxofre ardente na presença dos santos anjos e do Cordeiro, e a fumaça do tormento de tais pessoas sobe para todo o sempre. Para todos os que adoram a besta e a sua imagem, e para quem recebe a marca do seu nome, não há descanso, dia e noite". Apocalipse 14:9-11 15
  16. 16. Aqueles na Nova Ordem Mundial que estão no controle da maioria dos governos do mundo hoje declaram que se tornar um cidadão dessa ordem exigirá um juramento luciferiano.         Consequentemente, aqueles nas etapas de implementação proclamam: "Ninguém entrará na Nova Ordem Mundial, a menos que ele ou ela se comprometa a adorar Lúcifer. Ninguém entrará na Nova Era, a menos que ele tome uma Iniciação Luciferiana." - David Spangler, Diretor de Iniciativa Planetária, Nações Unidas. Entre todas as mudanças e guerras globais que estão ocorrendo para acomodar essa Nova Ordem, muitas estão negligenciando o aspecto mais dominante desse processo: sua natureza religiosa e ocultista.  A Nova Ordem é sobre religião. É sobre adorar Lúcifer.         Acorde! 16
  17. 17. CLUBE DE ROMA Capítulo 3
  18. 18. “Em abril de 1968, um pequeno grupo internacional de profissionais das áreas de diplomacia, indústria, academia e sociedade civil reuniram-se numa vila silenciosa em Roma. Convidados pelo industrialista italiano Aurelio Peccei e o cientista escocês Alexander King, reuniram-se para discutir o dilema do pensamento que prevalece a curto prazo nas relações internacionais e, particularmente, as suas preocupações com relação ao consumo de recursos ilimitados num mundo em constante interdependência.” O CRIADOR E PROPONENTE DO AQUECIMENTO GLOBAL - Maurice Strong (UNEP)         O criador e proponente da histeria do aquecimento global Maurice Strong, fundou o UNEP e o braço de 'ciência', o IPCC da ONU, sob a premissa de estudar apenas as causas humanas das mudanças climáticas impulsionadas por CO2 (humano). STRONG e a agenda de 'Mudança Climática' da ONU foram claramente definidas antes que a 'ciência' da Mudança Climática fosse massacrada e torturada para se encaixar na narrativa do Aquecimento Global ... “Não é a única esperança para o planeta que as civilizações industrializadas colapsem? Não é nossa responsabilidade fazer isso?”- Maurice Strong, fundador do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP)      18
  19. 19. “ Os estilos de vida atuais e os padrões de consumo da classe média abastada -envolvendo alto consumo de carne, uso de combustíveis fósseis, eletrodomésticos, ar condicionado e moradias suburbanas - não são sustentáveis. ”- Maurice Strong, Cúpula da Terra no Rio. "É da responsabilidade de cada ser humano hoje escolher entre a força das trevas e da força da luz. Portanto, devemos transformar nossas atitudes e adotar um respeito renovado pelas leis superiores da Natureza Divina." - Maurice Strong, primeiro secretário geral do UNEP. 19
  20. 20. "A execução efetiva da Agenda 21 exigirá uma profunda reorientação de toda a sociedade humana, diferente de tudo o que o mundo já experimentou, uma grande mudança nas prioridades de governos e indivíduos e uma redistribuição sem precedentes de recursos humanos e financeiros. Essa mudança exigirá que uma preocupação com as consequências ambientais de toda ação humana seja integrada à tomada de decisões individual e coletiva em todos os níveis."  – Trecho da Agenda 21 da ONU - O projeto da ONU para o século XXI. O movimento ambientalista foi descrito como o maior e mais influente fenômeno social da história moderna. De relativa obscuridade, apenas algumas décadas atrás, gerou milhares de organizações e reivindica milhões de ativistas comprometidos. Lendo o jornal hoje, é difícil imaginar uma época em que o aquecimento global, o esgotamento de recursos, as catástrofes ambientais e a “salvação do planeta” foram pouco mencionados. Eles agora estão entre as prioridades da agenda social, política e econômica global. A conscientização ambiental é considerada a marca de qualquer bom cidadão honesto e decente. As empresas multinacionais competem ferozmente para promoverem suas credenciais ambientais e se tornarem verdes. A ameaça de desastres ecológicos iminentes está unindo o mundo através de uma infinidade de tratados e convenções internacionais, mas de onde veio esse fenômeno? Como chegou a tal destaque e, mais importante, para onde está indo? O Clube de Roma nos declara tudo sem hipocrisia. Ele alega que "estamos diante de um colapso ecológico catastrófico iminente" e "nossa única esperança é transformar a humanidade em uma sociedade sustentável global interdependente, baseada no respeito e na reverência pela Terra¨. Com base em minha observação cuidadosa de suas ações, e observando as recomendações feitas pelo Clube de Roma há muitos anos - agora sendo adotadas como política oficial da ONU e dos governos - fiquei pessoalmente convencido de que elas são mortalmente graves. 20
  21. 21. ENTÃO,O QUE EXATAMENTE É O CLUBE DE ROMA E QUEM SÃO OS SEUS MEMBROS? Fundado em 1968 na propriedade de David Rockefeller, em Bellagio, na Itália, o Clube se descreve como "um grupo de cidadãos do mundo, compartilhando uma preocupação comum pelo futuro da humanidade". É composto por atuais e antigos Chefes de Estado, oficiais de justiça da ONU, políticos de alto nível, funcionários do governo, diplomatas, cientistas, economistas e líderes empresariais de todo o mundo. 21
  22. 22. 55 Posteriormente, o Clube de Roma fundou duas organizações irmãs, o Clube de Budapeste e o Clube de Madri. O primeiro está focado nos aspectos sociais e culturais de sua agenda, enquanto o segundo se concentra nos aspectos políticos. Todos esses três clubes compartilham muitos membros comuns e realizam reuniões e conferências conjuntas. É bastante claro que essas são três cabeças do mesmo animal. O Clube de Roma também estabeleceu uma rede de 33 associações. A afiliação ao 'clube principal' é limitada a 100 pessoas por vez. Alguns membros, como Al Gore e Maurice Strong são afiliados por meio de suas respectivas Associações Nacionais (por exemplo, USACOR, CACOR etc.). Este não é um pequeno grupo peculiar de ativistas verdes ou políticos obscuros. Eles são os funcionários mais graduados das Nações Unidas, ex e atuais líderes mundiais, fundadores de algumas das organizações ambientais mais influentes. Quando você lê os relatórios deles no contexto de quem eles são, isso dá uma perspectiva totalmente nova e assustadora para suas reivindicações extremas. 22
  23. 23. Ted Turner - magnata da mídia, filantropo, fundador da CNN George Soros - multibilionário, principal doador da ONU Tony Blair - ex-primeiro-ministro do Reino Unido Deepak Chopra – Guru da Nova Era. Desmond Tutu - Bispo Sul Africano e ativista, Prêmio Nobel da Paz Timothy Wirth - Presidente da Fundação das Nações Unidas Henry Kissinger - ex-Secretário de Estado dos EUA George Matthews - Presidente da Fundação Gorbachev Harlan Cleveland - ex-Secretário de Estado Assistente dos EUA e Embaixador da OTAN. Barbara Marx Hubbard - presidente da Fundação para a Evolução Consciente. Betty Williams- prêmio Nobel da Paz. Marianne Williamson- Ativista Espiritual da Nova Era. Robert Thurman- assistente do Dalai Lama. Jane Goodall - primatologista e biólogo evolucionário. Juan Carlos I- rei da Espanha. Príncipe Philippe da Bélgica. Rainha Beatrix da Holanda. Dona Sophia - rainha da Espanha. José Luis Rodríguez Zapatero-atual primeiro-ministro da Espanha. Karan Singh- ex-primeiro-ministro da Índia, Presidente do Templo do Entendimento. Daisaku Ikeda- fundador da Culto a Soka Gakkai (CSG). Martin Lees - secretário geral do Clube de Roma, reitor da Universidadeda Paz das Nações Unidas. Ernesto Zedillo - diretor do Centro de Estudos da Globalização de Yale.  Frithjof Finkbeiner - coordenador do Plano Marshall Global.  Franz Josef Radermacher- fundador do Plano Marshall Global.  Eduard Shevardnadze - ex-ministro das Relações Exteriores soviético e presidente da Geórgia.  Richard von Weizsacker - ex-presidente da Alemanha.  Carl Bildt - ex-presidente da Suécia.  Kim Campbell - ex-primeiro-ministro 23
  24. 24. Vincente Fox - ex-presidente do México. Helmut Kohl - ex-chanceler da Alemanha. Romano Prodi - ex-primeiro-ministro da Itália e presidente da Comissão Europeia. Vaclav Havel - ex-presidente da República Tcheca. Hans Kung - fundador da Global Ethic Foundation. Ruud Lubbers - Alto Comissariado das Nações Unidas paraos Refugiados. Mary Robinson - Alto Comissário das Nações Unidas para os Direitos Humanos. Jerome Binde - diretor de Prospectiva, UNESCO. Koïchiro Matsuura - atual diretor geral da UNESCO. Federico Mayor - ex-diretor geral da UNESCO. Tapio Kanninen - diretor de Política e Planejamento, NaçõesUnidas. Konrad Osterwalder - subsecretário-geral das Nações Unidas. Peter Johnston - diretor geral da Comissão Europeia. Jacques Delors - ex-presidente da Comissão Europeia. Domingo Jimenez-Beltran - diretor executivo da Agência Europeia doMeio Ambiente. Thomas Homer-Dixon - diretor de Estudos sobre Paz e Conflitos,Universidade de Toronto. Cinturão Verde e muitos mais... O conceito de 'sustentabilidade ambiental' foi trazido à atenção do público em 1972 pelo Clube de Roma em seu livro intitulado “Os Limites ao Crescimento.” O relatório basicamente concluiu que o crescimento da população humana e um aumento da prosperidade causariam um colapso ecológico nos próximos cem anos: 24 “Se as atuais tendências de crescimento da população mundial, industrialização, poluição, produção de alimentos e esgotamento de recursos continuarem inalteradas, os limites para o crescimento neste planeta serão atingidos nos próximos cem anos. O resultado mais provável será um declínio repentino e incontrolável na capacidade populacional e industrial. ” “É possível alterar essas tendências de crescimento e estabelecer uma condição de estabilidade ecológica e econômica que seja sustentável no futuro. O estado de equilíbrio global pode ser projetado para que as necessidades materiais básicas de cada pessoa na Terra sejam satisfeitas e cada pessoa tenha a mesma oportunidade de realizar seu potencial humano individual. ”
  25. 25. “O homem possui, por um pequeno momento em sua história, a combinação mais poderosa de conhecimento, ferramentas e recursos que o mundo já conheceu. Ele tem tudo o que é fisicamente necessário para criar uma forma totalmente nova de sociedade humana - que seria construída para durar gerações. Os dois ingredientes que faltam são um objetivo realista e de longo prazo que pode guiar a humanidade à sociedade de equilíbrio e à Vontade Humana para atingir esse objetivo.” “Sem esse objetivo e um compromisso com ele, as preocupações de curto prazo gerarão o crescimento exponencial que leva o sistema mundial aos limites da Terra e ao colapso final. Com esse objetivo e esse compromisso, a humanidade estaria pronta agora para iniciar uma transição controlada e ordenada do crescimento para o equilíbrio global.” Então, como você pode ver, em 1972 o Clube considerava a sociedade industrial moderna completamente insustentável. Eles afirmam que, mesmo que a população estivesse congelada nos níveis de 1975 e a atividade industrial nos níveis de 1985, os ecossistemas da Terra ainda acabariam em colapso. O Clube não mudou nem um pouco essas opiniões. Na verdade, nas últimas três décadas, seus alertas se tornaram cada vez mais urgentes e alarmistas. Eles chamam esse colapso iminente de "Problema Mundial" e sua solução proposta de "World Resolutique". O “Limites ao Crescimento” é considerado como a publicação ambiental de maior sucesso já produzida e impulsionou o Clube de Roma à sua posição atual de líder de pensamento ambiental e consultor importante das Nações Unidas. Foi traduzido para mais de quarenta idiomas e vendeu mais de 25
  26. 26. 30 milhões de cópias. Ao longo das décadas de 1970 e 1980, o conceito de que a humanidade estava danificando irreparavelmente a Terra ganhou popularidade e facilitou a formação de grupos ambientais predominantes e ativistas. 55 “Estamos no fim de uma era - um ponto de virada na história. Estamos nos aproximando do limiar da mudança climática descontrolada. Sublinhamos a urgência de uma ação radical para reduzir as emissões, tanto por ação imediata quanto por medidas de longo prazo; enfatizar aos líderes políticos a natureza não linear dos processos em andamento, que gerará mudanças repentinas; e afirmar que a prioridade principal deve ser evitar o risco iminente de mudanças climáticas catastróficas.”- Comunicado do CR / UNESCO. Vinte anos após ‘Os limites do crescimento,’ o Clube de Roma publicou outro relatório importante que se tornou um best-seller instantâneo, A Primeira Revolução Global. Nele, o Clube de Roma afirmou que o tempo para agir havia se esgotado. Era agora ou nunca.. Ademais, o atraso no início das medidas corretivas aumentaria os danos ao sistema ecológico mundial e, em última análise, reduziria a população humana que eventualmente seria suportada. Eles também declararam que os governos democráticos são míopes demais para lidar com a 'problemática' e que novas formas de governança eram urgentemente necessárias. Ao ler a citação a seguir (na página 75, 1 ed.), lembre-se dos nomes dos líderes listados acima. Este não é um pequeno grupo peculiar. Esta é a agenda declarada dos líderes do movimento ambiental: 26
  27. 27. 27 " É assim que estamos montando o cenário para o encontro da humanidade com o planeta. A oposição entre as duas ideologias que dominaram o século XX entrou em colapso, formando seu próprio vácuo e deixando nada além de materialismo grosseiro. É uma lei da Natureza que qualquer vácuo seja preenchido e, portanto, eliminado, a menos que isso seja fisicamente impedido. “A Natureza”, como diz o ditado, “abomina o vácuo”. E as pessoas, como filhos da Natureza, só podem se sentir desconfortáveis, mesmo que não reconheçam que estão vivendo no vácuo. Como então o vácuo deve ser eliminado? Parece que os humanos precisam de uma motivação comum, a saber, um adversário comum, para organizar e agir juntos no vácuo; essa motivação deve ser encontrada para unir as nações divididas para enfrentar um inimigo externo, real ou invocado para esse fim.”
  28. 28. 28 "Novos inimigos, portanto, precisam ser identificados. Novas estratégias imaginadas, novas armas criadas. O inimigo comum da humanidade é o homem." "Ao procurar um novo inimigo para nos unir, tivemos a ideia de que a poluição, a ameaça do aquecimento global, a escassez de água, a fome e coisas semelhantes se encaixariam na conta. Todos esses perigos são causados pela intervenção humana, e é somente através de atitudes e comportamentos alterados que eles podem ser superados. O inimigo real, então, é a própria humanidade. As antigas democracias funcionaram razoavelmente bem nos últimos 200 anos, mas agora parecem estar em uma fase de estagnação complacente, com poucas evidências de liderança e inovação reais. Democracia não é uma panaceia. Ela não pode organizar tudo e desconhece seus próprios limites. Esses fatos devem ser enfrentados diretamente. Por mais sagrado que isso possa parecer, a democracia não é mais adequada para as tarefas futuras. A complexidade e a natureza técnica de muitos dos problemas de hoje nem sempre permitem que os representantes eleitos tomem decisões competentes no momento certo." Portanto, muito antes de o aquecimento global se tornar um assunto bem conhecido, Al Gore e seus colegas do Clube de Roma declararam que usariam a ameaça do aquecimento global para unir a humanidade e “preparar o cenário para o encontro da humanidade com o planeta". É a mesma tática que xamãs e adivinhos na época medieval usavam, por meio do seu conhecimento avançado de quando eclipses ocorriam, para controlar e aterrorizar seus seguidores; usavam um fenômeno natural como seu 'inimigo' para alcançarem seus objetivos. Mas, eles afirmam que, embora o aquecimento global seja apresentado como o inimigo inicial, o verdadeiro inimigo da humanidade seria retratado como o próprio homem. Os termos “mudança climática” e “superpopulação” são histericamente proferidos no mesmo fôlego. Os integrantes do Clube de Roma estão cheios de referências a colapso iminente, planeta agonizante, nossa mãe Gaia, transformação devastadora, sociedade global unida, consciência global, novas formas de governança etc. Eles realmente pretendem trazer a Primeira Revolução Global ao mundo. O Kosmos Journal fornece, talvez, a sua melhor visão de mundo. Este diário foi fundado pelo Clube de Roma em parceria com várias de suas organizações irmãs.
  29. 29. 29 O Kosmos Journal contém muitos artigos escritos por membros do Clube de Roma. A premissa básica de sua visão de mundo é: “A civilização industrial moderna está superando rapidamente a capacidade regenerativa natural e de suporte à vida da Terra ...” "Com as taxas atuais de esgotamento de recursos e degradação ambiental, um colapso quase completo da integridade ecológica ocorrerá nos próximos 100 anos..." "Gaia, nossa Mãe, que nutria a humanidade por incontáveis milênios em seu ventre de evolução, está morrendo ..." "Existe agora uma pequena janela de oportunidade para transformar a humanidade em uma sociedade global interdependente sustentável, baseada no respeito e na reverência pela Terra ..." "É necessária uma mudança radical da trajetória atual, uma reordenação completa da sociedade global..." "Os humanos só se unem verdadeiramente quando confrontados com um poderoso inimigo externo..." "Neste momento, um novo inimigo deve ser encontrado, real ou inventado para esse fim ..." "A democracia fracassou, um novo sistema DE GOVERNANÇA GLOBAL, BASEADO EM IMPERATIVOS AMBIENTAIS, DEVE SER IMPLEMENTADO RAPIDAMENTE..." O Clube de Roma lançou no passado um programa de três anos intitulado Um Novo Caminho para o Desenvolvimento Mundial. O Clube de Madri lançou o Road to Copenhagen, um programa conjunto com as Nações Unidas para o Meio Ambiente. Talvez o mais interessante seja o Estado de Emergência Global, declarado pelo Clube de Budapeste em outubro de 2008. A declaração afirmava que só tínhamos quatro ou cinco anos para evitar um colapso total dos ecossistemas da Terra. Para citar o documento:
  30. 30. 55 “Se continuarmos em nosso atual caminho insustentável, em meados do século a Terra poderá se tornar praticamente inabitável para a vida humana e para a maioria das outras formas de vida. Tal colapso total dos sistemas pode ocorrer muito mais cedo, no entanto, devido ao aquecimento global descontrolado ou outras eco catástrofes e/ou a guerras nucleares desencadeadas por conflitos religiosos, étnicos ou geopolíticos ou acesso a recursos naturais decrescentes. As macrotendências que impulsionam essas ameaças e desafios globais são aparentes há décadas e agora estão se aproximando de um limiar de irreversibilidade. A modelagem científica de sistemas complexos mostra que, quando os sistemas atingem um estado de instabilidade crítica, eles quebram seus componentes ou passam a uma ordem superior de funcionamento integral. Nesses ‘pontos sem retorno’, manter o status quo ou retornar a um modo anterior de organização e funcionamento não é uma opção viável. A aceleração de tendências críticas e impactos cruzados entre elas indica que a 'janela de oportunidade' para sair da atual crise global e avançar para um mundo mais pacífico e sustentável provavelmente não será mais do que quatro a cinco anos a partir da data da final de 2008... As previsões provenientes das ciências físicas preveem distúrbios nos campos geomagnéticos, eletromagnéticos e afins que incorporam o planeta, causando danos significativos às telecomunicações e impactando muitos aspectos da atividade e saúde humanas. Para as tradições esotéricas, o final de 2012 será o fim do mundo conhecido, embora as interpretações mais otimistas falem de um novo mundo substituindo o antigo.” 30
  31. 31. 31 Bom, essas profecias que não se cumprem mantém as gerações sob essa narrativa de medo e apreensão. Em 2019 elas se tornaram muito mais histéricas e recorrentes. Contudo, essa é uma questão um tanto quanto ambígua, pois apesar de ser uma arma política, não deixa de ser inegável que o clima esteja realmente mudando e que muitos desses alardes são reais. Mas quem os está causando e com qual finalidade é que descobriremos. Isso pode parecer muito estranho - um grupo de líderes mundiais proeminentes falando sobre profecias maias antigas - mas, como Gurus de Gaia, muitos ativistas importantes do aquecimento global defendem abertamente a reverência à Terra e outras filosofias da Nova Era. Gaia, Aquecimento Global e Governança Global estão intrinsecamente entrelaçados, se alguém realmente acredita em Gaia e que ela está sendo fatalmente prejudicada pelo sistema atual, então um novo sistema de governança e controle globais parece ser a única resposta. O aquecimento global fornece o inimigo ideal para alcançar esse objetivo. É fácil para esses elitistas globais falarem sobre sacrifício, sobre uma transformação devastadora, uma redução da população e eliminação do uso de combustíveis fósseis, mas as implicações são realmente horrendas. Mesmo se você acha que isso não faz sentido, peço que leia pelo menos essas citações e trechos e pense nas implicações dessa agenda. Todos os dias fico impressionado com a rapidez com que as coisas estão mudando. É quase como ler um livro e assistir à adaptação para a televisão, exceto que essa adaptação não é um filme, é o noticiário da noite. Como Al Gore disse na frase final de sua declaração depois de ganhar o Prêmio Nobel da Paz, "este é apenas o começo".
  32. 32. CONSCIÊNCIA GLOBAL Capítulo 4 32
  33. 33. 33 "Enfrentamos uma verdadeira emergência planetária. A crise climática não é uma questão política, é um desafio moral e espiritual para toda a humanidade. É também a nossa maior oportunidade de elevar a Consciência Global a um nível mais alto." - Al Gore , declaração após sua aceitação do Prêmio Nobel da Paz. Eu comecei a pesquisar esse fenômeno da Consciência Global sabendo que o Clube de Roma frequentemente se voltava para a 'Ciência' - especialmente em relação a modelos de computador, para justificar as suas teorias - e fui imediatamente atraído pelo famoso Projeto de Consciência Global  da Universidade de Princeton. Esse projeto basicamente usa milhares de pequenos dispositivos ao redor do mundo que geram números aleatórios. Aparentemente, quando ocorrem grandes eventos mundiais dramáticos, os números gerados não são mais aleatórios, mas começam a formar um padrão. Isto é supostamente porque a "consciência global" humana está de alguma forma afetando os geradores de números aleatórios. É assim que os 'cientistas' responsáveis pelo projeto o descrevem: “O Global Consciousness Project (GCP) é um esforço internacional que envolve pesquisadores de várias instituições e países, projetado para explorar se a estrutura de consciência interconectada pode ser validada cientificamente através de  medição objetiva.  O projeto baseia-se em excelentes experimentos realizados nos últimos 35 anos em vários laboratórios, demonstrando que a consciência humana interage com os geradores de eventos aleatórios ( REG ), aparentemente ‘fazendo com que eles produzam padrões não aleatórios’. Os resultados experimentais mostram claramente que é necessário um exame mais amplo desse fenômeno. Em trabalhos recentes, antes do Projeto de Consciência Global, uma variedade de dispositivos REG na Europa e nos EUA mostrava atividade não aleatória durante experiências amplamente compartilhadas de eventos profundamente envolventes. Por exemplo, as cerimônias fúnebres da princesa Diana e as Olimpíadas de Inverno em Nagano, no Japão, criaram emoções compartilhadas e uma coerência de consciência que parecia estar correlacionada com a estrutura dos dados aleatórios.
  34. 34. 55 No projeto totalmente desenvolvido, uma variedade mundial de detectores REG lábeis é conectada a computadores executando um software para coletar dados e enviá- los para um servidor central via Internet. Essa rede foi projetada para documentar e exibir quaisquer efeitos sutis, mas diretos, de nossa  consciência coletiva  reagindo a eventos globais. A hipótese da pesquisa prediz o aparecimento de coerência e estrutura nos dados distribuídos globalmente coletados durante grandes eventos que envolvem a população mundial.” Aqui está como o   Dr. Roger Nelson,  fundador e diretor do projeto, descreve suas origens: “O primeiro protótipo direto do GCP surgiu ‘por acaso’ quando conheci Jim Fournier e Juliana Balistreri no meio de uma noite de dezembro de 1996 em Esalen, quando eles estavam promovendo a  meditação Gaia Mind globalmente... Fui organizando uma colaboração para coletar dados do ‘campo da consciência’ durante o evento Gaia Mind, e isso mostrou um efeito significativo.” 34
  35. 35. 35 Então o GCP foi concebido em Esalen uma famosa comunidade da Nova Era em conjunto com os fundadores do Projeto Gaia Mind. Ok .. então o que é esse projeto Gaia Mind? “O Projeto Gaia Mind é dedicado a explorar a idéia de que nós, humanidade, somos a Terra se conscientizando. Nessa perspectiva, o próximo passo na evolução da consciência pareceria nosso reconhecimento coletivo de que, por meio de nossa interconexão tecnológica e espiritual, representamos a Terra criando um órgão de consciência auto-reflexiva. Enquanto acreditamos que a Terra está viva e fazemos parte dela, também afirmamos o Grande Espírito da Unidade encontrado no coração de todas as grandes tradições espirituais do mundo. O que é mais importante pode não ser o que acreditamos, mas o que descobrimos que todos compartilhamos quando colocamos nossos pensamentos de lado para entrar em meditação e oração juntos. Imagine pessoas de todo o mundo compartilhando um momento de meditação e oração, um momento de consciência global unificada, quando pessoas de muitas tradições espirituais diversas do mundo simultaneamente focam a atenção em nosso relacionamento interconectado com Gaia - a Terra viva. ”
  36. 36. 36 Basicamente este texto está colocando o que o laudato sì do Papa Francisco afirma, documento este em que ele expõe que todas essas ações sejam feitas no domingo como solução para as crises climáticas. Coisas loucas!  Portanto, o famoso GCP (Projeto de Consciência Global) da Universidade de Princeton se baseia em basicamente tentar provar que a Gaia está viva e nós somos parte dela.  No site do GCP existem literalmente centenas de páginas de gráficos, análises estatísticas e artigos científicos demonstrando o “efeito da consciência global”.  O Google Acadêmico revela mais de 100.000 artigos científicos que lidam com a “consciência global” e mais de 100 especificamente com o GCP, publicados nas principais revistas científicas. Então, eu me perguntava: quem estava por trás dessa tentativa de "provar cientificamente" a existência da Mente Gaia?  Depois que descobri quem estava financiando esse projeto, as coisas começaram a fazer sentido: “O projeto foi desenhado para ser interdisciplinar e interinstitucional.  Ele opera sob a égide do Institute of Noetic Sciences, uma entidade de pesquisa 501(c)(3), que administra o financiamento do projeto.”-  http://noosphere.princeton.edu/ Estou bastante familiarizado com este instituto, o qual também é conhecido como Instituto de Estudos Noéticos.  Eles são um dos parceiros fundadores do  Kosmos Journal, uma publicação dedicada ao “Despertar Global” promovendo uma “Nova Civilização Humana”. Muitos dos artigos são escritos por membros do Clube de Roma.  Os outros parceiros fundadores são: o Clube de Roma, o Clube de Budapeste, o Conselho Mundial de Sabedoria, a Fundação Gorbachev, a Comissão Mundial de Consciência e Espiritualidade Global e a Fundação Paz para a Paz.  Sendo assim, não é de surpreender que o Conselho Consultivo desse Instituto contenha muitos membros do Clube de Roma, incluindo  Maurice Strong, Desmond Tutu, Peter Russell, Deepak Chopra e Satish Kumar.
  37. 37. 37 Quais são as origens do Instituto de Ciências Noéticas? A visão para a criação do Instituto de Ciências Noéticas surgiu em 1971 com Edgar Mitchell. Ele era um jovem piloto de teste pragmático, engenheiro e cientista; e foi um dos integrantes da missão Apollo 14. Mas foi a viagem para casa que Mitchell mais lembra. Sentado na cabine apertada da cápsula espacial, ele viu o planeta Terra flutuando livremente na vastidão do espaço. Ele foi tragado por um profundo senso de conexão universal - uma epifania. Nas próprias palavras de Mitchell: ‘A presença da divindade tornou-se quase palpável, e eu sabia que a vida no universo não era apenas um acidente baseado em processos aleatórios. O conhecimento chegou até mim diretamente’." “No Instituto de Ciências Noéticas, empregamos o rigor da ciência, equilibrado pela  sabedoria  pessoal e  coletiva, para apoiar uma mudança na consciência que transforma as atuais condições globais em um mundo fundamentado na liberdade, sabedoria e amor. Servimos um movimento emergente de  cidadãos conscientes globalmente dedicados a manifestar nossas mais altas capacidades.”
  38. 38. 38 Portanto, com base na visão de mundo do fundador e diretor do GCP e na natureza da organização que financia o projeto, parece claro que o objetivo do GCP é fornecer a base científica para a consciência global humana e a ‘MenteGaia’. Parece que, se você tiver dinheiro e influência suficientes, poderá comprar qualquer modelo científico de computador sofisticado para avançar sua agenda. (Lembre-se de que Ted Turner (CNN) doou um bilhão de dólares para financiar o IPCC). Se você observar os dados do GCP em tempo real, essas chamadas anomalias ocorrem com frequência. Isso não é realmente tão surpreendente - se você jogar uma moeda centenas de milhares de vezes, terá muitas 'jogadas' de cara ou coroa. Mas tentar combinar essas anomalias com ' um evento em algum lugar do mundo' não é ciência, você está apenas tentando encontrar evidências para uma teoria já preconcebida e ignorando todos os outros fatores. O que é muito parecido com a ciência climática. Os cientistas do GCP afirmam ter detectado uma forte anomalia relacionada aos ataques do 11 de setembro. No entanto, a anomalia começou várias horas antes do primeiro ataque, o que certamente faria qualquer cientista objetivo questionar a hipótese. Em vez disso, os 'cientistas' do GCP afirmam que isso é evidência de algum tipo de 'capacidade pré-cognitiva global'. A ciência que proíbe o ceticismo e o debate deve sempre ser tratada com muita cautela.
  39. 39. 39 Que outras evidências podemos encontrar para vincular a busca pela consciência global à Mente Gaia? Bem, não precisamos olhar muito longe. Na lista de “citações poéticas” no site do GCP, poderá ser determinada rapidamente qual é a real intenção do projeto.  Aqui estão algumas para dar uma ideia (lembre-se de que elas foram tiradas diretamente do site do GCP!): "A Era das Nações já passou. A tarefa diante de nós agora, se não perecermos, é construir a Terra." “É bom honrar a deusa. Quando ela sorri para você, todas as coisas são enriquecidas e prosperam." " A sabedoria coletiva - sabedoria maior que a percepção de um indivíduo - se aproxima nesses momentos, como se dissesse: "Aqui está um campo fértil de pessoas. Aqui estão propostas de espírito. Vamos plantar essa possibilidade criativa, tão necessária agora na terra, aqui mesmo." "Expire amor, luz e gratidão, para a Mãe Terra, para o Pai Céu, e para os corações e mentes de todos os seres vivos, amigos e inimigos, experimentando o espaço em mim e ao meu redor sendo condicionado pela gratidão de amor e luz como um presente da Presença do EU SOU.” “Os seres humanos e todos os seres vivos são uma coalescência de energia em um campo energético conectado a qualquer outra coisa no mundo. Este campo de energia pulsante é o motor central do nosso ser e da nossa consciência, o alfa e o ômega da nossa existência. "O campo", como Einstein disse sucintamente, "é a única realidade. "
  40. 40. 40 “Somos todos seres de energia e estamos conectados um ao outro por essa energia. Uma vez observada essa energia, podemos perceber que ela está no mesmo continuum que a beleza. São fenômenos que não podem ser estudados, a menos que você suspenda ou apoie seu ceticismo e tente de todas as formas possíveis percebê-los." "Ao se tornar planetizada, a humanidade está adquirindo novos poderes físicos que lhe permitirão superorganizar a matéria. E, ainda mais importante, não é possível que, pela convergência direta de seus membros, seja possível, como ressonância, liberar poderes psíquicos cuja existência ainda é insuspeita?" A página termina com esta declaração "No final, serão poemas, ou belas fotografias, que dão alguma sensação a essa busca, para criar um vínculo significativo com a Mãe Terra na forma de trabalho científico. " Portanto, esse famoso projeto que envolve muitos cientistas de doutorado e dirigido por uma das principais universidades dos Estados Unidos é apenas mais uma tentativa da Nova Era de enganar as pessoas a acreditarem que a Terra é algum tipo de organismo senciente divino.  O que é ainda mais assustador é o fato de o projeto estar intimamente ligado ao Clube de Roma. Lembra quem eles são? Al Gore, Tony Blair, Bill Clinton, Ted Turner, George Soros, Bill Gates, Maurice Strong, Javier Solana, David Rockefeller, Mikhail Gorbachev etc. A qualquer momento, eu quase espero ouvir Al Gore anunciar "A grande maioria dos cientistas do mundo concorda que estamos todos conectados à nossa Mãe Terra e uns ao outros por uma consciência divina global!". Basicamente, trata-se de uma de adoração da Terra da Nova Era, espiritismo, e anulação do cristianismo. Abaixo, trechos copiados de alguns desses sites:
  41. 41. 41 "Embora as sociedades humanas tenham enfrentado grandes problemas ao longo da história, os desafios de nossa época são únicos em um aspecto crucial - agora eles abraçam toda a Terra como um sistema inteiro.  Nunca antes a humanidade esteve à beira de devastar a biosfera da Terra e prejudicar seus fundamentos ecológicos por inúmeras gerações vindouras. Nunca antes toda a família humana foi obrigada a trabalhar em conjunto para construir um futuro sustentável e significativo.  Nunca tantas pessoas foram chamadas para fazer mudanças tão amplas em tão pouco tempo.”
  42. 42. 42 “O padrão básico da vida é uma rede. Sempre que você vê a vida, vê redes. Todo o planeta, o que podemos chamar de 'Gaia', é uma rede de processos envolvendo tubos de feedback. Os seres humanos fazem parte do todo maior, Gaia.” Fritjof Capra.
  43. 43. 43 “Se Gaia se tornar consciente, nós somos o seu meio de consciência. Se a terra se tornar consciente através de nós, devemos ser identificados com toda a terra, não apenas com a raça humana. Não devemos ser dissociados da biosfera. Isso significa expandir nosso senso de identidade individual mesmo além da humanidade para abranger o mundo natural. Precisamos ir além da identificação global para a identificação da Terra, além da consciência global para a consciência da Terra. Estou sugerindo que a humanidade como um todo possa agora estar se aproximando desse ponto de virada em nossa evolução, que Gaia poderá em breve acordar. Assim como os seres humanos tiveram que desenvolver um cérebro e depois um neocórtex para desenvolver a consciência auto-reflexiva, Gaia deve fazer o mesmo. A Terra desenvolveu seu neocórtex na raça humana e em nossas tecnologias.” “Evolução consciente é a visão de mundo que surgiu precisamente neste momento da história para lidar com a nova condição humana. É uma visão e uma direção para nos ajudar a navegar neste período de transição para o próximo estágio da evolução humana. Como Einstein advertiu, a humanidade não pode resolver seus problemas a partir do mesmo lugar de consciência em que os criamos. Um novo lugar de consciência é necessário. A promessa da Evolução Consciente nada mais é do que o surgimento de uma humanidade universal capaz de guiar sua própria evolução para um futuro de cocriatividade inimaginável. ” "Esse visual do Planeta Terra simboliza uma civilização visionária e planetária que transcende todas as estruturas religiosas, sectárias, faccionais, étnicas, políticas, nacionalistas, econômicas, conceituais e culturais que atualmente nos dividem. Nesta perspectiva, existe apenas unidade. "
  44. 44. 44 A consciência global, como o aquecimento global, é apenas uma manipulação cínica da ciência a fim de promover uma agenda muito mais profunda.  A "crise climática" já se transformou: de um problema ambiental para uma "questão moral e espiritual".  Toda a doutrina da sustentabilidade e do aquecimento global foi projetada para gerar um sentimento de culpa coletiva, e a única solução para a crise percebida é a humanidade desenvolver uma consciência coletiva. O Clube de Roma está pressionando bastante essa questão.  Em 1996, o Clube de Budapeste lançou  O MANIFESTO SOBRE O ESPÍRITO DE CONSCIÊNCIA PLANETÁRIA,  assinado por 16 líderes ambientais globais – e 12 deles são membros do Clube de Roma! Outra frase que o CR gosta de usar é a necessidade urgente de desenvolver uma "Ética Global". Hans Kung, um antigo membro do CR, fundou a Global Ethic Foundation. Eles declaram: “Comprometemo-nos a trabalhar por essa transformação na consciência individual e coletiva, pelo despertar de nossos poderes espirituais através da reflexão, meditação, oração ou pensamento positivo, para a conversão do coração. Nossa terra não pode ser mudada, a menos que em um futuro não muito distante, seja alcançada uma alteração na consciência dos indivíduos. Acreditamos que o crescente surgimento da consciência global, que se reflete nos recentes esforços para formular uma ética global, é um indicador de que essa transformação começou."
  45. 45. 45 Quando leio o que eles  propuseram  há  20 anos  e vejo isso se desenrolar diante dos meus olhos, então tenho que levar a proposta deles para o desenvolvimento de uma consciência global, a fim de me reconectar com Gaia, muito a sério. Mas oque eles não dizem em todas essas declarações floreadas sobre Gaia e sobre a consciência global, é que para nos unirmos à “comunidade de todas as criaturas”, teremos de suportar uma “transformação devastadora”, que incluirá o abate de 5 bilhões de seres humanos.  De alguma forma, não creio que sejam os elitistas do Clube de Roma que terão de morrer.  A agenda de Governança Global, Consciência Global é apenas um culto neopagão disfarçado de ciência e filosofia da Nova Era: “Pode ser que o destino da humanidade seja domado, de modo que as forças ferozes, destrutivas e gananciosas do tribalismo e nacionalismo são fundidos em um desejo compulsivo de pertencer à comunidade de todas as criaturas que constituem Gaia."- Sir James Lovelock, Gaia: um novo olhar sobre a vida. "Pequenas mudanças nas políticas, melhorias moderadas nas leis e regulamentos, retórica oferecida em vez de uma mudança genuína - todas essas são formas de apaziguamento, projetadas para satisfazer o desejo do público de acreditar que sacrifício, luta e transformação da sociedade não serão necessários." - Al Gore, A Terra em Equilíbrio. Não é a única esperança para o planeta de que as civilizações industrializadas colapsem? Não é nossa responsabilidade fazer isso?" - Maurice Strong.
  46. 46. 46 "A Terra tem câncer e o câncer é o homem." - Clube de Roma, A humanidade no ponto de virada. "Um câncer é uma multiplicação descontrolada de células;  a explosão populacional é uma multiplicação descontrolada de pessoas.  Devemos mudar nossos esforços do tratamento dos sintomas para o corte do câncer. A operação exigirá muitas decisões aparentemente brutais e sem coração.'' -  Prof  Paul Ehrlich, The Population Bomb. “(...)  a população sustentável ideal resultante é, portanto, mais de 500 milhões, porém menos de um bilhão.” - Clube de Roma, Objetivos para a Humanidade. "Uma estimativa razoável para uma sociedade mundial industrializada no atual padrão de vida material norte-americano seria de 1 bilhão. O padrão de vida mais frugal da Europa seria de 2 a 3 bilhões."  -  Organização das Nações Unidas, Avaliação Global da Biodiversidade." "Uma população total de 250 a 300 milhões de pessoas, um declínio de 95% em relação aos níveis atuais, seria ideal." - Ted Turner, membro do CR e principal doador da ONU. "Se eu estivesse reencarnado, gostaria de voltar à Terra como um vírus assassino para diminuir os níveis da população humana." - Príncipe Philip, duque de Edimburgo, patrono do World Wildlife Fund. "Todos esses perigos são causados pela intervenção humana e é somente através de atitudes e comportamentos alterados que eles podem ser superados. O inimigo real, então, é própria humanidade." - Clube de Roma, A Primeira Revolução Global. "Os seres humanos na Terra se comportam de certa forma como um microrganismo patogênico ou como as células de um tumor." - Sir James Lovelock, Healing Gaia.
  47. 47. ECORELIGIÃO GLOBAL Capítulo 5
  48. 48. 48 Misturar as religiões do mundo e colocá-las sob a égide das Nações Unidas faz parte da Agenda Verde Global há muitos anos. O Dr. Robert Muller serviu à ONU por 40 anos, em parte como Secretário Geral Adjunto das Nações Unidas e o número 2 no ranking oficial, ademais, ele parece ser a força motriz por trás do plano de criar uma nova Religião Unida. Sua paixão por essa agenda espiritual é prontamente aparente: "Meu grande sonho pessoal é forjar uma aliança tremenda entre todas as religiões e grupos espirituais e a ONU.  Precisamos desesperadamente de uma Organização das Religiões Unidas para trazer reconciliação, unidade e paz a todos os povos do mundo.” Dr. Muller descreveu-se como: "Um motivador divino”, “o homem sábio da ONU”, ...“o xamã da ONU...“o homem por quem Deus fala”,  “o porta-voz de Cristo”.  Agora, esse “motivador divino” era o co- fundador da UNESCO e um arquiteto-chave por trás de muitas das políticas e dos planos ambientais mais importantes da ONU.  O Dr. Muller também foi uma das figuras-chave por trás do esforço para estabelecer uma consciência global universal.  Ele foi co-presidente da  Comissão Mundial de Consciência e Espiritualidade Global  e co- presidente, ao lado de Mikhail Gorbachev, do  Conselho Mundial de Sabedoria. Também foi o Chanceler da Universidade da Paz da ONU, que ele fundou em uma montanha na Costa Rica.  Por que ele escolheu este local?  Por causa desta antiga profecia: "O Grande Espírito  está em todo animal, em todo pássaro, borboleta, flor, inseto, folha e grama que você vê. O Grande Espírito também está em você, filhos do Criador. Por favor, cuide da natureza maravilhosa criada por Deus e algum dia, a partir desta montanha, você verá o nascimento de uma civilização da paz espalhada por todo o mundo." O  Dr. Muller claramente descreve sua visão para uma Nova Religião Verde em seus sites:
  49. 49. 49 http://www.paradiseearth.us/  http://www.robertmuller.org/  http://www.goodmorning-world.blogspot.com/ e http://www.goodmorningworld.org/ Num artigo, ele relatou uma conversa entre ele e Deus, como iguais, e estas são citações desse artigo (lembre-se de que isto não é um pastel de vento, esse sujeito foi responsável por formular muitas das políticas da ONU): Deus: "Caro Robert, parabéns por ter terminado suas 4000 ideias. Posso perguntar: Qual você considera a mais importante?" EU:  Bem, minha ideia e conclusão mais importante depois de toda a minha vida adulta como funcionário mundial é: As Nações Unidas devem ser amplamente fortalecidas para resolver os principais problemas globais, a partir de agora cada vez mais confrontados com a humanidade e a Terra. Ela deve ter o poder de adotar e fazer cumprir as leis e regulamentos mundiais. Vamos realizar esse milagre na Casa de Mica, às margens do rio do Sol Nascente, onde nossos irmãos indígenas profetizaram que uma civilização da paz se estenderá a todo o mundo. Deus:  "Obrigado, querido Robert, pelo que você está recomendando. Talvez, afinal, a maior joia da minha Criação, a Terra, possa ser salva."
  50. 50. 50 Só nos resta questionar: que deus seria esse? A primeira tentativa de diálogo inter-religioso global ocorreu no primeiro Parlamento das religiões do mundo, realizado em Chicago em 1893. Essa conferência envolveu representantes da maioria dos grupos religiosos estabelecidos e emergentes e também marcou a introdução da fé bahá'í nos Estados Unidos. No início dos anos 90, um grupo de defensores do diálogo inter-religioso decidiu organizar uma conferência centenária a ser realizada em 1993, também em Chicago. O Dr. Muller foi um dos organizadores principais, juntamente com Hans Kung e o  Dr. Gerald Barney,  e foi o orador principal.  Kung é um padre católico que anteriormente ocupava a poderosa posição de 'Expositor de Teologia' no Vaticano e é o fundador da  Global Ethic Foundation, outra organização que impulsiona fortemente o conceito de  consciência global  humana.  A conferência incluiu mais de 8.000 representantes de 150 grupos religiosos e espirituais diferentes. O discurso do Dr. Muller tinha o seguinte título: "Uma proposta para estabelecer uma Organização das Nações Unidas para a Religião".  Ademais, ele recebeu uma ovação prolongada e sua proposta foi endossada no comunicado conjunto da conferência.
  51. 51. 51 “Nossa terra não pode ser mudada, a menos que em um futuro não muito distante, uma alteração na consciência dos indivíduos seja alcançada. Isso já foi visto em áreas como guerra e paz ou economia e ecologia. E é precisamente por essa alteração na orientação interior, em toda a mentalidade, no ‘coração’ que a religião assume responsabilidade de uma maneira especial.  A religião deve ser unificadora e pacificadora, não causa de violência e separação.” - Trecho do comunicado conjunto do Parlamento das Religiões Mundiais.
  52. 52. 52 O parlamento centenário levou à formação de iniciativas de diálogo inter-religioso por muitos grupos religiosos, principalmente o Vaticano, e de organizações seculares como as Nações Unidas, a Fundação Gorbachev, a Clinton Global Initiative e muitas ONGs associadas à ONU.  No entanto, foi a  Iniciativa das Religiões Unidas  (URI), proposta por Robert Muller durante a conferência, que fez o progresso mais dramático. Os objetivos declarados da URI são: "unidade entre religiões " e o de "manifestar amor pela Terra". Trabalhando de perto com Muller sobre essa iniciativa ousada estava o bispo anglicano William Swing, da Grace Episcopal Cathedral, em San Francisco. Apesar de Muller ser o visionário por trás das Religiões Unidas e o catalisador entre as principais partes envolvidas, William Swing tornou-se figura de proa e porta-voz da iniciativa. No entanto, o envolvimento direto das Nações Unidas nesse projeto ficou evidente desde o início. Swing relata como Muller o contatou pela primeira vez em 1993 sobre a realização de uma celebração de louvor em seu nome: "Três anos e meio atrás, chegou uma ligação telefônica a São Francisco, das Nações Unidas, perguntando se nós, na Catedral de Grace, sediaríamos um grande culto inter-religioso em homenagem ao 50º aniversário da assinatura da Carta da ONU em nossa cidade". Este pedido, e a subsequente conversa com Muller, foi o que levou Swing a se envolver na Iniciativa das Religiões Unidas. Ele continua: "Saí da cama no dia seguinte determinado a comprometer o resto da minha vida a uma iniciativa de criar religiões unidas que, de maneira adequadamente espiritual, sejam paralelas às Nações Unidas".
  53. 53. 53 O URI atraiu um  grupo diversificado de seguidores  e parece ser extraordinariamente hábil ao apelar para diferentes visões de mundo. O  reverendo James Davis, ministro anglicano de Nova York, afirmou: "Nunca vimos nenhuma organização formar coalizões com a mesma rapidez ou sucesso como a Iniciativa das Religiões Unidas". Huston Smith, um estudioso de religiões comparadas e autor de As religiões do mundo, uma referência padrão em estudos religiosos, descreve o URI como "de longe o esforço inter-religioso global mais significativo”. A URI afirma que mais de 1.000 grupos religiosos, que representam 600 milhões de pessoas, endossaram a Carta URI. Entre eles encontram- se o Dalai Lama, igrejas estatais na China, vários rabinos judeus, sufis (uma seita de musselina), o Rev. Sun Myung Moon, feministas radicais, ecologistas profundos, espiritualistas da criação, cabalistas e vários grupos neopagãos. Também recebeu comentários favoráveis das Nações Unidas e do Vaticano. O preâmbulo da Carta da URI é o seguinte: PREÂMBULO Nós, pessoas de diversas religiões, expressões espirituais e tradições indígenas em todo o mundo, estabelecemos a Iniciativa das Religiões Unidas para promover uma cooperação inter-religiosa diária duradoura, para acabar com a violência motivada por religiões e criar culturas de paz, justiça e cura para a Terra e todos os seres vivos. Respeitamos a singularidade de cada tradição e as diferenças de prática ou crença. Valorizamos vozes que respeitam os outros e acreditamos que compartilhar nossos valores e sabedoria pode nos levar a agir para o bem de todos. Acreditamos que nossas vidas religiosas e espirituais, em vez de nos dividir, nos guiam a construir comunidade e respeito uns pelos outros. Portanto, como pessoas interdependentes enraizadas em nossas tradições, agora nos unimos para o benefício de nossa comunidade da Terra. Nos unimos para construir culturas de paz e justiça. Nós nos unimos para curar e proteger a Terra. Nos unimos para construir lugares seguros para resolução de conflitos, cura e reconciliação. Nos unimos para apoiar a liberdade
  54. 54. de religião e expressão espiritual e os direitos de todos os indivíduos e povos, conforme estabelecido no direito internacional. Nos unimos em uma ação cooperativa responsável para trazer a sabedoria e os valores de nossas religiões, expressões espirituais e tradições indígenas para os desafios econômicos, ambientais, políticos e sociais que a comunidade da Terra enfrenta. Nos unimos para oferecer uma oportunidade global de participação de todas as pessoas, especialmente daquelas cujas vozes não são ouvidas com frequência. Nos unimos para celebrar a alegria das bênçãos e a luz da sabedoria, tanto no movimento quanto na quietude. Nos unimos para usar nossos recursos combinados apenas para ações não-violentas e compassivas, para despertar para nossas verdades mais profundas e para manifestar amor e justiça entre toda a vida em nossa comunidade da Terra. Continua dizendo: A raiz dessa crise ecológica é uma crise espiritual.  Assim como as religiões e tradições espirituais do mundo ensinam uma interação respeitosa com um todo sagrado, os valores espirituais e os imperativos morais devem ajudar a humanidade a redescobrir a reverência por toda a vida e o respeito pela sacralidade de todo o planeta Terra.  Portanto, pedimos cooperação inter- religiosa para promover essa visão de amor e proteção da Terra, reverência pela vida e harmonia com todos os seres vivos. Conforme sugerido por Swing, a Iniciativa das Religiões Unidas pretende ser para a religião, o que as Nações Unidas se tornaram na política global, unificando as religiões do mundo, assim como a ONU está unificando as nações do mundo.  O Bispo Swing confirmou esses planos: "A URI será uma Nações Unidas Espiritual. E que melhor lugar para dar origem a isso do que na área da baía, que deu origem a ONU atual.'' 54
  55. 55. 55 Bispo Swing também afirma: "A URI irá oferecer ao mundo uma nova e poderosa visão de esperança - a visão de que as  histórias  mais profundas  que conhecemos agora podem deixar de ser causas de separação entre as pessoas e, em vez disso, tornar-se a base para uma humanidade reunida. As religiões precisam do URI.  Bombas estão explodindo em nome de Deus nas cidades de todo o mundo, a perseguição religiosa é mais prevalente agora do que nunca, extremistas religiosos estão exigindo e obtendo armas nucleares, e ainda não existe uma arena neutra em que todas as religiões possam se envolver. A URI, com o tempo, aspira a ter a visibilidade e a estatura das Nações Unidas.  Ela  terá visibilidade global e será uma presença vital nas comunidades locais em todo o mundo."
  56. 56. 56 As Nações Unidas concederam ao URI oficialmente o "status de liason", significando que, em troca do apoio financeiro da ONU, a URI irá "cooperar estreitamente com a ONU e suas organizações para complementar os mandatos políticos, diplomáticos e sociais da ONU, influenciar a política da ONU e apoiar seus programas." Numa conferência inter-religiosa patrocinada pela ONU, o bispo Swing lançou um desafio para uma nova civilização global: "Estamos no limiar de uma  nova ordem mundial  que pode ser definida tanto por uma polarização crescente que alimenta uma espiral de conflitos e violência, ou pelo aumento da cooperação global que exige que a raça humana trabalhe além das fronteiras nacionais, étnicas e religiosas para servir a um bem maior global”. Bispo Swing recentemente pediu desculpas por dois milênios de evangelismo cristão.  Seu pedido de desculpas não se limita à “violência religiosa” cometida pelos cristãos, mas também inclui o arrependimento de " proclamar que Jesus Cristo é o Senhor e o Salvador de todos" e de procurar "tornar o mundo inteiro cristão". A URI condena veementemente todas as formas de fundamentalismo religioso.  De fato, a necessidade de uma nova espiritualidade é frequentemente baseada na atitude intolerante dos cristãos evangélicos e dos muçulmanos radicais. Swing afirma: “Porque algum dia a ascensão de vozes fundamentalistas militantes de religiões politicamente aspirantes pode ser tão difundida que é necessário criar as Religiões Unidas para salvar as religiões desses fundamentalistas". O URI surgiu e é o culminar do movimento inter-religioso que começou com o Parlamento das Religiões Mundiais de 1893.  Ele está inextricavelmente ligado à busca de uma nova espiritualidade que unificaria o planeta em uma "sociedade global transformada".  O URI é a expressão mais completa desse movimento agora.  O atual modelo de unidade na diversidade caracterizará a Iniciativa das Religiões Unidas por um tempo. No entanto, a fase final da Agenda Espiritual Verde Global será o "fim  completo  da grande heresia da separação".
  57. 57. 57 A religião verde final será a mistura de todas as religiões em uma expressão unificada de espiritualidade, baseada na reverência ao nosso planeta compartilhado e na interconexão humana com todos os seres vivos.  Sem dúvida, quem se recusar a aceitar essa nova espiritualidade será rotulado de fundamentalista radical intolerante. Na esteira de uma crise devastadora, como a descrita em Um mundo unido, é provável que os “fundamentalistas” sejam responsabilizados por todos os problemas do mundo.  Uma nova religião mundial, além de uma nova ordem mundial, será recebida com gratidão pela maioria diante de uma crise de magnitude suficiente.
  58. 58. ECONOMIA VERDE UM PACTO GLOBAL DE SUICÍDIO Capítulo 6 58
  59. 59. 59 O movimento verde global atribui muito pouco valor à sociedade industrial moderna que produziu enormes melhorias na prosperidade econômica, assistência médica, direitos humanos, educação e padrões de vida. De fato, o movimento verde odeia e teme o capitalismo ao estilo ocidental. Para eles, a perda da civilização industrial não tem grandes consequências. De fato, é uma das principais prioridades da Agenda Verde Global. O movimento verde é obcecado pelo capitalismo, especialmente pelas corporações multinacionais más, desde o seu nascimento na década de 1960.  Muito antes do advento do aquecimento global, o objetivo principal do movimento era, e sempre foi, simplesmente a destruição da produção de energia.  Eles sabem que o sangue vital da sociedade industrial é energia, especialmente combustíveis fósseis, e uma redução significativa na disponibilidade de energia causará um golpe fatal na maior ameaça de Gaia - a sociedade humana moderna. As sociedades primitivas são admiradas por serem sustentáveis e viverem em harmonia com Gaia. As nações capitalistas ocidentais são criticadas como "destruidoras da terra", que devem ser subjugadas. Eles não tentam esconder essa agenda: "Não é a única esperança para o planeta que as civilizações industrializadas colapsem?  Não é nossa responsabilidade fazer isso  acontecer?" - Maurice Strong, fundador do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente. "Uma campanha massiva deve ser lançada para des-desenvolver os Estados Unidos.  Des-desenvolvimento significa alinhar nosso sistema econômico às realidades da ecologia e à situação dos recursos mundiais." -  Paul Ehrlich, Professor de estudos populacionais. " "Os estilos de vida atuais e os padrões de consumo da classe média abastada - envolvendo alto consumo de carne, uso de combustíveis fósseis, eletrodomésticos, ar condicionado de residências e locais de trabalho e moradias suburbanas - não são sustentáveis." - Maurice Strong, discurso de abertura na Cúpula da Terra no Rio de 1992.
  60. 60. 60 Um dos primeiros alvos do movimento verde foi a indústria de energia nuclear.  Mesmo que a energia nuclear ofereça um enorme potencial energético sem emissões de CO2, ela ainda os irrita.  Eles também se opõem veementemente a qualquer proposta de construção de novas barragens hidrelétricas com base nos efeitos ambientais negativos percebidos.  O mesmo argumento é usado para se opor a qualquer proposta de desenvolvimento de novos campos de petróleo.  As únicas fontes de energia que o movimento ambiental está disposto a permitir são vento e luz solar.  Assim, os humanos apenas terão que se adaptar à vida com volumes muito baixos de energia não confiável. " "A única esperança para o mundo é garantir que não haja outros Estados Unidos. Não podemos deixar que outros países tenham o mesmo número de carros, a quantidade de industrialização que temos nos EUA. Temos que parar esses países do Terceiro Mundo exatamente onde eles estão." - Michael Oppenheimer, Fundo de Defesa Ambiental. "A sustentabilidade global requer a busca deliberada da pobreza, o consumo reduzido de recursos e o estabelecimento de níveis de controle de mortalidade." - Professor Maurice King. "Devemos fazer deste um lugar inseguro e inóspito para os capitalistas e seus projetos. Devemos recuperar as estradas e as terras aradas, interromper a construção de barragens, derrubar barragens existentes, libertar rios algemados e retornar ao deserto milhões de acres de terras atualmente assentadas." -  David Foreman, co- fundador da Earth First! "A perspectiva de energia de fusão barata é a pior coisa que poderia acontecer com o planeta." -Jeremy Rifkin, Greenhouse Crisis Foundation.
  61. 61. 55 É claro que o grande objetivo sempre foi o de encontrar alguma maneira de controlar ou mesmo eliminar o uso de combustíveis fósseis.  Afinal, são os combustíveis fósseis que permitiram à população humana aumentar de um bilhão, em 1850, para mais de seis bilhões de pessoas hoje.  Um único barril de petróleo contém  23.000 horas- homem  de energia.  Portanto, os 20 milhões de barris que os EUA consomem diariamente são equivalentes a 15 bilhões de trabalhadores humanos adicionais. O petróleo deu a cada trabalhador americano o equivalente a 45 “escravos virtuais”. Globalmente, fornece-nos a energia diária equivalente a mais de 70 bilhões de trabalhadores humanos. Em 1850, mais de 85% das pessoas viviam com trabalho árduo no cultivo de alimentos, hoje menos de 2% das pessoas nas sociedades ocidentais estão empregadas no setor agrícola.  Em 1850, a maioria das pessoas nunca viajou além da próxima aldeia, enquanto somos livres para percorrer o mundo e aprender com outras culturas hoje em dia. A expectativa média de vida na Inglaterra em 1850 era de 34 anos e a mortalidade infantil era de quase 30%. Agora, a expectativa média de vida é superior a 70 e a mortalidade infantil é minúscula. No entanto, o movimento verde olha para trás com muito carinho, como se fosse um tempo mais simples e suave.  Segundo eles, sem combustíveis fósseis, o mundo será transformado em uma ecotopia.  Todos nós moraríamos em pequenas aldeias sustentáveis, cercadas por campos verdejantes, onde camponeses felizes cantariam canções de amor para Gaia enquanto eles gentilmente cultivariam seu solo.  Para eles, sem o poder desenfreado fornecido pelos combustíveis fósseis, não poderíamos mais dominar a Terra, moldando-a de acordo com nossa própria vontade.  Assim, de acordo com esse pensamento, os humanos aprenderiam a viver mais uma vez humildemente ao lado de todos os outros seres vivos e a se reconciliar com a Mãe Natureza. 61
  62. 62. O fato de que a agricultura “industrial” moderna entraria em colapso sem combustíveis fósseis e, como resultado, centenas de milhões passariam fome parece ser de menor importância. É apenas um pouco de dor a curto prazo para um ganho a longo prazo. Ted Turner, que doou mais de um bilhão de dólares para as Nações Unidas especificamente para financiar o Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), pensa que "seria ideal uma população total de 250 a 300 milhões de pessoas, um declínio de 95% em relação aos níveis atuais". Portanto, para o movimento verde, o aquecimento global apresenta uma oportunidade para destruir final e completamente a fera voraz do capitalismo.  Eles estão exigindo a imposição de uma redução maciça nas emissões globais de dióxido de carbono acompanhada de um congelamento dessas emissões no nível bastante reduzido. Isso resultaria imediatamente na eliminação ou redução radical no fornecimento de todos os bens e serviços que dependem do consumo de combustíveis fósseis. Como Al Gore afirmou, seria uma "transformação dolorosa da sociedade". Todos os aspectos da vida cotidiana seriam dramaticamente alterados. Como resultado de todos esses objetivos, temos hoje o maior e mais importante acordo que visa cumprir aceleradamente esse plano, o chamado acordo de Paris, tão idolatrado e celebrado pelos líderes e organizações, que nada mais é do que o golpe final na vida humana como a conhecemos. O também tão elogiado Relatório Stern pedia uma redução de 25% nas emissões globais de dióxido de carbono até 2050. Dado o fato de que a população mundial deve aumentar um terço, o que significa que os 9 bilhões de pessoas teriam que gerar 25% menos que 6 bilhões, ou uma redução per capita de 50%. Isso devastaria a economia global e faria a Grande Depressão parecer um piquenique. Dois principais personagens democratas, Hillary Clinton e Barack Obama, pediram uma redução de 80% nas emissões até 2050. Considerando o crescimento populacional, isso exigiria uma redução de mais de 90%.  Você realmente precisa se perguntar se eles pensaram profundamente sobre as implicações desse objetivo.  Perceba que até fazem com que as histórias sobre o clima pareçam agradáveis: 62
  63. 63. 63 ""De acordo com os dados mais recentes do Departamento de Energia sobre emissões de gases de efeito estufa, em 2006 os EUA emitiram 5,8 bilhões de toneladas métricas de dióxido de carbono, ou pouco menos de 20 toneladas per capita.  Uma redução de 80% nessas emissões em relação aos níveis de 1990 significa que os EUA não podem emitir mais de um bilhão de toneladas de CO2 em 2050. As emissões de dióxido de carbono pelo homem neste país foram tão baixas? A resposta é provavelmente sim - a partir de dados históricos de energia, é possível estimar que  os EUA emitiram um bilhão de toneladas pela última vez por volta de 1910. Mas em 1910, os EUA tinham 92 milhões de pessoas, e a renda per capita, em dólares atuais, era de cerca de US$ 6.000. Até o ano de 2050, o Census Bureau projeta que nossa população será de cerca de 420 milhões. Isso significa que as emissões per capita terão que cair para cerca de 2,5 toneladas para atingir a meta de redução de 80%.  É provável que  as emissões per capita dos EUA nunca tenham sido tão baixas - mesmo em tempos coloniais quando o único combustível que queimamos era madeira.  As únicas nações no mundo hoje que emitem nesse nível baixo são todas nações pobres em desenvolvimento, como Belize, Maurício, Jordânia, Haiti e Somália.  Se essa comparação parecer injusta, considere que mesmo os países industrializados que menos emitem CO2 não se aproximam da meta de 2050. França e Suíça, países compactos que geram quase toda a sua eletricidade a partir de fontes de combustíveis não fósseis (nuclear para a França, hidrelétrica para a Suíça) emitem cerca de 6,5 toneladas de CO2 per capita."  Nota: Vale destacar que dos países que fazem parte do acordo de Paris, nenhum deles até hoje conseguiu cumprir sua meta. Além disso, temos o querido e velho Al Gore, que pediu uma redução nas emissões globais de dióxido de carbono de  90% em 20 anos!  Há poucas chances de a sociedade moderna funcionar com 25% menos petróleo, então apenas imagine as consequências de uma redução de 90%.  As cidades estariam desertas e apodreceriam lentamente. A infraestrutura não poderia mais ser mantida.  Certamente resultaria em uma extinção maciça da população humana.
  64. 64. Estou certo de que Al Gore não leva a sério suas demandas por uma redução de 90%. Isso seria incontrolável e todo o objetivo por trás da Agenda Verde Global é obter controle, transformar e reduzir a atividade humana.  Um resultado mais provável será uma redução menos severa, combinada com a imposição de um sistema global de permissões de carbono governado pelas Nações Unidas.  Isso daria à ONU um poder sem precedentes para regular indivíduos, empresas e governos - tudo em nome de salvar a Terra. Os mercados de carbono já foram estabelecidos em muitos países em antecipação a um sistema obrigatório. Nos Estados Unidos, o único mercado operacional de comércio de emissões de carbono é o Chicago Climate Exchange (CCX). Coincidentemente - ou não - o fundo de hedge da Al Gore, Generation Investment Management, é o maior acionista da CCX.  É isso que chamo de conflito de interesses!  O alarmista mais forte do aquecimento global é o maior acionista no único mercado de carbono operacional dos EUA. No quadro da CCX, encontramos nosso velho amigo Maurice Strong.  No final de 2007, a ONU sediou uma conferência em Bali com a intenção de formular um Tratado Internacional sobre Mudanças Climáticas para substituir o Protocolo de Kyoto. Era esperado que esse tratado determinasse um sistema global de comércio de carbono e, possivelmente, um imposto global sobre o carbono, o que ainda está nos planos e vem sendo muito discutido atualmente.  Muitos ativistas verdes sabem que o aquecimento global é uma ameaça vaga e vazia, no entanto, está provando ser uma ferramenta muito eficaz na implementação de sua Agenda Verde Global, iniciada há mais de uma década com o Desenvolvimento Sustentável e a Agenda 21. "A execução eficaz da Agenda 21 exigirá uma profunda reorientação de toda a sociedade humana, diferente de tudo o que o mundo já experimentou - uma grande mudança nas prioridades de governos e indivíduos e uma redistribuição sem precedentes de recursos humanos e financeiros. Essa mudança exigirá que uma preocupação com as consequências ambientais de toda ação humana seja integrada à tomada de decisões individual e coletiva em todos os níveis." - Agenda 21 da ONU 64
  65. 65. Capítulo 7 AGENTES DO APOCALISPE
  66. 66. 66 "As teorias da evolução e o Big Bang são reais e Deus não é 'um mágico com uma varinha mágica', declarou o Papa Francisco. Quando lemos sobre Criação em Gênesis, corremos o risco de imaginar que Deus era um mágico, com uma varinha mágica capaz de fazer tudo. Mas, não é assim, disse Francis. O Big Bang, que hoje consideramos ser a origem do mundo, não contradiz a intervenção do criador divino, mas exige isso." De fato, há uma nova ordem global e ela é chamada de mudanças climáticas. As mudanças climáticas existem. Elas são uma realidade inegável com consequências reais e graves. A causa dessas mudanças é o que está aberto para discussões. Enquanto muitos cientistas refutam que as alterações sejam provocadas pelo homem, outros querem nos fazer crer exatamente nisso. Os proponentes do argumento de que o homem é o causador das mudanças climáticas possuem motivações que hoje se tornaram muito claras: usarem esse meio para obter controle total e poder. Um dos mais interessados no êxito dessa narrativa é o Papa Francisco. Como vimos, o Clube de Roma é um tentáculo de uma imensa estrutura que se ramifica em uma série de organizações das mais variadas, ocupando as mais importantes posições de controle dentro da sociedade e conectada com a mídia em geral. Contudo, é um dos tentáculos mais importantes, responsável por desenvolver a crise climática que, como vimos, é o fio condutor que dará força para a ignição da Nova Ordem Mundial. As mudanças climáticas atingirão todos os aspectos da vida humana, sejam eles políticos, culturais, econômicos e, talvez o mais primordial de todos, o religioso. Como abordamos anteriormente, é engano pensar que a Nova Ordem Mundial não se trata de religião. De fato, o objetivo maior desse gigantesco esforço é o de vencer uma batalha espiritual - e isso não é um segredo, não é algo oculto dos olhos do público. Porém, é mascarado com palavras sofisticadas e objetivos aparentemente altruístas e enganosos, destilado pela mídia diariamente a fim de controlar a percepção do público para que não percebam o real intento por trás desses planos humanitários de Paz e Prosperidade.
  67. 67. Esse caráter de duplicidade é característico dos filhos das trevas, pois o seu pai é o pai da mentira. O iluminismo transfigurou-se em comunismo, que se transfigurou em globalismo, que, em essência, é o paganismo. As mudanças climáticas são oficialmente uma religião, a religião de Gaia e da consciência global da Nova Era. Uma leitura atenta ao livro de Apocalipse mostrará o que estamos presenciando nos dias de hoje: a formação de um governo totalitário tecnocrata, através das políticas de mudanças climáticas, para controlar todos os seres humanos. Como Apocalipse nos revela, esse governo totalitário exigirá adoração e precisamos analisar sobre o que se trata essa adoração e como ela ocorrerá. para aprender como atingir mais rapidamente seus objetivos. Gail Bradbrook também é uma eco-ativista produtiva, tendo participado de vários movimentos, tendo aproveitado a expansão do Rebelião da Extinção para alertar sobre a necessidade de uma mudança de paradigma na consciência humana. Em uma entrevista no canal de Russel Brand em 22 de Outro de 2019, ela até mesmo disse ser favorável a uma desobediência civil em massa sobre o uso de psicodélicos. A Sra. Gail também foi acusada de hipocrisia ao voar 11 milhas para passar umas férias na Costa Rica ao custo de 2.500 libras por semana. Ao periódico The Sun, ela disse: “Eu estava focada em tentar iniciar a desobediência civil desde 2010. Eu tentei muitas coisas e elas não deram certo. Então, fui a um retiro e orei com alguns medicamentos psicodélicos. Foi muito intenso e orei pelo que chamei de códigos de mudança social e, em um mês, minha oração foi atendida.” É certo que a Costa Rica é muito conhecida pelos rituais psicodélicos de Ayahuasca. 67 Esses anseios são avançados por grupos recentes como o Rebelião da Extinção e os movimentos das sextas-feiras para o futuro de Greta Thunberg. Os fundadores do Rebelião da Extinção são Roger Hallam and Gail Bradbrook. Roger Hallam é um ativista ambiental que participa de outros grupos eco-radicais e completou os seus estudos em desobediência civil
  68. 68. 68 Robin Boardman-Pattinson saiu de uma entrevista na televisão depois de ser chamado de “incompetente de classe média e indulgente ” por Adam Boulton, da Sky News, mas o The Telegraph revelou que a mudança climática não é a única causa pela qual ele luta. O jovem de 21 anos é um manifestante em série, que protestou contra a Dominos Pizza, o tribunal de Bristol Magistrates, Toby Young e o Conselho de Bromley. Ele também fez campanha contra a expansão do aeroporto de Heathrow, apoiou mulheres muçulmanas que usavam Hijabs e Niqabs e preocupantemente, ele também compartilhou um post que chama as alegações de anti-semitismo no Partido Trabalhista como "uma campanha massiva de difamação contra Jeremy Corbyn pelos partidários de Netanyahu no partido e na mídia/sociedade em geral". Observem atentamente quem são as pessoas que participam das manifestações climáticas de grupos como Rebelião da Extinção e você verá o quão alienado se tornou o ser humano, o quão está longe de Deus e o quão vorazmente é defendido o amor livre, o uso das drogas, a religião Wicca, o xamanismo e tudo o que se oponha ao cristianismo. Essas pessoas não despertaram para o fato de que aceitaram em suas vidas uma narrativa midiática como verdade absoluta, narrativa essa que reflete o interesse dos grupos dominantes: uma total e terrível destruição das liberdades humanas. Talvez elas despertarão somente quando for tarde demais. Um dos grandes fomentadores dessa influência é o Papa Francisco, que insiste continuamente que a panaceia para os problemas do mundo repousa na versão de moralidade e espiritualidade de sua igreja, cujo fundamento é a santidade dominical. Outro líder do grupo é o jovem Robin Boardman, um professor de budismo e instrutor de Yoga, que disse que “as viagens aéreas devem ser usadas apenas em emergências,” mas ele próprio vive um estilo de vida a jato, tirando férias de esqui, visitando pontos de referência globais e desfrutando de passeios ao longo de caminhos ladeados de palmeiras.
  69. 69. 69 Aqui entra uma questão que geralmente levanta um certo preconceito, que é a questão do dia de guarda entre judeus, cristãos e muçulmanos. Essa é uma questão profunda que tratarei em breve, no entanto, nos últimos anos, o Sábado quase que se tornou uma marca registrada dos adventistas e isso gera um ponto de controvérsia entre denominações, além de um certo fastio. Porém, o Sábado não é propriedade dos adventistas. Eu não me interesso pelas denominações, mas pela verdade com fatos e lógica e tenho notado claramente que algo está se desenhando com relação ao dia de guarda em conexão com as mudanças climáticas e a formação de uma religião universal compartilhada em pontos de doutrina. Eu vou onde a verdade me leva e, ligando alguns pontos, começamos a ver que nada do que acontece ou do que é dito por estes personagens se trata de uma coincidência. A Associated Press informou recentemente: “O Papa Francisco lamentou o abandono da prática tradicionalmente cristã de não trabalhar aos domingos, dizendo que isso tem um impacto negativo nas famílias e nas amizades.”  Ele diz que passar os domingos com a família e os amigos é uma 'escolha ética' para fiéis e não-fiéis... preservando o caráter especial do domingo como o Dia do Senhor - mesmo civilmente onde possível (imposição por lei.)” Seu antecessor, Bento XI, afirmou: Quando a criação parece estar ameaçada de muitas maneiras pela atividade humana, devemos conscientemente aceitar também essa dimensão do domingo... É necessário promover a reflexão e os esforços para reconciliar as demandas e os períodos de trabalho com os da família e recuperar o verdadeiro significado da festa, especialmente no domingo, na Páscoa semanal, no dia do senhor e no dia do homem,  o dia da família, da comunidade e da solidariedade.”(Zenith.org, 26 de setembro de 2010).  Por princípio, eu creio que a verdade estará sempre com uma minoria de pessoas, uma vez que o Apocalipse nos revela que o mundo inteiro foi seduzido pela besta. Quando vejo uma instituição banhada no sangue de milhões de pessoas ter como principal fundamento o domingo e fazer publicidade disso de maneira tão enfática, soam alguns alarmes. Tenha em mente que o Vaticano é o maior poder que existe na face da Terra. Você pode não acreditar, porque eles vivem por trás de um disfarce, mas é: eles são o representante de satanás na Terra.
  70. 70. 70 Ao ver expressões na Bíblia afirmando que Jesus é o Senhor do Sábado, eu me pergunto: onde foi dito que o domingo é o dia do Senhor? Procurei na Bíblia por uma declaração simples e explícita e não encontrei. Tenho me debruçado sobre esse assunto ultimamente, fazendo uma reconstrução histórica profunda da adoração do domingo e sua simbologia e descobri coisas fascinantes que em breve publicarei. É incrível como tudo vai muito além do que imaginamos e como está conectado. Uma famosa declaração católica diz: O domingo é nossa marca de autoridade... a igreja está acima da Bíblia, e a transferência do Sábado é uma prova desse fato (Catholic Record, 1º de setembro de 1923). Admitem francamente esse fato. Apesar das opiniões divergentes sobre a posição de Francisco sobre as mudanças climáticas, uma coisa é certa: quase tudo (Apocalipse 13:8) está se unindo à proposta de Roma para  a santidade do domingo, aparentemente, para salvar não apenas o meio ambiente e cuidar da criação, mas também para fortalecer a família e, por extensão, a sociedade como um todo.  A sacralidade dominical unirá as divisões através das linhas políticas, socioeconômicas e religiosas sobre as mudanças climáticas. Se você ainda não consegue ver esse cenário, aguarde. A congressista católica romana recém-eleita, muito agressiva e devota, Alexandria Ocasio-Cortez, de Nova York, apresentou sua iniciativa bastante ousada sobre mudança climática, o Green New Deal, à nação americana. Sua proposta está completamente alinhada com a agenda de sua igreja sobre a questão climática, pedindo a igualdade dos trabalhadores e o descanso como parte da solução do problema. Embora não exija explicitamente a santidade do domingo, a implicação é clara. O próprio chefe de Gabinete de Alexandria Ocasio-Cortez declarou em 12.07.2019 que o novo acordo verde não tem nada a ver com mudanças do clima, mas se trata de economia e controle do poder. Isso foi noticiado pela mídia:
  71. 71. 71 Pharrell Williams, artista de renome internacional, dedicou sua vida a fazer o que pode para tornar o mundo um lugar melhor. E isso é realmente uma coisa boa. Nesse esforço, ele está sendo usado para promover a agenda do papado da sacralidade dominical, um ataque frontal bem orquestrado à palavra de Deus.  Ele até mesmo discursou nas  Nações Unidas. É um importante personagem que promove o apelo à santidade do domingo para ajudar a curar o meio ambiente e a impactar as mudanças climáticas. Na sua camiseta está escrito Domingo, dia do sol, o simbolo máximo da adoração pagã.
  72. 72. Outra personagem muito influente na agenda do Papa para substituir o dia do Sábado pela santidade de domingo é Greta Thunberg, de 16 anos. Sua recente reunião com Francis deu um impulso ao seu apelo para que governos e indivíduos adotem ações rápidas e decisivas sobre as mudanças climáticas. Greta recebeu publicamente o apoio e incentivo do Clube de Roma ao encontrar-se com o Papa Francis na praça de S. Pedro. Financiada pela filantropia de George Soros, ela percorre o mundo com seus pais comunistas para lutar pela causa. Que causa é essa? Instilar medo nos jovens destruindo as esperanças de qualquer futuro para incitá-los a pressionar os governantes a adotarem políticas que “salvarão o Planeta” e que, ao mesmo tempo, cumprirá o sonho comunista almejado há séculos: o controle total e absoluto da humanidade. Isso é possível hoje, pois vivemos num cárcere digital e estamos maduros para um totalitarismo absoluto luciferiano: A Nova Ordem Mundial. Essa guerra psicológica tem sido muito bem-sucedida. Muitas pessoas agora sentem medo e incerteza. Eles nos dizem que a economia está prestes a entrar em colapso e que nossos filhos vão queimar. Não é de admirar que as pessoas estejam começando a adotar as “soluções verdes” que prometem nos afastar do abismo. Claro que esse tem sido o plano o tempo todo. O Clube de Roma declara claramente com suas próprias palavras: “Felizmente, aqueles que pressionam a Agenda Verde já desenvolveram uma série de sistemas mundiais alternativos que, dizem eles, resolverão os problemas que a humanidade causou. Essas propostas têm vários nomes: A Grande Mudança, A Grande Transição, Um Novo Acordo Verde, A Fase Planetária, O Poder Para Baixo, A Grande Descida etc. No entanto, todos parecem ter vários elementos em comum: um sistema de gerenciamento global para os recursos do planeta, uma moeda global, a substituição de estados-nações por sindicatos regionais, controle/redução populacional e retorno ao estilo de vida rural localizado.” 72
  73. 73. O clamor e histeria ambiental ganharão volume a cada nova tragédia climática, e, acredite, elas serão mais frequentes e graves. A mídia faz a sua parte, condicionando o politicamente correto e destruindo o caráter de qualquer um que tenha opinião divergente. O Papa e os políticos e dirigentes de várias organizações sob o guarda-chuva da ONU e do Vaticano giram as engrenagens, fazendo acelerar o plano sob a capa do bem comum, da paz e da prosperidade. Os humanos nem imaginam o que eles têm em mente!

×